rede ex aequo

Olá Visitante18.jul.2019, 10:52:04

Autor Tópico: Ser LGBT no Porto  (Lida 31556 vezes)

 
Ser LGBT no Porto
#0

Offline Scorpio_Angel

  • *****
  • Membro Vintage
  • Género: Feminino
  • I faced it all and I stood tall; And did it My Way
    • My Way

Olá a tod@s.
Este tópico não se trata de saber se o Porto é preconceituoso ou não.
É um espaço de partilha de quem é LGBT e como é que viver no Porto influencia a sua vivência enquanto LGBT.
É um tópico relativamente abrangente e permite-nos troca de ideias, de experiências - boas e más, de mudanças, de altos e baixos... etc etc etc

Então vamos lá saber - como é que é ser LGBT no Porto?

E não digam que é igual a ser noutro lado qualquer porque sabemos que o ambiente influencia o individuo... ;)
    ~ Journey Towards Angel Wings ~

    "People should be allowed to fall in love with whoever they want. I mean, otherwise what's the point of living?..." - O&A

    "A vontade, se não quer, não cede; é como a chama ardente, que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la." - Dante Alighieri

    Ser LGBT no Porto
    #1

    Offline SafeLight

    • *****
    • Membro Vintage
    • Género: Masculino
    • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
      • SafeLight Vídeos
    bom tópico, Scorpio! ..e dificil de responder assim de rajada.

    Ora bem, eu vivi 4 anos no Porto (e em breve volto para lá mais 3 meses para acabar o meu curso)
    Fui para o Porto aos 18 anos, para a faculdade, num momento de muitas espectativas da minha parte..
    O Porto acompanhou-me num dos momentos mais dificeis da minha vida, após ter entrado na faculdade tive o azar de não me identificar com ninguém.. aquelas minhas espectativas foram por agua a baixo e ao kuarto mês a viver no Porto eu já tinha mergulhado numa profunda solidão..
    Muito deste isolamento se deveu ao facto de o curso não ser o mais adquado para mim e eu não puder mesmo voltar a trás..

    amarrei-me a outras coisas intimas que que gostava para sobreviver durante esse tempo e comecei a compor musica, arranjei uma banda de garagem (na minha terra de origem - não no Porto) e basicamente "ia vivendo" no Porto, mas sem nunca estar efectivamente de espirito lá.
    contudo houve um momento em k se tornou insustentavel a vida no Porto, completamente sozinho, sem amigos, agarrado a outro sítio, no kual estava apenas aos fins de semana..
    no terceiro ano da faculdade ia xplodindo de solidão, havia apenas 4 pessoas com kem eu podia contar, duas delas eram da faculdade.. desabafei, aliviei-me mas mesmo assim precisava de mudar algo..

    Entretanto fiz um casting para uma actividade extra-curricular da UP e passei.vi-me então envolvido num grupo de Teatro (outra das minhas paixões) contudo, mais uma vez, parece k havia kkr coisa de errado nas pessoas..
    tal como na faculdade, parecia k as pessoas, eram demaisado fexadas.. eu pensei, "fogo, os artistas têem fama de ser mais abertos, mas não é o k vejo" e mais uma vez pouco se aproveitou...
    o ano passado (4 ano no Porto) tive uma situação k salvou tudo, k foi viver com uma rapariga k se tornou uma grande amiga minha. curiosamente ela é bissexual e a namorada dela até está registada aki no forum.

    Posso dizer k o meu kuarto ano no Porto foi bastante melhor, mas ainda assim com muitas mudanças a acontecer..
    com grandes conflitos internos, declarei-me ao meu melhor amigo (k não vivia no porto) correu muito mal e mais uma vez fikei na m****.
    este foi a situação k me levou a procurar a rede ex aequo do Porto e nunca mais na vida me vou esquecer dakele jantar de S. João de 2005.. foi kkr coisa de muito muito muito especial para mim e ainda hj é dificil descrever as minhas sensações e sentimentos em relação a isso..
    pesso desculpa pelo testamento, kiz só fazer um enkuadramento sumário da minha vivencia no porto com as pripécias da minha vida..

    para concluir quero dizer k, em geral o Porto é uma cidade muito, muito provinciana na mentalidade das pessoas(e falo do cidadão comum), mas não há nada a fazer..
    é a segunda capital do pais k temos e não devemos ter vergonha disso.
    há muito trabalho a fazer, por isso arregacem as mangas! ;)

    Ser LGBT no Porto
    #2

    Offline Scorpio_Angel

    • *****
    • Membro Vintage
    • Género: Feminino
    • I faced it all and I stood tall; And did it My Way
      • My Way
    bom tópico, Scorpio! ..e dificil de responder assim de rajada.

     :blush :blush obrigado e ainda bem que é dificil responder de rajada, porque:

    para concluir quero dizer k, em geral o Porto é uma cidade muito, muito provinciana na mentalidade das pessoas(e falo do cidadão comum), mas não há nada a fazer..
    é a segunda capital do pais k temos e não devemos ter vergonha disso.
    há muito trabalho a fazer, por isso arregacem as mangas! ;)


    Bem....!!! Desculpem lá se isto pode ser um pouco off-topic, mas tenho de te dizer que adorei o teu post! Era mesmo isso que queria deste tópico :) Fazer-nos pensar como é que a nossa ligação ao Porto se corobora (ou não) com ser LGBT :)

    Quanto ao muito trabalho para fazer por aqui, e isto de quem já esteve 12 anos em Lx... tenho de concordar :) - Embora tb não seja tão mau como me disseram em tempos ;)


      ~ Journey Towards Angel Wings ~

      "People should be allowed to fall in love with whoever they want. I mean, otherwise what's the point of living?..." - O&A

      "A vontade, se não quer, não cede; é como a chama ardente, que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la." - Dante Alighieri

      Ser LGBT no Porto
      #3

      EYre

      • Visitante
      Primeiro achei que não tinha nada para dizer neste tópico. Ainda estou mais ou menos dentro do armário (???), não tenho laços na cidade, não tenho namorada, por isso tb não tenho que assumir nada. A cidade não me é oferecida enquanto LGBT, é-me oferecida enquanto pessoa, enquanto indivíduo. Depois lembrei-me que quando cheguei à cidade passei várias vezes à porta do Moinho, sozinha, sem coragem para entrar. Mas pronto, o mesmo já me tinha acontecido em Lisboa, à porta do Memorial, para os lados de São Bento. Resta dizer que estou na cidade à cerca de 8 anos e só recentemente, com o grupo da ex aequo, entrei no Moinho de Vento. 8)

        Ser LGBT no Porto
        #4

        Offline SafeLight

        • *****
        • Membro Vintage
        • Género: Masculino
        • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
          • SafeLight Vídeos
        Bem....!!! Desculpem lá se isto pode ser um pouco off-topic, mas tenho de te dizer que adorei o teu post! Era mesmo isso que queria deste tópico :) Fazer-nos pensar como é que a nossa ligação ao Porto se corobora (ou não) com ser LGBT :)
        Quanto ao muito trabalho para fazer por aqui, e isto de quem já esteve 12 anos em Lx... tenho de concordar :) - Embora tb não seja tão mau como me disseram em tempos ;)

        então ainda bem,  :up

        Ser LGBT no Porto
        #5

        Offline Scorpio_Angel

        • *****
        • Membro Vintage
        • Género: Feminino
        • I faced it all and I stood tall; And did it My Way
          • My Way
        Resta dizer que estou na cidade à cerca de 8 anos e só recentemente, com o grupo da ex aequo, entrei no Moinho de Vento. 8)

        Não resisto... mas tb não acho que vá para tão longe assim do tema ;) ::)



            Impressão Digital

             Os meus olhos são uns olhos,
             e é com esses olhos uns
             que eu vejo no mundo escolhos, 
             onde outros, com outros olhos,
             nao vêem escolhos nenhuns.

             Quem diz escolhos, diz flores!
             De tudo o mesmo se diz!
             Onde uns vêem luto e dores,
             uns outros descobrem cores
             do mais formoso matiz.

             Pelas ruas e estradas
             onde passa tanta gente,
             uns vêem pedras pisadas,
             mas outros gnomos e fadas
             num halo resplandecente!!

             Inutil seguir vizinhos,
             querer ser depois ou ser antes.
             Cada um é seus caminhos!
             Onde Sancho vê moinhos,
             D.Quixote vê gigantes.

             Vê moinhos? São moinhos!
             Vê gigantes? São gigantes!


        Antonio Gedeão in "Movimento Perpétuo", 1956


          ~ Journey Towards Angel Wings ~

          "People should be allowed to fall in love with whoever they want. I mean, otherwise what's the point of living?..." - O&A

          "A vontade, se não quer, não cede; é como a chama ardente, que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la." - Dante Alighieri

          Ser LGBT no Porto
          #6

          EYre

          • Visitante
               Vê moinhos? São moinhos!
               Vê gigantes? São gigantes!



          Comecei a ler o D.Quixote de Cervantes há algum tempo e cheguei à parte onde ele luta contra os moinhos de vento. É tão bela!! Interrompi a leitura pois entretanto comecei o 5º ano da faculdade, mas é uma leitura a retomar porque estava de facto a achar o livro belíssimo.

          Talvez o teu post não tenha sido nada off topic. Talvez na nossa vida diária, no Porto ou em qualquer outra cidade, tenhamos de lutar contra gigantes que não passam afinal de moinhos de vento. Para mim, e para outras pessoas que já vi aqui no fórum, ir ao Moinho de Vento talvez tenha sido uma luta de gigantes... ;)
          « Última modificação: 24 de Fevereiro de 2006 por EYre »

            Ser LGBT no Porto
            #7

            Offline Sakura

            • *****
            • Associad@ Honorári@
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            • "Nobody sits in my chair."
              • SNAFU
            Nasci no Porto, cresci no Porto, actualmente ainda vivo no Porto. É basicamente a minha vida. Querem melhor?

            Nada mais a acrescentar, i love it!

            *despede-se com uma vénia*
              "I always felt there were two kinds of people: wolves and sheep - those who kill and those who get killed."

              Ser LGBT no Porto
              #8

              Offline FalsoDeus

              • *****
              • Membro Vintage
              • Banido
              • Género: Masculino
              Vivi practicamente toda a minha vida no Porto (tirando quando era um biê biê inocente, se é que isso chegou a ser uma fase da minha vida)

              Só no 8º ano é que tive pura consciência de que gostava de gajos, apesar de me ter apercebido de que já antes o sabia. Nunca o partilhei com ninguém, até porque não tinha amigos a quem o confiar sem medo de represálias. Para além disso, como miúdos que éramos, todas as bocas ridículas acabavam por envolver "gay" ou algo assim.

              Décimo ano entrei no Garcia. Fui parar a uma turma muito pouco típica da escola, porque o grau de superficialismo estúpido era muito baixo, e o egocentrismo não predominava. No entanto, continuava a reprimir os meus sentimentos, até porque não sabia (nem sei) se sou homo ou bissexual. E como estava num ambiente de superficialismo e julgamentos com o olhar, onde tudo o que não é normal era renegado, não fiz o meu "coming out" a ninguém da turma.

              Entretanto conheci um grupo que poderia ser considerado a "ovelha negra" do garcia. Extrovertidos, sem qualquer interesse pelo que os outros pensavam deles, acabei por me revelar a duas bissexuais, e desde aí o número de pessoas aumentou :D

              Actualmente, ainda sinto algum medo e tensão, mas é mais a nível de turma. Já não me importo em parecer gay aos de fora, e planeio fazer um coming out total no 12º ano. O Garcia precisa é de deixar o pessoal ser honesto consigo mesmo, porque eu sei que há lá muitos gays que têm medo de serem reprimidos. Sinto um misto de medo e excitaçã pelo que poderá acontecer.

                Ser LGBT no Porto
                #9

                Offline SafeLight

                • *****
                • Membro Vintage
                • Género: Masculino
                • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                  • SafeLight Vídeos
                Bem, pelo menos ser "T" no Porto tem k se lhe diga

                (SafeLight entristecido pelos recentes acontecimentos :'()

                Ser LGBT no Porto
                #10

                Offline Scorpio_Angel

                • *****
                • Membro Vintage
                • Género: Feminino
                • I faced it all and I stood tall; And did it My Way
                  • My Way
                Bem, pelo menos ser "T" no Porto tem k se lhe diga

                (SafeLight entristecido pelos recentes acontecimentos :'()

                Fogo.... mal eu sabia quando crei o tópico - realmente! Que pontaria!  :P
                Mas também temos de pensar que ainda não sabemos - com toda a certeza - se o facto da pessoa ser sem-abrigo e prostituta não foram razões de peso para o que aconteceu. Pode não ter sido (só) por ser transsexual... espero  :-[

                  ~ Journey Towards Angel Wings ~

                  "People should be allowed to fall in love with whoever they want. I mean, otherwise what's the point of living?..." - O&A

                  "A vontade, se não quer, não cede; é como a chama ardente, que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la." - Dante Alighieri

                  Ser LGBT no Porto
                  #11

                  Offline SafeLight

                  • *****
                  • Membro Vintage
                  • Género: Masculino
                  • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                    • SafeLight Vídeos
                  Bem, pelo menos ser "T" no Porto tem k se lhe diga
                  (SafeLight entristecido pelos recentes acontecimentos :'()
                  Fogo.... mal eu sabia quando crei o tópico - realmente! Que pontaria!  :P
                  Mas também temos de pensar que ainda não sabemos - com toda a certeza - se o facto da pessoa ser sem-abrigo e prostituta não foram razões de peso para o que aconteceu. Pode não ter sido (só) por ser transsexual... espero  :-[

                  Tens razão amiga,

                  Mas.. foram putos, tipo.. provávelmente o facto de ser "T" foi considerado... :-\

                  Ser LGBT no Porto
                  #12

                  Offline FalsoDeus

                  • *****
                  • Membro Vintage
                  • Banido
                  • Género: Masculino
                  Isso foi realmente muito mau, e muito má está a ser a forma como os média tentaram abafar o facto de ser transexual :(

                  Mas estas são mais razões para lutarmos, na minha opinião. Só é pena é que alguém tenha morrido por razões que, no futuro, serão consideradas ridiculas

                    Ser LGBT no Porto
                    #13

                    Offline clepsidra

                    • *
                    • Novo Membro
                    • Género: Feminino
                    considero que o que se passou realmente é  :-X...
                    mas penso que não devemos "polarizar" a questão para a temática sexual, isto é, parece-me que a motivação não foi propriamente essa... é capaz de ter sido mais um factor, mas pergunto-me se a mesma coisa não teria acontecido com um(a) sem abrigo, doente, etc, etc sem ser transexual... penso que a questão aqui foi ser uma pessoa vulnerável...
                    penso que nos devemos indignar, é um facto, por ser uma PESSOA, não se torna mais grave (para mim) por ser transexual...

                      Ser LGBT no Porto
                      #14

                      Isabel Limão

                      • Visitante
                      Subscrevo o q disse a Clepsidra!
                      Trata-se de 1 ser HUMANO!!!!
                       :devil

                        Ser LGBT no Porto
                        #15

                        EYre

                        • Visitante

                        Inicialmente a minha posição também era essa. Mas segundo ouvi dizer a orientação sexual terá pesado no começo da agressão, isto é, terão começado a "embirrar" por aí. Não nos esqueçamos que os agressores são todos rapazes e que vivem numa instituição só de rapazes. Poderá ter sido agressividade homofóbica, não sei. Mas é claro que se não fosse um sem-abrigo isso não teria acontecido, esse foi um dos maiores factores de vulnerabilidade.

                          Ser LGBT no Porto
                          #16

                          Offline Scorpio_Angel

                          • *****
                          • Membro Vintage
                          • Género: Feminino
                          • I faced it all and I stood tall; And did it My Way
                            • My Way

                          Inicialmente a minha posição também era essa. Mas segundo ouvi dizer a orientação sexual terá pesado no começo da agressão, isto é, terão começado a "embirrar" por aí. Não nos esqueçamos que os agressores são todos rapazes e que vivem numa instituição só de rapazes. Poderá ter sido agressividade homofóbica, não sei. Mas é claro que se não fosse um sem-abrigo isso não teria acontecido, esse foi um dos maiores factores de vulnerabilidade.

                          Concordo. O ter sido encontrada com as calças em baixo e ter sido molestada com um pau, penso ter relevância...!

                            ~ Journey Towards Angel Wings ~

                            "People should be allowed to fall in love with whoever they want. I mean, otherwise what's the point of living?..." - O&A

                            "A vontade, se não quer, não cede; é como a chama ardente, que se eleva com mais força quanto mais se tenta abafá-la." - Dante Alighieri

                            Ser LGBT no Porto
                            #17

                            Offline SafeLight

                            • *****
                            • Membro Vintage
                            • Género: Masculino
                            • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                              • SafeLight Vídeos
                            Inicialmente a minha posição também era essa. Mas segundo ouvi dizer a orientação sexual terá pesado no começo da agressão, isto é, terão começado a "embirrar" por aí. Não nos esqueçamos que os agressores são todos rapazes e que vivem numa instituição só de rapazes. Poderá ter sido agressividade homofóbica, não sei. Mas é claro que se não fosse um sem-abrigo isso não teria acontecido, esse foi um dos maiores factores de vulnerabilidade.
                            Concordo. O ter sido encontrada com as calças em baixo e ter sido molestada com um pau, penso ter relevância...!

                            meu deus...

                             :'( :'( :'(

                            kuando penso! a nossa justiça devia ser RIGIDA COM ESTES PUTOS,  [smiley=chicote.gif]

                            Ser LGBT no Porto
                            #18

                            Offline tiagobraga

                            • ***
                            • Membro Total
                            • Género: Masculino
                            apesar de terem cido putos a cometer o homicidio nao deixa de ser um crime de odio.
                            A GIS MORREU PORQUE FOI VITIMA DE TRANSFOBIA!
                            quem sao os culpados? nao deixem abafar o assunto

                              Ser LGBT no Porto
                              #19

                              EYre

                              • Visitante

                              Tiago, não sei se reparaste mas o assunto está igualmente a ser debatido no "Geral", no tópico "Crimes de Ódio". ;)