rede ex aequo

Olá Visitante23.set.2019, 16:56:49

Autor Tópico: Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos  (Lida 10261 vezes)

 
Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
#0

Eyre

  • Visitante
Na próxima quarta-feira, dia 19, cumprir-se-ão 500 anos sobre o dia em que dois frades dominicanos percorreram a Baixa de Lisboa, incitando o povo contra os judeus. Deste episódio resultou a morte de 4000 pessoas. No blogue do jornalista Nuno Guerreiro lançou-se a ideia de ir ao Rossio nesse dia acender 4000 velasem memória das vítimas.

Muito há a falar sobre o anti-semitismo que teve o seu ponto mais trágico no Holocausto durante a Segunda Grande Guerra mas que ao longo da História conheceu mútiplos episódios e situações. Muito há a dizer sobre a cultura judaica que sobreviveu à assimilação dos quase dois mil anos de diáspora. Sobre o Estado de Israel, formado em 1948. A Inquisição, a religião, os judeus hoje.

Tópico para discutirmos tudo o que se relacione com os judeus e para falarmos dos múltiplos problemas com que os judeus sempre se defrontaram e de que hoje é um exemplo o conflito entre Israel e a Palestina. ;)
« Última modificação: 15 de Abril de 2006 por Eyre »

    Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
    #1

    Eyre

    • Visitante


    *Passam 500 anos sobre o massacre de 4 mil judeus em Lisboa*
    [/size]

    Parece  que um crucifixo ficou iluminado com um raio de sol ou com uma vela na igreja de São Domingos. Devido a esse acontecimento várias procissões terão convergido para a igreja, com o objectivo de pesenciar o milagre. Era domingo de Pascoela, o domingo seguinte ao da Páscoa. Uma pessoa terá então posto em causa o milagre. Era um cristão novo (convertido, portanto, recentemente do judaímo ao cristianismo). Foi então arrastado pela multidão para fora da igreja, foi espancado, morto e esquartejado em seguida. Sabe-se que os monges dominicanos terão então percorrido as ruas de Lisboa instigando a população contra os judeus e cristãos novos. Do episódio resultou o massacre de 4000 pessoas que durou 3 dias: 19, 20 e 21 de Abril de 1506. Assinalam-se 500 anos agora sobre este acontecimento que só teve cobro com a intervenção das autoridades e do rei no sentido de pararem o genocídio.
    « Última modificação: 16 de Abril de 2006 por Eyre »

      Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
      #2

      Offline Filipa_83

      • ***
      • Membro Total
      • Género: Feminino
         O massacre dessa gente toda (assim aproximadamente o mesmo número de pessoas que morreram nas torres gémeas de NY) deu-se a partir de um judeu converso que disse: "olhem que não... olhem que é o sol a bater na figura...". Inacreditável, não?

         
        "Creio que, em qualquer época, eu teria amado a liberdade; mas, na época em que vivemos, sinto-me propenso a idolatrá-la" Alexis de Tocqueville

        Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
        #3

        Offline cacao

        • *****
        • Associad@ Honorári@
        • Membro Vintage
        • Género: Feminino
        • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
          • Mais sobre mim...
        Eu tenciono ir. Também prestar homenagem aos muitos homossexuais que há 500 anos atrás era castigados em plena raça do Rossio.
          Another one will bite the dust...

          "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

          "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

          Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
          #4

          Offline candy cane

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Feminino
          • Orquídea azul (ex nóvózélica)
            • não estou in the mood
          Vou lá estar com alguns familiares meus.
            Though nothing can bring back the hour
            Of splendor in the grass, of glory in the flower
            We will grieve not, but rather find
            Strength in what remains behind

            Wordsworth
            | www.naoestouinthemood.blogspot.com |

            Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
            #5

            Offline Filipa_83

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Feminino
               Mais um para a colecção:

              Jihad Islâmica reivindica atentado em Telavive

              O grupo radical palestiniano Jihad Islâmica reivindicou o atentado suicida de hoje em Telavive, numa zona comercial perto de uma estação de autocarros e que provocou pelo menos seis mortos e 35 feridos, segundo o último balanço. O bombista suicida fez-se explodir junto ao restaurante «The Mayor´s Felafel», perto da estação central de autocarros de Telavive, no bairro Neve Shaanan.


              Diário Digital
              "Creio que, em qualquer época, eu teria amado a liberdade; mas, na época em que vivemos, sinto-me propenso a idolatrá-la" Alexis de Tocqueville

              Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
              #6

              Eyre

              • Visitante
              Israel prepara resposta ao atentado suicida em Telavive

              O primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, afirmou hoje que Israel está a ponderar uma resposta ao atentado suicida de hoje em Telavive, no qual morreram pelo menos nove pessoas, segundo o último balanço das autoridades israelitas.
              "Vamos reunir-nos e decidir como responderemos" ao ataque desta tarde, afirmou Olmert à bancada parlamentar do seu partido, o Kadima. Olmert é oficialmente o primeiro-ministro israelita, desde que Ariel Sharon foi considerado incapaz de exercer as suas funções.

              "Saberemos como responder e continuaremos a actuar com todos os meios à nossa disposição para impedir incidentes como este", continuou o chefe de Governo.

              Um porta-voz de Olmert tinha afirmado anteriormente que Israel responsabiliza o Hamas, que formou recentemente Governo na Palestina, pelo ataque terrorista perpetrado num restaurante de comida rápida no centro de Telavive, junto ao terminal de autocarros.

              A autoria do atentado foi já reivindicada por duas organizações palestinianas, mas ao que tudo indica terá sido a Jihad Islâmica e não as Brigadas dos Mártires de Al-Aqsqa a responsável pelo atentado, segundo um telefonema daquela organização para a Associated Press.

              A Jihad Islâmica identificou o bombista suicida como sendo Sami Salim Mohammed Hammed, natural de Jenin, na Cisjordânia. Num vídeo divulgado pelo grupo e divulgado pelo canal de televisão Al-Arabiya, surge Hammed a ler um comunicado, afirmando que a sua acção é dedicada aos milhares de prisioneiros palestinianos em prisões israelitas.

              O atentado suicida de hoje é o primeiro desde que o Hamas assumiu a chefia do Governo palestiniano, há duas semanas e meia, e acontece em vésperas da cerimónia de tomada de posse do novo Parlamento israelita.

              Presidente palestiniano condena atentado em Israel, Hamas fala em "legítima defesa".



                Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                #7

                Eyre

                • Visitante
                Gostaria de saber mais sobre a religião judaica... acho deveras interessante.  :)

                Há várias pessoas que se interessam pela religião e pela cultura judaica, eu tenho uma pessoa da minha família que se interessa por tudo o que tem a ver com esta cultura e apesar de ser agnóstico (ou ateu, não sei ao certo :P) tem grande interesse pela religião judaica, sabe muitas coisas acerca desta religião, sabe as tradições, etc. E também já aprendeu a falar alguma coisa de hebraico. Ele delira mesmo com estas coisas. :)

                  Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                  #8

                  Eyre

                  • Visitante
                  Eram 19h00 de ontem quando no Largo de São Domingos, em Lisboa, mais de uma centena de pessoas escutaram a oração pelos mortos, o kaddish judaico. Entre os presentes, vários grupos de judeus - basta que haja 10 homens para o minhan, o número necessário para fazer uma oração. Apesar do seu carácter de recordação de quem já morreu, a oração do kaddish é dirigida a Deus, invocando um conjunto de bençãos, e nunca há sequer qualquer referência a mortos.

                  Os judeus, que hoje terminam a celebração da sua Páscoa, não acenderam velas - segundo as regras religiosas, o crente não deve, à semelhança do que se faz no Shabat, o sábado judaico, fazer qualquer esforço.

                  in Público, 20.04.06

                    Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                    #9

                    Eyre

                    • Visitante
                    Livros e filmes interessantes sobre judeus, judaismo e cultura judaica:

                    Livros:
                    "Exodus" - Leon Uris;
                    "Meu nome é Asher Lev" - Chaim Potok (Just beautiful [smiley=hipnotizado.gif] [smiley=hipnotizado.gif]);
                    "Onze Minutos em Jerusalém" - Pedro Paixão;
                    "A Senhora" - Catherine Clément;
                    "O Diário de Anne Frank" - Anne Frank

                    Filmes:
                    "O Homem de Kiev"
                    "O Assassino Está Entre Nós" (Just beautiful [smiley=hipnotizado.gif])


                    Enfim, estes são alguns dos livros e dos filmes que conheço. Não é uma lista de forma nenhuma exaustiva. Mas acho que há muitos bons livros e muitos bons filmes que têm por temática a cultura judaica ou personagens judias.
                    « Última modificação: 23 de Abril de 2006 por Eyre »

                      Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                      #10

                      Eyre

                      • Visitante
                      A Daniela Ruah é judia...  ::) :-X

                      Ai, que panca! Já me calei!  ;D

                      Hum... Eis o que encontrei sobre o significado da palavra Ruah:

                      O homem em relação com Deus (espírito)

                      O que qualifica, em última instância, a vida humana na sua interioridade (nefesh) e nas suas relações mundanas (basar) é o sopro divino (ruah), que constitui o selo da imagem de Deus no homem.

                      O termo espírito (ruah, pneuma) indica o homem inteiro na sua dependência de Deus numa relação com Deus que é princípio da vida religiosa e moral. Em virtude do ruah, o homem é totalmente dependente de Deus, até ao ponto de só a relação com Ele constituir fundamento da vida humana. O ruah em si pertence só a Deus; mas faz dele participante o homem na criação, na inspiração profética e na eleição (vocação).

                       
                      Fonte: Antropologia, aula 1, Instituto Superior de Ciências Religiosas de Aveiro

                      De resto Joshua Ruah, médico urologista, foi ex-presidente da comunidade judaica de Lisboa. Não sei se este Joshua Ruah é alguma coisa à actriz Daniela Ruah. ???

                      Espero ter ajudado a completar essa tua "panca" pela Daniela Ruah. :)
                      « Última modificação: 24 de Abril de 2006 por Eyre »

                        Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                        #11

                        Eyre

                        • Visitante
                        *Curiosidade*

                        Filha de Tom Cruise chama-se "Vai-te embora"

                        Suri, o nome escolhido por Tom Cruise e Katie Holmes para a sua filha recém-nascida, significa "Vai-te embora" em hebreu. Em Israela os comentários ao nome são unânimes. "Não sei o que lhes terá passado pela cabeça", confessa Gideon Goldenberg, professor de Linguística em Jeruslém.

                        in Público, 24 de Abril de 2006

                        Bem, em Portugal chegou a ser bastante popular o nome Benvinda. Agora o seu oposto?!? :o
                        « Última modificação: 24 de Abril de 2006 por Eyre »

                          Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                          #12

                          Offline Filipa_83

                          • ***
                          • Membro Total
                          • Género: Feminino

                          De resto Joshua Ruah, médico urologista, foi ex-presidente da comunidade judaica de Lisboa. Não sei se este Joshua Ruah é alguma coisa à actriz Daniela Ruah. ???

                           
                             É avô :)
                            "Creio que, em qualquer época, eu teria amado a liberdade; mas, na época em que vivemos, sinto-me propenso a idolatrá-la" Alexis de Tocqueville

                            Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                            #13

                            Eyre

                            • Visitante
                            Aristides de Sousa Mendes


                            Em Maio, de 1940, a França é invadida pelas tropas nazis. Ao Sudoeste do país acorrem multidões de refugiados. A salvação seria atravessar a fronteira com Espanha. Mas isso só é possível com visto para Portugal. O cônsul português em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes, contrariando ordens de Salazar, passa milhares de vistos, salvando outros tantos seres humanos de uma morte certa.

                            A desobediência - e o heroísmo – de Sousa Mendes não pararam aí. Sabendo que um número igualmente grande de refugiados estava à espera diante do consulado em Bayonne e que o cônsul dali, Faria Machado, não podia ou não queria solucionar a crise, Sousa Mendes deslocou-se àquele consulado e assumiu o comando da situação. Uma vez mais emitiu milhares de vistos.

                            Em 24 de Junho de 1940, o Dr. António de Oliveira Salazar, ditador e ministro dos Negócios Estrangeiros português, enviou 2 telegramas chamando imediatamente a Lisboa o cônsul-geral português em Bordéus, Aristides de Sousa Mendes. O despacho acusava-o da "concessão abusiva de vistos em passaportes de estrangeiros". Ele significou o fim da carreira de 30 anos de Sousa Mendes. A verdade sobre o que tinha acontecido foi imediatamente silenciada pelo regime de Salazar. Nem mesmo durante o processo disciplinar, realizado à porta fechada, se apurariam todos os factos.

                            « Última modificação: 6 de Maio de 2006 por Eyre »

                              Os Judeus: anti-semitismo, cultura, religião e outros assuntos
                              #14

                              Kiko20

                              • Visitante
                              Consta que Queen Madonna disse que metade dos adeptos da Kabala que conhecia eram gays. Alguém me explica o que é isso da Kabala?

                                 

                                Tópicos relacionados

                                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                669 Respostas
                                81062 Visualizações
                                Última mensagem 17 de Abril
                                por MónicaF
                                44 Respostas
                                9024 Visualizações
                                Última mensagem 23 de Março
                                por Fernando Pinheiro
                                1 Respostas
                                1064 Visualizações
                                Última mensagem 29 de Fevereiro de 2012
                                por Kgirl
                                7 Respostas
                                1093 Visualizações
                                Última mensagem 12 de Janeiro de 2014
                                por tomasbarao
                                14 Respostas
                                2404 Visualizações
                                Última mensagem 12 de Dezembro de 2017
                                por Mars