rede ex aequo

Olá Visitante09.dez.2019, 04:26:54

Sondagem

Com qual destas hipóteses te identificas mais?

Homem machista
0 (0%)
Mulher machista
1 (1.4%)
Homem feminista
8 (10.8%)
Mulher feminista
27 (36.5%)
Nenhum dos dois
35 (47.3%)
Um pouco de todos
3 (4.1%)

Votos totais: 46

Autor Tópico: Igualdade de Género/Questões de Género  (Lida 12689 vezes)

 
Nova lei Britânica da igualdade dita o fim dos avisos nos ginásios
#40

Offline daemon

  • ****
  • Membro Sénior
  • Género: Feminino
Eu ca nunca vi nenhum aviso no ginasio relativamente aos pesos... Kt às ladies nights eu n kero k deixem de haver, deviam era fazer mais :p

Realmente a dos tres polacos e um ingles... enfim...
    कर्म Toda a acção provoca uma reacção equivalente no sentido inverso

    Igualdade de Género/Questões de Género
    #41

    Offline kangurita

    • *****
    • Orador(a)
    • Membro Sénior
    • Género: Feminino
    Índice de Igualdade de Género classifica Portugal
     
    No que diz respeito à igualdade de género, Portugal, apesar de estar acima da média europeia, está bem atrás dos países europeus com melhor desempenho. Está inclusivamente longe da sua vizinha Espanha. Portugal encontra-se ao nível de igualdade de género praticado em países como Estónia, Letónia, Lituânia, Moldávia, Namíbia, Ruanda e, surpreendentemente, de França.

    Tal classificação consta da publicação do Índice de Igualdade de Género (Gender Equity Index - GEI) de 2012, divulgado pelo movimento Social Watch que a Oikos – Cooperação e Desenvolvimento representa em Portugal, nas vésperas do Dia Internacional da Mulher, dia 8 de Março.
     
    O índice preparado anualmente pelo Social Watch mede o fosso existente entre mulheres e homens em três diferentes dimensões: (i) na educação, (ii) no empoderamento político e (iii) na participação económica. Este índice estabelece uma média das desigualdades nestas três dimensões entre mulheres e homens. Na educação, examina o fosso de género existente no número de matrículas no sistema de ensino em todos os níveis. Na dimensão da participação económica estima a proporção do fosso entre homens e mulheres no que diz respeito ao nível salarial e emprego; Na dimensão do empoderamento é medido o tamanho do fosso entre mulheres e homens na detenção de cargos altamente qualificados, de assentos parlamentares e de posições executivas de topo.
     
    O Social Watch mede o fosso entre mulheres e homens, mas não mede o seu bem-estar. Assim, um país em que os jovens do sexo masculino e do sexo feminino têm acesso em termos de igualdade ao ensino superior, recebe um valor de 100 neste indicador em particular. Do mesmo modo, um país em que ambos rapazes e raparigas são, em termos de igualdade, impedidos de concluir a educação primária, também recebe a classificação de 100. Isto não significa que a qualidade da educação em ambos os casos é a mesma. Apenas estabelece que, em ambos os casos, as raparigas não têm menos acesso à educação que os rapazes.
     
    Portugal, com um total de 77 pontos (na média aferida das três dimensões) encontra-se entre os países com a classificação de “Baixo” (LOW GEI), apesar de se encontrar acima da média europeia que é de 73 pontos. Contudo, Portugal está bem longe do desempenho de países como a Noruega (com 89 pontos), a Finlândia (com 88) e a Islândia (com 87 pontos). Encontra-se também abaixo de países como a Suécia, a Dinamarca, a Nova Zelândia, a Espanha, a Mongólia, todos acima dos 80 pontos, o que os coloca no nível “Médio” (MEDIUM GEI).
     
    João José Fernandes, Director Executivo da Oikos – Cooperação e Desenvolvimento, afirmou que “este Índice (GEI), demonstra que a igualdade de género não está necessariamente dependente da riqueza do país. Portugal, é mais rico do que o Ruanda e mais pobre do que a França, mas tem o mesmo grau de igualdade de género. Nas últimas décadas, o nosso país fez um progresso assinalável na escolarização e educação das mulheres. O desafio é agora o de desenvolver esforços para que um progresso semelhante seja alcançado na dimensão política e económica. Uma sociedade em crise – social, política e económica – precisa do apoio de todas e todos os seus cidadãos.”
     
    Os cinco níveis de classificação do índice são: Critico (CRITICAL), Muito baixo (VERY LOW), Baixo (LOW), Médio (MEDIUM) e Aceitável (ACCEPTABLE). Note-se que nenhum país no mundo atingiu 90 pontos ou mais na média final, significando que nenhum país atingiu um nível aceitável.
     
    A única dimensão em que Portugal atinge um valor aceitável é a dimensão da educação (99 pontos). Na dimensão da participação económica e na do empoderamento, o desempenho do país é menos louvável: 78 e 55 pontos (Baixo e Muito baixo) respectivamente.
     
    Os três países europeus com maior fosso de género são Malta (63), Albânia (55) e Turquia (45).
     
    De 168 países avaliados pelo GEI de 2012, os cinco que se encontram na pior situação global são a República Democrática do Congo (29), Niger (26), Chade (25), Iémen (24) e o Afeganistão (15).
     
    Os membros da Social Watch estão espalhados por todas as regiões do mundo. A rede luta pela erradicação da pobreza e das suas causas, pela eliminação de todas as formas de discriminação e racismo, luta para assegurar a distribuição equitativa da riqueza e pela realização dos Direitos Humanos.
     
    Para uma visão mais gráfica do ranking mundial do GEI clique aqui
     
    Para mais informações sobre Social Watch visite www.socialwatch.org

    http://www.socialwatch.org/node/14372
      "si hay que luchar hasta ya no poder, yo lucharé" Mafalda Veiga

      Emma Watson discursa sobre igualdade de género
      #42

      Offline iamnotmadonna

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Masculino
      Emma Watson, atual Embaixadora da Boa Vontade para a ONU Women, em discurso na sede da Organização das Nações Unidas fala acerca do feminismo e lança a campanha HeForShe - apelando a intervenção masculina nas questões de igualdade de género.



      "If not me, who? If not now, when?"

      O que acharam do discurso?
      Quem aqui se considera feminista?

        Emma Watson discursa sobre igualdade de género
        #43

        Offline Forbidden

        • *****
        • Membro Ultra
        • Género: Masculino
        Esta mulher e mesmo um exemplo, um modelo a seguir sem duvida. Sim, sou feminista, na medida em que defendo a igualdade dos generos, infelizmente, muita gente interpreta mal o que a palavra quer dizer, mas enfim...

          Emma Watson discursa sobre igualdade de género
          #44

          Offline iamnotmadonna

          • *
          • Novo Membro
          • Género: Masculino
          Exatamente. A verdade é mesmo essa. E ela toca também nessa questão. A ideia do feminismo perdeu-se e passaram a associar à misandria quando a intenção é a de igualar os géneros.

            Emma Watson discursa sobre igualdade de género
            #45

            indecisiveness

            • Visitante
            I decided I was a feminist and this seemed uncomplicated to me. But my recent research has shown me that feminism has become an unpopular word. Women are choosing not to identify as feminist. Apparently I am among the ranks of women whose expressions are seen as too strong, too aggressive, isolating, anti-men and, unattractive. Why is the word become such an uncomfortable one?

            Muito verdade, enfiei a carapuça. Eu já gostava da Emma, vi a entrevista dela com a Ellen e fiquei a saber que ela frequentou a universidade por uma questão de princípio, queria especializar-se, ter um curso superior, aprender, mas agora que ela faz parte das NU e então com este discurso fiquei com uma ótima impressão.

            Se alguém quiser o link para fazer quotes: http://www.heforshe.org/EmmaWatsonSpeech.pdf .

              Emma Watson discursa sobre igualdade de género
              #46

              Offline bookerdewitt

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Feminino
              Nunca fui grande fã dela porque nunca me despertou um interesse particular, mas nos últimos tempos tenho ficado muito bem impressionada pela positiva com o que sai daquela cabeça e com este discurso e esta demonstração de clarividência social fiquei completamente rendida à moça! Venham daí mais "role models" como ela que a juventude está em crise deles


              Spoiler (clica para mostrar/esconder)
                "Don’t you want to be alive before you die?"

                Emma Watson discursa sobre igualdade de género
                #47

                Offline nevertoolatetobehappy

                • *****
                • Associad@ Honorári@
                • Membro Elite
                • Género: Masculino
                • Be yourself. Be happy. Be nice.
                  • Tiny Ripple Hope
                Eu gostei bastante do discurso. Demonstra não só uma boa capacidade redigir e declamar discursos como também inteligência na análise que faz das múltiplas consequência da desigualdade de género (incluindo para os homens) e da urgência de iniciar um longo e árduo trabalho colectivo para as mulheres terem os mesmos direitos que os homens. Se ser feminista é exigir direitos iguais, claro que sou um "HeForShe"! ;)

                Sent from my GT-I8150 using Tapatalk 2
                « Última modificação: 25 de Setembro de 2014 por nevertoolatetobehappy »
                  "Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light not our darkness that most frightens us."

                  Emma Watson discursa sobre igualdade de género
                  #48

                  Offline quiquo

                  • *****
                  • Associad@
                  • Membro Sénior
                  • Género: Masculino
                    Muito bom!
                    Gostei sobretudo da parte na qual ela teve a inteligência de inverter o discurso e afirmar que os homens também não têm igualdade de género, ou seja, que as atitudes e expetativas associadas a AMBOS os géneros são fatores de separação e desigualdade. Se pensarmos bem, a própria discriminação e preconceito contra os LGBT centra-se, no seu âmago, naquilo que percecionamos ser "homem" e ser "mulher" com todas as suas implicações (por exemplo, um homem homossexual é descriminado como "menos homem" por, supostamente, assumir um papel ou demonstrar atitudes consideradas femininas).

                    Sou feminista sim! E penso que os problemas/reticências que algumas pessoas manifestam em relação à palavra feminista podem ser comparados aos problemas/reticências que algumas pessoas têm com o orgulho LGBT. Ambos são movimentos de igualdade e não de backlash social e eu sou, independentemente da palavra*, a favor da igualdade.

                    * embora eu ache que, apesar de tudo, ser feminista ou em prol do orgulho LGBT são termos/papéis importantes porque nos remetem para o percurso do movimento da igualdade na história e nos permitem ter uma perspetiva mais alargada destes problemas. Nós estamos aqui hoje porque alguém "sujou" as mãos por nós e porque esta luta pela igualdade ganhou um crescendo por todo o mundo ao longo dos anos, graças aos esforços de muitos.
                  « Última modificação: 25 de Setembro de 2014 por quiquo »

                    Emma Watson discursa sobre igualdade de género
                    #49

                    Winterfell

                    • Visitante
                      Muito bom!
                      Gostei sobretudo da parte na qual ela teve a inteligência de inverter o discurso e afirmar que os homens também não têm igualdade de género, ou seja, que as atitudes e expetativas associadas a AMBOS os géneros são fatores de separação e desigualdade. Se pensarmos bem, a própria discriminação e preconceito contra os LGBT centra-se, no seu âmago, naquilo que percecionamos ser "homem" e ser "mulher" com todas as suas implicações (por exemplo, um homem homossexual é descriminado como "menos homem" por, supostamente, assumir um papel ou demonstrar atitudes consideradas femininas).

                      Sou feminista sim! E penso que os problemas/reticências que algumas pessoas manifestam em relação à palavra feminista podem ser comparados aos problemas/reticências que algumas pessoas têm com o orgulho LGBT. Ambos são movimentos de igualdade e não de backlash social e eu sou, independentemente da palavra*, a favor da igualdade.

                      * embora eu ache que, apesar de tudo, ser feminista ou em prol do orgulho LGBT são termos/papéis importantes porque nos remetem para o percurso do movimento da igualdade na história e nos permitem ter uma perspetiva mais alargada destes problemas. Nós estamos aqui hoje porque alguém "sujou" as mãos por nós e porque esta luta pela igualdade ganhou um crescendo por todo o mundo ao longo dos anos, graças aos esforços de muitos.

                    Sublinho tudo o que disseste ;) "nós estamos aqui hoje porque alguém sujou as mãos por nós..." Hoje há mais direitos para as pessoas lgbt no nosso país e noutros países tão ou mais desenvolvidos, mas esses direitos não caíram do céu...foi preciso as pessoas lutarem, até colocarem em causa a sua própria vida em detrimento dos seus direitos e dos outros. Eu orgulho me profundamente dessas pessoas e de todas as pessoas que fazem activismo. Poderão dizer que no nosso país as coisas já estão bem melhores e que se calhar não seria tão necessário o activismo; mas quando falamos de direitos lgbt não podemos pensar apenas na nossa realidade...continuam pessoas a serem presas e a serem mortas noutros países...daí a visibilidade ser tão importante para consciencialização das pessoas.
                    Não é preciso sermos voluntários de uma associação lgbt para sermos activistas, basta falarmos abertamente com as pessoas sobre a temática lgbt que estamos semore a tempo de mudar alguém.
                    Tal como a emma disse: if not me, who? If not now, when?  :)

                      Igualdade de Género/Questões de Género
                      #50

                      Offline TiagoJoao

                      • *
                      • Novo Membro
                      • Género: Masculino
                      Assunto interessante. Penso que a questão do machismo deve-se á educação e com o aumento das feministas o machismo tende a diminuir em gerações futuras, pelo menos acredito que irão passar isso aos seus filhos.
                      No meu caso considero que fui machista até perto dos 17anos, deixando depois de o ser. Até aos 17 anos vivi com a minha mãe e como filho único nunca fiz nada em casa, até ai definia as lides domésticas como "coisas de mulheres". Talvez tamanho facilitismo fez-me começar a ter um comportamento desviante com alguns casos de indisciplina que levaram a que reprovasse no 12º ano.
                      A minha mãe teve uma proposta de trabalho de estrangeiro mas para eu não prejudicar os estudos uma vez que me faltavam apenas 4 disciplinas fui viver para casa de uma tia minha, irmã da minha mãe que era divorciada, assim podia terminar o 12º ano na mesma escola.
                      Essa minha tia que trabalhava com jovens em risco não tolerava o meu comportamento desviante que tinha na altura. Lembro-me de logo no 1º dia, no fim do almoço ela me ter dito para arrumar a cozinha e eu respondi "arruma que isso é coisa de Mulher" mas desta vez nem me deu tempo para dizer mais nada levei um puxão de orelhas e quando dei por mim estava em frente á pia da louça de avental vestido. Antes de acabar mandou-me ir á rua levar o lixo com o avental vestido. Morri de vergonha em sair nesta figura, eu que tinha a mania que era "bad boy". Avisou-me depois que como tinha muito tempo livre porque só tinha 4 disciplinas, toda a lide doméstica seria minha uma vez que ela trabalhava. Para ela era perfeitamente normal eu receber vizinhos, ir á porta ou á rua de avental ou bata vestida. A mim fazia-me muita confusão e morria de vergonha de ser visto assim. Com o tempo tive de passar a aceitar, percebi que se o meu comportamento fosse bom só tinha a ganhar se fosse mau a carga de tarefas aumentava. Lá se foi o meu machismo.... :)

                         

                        Tópicos relacionados

                          Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                        Definições de Género

                        Iniciado por corema « 1 2  Todas » Geral

                        23 Respostas
                        7634 Visualizações
                        Última mensagem 13 de Outubro de 2016
                        por carolinalg
                        Identidade de Género Não-Binária

                        Iniciado por JoãoSalvado Trans

                        4 Respostas
                        1284 Visualizações
                        Última mensagem 9 de Setembro de 2016
                        por JoãoSalvado
                        0 Respostas
                        466 Visualizações
                        Última mensagem 4 de Maio de 2017
                        por SpaceDad
                        0 Respostas
                        557 Visualizações
                        Última mensagem 15 de Julho de 2017
                        por Dita J
                        7 Respostas
                        756 Visualizações
                        Última mensagem 13 de Maio de 2018
                        por Atomic