rede ex aequo

Olá Visitante26.nov.2020, 06:59:36

Sondagem

Existe uma cultura gay?

nunca pensei nisso
14 (14.4%)
acho que não
30 (30.9%)
não sei
16 (16.5%)
sim existe
37 (38.1%)

Votos totais: 66

Autor Tópico: Cultura gay  (Lida 10885 vezes)

 
Cultura gay
#40

Offline HLuso

  • *****
  • Membro Elite
  • Género: Masculino
  • Nós somos as palavras que escrevemos....
Não ponho minimamente em causa a veracidade dessas reflexões, e muito menos a sua legitimidade enquanto instrumentos de caracterização e diagnostico de analises sociologicas, seria ridiculo da mnha parte Apenas acredito que a sua validade temporal, a desse tipo de reflexões, é efemera, isto segundo aquilo que defendo e entendo como cultura gay: do passado, presente e futuro...

Ao que me parece e segundo o que entendi, acerca dos argumentos de alguns opositores à designação de cultura gay, parece que a definição da mesma, é usar algum tipo de "uniforme"???!!!Acho isto absurdo, pois só se sente perturbado com isso, quem na realidade deve andar tentado...

Cultura gay não tem nada a ver com isso...cultura gay tem a ver com todas as criações, cuja a alma, cuja  sensiblidade, cuja faisca de inspiração, pertenceu a um gay...mesmo que essa criação seja para publico não-gays...esse são os testemunhos que ficam para o futuro, a tal obra feita...

Eu gosto de saber quando os arquitectos são gays, os escritores, os musicos, os criadores etc...são todos produtores de cultura, cultura feita por gente gay...para mim tambem cultura gay!Gosto de lhes desvendar a alma, sentir-lhes o pulso,se dizem que ha um gaydar entre pessoas, porque não algo do genero para a observação de objectos culturais...

Talvez seja faccioso e esteja assim a torcer por tudo o que é feito por gays, seja de boa ou má qualidade, mas é esta a minha maneira de pensar, os nossos são os melhores e são os que estão mais à frente...

 ;) ;) ;)

« Última modificação: 5 de Abril de 2006 por HLuso »
    Nascer HOMOSSEXUAL num Pais tão homofobico, foi destino!!!....Alguem ainda ha-de cantar este fado...!!!;)

    Cultura gay
    #41

    Offline bluejazz

    • *****
    • Associad@ Honorári@
    • Membro Vintage
    • Género: Feminino
      • Homofobia
    Eu gosto de saber quando os arquitectos são gays, os escritores, os musicos, os criadores etc...são todos produtores de cultura, cultura feita por gente gay...para mim tambem cultura gay!Gosto de lhes desvendar a alma, sentir-lhes o pulso,se dizem que ha um gaydar entre pessoas, porque não algo do genero para a observação de objectos culturais...


    Mas penso que ninguém disse que é mau querer saber quem é gay (nomeadamente quando isso é um factor positivo para si mesmo)... mas o facto de ser gay não tem de definir a produção da pessoa como gay. Até é um pouco estranho, para além de redutor... a minha identidade homossexual não tem de definir tudo o que eu faço (para não mencionar que somos muito mais do que a nossa orientação sexual). :)

    Se escrever um livro de ficção sobre vampiros em que não haja texto, nem sub-texto homossexual, o livro nada tem de homossexual, mesmo sendo eu lésbica. Isso para mim não é arte/cultura homossexual. É arte/cultura feita por um homossexual.

    Acho que temos é outra questão no nosso debate em específico: abordagens diferentes na definição de "cultura" e consequentemente no que valorizamos ou vemos. Só isso. :)

    cultura    | s. f.

    cultura

        do Lat. cultura

        s. f.,
            acto, efeito de cultivar.

        do Al. kultur

        s. f.,
            desenvolvimento intelectual, saber;
            utilização industrial de certos produtos naturais;
            estudo, elegância;
            esmero;
            conjunto dos padrões de comportamento, das crenças, das instituições e de outros valores morais e materiais, característicos de uma sociedade;
            civilização.

    http://www.priberam.pt/
      "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

      Cultura gay
      #42

      Offline HLuso

      • *****
      • Membro Elite
      • Género: Masculino
      • Nós somos as palavras que escrevemos....
      Eu gosto de saber quando os arquitectos são gays, os escritores, os musicos, os criadores etc...são todos produtores de cultura, cultura feita por gente gay...para mim tambem cultura gay!Gosto de lhes desvendar a alma, sentir-lhes o pulso,se dizem que ha um gaydar entre pessoas, porque não algo do genero para a observação de objectos culturais...

      Mas penso que ninguém disse que é mau querer saber quem é gay (nomeadamente quando isso é um factor positivo para si mesmo)... mas o facto de ser gay não tem de definir a produção da pessoa como gay. Até é um pouco estranho, para além de redutor... a minha identidade homossexual não tem de definir tudo o que eu faço (para não mencionar que somos muito mais do que a nossa orientação sexual). :)

      Se escrever um livro de ficção sobre vampiros em que não haja texto, nem sub-texto homossexual, o livro nada tem de homossexual, mesmo sendo eu lésbica. Isso para mim não é arte/cultura homossexual. É arte/cultura feita por um homossexual.


      Mas é precisamente aí que discordo, para mim arte /cultura feita por um homossexual,  é cultura gay, independetemente se essa obra tem ou não conteudos gays...para mim cultura gay não é só quando o tema da homossexualidade é abordado, para mim a cultura gay está tambem no artista e não apenas no tema...porque é no artista que reside a alma gay, a sensiblidade gay, e é com isso que me identifico...

      Por exemplo Bluejazz, eu adoro a forma como escreves, mas a tua eloquencia na escrita, o tempero que dás às palavras, atrai-me por seres uma escritora homossexual...Podia uma hetero escrever precisamente as mesmas coisas que tu dizes, e secalhar não desperava o mesmo interesse, o paladar era diferente...existe um tempero diferente, um condimento especial, nas  criaçoes feitas por gays, e que nada tem a ver se o tema da criação contem homossexualidade ou não, é independente..
        Nascer HOMOSSEXUAL num Pais tão homofobico, foi destino!!!....Alguem ainda ha-de cantar este fado...!!!;)

        Cultura gay
        #43

        Offline cacao

        • *****
        • Associad@ Honorári@
        • Membro Vintage
        • Género: Feminino
        • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
          • Mais sobre mim...
        Antes de mais gostaria de dizer que deviam emendar o erro na votação de "não se", para "não sei".
        A meu ver existe uma cultura gay que têm várias subculturas. Quando falo em sub culturas falo em hábitos que os homossexuais têm. Por exemplo eu acho que os homossexuais~são mais compreensivos e ais amigos que os heterossexuais, e eu entendo isso como uma pequena herança cultural.

        Concordo totalmente com a referência às sub-culturas. Porém, não creio de todo que homossexuais sejam mais bons amigos que heterossexuais até porque se fores ler u pouco dos imensos estudos ciêntificos que já se realizaram não encontrarás diferenças significativas em nenhum aspecto entre o grupo de control e o outro experimental. :)
          Another one will bite the dust...

          "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

          "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

          Cultura gay
          #44

          Offline bluejazz

          • *****
          • Associad@ Honorári@
          • Membro Vintage
          • Género: Feminino
            • Homofobia
          Por exemplo Bluejazz, eu adoro a forma como escreves, mas a tua eloquencia na escrita, o tempero que dás às palavras, atrai-me por seres uma escritora homossexual...Podia uma hetero escrever precisamente as mesmas coisas que tu dizes, e secalhar não desperava o mesmo interesse, o paladar era diferente...existe um tempero diferente, um condimento especial, nas  criaçoes feitas por gays, e que nada tem a ver se o tema da criação contem homossexualidade ou não, é independente..

          És muito simpático comigo. ::) Não vejo as coisas dessa maneira, de facto, mas a tua visão também é válida claro. :)
            "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

            Cultura gay
            #45

            Offline Hain

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Masculino
            • God help the outcasts
            Mas a tez da pele é assim tão diferente no quê? Uma coisa são os teus grupos e sub-grupos culturais, sociais, etc, elementos complexos da tua identidade. A cor da pele não é diferença (tal como ter cabelo loiro, moreno ou ruivo não consideramos verdadeiramente diferença, nem se cria identidade com a cor do cabelo), o preconceito é que vê e constrói nela diferença. E acho que nesse sentido, tanto é válido ver a orientação sexual no mesmo enquadramento ou não, embora num grau menor (porque há de facto, parece-me, elementos de vivência diferentes inerentes a ser-se homossexual - mas diria que se conseguirmos fazer desaparecer o preconceito, elas irão resumir-se quase exclusivamente, naquilo que importa, ao elemento de diferença na "forma de procriação/construção de prole").

             Isto não está directamente relacionado com o tópico em si (e daí, talvez esteja), mas esta passagem despertou-me a curiosidade :P  Porque é que se considera que determinados aspectos (cor da pele, cor do cabelo, cor dos olhos, p.e.) não constituem uma "diferença"?

             Certo, não olhamos duas vezes para uma pessoa com cabelo de cor diferente da nossa... e daí, talvez olhemos, porque achamos bonito/feio, porque gostávamos de ter o cabelo daquela cor (e daí assume-se a diferença... não?).

             Tudo bem que a cor da pele e outras características são alvo de preconceito devido a determinarem uma certa "diferença", mas isso não tem mais a ver com a forma como abordamos diferentes diferenças?

             Espero não estar a confundir tudo  lol Basicamente: podemos considerar que são diferenças, sendo contudo o que varia o preconceito (ou a ausência do mesmo) face a essas diferenças?

            Citação de: Hluso
            Por exemplo Bluejazz, eu adoro a forma como escreves, mas a tua eloquencia na escrita, o tempero que dás às palavras, atrai-me por seres uma escritora homossexual...Podia uma hetero escrever precisamente as mesmas coisas que tu dizes, e secalhar não desperava o mesmo interesse, o paladar era diferente...existe um tempero diferente, um condimento especial, nas  criaçoes feitas por gays, e que nada tem a ver se o tema da criação contem homossexualidade ou não, é independente..

             Hum... ou seja, preferias um Allan Holinghurst a um Sebastian Faulks?

             Porque é que um Sebastian Faulks não pode ter um paladar mais rico que um Allan Holinghurst? Se não se soubesse que um deles era homossexual, qual seria o critério de qualidade? E se o Sebastian Faulks escrevesse sobre homossexuais e o Allan Holinghurst escrevesse livros de culinária?  lol
              A life without passion would be a life barely worth living.

              Cultura gay
              #46

              Offline oziris

              • *****
              • Membro Ultra
              • Género: Feminino
              • Os que vivem de amor, vivem de eternidade...


                No meu entender, não existe cultura nem sub culturas gay. Existem pessoas com gostos variados.
                " ... tive de a perder para entender que o sabor das coisas recuperadas é o mel mais doce que podemos experimentar. " Paulo Coelho

                Cultura gay
                #47

                Offline SafeLight

                • *****
                • Membro Vintage
                • Género: Masculino
                • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                  • SafeLight Vídeos
                Acredito numa História LGBT, e isso pode ser considerado como cultura..

                Contudo não acredito numa "cultura gay" do ponto de vista de termos determinadas caracteristicas..

                A "cultura gay" é amar alguém do mesmo sexo.. o resto é heterogénio.. n acredito nessa "cultura"

                O k existe são formas acossiações de apoio e marchas k ajudam os homossexuais a terem os mesmos direitos e a serem tratados como cidadãos iguais aos outros..

                Mas dizer k isso é "cultura gay" é dizer k a cultura femenina se resume aos movimentos feministas e de libertação e igualdade das mulheres..

                N sei, mas parece-me uma falsa kestão, contudo é sempre bom discuti-la para esclarecimento de todos.
                « Última modificação: 5 de Abril de 2006 por SafeLight »

                  Cultura gay
                  #48

                  Offline bluejazz

                  • *****
                  • Associad@ Honorári@
                  • Membro Vintage
                  • Género: Feminino
                    • Homofobia
                  Isto não está directamente relacionado com o tópico em si (e daí, talvez esteja), mas esta passagem despertou-me a curiosidade :P  Porque é que se considera que determinados aspectos (cor da pele, cor do cabelo, cor dos olhos, p.e.) não constituem uma "diferença"?

                  Claro que é uma diferença objectivamente, como tudo o que contrasta é diferente, mas não tem de ser construída como diferença, tal como é feita (e por isso dei o exemplo da cor do cabelo). As pessoas são todas iguais ou tão diferentes para lá da tez da sua pele, x e y. É uma característica simples, não complexa como por exemplo teres nascido com uma determinada nacionalidade e todo o comportamento e valores daí inerentes, por exemplo. Tudo o que será construído de comportamento, atitudes e valores a ver com diferenças biológicas como a cor da pele é construção de diferença a nível cultural. É totalmente ridículo tratar ou ver alguém de maneira diferente por ser branco, negro, homossexual ou heterossexual. É deste tipo de diferença que falo. Não da diferença do comparativo. Obviamente azul e vermelho são diferentes, mas não temos de tratar as duas cores de modo diferente (a não ser que as cores tenham necessidades diferentes derivadas, de modo directo, dessa característica), são cores. É disto que falo. E não há nada como dizer: a única raça que existe nas pessoas é a raça humana.

                  PS. Em termos da biologia e medicina poderá haverá interesse separar estas diferenças (estudo do cancro da pele ou estudo de aspectos de saúde particular aos homens e particulares às mulheres, por exemplo), mas daí a extrapolar essa diferença para o dia-a-dia, não vejo porquê. Mas é por serem extrapoladas é que existe a discriminação e depois uma série de comportamentos e consequências.
                  « Última modificação: 5 de Abril de 2006 por bluejazz »
                    "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

                    Cultura gay
                    #49

                    Offline HLuso

                    • *****
                    • Membro Elite
                    • Género: Masculino
                    • Nós somos as palavras que escrevemos....
                    Citação de: Hluso
                    Hum... ou seja, preferias um Allan Holinghurst a um Sebastian Faulks?

                     Porque é que um Sebastian Faulks não pode ter um paladar mais rico que um Allan Holinghurst? Se não se soubesse que um deles era homossexual, qual seria o critério de qualidade? E se o Sebastian Faulks escrevesse sobre homossexuais e o Allan Holinghurst escrevesse livros de culinária?  lol

                    Óh Meu Deus, ainda não me consegui explicar, o tal condimento de que falava, não torna obrigatoriamente o paladar mais rico...porquê que as pessoas poem tudo logo na forma extremada da coisa, melhor/pior, rico/pobre, diferente/igual....

                    Esse condimento apenas dá um paladar  diferente, com um sabor que gosto mais...Com isso não estou a dizer que seja um paladar mas rico!!!!...ou seja, e ainda bem que falas-te em culinária, porque o facto de se adicionar ou experimentar especiarias ou temperos diferentes, isto para o mesmo prato, não significa maior ou menor riqueza do mesmo, apenas sabores diferentes...a riqueza do paladar está na viagem das sensações, e por isso fico sempre mais atento,com maior predisposição, às sensações produzidas por criadores gay..

                    Fiz-me entender desta vez, ou baralhei ainda mais????

                     ;)
                    Responder
                    « Última modificação: 5 de Abril de 2006 por HLuso »
                      Nascer HOMOSSEXUAL num Pais tão homofobico, foi destino!!!....Alguem ainda ha-de cantar este fado...!!!;)

                      Cultura gay
                      #50

                      Offline Valmont

                      • *****
                      • Membro Elite
                      • Género: Masculino
                      • Dur d'être une poufiasse snob sans pognon.


                        No meu entender, não existe cultura nem sub culturas gay. Existem pessoas com gostos variados.

                      Hum...sim.... Madonna, inclusivé, pegou nesse conceito e explorou-o e deu-o a conhecer ao mundo com a canção e o vídeo Vogue.

                      Cultura gay
                      #51

                      Offline Zão

                      • *****
                      • Membro Ultra
                      • Género: Feminino
                      Arrisco-me a comentar este tópico, mas faço o mais com o intuito de problematizar, porque não me sinto totalmente competente para opinar sobre algo tão polémico.

                      Acho que há uma sub-cultura gay, sim. Mas será essa uma sub-cutura do tipo melting-pot, isto é, como uma panela (representadora da cultura) onde se coze um guisado composto pelos mais diversos ingredientes (representadores das várias sub-culturas), ou do tipo subculturas coexistentes, em que vive junta com outras sub-culturas, mas que não se mistura? 

                      Porque se reparamos actualmente, em algumas partes do globo já existem lojas de roupa gay, agência de viagens gay, jogos desportivos gay, revistas gay, bairros gay. rádios gay, canais televisão gay, programas televisivos gay, serviços domésticos gay, entre outros tantos serviços gay, como impressa, médicos, advogados, canalizadores, bares, livrarias, hotéis, lares, etc. Será que se uma pessoa quiser, pode viver num mundo exclusivamente homossexual e não se relacionar, de modo algum, com a cultura heterossexual? Acho pois, que a tendência têm sido cada vez mais essa, especialmente nesses países/locais que falo. Como o exemplo que nos chega já aqui do lado, em Espanha, do bairro de Chueca, ou como o Cannal Street, ou como em Los Angeles (falo daquilo que vejo na série L Word). Mas e até que ponto isto é saudável? Não será que um tipo de vida exclusivamente gay é algo tão intolerante como a sociedade livre de preconceitos e “bem-pensante” que se pretende defender? É certo que todo esse ambiente gay faculta a sensação de protecção, reconhecimento e solidariedade, mas penso que também a auto marginalização e a imitação de condutas intolerantes mais próprias dos sistemas “mal-pensante” do que um colectivo que se pressupõe tolerante por definição. Por vezes, critica-se o diferente, do mesmo modo que o homossexual sempre foi marginalizado, atacado, insultado ou temido por ser diferente. E é o que a exacerbado exclusivismo homossexual na vida das pessoas, neste caso das homossexuais, irá trazer. Uma sub-cultura a não conviver com ou as outras, ou inevitavelmente a formação de uma cultura per si. Ninguém nasce com preconceitos demarcados no código genético, eles simplesmente vão-nos sendo incutidos pela cultura que nos rodeia. E que cultura será essa? Ou irá ser?

                      Zão.
                      « Última modificação: 19 de Março de 2008 por Zão »
                        Amo, logo existo.

                        Cultura gay
                        #52

                        Offline SuedeGirl

                        • *****
                        • Membro Ultra
                        • Género: Feminino
                        • "Everything will flow..."
                        Se existe uma cultura gay?

                        Gostaria de pensar que não. Pelo menos para mim, e ressalvo o respeito por cada um e pelo seu estilo de vida.
                        Mas para mim não. Não tenho uma "cultura gay" e não pretendo ter (se é que isso existe totalmente).
                        Esta ideia de "estilo de vida gay", "cultura gay", "círculos gay" remete-me novamente para um sectarismo que me parece tribal.

                        A sociedade é feita de pessoas, e a sua riqueza está na descoberta que dela fazemos nas suas múltiplas vertentes.

                        Ao cingir-me a essa tal cultura... deixo de conhecer o Mundo e todos aqueles que prezo (gays ou não gays).



                        Concordo completamente. :up
                          "E esta chatice absurda de só se gostar a valer do que nunca pode existir."
                          Vergílio Ferreira, Até ao Fim.

                           

                          Tópicos relacionados

                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                          Cultura Gay em Coimbra

                          Iniciado por danyel « 1 2  Todas » Coimbra

                          33 Respostas
                          11966 Visualizações
                          Última mensagem 21 de Abril de 2009
                          por Livre-Mente
                          6 Respostas
                          1672 Visualizações
                          Última mensagem 1 de Março de 2011
                          por Back Room
                          5 Respostas
                          2588 Visualizações
                          Última mensagem 16 de Abril de 2014
                          por Spektrum
                          8 Respostas
                          1840 Visualizações
                          Última mensagem 2 de Abril de 2018
                          por origo
                          1 Respostas
                          1283 Visualizações
                          Última mensagem 22 de Junho de 2016
                          por caires