rede ex aequo

Olá Visitante27.out.2020, 12:16:51

Autor Tópico: Conhecer Bragança  (Lida 10840 vezes)

 
Conhecer Bragança
#0

donnay

  • Visitante
Para conhecer Bragança tens disponivel a seguinte pagina:

www.bragancanet.pt
« Última modificação: 2 de Abril de 2014 por T-Rex »

    Conhecer Bragança
    #1

    Offline fiodor

    • ***
    • Membro Total
    • Género: Masculino
    • hoje sou bonquíolos, coração e sangue...
     ;D
    Muito em breve teremos novidades acerca da possíveis roteiros em Bragança. Estejam atent@s.
    Abraços e beijos,
    fiodor
      La ignorancia de los demás vestida de puritana y de santa moral hablaba de divino castigo, y la vergüenza al que dirán te empujó hasta que colgabas al final tu cuerpo de una cuerda en el desván ahogando los sentimientos y muchos momentos más de amar.

      (Mecano, Fallo Positivo)

      Conhecer Bragança
      #2

      Offline Soul

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      Se me permitem, gostaria de deixar aqui algumas razões para uma visita a Bragança. E porquê? Porque nesta cidade passei os melhores momentos da minha vida infantil. Bragança tem história e estórias que merecem ser “olhadas”. Quando penso em Bragança, penso na Sé, nas ruas aconchegadas que dão até ao Castelo altaneiro, com a sua Domus e vista privilegiada sobre a cidade. Uma cidade que tem crescido a olhos vistos…e onde o rural e urbano estão à distância de um olhar. Onde o passado e o futuro se fundem, sem por isso ferir o intimo dos bragançanos…gente simples e humilde, com um sotaque que afaga a audição! Dos monumentos históricos e religiosos, passando pelos modernos Teatro, Mercado Municipal e Centro Comercial (com salas de cinema), acrescentado o vasto e riquíssimo património etnográfico da cidade e localidades próximas, muito se pode ver e absorver em Bragança. Já agora, vale a pena andar um quilómetros e visitar o magnífico Parque Natural de Montesinho, assim como algumas aldeias tradicionais, onde o destaque vai direitinho para Rio de Onor – um povoado transfronteiriço onde os aldeões vivem segundo a regra do comunitarismo.
      Não perder a gastronomia regional…vale a pena, acreditem  ;)

      Um abraço

      Soul
        Os ideais que iluminaram meu caminho e sempre me deram coragem para enfrentar a vida com alegria foram a Verdade, a Bondade e a Beleza. (Albert Einstein)

        Conhecer Bragança
        #3

        Offline blackangel

        • ***
        • Membro Total
        • Género: Feminino
        bm... dá gosto "ouvir" falar assim de bragança!!! lol mas axo k tens mt razao. bragança tem, acima de tudo, vistas lindas e um castelo fantastico! quanto ao parque natural de montesinho... é muito bonito, mas axo k esta a esmorecer. venho para esta zona desde pequenina (principalmente para a aldeia de montesino - o coração do parque, cm tao pomposamente lhe chamam) e confesso que ja teve melhores dias. qt ao momento presente, confesso q axo (mas sou suspeita :P) q a aldeia mais linda é de facto a aldeia de montesinho... temcasas reconstruidas lindas lindas lindas, ao contrario de outras aldeias q... valha-me o bom gosto!!! lol

        mas pronto.. isto é so a minha opiniao  :)

          Conhecer Bragança
          #4

          Offline fiodor

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          • hoje sou bonquíolos, coração e sangue...
          caríssim@s,
          é sempre agradável ler as mil maravilhas que falam de uma região que me viu crescer. Não menos verdade, também eu a vi crescer. Parece quase impossível, mas, na verdade, até aos meus 18 anos sempre quis limpar dos meus olhos a imagem que já me saturava da cidade de Bragança: um rio menos cuidado, um castelo lindíssimo, mas descuidado; um centro histórico riquíssimo, mas esquecido; um património culturalmente e linguisticamente delicioso, mas marginalizado. Abandonei por fim a cidade. Deambulei por outras pequenas, médias e grandes cidades do nosso país e vizinho; e, qual não é o meu espanto, quando, não muito tempo depois, senti aquele chamamento da terra. Torga chamava-lhe telurismo, esse apego quase doentio à nossa terra,m as sempre saudável. Hoje com mais dez anos amo Bragança e anseio poder assistir ao seu crescimento de mais perto. Porque há muito para ver: não há só montes, há gentes; não há só pedras, há castelos de pedra; não há só pobreza, mas riqueza de espírito.
          Podem ter a certeza que serão sempre bem recebidos. Eu serei, e esforçar-me-ei para estar sempre disponível, um dos anfitriões. Mas haverá muitos mais.
          Fica um abraço,
          fiodor

          Porque é sempre agradável regressar a casa, mais não seja ao abrirmos a caixa dos tesouros a que chamamos recordações.
            La ignorancia de los demás vestida de puritana y de santa moral hablaba de divino castigo, y la vergüenza al que dirán te empujó hasta que colgabas al final tu cuerpo de una cuerda en el desván ahogando los sentimientos y muchos momentos más de amar.

            (Mecano, Fallo Positivo)

            Conhecer Bragança
            #5

            Offline fiodor

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Masculino
            • hoje sou bonquíolos, coração e sangue...
            Agora que o bom tempo está quase para ficar - sim, porque ontem parece que houve alguns trovões e aguaceiros por essas bandas - julgo ter a oportunidade de dar alguns conselhos que podem ser seguidos à risca. O distrito de Bragança é enorme, por isso não podem esperar que vos aconselhe a visitar cada terrinha. No entanto, sem prejuízo, seleccionei algumas áreas que me parecem fundamentais para o visitante poder apreender um pouco que seja do espírito transmontano, esse povo que todo Portugal conhece e até faz eco no estrangeiro de ser um anfitrião exemplar.
            A primeira sugestão: Bragança, Gimonde, Babe, Palácios, Caravela, Deilão, Guadramil, Rio de Onor, Sacoias, Baçal, Montesinho e Cova de Lua. Nestas localidades podemos encontrar um ar campestre e uns pequenos reinos maravilhosos perdidos no coração do Parque Natural de Montesinho. A cidade de Bragança oferece uma cidadela e um castelo, não esquecendo a Sé, frente à qual podemos encontrar um cruzeiro de estilo barroco (XVII). Com especial destaque para o museu Abade de Baçal, na rua esquerda - se estivermos junto ao cruzeiro e virados para o castelo que vigia a cidade - podem perguntar pela Igreja _ Convento de S. Francisco, fundada no séc. XII, e com uma faixada maneirista que data de 1635. Às portas do castelo encontrarão D. Fernando, que lhes dará as boas-vindas. Ao subir a ruela que vos guiará até à torre de menagem, poderão apreciar as ruelas paralelas e até, se quiserem, tomar um bom café na esplanada do D. Dinis... E eis a visão, a torre de menagem, que serve de guarida a um museu militar, inspirada em Inglaterra (Tudor). Mas há mais surpresas! Domus Municipalis, uma construção românica civil rara. Está escondida atrás da Igreja com colunas salomónicas, a marginar o rio Fervença.
            Bom, a primeira parte do percurso está explicada... sigam atentos a saga: O auto da visitação  ;D  aproveitem para visitar a catedral, ainda que em construcção; e o jardim junto ao floresta (o café)... têm também a Biblioteca, o centro Cultural, o TEatro Municipal, com painéis de Graça Morais; e o Shopping Theatrum...
            Despeço-me com um abraço,
            fiodor
             ;)
              La ignorancia de los demás vestida de puritana y de santa moral hablaba de divino castigo, y la vergüenza al que dirán te empujó hasta que colgabas al final tu cuerpo de una cuerda en el desván ahogando los sentimientos y muchos momentos más de amar.

              (Mecano, Fallo Positivo)

              Conhecer Bragança
              #6

              Offline fiodor

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Masculino
              • hoje sou bonquíolos, coração e sangue...
              Ver o tópico de literatura... o livro «Parque Natural de Montesinho»
               ;D
                La ignorancia de los demás vestida de puritana y de santa moral hablaba de divino castigo, y la vergüenza al que dirán te empujó hasta que colgabas al final tu cuerpo de una cuerda en el desván ahogando los sentimientos y muchos momentos más de amar.

                (Mecano, Fallo Positivo)

                 

                Tópicos relacionados

                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                292 Respostas
                61567 Visualizações
                Última mensagem 21 de Setembro de 2014
                por Thought
                1 Respostas
                1844 Visualizações
                Última mensagem 14 de Abril de 2016
                por RúbenS.
                5 Respostas
                1493 Visualizações
                Última mensagem 3 de Fevereiro de 2015
                por searching_the_love
                5 Respostas
                5290 Visualizações
                Última mensagem 20 de Maio de 2018
                por Atomic
                3 Respostas
                548 Visualizações
                Última mensagem 21 de Agosto de 2019
                por naoquero