rede ex aequo

Olá Visitante29.jan.2020, 01:15:17

Autor Tópico: Rendimento Mínimo  (Lida 2400 vezes)

 
Rendimento Mínimo
#0

Offline White_house

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Masculino
 Numa destas noites chuvosas de Novembro dei por mim sentado na cama sem sono a pensar no miserável pais onde nasci e vivo.....
Acho simplesmente ridículo que seja atribuído o rendimento mínimo a 98 % das pessoas que o estão a usufruir ...... A muitos anos a trás não existia nada disso e as pessoas viviam a mesma..... A questão no meu entender é que em portugal ninguém quer pagar impostos e ninguém quer declarar os rendimentos reais..... e quem tem que os pagar porque não pode de forma alguma fugir ....fica frustrado por ver o dinheiro a ser gasto a parva.....dando a quem pode trabalhar.... e não quer..... No mínimo deviam obrigar essas pessoas a trabalhar nas juntas de Freguesia onde habitam....  Não é que não goste do país onde nasci mas acho que vivo num pais onde não existe justiça nem se pode viver em sociedade democrática......
« Última modificação: 26 de Dezembro de 2017 por Atomic »

    ........ Rendimento Mínimo........
    #1

    iNd

    • Visitante
    Obrigar as pessoas a trabalhar... Onde se não há trabalho? Obrigar as pessoas a trabalharem nas Juntas de Freguesia...  Sem direitos, sem nada? Assim, sem mais? E onde situavas essas pessoas em relação aos outros trabalhadores? Sabes, há pessoas que vivem tão mal, mas tão mal que talvez não consigas imaginar. Eu sei que há abusos, mas também há pessoas que precisam desesperadamente desse dinheiro para terem o que comer. E por que é que os teus lamentos não são dirigidos para os políticos ou para os gestores e banqueiros que têm muito mais poder que o pobre desgraçado que aufere o rendimento mínimo? Eu tenho vergonha é que o meu país pague pensões de 200 e tal euros, 300, 400 a quem trabalhou toda a vida. E essa é a realidade de muita gente. Eu conheço essa realidade. Fazes ideia de como viver com 300 euros? Também conheço pelo menos um caso de abuso do rendimento mínimo. Mas garanto-te uma coisa: o rendimento mínimo não tira da miséria mas há pessoas que podem ir para a cama à noite com o estômago um bocadinho mais aconchegado.
    « Última modificação: 11 de Novembro de 2014 por iNd »

      ........Rendimento Mínimo..........
      #2

      Offline White_house

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Masculino
      OBRIGAR????? Essa palavra e capaz de ser muito forte...... Apenas punha essa condição há atribuição do Rendimento Minimo.... Não sou contra a atribuição do rendimento minimo apenas não acho justo o estado estar a dar dinheiro em vão sem qualquer reaproveito desse  mesmo dinheiro...

      NÃO HÁ TRABALHO????????    GRANDE .....LOL......

      NÃO HÁ É EMPREGO..........

      Meu Amigo..

      A questão é que as pessoas não querem trabalhar..... porque o trabalho é duro..... eu  trabalho 10 horas por dia com uma motossera nas mãos de segunda a segunda..... Agora quantas pessoas é que tu achas que queriam vir trabalhar para ao pé de mim???   O trabalho morde..... Sou apologista de quem trabalha muito tem que ganhar muito...... o problema e que as pessoas preferem não ganhar dinheiro do que trabalhar muito para o ganhar....

      Peace and love.....

        ........ Rendimento Mínimo........
        #3

        iNd

        • Visitante
        A tua posição parece-me no mínimo ingenua. Mas isso sou eu a dizer. Há estudos que demonstram que a pobreza está a aumentar em Portugal.... Lê um pouco Bruto da Costa... Nos anos 90 havia muito trabalho. A tendência inverteu-se a partir de 2000 para cá. Eu comparei estatísticas, quantas pessoas estavam desempregadas em meados da década de 90 e quantas estão desempregadas actualmente. Agora já não me recordo de números mas as diferenças são enormes. Repara que nem o Passos Coelho, que tem um pensamento liberal, teve coragem de acabar com o rendimento mínimo , apesar de ter restringido em muito o acesso... De resto, peace and love sem dúvida, estamos só a debater ideias. :)

          ........Rendimento Mínimo..........
          #4

          Offline White_house

          • *
          • Novo Membro
          • Género: Masculino
          Na minha opinião.... a mentalidade do povo português tem de mudar..... e se realmente existe falta de trabalho... como dizes tem que se criar oportunidades para que isso se reverta.... As pessoas tem que ser mais compreensivas com os patrões... e tentar segurar ao máximo o seu lugar de trabalho, dando o maximo no dia a dia para que os patroes consigam assegurar os seus postos de trabalho e não é isso que eu vejo na realidade..... Não são capazes de dar uma hora a mais....

          Por exemplo.... a semana passada o meu patrão veio-me pedir para fazer um pressing para ver se terminava o trabalho no fim da semana e em contrapartida tive que trabalhar mais uma hora diariamente durante 4 dias..... achas que eu vou-lhe pedir o dinheiro dessas 4 horas...??? é óbvio que não lhe vou pedir.... é uma forma de nos completarmos.... cada um é como cada qual.....

          Em contrapartida tive um colega meu que iniciou o trabalho no mesmo local de trabalho que eu e no primeiro dia de trabalho o patrão pediu para ir descarregar umas carradas de lenha a uma quinta ..... sabes o que ele fez??? quando chegou a hora da solta dele abalou e não acabou de descarregar a lenha.... no outro dia ficou em casa.... Estas a ver a mentalidade???? eu sei que o meu esforço e reconhecido ao fim do mês....

          Agora....... Greves???? o que é essa m****????? na situação em que o pais se encontra não existe lugar para isso.....tem que se trabalhar para dar rendimento..... Se não existir rendimento não pode haver postos de trabalho..... Toda a gente que tem 2 dedos de testa sabe que portugal não pode praticar vencimentos muito elevados.... e essa é a nossa realidade mais pura..... Agora quem quer se as-sujeitar a isso fique por cá, quem não está para isso tem que procurar uma oportunidade no estrangeiro....... Exigir sem existir possibilidade de o dar não faz sentido algum....... Enfim......


          Há muita coisa com a qual discordo... na sociedade...
          Para se sobreviver hoje em dia é preciso saber agarrar as oportunidades que nos dão trabalhando arduamente no dia a dia........

          Mais uma vez digo PEACE AND LOVE

            ........Rendimento Mínimo..........
            #5

            Aries

            • Visitante
            Ao ler este post irritei me tanto mas tanto mas tanto que vou tentar acalmar me e ver se reuno calma e paciencia suficientes para um dia vir responder a esta bela porcaria que para aqui vai.

            não sei porque isto é uma grande porcaria. cada um tem direito a expressar a sua opinião se vai de encontro a tua ou não ... isso são outras questões. cada um sabe a situação em que vive e sabe os problemas que tem na sua casa. mas isso é a minha opinião. lá está. mas não acho correcto vir dizer que está aqui uma porcaria.

            Agora a minha opinião.
            há trabalho ?? até que há. condições justas de trabalho ?? não. eu sei que hoje em dia temos que esticar um pouco do horário normal de trabalho sem ser reconhecidos monetariamente por esse esforço. acho justo não. metade das oportunidades de trabalho que se encontra hoje em dia são ofertas de trabalho à base de comissões. acho justo ? não. receber dinheiro sobre a desgraça de outros praticamente pois são trabalhos que forçam a venda sobre os que talvez já pouco tenham. o meu caso?! estou desempregada. faz mais de um ano que estou em Portugal porque fui para o estrangeiro trabalhar e devo dizer ... a nível de trabalho e rendimentos ? fantástico. tive de regressar a este belo país por motivos de doença e afins ... quando cá cheguei toca a procurar trabalho ... currículo atrás de currículo atrás de currículo. NADA. até ue me surgiu uma oportunidade. passo a dizer qual ... tratar de uma senhora de idade que teve um acidente e partiu as pernas não se podia mexer. querem saber mais ... recebia 550euros ... trabalhava 15 horas por dia e por um mês inteiro nunca ninguém se ofereceu da sua família a ir tomar conta da mulher para eu ter uma folga . eu basicamente só ia dormir a casa como devem conseguir imaginar. para além que o trabalho era muito gratificante a ter que mudar fraldas dar injeçes à mulher dar-lhe banho alimentar ... mas não é tudo. Depois vem os abusos para além de ter que lá estar disponível aquelas 15 horas quantas e quantas vezes me ligava de noite eu em casa a dormir e lá ia eu porque ... caiu da cama isto ou aquilo. Ou então quando começou a julgar me para além disso empregada de limpeza. Eu precisava muito daqueles 550 euros .
            Vivia sozinha e tinha de pagar contas . Fiquei lá dois meses e meio até ela recuperar ... os últimos 15 dias . Não recebi o meu dinheiro simplesmente fui dispensada. Isto é muito mentalidade de português. Acham justo? Eu não. Contínuo a minha história desde que cheguei a portugal. Procura procura procura ... até que me sujeito a ir trabalhar para a NOS a vender porta a porta. Trabalhei dois meses novamente de manhã à noite saia de casa as 8.30h da manhã e estava na cama à 00.00h . Trabalho à comissão. Posso dizer que até hoje? Nem um centímo desse trabalho vi . Por isso vim embora. Entretanto a lista continua. Restaurante. A receber 500euros. Trabalhei 15 horas diárias lol sem folgas porque era uma época muito agitada. Durante essas 15horas a dar SEMPRE no duro era um restaurante na ribeira do Porto ... conseguem imaginar o movimento certo . Posso jurar que só parava no total dessas 15 horas durante 30 minutos. Dez aqui dez ali dez mais tarde. Para comer talvez um pão com um rissol lá dentro. Até hoje... nunca fui pedir um centímo ao estado e tinha direito. Tive que voltar a vir viver pra casa do meu pai tive. É humilhante para mim? É. Mas tenho teto e comida . Agora há uns tantos meses contínuo a luta atrás de emprego. E como vêm não sou pessoa de não me esforçar e até sujeitar. Mas também ninguém me chama. E isso não é admissível também. Porque não cometo o mesmo erro duas vezes e mais parece que tenho que voltar a ser explorada pra poder obter algum rendimento de forma justa e pelo meu trabalho.

              ........Rendimento Mínimo..........
              #6

              Offline White_house

              • *
              • Novo Membro
              • Género: Masculino
              Nem mais.......

              Os fóruns existem para se debater assuntos e cada um poder expressar a sua modesta e singela opinião....

              No que diz respeito ao teu post....

              Eu acho que todas as pessoas deveriam receber ordenado sobre o rendimento que dão.... pois se o ordenado for fixo não tens aquela pica de produzir  cada vez mais para cada vez mais ganhares mais dinheiro... É uma forma de manter as pessoas motivadas e focadas em cada vez mais atingir recordes de trabalho....

              No meu caso.... eu ando a abater eucaliptos para a celulose e o patrão para quem trabalho propôs-me vencimento fixo ao mês... e eu não aceitei.... Preferi ganhar há tonelada.... ou seja quantas mais toneladas de lenha tombar e cortar mais ganho....

              Não tenho horário de entrada nem de saída, nem ninguém a dizer agora faz isto depois vai fazer aquilo....


              Se queres um conselho de um ser humano realizado a nível profissional..... Deixa a bela cidade onde habitas e procura trabalho em empresas direccionadas para a agricultura.... nessa área há sempre trabalho num lado ou noutro sempre arranjas... qualquer coisa...

              Sem mais nada a dizer me despeço

              ...............................................................................PEACE AND LOVE........................................................................................

                ........Rendimento Mínimo..........
                #7

                iNd

                • Visitante
                Eu penso que ha muita injustica laboral. E se podemos ate compreender um pouco a situacao da PME's, que tambem estao em situacao dificil com o consumo privado a diminuir e os impostos a aumentar, ja nao podemos compreender situacoes como sao descritas na NOS que e uma grande empresa, com grandes lucros e que, alias, pratica precos acima do que se faz la fora, tal como a MEO.

                Mas o que eu queria dizer e' o seguinte: Ha pessoas que estao ao nivel da sobrevivencia diaria. Ha pessoas que nao tem simplesmente dinheiro para comprar um bilhete de aviao, ou mesmo de comboio ou autocarro, para irem trabalhar para o estrangeiro. Nao tem dinheiro para alugar um quarto fora do pais e manterem-se durante um mes ate receberem um primeiro ordenado. Ha pessoas que as opcoes delas se resumem a escolher entre pagar a conta da luz ou irem ao supermercado fazer as compras da semana.

                Eu acho que a experiencia de cada um e' muito valida, porque e' a sua experiencia, mas temos que ver um pouco mais alem. O rendimento minimo tem os seus problemas, tem vicios, sem duvida, mas nao podemos simplesmente ignorar as pessoas concretas que passam dificuldades. Lembram-se da onda de suicidios na Grecia em 2011?
                « Última modificação: 13 de Novembro de 2014 por iNd »

                  ........Rendimento Mínimo..........
                  #8

                  Aries

                  • Visitante
                  Tens toda a razão iNd ...

                  Se uma pessoa mal consegue sobreviver com esse rendimento quanto mais gastar ou conseguir poupar algo pra tentar a sorte noutro lado. já pra não falar de família. casais com filhos. não dá pra se ser assim tão egoísta e abandonar tudo. para alguns talvez seja fácil e até uma escapatoria para outros não. depois é como já tinhas dito. reformas ... quantas e quantas pessoas como dize Trabalharam a vida toda pra receber uns 300/400 euros. pagar casa, alimentação, luz, água e estamos a esquecer o monte de dinheiro para farmácias ... e nos dias de hoje? ainda tem de servir para ajudar os filhos e netos . infelizmente é a realidade das coisas. mas também há outros casos ... as pessoas individam se e não têm nem dinheiro para pôr comida na mesa para a família. contam sempre com a ajuda dos país que vivem dessas reformas mínimas. e digo ... não falo à toa ... falo por saber e ver tanto disto na minha própria família como em familiares de pessoas próximas. Há coisas muito erradas e pessoas que merecem outras não. quantas e quantas pessoas estão a receber também o rendimento mínimo cá em Portugal e estão no estrangeiro a receber mais de 4000 sem descontos tudo líquido ?? e também deveria haver mais controle sobre todos estes casos mas não.

                    ........Rendimento Mínimo..........
                    #9

                    iNd

                    • Visitante
                    Sim, ha abusos. Mas ai e' que a mentalidade do portugues deveria mudar. Mas nao so para os pequenos, tambem para os grandes. Ja ouviste as noticias hoje? Ja vao em 11 detidos por causa de trafulhices em relacao aos Vistos Gold. E sao altos quadros dos Servicos de Estrangeiros e Fronteiras. Parece que nao pode haver uma ideia em Portugal que vem logos os chico-espertos a  espera de uma oportunidade para meter algum ao bolso. Ve os Espirito-Santo. E' por isso que nao percebo por que e' que o White_house so fala contra as pessoas que recebem o rendimento minimo e que nao tem poder nenhum.

                      ........Rendimento Mínimo..........
                      #10

                      Aries

                      • Visitante
                      Eu entendo o ponto de vista dele. Pelo que falou e deu a entender trabalha duro para receber o seu dinheiro . Trabalha quanto tem de trabalhar pra garantir o dele. E isso é louvável ... mas também entendo o que ele quis dizer com tanta gente que está sentado no sofá a coça-los como se costuma dizer e a receber o rendimento mínimo ... e quem trabalha e paga impostos e faz tudo que deve fazer metade do salário é pro estado . E é... com descontos, IVA's e tudo mais. Metade do nosso dinheiro ... é para o estado pra depois pagar a tantos que não fazem nada. Uns porque não tem escolha e bem sei... também há muita reforma por invalidez por incapacidade etc etc tantos que querem trabalhar mas realmente não há nada. Esses há que ser mais solidário ... mas também há que admitir que muitos não trabalham porque não querem . E esses é de dar com um martelo na cabeça. Mas outra coisa ... por exemplo estudantes que vêm de fora. Onde eu estudava metade do pessoal de lá vinha de fora. Pertencia ao grupo lusófona ... enquanto que os nossos "portugueses" iam e vinham alguns com direito a subsídio de transporte e alimentação e outros não. Todos os que vieram de fora tinham direito a TUDO. Subsídio transporte de almoço de jantar de alojamento de material escolar. Mais de um salário mínimo de Portugal para ... estudantes. Porquê ?? Eu estas coisas também não entendo . Mas temos de viver assim ou embarcar pra fora. Qualquer dia Portugal já nem pertence aos portugueses lol

                        ........ Rendimento Mínimo ..........
                        #11

                        iNd

                        • Visitante
                        Eu neste tema tenho um bocado a posicao que tenho na pena de morte: sou contra a pena de morte porque ha o risco, se a justica falhar, de se condenar um inocente a morte. Da mesma forma, sou a favor do rendimento minimo porque, ainda que haja abusos, permite que algumas pessoas (sobre)vivam. E acredito que, ainda assim, sao mais os que beneficiam de forma justa do que os casos de abuso. Mas tambem pode ser ingenuidade minha, nao sei. :P
                        « Última modificação: 14 de Novembro de 2014 por iNd »

                          ........Rendimento Mínimo..........
                          #12

                          Offline João Santos

                          • **
                          • Membro Júnior
                          • Género: Masculino
                          Ao ler este post irritei me tanto mas tanto mas tanto que vou tentar acalmar me e ver se reuno calma e paciencia suficientes para um dia vir responder a esta bela porcaria que para aqui vai.

                          Tenho que admitir que pensei da mesma forma. De certeza que há pessoas a ler isto e que estão ou já estiveram desempregadas e que recebem ou já receberam o RSI. Se eu, que felizmente nunca passei por isso, fiquei irritado com os comentários do White_house, nem imagino como terá ficado quem tem que lidar com este tipo de problemas no seu dia a dia.
                          O RSI é uma quantia monetária que o Estado dá a pessoas que não têm outros meios de subsistência, e essa quantia não é nada por aí além. Aqui têm toda a informação sobre o RSI: http://www4.seg-social.pt/rendimento-social-de-insercao.
                          Como podem ver, o RSI por titular é de 178.15€ por mês. Isso não serve para praticamente nada. De acordo com esta notícia http://www.jn.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=2682356, as despesas com o RSI correspondem a 2% das despesas da Segurança Social. Resgatar bancos e pagar juros da dívida pública fica muito mas muito mais caro, mas não, as pessoas preferem atacar aqueles que de qualquer das formas já são oprimidos e não têm voz. E os casos de fraudes são raros (e não pretendo censurar quem comete fraudes visto que o acesso ao RSI tornou-se mais restrito ao mesmo tempo que o poder de compra das pessoas diminuiu) e generalizar com base em casos esporádicos é bastante ofensivo.
                          Na minha opinião.... a mentalidade do povo português tem de mudar..... e se realmente existe falta de trabalho... como dizes tem que se criar oportunidades para que isso se reverta.... As pessoas tem que ser mais compreensivas com os patrões... e tentar segurar ao máximo o seu lugar de trabalho, dando o maximo no dia a dia para que os patroes consigam assegurar os seus postos de trabalho e não é isso que eu vejo na realidade..... Não são capazes de dar uma hora a mais....

                          Por exemplo.... a semana passada o meu patrão veio-me pedir para fazer um pressing para ver se terminava o trabalho no fim da semana e em contrapartida tive que trabalhar mais uma hora diariamente durante 4 dias..... achas que eu vou-lhe pedir o dinheiro dessas 4 horas...??? é óbvio que não lhe vou pedir.... é uma forma de nos completarmos.... cada um é como cada qual.....

                          A trabalhar mais tempo sem ser pago chama-se roubo e eu acho perfeitamente compreensível que as pessoas não aceitem ser roubadas. Quanto a dizeres que as pessoas têm que ser mais compreensivas com os patrões, isso é no mínimo ridículo visto que os patrões e os trabalhadores não estão na mesma classe social. Geralmente os padrões são quem lucra mais e não têm que enfrentar as mesmas dificuldades que os trabalhadores que os enriquecem enfrentam por não terem as mesmas condições financeiras que eles. E esse mito de que os portugueses trabalham pouco é mais uma das desculpas para induzir nas pessoas sentimentos de culpa e colocar trabalhadores contra trabalhadores com o objectivo de lhes retirar direitos pelos quais no passado muitos puseram as suas vidas em risco.
                          Em contrapartida tive um colega meu que iniciou o trabalho no mesmo local de trabalho que eu e no primeiro dia de trabalho o patrão pediu para ir descarregar umas carradas de lenha a uma quinta ..... sabes o que ele fez??? quando chegou a hora da solta dele abalou e não acabou de descarregar a lenha.... no outro dia ficou em casa.... Estas a ver a mentalidade???? eu sei que o meu esforço e reconhecido ao fim do mês....

                          Se o teu esforço é reconhecido ao fim do mês, ainda bem que tens essa sorte, as pessoas que trabalham no Pingo Doce ou no Continente não têm a mesma sorte.
                          Agora....... Greves???? o que é essa m****????? na situação em que o pais se encontra não existe lugar para isso.....tem que se trabalhar para dar rendimento..... Se não existir rendimento não pode haver postos de trabalho..... Toda a gente que tem 2 dedos de testa sabe que portugal não pode praticar vencimentos muito elevados.... e essa é a nossa realidade mais pura..... Agora quem quer se as-sujeitar a isso fique por cá, quem não está para isso tem que procurar uma oportunidade no estrangeiro....... Exigir sem existir possibilidade de o dar não faz sentido algum....... Enfim......

                          Greves são formas de protesto às quais os trabalhadores recorrem quando os seus direitos não são respeitados, quando o custo de vida aumenta mas os patrões recusam-se a aumentar-lhes os salários, etc. É uma forma de protesto perfeitamente legítima e na minha opinião as greves em Portugal pecam por serem demasiado leves. Aliás, eu na posição do Passos Coelho ficava a rir-me com as greves do Metro de Lisboa que não chegam a durar o dia todo. Com greves a sério o governo teria que pensar duas vezes antes de cortar salários a torto e a direito. E que eu saiba em Portugal não há escassez de recursos (as pessoas não têm é dinheiro nos bolsos para terem acesso a eles), por isso faz todo o sentido haver greves. Só com aumentos salariais é que as pessoas podem melhorar a sua qualidade de vida, não é enchendo os bolsos aos patrões ainda bem.
                          Quanto a dizeres que exigir sem possibilidade de o dar não faz sentido, concordo plenamente: é inadmissível exigir-se a pessoas que trabalhem até não poderem mais e em troca pagar-lhes um salário baixo.
                          Para se sobreviver hoje em dia é preciso saber agarrar as oportunidades que nos dão trabalhando arduamente no dia a dia........

                          Ou seja, estás a defender o darwinismo social: quem não consegue adaptar-se aos problemas do capitalismo que se lixe. Não concordo com isso, acho que todas as pessoas deveriam ter condições de vida minimamente decentes.

                            ........Rendimento Mínimo..........
                            #13

                            Offline White_house

                            • *
                            • Novo Membro
                            • Género: Masculino
                            Hoje já não dou uma para a caixa mas amanha terás uma resposta a altura do teu memorável post..... To todo rebentado... hoje fiz 20 toneladas ..... ;) :-\

                              ........Rendimento Mínimo..........
                              #14

                              Offline White_house

                              • *
                              • Novo Membro
                              • Género: Masculino
                              Pois..... é......

                              Cada um tem a sua maneira de pensar.....e espero que ninguém me leve a mal por eu escrever aquilo que penso.... :-X

                              O que eu te digo é que trabalho no duro...... Sim..... ganho muito dinheiro...... e também..... sim farto-me de pagar impostos ao estado para ele andar a gastar dinheiro a parva.... porque não lhe custa a ganhar fico mais revoltado quando sei que colegas meus estão em casa a coça-los e o estado todos os meses no dia 10 manda o xeque para casa..... para irem comprar tabaco telemóveis etc.....

                              Também te digo que pago muitos impostos porque sou obrigado a declarar todos os meus rendimentos porque GOSTO DE VIVER  NA LEGALIDADE.... e  com a noção que também sei que não posso fugir a eles....

                              Acho que não fica mal a ninguém de x em quando para acabar um trabalho estipulado pelo patrão com data... tenha que fazer um pressing.....
                              Não digo que trabalhe TODOS OS DIAS HORAS A FIO A MAIS SEM SEREM REMUNERADAS.....
                              No meu entender as greves não levam ninguém a lado nenhum....

                              Para quem quer trabalhar dedique-se a Agricultura porque nesta área há sempre Trabalho  BEM REMUNERADO.........

                              Gostaria de te ver dirigir uma Pequena- Media empresa para saber se falavas assim como falas..... ;)

                              Na minha situação para que percebas o meu ponto de vista trabalho a tombar e cortar eucaliptos de motos serra há tonelada para a fabrica de papel...
                              Paus cortados a 2,20metros e recebo 7 euros e meio por cada tonelada que faça..... Quanto mais toneladas fizer mais ganho.... Faço uma media de 15 toneladas por dia...Trabalho no regime de prestação de serviços e para alem de ter que pagar um balurdio de segurança social e ao fim do ano irs...... Seguro de acidentes no trabalho... IVAS...... etc....


                                ........ Rendimento Mínimo.........
                                #15

                                iNd

                                • Visitante
                                Este tópico parece-se cada vez mais com as palavras de Louis Aragon que li num dos seus livros e que anotei na altura no meu livro de citações:

                                "O industrial de chocolate encontrava na sua colecção um gozo intelectual de senhor: tudo aquilo era dele, ninguém lhe tinha acesso, só ele sabia o seu preço. Toda a sua avareza se concentrava na sua colecção. O mesmo gosto pela superioridade perseguia o abade Petitjeannin, confessor que precisava de se persuadir que à sua volta só havia ladrões e patifes, que no mundo só ele era honesto."

                                No fundo é disso que se trata aqui: do gosto pela superioridade sem qualquer espécie de empatia.
                                « Última modificação: 20 de Novembro de 2014 por iNd »

                                  ........Rendimento Mínimo..........
                                  #16

                                  Offline Esmékie

                                  • *
                                  • Novo Membro
                                  • Género: Masculino
                                  Eu estive a ler isto tudo e tal, e foi muito giro.
                                  Isto de nos metermos por entre as questões do RSI, e não só, que há outras não muito diferentes destas é complicado. Como foi dito acima, não é com quase 180 euros por mês que se enche o bolso e se rouba ao Estado. O que mais dinheiro tira ao Estado nesse sentido de falcatruas por parte do contribuinte comum, são coisas muito simples e de baixo valor. Não acredito que seja um problema financeiro grave, mas é um problema moral grave pois é transversal a toda a Sociedade nacional. Não é quem faz uma falcatrua, e que ganha 400 euros, que leva o país à ruína. São os casos como a PT, BES, BPI, etc, e mais etc. O problema é que acredito que muitas das pessoas que provocam tais casos não são muito diferentes das outras. Como um professor meu diria, é tudo uma questão de escala.
                                  Um exemplo. Uma cunha é uma cunha. Seja para ir para a caixa do Continente trabalhar porque a prima da avó da vizinha é lá do RH e meteu-te lá, e já de lá ninguém te tira. Claro que este caso é insignificante em termos financeiros e económicos, mas o princípio não há-de ser muito diferente quando o director do BES decidia colocar o seu primo a gerir uma qualquer filiar do GES. O princípio é igual, os efeitos é que são a uma escala insuportável. E eu digo isto, pois tenho um amigo que dizia algo deste género:

                                  Eu queixo-me, mas se estivesse no lugar fazia o mesmo, e por isso deixei-me de queixar.

                                  Tenham cuidado com as Lições de Salazar! Isso é como a questão de em Portugal se trabalhar pouco. Qualquer pessoa com dois dedos de testa faz contas, e começa a perceber que isto não é problema dos trabalhadores. Se há empresas estrangeiras que por cá chegam e montam as suas fábricas, ou outros estaminés, é porque não são de ficar em casa a coçar. Cria-se é esta ideia para dar a carta branca a quem gere, e não sabe gerir. O BES, e GES, tal como a PT são casos disso. Não foi por causa dos funcionários trabalharem pouco que aquilo ardeu. Foi por 900 milhões que foram para ali, por 11 mil milhões que foram para accionistas, por mais todos os investimentos e depósitos, ou a sua maioria, estar no BES. E por ai em diante.
                                  Por isso tenham muito cuidado. Como diz o cartaz do "Futurama" - "You're not paid to think. A Mindless Worker is a Happy Worker! Shut up and do your job!"

                                  O problema de muitas pensões que nó aqui falámos prendem-se com coisas de inflacção, que nunca ou raramente era actualizada, com rendimentos do trabalho escassos, ou inexistentes, por causa dos tempos do Estado Novo. Ou porque era trabalho mal pago, ou de baixo valor, ou porque as pessoas não tinham como e onde descontar. Razões não faltam.

                                  Estamos aqui para trabalhar, mas estar empregados. Ninguém discute que haja falta de trabalho, mas que há falta de emprego? Isso sim. Mas é como foi dito. Se há quem trabalhe horas extra e não se preocupe em não receber, em trabalhar sem problemas de folgas, a recibos-verdes e a matar-se pela camisola e pouco ganhar a empresa fica é feliz. E dá muitas palmadinhas nas costas. Mas assim a empresa não paga horas extra, o que é bom. Não paga trabalho em folgas ou em férias, que ainda é melhor. Só nisto aqui, é menos um que trabalhador que emprega. Depois a recibos-verdes é o trabalhador que recebe quase todo o peso dos descontos e encargos fiscais, o que faz com que a empresa fique ainda mais feliz. Claro, que depois ainda se metem ai algumas coisas como os estágios e talz.
                                  E, se a empresa sabe que há quem faça isto, e como há poucos empregos e muitos desempregados a empresa faz algo simples. Ou trabalhas assim, ou não trabalhas, pois haverá sempre quem se sujeite (e não estou a falar por necessidade. Isso é outra questão), e como tal é preferível cometer ilegalidades do que ser um empregador justo.

                                  Por acaso falou-se me algo que foram as greves. As greves são uma coisa que me revolta. Não o conceito de greve, mas como a mesma é usada. A greve não é uma greve, mas uma arma política de arremesso para ganhar as Ruas, ou medir as mesmas. Para ganhar votos, ou manter os mesmos votos. E os sindicatos são os veículos para fazer isso mesmo. Já há algum tempo que digo que estas greves e sindicatos são uma vergonha, e protegem nichos e interesses específicos. E um caso desses foram as negociações dos sindicatos de trabalhadores da PT com a PT. Um vergonha!


                                  O nosso maior problema nem é tudo isto, mas é a mentalidade dos tempos de Salazar. Do comer e não estrabuchar. Do levar porrada e ainda agradecer por levar porrada, pois aqueceu o corpo. É o de se ir atrás de tudo, sem pensar. Uma coisa é pensar de modo errado, outra é entrar no barco sem pensar e repetir slogans. Isto do RSI é só uma batalha. Os Velhos contra os Novos é uma delas, mas que não colou (se calhar é porque os avós, por norma, são pessoas fofinhas) e do Público vs o Privado.
                                  Claro, depois juntamos o facto de haverem eleições e ninguém votar, ou votar nos mesmos, e dizer que tudo continua igual. Olhem o Portas... Universidade Moderna, Submarinos, Vistos Gold, e se for preciso ainda volta a ser o líder do terceiro partido mais votado em 2015. E não esquecer quando a nostalgia bater e o Passos quiser ser PR, ou tentar ser PM de novo. Tecnoforma, SWAPS, GOLD, Relvas, Gaspar, Austeridade, etc...

                                  Sou capaz de ter esquecido de algo. É o mais provável.

                                    ........Rendimento Mínimo..........
                                    #17

                                    Offline nevertoolatetobehappy

                                    • *****
                                    • Associad@ Honorári@
                                    • Membro Elite
                                    • Género: Masculino
                                    • Be yourself. Be happy. Be nice.
                                      • Tiny Ripple Hope
                                    Eu estive a ler isto tudo e tal, e foi muito giro.
                                    Isto de nos metermos por entre as questões do RSI, e não só, que há outras não muito diferentes destas é complicado. Como foi dito acima, não é com quase 180 euros por mês que se enche o bolso e se rouba ao Estado. O que mais dinheiro tira ao Estado nesse sentido de falcatruas por parte do contribuinte comum, são coisas muito simples e de baixo valor. Não acredito que seja um problema financeiro grave, mas é um problema moral grave pois é transversal a toda a Sociedade nacional. Não é quem faz uma falcatrua, e que ganha 400 euros, que leva o país à ruína. São os casos como a PT, BES, BPI, etc, e mais etc. O problema é que acredito que muitas das pessoas que provocam tais casos não são muito diferentes das outras. Como um professor meu diria, é tudo uma questão de escala.
                                    Um exemplo. Uma cunha é uma cunha. Seja para ir para a caixa do Continente trabalhar porque a prima da avó da vizinha é lá do RH e meteu-te lá, e já de lá ninguém te tira. Claro que este caso é insignificante em termos financeiros e económicos, mas o princípio não há-de ser muito diferente quando o director do BES decidia colocar o seu primo a gerir uma qualquer filiar do GES. O princípio é igual, os efeitos é que são a uma escala insuportável. E eu digo isto, pois tenho um amigo que dizia algo deste género:

                                    Eu queixo-me, mas se estivesse no lugar fazia o mesmo, e por isso deixei-me de queixar.

                                    Tenham cuidado com as Lições de Salazar! Isso é como a questão de em Portugal se trabalhar pouco. Qualquer pessoa com dois dedos de testa faz contas, e começa a perceber que isto não é problema dos trabalhadores. Se há empresas estrangeiras que por cá chegam e montam as suas fábricas, ou outros estaminés, é porque não são de ficar em casa a coçar. Cria-se é esta ideia para dar a carta branca a quem gere, e não sabe gerir. O BES, e GES, tal como a PT são casos disso. Não foi por causa dos funcionários trabalharem pouco que aquilo ardeu. Foi por 900 milhões que foram para ali, por 11 mil milhões que foram para accionistas, por mais todos os investimentos e depósitos, ou a sua maioria, estar no BES. E por ai em diante.
                                    Por isso tenham muito cuidado. Como diz o cartaz do "Futurama" - "You're not paid to think. A Mindless Worker is a Happy Worker! Shut up and do your job!"

                                    O problema de muitas pensões que nó aqui falámos prendem-se com coisas de inflacção, que nunca ou raramente era actualizada, com rendimentos do trabalho escassos, ou inexistentes, por causa dos tempos do Estado Novo. Ou porque era trabalho mal pago, ou de baixo valor, ou porque as pessoas não tinham como e onde descontar. Razões não faltam.

                                    Estamos aqui para trabalhar, mas estar empregados. Ninguém discute que haja falta de trabalho, mas que há falta de emprego? Isso sim. Mas é como foi dito. Se há quem trabalhe horas extra e não se preocupe em não receber, em trabalhar sem problemas de folgas, a recibos-verdes e a matar-se pela camisola e pouco ganhar a empresa fica é feliz. E dá muitas palmadinhas nas costas. Mas assim a empresa não paga horas extra, o que é bom. Não paga trabalho em folgas ou em férias, que ainda é melhor. Só nisto aqui, é menos um que trabalhador que emprega. Depois a recibos-verdes é o trabalhador que recebe quase todo o peso dos descontos e encargos fiscais, o que faz com que a empresa fique ainda mais feliz. Claro, que depois ainda se metem ai algumas coisas como os estágios e talz.
                                    E, se a empresa sabe que há quem faça isto, e como há poucos empregos e muitos desempregados a empresa faz algo simples. Ou trabalhas assim, ou não trabalhas, pois haverá sempre quem se sujeite (e não estou a falar por necessidade. Isso é outra questão), e como tal é preferível cometer ilegalidades do que ser um empregador justo.

                                    Por acaso falou-se me algo que foram as greves. As greves são uma coisa que me revolta. Não o conceito de greve, mas como a mesma é usada. A greve não é uma greve, mas uma arma política de arremesso para ganhar as Ruas, ou medir as mesmas. Para ganhar votos, ou manter os mesmos votos. E os sindicatos são os veículos para fazer isso mesmo. Já há algum tempo que digo que estas greves e sindicatos são uma vergonha, e protegem nichos e interesses específicos. E um caso desses foram as negociações dos sindicatos de trabalhadores da PT com a PT. Um vergonha!


                                    O nosso maior problema nem é tudo isto, mas é a mentalidade dos tempos de Salazar. Do comer e não estrabuchar. Do levar porrada e ainda agradecer por levar porrada, pois aqueceu o corpo. É o de se ir atrás de tudo, sem pensar. Uma coisa é pensar de modo errado, outra é entrar no barco sem pensar e repetir slogans. Isto do RSI é só uma batalha. Os Velhos contra os Novos é uma delas, mas que não colou (se calhar é porque os avós, por norma, são pessoas fofinhas) e do Público vs o Privado.
                                    Claro, depois juntamos o facto de haverem eleições e ninguém votar, ou votar nos mesmos, e dizer que tudo continua igual. Olhem o Portas... Universidade Moderna, Submarinos, Vistos Gold, e se for preciso ainda volta a ser o líder do terceiro partido mais votado em 2015. E não esquecer quando a nostalgia bater e o Passos quiser ser PR, ou tentar ser PM de novo. Tecnoforma, SWAPS, GOLD, Relvas, Gaspar, Austeridade, etc...

                                    Sou capaz de ter esquecido de algo. É o mais provável.

                                    Sent from my GT-I8150 using Tapatalk 2

                                      "Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light not our darkness that most frightens us."

                                       

                                      Tópicos relacionados

                                        Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                      18 Respostas
                                      15515 Visualizações
                                      Última mensagem 3 de Março de 2013
                                      por 777aqua
                                      0 Respostas
                                      102 Visualizações
                                      Última mensagem 1 de Agosto de 2019
                                      por robertpatisonson