rede ex aequo

Olá Visitante23.out.2019, 18:56:41

Sondagem

Já tiveste algum namorad@ à distância?

Sim, já namorei à distância
Nunca namorei à distância
Gostava de namorar à distância
Não gostava de namorar à distância

Autor Tópico: Amor à distância / Imagem que passamos  (Lida 44277 vezes)

 
Amor à distância / Imagem que passamos
#280

Offline Soulmate

  • ****
  • Membro Sénior
  • Género: Feminino
  • Tudo é provisório, inclusive nós.
Bem acho que vou dar uma opinião bastante diferente da maioria.. mas é a mais pura das verades!

Namorar à distancia.. é LINDO!!
A meu ver há alguns pontos essenciais que só são totalmente preenchidos por um amor à distancia.. as relações à distancia que eu tive começaram na internet e acho que não há nada mais verdadeiro que me apaixonar por uma pessoa que nunca vi! Não é só aquela atracção porque a pessoa é gira e tal, não são aqueles amores que começam porque nos envolvemos e vai aumentando.. é um amor que vai crescendo porque passamos horas e horas a falar, a conhecer-nos.. e vai crescendo também uma amizade e cumplicidade brutal! :)
Em segundo lugar, as pessoas dão muito mais valor a quando estão finalmente juntas! aquele nervosismo enorme na viagem.. aquela sensação quando vemos e abraçamos a pessoa que esperamos há semanas/meses pra ver.. não dá pra descrever!! eu acho lindo e muito mais verdadeiro..

Tem coisinhas más claro.. mas há que saber lidar com elas! para mim as piores são as lagrimas da despedida.. e saber que a pessoa que amo está mal e não poder estar ao lado dela a abraça-la.. isso sempre foi o que me custou mais. De resto, com amor, amizade e confiança não há nada que possa correr mal!  :D

E finalmente alguém que pense exactamente como eu, o amor exige muita coisa, mas quando sabemos o que queremos, a distância não significa nada, nada :) .
    Traumatismo craniano fruto de mergulhos profundos em pessoas rasas.

    Amor à distância / Imagem que passamos
    #281

    Draco

    • Visitante
    Bem acho que vou dar uma opinião bastante diferente da maioria.. mas é a mais pura das verades!

    Namorar à distancia.. é LINDO!!
    A meu ver há alguns pontos essenciais que só são totalmente preenchidos por um amor à distancia.. as relações à distancia que eu tive começaram na internet e acho que não há nada mais verdadeiro que me apaixonar por uma pessoa que nunca vi! Não é só aquela atracção porque a pessoa é gira e tal, não são aqueles amores que começam porque nos envolvemos e vai aumentando.. é um amor que vai crescendo porque passamos horas e horas a falar, a conhecer-nos.. e vai crescendo também uma amizade e cumplicidade brutal! :)
    Em segundo lugar, as pessoas dão muito mais valor a quando estão finalmente juntas! aquele nervosismo enorme na viagem.. aquela sensação quando vemos e abraçamos a pessoa que esperamos há semanas/meses pra ver.. não dá pra descrever!! eu acho lindo e muito mais verdadeiro..

    Tem coisinhas más claro.. mas há que saber lidar com elas! para mim as piores são as lagrimas da despedida.. e saber que a pessoa que amo está mal e não poder estar ao lado dela a abraça-la.. isso sempre foi o que me custou mais. De resto, com amor, amizade e confiança não há nada que possa correr mal!  :D

    E finalmente alguém que pense exactamente como eu, o amor exige muita coisa, mas quando sabemos o que queremos, a distância não significa nada, nada :) .

    Sim, isso é bonito. Mas essa beleza do amor torna-se um pouco amarga quando, por exemplo, tens de estar 6 anos afastad@ de quem gostas, sem haver um único intervalo pelo meio. Quando a distância é de longa duração é complicado... Chega-se a um ponto em que começamos a pensar que estámos a ser um "fardo" para a pessoa em causa. Quem ama sabe deixar ir a pessoa. Chega-se a um ponto em que a beleza dos sentimentos começa a actuar como veneno da própria alma. Chega-se a um ponto em que, apesar dos sentimentos, começa-se a pensar se manter a ligação não será egoísmo... Afinal em 6 anos acontecem muitas coisas. E é totalmente diferente contar meia dúzia de peripécias/tristezas/alegrias por telefone/skype/e-mail à pessoa que gostámos, de vivenciar essas "aventuras" com a mesma ao nosso lado.

    Quem ama espera e o Amor consegue ultrapassar tudo. Mas quem ama também sabe que as pessoas são livres, não devemos "prender" ninguém. Não estou a dizer que é impossível e que as pessoas devem terminar o relacionamento nesta situação (ou outra semelhante). Apenas escrevo que de bonito não tem mesmo nada. É bonito "contactar" com a pessoa durante x horas por dia e fortalecer aquilo que se sente; mas e o resto das outras horas, que equivalem a dias, meses, anos sem a presença física dessa pessoa? Isso não é belo, é pura tortura...

    « Última modificação: 27 de Outubro de 2012 por Draco »

      Amor à distância / Imagem que passamos
      #282

      Offline Gisty

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
        • Tumblr :)
      Bem acho que vou dar uma opinião bastante diferente da maioria.. mas é a mais pura das verades!

      Namorar à distancia.. é LINDO!!
      A meu ver há alguns pontos essenciais que só são totalmente preenchidos por um amor à distancia.. as relações à distancia que eu tive começaram na internet e acho que não há nada mais verdadeiro que me apaixonar por uma pessoa que nunca vi! Não é só aquela atracção porque a pessoa é gira e tal, não são aqueles amores que começam porque nos envolvemos e vai aumentando.. é um amor que vai crescendo porque passamos horas e horas a falar, a conhecer-nos.. e vai crescendo também uma amizade e cumplicidade brutal! :)
      Em segundo lugar, as pessoas dão muito mais valor a quando estão finalmente juntas! aquele nervosismo enorme na viagem.. aquela sensação quando vemos e abraçamos a pessoa que esperamos há semanas/meses pra ver.. não dá pra descrever!! eu acho lindo e muito mais verdadeiro..

      Tem coisinhas más claro.. mas há que saber lidar com elas! para mim as piores são as lagrimas da despedida.. e saber que a pessoa que amo está mal e não poder estar ao lado dela a abraça-la.. isso sempre foi o que me custou mais. De resto, com amor, amizade e confiança não há nada que possa correr mal!  :D

      E finalmente alguém que pense exactamente como eu, o amor exige muita coisa, mas quando sabemos o que queremos, a distância não significa nada, nada :) .

      Penso da mesma forma. Sem tirar nem pôr.

      Amor à distância / Imagem que passamos
      #283

      Offline Soulmate

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      • Tudo é provisório, inclusive nós.
      Bem acho que vou dar uma opinião bastante diferente da maioria.. mas é a mais pura das verades!

      Namorar à distancia.. é LINDO!!
      A meu ver há alguns pontos essenciais que só são totalmente preenchidos por um amor à distancia.. as relações à distancia que eu tive começaram na internet e acho que não há nada mais verdadeiro que me apaixonar por uma pessoa que nunca vi! Não é só aquela atracção porque a pessoa é gira e tal, não são aqueles amores que começam porque nos envolvemos e vai aumentando.. é um amor que vai crescendo porque passamos horas e horas a falar, a conhecer-nos.. e vai crescendo também uma amizade e cumplicidade brutal! :)
      Em segundo lugar, as pessoas dão muito mais valor a quando estão finalmente juntas! aquele nervosismo enorme na viagem.. aquela sensação quando vemos e abraçamos a pessoa que esperamos há semanas/meses pra ver.. não dá pra descrever!! eu acho lindo e muito mais verdadeiro..

      Tem coisinhas más claro.. mas há que saber lidar com elas! para mim as piores são as lagrimas da despedida.. e saber que a pessoa que amo está mal e não poder estar ao lado dela a abraça-la.. isso sempre foi o que me custou mais. De resto, com amor, amizade e confiança não há nada que possa correr mal!  :D

      E finalmente alguém que pense exactamente como eu, o amor exige muita coisa, mas quando sabemos o que queremos, a distância não significa nada, nada :) .

      Sim, isso é bonito. Mas essa beleza do amor torna-se um pouco amarga quando, por exemplo, tens de estar 6 anos afastad@ de quem gostas, sem haver um único intervalo pelo meio. Quando a distância é de longa duração é complicado... Chega-se a um ponto em que começamos a pensar que estámos a ser um "fardo" para a pessoa em causa. Quem ama sabe deixar ir a pessoa. Chega-se a um ponto em que a beleza dos sentimentos começa a actuar como veneno da própria alma. Chega-se a um ponto em que, apesar dos sentimentos, começa-se a pensar se manter a ligação não será egoísmo... Afinal em 6 anos acontecem muitas coisas. E é totalmente diferente contar meia dúzia de peripécias/tristezas/alegrias por telefone/skype/e-mail à pessoa que gostámos, de vivenciar essas "aventuras" com a mesma ao nosso lado.

      Quem ama espera e o Amor consegue ultrapassar tudo. Mas quem ama também sabe que as pessoas são livres, não devemos "prender" ninguém. Não estou a dizer que é impossível e que as pessoas devem terminar o relacionamento nesta situação (ou outra semelhante). Apenas escrevo que de bonito não tem mesmo nada. É bonito "contactar" com a pessoa durante x horas por dia e fortalecer aquilo que se sente; mas e o resto das outras horas, que equivalem a dias, meses, anos sem a presença física dessa pessoa? Isso não é belo, é pura tortura...

      Quando falamos no amor á distância falamos em distância que seja minimamente "pequena" para que exista a presença física. Quando dizes, que não devemos prender ninguém, não é só por ser uma relação á distância, que isso acontece, acontece precisamente o contrário, porque ao estares constantemente com a pessoa, dia, horas, e tudo mais, é isso que te vai prendar. E sejamos honestos, o amor à distância apesar de não ser fácil,  porque nenhuma relação é fácil, ao estarmos sem a pessoa que gostamos durante algum dias, é isso que vai alimentando, e é isso que tu vais dar valor, porque as coisas que são conquistadas facilmente não tem muita graça, porque imagina, namoras com alguém que não estás todos os dias, se realmente gostas desse alguém, vais lutar por isso, assim como eu disse em cima, quando ambas as pessoas sabem o que querem a distância não significa nada, mas nada mesmo, desde que seja uma distância saudável é claro. Mais tarde, quando estiveres com esse alguém, na "vossa" casa e depois lembrarem-se do grande esforço que fora feito mas que agora estão ali e estão felizes, sentir isso terá "outro sabor" .
      Quando dizes, que quando amamos temos que deixar partir, eu não acredito nisso, como é que se pode deixar ir a pessoa de que gostamos? a pessoa que sonhamos todos os dias e sentimos a falta dela/e? isso não é possível, nunca pode ser possível deixares ir embora alguém, esse alguém que é a coisa que mais queres. Agora, que devemos esperar? sim isso devemos, até porque eu acho, que independentemente se a outra pessoa nos fez sofrer ou não, quem ama, vai ficar à que um dia essa pessoa chegue de novo... porque uma coisa podes ter a certeza, quando amamos alguém, e esse alguém vai, vamos sentir um vazio tão grande, que passe os anos que passarem, nunca vai existir ninguém que consiga voltar a "tapar" esse vazio, porque a pessoa que te deixou vai ser sempre aquela que querias que ficasse contigo, vai ser sempre aquela pessoa que vais olhar e vais sentir o mesmo, e sabes que por mais pessoas que voltes a estar vais continuar amar a mesma pessoa, só que amar de uma maneira diferente. Um grande amor, que só vamos ter um,  vai sempre nos marcar... Por isso desculpem a sinceridade, mas quando começam a namorar, e sabem que existe essa tal distância, e não estão preparados para assumir o tal, não iludam a outra pessoa, isso é um erro, um absoluto erro. E quando gostem a sério, lutem, e nunca deixem que a pessoa que gostem se vá embora, por medo, por receio, porque se essa pessoa gostar de ti, vai estar sempre lá, para te agarrar a mão e superar esse medo que sentes, as coisas podem ser possíveis, desde que as duas pessoas queiram :) . O amor, exige muito de nós, não é só amar, amar não chega, é preciso esforço, é preciso entrega, é preciso sacrifícios, é preciso estofo... é preciso ter vontade, vontade de lutar, vontade de querer fazer sempre a outra pessoa feliz, mesmo quando estamos num dia mau ou num dia melhor, amor exige paciência também. É preciso reconhecer e dar a reconhecer tudo o que a outra pessoa é para nós todos os dias, mesmo que seja sempre a mesma "lenga-lenga", é preciso mostrar o quanto essa pessoa é especial, seja como homem/mulher, seja para nós,  é preciso respeito, porque antes do amor, ele já deve existir e deve permanecer, é preciso sonhar, é preciso desejar.
      E só agora reparei que escrevi demais :X :D
        Traumatismo craniano fruto de mergulhos profundos em pessoas rasas.

        Amor à distância / Imagem que passamos
        #284

        natacha

        • Visitante
        Bem acho que vou dar uma opinião bastante diferente da maioria.. mas é a mais pura das verades!

        Namorar à distancia.. é LINDO!!
        A meu ver há alguns pontos essenciais que só são totalmente preenchidos por um amor à distancia.. as relações à distancia que eu tive começaram na internet e acho que não há nada mais verdadeiro que me apaixonar por uma pessoa que nunca vi! Não é só aquela atracção porque a pessoa é gira e tal, não são aqueles amores que começam porque nos envolvemos e vai aumentando.. é um amor que vai crescendo porque passamos horas e horas a falar, a conhecer-nos.. e vai crescendo também uma amizade e cumplicidade brutal! :)
        Em segundo lugar, as pessoas dão muito mais valor a quando estão finalmente juntas! aquele nervosismo enorme na viagem.. aquela sensação quando vemos e abraçamos a pessoa que esperamos há semanas/meses pra ver.. não dá pra descrever!! eu acho lindo e muito mais verdadeiro..

        Tem coisinhas más claro.. mas há que saber lidar com elas! para mim as piores são as lagrimas da despedida.. e saber que a pessoa que amo está mal e não poder estar ao lado dela a abraça-la.. isso sempre foi o que me custou mais. De resto, com amor, amizade e confiança não há nada que possa correr mal!  :D

        E finalmente alguém que pense exactamente como eu, o amor exige muita coisa, mas quando sabemos o que queremos, a distância não significa nada, nada :) .

        Sim, isso é bonito. Mas essa beleza do amor torna-se um pouco amarga quando, por exemplo, tens de estar 6 anos afastad@ de quem gostas, sem haver um único intervalo pelo meio. Quando a distância é de longa duração é complicado... Chega-se a um ponto em que começamos a pensar que estámos a ser um "fardo" para a pessoa em causa. Quem ama sabe deixar ir a pessoa. Chega-se a um ponto em que a beleza dos sentimentos começa a actuar como veneno da própria alma. Chega-se a um ponto em que, apesar dos sentimentos, começa-se a pensar se manter a ligação não será egoísmo... Afinal em 6 anos acontecem muitas coisas. E é totalmente diferente contar meia dúzia de peripécias/tristezas/alegrias por telefone/skype/e-mail à pessoa que gostámos, de vivenciar essas "aventuras" com a mesma ao nosso lado.

        Quem ama espera e o Amor consegue ultrapassar tudo. Mas quem ama também sabe que as pessoas são livres, não devemos "prender" ninguém. Não estou a dizer que é impossível e que as pessoas devem terminar o relacionamento nesta situação (ou outra semelhante). Apenas escrevo que de bonito não tem mesmo nada. É bonito "contactar" com a pessoa durante x horas por dia e fortalecer aquilo que se sente; mas e o resto das outras horas, que equivalem a dias, meses, anos sem a presença física dessa pessoa? Isso não é belo, é pura tortura...

        Quando falamos no amor á distância falamos em distância que seja minimamente "pequena" para que exista a presença física. Quando dizes, que não devemos prender ninguém, não é só por ser uma relação á distância, que isso acontece, acontece precisamente o contrário, porque ao estares constantemente com a pessoa, dia, horas, e tudo mais, é isso que te vai prendar. E sejamos honestos, o amor à distância apesar de não ser fácil,  porque nenhuma relação é fácil, ao estarmos sem a pessoa que gostamos durante algum dias, é isso que vai alimentando, e é isso que tu vais dar valor, porque as coisas que são conquistadas facilmente não tem muita graça, porque imagina, namoras com alguém que não estás todos os dias, se realmente gostas desse alguém, vais lutar por isso, assim como eu disse em cima, quando ambas as pessoas sabem o que querem a distância não significa nada, mas nada mesmo, desde que seja uma distância saudável é claro. Mais tarde, quando estiveres com esse alguém, na "vossa" casa e depois lembrarem-se do grande esforço que fora feito mas que agora estão ali e estão felizes, sentir isso terá "outro sabor" .
        Quando dizes, que quando amamos temos que deixar partir, eu não acredito nisso, como é que se pode deixar ir a pessoa de que gostamos? a pessoa que sonhamos todos os dias e sentimos a falta dela/e? isso não é possível, nunca pode ser possível deixares ir embora alguém, esse alguém que é a coisa que mais queres. Agora, que devemos esperar? sim isso devemos, até porque eu acho, que independentemente se a outra pessoa nos fez sofrer ou não, quem ama, vai ficar à que um dia essa pessoa chegue de novo... porque uma coisa podes ter a certeza, quando amamos alguém, e esse alguém vai, vamos sentir um vazio tão grande, que passe os anos que passarem, nunca vai existir ninguém que consiga voltar a "tapar" esse vazio, porque a pessoa que te deixou vai ser sempre aquela que querias que ficasse contigo, vai ser sempre aquela pessoa que vais olhar e vais sentir o mesmo, e sabes que por mais pessoas que voltes a estar vais continuar amar a mesma pessoa, só que amar de uma maneira diferente. Um grande amor, que só vamos ter um,  vai sempre nos marcar... Por isso desculpem a sinceridade, mas quando começam a namorar, e sabem que existe essa tal distância, e não estão preparados para assumir o tal, não iludam a outra pessoa, isso é um erro, um absoluto erro. E quando gostem a sério, lutem, e nunca deixem que a pessoa que gostem se vá embora, por medo, por receio, porque se essa pessoa gostar de ti, vai estar sempre lá, para te agarrar a mão e superar esse medo que sentes, as coisas podem ser possíveis, desde que as duas pessoas queiram :) . O amor, exige muito de nós, não é só amar, amar não chega, é preciso esforço, é preciso entrega, é preciso sacrifícios, é preciso estofo... é preciso ter vontade, vontade de lutar, vontade de querer fazer sempre a outra pessoa feliz, mesmo quando estamos num dia mau ou num dia melhor, amor exige paciência também. É preciso reconhecer e dar a reconhecer tudo o que a outra pessoa é para nós todos os dias, mesmo que seja sempre a mesma "lenga-lenga", é preciso mostrar o quanto essa pessoa é especial, seja como homem/mulher, seja para nós,  é preciso respeito, porque antes do amor, ele já deve existir e deve permanecer, é preciso sonhar, é preciso desejar.
        E só agora reparei que escrevi demais :X :D

        Ora nem mais.

        È verdade.   

          Amor à distância / Imagem que passamos
          #285

          Draco

          • Visitante
          Quando falamos no amor á distância falamos em distância que seja minimamente "pequena" para que exista a presença física.

          E então o que chamas ao amor à distância que vai para além do “pequeno”, logo sem presença física durante algum/bastante tempo? Penitência? :devil lol
          Amor à distância engloba distâncias temporariamente curtas e/ou longas. O que definiste como “relação à distância” é bastante tendencioso (biased). ;)

          Quando dizes, que não devemos prender ninguém, não é só por ser uma relação á distância, que isso acontece, acontece precisamente o contrário, porque ao estares constantemente com a pessoa, dia, horas, e tudo mais, é isso que te vai prendar. E sejamos honestos, o amor à distância apesar de não ser fácil,  porque nenhuma relação é fácil, ao estarmos sem a pessoa que gostamos durante algum dias, é isso que vai alimentando, e é isso que tu vais dar valor, porque as coisas que são conquistadas facilmente não tem muita graça, porque imagina, namoras com alguém que não estás todos os dias, se realmente gostas desse alguém, vais lutar por isso, assim como eu disse em cima, quando ambas as pessoas sabem o que querem a distância não significa nada, mas nada mesmo, desde que seja uma distância saudável é claro. Mais tarde, quando estiveres com esse alguém, na "vossa" casa e depois lembrarem-se do grande esforço que fora feito mas que agora estão ali e estão felizes, sentir isso terá "outro sabor" .


          Mas eu nunca escrevi que não devemos prender ninguém só por se tratar de uma relação à distância. O “não prender” é no geral, as pessoas não são objectos, “posses” para “reter/prender”. São seres vivos que precisam viver a sua individualidade também.
          Fugiste um pouco ao que eu escrevi. Eu escrevi que não é fácil e que, quando a distância é por períodos bem longos, as coisas são mais difíceis do que “belas”. Claro que no final tudo é belo. Olhar para trás e ver todos os obstáculos que foram vencidos. Sim, isso é bonito, mas eu falei do “desenvolvimento da história” e não do “final feliz”.
          Em relação a valorizar mais as pessoas, devido à distância, acontece na maioria das vezes. Mas isso depende das próprias pessoas. Apesar de serem poucas, ainda existem pessoas que não se conformam/acomodam nem tomam por garantida a pessoa com quem estão e existe uma “conquista diária”, independentemente de não se verem durante minutos ou anos.


          Quando dizes, que quando amamos temos que deixar partir, eu não acredito nisso, como é que se pode deixar ir a pessoa de que gostamos? a pessoa que sonhamos todos os dias e sentimos a falta dela/e? isso não é possível, nunca pode ser possível deixares ir embora alguém, esse alguém que é a coisa que mais queres.

          Não é uma crença, é uma realidade. Se realmente amas alguém então vais querer a felicidade desse alguém. E, por vezes, a felicidade de alguém passa bem longe de onde tu estás. Se a pessoa precisar “ir” então, se realmente a amas, vais “deixá-la ir”… e, claro, se amas também podes esperar. (Concordo contigo nesse aspecto).
          Imagina por exemplo que a tua namorada sempre sonhou ser uma top model e de repente surge a hipótese de ela ir para a Rússia e resto da Asia durante bastante tempo. Vais “prendê-la” porque não a queres longe de ti? Ou vais deixá-la “ir”, seguir o sonho dela, viver o que ela tem a viver? O Amor não é egoísta, as pessoas é que o podem ser…


          De resto concordo, tal como concordei antes. O que eu referi (e mantenho aquilo que escrevi, por experiência própria até) é que estar longe de alguém que amas, durante muito tempo, não é “bonito”, é doloroso.
          E, repetindo o que escrevi, não disse que é impossível nem que as pessoas devem desistir. Só disse que é muito difícil, não é um “mar de rosas”. “No fim” tudo fica bem, mas é da “viagem” que se trata, e acho que essa dor não dá para negligenciar, pelo menos quem passou/passa por isso sabe bem o quanto custa e o “feio” que é.


            Amor à distância / Imagem que passamos
            #286

            Offline Soulmate

            • ****
            • Membro Sénior
            • Género: Feminino
            • Tudo é provisório, inclusive nós.
            Draco como referiste anteriormente, iriam ser anos sem ver a tal pessoa, isso assim não é saudável, claro que nesse aspecto não é, e dou-te toda a razão. Assim como concordo contigo em termos de deixar a pessoa ir viver o sonho dela, mas depois também existe aquele tipo de pessoa, que abdicam desses sonhos por alguém, pode parecer loucura, mas eu acho uma loucura saudável, no fundo é um arriscar... mas depende da relação que se mantenha caso um dia se suceda essa mesma situação. As pessoas são todas diferentes, por isso é de certa forma difícil encontrar alguém com alguns pontos de vista como os "nossos" uma vez que eu acho que cada vez mais as pessoas são inconstantes, não sabem o que querem, quer hoje, depois nem por isso, e isso não. Uma coisa que eu gostava que as pessoas tivessem mais noção, nós não somos uns bonecos em que outrora nos retiram de uma montra para brincar enquanto tem piada, mas depois quando já não tem piada, colocam-no no chão. O que eu quero dizer com isto, é que muita gente para além de não saber o que é o amor, não sabem o que é o respeito!
              Traumatismo craniano fruto de mergulhos profundos em pessoas rasas.

              Amor à distância / Imagem que passamos
              #287

              Offline quiquo

              • *****
              • Associad@
              • Membro Sénior
              • Género: Masculino
                Já passei por uma situação de namoro à distância durante uns bons meses e, em parte, concordo até com algumas das coisas ditas pela Elephant e a Soulmate: essa experiência que tive com o meu namorado da época foi positiva.
                Se atualmente me fosse apresentada a situação de ter de me separar fisicamente do meu namorado, nunca me passaria pela cabeça terminar o relacionamento; considero até saudável para as relações terem de enfrentar estas provações.

                Contudo, devemos ser realistas. Penso que não está nos planos da maioria de nós estabelecer um relacionamento amoroso com alguém que possamos ver apenas 1 ou 2 vezes por ano, durante mais de 5 anos, sem que consigamos assentar numa vida em conjunto (presentes fisicamente um para o outro). Não que eu não acredite que um relacionamento à distância não possa resultar mas, com o passar dos anos, o que acontece é uma perda de intimidade e uma divergência de interesses e objetivos.

                Só para exemplificar, conheço por alto um casal hetero casado que há mais de uns 5 anos viviam a sua relação maioritariamente à distância. Viviam em países diferentes, tinham carreiras bastante preenchidas e sucedidas e marcavam as suas férias em conjunto. A questão é  que chegou um ponto em que ela queria assentar e ele queria continuar a viajar por razões profissionais, para não perder certas oportunidades de carreira. E é claro que este tipo de situações não é necessariamente fraturante se, através de um diálogo, se chegar a um consenso. Mas acredito que neste caso, ela se tenha fartado de esperar ou andar atrás dele e por isso tenham decidido que a melhor solução era o divórcio. Talvez tenha sido o relógio biológico: como se planeia gerar ou adotar um filho numa relação à distância?

                Enfim, como em todos os problemas relacionais é necessário um diálogo aberto entre as pessoas. Mas consideraria muito bem uma situação de distanciamento que superasse os 2 anos. Seria necessário avaliar as razões para esse período, os objetivos e as condições (se era possível os parceiros encontrarem-se durante o período, por exemplo, e com que frequência).

                E se amares alguém mas nunca mais puderes estar fisicamente com essa pessoa? Eu acho que este assunto das relações à distância nos remete para a questão de que não basta um amor forte para sustentar uma relação. São necessários objetivos comuns e, grande parte deles, passa por estar presente fisicamente na vida um do outro e passar pelos momentos juntos.

                Amor à distância / Imagem que passamos
                #288

                Marij

                • Visitante
                Foi algo que sempre pensei não conseguir fazer.. A verdade é que acabei numa relação assim  ::) fantástico
                Se resulta? Depende de muitos factores. Como em todas as relações tem que haver empenho de ambas as partes, nestas situações um empenho acrescido.. O facto de não se estar sempre que se quer com a outra pessoa é complicado, mas há sempre formas de atenuar as saudades.. Chamadas intermináveis, muito skype, e afins  lol
                Na minha situação estava quase todos os fins de semana com a pessoa, e mesmo assim havia semanas que pareciam não passar.. Não me imagino a estar meses ou anos longe de alguém e conseguir manter uma relação assim.
                Spoiler (clica para mostrar/esconder)

                   

                  Tópicos relacionados

                    Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                  Relações Online, distância!

                  Iniciado por adrian628 Apoio

                  15 Respostas
                  4477 Visualizações
                  Última mensagem 27 de Janeiro de 2015
                  por searching_the_love
                  5 Respostas
                  2049 Visualizações
                  Última mensagem 3 de Agosto de 2013
                  por Spektrum
                  1 Respostas
                  2160 Visualizações
                  Última mensagem 12 de Janeiro de 2012
                  por temporary_user
                  11 Respostas
                  1355 Visualizações
                  Última mensagem 30 de Novembro de 2015
                  por Bc
                  4 Respostas
                  1068 Visualizações
                  Última mensagem 1 de Novembro de 2016
                  por Odra