rede ex aequo

Olá Visitante21.nov.2019, 06:09:42

Sondagem

Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?

Sim
10 (20.4%)
Não
27 (55.1%)
Não tenho opinião
9 (18.4%)
Outro
3 (6.1%)

Votos totais: 36

Autor Tópico: Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?  (Lida 17786 vezes)

 
Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
#0

Offline bfly

  • ***
  • Membro Total
  • Género: Feminino
Antes de mais, queria de dizer que procurei por tópicos semelhantes e não encontrei nenhum  :)

Em outros tópicos, vejo várias vezes este tema referênciado, ou seja, se pelo facto de se criarem espaços/projectos com ideia de serem exclusivos para LGTBS (tais como grupos desportivos, bares/discotecas, grupos de actividades artisticas e outras coisas banais das quais existem pessoas que se costumam juntar para fazer coisas que gostam), isso seria uma forma de auto-exclusão do resto da sociedade?

Por exemplo, existem grupos católicos associados a faculdades e nunca vi ninguém dizer que isso era uma forma de se excluirem, mas sim uma forma de conhecerem pessoas com as quais têm interesses comuns...por outro lado, também vejo premissas que possam sustentar uma conclusão para considerar estes agrupamentos como forma de afastamento do resto do mundo...

    Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
    #1

    Doop!

    • Visitante
    Pá, não, a escolha de cada indivíduo que constitiu tais grupos é que os vai definir como um fenómeno de "auto-segregação" ou não; não acho que se possa dizer que seja um traço inerente, mas sim uma potencial maneira de as coisas correrem.

    Se pessoas LGBT encontram um espaço próprio onde podem exprimir-se livremente como o que são, e interagir com outros da mesma natureza/interessados nesta, então isso é indiscutivelmente bom.

    Mas se as pessoas toma individualmente a escolha de se exprimir exclusivamente nesse tipo de espaços, anulando em si a necessidade de assim se exprimir noutros, sim, estão, diria, a "auto-segregar-se" como o pões: a escolher viver (com ou sem razão) num niche específico mais confortável para a sua identidade, e nisso anula-se o confronto com o espaço hetero e não-trans, e aí afirma-se... correcção, mantem-se, uma cisão, e uma série de desconforto na sobreposição dos dois tipos de espaços ou na interacção de um indivíduo com um dos dois espaços que não lhe corresponda.

    E sim, se todos os indivíduos num grupo o fizerem, lá será o grupo em si isolacionista, mas, repetindo a ideia inicial, não acho que seja inerente à natureza dos espaços, grupos, etc, mas sim uma questão de como os indivíduos que os compõem escolhem interagir com espaços, grupos, etc. que não esses. :)

    Peço perdão se fui pouco claro, sou capaz de ter exprimido mal as ideias. Há sono!
    Obrigado por levantares a questão, já agora. É interessante, e estou curioso quanto à opinião de outros membros do fórum.

      Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
      #2

      Doop!

      • Visitante
      ...e já agora:

      por outro lado, também vejo premissas que possam sustentar uma conclusão para considerar estes agrupamentos como forma de afastamento do resto do mundo...

      Quais, exactamente? :)

        Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
        #3

        Offline Arms

        • *****
        • Membro Vintage
        • Género: Masculino
          • Reflection
        Não acredito muito que seja forma de auto-segregação, embora acredite que algumas pessoas façam isso. Os grupos temáticos constituídos por LGBT's pode ser uma forma das pessoas LGBT se exprimirem com mais segurança e uma forma de serem melhor compreendidos. Desde que as pessoas tomem tais grupos como forma de se exprimirem e não limitem a sua vida social a isso, acho positivo. Para mim a auto-exclusão parte de cada um e não de tais grupos.  ::)
          Se dependes unicamente dos outros para seres feliz prepara-te para ficares desiludido.
          Instead of telling people to plan ahead, we should tell them to plan to be surprised.

          Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
          #4

          Wasserfest

          • Visitante
          Não acho que seja uma forma de auto-segregação. É apenas uma forma de encontramos pessoas com os mesmos gostos que nós e com quem podemos partilhar vivencias que a maioria das pessoas que conhecemos não experimentaram. No entanto se alguem se restringe a apenas conviver dentro desses grupos desprezando os outros elementos da sociedade, então ai começa a haver um problema.

            Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
            #5

            Offline Petit_Prince

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Masculino
            Não é necessariamente uma forma de auto-segregação. Mas na maioria das vezes é...

            Aliás a comunidade homossexual é assaz boa na auto-segregação... Dou por exemplo o gay pride...

            A auto-segregação num grupo temático reside na mentalidade desse mesmo grupo. Se houver uma atitude hostil perante o mundo heterossexual (como há na maioria das cabecinhas glbt) então sim. Se for aberto e transigente, então não.

              Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
              #6

              Whisper

              • Visitante
              Se nós queremos tanto ser aceites porque iriamos formar grupos só para nós!? Não iria isso afirmar que somos tão diferentes que precisamos de um grupo só para nós!? Temos uma doença que se pega e porisso temos que tar só entre nós? Se fossem criados grupos temáticos livres de perconceitos ai sim estaria de acordo, um grupo em que pode haver todos os estilos de vida sem descriminação...

                Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                #7

                Doop!

                • Visitante
                Aliás a comunidade homossexual é assaz boa na auto-segregação... Dou por exemplo o gay pride...

                Podias explicar de que forma é que o Gay Pride é uma forma de auto-segregação, a teus olhos? Não percebo tal julgamento, mesmo.

                Se nós queremos tanto ser aceites porque iriamos formar grupos só para nós!? Não iria isso afirmar que somos tão diferentes que precisamos de um grupo só para nós!?

                Hum. Acho que ignoras aí o ponto bastante válido já levantado umas poucas vezes de que pouco tem a ver a auto-segregação dos grupos/espaços mas sim com como as pessoas escolhem a nível individual, por variados factores, interagir com os mesmos, podendo essa conduta própria se maioritária conduzir de facto a atitudes gerais - não relacionadas com a criação dos espaços, mas com a sua evolução de acordo com a vontade dos envolvidos.

                De resto, à questão Se nós queremos tanto ser aceites porque iriamos formar grupos só para nós!? Não iria isso afirmar que somos tão diferentes que precisamos de um grupo só para nós!?, pá, a questão é que somos diferentes, e enquanto o espaço hetero não se apresentar acolhedor a essa diferença - e não mostra, acho que concordamos todos, tanto como podia, nuns casos mais, noutros menos gravemente - é preciso conceber espaço próprio para viver o que somos (mais) confortavelmente.

                Responder
                Se fossem criados grupos temáticos livres de perconceitos ai sim estaria de acordo, um grupo em que pode haver todos os estilos de vida sem descriminação...

                Não sei se tal será grande argumento, tendo em conta que o próprio espaço regular diz "LGBT? dispenso" a níveis variantes. Que é como quem diz - a maioria diz "é melhor não", não tenho a certeza se será uma crítica assim tão válida considerar o "ah podes ter a certeza que é" da a minoria  como forma de vitimização/...lá está, auto-segregação. O espaço maioritário não é o que descreves. O espaço LGBT tenta uma alternativa específica.

                  Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                  #8

                  MaryFanatic

                  • Visitante
                  claro,eu gostaria de perguntar aqueles que acham grupos tematicos lgbt ou lugares destinados a menbros lgbt,o que é que eu fça.não posso contar aos meus pais que sou gay,isolo-me do mundo porque não consigo fazer amigos.quer dizer,eu não sei.talvez seria melhor fechar os meus olhos para sempre e dizer adeus mas honestamente,sinto que a minha vida é demasiado preciosa e deus fez-me um ser especial tal como vocês todos.Quasndo nos reunimos,estamos a ter o unico momento em que temos certeza onde julgamentos não existem.Será assim t^^ao dificil perceber que a vida não é tâo facil e que ás vezes temos a necessidade de aproximarmos de alguem que partilha a nossa dor,onde podemos mostrar a nosso sofrimento,as nossas felicidades ,onde é que reside essa tal auto segregaçâo?

                    Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                    #9

                    Offline HLuso

                    • *****
                    • Membro Elite
                    • Género: Masculino
                    • Nós somos as palavras que escrevemos....
                    Quasndo nos reunimos,estamos a ter o unico momento em que temos certeza onde julgamentos não existem.

                    Só esta frase diz tudo! :up
                      Nascer HOMOSSEXUAL num Pais tão homofobico, foi destino!!!....Alguem ainda ha-de cantar este fado...!!!;)

                      Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                      #10

                      Offline Petit_Prince

                      • *****
                      • Membro Elite
                      • Género: Masculino

                      Podias explicar de que forma é que o Gay Pride é uma forma de auto-segregação, a teus olhos? Não percebo tal julgamento, mesmo.


                      Segregação só existe se houver diferenciação. O Gay Pride não só diferencia (por motivos óbvios) como dá um passo avante com o "Pride". Orgulho Gay? Então ser-se gay é motivo de orgulho? Orgulho implica sentimentos de superioridade à generalidade. Ora se os homossexuais lutam pela igualdade isto não é um contra-senso? Além disso um dia a comunidade homossexual afirma "somos iguais aos outros e por isso queremos os mesmos direitos" e no dia seguinte vangloria-se da única diferença que a separa da maioria dominante?

                      EU vejo o Gay Pride como um autentico contra-senso e, no fundo, uma impertinência. Porque é andar para trás! É definirem-se indivíduos pela sua orientação sexual e não por quem são na realidade. E falam por toda a comunidade homossexual o que é um atrevimento!

                      Orgulho gay? orgulho hetero? Não! Orgulho em mim!


                      É a minha opinião... :)

                        Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                        #11

                        Offline HLuso

                        • *****
                        • Membro Elite
                        • Género: Masculino
                        • Nós somos as palavras que escrevemos....

                        Podias explicar de que forma é que o Gay Pride é uma forma de auto-segregação, a teus olhos? Não percebo tal julgamento, mesmo.


                        Segregação só existe se houver diferenciação. O Gay Pride não só diferencia (por motivos óbvios) como dá um passo avante com o "Pride". Orgulho Gay? Então ser-se gay é motivo de orgulho? Orgulho implica sentimentos de superioridade à generalidade. Ora se os homossexuais lutam pela igualdade isto não é um contra-senso? Além disso um dia a comunidade homossexual afirma "somos iguais aos outros e por isso queremos os mesmos direitos" e no dia seguinte vangloria-se da única diferença que a separa da maioria dominante?

                        EU vejo o Gay Pride como um autentico contra-senso e, no fundo, uma impertinência. Porque é andar para trás! É definirem-se indivíduos pela sua orientação sexual e não por quem são na realidade. E falam por toda a comunidade homossexual o que é um atrevimento!

                        Orgulho gay? orgulho hetero? Não! Orgulho em mim!


                        É a minha opinião... :)

                        Repara uma coisa, o Gay Pride tem uma origem Histórica:

                        Desse modo a sua origem teve a ver com os acontecimentos ocorridos em Nova Iorque, em 1969, quando nove detectives à paisana entram no bar gay chamado “Stonewall”, localizado no bairro Greenwich Village e expulsaram cerca de 200 fregueses que lá estavam, prendendo de igual forma muitos outros clientes. Ao se retirarem do bar com os detidos, encontraram uma multidão irritada, que começou a atirar-lhes pedras e garrafas. Os polícias entrincheiraram-se dentro do bar até à chegada de reforços. O tumulto envolveu a polícia e cerca de 400 manifestantes, e só acabou 45 minutos depois. Os distúrbios de Stonewall deram origem aos movimentos modernos de combate à homofobia, marcando o início do protesto público contra a discriminação de homossexuais. Dessa forma e no seguimento destes tumultos, os movimentos radicalizaram-se com a criação da Frente de Libertação Gay, em Londres, isto em 1970. Registando-se dois anos depois, a primeira marcha do “Orgulho Gay”, que reuniu 2 mil participantes. A data 28 de Junho passou então a ser simbolicamente "o dia do orgulho gay". O caso Stonewall passou então a ser a marca do fim da repressão homossexual, e por isso as marchas têm um simbolismo sério que marca bem aquilo que custou (e ainda custa, em muitos sítios) a conquistar a toda a população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros).

                          Nascer HOMOSSEXUAL num Pais tão homofobico, foi destino!!!....Alguem ainda ha-de cantar este fado...!!!;)

                          Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                          #12

                          Offline Petit_Prince

                          • *****
                          • Membro Elite
                          • Género: Masculino
                          Sim mas uma coisa é lutar contra a descriminação outra é gay PRIDE!  :-\

                            Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                            #13

                            Offline Phoenix

                            • *****
                            • Membro Elite
                            • Género: Masculino
                            • Non ducor, duco
                            Orgulho gay? orgulho hetero? Não! Orgulho em mim!

                            Concordo inteiramente com essa frase, por isso mesmo que nos prides cada pessoa representa a si próprio.

                            Em complemento ao que já foi aqui postado, fica a citação abaixo com a minha opinião sobre o muitos vezes mal interpretado Orgulho LGBT.

                            Orgulho LGBT.... o que será isso???? quer dizer.... não sei


                            As comemorações do Orgulho LGBT consistem "normalmente" na realização de Marchas e Festas.

                            Essas manifestações tem a sua origem em Nova Iorque, EUA, onde, dia 28 de Junho de 1969, no bar Stone Wall Inn, homossexuais resistiram publicamente à discriminação e violência. A partir desta data histórica, as mais importantes cidades do mundo organizam anualmente a Marcha do Orgulho LGBT.

                            Muitas pessoas confundem o sentido da palavra orgulho mas esta é utilizada no sentido da não vergonha. Não vergonha em ser lésbica, gay, bissexual ou transgenero.

                            Pessoalmente vejo as marchas como de caracter social, político e reinvidicativo que é claramente demonstrada na leitura de um mainifesto.
                            O manifesto da marcha de Lisboa pode ser lido em http://www.ex-aequo.web.pt/forum/index.php?topic=9443.msg331854#msg331854

                            Quanto ao Arraial Pride e o Porto Pride, esses sim são as festas!

                            Espero que também possas juntar-te a nós na ida a Lisboa e este ano também no Porto.

                             ;)

                                  

                              Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                              #14

                              Offline Petit_Prince

                              • *****
                              • Membro Elite
                              • Género: Masculino
                               [smiley=confuso.gif]

                              "Muitas pessoas confundem o sentido da palavra orgulho mas esta é utilizada no sentido da não vergonha. Não vergonha em ser lésbica, gay, bissexual ou transgenero."

                              Bem... o sentido da palavra orgulho não é subjectivo. Orgulho é orgulho... não é "não vergonha em ser"... é "vaidade de ser"... A interpretação que cada um faz da parada é que já está ligeiramente mais aberta à analise subjectiva... Mas mesmo assim com limites!
                              Mas mesmo que fosse "não vergonha" como é que isto ajuda a combater o preconceito? Procurar mostrar-se a igualdade não cumpriria melhor esse objectivo?

                                Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                                #15

                                Offline HLuso

                                • *****
                                • Membro Elite
                                • Género: Masculino
                                • Nós somos as palavras que escrevemos....
                                [smiley=confuso.gif]

                                "Muitas pessoas confundem o sentido da palavra orgulho mas esta é utilizada no sentido da não vergonha. Não vergonha em ser lésbica, gay, bissexual ou transgenero."

                                Bem... o sentido da palavra orgulho não é subjectivo. Orgulho é orgulho... não é "não vergonha em ser"... é "vaidade de ser"... A interpretação que cada um faz da parada é que já está ligeiramente mais aberta à analise subjectiva... Mas mesmo assim com limites!
                                Mas mesmo que fosse "não vergonha" como é que isto ajuda a combater o preconceito? Procurar mostrar-se a igualdade não cumpriria melhor esse objectivo?

                                Como anteriormente te referi, o conceito de "Orgulho Gay", aparece num contexto, tem uma origem historica, não é orgulho por si só, nem a expressão "Orgulho Gay" significa à letra ter orgulho em ser Gay...Assim como "guerra-das-rosas", não foi uma guerra que foi combatida pelas rosas,  ou a "Revolução dos cravos" não foi uma revolta feita pelos proprios cravos, pelas flores em si mesmo..."Orgulho gay" foi o nome que se deu a um movimento, foi o nome que se deu a um grito de viragem, que ainda hoje ecoa forte por todo o mundo, pelo mundo onde a homofobia ataca...É um nome que foi dado a um movimento, movimento esse que todos os anos é celebrado pela População LGBT em todo o planeta, sobre a forma de um desfile, de uma marcha, é uma homenagem a Stonewall....

                                E foi graças a ese movimento, baptizado como "Orgulho Gay", que hoje os homossexuais reunem-se em bares, sem viver no terror das rusgas, que hoje os homossexuais por todo o mundo (uns mais do que outros) têm conquistado direitos e deveres de cidadania, identicos aos heterossexuais...As Comemorações do "Orgulho Gay" acabarão um dia, esperemos, quando desaparecer a homofobia, o preconceito , quando for completamente INDIFERENTE, ser gay, hetero, bi etc...

                                O Nome "Orgulho Gay" pode não ter sido bem escolhido, podia ter sido "Gay Power" ou "Gay Freedom" ou outra coisa qualquer, mas naquele tempo, depois de tantos séculos a não poderem ter o minimo orgulho, por serem e viverem aquilo que eram, os gays dessa época, escolheram assim...

                                Mas foi graças a isso, a esse movimento baptizado de "Orgulho Gay", que hoje pode um jovem gay, da tua idade, dizer com naturalidade e voz propria, orgulho gay não, orgulho em mim SIM!

                                Quantas e quantas gerações de gays, nem se atreveram a pensar, em primeiro ter orgulho em si mesmos, quando era proibido ter esse sentimento, isto se logo à partida fosses gay...

                                Foi preciso passar por isso tudo,até chegar a ti, a mim, a nós todos, daí a importancia historica!

                                 ;)

                                « Última modificação: 10 de Agosto de 2006 por HLuso »
                                  Nascer HOMOSSEXUAL num Pais tão homofobico, foi destino!!!....Alguem ainda ha-de cantar este fado...!!!;)

                                  Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                                  #16

                                  Offline Petit_Prince

                                  • *****
                                  • Membro Elite
                                  • Género: Masculino

                                  Como anteriormente te referi, o conceito de "Orgulho Gay", aparece num contexto, tem uma origem historica, não é orgulho por si só, nem a expressão "Orgulho Gay" significa à letra ter orgulho em ser Gay...Assim como "guerra-das-rosas", não foi uma guerra que foi combatida pelas rosas,  ou a "Revolução dos cravos" não foi uma revolta feita pelos proprios cravos, pelas flores em si mesmo..."Orgulho gay" foi o nome que se deu a um movimento, foi o nome que se deu a um grito de viragem, que ainda hoje ecoa forte por todo o mundo, pelo mundo onde a homofobia ataca...É um nome que foi dado a um movimento, movimento esse que todos os anos é celebrado pela População LGBT em todo o planeta, sobre a forma de um desfile, de uma marcha, é uma homenagem a Stonewall....

                                  E foi graças a ese movimento, baptizado como "Orgulho Gay", que hoje os homossexuais reunem-se em bares, sem viver no terror das rusgas, que hoje os homossexuais por todo o mundo (uns mais do que outros) têm conquistado direitos e deveres de cidadania, identicos aos heterossexuais...As Comemorações do "Orgulho Gay" acabarão um dia, esperemos, quando desaparecer a homofobia, o preconceito , quando for completamente INDIFERENTE, ser gay, hetero, bi etc...

                                  O Nome "Orgulho Gay" pode não ter sido bem escolhido, podia ter sido "Gay Power" ou "Gay Freedom" ou outra coisa qualquer, mas naquele tempo, depois de tantos séculos a não poderem ter o minimo orgulho, por serem e viverem aquilo que eram, os gays dessa época, escolheram assim...

                                  Mas foi graças a isso, a esse movimento baptizado de "Orgulho Gay", que hoje pode um jovem gay, da tua idade, dizer com naturalidade e voz propria, orgulho gay não, orgulho em mim SIM!

                                  Quantas e quantas gerações de gays, nem se atreveram a pensar, em primeiro ter orgulho em si mesmos, quando era proibido ter esse sentimento, isto se logo à partida fosses gay...

                                  Foi preciso passar por isso tudo,até chegar a ti, a mim, a nós todos, daí a importancia historica!

                                   ;)



                                  Muito bem é uma homenagem. Mas e quem sabe disso? O público alvo (heteros) não o sabe! Portanto continua a ser um desfil de homossexuais chamado "orgulho gay"... orgulho em ser gay!

                                  E mesmo assim permite-me duvidar da legitimidade da palavra orgulho... O que disseste não justifica essa palavra! E por exemplo na Revolução dos Cravos os cravos tiveram um papel simbólico muito grande! Neste caso a palavra Orgulho "per se" não tem papel simbólico nenhum...

                                  Eu continuo a achar que o Gay Pride só contribui para o avanço da homofobia. São interpretações...

                                   ;)

                                    Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                                    #17

                                    Doop!

                                    • Visitante

                                    Como anteriormente te referi, o conceito de "Orgulho Gay", aparece num contexto, tem uma origem historica, não é orgulho por si só, nem a expressão "Orgulho Gay" significa à letra ter orgulho em ser Gay...Assim como "guerra-das-rosas", não foi uma guerra que foi combatida pelas rosas,  ou a "Revolução dos cravos" não foi uma revolta feita pelos proprios cravos, pelas flores em si mesmo..."Orgulho gay" foi o nome que se deu a um movimento, foi o nome que se deu a um grito de viragem, que ainda hoje ecoa forte por todo o mundo, pelo mundo onde a homofobia ataca...É um nome que foi dado a um movimento, movimento esse que todos os anos é celebrado pela População LGBT em todo o planeta, sobre a forma de um desfile, de uma marcha, é uma homenagem a Stonewall....

                                    E foi graças a ese movimento, baptizado como "Orgulho Gay", que hoje os homossexuais reunem-se em bares, sem viver no terror das rusgas, que hoje os homossexuais por todo o mundo (uns mais do que outros) têm conquistado direitos e deveres de cidadania, identicos aos heterossexuais...As Comemorações do "Orgulho Gay" acabarão um dia, esperemos, quando desaparecer a homofobia, o preconceito , quando for completamente INDIFERENTE, ser gay, hetero, bi etc...

                                    O Nome "Orgulho Gay" pode não ter sido bem escolhido, podia ter sido "Gay Power" ou "Gay Freedom" ou outra coisa qualquer, mas naquele tempo, depois de tantos séculos a não poderem ter o minimo orgulho, por serem e viverem aquilo que eram, os gays dessa época, escolheram assim...

                                    Mas foi graças a isso, a esse movimento baptizado de "Orgulho Gay", que hoje pode um jovem gay, da tua idade, dizer com naturalidade e voz propria, orgulho gay não, orgulho em mim SIM!

                                    Quantas e quantas gerações de gays, nem se atreveram a pensar, em primeiro ter orgulho em si mesmos, quando era proibido ter esse sentimento, isto se logo à partida fosses gay...

                                    Foi preciso passar por isso tudo,até chegar a ti, a mim, a nós todos, daí a importancia historica!

                                     ;)



                                    Muito bem é uma homenagem. Mas e quem sabe disso? O público alvo (heteros) não o sabe! Portanto continua a ser um desfil de homossexuais chamado "orgulho gay"... orgulho em ser gay!

                                    E mesmo assim permite-me duvidar da legitimidade da palavra orgulho... O que disseste não justifica essa palavra! E por exemplo na Revolução dos Cravos os cravos tiveram um papel simbólico muito grande! Neste caso a palavra Orgulho "per se" não tem papel simbólico nenhum...

                                    Eu continuo a achar que o Gay Pride só contribui para o avanço da homofobia. São interpretações...

                                     ;)

                                    Se o Gay Pride de alguma forma contribuir para o avanço da homofobia quem está em erro são heteros que não sabem interpretar a questão pela estupidez em si provada ao sequer se deixarem levar pela homofobia, não os homos que o fazem.  Responsabilizar o Gay Pride pela incapacidade de um grupo de o compreender adequadamente é absurdo.

                                    De resto: o Gay Pride não tem sequer de ser para essa maoria. É a oportunidade de uma minoria se celebrar a si própria _para_ si própria também, uma actividade válida em si.

                                    Honestamente, não percebo o teu problema com "orgulho". O conhecimento que tenho da expressão é em essência "gosto do que sou e do que faço". Quando vivendo numa sociedade que manda sinais constantes de "não gostes do que és!", a nível implícito ou explícito, não vejo de que forma é inadequado homos assumirem uma postura "gosto do que sou" - não vejo de que forma é errado mostrarem orgulho.

                                    Acho que o problema em parte é que avalias o Gay Pride como acção em vez de reacção. A verdade é que não aparece espontaneamente em termos puramente neutros, mas sim como uma resposta à mensagem da sociedade em geral - mensagem que nem mensagem parece de tão marcada em tudo. Afinal, os outros 364 são, não-oficialmente, dias hetero.

                                    (Peço desculpa se repeti acidentalmente coisas já ditas, tenho a cabeça... aguada.)

                                      Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                                      #18

                                      Whisper

                                      • Visitante
                                      Eu compreendo a importancia que o Gay Pride teve por exemplo na altura do stonewall e isso tudo, nas honestamente acho que o pride hoje em dia não serve de nada! Basicamente o pride é para mostrar aos heteros que nós existimos, que não vamos a lado nenhum e que temos duas pernas e dois braços e etc como eles. Pronto eles já se aperceberam que nós existimos acho que agora estava na altura de adoptar outra estrategia que realmente de para atingir os nossos objectivos....

                                      Quanto a palrava orgulho, honestamente também não gosto muito dela pelas razões que o petit prince explicou, mas como eu não participo em prides e não sigo essa linha de pensamento a mim não me afecta.
                                      A meu ver, acho que já referi isto anteriormente, o problema de muitos gays é que deixam a homossexualidade defini-los e suponho que no inicio é normal, mas depois há que perceber que ser gay não nos define é simplesmente mais uma caracteristca nossa! Dai nunca devermos dizer (a meu ver pelo menos) Eu tenho orgulho em ser gay! Mas sim dizer eu tenho orgulho em ser eu!! E muitos homossexuais dizem-nos como se fizesse deles superior aos outros... Mas pronto suponho que isso já depende da maneira como cada um pensa.
                                      « Última modificação: 10 de Agosto de 2006 por Whisper »

                                        Criação de grupos temáticos contituidos por LGBTS: forma de auto-segregação?
                                        #19

                                        Doop!

                                        • Visitante
                                        Eu compreendo a importancia que o Gay Pride teve por exemplo na altura do stonewall e isso tudo, nas honestamente acho que o pride hoje em dia não serve de nada! Basicamente o pride é para mostrar aos heteros que nós existimos, que não vamos a lado nenhum e que temos duas pernas e dois braços e etc como eles. Pronto eles já se aperceberam que nós existimos acho que agora estava na altura de adoptar outra estrategia que realmente de para atingir os nossos objectivos....

                                        Honestamente? Fora a importância do Pride para nós próprios, acho que não há mal nenhum em relembrar consistentemente os heteros que não deixamos de por cá andar. :D

                                        Responder
                                        A meu ver, acho que já referi isto anteriormente, o problema de muitos gays é que deixam a homossexualidade defini-los e suponho que no inicio é normal, mas depois há que perceber que ser gay não nos define é simplesmente mais uma caracteristca nossa!

                                        Talvez um problema maior de muitos gays é serem definidos pela sociedade em que se inserem pela sua homossexualidade, e em vez de ignorarem tal facto, assumirem a responsabilidade de reinvidicar essa etiqueta como positiva, não por o ser - é, afinal, neutra -, mas para compensar os muitos que a consideram negativa (com menor ou maior intensidade).

                                        Responder
                                        Dai nunca devermos dizer (a meu ver pelo menos) Eu tenho orgulho em ser gay! Mas sim dizer eu tenho orgulho em ser eu!!

                                        E no dia em que a sociedade diga "Não sintas falta de orgulho por seres homo (bi, trans, o que quer que seja, já agora)! Tem orgulho em ser o que és, só!", consistentemente, a todos os níveis, será mais justo esperar que os gays tenham a postura que descreves.

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          3 Respostas
                                          5104 Visualizações
                                          Última mensagem 3 de Dezembro de 2005
                                          por bluejazz
                                          58 Respostas
                                          8833 Visualizações
                                          Última mensagem 15 de Fevereiro de 2012
                                          por kustom
                                          3 Respostas
                                          1130 Visualizações
                                          Última mensagem 23 de Outubro de 2013
                                          por tangled-up-girl
                                          5 Respostas
                                          1700 Visualizações
                                          Última mensagem 20 de Julho de 2014
                                          por nevertoolatetobehappy
                                          3 Respostas
                                          1443 Visualizações
                                          Última mensagem 18 de Maio de 2016
                                          por carolinalg