rede ex aequo

Olá Visitante21.out.2020, 22:36:19

Autor Tópico: Amor/Sexo LGBT vs Mentalidades transmontanas  (Lida 41805 vezes)

 
Amor/Sexo LGBT vs Mentalidades transmontanas
#0

Offline spider

  • ***
  • Membro Total
  • Género: Masculino
  • someone who wants to be happy
Pois bm, sou novato nestas cenas e ca s vai ver k sai daki!!!
Criei isto pk mta gent(espero n ser o unico llooll) ando a boiar mto no funcionament da realidade gay e apenas kero aprender e discutir o k m espera, pa n apanhar mtas mais desiluzoes, e s com isso conseguir ajudar pessoas como eu fico mto feliz!
Aki é pa discutir certos aspectos, positivos e negativos, tirar algumas mascaras com k s fala! A verdad nua e crua!


Para começar axo k vou seguir a ordem do titulo do topic:

                                                             Amor

No mundo gay exist amor eterno ou n passam d meras paixoes?
Bigado pelo vosso tempo e

BE HAPPY

PS: espero conseguir algo com est topic,por favor contribuam com a vossa historia, com as vossas experiencias ou com os vossos conhecimentos! falem dos medos, amores, triçoes, desiluzoes, alegrias, paixoes, tudo k faça parte da vossa vida...
« Última modificação: 5 de Fevereiro de 2007 por Scorpio_Angel »
    BE HAPPY

    Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
    #1

    Offline Hekamiah

    • ****
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
    • O Gurreiro da Luz
      • A voar mais alto
    Ola spider, a minha opiniao é q, tal como nas relações heterossexuais, tb nas relações homossexuais existe de tudo um pco. Isto é, existe o amor eterno, paixoes, sexo, amizade,etc.
    Eu nunca encaro a realidade gay como um mundo diferente, mas sim como uma parte de um mundo onde todos vivemos, logo acredito q nada é diferente das relações ditas "normais" (leia-se hetero).

    O problema é q para a maioria das pessoas uma relação gay é so sexo. Mas cabe a cada um de nos mostrar q as coisas nao sao bem assim.  ;)

    Em tras os montes, pela realidade que conheço, penso q mtas pessoas se vêm forçadas a um casamento para manter aparencia. Sim pq acredito que aqui se vive mto de aparencias. No entanto , hoje em dia tal facto tem vindo a diminuir significativamente.
    Ora , como o casamento nao altera as nossas opções sexuais, estas pessoas procuram sempre a parte que falta. Esta parte é colmatada com o sexo, ja que entendo ser dificil uma relação de sentimentos com alguem do mesmo sexo quando se tem um casamento heterossexual
    « Última modificação: 11 de Agosto de 2005 por Hekamiah »
      I am the one star that keeps burning, so brightly,
      It is the last light, to fade into the rising sun

      I'm with you
      Whenever you tell, my story
      For I am all I've done   http://a-voar-mais-alto.blogspot.com/

      Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
      #2

      Offline spider

      • ***
      • Membro Total
      • Género: Masculino
      • someone who wants to be happy
      concordo contg Hekamiah, mas apenas fiz essa perg pela mera kuriozidade ja k ate agora os contactos k tive com gays apenas me informaram de k no futuro so me esperam paixoes, amores eternos sao coisas de meses
      ate agora n conheci ning k disse-s k ta mto feliz a anos com o mesmo homem/mulher e k vai ser smpre assim, e outra coisa k reparei é k os gays diferenciam mto o sexo do amor, e isso tb m faz confuzao.
      Em relaçao a uma separaçao do "nosso" mundo e o mundo "dos normais" pesso desc s evidenciei isso, pk n exist nenhuma diferença, e nos casos d casamenrtos pa manter as aparencias pk tenho a dizer a n ser k sao feitos por cobardes(desculpem akeles k o sao) ja k n sao capazes d assumir a sua propria identidade.
      No k me estava a referir sobre o afastamento das duas ideias k movem o mundo(amor e sexo) tem-m confundido mto, pois mesmo km diz k ama a pessoa com km esta admite a possibilidade de ter "amigos-coloridos" e isso de certo modo tem-m confundido, como podemos amar alguem e ter relaçoes com terceiros?

      BE HAPPY e ajudem-m a n fazer ma figura com est topic, toca a dizer kualker coisa ;) ;D
        BE HAPPY

        Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
        #3

        Offline Hekamiah

        • ****
        • Membro Sénior
        • Género: Masculino
        • O Gurreiro da Luz
          • A voar mais alto
        ...., como podemos amar alguem e ter relaçoes com terceiros?



        Penso q quem ama nao faz isso. Pq é melhor fazer amor com quem amamos do que fazer sexo com outro qquer, por melhor q seja.
          I am the one star that keeps burning, so brightly,
          It is the last light, to fade into the rising sun

          I'm with you
          Whenever you tell, my story
          For I am all I've done   http://a-voar-mais-alto.blogspot.com/

          Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
          #4

          Offline spider

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          • someone who wants to be happy
          namorando e amando eu tb penso como tu, mas a realidade poucas ocasioes é assim, k axas mais usual d s ver? 1 casal gay fiel, ou as tradicionais facadinhas?? d uma ou das duas parts....
          apenas axo k os gay(pelo menos grand part dos k conheço) sao mto frivolos e dao-s mto bm com luxuria e traiçao, isso sempre me surpreendeu e semp k perg pk? ou amas o teu namorado diziam semp k, amam mas k isso n os impede d dar 1as voltas por fora, eu axo k nunca seria capaz d fazer isso s ama-s verdadeirament a pessoa!!
          Para mim ainda é algo estranho pois tenho 2 opinioies e aki so tao a sar discutidas 1 delas, pois pelo mirc, msn, ou outras salas d chat o ppl divide mto isso d amor sexo, e confunde-m 1 coto saber o k é d esperar ou n!!
          ppl por favor respondam a isto, digam o k pensam, algo...

          BE HAPPY

          PS: gracias Hekamiah :-*
            BE HAPPY

            Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
            #5

            Offline IPMA

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Masculino
            Olá a todos!

            Pois bem meus caros amigos e restantes membros e amigos ex aequo, o que eu penso é que, nos tempos que correm podemos ver de tudo e mais alguma coisa na nossa sociedade. Amor, sexo, paixão, traição, adultério e sei lá mais o quê!
            O "mundo gay" não difere muito do restante mundo social, ou seja, o mundo heterossexual e por isso mesmo existe de tudo.
            No caso específico transmontano as coisas já mudam um pouco mais de figura uma vez que vivemos numa região mutio pouco desenvolvida a todos os niveis, social, cultural, económico, etc. e somos (transmontanos em geral) ainda muito apegados aos valores da sociedade e da igreja. e, talvez por estas duas razões é que se assistem a casamentos de fachada e coisas afins e depois à que dar as tradicionais facadinhas no matrimónio procurando o sexo pelo sexo.
            Mas nem todos os casos são esses. Conheço também casos de casais homossexuais assumidos, mas (porque há sempre um mas) quase sempre são apontados por todos (e às vezes sabe deus quem aponta)... Só tenho que dar vaor a estas pessoas que são capazes de se assumir perante uma sociedade como a nossa, tao fechada e conservadora...
            Em jeito de conclusão:
            Existe amor, existe paixão, existe traição no "mundo" gay... Mas o "mundo" socialemente correcto, não fica nada atrás. Ora vejam bem:
            Lembram-se do movimento gerado há um ou dois anos atrás em Bragança auto-denominado "maes de bragança"? E as prostitutas que são presas frequentemente nos bares de alterne e nas boites? E o "new red light district" (assim a revista TIMES o baptizou)?
            Pois bem, certamente não são só os homens solteiros que procuram esse tipo de sitios não acham?
            Bem, voces podem dizer assim: E então os bares gay?
            É certo que em alguns desses bares há muita promiscuidade, mas não são todos assim! Aliás, em Lisboa, há muito poucos bares assim. E sabem que mais? Ao menos estão legalizados e não corremos o risco de ir presos por frequentalos!
            Divirtam-se, sejam felizes (à vossa maneira) e façam os outros também felizes (se puderem)  :)
              Atenciosamente,
              Intelectual Positive Mental Atitude :)

              Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
              #6

              Offline spider

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Masculino
              • someone who wants to be happy
              Ola IPMA, a tua resposta é dakelas k palavras para que? né?? ;D
              Concordo plenamente contigo, pois existe isso e muito mais na sociedade, podres e não podres, coisas boas e coisas más!!
              Em relaçao aos casamentos de fachada acredito que sejam em maior numero aqui no nosso "buraquinho" pois, falando pela parte que conheço, tras-os-montes(mesmo aki po centro, perdido e esquecido), nao tem comunidades gays, mas sim uns quantos isolados que tentam sobreviver! Não sou a favor nem contra casamentos de fachada, porque cada caso é um caso, mas continuo a pensar que quem aceita viver nessa farça é alguem "fraco" d+ pa "sobreviver" e lutar, coisa de gays fustrados que nem tem coragem de se assumir a si proprios!!! Mas como referi, cada caso é um caso, e percebo que por vezes seja mais facil desistir de lutar e evitar possiveis "guerras sociais e familiares", mas no meu caso seria incapaz de desistir assim tao facilmento, ainda vao ter que levar com muito spider em cima ;) ;D
              Em relação as prostitutas e aos heteros casados, ai so vejo uma razao, vao procurar a rua o que nao encontram em casa, e por isso me confundem as traiçoes em relaçoes homosexuais quando existe "amor", é facto sabido que entre nos as relaçoes sao mais abertas, somos mais sexualmente activos com os nossos parceiros doque os heteros, talvez porque nos conhecemos melhor(ja que o nosso parceiro possui um corpo normalment igual ao nosso) ha menos timidez em relaçao as fantazias, gostos, fetishs, etc... e por isto pergunto:
              Traiçoes gays sao porque? Mera luxuria, ou apenas para "desenjoar" do parceiro(a)??

              BE HAPPY, porque quando o fores farás o resto do mundo feliz, começando pelas pessoas de quem gostas...
              « Última modificação: 13 de Agosto de 2005 por spider »
                BE HAPPY

                Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                #7

                Offline paula silva

                • **
                • Membro Júnior
                • Género: Feminino
                Meus queridos amigos! li os vossos post. tenho a dizer-vos pouco mais do que aki foi dito, só queria acrescentar uma pequena coisa que talvez até seja grande! Antes demais eu podia ser mãe de algum de vós, mas não é nessa qualidade que venho falar-vos. Venho falar-vos como mulher. Sou casada e tenho filhos, não vivo um casamento de fachada, optei pelo casamento porque nunca encontrei uma companheira que fosse leal ou quisesse uma relação para sempre e sempre sonhei ser mãe. O meu mundo é por assim dizer bissexual. Se todo o ser humano viver a sua verdadeira sexualidade e a viver em plenitude, deixará de haver o mundo hetero, homo, bissexual ou até mesmo a dita prostituição. E para isso meus amigos, é preciso que as mentalidades mudem, que deixem de fazer julgamentos e que vivam aquilo que querem viver. O que cada um faz na sua cama e com quem não diz respeito a ninguém, apenas á pessoa que tem alguém e a esse alguém! Há muita infidelidade em todos os mundos! E haverá sempre enquanto que as pessoas não deixarem preconceitos, tabus e deixarem de se regerem por religiões organizadas, que são mais partidárias que os próprios partidos políticos. Sejamos verdadeiros seres humanos, verdadeiros homens e verdadeiras mulheres e vivamos a nossa sexualidade como gostamos, com quem gostamos e onde gostamos! Nunca fui infiel ao meu marido, estive à beira do divórcio, porque, queria ser verdadeira comigo mesma, mas como nunca encontrei uma companheira à altura, e como tenho filhos vivo o meu casamento sem tabus, sem preconceitos e em diálogo aberto com o pai dos meus filhos, neste caso com o homem que me fez e faz feliz! E podem ter a certeza que se essa mulher surgisse, teria que primeiro dar provas do seu amor e acima de tudo da sua integridade! Há de facto muita falsidade por aí em todos os mundos! Mas não façam julgamentos! Cada caso é um caso! Há de facto muita fachada, muita porcaria, acima de tudo há falta de coragem de se viver e de fazer amor como se gosta de fazer, porque a Igreja acha pecado, porque a sociedade recrimina, porque dizem não é normal! Mas afinal o que é ser normal? Afinal o que é o amor? Afinal quem são os padres para me dizerem quem eu devo amar, e como devo fazer amor? Tb eles sofrem! Vejam-se os casos de tantos "afilhados", vejam-se os casos de pedofilia, quem é a igreja para me dizer quem e como devo amar? A mim, o único que me diz quem e como amar é o meu corpo e o meu coração! Vocês jovens, façam o mesmo, é isso que eu tento ensinar aos meus filhos! Espero que com o meu testemunho vos tenha elucidado na minha pouca experiência no mundo homossexual. Um abraço amigo da Paula
                  "A metamorfose mais plena é aquela em que se experiencia o mais completo desapego: o do próprio corpo"

                  Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                  #8

                  Offline spider

                  • ***
                  • Membro Total
                  • Género: Masculino
                  • someone who wants to be happy
                  Ola Paula, muito obrigado pelo teu depoimento, foi para isto que criei est topic, para que todos discuticem as suas experiencias e que assim contribuicem para um melhor entendimento sobre o nosso futuro, jovens gays que começaram agora a viver!
                  Pouco mais posso dizer, o depoimento foi fantastico e obrigado pelo apoio, podes crer que contribuiu!!
                  Tal como tu, sempre quis ter filhos, apesar de muito novo que sou, sempre tive essa ideia, mas sendo gay vejo nisso um problema enorme, mas espero que, como todos nós, as mentalidades mudem e as pessoas deixem de ser influenciadas e ganhem consciencia que tudo nao passa de uma coisa normal na vida de cada um!
                  Gays e filhos pode ser um tema que abordemos mais a frente, mas por agora gostava de continuar com as minhas ultimas perguntas:
                  Traiçoes gays sao porque? Mera luxuria, ou apenas para "desenjoar" do parceiro(a)??
                  Brigadu por tudo e continuem assim, eu e muitas outras pessoas agradecemos :D

                  BE HAPPY e lutem pela vossa felicidade...
                    BE HAPPY

                    Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                    #9

                    Offline paula silva

                    • **
                    • Membro Júnior
                    • Género: Feminino
                    Spider:
                     penso que as traições gay, são iguais a qualquer tipo de traição, quer seja a nível sexual ou a outro nível. Falas em luxuria, e penso que a luxúria é um desejo forte enraizado no ser por algo que quer ter e não tem, quer fazer e não faz.
                    No meio disto tudo, acho que as traições e a luxuria se fazem porque não há um verdadeiro diálogo entre duas pessoas que se amam e o avontade suficiente de falarem abertamente sobre que práticas sexuais gostam e não gostam de ter. è fundamental que numa relação, seja ela homo, hetero ou bissexual que haja diálogo e acima de tudo confiança de parte a parte. é claro que se existirem estes sentimentos e esta abertura, cada parceiro/a, companheiro/a vai querer satisfazer o seu companheiro/a. è com diálogo que se chega lá. Torno a insistir, para mim não há própriamente mundo homo, hetero ou bissexual, á acima de tudo uma sexualidade que é inerente ao ser humano e cabe ao ser humano descobrir qual é a sua sexualidade e como quer vivê-la e com quem quer vivê-la, é isso que constituiu a felicidade e é o mais importante na vida, é termos consciência daquiloo que realmente somos, assumi-lo e vivê-lo, sem escândalos, sem traições, sem infidelidades. A sinceridade, a lealdade, são dois pilares tb muito importantes num relacionamento e é nessa base que têm que ser construídas. às vezes não é na paixão que se constroi a felicidade, a paixão é como um fogo, vem de repente, abrasa-nos por dentro, tira-nos às vezes a nossa dignidade e quto-estima e acaba por desvanecer tão rápido como surgiu. A lúxuria é igual à paixão. é um desejo, ás vezes quase mórbido e impulsivo de se fazer amor desta ou daquela maneira, mas não se tem coragem de pedir ao companheiro/a para desta vez se fazer daquela prática, às vezes por medo, outras vezes por vergonha, por preconceito e recorre-se então á traição, á prostituição. Não! Isso é errado! Quando, como disse no post anterior, quando deixar de haver esse medo, esse preconceito, essa vergonha, não há traição, nem luxuria, nem no mundo gay, nem hetero, nem lesbico, nem bissexual. Procurem libertar-se de preconceitos, de sentimentos de vergonha, procurem dialogar com o vosso companheiro/a de vida, procurem estabelecer laços profundos na base do diálogo e da confiança. Procurem trazer segurança, confiança e estabilidade nas v/ relações, sempre falando um/a com o outro/a, só assim se acabam com traições, infidelidades, luxúrias, prostituição. O amor é tolerante, é paciente, nada recrimina, nem julga! Se não for assim, meus queridos, podem ter a certeza, não é amor!É, essencialmente o trato, o pacto que vocês têm um/a com o outro/a que faz a v/ verdadeira união. O mundo homossexual está a lutar pelo direito ao casamento, mas digo-vos que nem sempre um papel passado resolve determinados problemas, neste caso o aqui abordados, traições, infidelidades, prostituição. É sim o acordo entre vòs que vos trará felicidade, segurança, estabilidade. Façam por serem felizes! Estarei sempre aqui no intuito de ajudar e elucidar, um abraço amigo para vós.  ;)
                      "A metamorfose mais plena é aquela em que se experiencia o mais completo desapego: o do próprio corpo"

                      Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                      #10

                      Offline noitidartnoK

                      • *****
                      • Associad@
                      • Membro Ultra
                      • Género: Masculino
                        • dezanove - notícias e cultura LGBT em português
                      Olá Paula!

                      Só posso dizer: hiper obrigado por ter partilhado connosco o seu testemunho. Espero sinceramente que consiga viver a felicidade e que ao longo da sua vivência possa transmitir uma mensagem positiva junto daqueles que a rodeiam.

                      Um abraço amigo,
                      noiti
                        dezanove - notícias e cultura LGBT em português

                        Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                        #11

                        Offline spider

                        • ***
                        • Membro Total
                        • Género: Masculino
                        • someone who wants to be happy
                        Mais 1 viz obrigado Paula, é bom ver alguem escrever o que pensa e de forma tao clara, acredita que ajuda, brigadu :D
                        Realmente a falta de dialogo torna-se uma "mina" numa realçao que nao tarda a explodir, falta de dialogo, falta de partilha, ciume, traiçao, desconfiança, e depois o fim da relaçao!
                        Agora queria deixar aqui um pequeno episodio que me aconteceu ontem:
                        Fui a um casamento de uma amiga minha, estavamos sentados a almoçar(era kuaze jantar llooll) e devido a uma conversa sem ter nada a ver, tocou-se no tema de homosexuais! Custa muito estar numa mesa onde todos tem akeles perconceitos estupidos, fruto de mentes pequenas e fechadas! durante os breves momentos que durou essa conversa, conversa nao, divulgaçao de insultos, so me passava pela cabeça gritar-lhes, dizer calem-se, sao parvos, etc etc!
                        Durante essa conversa nao foi tocada uma unica vez no nome lesbicas, e agora perg:

                        Porque razao a sociedade condena mais os homosexuais que as lesbicas??
                        Na minha opiniao é porque os homens heteros, nos temem, sentem-s ameaçados, porque julgam que tal como eles, que querem "comer" muitas das amigas deles, se tiverem um amigo gay ele tambem os vai querer"comer", mais 1 perconceito!
                        No caso das lesbicas muitos heteros(homens) "apoiam" ja que uma das maiores fantazias dos homens hetero é terem uma relaçao com duas mulheres ao mesmo tempo, de perferencia com tendencias lesbicas.

                        Na vossa opiniao esta diferencia deve-se ao mundo machista que temos na nossa sociedade ou a outro factor qualquer?

                        BE HAPPY continuem :D
                        muito obrigado
                          BE HAPPY

                          Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                          #12

                          Offline paula silva

                          • **
                          • Membro Júnior
                          • Género: Feminino
                          Cá estou eu mais uma vez Spider a tentar fazer Luz!
                          Antes de mais o lesbianismo é uma forma de homossexualidade, por outro lado, a sociedade tolera mais as lésbicas que os gays, porque é rídicula! Sim é ridicula e falsa moralista! A sociedade acha que as lésbias não dão tanto na vista como dois homens de mãos dadas, ou abraçados ou mesmo a beijarem-se. Repara que durante a infância, as brincadeiras são muitas vezes comuns a rapazes e a raparigas, só com a adolescência é que esta diferença se torna mais acentuada. Acontece, que na adolescencia, as raparigas têm tendência para andarem de braço dado, de mão dada, são muito afectuosas e ninguém parece reparar muito nisso ou dar muita importância. Só mais tarda quando esta forma de estar não se dissipa é que por vezes os pais ou pretensos amigos de escola é que se encarregam de chamar nomes e apontar, mas felizmente nem todos assim procedem. Hoje vi no Sapo no tema mulher, um assunto interessante sobre a homossexuladade, aconselho a ler, assim como aconselho a ler o livro de Eric Marcus "Será uma opção?" da editora Sinais de Fogo, que tem uma visão muito real e verdadeira sobre a homossexualidade masculina, neste caso sobre os gays. Leiam, aconselho vivamente, todos deviam ler principalmente os heterossexuais. Não devia dizer assim, devia dizer antes os falsos moralistas! Os ditos adeptos das familias tradicionais. Durante muitos anos da minha vida, considerei-me hetero e vivo com um homem que é hetero mas que tem uma mentalidade totalmente diferente desta sociedade e é por isso que estou com ele. quando a mentalidade é aberta, acreditem que a fronteira entre ser-se homo, hetero, bi ou lesbico é muito ténue, mas para isso é preciso abertura mental e muito diálogo. A mentalidade tem que mudar em todos os mundos, homo, hetero, bi, lesbico. Ás vezes sinto rivalidade entre estes mundos e rivalidade no proprio mundo homossexual, e isso é errado, não funciona. Devemos aceitarmo-nos como somos e respeitarmos a diferença. sei que isso nem sempre acontece, infelismente, como no caso do casamento a que foste e isso torna-se revoltante!Aposto que quase te apeteceu intervir, e deixar todos de boca aberta, mas ainda bem que não entraste em seleumas, quando as mentalidades são tacanhas, não adianta, eles não compreendem, não estamos todos no mesmo degrau desta imensa escadaria que é a vida.Há que entender sim, que tudo é na realidade a mesma sexualidade, apenas tem formas de se expressar diferentes e toda a diferença para mim é boa! É da diferença que nascem coisas novas e a sociedade tem que se renovar!  Espero ter dado mais uma ajudinha e respondido à tua pergunta!Um abraço amigo da Paula.
                            "A metamorfose mais plena é aquela em que se experiencia o mais completo desapego: o do próprio corpo"

                            Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                            #13

                            Offline paula silva

                            • **
                            • Membro Júnior
                            • Género: Feminino
                            desculpa, ficou uma coisa por abordar.
                            Não te refiras dessa forma, aos homens heteros querem "comer" ou estarem com duas mulheres e de preferência que sejam lésbicas! Olha, isso não são homens, são animais, têm cio como os animais, esses são os verdadeiros prevertidos! O amor é belo feito entre dois homens ou duas mulheres ou um homem e uma mulher! è belo, quando há ternura, afecto, carinho, paciência, envolvência. O amor não se come, saboreia-se! toma-se-lhe o gosto, o tacto. o cheiro. quando é assim, são dois seres que se fundem e se tornam num só! Há muita porcaria nas mentes dos homens heteros, talvez mais do que nos homens homossexuais, porque o preconceito, o medo, o tabu e a noção de pecado bloqueia-os! As mulheres porque acham imoral, porco e com esta atitude obrigam os homens heteros a procurar aventuras na prostituição e com outros elementos por vezes mais vulneráveis. Elas foram educadas assim, deixaram-se limitar por conceitos e preconceitos que já não funcionam, deixaram-se moldar por religiões que nada têm de libertadoras. Pecado Spider, é não amar! Amar mas de corpo e alma e não respeitar o outro. O outro é um prolongamento de mim, como posso ferir o outro? como posso magoar-me a mim? Se eu me respeitar, respeito tb o outro. e nem todos têm esta noção! Para um homem "comer" uma mulher e se poder duas e entrar em tangas ou orgias é ser-se muito macho! Mas esquece-se que a masculinidade não está em comer-se muitas mulheres, a masculinidade está em saber-se homem e nesse aspecto há muitos gays que são muito mais homens que esses ditos homens que na realidade não passam de animais. Sabes que o meu marido aceitou-me sabendo que eu sou bissexual? E sabes que eu tenho consciência de que no mundo homossexual, as bissexuais às vezes são odiadas por ambos os lados? Na realidade, tudo tem que se basear na confiança, no dialogo, na abertura da mentalidade, na sinceridade e honestidade. Olha, esses ditos homens que papam tudo e todas, na realidade, são uma vergonha para todo o mundo! Para toda a raça humana! Um abraço Paula.
                              "A metamorfose mais plena é aquela em que se experiencia o mais completo desapego: o do próprio corpo"

                              Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                              #14

                              Offline spider

                              • ***
                              • Membro Total
                              • Género: Masculino
                              • someone who wants to be happy
                              Mais uma ves volto a agradecer tudo que tens feito Paula, fico sem palavras pa descrever, muito obrigado!!
                              Desculpa ter usado certas palavras mas julgo que seja o meu lado de mente tacanha, pois fui criado e vivo num meio muito dificil e nem sempre consigo manter-me de mente muito aberta e saber dizer pelas palavras que devem ser ditas aquilo que quero dizer!!
                              Nao sei que mais dizer a nao ser que os teus posts tem feito reflectir e espero que a outros jovens tambem.
                              Por hoje nao sei mais que dizer, talvez contar 1 pequeno episodio de hoje, curto mas que esta sempre a acontecer em muitas casas.
                              Tava com os meus pais a ver a novela "Ninguem como tu"(que tem sido impecavel em transmitir uma vizao mais fiel e constructiva em relaçao a homosexualidade, desde ja muito obrigado), e houve uma parte em que se voltava a falar da homosexualidade do joao e na sua negaçao, e a certo momento a minha mae que ja estava a ficar confuza perguntou-me se ele era gay, eu disse obviamente que sim, e começaram logo os comentarios tipicos! Como desta vez nao estava em nenhuma mesa de nenhuma casamento resolvi dizer algo, disse-lhe que eram opçoes e que era algo normal! Tivemos 1 pequena discuçao de ideias, mas é imprecionante na falta de flexibilidade destas pessoas.
                              Por muito que fala-se, por muito que a tenta-s convence-la k n era questao d pecados nem meios pecado, de ser natural ou n natural, homens a serio ou a fingir, "p*nelei*os" ou nao, que era apenas homem que gosta de outros homens, algo tao natural como mais um nascer do sol parecia que nem me estava a ouvir.
                              Acabamos a conversa com uma pergunta da parte dela, perguntou-me como é que um homem pode gostar de outro homem, eu respondi, tal como uma mulher ama um homem, ou um homem uma mulher, que o amor n é diferente!
                              Calamo-nos e continuamos a ver a novela, n sei se mudei alguma coisa naquela cabeça, espero que sim, pois um dia espero contar-lhe e ser aceite, tenho medo, mas continuo com esperança! Julgo que se ha alguem na minha familia que aceite será ela, mas tenho medo!

                              Pergunta de hoje:

                              Muitas das familias nao aceitam a homosexualidade poque? por nao perceberem ou pela "vergonha" que isso lhes possa trazer??
                              BE HAPPY boa noite e todos e obrigado por tudo, porfavor, que quizer deixar questoes para seram abordadas que o faça :D agradeço
                              abraços a quem precizar...
                              « Última modificação: 17 de Agosto de 2005 por spider »
                                BE HAPPY

                                Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                                #15

                                Offline paula silva

                                • **
                                • Membro Júnior
                                • Género: Feminino
                                Olá Spider! foi bom haver essa abertura com a tua mãe! Muito bom mesmo! Experimenta tu perguntar-lhe a ela, assim como quem não quer a coisa: Olha mãe, aquilo é uma telenovela, mas acontece na vida real, e se tu tivessses um filho que fosse gay? ias pô-lo na rua?
                                é assim que se abordam as coisas. Quando eu descobri a minha bissexualidade, tb comecei assim. decidi começar a abordar o assunto sempre que a tv focava o tema. A minha filha é a que criticava mais, tens l6 anos e eu um dia, pus-lhe assim a questão: achas que somos toda a vida heterossexuais ou homossexuais? Enganaste! A sexualidade não é linear, pode mudar! Eu posso mudar! Supõe tu que o teu irmão é gay, achas que ele vai gostar dos teus comentários?
                                é claro que o meu filho até ao momento presente, não mostra essa orientação. Mas isto serviu de trampolim para dizer ao meu marido! Mais tarde o meu filho (21 anos) questionou-me a mim, ele já tinha reparado que eu e o pai dele não andavamos a morrer de amores e eu disse-lhe. Mas na verdade Spider, nóes não temos que dizer nada! A nossa vida intima é só nossa. Se sentires que deves dizer à tua mãe, se achas que ela tem conhecimentos básicos para te aceitar e entender porque não? Mas mais ninguém precisa de saber! A sociedade em que vives é muito fechada! Eu conheço o meio onde vives, tb tenho lá familia e ainda este fim de semana estive na tua terra! Tem cuidado, até porque ainda és muito novo! Não deve ser nada fácil para ti nesse meio afirmares a tua sexualidade! Preserva-te! Essencialmente, basicamente é sempre o mesmo ponto: a vergonha, a ideia de pecado! Repara que a nível da Igreja as coisas não estão melhores com este novo Papa e nunca irão estar a nível religioso! são muitos séculos com a ideia que homossexualidade é anti-natura! Primeiro foi considerada doença, pecado e só agora é que decidiram dizer que é natural e nada tem de doença ou preversão! Isto estava inculcado nas pessoas, por isso é que é necessário falar abertamente e naturalmente da homossexualidade para que a mente das pessoas se vão habituando. Eu quase tenho a certeza Spider, que a tua geração, é aquela geração que vai poder casar-se e constituir família! Quando tiveres os teus vinte e tais, trinta, irás ver que a sociedade estará mais aberta e acabará por aceitar a orientação sexual de cada um, mas até lá vai com cuidado mesmo com a tua mãe. As mães e neste caso falo no papel de mãe, têm um coração cheio de amor a tua não deve ser excepção! As mães querem o melhor para os filhos! Se para os meus filhos a felicidade está em serem hetero, tudo bem! Se mudarem tudo bem tb! Mas isso sou eu a pensar assim! E eu represento a minoria da mentalidade desta sociedade! Há ainda muita vergonha, muito sentimento de culpa, muita pouca informação e formação acerca da sexualidade e das suas diferentes maneiras de vivê-la, senti-la e acima de tudo de encará-la! Se conseguires ter uma aliada na tua mãe, verás que te sentirás mais leve, é como se um novo horizonte se abri-se! foi assim que eu me senti quando contei ao meu marido, filho e mais três grandes amigos meus! Estão todos comigo! Continuando a amar-me como sempre me amaram! Sabes que ao inicio pensei que era lésbica? Foi muito dificil descobrir-me e tomar consciencia da minha verdadeira orientação sexual! Tenta sem chocares a tua mãe, tenta devagarinho, com subtileza, apalpando o terreno! E não me agradeças, quero ajudar todos os que possa, afinal eu vivo o mesmo problema e ao mesmo tempo podias tb ser meu filho! Quando te respondo penso em muitos outros/as como tu, jovens, receosos, cheios de solidão e ávidos de encontrarem alguém! Hás-de encontrar, mas preserva-te, protege-te para que acima de tudo não sejas tu o primeiro a sofrer. Antes de gostares de alguém, gosta de ti primeiro e analisa antes demais o que poderá ser benéfico para ti! Espero que consigas, um abraço amigo da Paula.
                                  "A metamorfose mais plena é aquela em que se experiencia o mais completo desapego: o do próprio corpo"

                                  Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                                  #16

                                  Offline spider

                                  • ***
                                  • Membro Total
                                  • Género: Masculino
                                  • someone who wants to be happy
                                  Ola gente e um oi especial para ti Paula,ja deves estar farta de tantos obrigados, mas tens sido expetacular, obrigado!
                                  Vou tentar fazer isso mesmo com a minha mãe, nao sei se iria compreender mas acho que iria tentar aceitar! Ainca nao estou preparado para lhe contar e talvez daqui a uns tempos quando estiver num momento estavel e que ja tenha alguma independencia e segurança, ate la o tempo ira passar e as mentalidades talvez se abram mais um pouco!
                                  Ate hoje apenas uma amiga sabe sobre a minha homosexualidade, foi muito dificil contar-lhe, mas consegui!
                                  Foi numa tarde do terceiro periodo, disse-lhe que lhe tinha que dizer uma coisa muito importante, disse que se ela nunca mais me me kizece olhar nos olhos que o podia fazer, desd que compreendece a importancia doque lhe ia contar!
                                  Nesse momento estava a passar uma fase dificil, ainda nao conhecia ninguem(gay) pessoalmente e podia-s dizer que a net era a minha vida, e de certo modo era, e sendo a minha vida por aqui sentia todas as emoçoes e sentimentos como se focem reais e nao virtuais! Estava muito magoado por umas coisas que aconteceram e estava muito a precizar falar com alguem e decidi que se havia alguem que me tentaria ajudar seria ela!
                                  Foi numa sexta a tard, estava morto de medo, pois ela era terrivelmente antiquada,lloool, muito catolica, ate da catekeze(la vem o problema da igreja e dos "pecados") e tinha medo que ela nao percebece e nao aceitace!
                                  Comecei muito devagar mas ela nao percebeu(ou nao kiz perceber) voltei a explicar e para ela perceber tive mesmo que lhe dizer: Eu sou gay, gosto de homens!! ela ficou muito calada e a pensar, eu estava a pensar que me ia começar a insultar ou algo do genero, estava aterrado, mas ela nao teve qualquer reacçao! Perguntei-lhe o que achava, ela disse que nao sabia, digamos que ficou em estado de choque! Como foi ao fim da tarde tivemos que nos separar e cada um foi para a sua aldeia, meteu-se o fim de semana e nos sem falarmos! Chegou a segunda, ela disse que nao tinha durmido nada bm, que ainda nao acreditava e chegou mesmo a dizer-me que eu devia tar errado e apenas a passar uma fase, entrou numa pequena negaçao!
                                  Com o tempo acostumou-se a ideia e agora ate ja brincamos com o assunto, apreciamos rapazes e essas coisas, lloooll, mas ainda fica um pouco esquezita quando lhe falo sobre isso!
                                  Ganhei ainda mais a sua amizade e fiquei ainda mais agradecido pelo seu amor e carinho, ganhei uma amiga e fiquei muito mais leve, agora tenho alguem em quem confiar e em quem me posso apoiar!
                                  Tenho pena que no fim destas ferias a vou "perder", vai para braga estudar, mas o carinho e a amizade que sinto por ela nunca vai mudar! Nunca me arrependi de lhe contar, e antes de o fazer nunca imaginei que me iria sentir tao bm!
                                  Tornamo-nos confidentes e contamos tudo e é bom ter alguem assim :D

                                  Brigadu por tudo e boa noit

                                  BE HAPPY e um abraço muito grande pa ti Paula e um bjinho pos restantes
                                  vao deixando questoes ou temas, agradeço, brigadu... :-* ;) :D
                                    BE HAPPY

                                    Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                                    #17

                                    Offline Hekamiah

                                    • ****
                                    • Membro Sénior
                                    • Género: Masculino
                                    • O Gurreiro da Luz
                                      • A voar mais alto
                                    Ola a tod@s,
                                    Antes de mais queria agradecer a tod@s os participantes neste topic. NA minha opiniao, o topic está a seguir um caminho deveras interessante e acima de tudo mto informativo e elucidativo.
                                    Em relação ao excerto q cito em baixo, gostava de perguntar se era possivel deixar aqui um link para o assunto referido no sapo mulher , para que deste modo fosse mais facil a todos ler o referido artigo.

                                    .... Hoje vi no Sapo no tema mulher, um assunto interessante sobre a homossexuladade, aconselho a ler, assim como aconselho a ler o livro de Eric Marcus "Será uma opção?" da editora Sinais de Fogo, que tem uma visão muito real e verdadeira sobre a homossexualidade masculina, neste caso sobre os gays. ....


                                    Obrigado e boas conversas.

                                    Hekamiah
                                    « Última modificação: 18 de Agosto de 2005 por Hekamiah »
                                      I am the one star that keeps burning, so brightly,
                                      It is the last light, to fade into the rising sun

                                      I'm with you
                                      Whenever you tell, my story
                                      For I am all I've done   http://a-voar-mais-alto.blogspot.com/

                                      Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                                      #18

                                      Offline Hekamiah

                                      • ****
                                      • Membro Sénior
                                      • Género: Masculino
                                      • O Gurreiro da Luz
                                        • A voar mais alto
                                      ois, again

                                      Depois de uma breve pesquisa la encontrei o site..
                                      Penso ser este:

                                      http://mulher.sapo.pt/Xt51/588070.html

                                      Pareceu me oportuno retirar do texto o ultimo paragrafo :

                                      "Tanto a heterossexualidade como a homossexualidade são manifestações da sexualidade humana igualmente legítimas, e não existe fundamentação científica para argumentações preconceituosas.
                                      A esperança é que a sociedade possa dar-se conta de que nenhum psicólogo ou cientista tem a última palavra sobre a vida sexual de ninguém.


                                      Excerto do Texto de:
                                      Ana Belém



                                       
                                       
                                       
                                      « Última modificação: 18 de Agosto de 2005 por Hekamiah »
                                        I am the one star that keeps burning, so brightly,
                                        It is the last light, to fade into the rising sun

                                        I'm with you
                                        Whenever you tell, my story
                                        For I am all I've done   http://a-voar-mais-alto.blogspot.com/

                                        Amor/Sexo/Gay em tras-os-montes(e resto do mundo)
                                        #19

                                        Offline paula silva

                                        • **
                                        • Membro Júnior
                                        • Género: Feminino
                                        Hekamiah e Spider:
                                        é mesmo esse parágrafo que é importante! Finalmente a Luz já não está no fundo do túnel, já vem a caminho! Vão ver que em breve namorar-se com rapazes ou raparigas e casarem pessoas do mesmo sexo vai ser naturalmente natural! Aproveitem esta era, a era da abertura e vivam aquilo que realmente são, não tenham medo, o medo é uma prisão sem grades que nos tolhe por dentro e não nos deixa crescer!
                                        Spider, acho a tua intenção muito sensata! Adquire independência e segurança, a sociedade entretanto vai-se abrindo e se calhar nem precisarás de dizer à tua mãe, com a tua atitude na vida ela começará a entender ou a aperceber-se de algumas coisas. Acima de tudo não tenhas medo, vive quem tu realmente és, mas preserva-te, tem cuidado a quem contas, se nas cidades grandes é complicado nas pequenas muito pior, mas às vezes o problema está mesmo é nas nossas cabeças, além disso não precisas de dizer a ninguém qual a tua sexualidade, primeiro porque ainda és muito jovem e segundo nunca te esqueças a sexualidade não é linear, isto é, podes de facto ser homossexual toda a tua vida, mas podes tb não o ser. O nosso corpo muda de sete em sete anos, ou seja as nossas células renovam-se de sete em sete anos e isso ás vezes trás mudanças a todos os níveis. Quanto á tua amiga, os amigos quando são verdadeiros, são para sempre e arranja-se sempre meio para falar com eles, em último caso há telefones. tlm. cartas e depois aki tens sempre os teus amigos virtuais.
                                        Eu é que tenho que agradecer-te o facto de te teres aberto comigo, procurei falar-te como amiga, como mulher e como mãe que sou e desejo que encontres alguém no futuro que seja suficientemente merecedor de ti e sejas feliz com ele. Ainda tens um grande futuro e caminho para precorrer, em breve virá a Universidade, o mundo do trabalho e vais sair desse buraquinho e lançares-te na vida onde vais cruzar-te com centenas de pessoas, mas pensa sempre primeiro em ti e no que será bom para ti. E não me agradeças eu é que me sinto honrada por te teres aberto comigo e se algum dia necessitares de falar algum assunto que não queiras expô-lo aki abertamente, podes mandar-me um email eu responderei. Sê feliz, faz alguém feliz! Um abraço amigo da Paula
                                          "A metamorfose mais plena é aquela em que se experiencia o mais completo desapego: o do próprio corpo"

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          18 Respostas
                                          12630 Visualizações
                                          Última mensagem 4 de Dezembro de 2010
                                          por confused
                                          Amor "sem" sexo...

                                          Iniciado por nicsparks « 1 2 ... 14 15 » Apoio

                                          294 Respostas
                                          55427 Visualizações
                                          Última mensagem 12 de Março de 2014
                                          por Maped
                                          182 Respostas
                                          36242 Visualizações
                                          Última mensagem 27 de Abril de 2015
                                          por Bandura_62
                                          O sexo sem amor...

                                          Iniciado por sls_woman « 1 2 ... 33 34 » Geral

                                          664 Respostas
                                          77155 Visualizações
                                          Última mensagem 25 de Março de 2014
                                          por EllieDurden
                                          Amor sem sexo ou sexo sem amor?

                                          Iniciado por Niniokoala « 1 2 ... 20 21 » Saúde e Bem-estar

                                          412 Respostas
                                          63908 Visualizações
                                          Última mensagem 29 de Agosto de 2016
                                          por maybe1day