rede ex aequo

Olá Visitante01.mar.2021, 05:04:44

Sondagem

Eras capaz de manter fachada e "andar" com o sexo oposto?

Não
129 (41.7%)
Hmm...Já fiz isso pelo menos uma vez!
33 (10.7%)
Nunca namorei com o sexo oposto.
37 (12%)
Já namorei mas porque fui levad@ pela Sociedade mas não gostava.
26 (8.4%)
Já namorei com o sexo oposto e gostei del@
37 (12%)
Namoro actualmente com uma pessoa do sexo oposto.
11 (3.6%)
Sim, e voltarei a repetir
9 (2.9%)
Não Sei.
27 (8.7%)

Votos totais: 225

Autor Tópico: Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...  (Lida 64983 vezes)

 
Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
#260

Offline daemon

  • *****
  • Membro Ultra
  • Género: Feminino
Eu refiro-me ao caso em k @ gay engana @ parceir@. Isso é baixo e nojento...
    कर्म Toda a acção provoca uma reacção equivalente no sentido inverso

    Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
    #261

    Offline ♙Angelita/Devilita♟

    • *****
    • Membro Ultra
    • Banido
    • Género: Feminino
      • Anti-Homophobia
    Eu refiro-me ao caso em k @ gay engana @ parceir@. Isso é baixo e nojento...

    Fizeram que eu colocasse o pincel de lado, vamos lá a isto...

    Sabem que por vezes a pessoa não descobriu ainda qual é a sua própria orientação sexual?
    Pode estar num casamento quando tal acontece, nesse caso antes de contar ao seu/sua marido/esposa, está a enganar durante um período de tempo e nessa situação vive um casamento de fachada, que pode terminar rapidamente ou não, depende dos casos.

    É nojento?
    « Última modificação: 29 de Março de 2010 por ♙Angelita/Devilita♟ »

      Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
      #262

      Offline kat

      • *****
      • Membro Vintage
      • Género: Feminino
      • Ignorance is bliss
      Mas há lá coisa mais nojenta que namorar/casar com um hetero exclusivamente para manter as aparencias?


      Quem somos nós para condenar algo?
      Quem somos nós?
      Cada um sabe de si...
      Não são ninguém para julgar terceir@s.
      Sabem o que dizem alguns preconceituos@s em relação aos LGBT's?
      Que somos "nojent@s".

      mas ser lgbt não é a mesma coisa que casar com alguém que pensa que somos hetero e que amamos essa pessoa quando na realidades estamos apenas a usá-la para manter as aparências para que ninguém saiba que somos homossexuais, isso é enganar alguém que nos ama, é iludir e é uma falta de respeito e de honestidade imensa para com essa pessoa

      Há muitos casamentos por fachada onde o casal sabe perfeitamente que é disso que se trata e eles sabem porque motivo o fazem e não nos cabe a nós julgar as suas atitudes ou porque motivo o fazem, porque nós não somos perfeitos, não queiram passar essa imagem de nós para o exterior, pois é treta.
      Preconceito entre próprios LGBT's é das coisas mais tristes que pode haver.
      Isso sim é uma enorme falta de respeito.
      Continuo a dizer quem somos nós para julgar?

      Nesse caso que falas, se a pessoa descobrir durante o casamento deve pensar bem e ser honesto com a pessoa com quem está casada, por respeito a essa pessoa. Eu estava a falar dos casos em que os homossexuais sabem a sua orientação sexual antes de casarem e como não querem que as pessoas o saibam vivem casamentos de fachada, enganando a pessoa que está com elas e muitas vezes traindo-a. Isso para mim não é correcto, não se trata de preconceito, apenas se trata do facto de eu achar que as pessoas não merecem amar uma pessoa e serem enganadas por ela achando que o sentimento é mutuo e quem têm um casamento fantástico quando na realidade, mais cedo ou mais tarde, descobrem a verdade, que foram enganadas durantes anos e deve ser uma dor e um desgosto horrivel e acho que ninguém merece passar por isso. Eu não sou perfeita nem pretendo sê-lo mas se tu achas correcto enganar uma pessoa dessa maneira eu respeito a tua opinião simplesmente não consigo de todo partilhar da mesma  :)
        We're all wounded. We carry our wounds around with us throughout life and eventually they kill us. Things happen that leave a mark in space, in time... in us.

        Why do you let me stay here?

        Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
        #263

        Offline ♙Angelita/Devilita♟

        • *****
        • Membro Ultra
        • Banido
        • Género: Feminino
          • Anti-Homophobia
        Mas há lá coisa mais nojenta que namorar/casar com um hetero exclusivamente para manter as aparencias?


        Quem somos nós para condenar algo?
        Quem somos nós?
        Cada um sabe de si...
        Não são ninguém para julgar terceir@s.
        Sabem o que dizem alguns preconceituos@s em relação aos LGBT's?
        Que somos "nojent@s".

        mas ser lgbt não é a mesma coisa que casar com alguém que pensa que somos hetero e que amamos essa pessoa quando na realidades estamos apenas a usá-la para manter as aparências para que ninguém saiba que somos homossexuais, isso é enganar alguém que nos ama, é iludir e é uma falta de respeito e de honestidade imensa para com essa pessoa

        Há muitos casamentos por fachada onde o casal sabe perfeitamente que é disso que se trata e eles sabem porque motivo o fazem e não nos cabe a nós julgar as suas atitudes ou porque motivo o fazem, porque nós não somos perfeitos, não queiram passar essa imagem de nós para o exterior, pois é treta.
        Preconceito entre próprios LGBT's é das coisas mais tristes que pode haver.
        Isso sim é uma enorme falta de respeito.
        Continuo a dizer quem somos nós para julgar?

        Nesse caso que falas, se a pessoa descobrir durante o casamento deve pensar bem e ser honesto com a pessoa com quem está casada, por respeito a essa pessoa. Eu estava a falar dos casos em que os homossexuais sabem a sua orientação sexual antes de casarem e como não querem que as pessoas o saibam vivem casamentos de fachada, enganando a pessoa que está com elas e muitas vezes traindo-a. Isso para mim não é correcto, não se trata de preconceito, apenas se trata do facto de eu achar que as pessoas não merecem amar uma pessoa e serem enganadas por ela achando que o sentimento é mutuo e quem têm um casamento fantástico quando na realidade, mais cedo ou mais tarde, descobrem a verdade, que foram enganadas durantes anos e deve ser uma dor e um desgosto horrivel e acho que ninguém merece passar por isso. Eu não sou perfeita nem pretendo sê-lo mas se tu achas correcto enganar uma pessoa dessa maneira eu respeito a tua opinião simplesmente não consigo de todo partilhar da mesma  :)

        O que eu não acho correcto é que entrem em generalizações. CADA CASO É UM CASO!

        Acho absurdo que cheguem aqui e sem grandes agurmentações digam que é nojento.

        Ah outra coisa, nessa situação que referes eles é que sabem e não vou julgar por esse motivo, quem está no barco é que sabe o que vai lá dentro. "Entre marido e mulher ninguém mete a colher", só em caso de violência entre ambos, aí a coisa pode mudar de figura...

        O tópico da traição não é este, mas claro que também podemos conversar sobre esse assunto pois pode acontecer num casamento de fachada, mas também pode não acontecer.

          Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
          #264

          Offline kat

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Feminino
          • Ignorance is bliss
          Mas há lá coisa mais nojenta que namorar/casar com um hetero exclusivamente para manter as aparencias?


          Quem somos nós para condenar algo?
          Quem somos nós?
          Cada um sabe de si...
          Não são ninguém para julgar terceir@s.
          Sabem o que dizem alguns preconceituos@s em relação aos LGBT's?
          Que somos "nojent@s".

          mas ser lgbt não é a mesma coisa que casar com alguém que pensa que somos hetero e que amamos essa pessoa quando na realidades estamos apenas a usá-la para manter as aparências para que ninguém saiba que somos homossexuais, isso é enganar alguém que nos ama, é iludir e é uma falta de respeito e de honestidade imensa para com essa pessoa

          Há muitos casamentos por fachada onde o casal sabe perfeitamente que é disso que se trata e eles sabem porque motivo o fazem e não nos cabe a nós julgar as suas atitudes ou porque motivo o fazem, porque nós não somos perfeitos, não queiram passar essa imagem de nós para o exterior, pois é treta.
          Preconceito entre próprios LGBT's é das coisas mais tristes que pode haver.
          Isso sim é uma enorme falta de respeito.
          Continuo a dizer quem somos nós para julgar?

          Nesse caso que falas, se a pessoa descobrir durante o casamento deve pensar bem e ser honesto com a pessoa com quem está casada, por respeito a essa pessoa. Eu estava a falar dos casos em que os homossexuais sabem a sua orientação sexual antes de casarem e como não querem que as pessoas o saibam vivem casamentos de fachada, enganando a pessoa que está com elas e muitas vezes traindo-a. Isso para mim não é correcto, não se trata de preconceito, apenas se trata do facto de eu achar que as pessoas não merecem amar uma pessoa e serem enganadas por ela achando que o sentimento é mutuo e quem têm um casamento fantástico quando na realidade, mais cedo ou mais tarde, descobrem a verdade, que foram enganadas durantes anos e deve ser uma dor e um desgosto horrivel e acho que ninguém merece passar por isso. Eu não sou perfeita nem pretendo sê-lo mas se tu achas correcto enganar uma pessoa dessa maneira eu respeito a tua opinião simplesmente não consigo de todo partilhar da mesma  :)

          O que eu não acho correcto é que entrem em generalizações. CADA CASO É UM CASO!

          Acho absurdo que cheguem aqui e sem grandes agurmentações digam que é nojento.

          Ah outra coisa, nessa situação que referes eles é que sabem e não vou julgar por esse motivo, quem está no barco é que sabe o que vai lá dentro. "Entre marido e mulher ninguém mete a colher", só em caso de violência entre ambos, aí a coisa pode mudar de figura...

          O tópico da traição não é este, mas claro que também podemos conversar sobre esse assunto pois pode acontecer num casamento de fachada, mas também pode não acontecer.

          Vou comentar pela última vez pois penso que isto já esteja a perder o sentido. Eu não generalizei, se leres bem o meu post reparas que eu falo de um tipo especifico de casamentos de fachadas, que são aqueles em que um membro do casal não faz ideia que a orientação sexual da pessoa com quem não é aquela que ela pensa, isso para mim é enganar e é uma falta de respeito, é a minha opinião e manter-se-á igual. Também não concordo com essa frase feita de que entre marido e mulher não se mete a colher mas isso não é conversa para aqui.
          Eu não falei de traição à toa, falei de traição em casamentos de fachadas por isso aplica-se ao tópico. E, volto a repetir, se leres bem o meu post eu não digo que nos casamentos de fachada as pessoas são sempre traidas, apenas digo que isso é algo que acontece muitas vezes, com certeza que não acontece com toda a gente.
          Para concluir, não fui eu que disse que era "nojento", isso são palavras de outra utilizadora portanto esse comentário não seria para mim e agradecia que não chamasses de absurda a minha opinião e que não dissesses que tenho falta de argumentações pois não é o caso, expliquei claramente a minha opinião e visão sobre o assunto, respeitei a tua opinão e gostaria que respeitasses a minha.
          « Última modificação: 29 de Março de 2010 por kat »
            We're all wounded. We carry our wounds around with us throughout life and eventually they kill us. Things happen that leave a mark in space, in time... in us.

            Why do you let me stay here?

            Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
            #265

            mike J

            • Visitante
            Infelizmente é a unica saida que encontram certas pessoas LGBTs para terem algum sossego na sua vida. Essas pessoas não devem ser criticadas se tiverem optado por essa situação como uma solução dos seus problemas.

              Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
              #266

              Offline BabyT

              • *****
              • Membro Vintage
              • Género: Masculino
                • Life By Pieces
              Já recorri a um namoro deste género. Estava numa fase da vida em que ia conviver com novas pessoas e o facto de ter aquela imagem de 'lésbica' para elas ia-me tornar mais difícil o relacionamento, por isso optei por começar um namoro com um rapaz para mostrar o que não era. Não durou mais de 3 semanas, nenhum de nós saiu magoado tanto que hoje somos amigos, e enquanto precisei consegui me relacionar com todas as pessoas sem ser discriminada nem olhada de lado. Afinal, por agora não preciso de me assumir e não queria que os meus colegas me rejeitassem ou tratassem mal estava numa situação que precisava de amigos então escolhi o caminho mais fácil. Se me arrependi? Não me arrependi porque sei hoje que nenhum deles me julga pela minha orientação sexual (mesmo que não a saibam) na altura fez-me sentir melhor ser aceite pelas pessoas e criar mais intimidade com elas. Foi a primeira e a única vez que o fiz  ;)
                Life Motto: "Always help someone, you might be the only one that does...."
                         10/01/2011 - Amo-te _Sharika_

                Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                #267

                estrela_cadente

                • Visitante
                O que será pior?

                Uma pessoa LGBT namorar/casar com um heterossexual exclusivamente para manter as aparências e seguir as "normas" ditas da sociedade, ou uma pessoa LGBT namorar/casar com alguém também LGBT e ter amig@s colorid@s ?

                Sinceramente não sei, venha o diabo e escolha.  :-X

                Nunca estive envolvida em nenhuma dessas situações, nem tenho intenções de o fazer...

                Mas cada um sabe de si, e deus sabe de todos.

                  Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                  #268

                  Offline - Miguel -

                  • *****
                  • Membro Ultra
                  • Género: Masculino
                  O que será pior?

                  Uma pessoa LGBT namorar/casar com um heterossexual exclusivamente para manter as aparências e seguir as "normas" ditas da sociedade, ou uma pessoa LGBT namorar/casar com alguém também LGBT e ter amig@s colorid@s ?

                  Sinceramente não sei, venha o diabo e escolha.  :-X


                  Penso que não deveremos ser nós a fazer juízos de valor em qualquer um dos casos, contudo salvaguardo que em qualquer um dos casos caso impere a mentira e falsidade, na minha óptica, seria um acto censurável.

                  Enquanto ser humano, que acho que ainda sou, não sou capaz de viver num lar onde impera a tristeza de duas pessoas, isto é, a minha e a da pessoa com quem estou só para manter a aparência.

                  :-* e [[]] para todos.
                    "Um Amigo é alguém que sabe tudo a teu respeito e, mesmo assim, gosta de ti." - E. Hubbard
                    "Viver é a coisa mais rara do Mundo.A maioria das pessoas não faz mais do que existir!" - O. Wilde
                    Weit weg von den Augen, aus dem Sinn

                    Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                    #269

                    Offline _Margot_

                    • *****
                    • Membro Elite
                    • Género: Feminino
                    • The show must go on!
                    eu concordo com a angelita/devilita.
                    às vezes as pessoas entram numa relação de fachada e nem se apercebem, às vezes confundem uma enorme amizade com amor, etc. há "N" casos assim. quem somos nós, que estamos de fora, para opinar?
                      "Be anything but a coward, a pretender, an emotional crook, a whore: I'd rather have cancer than a dishonest heart." Truman Capote - Breakfast at Tiffany's

                      Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                      #270

                      Offline João22

                      • **
                      • Membro Júnior
                      Bem relativamente a este assunto tenho uma história que acho interessante ou então louca.. :devil
                      Tenho 22 anos e estudo enfermagem, relativamente a este tema acho o seguinte: A minha postura é muito discreta e acho k não levanta suspeitas! e de facto, não sei se partilham da mesma opinião mas eu sempre quis ser pai e não iria ser a homo a impedir-me. Nnc tive relacionamentos com homens e há cerca de 2 anos, estava com amigos à noite e bebida e mais bebida..enfim, uma rapariga beijou-me inesperadamente! :-* foi estranho mas gostei..a partir daí acho que tomei a decisão de esconder para sempre a homo..podem achar uma farsa, que de facto é, mas sinpo-me bem assim, vivo uma fachada para consumo social!! a relação com a rapariga foi evoluindo e...aconteceu algo fantástico..a Joana engravidou..sou a pessoa mais feliz do mundo. lol  vocês devem estar que sou louco..pois, sou um bocado.. :devil no entanto, não sinto que a esteja a usar porque eu gosto mt dela, talvez não goste na plenitude, mas gosto e penso: nenhum casal (hetero ou homo) gosta de tudo no prceiro, certo? eu tento desvalorizar a parte sexual, no sentido que, uma relação sexual heterossexual existe mta coisa para além da penetração, por vezes tenho que suportar mais penosamente outras nem tanto, acho que sacrifico parte da minha vida, para não abdicar de outras, é um bocado retorcido este ponto de vista, mas é assim que me sinto confortável.. podem estar a perguntar-se se tenho prazer numa relação hetero.. e a resposta é sim, talvez não tão explosivo como talvez tivesse num acto homo, mas sim... prefiro viver camuflado a viver humilhado e perdoem-me a covardia, mas acho que vou viver uma fachada para sempre..Abraços

                        Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                        #271

                        Offline Oscillococcinum

                        • **
                        • Membro Júnior
                        • Género: Masculino
                        • Prevenção, Tratamento e Cura
                        Disfarçar o que somos é morrer todos os dias um pouco mais!

                          Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                          #272

                          Offline MuscleCub

                          • *****
                          • Membro Ultra
                          Hoje em dia vejo esta situação de uma forma um pouco diferente. A verdade é que muitos homossexuais casam (com uma mulher) não necessariamente para manter fachada, mas porque querem ter filhos biológicos e proporcionar-lhes um ambiente de «família tradiocional». E a verdade é que com frequências as mulheres têm conhecimento do outro lado, e ou fingem que ignoram, ou então sabem e autorizam as escapadinhas: sim, acontece. Julgar? As relações humanas são tão complexas que estar a ditar o que é certo ou errado é cair no erro dos moralões que vociferam contra a relativização da «moral, dos valores e dos costumes».
                            Monárquico, conservador-liberal, capitalista, sem seita, loja ou templo.

                            Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                            #273

                            Offline Back Room

                            • *****
                            • Membro Elite
                            • Género: Masculino
                            Bem relativamente a este assunto tenho uma história que acho interessante ou então louca.. :devil
                            Tenho 22 anos e estudo enfermagem, relativamente a este tema acho o seguinte: A minha postura é muito discreta e acho k não levanta suspeitas! e de facto, não sei se partilham da mesma opinião mas eu sempre quis ser pai e não iria ser a homo a impedir-me. Nnc tive relacionamentos com homens e há cerca de 2 anos, estava com amigos à noite e bebida e mais bebida..enfim, uma rapariga beijou-me inesperadamente! :-* foi estranho mas gostei..a partir daí acho que tomei a decisão de esconder para sempre a homo..podem achar uma farsa, que de facto é, mas sinpo-me bem assim, vivo uma fachada para consumo social!! a relação com a rapariga foi evoluindo e...aconteceu algo fantástico..a Joana engravidou..sou a pessoa mais feliz do mundo. lol  vocês devem estar que sou louco..pois, sou um bocado.. :devil no entanto, não sinto que a esteja a usar porque eu gosto mt dela, talvez não goste na plenitude, mas gosto e penso: nenhum casal (hetero ou homo) gosta de tudo no prceiro, certo? eu tento desvalorizar a parte sexual, no sentido que, uma relação sexual heterossexual existe mta coisa para além da penetração, por vezes tenho que suportar mais penosamente outras nem tanto, acho que sacrifico parte da minha vida, para não abdicar de outras, é um bocado retorcido este ponto de vista, mas é assim que me sinto confortável.. podem estar a perguntar-se se tenho prazer numa relação hetero.. e a resposta é sim, talvez não tão explosivo como talvez tivesse num acto homo, mas sim... prefiro viver camuflado a viver humilhado e perdoem-me a covardia, mas acho que vou viver uma fachada para sempre..Abraços

                            Se é assim que te sentes feliz, força.

                            Só não posso é deixar de fazer dois reparos muito importantes:

                            a) Podes ser pai estando numa relação homossexual.

                            b) Não há nada de humilhante em ser homossexual.
                              "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                              "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                              "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                              Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                              #274

                              Offline João22

                              • **
                              • Membro Júnior
                              Bem relativamente a este assunto tenho uma história que acho interessante ou então louca.. :devil
                              Tenho 22 anos e estudo enfermagem, relativamente a este tema acho o seguinte: A minha postura é muito discreta e acho k não levanta suspeitas! e de facto, não sei se partilham da mesma opinião mas eu sempre quis ser pai e não iria ser a homo a impedir-me. Nnc tive relacionamentos com homens e há cerca de 2 anos, estava com amigos à noite e bebida e mais bebida..enfim, uma rapariga beijou-me inesperadamente! :-* foi estranho mas gostei..a partir daí acho que tomei a decisão de esconder para sempre a homo..podem achar uma farsa, que de facto é, mas sinpo-me bem assim, vivo uma fachada para consumo social!! a relação com a rapariga foi evoluindo e...aconteceu algo fantástico..a Joana engravidou..sou a pessoa mais feliz do mundo. lol  vocês devem estar que sou louco..pois, sou um bocado.. :devil no entanto, não sinto que a esteja a usar porque eu gosto mt dela, talvez não goste na plenitude, mas gosto e penso: nenhum casal (hetero ou homo) gosta de tudo no prceiro, certo? eu tento desvalorizar a parte sexual, no sentido que, uma relação sexual heterossexual existe mta coisa para além da penetração, por vezes tenho que suportar mais penosamente outras nem tanto, acho que sacrifico parte da minha vida, para não abdicar de outras, é um bocado retorcido este ponto de vista, mas é assim que me sinto confortável.. podem estar a perguntar-se se tenho prazer numa relação hetero.. e a resposta é sim, talvez não tão explosivo como talvez tivesse num acto homo, mas sim... prefiro viver camuflado a viver humilhado e perdoem-me a covardia, mas acho que vou viver uma fachada para sempre..Abraços

                              Se é assim que te sentes feliz, força.

                              Só não posso é deixar de fazer dois reparos muito importantes:

                              a) Podes ser pai estando numa relação homossexual.

                              b) Não há nada de humilhante em ser homossexual.

                              Claro que sim, é tudo verdade o que disseste, mas, sabes tão bem quanto eu que na prática as coisas não são assim tão perfeitas..as pessoas falam, criticam, condenam, reprovam…e sinceramente não consigo suportar essas situações!.. para além disso pensa: querias criar um filho que sabias estar condenado à nascença? Pois, se calhar não. A assumir-me daqui a 1 mês e pouco iria nascer o “filho do gay, ou do pa****, entendes??” mt sinceramente não é vida para mim. Quero criar o meu filho em paz, não quero estar a lutar uma vida inteira por uma causa perdida, já para não falar na instabilidade psicológica que ia ser criada na criança. Não obrigado. 

                                Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                                #275

                                Offline Back Room

                                • *****
                                • Membro Elite
                                • Género: Masculino
                                Bem relativamente a este assunto tenho uma história que acho interessante ou então louca.. :devil
                                Tenho 22 anos e estudo enfermagem, relativamente a este tema acho o seguinte: A minha postura é muito discreta e acho k não levanta suspeitas! e de facto, não sei se partilham da mesma opinião mas eu sempre quis ser pai e não iria ser a homo a impedir-me. Nnc tive relacionamentos com homens e há cerca de 2 anos, estava com amigos à noite e bebida e mais bebida..enfim, uma rapariga beijou-me inesperadamente! :-* foi estranho mas gostei..a partir daí acho que tomei a decisão de esconder para sempre a homo..podem achar uma farsa, que de facto é, mas sinpo-me bem assim, vivo uma fachada para consumo social!! a relação com a rapariga foi evoluindo e...aconteceu algo fantástico..a Joana engravidou..sou a pessoa mais feliz do mundo. lol  vocês devem estar que sou louco..pois, sou um bocado.. :devil no entanto, não sinto que a esteja a usar porque eu gosto mt dela, talvez não goste na plenitude, mas gosto e penso: nenhum casal (hetero ou homo) gosta de tudo no prceiro, certo? eu tento desvalorizar a parte sexual, no sentido que, uma relação sexual heterossexual existe mta coisa para além da penetração, por vezes tenho que suportar mais penosamente outras nem tanto, acho que sacrifico parte da minha vida, para não abdicar de outras, é um bocado retorcido este ponto de vista, mas é assim que me sinto confortável.. podem estar a perguntar-se se tenho prazer numa relação hetero.. e a resposta é sim, talvez não tão explosivo como talvez tivesse num acto homo, mas sim... prefiro viver camuflado a viver humilhado e perdoem-me a covardia, mas acho que vou viver uma fachada para sempre..Abraços

                                Se é assim que te sentes feliz, força.

                                Só não posso é deixar de fazer dois reparos muito importantes:

                                a) Podes ser pai estando numa relação homossexual.

                                b) Não há nada de humilhante em ser homossexual.

                                Claro que sim, é tudo verdade o que disseste, mas, sabes tão bem quanto eu que na prática as coisas não são assim tão perfeitas..as pessoas falam, criticam, condenam, reprovam…e sinceramente não consigo suportar essas situações!.. para além disso pensa: querias criar um filho que sabias estar condenado à nascença? Pois, se calhar não. A assumir-me daqui a 1 mês e pouco iria nascer o “filho do gay, ou do pa****, entendes??” mt sinceramente não é vida para mim. Quero criar o meu filho em paz, não quero estar a lutar uma vida inteira por uma causa perdida, já para não falar na instabilidade psicológica que ia ser criada na criança. Não obrigado.  

                                Depende muito do meio onde vives.
                                Não acho que tenha de ser assim.

                                E isso da criança é uma questão sensível, mas se encontrares as pessoas certas (na primária uma professora que tenha atenção a isso, por exemplo) e se o educares, não vejo problema algum. E isso depende muito da personalidade da própria criança na relação com os colegas.
                                E mesmo que algum miúdo fizesse troça disso, é como um amigo meu diz, as crianças são gozadas na escola porque são gordas, porque usam óculos, etc etc etc. Não é justificação.

                                Mas o que importa é que estejas feliz. Se estás feliz assim, estás no caminho certo. Provavelmente até podes nem ser homossexual, mas bissexual. Mesmo esquecendo a parte sexual, eu pelo menos sei que nunca na vida conseguiria namorar com uma mulher, nem ter por ela o tipo de afecto suficiente para manter uma relação, quanto mais um filho. Por isso força!  ;)
                                  "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                                  "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                                  "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                                  Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                                  #276

                                  Alpha

                                  • Visitante
                                  Bem relativamente a este assunto tenho uma história que acho interessante ou então louca.. :devil
                                  Tenho 22 anos e estudo enfermagem, relativamente a este tema acho o seguinte: A minha postura é muito discreta e acho k não levanta suspeitas! e de facto, não sei se partilham da mesma opinião mas eu sempre quis ser pai e não iria ser a homo a impedir-me. Nnc tive relacionamentos com homens e há cerca de 2 anos, estava com amigos à noite e bebida e mais bebida..enfim, uma rapariga beijou-me inesperadamente! :-* foi estranho mas gostei..a partir daí acho que tomei a decisão de esconder para sempre a homo..podem achar uma farsa, que de facto é, mas sinpo-me bem assim, vivo uma fachada para consumo social!! a relação com a rapariga foi evoluindo e...aconteceu algo fantástico..a Joana engravidou..sou a pessoa mais feliz do mundo. lol  vocês devem estar que sou louco..pois, sou um bocado.. :devil no entanto, não sinto que a esteja a usar porque eu gosto mt dela, talvez não goste na plenitude, mas gosto e penso: nenhum casal (hetero ou homo) gosta de tudo no prceiro, certo? eu tento desvalorizar a parte sexual, no sentido que, uma relação sexual heterossexual existe mta coisa para além da penetração, por vezes tenho que suportar mais penosamente outras nem tanto, acho que sacrifico parte da minha vida, para não abdicar de outras, é um bocado retorcido este ponto de vista, mas é assim que me sinto confortável.. podem estar a perguntar-se se tenho prazer numa relação hetero.. e a resposta é sim, talvez não tão explosivo como talvez tivesse num acto homo, mas sim... prefiro viver camuflado a viver humilhado e perdoem-me a covardia, mas acho que vou viver uma fachada para sempre..Abraços

                                  Se é assim que te sentes feliz, força.

                                  Só não posso é deixar de fazer dois reparos muito importantes:

                                  a) Podes ser pai estando numa relação homossexual.

                                  b) Não há nada de humilhante em ser homossexual.

                                  Claro que sim, é tudo verdade o que disseste, mas, sabes tão bem quanto eu que na prática as coisas não são assim tão perfeitas..as pessoas falam, criticam, condenam, reprovam…e sinceramente não consigo suportar essas situações!.. para além disso pensa: querias criar um filho que sabias estar condenado à nascença? Pois, se calhar não. A assumir-me daqui a 1 mês e pouco iria nascer o “filho do gay, ou do pa****, entendes??” mt sinceramente não é vida para mim. Quero criar o meu filho em paz, não quero estar a lutar uma vida inteira por uma causa perdida, já para não falar na instabilidade psicológica que ia ser criada na criança. Não obrigado. 

                                  Depende muito do meio onde vives.
                                  Não acho que tenha de ser assim.

                                  E isso da criança é uma questão sensível, mas se encontrares as pessoas certas (na primária uma professora que tenha atenção a isso, por exemplo) e se o educares, não vejo problema algum. E isso depende muito da personalidade da própria criança na relação com os colegas.
                                  E mesmo que algum miúdo fizesse troça disso, é como um amigo meu diz, as crianças são gozadas na escola porque são gordas, porque usam óculos, etc etc etc. Não é justificação.

                                  Mas o que importa é que estejas feliz. Se estás feliz assim, estás no caminho certo. Provavelmente até podes nem ser homossexual, mas bissexual. Mesmo esquecendo a parte sexual, eu pelo menos sei que nunca na vida conseguiria namorar com uma mulher, nem ter por ela o tipo de afecto suficiente para manter uma relação, quanto mais um filho. Por isso força!  ;)


                                  Concordo com o BackRoom e acrescento:

                                  João22, não é por seres homo, ou bi que deixas de ser menos homem. Mostra ao teu filho que não tem que ter medo, que o pai o ama e é feliz e sente-se feliz e quer vê-lo feliz. Um Homem faz-se pela sua essência, os seus valores, as suas lutas e aquilo em que acredita, não pelo que os outros fazem dele. Mostra ao teu filho que o pai não tem medo de ser feliz e lutar por ele.

                                  Absolutamente de acordo. Mas isso são ideias para quem quer lutar por ser feliz, e também por uma causa (a que o João22 chama "perdida". demonstrando assim nulo interesse para que algo mude)

                                  A assumir-me daqui a 1 mês e pouco iria nascer o “filho do gay, ou do pa****, entendes??” mt sinceramente não é vida para mim. Quero criar o meu filho em paz, não quero estar a lutar uma vida inteira por uma causa perdida, já para não falar na instabilidade psicológica que ia ser criada na criança. Não obrigado. 

                                    Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                                    #277

                                    Offline João22

                                    • **
                                    • Membro Júnior
                                    Quando optei por expor a minha história, não quis de forma alguma ir contra as convicções e pontos de vista de ninguém, não quero alimentar polémicas(aliás, disse desde logo que via este assunto sob outro ponto de vista), no entanto, asseguro-vos de que se estivessem na minha situação talvez vissem este tema numa outra óptica. Contudo respeito e agradeço as vossas opiniões, mas, como devem supor a minha maior preocupação é proteger o meu filho e neste momento estar a assumir seja o que for vai provocar-me ainda mais instabilidade do que aquela que já tenho, porque como devem calcular eu não planeei nada disto, por isso julgo que esta será a via que me oferece mais segurança e estabilidade. Talvez daqui a algum tempo me venha a arrepender mas agora, no meio do desconforto que esta situação me provoca acho que é a melhor maneira de lidar com a situação (ou a mais fácil)! Acreditem que compreendo as vossas opiniões mas não consigo lidar de outra forma com o assunto  ???

                                    Relativamente à citação:
                                    Responder
                                    Absolutamente de acordo. Mas isso são ideias para quem quer lutar por ser feliz, e também por uma causa (a que o João22 chama "perdida". demonstrando assim nulo interesse para que algo mude)

                                    Estas são exactamente as minhas ideias para lutar pela felicidade do meu filho e para protegê-lo.
                                    Não me censurem por querer proteger aquilo de que mais precioso vou ter porque acreditem que esta é sem dúvida a fase mais difícil da minha vida, nem sei que vos diga mais, epah sinto-me…detonado! É um assunto muito delicado..


                                     

                                      Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                                      #278

                                      Offline Back Room

                                      • *****
                                      • Membro Elite
                                      • Género: Masculino
                                      Da minha parte nunca houve nenhum tipo de agressividade em relação a essa escolha que fizeste.
                                      Eu só digo que discordo da tua opinião sobre o estado das coisas, quanto ao resto e ao caminho que vais seguir só tu podes decidir o que é melhor para ti. Nem tens que justificar nada, era só o que faltava.
                                        "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                                        "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                                        "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                                        Fachadas: casar/namorar o sexo oposto para disfarçar...
                                        #279

                                        Offline Boreas

                                        • *****
                                        • Moderação Sénior
                                        • Membro Vintage
                                        • Género: Masculino
                                        • "Tu és rato!"
                                        João22, apenas te posso dizer... Parabéns!!! :)

                                        Quanto ao resto, já pensei como tu há muitos anos atrás, com a clara diferença de não ter o peso da responsabilidade de uma criança e a mãe sobre os meus ombros. Entretanto descobri que eu quero fazer a minha vida sim, mas para mim faz mais sentido que seja com um rapaz e lutar para ser pai de igual forma.  :D
                                        Só te peço para não esqueceres que existe esse ponto de vista, apesar de não ter sido a tua escolha.  ;)

                                        Talvez um dia mudes de opinião e optes procurar um relacionamento com um rapaz, talvez o tempo dite que ela vai ser a mulher da tua vida, mas nunca te esqueças de salvaguardar os teus direitos de pai sob todas as circunstâncias.

                                        Um abraço ;)
                                          Just live!!! WILL POWER HOPE COMPASSION LOVE

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          292 Respostas
                                          63290 Visualizações
                                          Última mensagem 21 de Setembro de 2014
                                          por Thought
                                          7 Respostas
                                          5043 Visualizações
                                          Última mensagem 29 de Junho de 2009
                                          por snax93
                                          16 Respostas
                                          3877 Visualizações
                                          Última mensagem 11 de Dezembro de 2016
                                          por quiquo
                                          18 Respostas
                                          3861 Visualizações
                                          Última mensagem 21 de Novembro de 2012
                                          por BrunoMCP
                                          4 Respostas
                                          1870 Visualizações
                                          Última mensagem 9 de Fevereiro de 2016
                                          por carolinalg