rede ex aequo

Olá Visitante13.dez.2019, 05:31:17

Autor Tópico: Discriminação em Aveiro - existe?  (Lida 31098 vezes)

 
Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
#140

ilikemiguel

  • Visitante
Olá. O meu nome é Rodrigo e estou a pensar estudar, a partir deste ano, na UA.
A universidade parece excelente e o ambiente académico também. Mas como são as pessoas?
O que estou a perguntar é se as orientações sexuais "alternativas" (yo!) são ou não bem aceites. Por exemplo, se um casal estivesse a andar de mão dada ia sofrer uma humilhação pública? Ou, nem tanto, as pessoas aceitam, na sua generalidade, a homossexualidade?

Gostava de saber como é o ambiente por aí... Assim, se for, não me pregam grandes surpresas.  :)

    Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
    #141

    achasbem

    • Visitante
    Olá Rodrigo!

    Conforme descreveste, tanto a universidade como o ambiente académico são muito bons. Quanto às pessoas, e como deves calcular, é muito complicado prever reações. Posso dizer que, no que toca ao pessoal mais jovem (em especial os universitários), a homossexualidade é encarada com bastante naturalidade, especialmente no DeCA e no DLC (os lobbies LGBT da UA).

    É na praxe (ou "faina", como lhe chamamos aqui) que podem surgir cenários menos bonitos, no entanto, existem mecanismos que poderás accionar caso te sintas, de alguma forma, desrespeitado, já que a praxe aqui é extremamente regulamentada e controlada (ao contrário da maioria das academias do resto do país).

    Diria que Aveiro, apesar de não ser a 100% uma cidade LGBT-friendly, é talvez das cidades que conheço que melhor aceita "as orientações sexuais alternativas", como descreves.
    Quanto a andar de mãos dadas, duvido que alguém fosse humilhar quem quer que seja, no entanto, é provável que pessoas mais velhas (e, eventualmente, mais novas) teçam comentários menos bonitos entre si. Daí a chegar à humilhação pública, duvido.

    Como já disse noutro fórum, Aveiro é uma ótima cidade para estudar - podes deslocar-te para todo o lado a pé, uma vez que é uma cidade relativamente pequena, com tudo o que precisas perto de ti. Tem (quase) tudo o que Coimbra, Braga, etc, têm, com a vantagem de ser mais bonita.

    Este é o meu relato. Se entretanto quiseres saber mais, fica à vontade para perguntar.

      Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
      #142

      ilikemiguel

      • Visitante
      Ótimo!  :D
      Já estive em Aveiro e gostei bastante. O meu irmão estuda aí e, pelo que entendi da parte dele, as praxes daí até são levadas na boa... Para ele, pelo menos
      « Última modificação: 22 de Maio de 2013 por ilikemiguel »

        Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
        #143

        Offline piri

        • ***
        • Membro Total
        • Género: Feminino
        Eu tenho de concordar com o achabem, Aveiro e como todas a cidades e cada vez mais a orientacoes sexuais vao sendo aceites e vistas com respeito. No entanto podes como em qualquer lugar encontrar alguem que nao esteja tao informado.
          "Como fica forte uma pessoa quando esta segura de ser amada" Freud

          Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
          #144

          Offline Spektrum

          • *****
          • Membro Elite
          • Género: Feminino
          • [P]oiesis.
          A minha namorada estuda na UA e vou a Aveiro quase todas as semanas. Andamos pela universidade e pelas ruas da cidade muitas vezes de mãos dadas e já trocamos demonstrações de afecto em público e nunca fomos alvo de grandes discriminações. Por vezes surgem uns olhares estranhos, como em qualquer outro lado, mas no geral as pessoas encaram com normalidade, isto é, umas sorriem ao verem e outras simplesmente "ignoram" e continuam a vida delas.
          Comparativamente à cidade onde estudo actualmente (Viseu), o ambiente de Aveiro é muito mais livre e descontraído. Sinto-me mais confortável a passear com ela pelas ruas de Aveiro do que em Viseu, não por ser a minha cidade natal, mas porque acho a mentalidade viseense muito fechada. Geralmente, em Viseu, perante homossexuais masculinos há MUITA discriminação, quer por parte de homens como de mulheres.
            “Always be a poet, even in prose.”
            ― Charles Baudelaire

            Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
            #145

            ilikemiguel

            • Visitante
            Hmm, isto deixa-me confortável com a ideia de viver nessa cidade.  [smiley=sim.gif]

            Não entendo por que razão algumas pessoas se "enojam" mais com a visão de dois homens juntos do que duas mulheres  ??? , mas já notei isso em algumas pessoas (infelizmente) conhecidas.

              Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
              #146

              Offline piri

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Feminino
              Acho que tem haver com motivos culturais. Na nossa sociedade é pouco frequente a troca de afetos por homens
                "Como fica forte uma pessoa quando esta segura de ser amada" Freud

                Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                #147

                PsyGirl_Av

                • Visitante
                Bem, eu já estudo na UA há uns anitos - pelo que vivo em Aveiro há algum tempo. Em termos gerais, pode-se andar à vontade com a nossa cara metade (mesmo sendo LGBT), no entanto, e como é normal, ocorrem, esporadicamente, situações menos agradáveis - já fui expulsa de um famoso centro comercial por dar um beijinho (saliento o INHO) à minha namorada, assim como, nessa mesma noite, fui perseguida por um grupo de adolescentes menos esclarecidos (no entanto, não ocorreu qualquer agressão física, apenas verbal). De resto, nunca tive problemas de maior, apenas os habituais olhares e comentários entre os dentes.

                Saliento que tenho denotado uma evolução em termos de aceitação dentro da própria UA. Ultimamente, tenho assistido a mais casais assumidos, assim como a mais demonstrações de afecto entre casais LGB - em sítios bastante centrais e visíveis.  ::)


                Acho que, como é normal, também depende da sorte, de se estar (ou não) no local errado à hora errada com pessoas menos esclarecidas. No entanto, isso pode ocorrer em qualquer lugar, uma vez que vivemos numa aldeia global, e podemos encontrar diferentes tipos de pessoas num mesmo espaço - mesmo não sendo habituais residentes do mesmo.

                  Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                  #148

                  Offline Donald

                  • *****
                  • Associad@
                  • Membro Sénior
                  • Género: Masculino
                  Olá Rodrigo!

                  Entrei este ano para a UA em Engenharia. A minha opinião de caloiro/aluvião (o segundo termo é mesmo a designação que dão aos caloiros por cá)… depende muito do curso. Pessoalmente, estava a pensar começar a contar a mais pessoal até ver uma música (pelo menos uma) a ofender o curso rival com comentários homofóbicos.

                  Quanto a trocas de afectos em público, sinceramente não sei… estava agora a almoçar num dos departamentos e duas raparigas estavam a trocar afectos (i.e, beijo, sentar-se uma no colo da outra), e ninguém, quer estudantes, quer funcionários, olhou de forma "errada" ou teceu qualquer comentário. Quanto a rapazes não é tão comum ver-se trocas de afecto em público.

                  Spoiler (clica para mostrar/esconder)

                  Não posso falar exactamente de Aveiro fora do contexto universitário, pois não estou a morar cá.
                    “I’m tough, I’m ambitious and I know exactly what I want. If that makes me a bitch, okay.”
                    — Madonna

                    Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                    #149

                    Offline kangurita

                    • *****
                    • Orador(a)
                    • Membro Sénior
                    • Género: Feminino
                    Pelas ruas de Aveiro, até ao momento, nunca tive qualquer situação mais "chata".  ;) E quem diz Aveiro, diz Barra e Costa Nova [que gosto muito  :)]
                      "si hay que luchar hasta ya no poder, yo lucharé" Mafalda Veiga

                      Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                      #150

                      ilikemiguel

                      • Visitante
                      Agradeço a atenção que têm dado a esta questão.  :)
                      Vou colocar a UA como primeira opção  [smiley=sim.gif]

                        Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                        #151

                        Offline tremendus

                        • *
                        • Novo Membro
                        • Género: Masculino
                        • Enter Imaginarium
                        Também já vi demonstrações de afectos na UA (entre raparigas, nunca entre rapazes) e nunca ouvi comentários ou olhares mais estranhos. Claro que comentários homofóbicos ou de cariz mais gozão existem, mas é como tudo na vida: existem pessoas que nunca hão de aceitar seja o que for, nem que seja uma t shirt amarela que estejas a usar.

                        E fazes muito bem em vir estudar para a UA. Com "sorte" ainda te cruzas comigo no teu dia de matrícula (eu costumo estar a fazer o atendimento ao pessoal).

                        Boa sorte! :)
                          «Sometimes The Sky Is Piano Black
                          Piano Black Over Cleansing Waters»

                          Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                          #152

                          Offline Spektrum

                          • *****
                          • Membro Elite
                          • Género: Feminino
                          • [P]oiesis.
                          Sei que isto é um bocado off-topic, mas como se falou na UA devido à situação do ilikemiguel ), alguém me pode aconselhar/esclarecer sobre transferências para a UA?
                            “Always be a poet, even in prose.”
                            ― Charles Baudelaire

                            Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                            #153

                            Offline tremendus

                            • *
                            • Novo Membro
                            • Género: Masculino
                            • Enter Imaginarium
                            Devias dirigir-te aos Serviços Académicos no edifício da reitoria. Certamente que eles te informarão melhor sobre isso.
                              «Sometimes The Sky Is Piano Black
                              Piano Black Over Cleansing Waters»

                              Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                              #154

                              Offline piri

                              • ***
                              • Membro Total
                              • Género: Feminino
                              Se não fores de cá podes sempre tentar ligar e assim tiras todas as dúvidas
                                "Como fica forte uma pessoa quando esta segura de ser amada" Freud

                                Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                                #155

                                Offline Spektrum

                                • *****
                                • Membro Elite
                                • Género: Feminino
                                • [P]oiesis.
                                Fui à reitoria informar-me, anteriormente. Mas a candidatura é feita exclusivamente online, na plataforma Paco.
                                Mas, segundo me disseram, mesmo que peça transferência e seja aceite, posso pedir equivalências mas não recebo os créditos das mesmas, o que me impede de me matricular em várias UCs. Alguém sabe algo sobre isto? [smiley=confuso.gif]
                                  “Always be a poet, even in prose.”
                                  ― Charles Baudelaire

                                  Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                                  #156

                                  achasbem

                                  • Visitante
                                  O pedido pode demorar algum tempo é verdade - entre um mês a um semestre - pois depende da comunicação entre as instituições de ensino. Nesse período, podes ser obrigada a "repetir" UCs, uma vez que as equivalências não estão aprovadas. O que aconselho é falares com os professores destas UCs "repetidas", mostrar-lhes o plano de estudos da instituição de origem e perguntar se acham que vais ter ou não direito a equivalência. Em caso afirmativo, podes começar a assistir a outras UCs (que não sejam repetidas). Assim, quando as equivalências forem aprovadas, ao mudar as tuas inscrições já tens andado a assistir às aulas. É a melhor solução para não andar a "perder tempo" enquanto o pedido de equivalências não é aprovado.

                                    Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                                    #157

                                    ilikemiguel

                                    • Visitante
                                    Em Aveiro fico.  :)  Até daqui a dias :P

                                      Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                                      #158

                                      achasbem

                                      • Visitante
                                      Em Aveiro fico.  :)  Até daqui a dias :P

                                      Parabéns!

                                        Pelas ruas de Aveiro -- Que realidade?
                                        #159

                                        Offline TiagoSoares

                                        • *
                                        • Novo Membro
                                        • Género: Masculino
                                        • Wanna know me?
                                        Em Aveiro fico.  :)  Até daqui a dias :P

                                        Parabéns, vais adorar Aveiro! :)
                                          Walking through the moon.

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          22 Respostas
                                          8571 Visualizações
                                          Última mensagem 21 de Outubro de 2008
                                          por xXxPePexXx
                                          Existe uma idade para estabilizar?

                                          Iniciado por Wasserfest « 1 2 3 » Geral

                                          58 Respostas
                                          12825 Visualizações
                                          Última mensagem 1 de Fevereiro de 2014
                                          por Maped
                                          190 Respostas
                                          23073 Visualizações
                                          Última mensagem 19 de Abril de 2014
                                          por Boo
                                          Amor gay não existe!

                                          Iniciado por foreveralone Apoio

                                          10 Respostas
                                          2098 Visualizações
                                          Última mensagem 18 de Setembro de 2014
                                          por quiquo
                                          10 Respostas
                                          1902 Visualizações
                                          Última mensagem 25 de Julho
                                          por Fernando Pinheiro