rede ex aequo

Olá Visitante17.out.2019, 11:42:24

Autor Tópico: Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora  (Lida 7513 vezes)

 
Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
#0

Offline paulosabino

  • *****
  • Associad@
  • Membro Vintage
  • Género: Masculino
Ola pessoal, criei este tópico para que o pessoal de évora possa  trocar ideias sobre o ambiente que vivemos na nossa escola/trabalho em évora. Como são os teus colegas? O que pensam sobre ti? Qual a posição que tomaram quando souberam da tua "diferença"? O que resultou ou poderá resultar do facto de na tua escola/trabalho se saber ou vir a saber que és um jovem LGBT? Vamos la a saber como são as nossas escolas/postos de trabalho aqui por Évora ;D...
    - Vai chover...   
     - Vai tu!!!!!!!!!!

    Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
    #1

    Offline biscaia

    • ***
    • Membro Total
    • Género: Feminino
    ola...pois..eu no meu caso..tive de contar...nao obrigatoriamente..mas sentia me melhor que as pesoas soubessem algo a meu respeito ja que eu me sentia na altura de assumir a certas pessoas...e as pessoas nao foram escolhidas ao acaso..mas sim..consideradas como grandes amigas..e de confiança...contei lhes de uma maneira calma..e expliquei algumas perguntas que me fizeram..s ja tinha estado com alguem do emsmo sexo..se estava neste momento com alguem...como é que eu comecei a reparar que era...quais eram as minhas certesas..mas so da minha turma que é composta por 24 alunos..desses...6 sabem.e sempre me apoiaram...perguntam sempre se esta tudo bem...e que se precisar de desabafar..que tou a vontade...epah..gands amigos mesmo..e eles agem como se nada fosse...ja sabem á 3 anos..e ate agr nunka me desapontaram..
    ate por mais...as vexes em certas conversas k tem em grupo...os k n sabem comentam coisas um kado porkas..e eles ou fikam calados..ou entao comentam de uma forma positiva...

    mas nota se bastante gozo..mais por parte dos rapazes..e principalmente dos que sao mais infantis...mas tudo isto eu ja vi k é devido á publicaçao de filmes...anuncios...imagens..de cenas porcas entre lesbicas..e gays,..e nunka um romance...em k demosntre mesmo a vida como ela é..o seu lado positivo..axo k as pesoas tao habituadas a olhar..e a percepcionar a imagem d LGBT..pa um lado mais negativo..
    é a minha opiniao..
      Pequenos promenores constroem uma pessoa...

      Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
      #2

      Offline Feel

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Feminino
      ....no meu caso,as pessoas k me rodeiam tanto na escola como no trabalho ñ sabem da minha orientação sexual. Évora é uma cidade mt pequena e fechada a nivel de mentalidades sendo dessa forma um pouco complicado abordar esse tema c as pessoas k lidamos no dia a dia.. acho k cabe a cada um decidir se se ker expor a esse nivel..

        Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
        #3

        Offline paulosabino

        • *****
        • Associad@
        • Membro Vintage
        • Género: Masculino
        Quantos de nós não pensamos.. "como reagiriam?" quantos de nós não tivemos/temos medo que os nossos colegas saibam da nossa caracteristica sexual e consequentemente nos discriminem? É complicado... no meu caso acho que me foi mais facil encarar os meus familiares do que alguns colegas de trabalho..  o que vale é que ha gente que nos respeita e nos apoia entre os demais ;)
          - Vai chover...   
           - Vai tu!!!!!!!!!!

          Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
          #4

          neutronium

          • Visitante
          Olá Feel,

          Sinto que tenho de estar em desacordo contigo no que respeita  a dizer que Évora é uma cidade pequena.

          Na escola, contei a quem tinha de contar para sentir que não estava a enganar quem me era querido. No trabalho, bom no trabalho, como não oculto nada é natural que depois de meia dúzia de dias a verem-me sair do carro com o mesmo homem e a telefonar para ele me vir buscar as coisas fiquem claras e não demora muito para pergunta surgir.

          Confesso que não ando por aí com cartazes a dizer que tenho atracção física e emocional por elementos do mesmo sexo bem como por elementos do sexo oposto, mas quando me questionam, tenho duas opções ou pergunto qual a razão da pergunta por desconhecer a pessoa em questão, ou respondo directamente que sim. Normalmente segue-se um silêncio e depois uma enxurrada de questões. Evito ao máximo responder a qualquer questão que tenha a ver com sexo.

          E sim já tive reacções mais adversas, mas ... lá está compete-me esclarecer da melhor forma possível que a vida é minha, o corpo é meu e a felicidade ou infelicidade que daí advier também é minha.

          Se bem que sei que prefiro a companhia masculina e digamos que estou junto com a mesma pessoa à 9 anos e a morar em Évora e já morei em locais distintos desta cidade e desde o campo até à cidade não noto essa pequenez de que falas.

          As pessoas sentem curiosidade pelo facto de vivermos juntos. Alguns até já comentam que a filha ou filho casaram depois de virmos para aqui e já se divorciaram e nós ainda estamos juntos (sim existe aqui uma duplicidade de emoções e sentimentos que não quero explorar nem me interessa explorar).

          Isto tudo para dizer que somos nós que fazemos com que o ambiente que nos rodeia seja pequeno ou grande.

          Oiço  e leio várias vezes dizerem que querem ir para Lisboa porque ali sim é que é, ali somos livres, ali ninguém nos conhece.

          Na realidade não consigo perceber este pensamento, se todos vão para Lisboa, é natural que se encontrem todos em Lisboa e depois!? Os comentários são normalmente: "Vim com uns amigos que insistiram em trazer-me aqui", "Tu? aqui, mas ... não tens namorada.", entre outros.

          Podes sempre dizer-me que o conjunto de regras e normas sociais que te foi incutido bem como o controlo social que pode ou não existir te deixam receoso para poderes exprimir os teus sentimentos livremente, mas isso não quer dizer que seja uma terra pequena.

          Experimenta a falar com alguém de outro qualquer local, mesmo de Lisboa e vais perceber que todos têm uma percepção idêntica do meio que os circunda.

          é verdade que estou a falar do meu caso e não quero de forma nenhuma dizer que vai ser igual com outra qualquer pessoa, porque cada um tem a sua forma de abordar os assuntos e ver o mundo que o rodeia e as pessoas que a rodeiam podem necessitar de ser educadas antes de poderem saber mais.

            Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
            #5

            Offline voodoo

            • *
            • Novo Membro
            Eu nunca tive problemas. Os meus pais aceitaram-me de volta depois de ter apanhado uma grande zanga por andar com pessoas do mesmo sexo. :-[ Mas está tudo bem, novamente. :P


            Quanto à escola, ninguém sabe k sou bissexual. Tenho medo k interpretem mal e co meçem a gozar :-[...

              Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
              #6

              Offline paulosabino

              • *****
              • Associad@
              • Membro Vintage
              • Género: Masculino


              Quanto à escola, ninguém sabe k sou bissexual. Tenho medo k interpretem mal e co meçem a gozar :-[...

              Ola voodoo, julgo que infelizmente muitas pessoas não compreendem que devem respeitar os outros mesmo que esses não partilhem dos mesmos sentimentos, e muitas vezes magoam-nos brutalmente com a sua insensibilidade. É perfeitamente aceitavel o nosso receio em relação aos nossos colegas, são em assuntos como este que as pessoas que nos rodeiam muitas vezes nos surpreendem, uns pela negativa, outros pela positiva. Cada caso é um caso, e não se pode generalizar, cada um conhece as pessoas que o envolvem melhor que ninguém , pelo que cada um tem os seus motivos para para manter ou não a sua identidade/orientação sexual mais reservada. ;)
              « Última modificação: 24 de Março de 2006 por paulosabino »
                - Vai chover...   
                 - Vai tu!!!!!!!!!!

                Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                #7

                Offline paulosabino

                • *****
                • Associad@
                • Membro Vintage
                • Género: Masculino
                Há uma questão que me suscita algum interesse.. alguem ja se sentiu prejudicado ou favorecido pela sua orientação sexual? :-\
                « Última modificação: 14 de Outubro de 2006 por paulosabino »
                  - Vai chover...   
                   - Vai tu!!!!!!!!!!

                  Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                  #8

                  Offline dreamsky

                  • *
                  • Novo Membro
                  • Género: Masculino
                  Bem olá a todos  ;)!
                  por vezes venho aqui ler uns tópicos, mas não tenho muito o costume de deixar os meus proprios comentários :'(. No entanto, dois comentários suscitaram-me curiosidade, o primeiro, esta ultima questão do PauloSabino "favorecido ou prejudicado ???" enfim, falando no meu caso, falo apenas em termos psicológicos ;D, houve alturas em que me senti mais frágil, desamparado, e todos os problemas que me aconteciam eu atribuia sempre as culpas ao facto de ter uma orientação sexual "diferente".... de muitos e igual a muitos outros :devil. Mas, também foi na altura mais dificl da minha vida, que recebi apoio da pessoa que por ventura menos esperaria, o Tio de um ex-namorado meu. Nesse caso posso dizer que senti-me favorecido.

                  O segundo comentário que me apraz dizer é em relação ao que o Neutronium disse/escreveu. Eu estou à um ano a viver/estudar em Évora, por simples acaso conheci alguns homosssexuais, não que eu tenha feito alguma coisa para isso, antes pelo contrário. Desde o principio tive sempre em mente uma ideia, não me apegar em demasia à terra para no final do ano pedir a tão desejada transferêcia para Lisboa.
                  Sei que por ventura fiz mal, aliás já me disseram isso, sei ainda que Lisboa não é o paraiso, longe disso, mas sinceramente, o que me mete mais medo é a sensação de que não vou conseguir entrar! :'(

                  Um ultimo comentário: Évora é uma cidade lindissima não é nada em particular contra Évora, é antes a favor de Lisboa!

                    Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                    #9

                    Painless

                    • Visitante
                    Bem depois de ler todas as respostas decidi escrever a minha situação. Não sou do tipo que dá muito nas vistas e normalmente isolo-me no meu canto. Mas existe uma rapariga que desde o início que simpatizou comigo e queria sempre estar onde eu estava. Nas aulas sentava-se sempre a meu lado e nos intervalos quando queria paz, ela simplesmente aparecia e queria conversar. Nunca fomos muito muito chegadas porque sou reservada e gosto de manter as distâncias. Até que um dia a encontro atrás do ginásio com a cara vermelhissima, perguntei-lhe o que lhe aconteceu e ela disse-me que um grupo de raparigas tinha vindo ter com ela e que lhe tinham dito para se afastar de mim porque era f*** e que lhe bateram por também pensarem que ela era. Mas continuou a andar sempre atras de mim. Começaram a surgir uns rumores muito feios a meu respeito e acabei por ser muito mal tratada por alguns grupos de alunos. E a única vez em que os confrontei acabei por levar um murro. Ela por outro lado, corriam rumores k gostava de mim, mas também nunca quis saber a verdade. Eu não tinha nada a mostrar e muito menos a assumir, sim gostava de raparigas mas ninguem tinha nada a ver com isso. Sem me aperceber ganhei a 'fama' e fiquei com o rótulo. A rapariga quando este ano lectivo acabou mudou-se de cidade porque os pais ficaram desempregados e desde então nao a vejo. Agora eu fiquei assim como o rotulo. Os meus amigos já me olham de lado e cá ando eu a tentar passar por tudo isto sem me magoar muito.

                      Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                      #10

                      Offline paulosabino

                      • *****
                      • Associad@
                      • Membro Vintage
                      • Género: Masculino
                      A rapariga quando este ano lectivo acabou mudou-se de cidade porque os pais ficaram desempregados e desde então nao a vejo. Agora eu fiquei assim como o rotulo. Os meus amigos já me olham de lado e cá ando eu a tentar passar por tudo isto sem me magoar muito.

                      Ola Painless :), muitos de nós ja passámos e/ou passamos por isso, quando os nossos "amigos" nos olham de uma forma diferente, acabamos muitas vezes por nos sentir á parte, isolados, e eu pessoalmente concordo contigo, é algo que em muito nos magoa.. o que me alivia é o facto de saber que nem todos são assim, e há quem goste de nós e o demonstre mesmo apesar de rumores e independentemente de sermos como somos. Nós estamos aqui e dentro do possivel, podes contar connosco para ultrapassar tudo isso :up

                      uM aBraÇo :-*
                        - Vai chover...   
                         - Vai tu!!!!!!!!!!

                        Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                        #11

                        Painless

                        • Visitante
                        Agradeço o teu apoio Paulo do fundo do coração  ;) é sempre bom ouvir que alguém nos compreende e que está desposto a ajudar-nos.

                        Um beijo :-*

                          Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                          #12

                          NecroRomancist

                          • Visitante
                          Todos nós aqui compreendemos o que sentes, e de uma maneira ou de outra todos nós passamos por isso.
                          Eu quando andava na escola, ainda nem tinha a certeza de mim mesmo, mas pelos vistos os outros ja tinham a certeza..Também ouvi algumas bocas e consigo compreender como isso se torna insuportável e nos deixa sos..
                          Força..Podes contar com o forum para desabafar :) Vais ver k não tas sozinha

                            Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                            #13

                            Painless

                            • Visitante
                            Os meus amigos, se é que lhes posso chamar mesmo de amigos...nunca foram daquelas pessoas que soubessem dar apoio ou preocuparem-se com o que se passava com os outros sem ser com eles próprios. Ainda hoje me pergunto como pude andar tanto tempo com eles sabendo o tipo de pessoas que eram (egocêntricos, egoistas, convencidos).

                            Hoje convidaram-me para ir ao cinema e eu como não tinha mais nada planeado aceitei. Assim que o filme acabou eu nem acreditava no que estava a ouvir. Passou por nós um rapazito que aos olhos deles era "maricas"; começaram a fazer comentários e a picar-me. Rebentou-me a tampa e tive uma conversa muito séria com eles. Eles pudiam ser as pessoas mais arrogantes que alguma vez conhecera, mas se não me aceitam como sou, então o melhor que fiz foi confrontá-los e depois dizer adeus. Pela primeira vez consegui deixá-los sem resposta e senti-me a pessoa mais feliz do mundo ao acabar com esta "amizade".

                            Sinto-me livre e feliz, como se me tivesse livrado de pecados que nunca cometera. E sinto-me feliz por poder contar com pessoas como vcs NecroRomancist e Paulosabino, sem deixar de parte os tantos outros.

                             :-* :-* :-*

                              Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                              #14

                              Offline paulosabino

                              • *****
                              • Associad@
                              • Membro Vintage
                              • Género: Masculino
                              Os meus amigos, se é que lhes posso chamar mesmo de amigos...nunca foram daquelas pessoas que soubessem dar apoio ou preocuparem-se com o que se passava com os outros sem ser com eles próprios. Ainda hoje me pergunto como pude andar tanto tempo com eles sabendo o tipo de pessoas que eram (egocêntricos, egoistas, convencidos).

                              Hoje convidaram-me para ir ao cinema e eu como não tinha mais nada planeado aceitei. Assim que o filme acabou eu nem acreditava no que estava a ouvir. Passou por nós um rapazito que aos olhos deles era "maricas"; começaram a fazer comentários e a picar-me. Rebentou-me a tampa e tive uma conversa muito séria com eles. Eles pudiam ser as pessoas mais arrogantes que alguma vez conhecera, mas se não me aceitam como sou, então o melhor que fiz foi confrontá-los e depois dizer adeus. Pela primeira vez consegui deixá-los sem resposta e senti-me a pessoa mais feliz do mundo ao acabar com esta "amizade".

                              Sinto-me livre e feliz, como se me tivesse livrado de pecados que nunca cometera. E sinto-me feliz por poder contar com pessoas como vcs NecroRomancist e Paulosabino, sem deixar de parte os tantos outros.

                               :-* :-* :-*

                              Pois, foi uma decisão que tomaste não sei se correcta ou não, nem tão pouco a tenciono julgar. Comigo por ex passou-se algo parecido, os meus antigos amigos afastaram-se quando souberam que eu era "diferente", foi dificil, mas hoje tenhos ainda mais amigos que tinha, e aceitam-me tal como eu sou :) podes contar connosco e com todos os membros deste forum, afinal é esse o objectivo, receber e dar apoio de quem e a quem passa pelo que todos nós passamos..   :-*
                                - Vai chover...   
                                 - Vai tu!!!!!!!!!!

                                Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                                #15

                                Offline withoutimagination

                                • ****
                                • Membro Sénior
                                • Género: Feminino
                                  • Até ao limite da honra...
                                24 de julho de 2006? Bem, já venho "um bocado" fora de tempo, mas ok..
                                Também tenho esse rótulo na minha escola. Mas tive mais sorte, apesar de la ir ouvindo umas bocas por outras os meus amigos reagiram TODOS bem (quando assimilaram, pois) ;D falam disso sem problemas e muitos até me defendem
                                Infelizmente sei que muitas vezes isso nao acontece [smiley=desconfortavel.gif] Espero que as coisas estejam melhores agora, Painless?!

                                  Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                                  #16

                                  Painless

                                  • Visitante
                                  neste momento não me posso queixar  :) desde que me deixei de dar com o meu antigo grupo que as coisas melhoraram muito. já se passaram uns aninhos e durante esse tempo cresci, em vários aspectos até. posso dizer que hoje lido muito melhor com imensos factores, desde comentários impróprios a rumores e afins.

                                  tenho um excelente relacionamento com um grupo de pessoas que me aceitam e que não lhes interessa a minha orientação, a minha auto-estima subiu com o tempo e de certa maneira sinto-me mais orgulhosa por quem sou e sempre fui. ganhei uma maior maturidade e deixo aqui a minha força a todos aqueles que possam passar/ter passado por situações menos felizes enquanto jovens estudantes e que nunca desistam ou deixem de acreditar no seu valor  ;)

                                    Ser um jovem LGBT na minha escola/trabalho em Évora
                                    #17

                                    Offline withoutimagination

                                    • ****
                                    • Membro Sénior
                                    • Género: Feminino
                                      • Até ao limite da honra...
                                    uns aninhos... realmente vim mesmo atrasada  :-[ :P
                                    Fico contente em saber que correu tudo bem  ;D

                                    nem tenho conhecimento de LGBT's na minha escola (o que não quer dizer que não existam).


                                    O mais provavel e que existam mesmo  e estejam numa situaçao parecida :P

                                       

                                      Tópicos relacionados

                                        Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                      1 Respostas
                                      5139 Visualizações
                                      Última mensagem 30 de Agosto de 2008
                                      por Clearest
                                      8 Respostas
                                      1716 Visualizações
                                      Última mensagem 25 de Maio de 2011
                                      por Sunscreen
                                      3 Respostas
                                      2249 Visualizações
                                      Última mensagem 30 de Dezembro de 2017
                                      por Boreas
                                      1 Respostas
                                      376 Visualizações
                                      Última mensagem 1 de Janeiro de 2018
                                      por Atomic
                                      1 Respostas
                                      535 Visualizações
                                      Última mensagem 26 de Fevereiro de 2018
                                      por Atomic