rede ex aequo

Olá Visitante06.dez.2019, 05:12:01

Autor Tópico: Notícias LGBT (que não se enquadram noutros tópicos)  (Lida 487478 vezes)

 
Notícias LGBT
#3180

Offline timmy

  • *****
  • Membro Vintage
  • Género: Masculino
Atenção, a adopção por parte de casais LGBT, apenas. Qualquer LGBT em Portugal é elegível para adoptar em Portugal, desde que solteiro. Isto engloba adopção em União de Facto, possível adopção por casais do mesmo sexo casados e co-adopção do filho de uma pessoa LGBT pel@ seu/sua companheir@.

    Notícias LGBT
    #3181

    Offline filipepaulo

    • *****
    • Membro Elite
    • 9 Julho 2011 - MOP + Porto Pride - foi liiiiiiido!
      • PortugalGay.pt
    Atenção, a adopção por parte de casais LGBT, apenas. Qualquer LGBT em Portugal é elegível para adoptar em Portugal, desde que solteiro. Isto engloba adopção em União de Facto, possível adopção por casais do mesmo sexo casados e co-adopção do filho de uma pessoa LGBT pel@ seu/sua companheir@.

    Pois... mas convém recordar que com a lei de Casamento Civil que está prevista a partir do momento que alguém se casa com uma pessoa do mesmo sexo, deixa de poder adoptar mesmo que a título individual.
      PortugalGay.pt - desde 1996 o site para todos os LGBTH em Português.

      Notícias LGBT
      #3182

      Offline timmy

      • *****
      • Membro Vintage
      • Género: Masculino
      Hum... em casos de casamento de pessoas de sexo diferente podem?

      No meu ponto de vista não faz muito sentido estar-se casado e adoptar-se a título individual, mas compreendo que pudesse eventualmente ser uma solução.

        Notícias LGBT
        #3183

        Offline filipepaulo

        • *****
        • Membro Elite
        • 9 Julho 2011 - MOP + Porto Pride - foi liiiiiiido!
          • PortugalGay.pt
        http://portugalgay.pt/news/030410A/eua:_video_pela_igualdade_com_estrela_de_true_blood

        EUA: Video pela igualdade com estrela de True Blood
        Sábado, 3 Abril 2010 22:23 (21:23Z)
        PortugalGay.PT (Portugal)

        O vídeo pela igualdade conta com a participação de Cyndi Lauper, Anna Paquin, Elton John, Jason Mraz, Cynthia Nixon, Whoopi Goldberg, Wanda Sykes, Sharon Osbourne, Clay Aiken e Kevin Alejandro.

        A campanha "I Give a Damn!" ("Eu preocupo-me!" ou "Isso diz-me respeito" em tradução livre) procura motivar as pessoas para as questões de igualdade para gays, lésbicas, bissexuais e transgéneros.

        A campanha obteve uma visibilidade acrescida com a participação de Anna Paquin. A estrela de televisão em True Blood, do cinema na trilogia X-Men e vencedora de um Oscar pelo seu trabalho em O Piano afirma-se bissexual no pequeno filme de promoção da campanha. A situação foi tão inesperada que o site da campanha esteve desligado durante várias horas devido à sobrecarga de visitas.

        O pequeno filme começa com Cyndi Lauper afirmando-se como heterossexual,  Clay Aiken como gay e Anna Paquin como bissexual.

        No seguimento, nomes como Elton John, Cynthia Nixon, Whoopi Goldberg, Wanda Sykes, Sharon Osbourne, Jason Mraz e Kevin Alejandro apresentam situações específicas que deveriam levar as pessoas a preocuparem-se.

        Em primeiro lugar aparece a estatística de um crime de ódio por hora nos EUA, depois Elton John questiona o espectador como seria a sua vida se tivesse de andar sempre preocupado em ser agredido ou até morto apenas por ser quem é.

        Depois é apresentada a forma como os jovens LGBT são colocados fora de casa pelas suas próprias famílias quando revelam a sua orientação sexual ou identidade de género. Precisamente as pessoas em que esses jovens mais confiavam e ficar numa situação de não ter para onde ir.

        A questão dos 30'000 militares que foram expulsos das forças armadas nos EUA nos últimos 16 anos é apresentada de seguida, e questiona-se como será estar disponível para sacrificar a vida pelo país e depois ser mandado para a rua apenas por amar alguém.

        O vídeo termina com uma mensagem de motivação para que todos trabalhem para a igualdade e se preocupem.

        Veja o vídeo abaixo, e visite o site da campanha em www.wegiveadamn.org.

        WE GIVE A DAMN #1 - FULL VERSION
        « Última modificação: 3 de Abril de 2010 por filipepaulo »
          PortugalGay.pt - desde 1996 o site para todos os LGBTH em Português.

          Notícias LGBT
          #3184

          Offline timmy

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Masculino
          Gays e lésbicas invadem Algarve
          http://clix.expresso.pt/gays-e-lesbicas-invadem-algarve=f574517

          É homem e não olha para as curvas das mulheres? É mulher e simplesmente não quer saber de homens? Tanto gosta de uns, como de outras? Então, este festival é para si. Mas se é hetero, também é bem-vindo. (Vídeo no fim do texto)

          Vai ser o maior  festival lésbico, gay, bissexual e transsexual (LGBT) de sempre, em Portugal. Essa é, pelo menos, a promessa da organização, apostada em fazer negócio, mas também em revitalizar o turismo na época baixa.

          "A ideia surgiu porque entendemos que os festivais LGBT têm uma importância enorme e nós tentámos atrair esse sector vital do turismo para Portugal. Basta pensar no que acontece em Espanha, Itália, França e Grécia, que cada vez dão mais importância a este tipo de eventos", adianta ao Expresso Hugo Pereira, da organização.

          E é assim que a 14 e 15 de Maio o recinto que habitualmente recebe a Fatacil, em Lagoa, vai receber o primeiro festival gay e lésbico do Algarve, com direito a red light - uma área com sex shops, piercings e tatuagens - , mas também stands de tarólogos, sexólogos, leitores de búzios e de mãos, para além de uma feira de stocks e uma área gourmet.

          O Allove Festival (visitável em www.allovefestival.com ) terá um 'gayódromo', uma espécie de feira popular com direito a casa assombrada e touro mecânico e ainda um "pavilhão das artes" com cerca de mil metros quadrados com escultura, pintura e poesia, bem como uma zona onde cerca de 20 hotéis apresentam propostas gay-friendly, de turismo mais vocacionado para o mercado dos turistas gay.

          Heterossexual? Não há problema!

          Mas os heterossexuais também são benvindos, sugere Hugo Pereira: "Olhamos para isto como um negócio, mas é também uma celebração da diversidade sexual. Não é para ofender ninguém, não é reivindicativo e é totalmente aberto às camadas heterossexuais", garante.

          Quanto à potencial polémica causada pelo evento, Hugo Pereira admite que o mais controverso poderá ser a realização de casamentos homossexuais durante o festival, por enquanto apenas simbólicos (caso a lei não o permita até lá) mas com direito a tudo: "Temos casamentos de luxo, com limousine, bolo de casamento e hotéis de cinco estrelas para a noite de núpcias", garante.

          Bares de Lisboa também vão lá estar

          O evento poderá juntar oito a 10 mil pessoas por dia, segundo as estimativas dos promotores. Conta com o apoio da Câmara Municipal de Lagoa, da Associação de Turismo do Algarve e a participação das associações Abraço e MAPS, e do Movimento de Apoio à Problemática da SIDA.

          Entretanto, alguns dos bares mais famosos de Lisboa já confirmaram presença no Festival, caso do "As Primas", "Maria Lisboa" e o "Fiéis ao Bairro", que conta com um cartaz de animação onde se destaca o Supermartxé, um evento que mistura música com acrobatas, carregado de erotismo. 


          Supermartxe Winter 2010

            Notícias LGBT
            #3185

            Offline Gui303

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Masculino
            Fantástico!
            Sempre achei que o Algarve podia destacar-se muito mais em termos de turismo lgbt!! É só olhar para outras regiões turísticas do sul da europa (espanha, frança, grécia) e ver os milhões que fazem à conta do turismo lgbt. Chegou tarde mas chegou. E a festa tem o apoio da autarquia, o que demonstra já uma abertura política do algarve a desenvolver a região enquanto ponto de passagem obrigatório para a comunidade lgbt!
            Go Algarve, agora ninguém nos para!!  ;D ;D

              Notícias LGBT
              #3186

              mike J

              • Visitante
              Gays e lésbicas invadem Algarve

              [/quote]

              É nestes momentos que serve para alguma coisa ser Algarvio.

                Notícias LGBT
                #3187

                Offline Blackdi

                • *****
                • Membro Vintage
                • Género: Feminino
                • "Na vida nada acontece por acaso."
                  • Criatura da Noite
                Ui, muito à frente!  :up

                Notícias LGBT
                #3188

                Offline _Margot_

                • *****
                • Membro Elite
                • Género: Feminino
                • The show must go on!
                gostei da iniciativa e fiquei curiosa.  :-X
                  "Be anything but a coward, a pretender, an emotional crook, a whore: I'd rather have cancer than a dishonest heart." Truman Capote - Breakfast at Tiffany's

                  Notícias LGBT
                  #3189

                  Offline Blackdi

                  • *****
                  • Membro Vintage
                  • Género: Feminino
                  • "Na vida nada acontece por acaso."
                    • Criatura da Noite
                  Confesso que não li a notícia por completo, mas esta iniciativa será bem mais interessante se for promovida a nível internacional no sentido de trazer LGBT's estrangeiros a Portugal. Porque não apostar no turismo LGBT no Algarve?  ;)

                  Notícias LGBT
                  #3190

                  Offline timmy

                  • *****
                  • Membro Vintage
                  • Género: Masculino
                  Porque não apostar no turismo LGBT no Algarve?  ;)

                  Lagos é tida, no estrangeiro, como uma cidade LGBT friendly para turistas LGBT.

                    Notícias LGBT
                    #3191

                    Offline ♙Angelita/Devilita♟

                    • *****
                    • Membro Ultra
                    • Banido
                    • Género: Feminino
                      • Anti-Homophobia
                    Responder
                    05 Abril 2010 - 17h13

                    Estaria apaixonado por um soldado nazi
                    O espião que inspirou ‘Paciente inglês’ era gay

                    Fonte / Ler +

                      Notícias LGBT
                      #3192

                      Offline ⓙⓐⓜⓔⓢ

                      • *****
                      • Membro Ultra
                      • Género: Masculino
                      • Love is Love
                      Gays e lésbicas invadem Algarve
                      http://clix.expresso.pt/gays-e-lesbicas-invadem-algarve=f574517


                      Hehe este festival só se poderia realizar na minha cidade!  8-)
                      Lagoa fica a sete quilómetros de Portimão e é muito fácil de lá chegar. Para quem for, aproveite as fantásticas praias da costa do concelho de Lagoa, algumas colocadas no lote de melhores do mundo (tenho de promover a minha região :P)

                        Notícias LGBT
                        #3193

                        Offline timmy

                        • *****
                        • Membro Vintage
                        • Género: Masculino
                        70 portugueses mudam de sexo
                        http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1536652

                        Em cinco anos, foram operadas 25 pessoas, mas há mais 45 casos de reatribuição do sexo a decorrer no País.

                        Pelo menos 70 portugueses fizeram ou estão a fazer operações de mudança de sexo desde 2005, diz ao DN João Décio Ferreira, cirurgião plástico no Hospital de Santa Maria, a única unidade pública que está actualmente a dar resposta a transexuais que pediram a reatribuição do género. Um dos casos mais mediáticos é o de Filipa Gonçalves, filha do futebolista Nené. A manequim revela agora em livro todas os obstáculos que teve de ultrapassar para se tornar mulher.

                        Santa Maria é a única a lidar com a mudança de sexo. Depois de "ter feito três cirurgias, a consulta do São João fechou, porque dois médicos saíram, estando a consulta em restruturação. Décio Ferreira está reformado mas opera um dia de 15 em 15 dias. Pouco para o necessário, já que todos os anos há seis pedidos. "Se pudesse operar todos os dias, teria sempre trabalho", diz. Apesar de estar acompanhado por internos, "parece que nenhum quer continuar a fazer estas cirurgias", lamenta.

                        Actualmente, o médico está a acompanhar 42 transexuais. "Já iniciei operações com 35 pessoas, a que se vão juntar mais seis ou sete", refere. Concluídas estão as cirurgias de reatribuição de sexo de 15 mulheres e 7 homens, que antes tinham género diferente.

                        "Mais de 40 são operações de passagem do sexo feminino para masculino. Nesse aspecto, a mudança de sexo é diferente do habitual, já que noutros países é mais comum serem os homens a mudar de sexo", avança, sem conhecer as razões para os contrastes.

                        O processo tem início com o diagnóstico de transexualidade. "Tem de haver avaliação psiquiátrica num centro, que depois remete o candidato para outra instituição. Depois de confirmado o diagnóstico pela segunda vez, o pedido é enviado para a Ordem dos Médicos, que tem de dar aval, já que são cirurgias irreversíveis. Há cinco casos em análise. Falamos de uma incompatibilidade entre a anatomia e o cérebro. "A pessoa é o que o cérebro for. E como não se pode mudar o cérebro, muda-se o que se pode: o corpo", explica o cirurgião. O diagnóstico demora pelo menos dois anos, mas pode alargar-se a três.

                        No caso da mulher, a mudança obriga a muito mais operações. Fazer uma mastectomia, para tirar as mamas, é relativamente rápido, tal como a histerectomia , operação que consiste na retirada do útero, ovários e trompas. Estas cirurgias podem ser feitas por outros especialistas.

                        Mais complicada é a mudança do sexo propriamente dita. E aqui há duas opções: "Se for um a metoidoplastia é mais rápido. Depois de uma terapia com hormonas, fazemos um pequeno pénis com os tecidos do clitóris e dos pequenos lábios vulvares, bem como o escroto", a partir dos grandes lábios. É possível fazer uma prótese para os testículos, com bolinhas de silicone. Mais complexa é a faloplastia, reconstrução que obriga a inúmeras cirurgias e que implica, no final, a colocação de uma prótese.

                        Já no caso do homem, a passagem para um corpo feminino é mais simples: utiliza-se parte do intestino, do escroto e do pénis para construir a vagina. A operação de construção mamária segue os parâmetros habituais.





                        Dois a três anos é o mínimo para alterar o nome no BI
                        http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1536805

                        "O Estado autoriza e está a pagar as operações de mudança de sexo a quem precisa. Mas depois obrigam os transexuais, juízes e advogados a perder tempo porque não temos uma lei que preveja e agilize a mudança do nome nestes casos", lamenta o médico Décio Ferreira.

                        Cerca de 20 anos depois de a Comissão Europeia ter instruído os Estados membros a mudar a lei, "há países de terceiro mundo que já o fizeram e nós não".  O cirurgião refere o caso de um paciente que  esperou três anos para o fazer, embora o habitual seja dois anos. Como não há lei, "as pessoas têm de pôr o Estado em tribunal. Já fui testemunha em mais de dez casos. Dos sete homens operados, só três já conseguiram mudar de nome".





                        Acho que esta última notícia é algo grave e as associações LGBT deveriam "forçar" os partidos políticos a discuti-lo na AR enviando um comunicado ou apelo à sensibilização... até porque se trata apenas de desburocratizar algo.




                        Nota da Moderação: Pedimos que os comentários a esta notícia, sejam feitos no tópico sobre o tema em causa 'Transexualidade'. Obrigado pela atenção.
                        « Última modificação: 23 de Abril de 2010 por Moderação Geral »

                          Notícias LGBT
                          #3194

                          Offline timmy

                          • *****
                          • Membro Vintage
                          • Género: Masculino
                          PS prepara lei para mudar BI a transexuais
                          http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1538534

                          Socialistas ultimam diploma para permitir mudança de identidade a quem mude de sexo. Hoje, só um juiz o pode decidir

                          Estando prestes a ficar concluído o processo legislativo do casamento entre pessoas do mesmo sexo, com o Tribunal Constitucional prestes a dar luz verde à lei, há já quem na bancada do PS pondere os passos seguintes.

                          Miguel Vale de Almeida, primeiro deputado assumidamente homossexual e há muito activista das causas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros), tenciona, embora ainda sem calendário definido, legislar sobre as pessoas que mudam de sexo. No Bloco de Esquerda prepara-se iniciativa idêntica, conforme o DN noticiou em Dezembro passado.

                          Um cidadão português que mude de sexo tem, depois, enormes dificuldades em oficializar essa mudança nos seus documentos de identificação, dependen- do de decisões de tribunais que vão mudando conforme os juízes, muitas vezes com consequências dramáticas nas respectivas vi- das profissionais. Há até casos de quem tenha uma identidade sexual no BI e outra diferente no passaporte.

                          O que Vale de Almeida pretende é que a uma mudança de sexo tecnicamente atestada (por um mé- dico) possa corresponder automaticamente a oficialização dessa mudança nos documentos de identificação.

                          Segundo acrescenta, a evolução legislativa que pretende decorre directamente do programa eleitoral que o PS apresentou nas últimas eleições legislativas, e que teve transposição ipsis verbis para o programa de Governo: "Durante a próxima legislatura, o Governo compromete-se a combater todas as discriminações e, em particular, a envidar todos os esforços no sentido de proporcionar a todas as pessoas, independentemente da sua orientação sexual e identidade de género, o pleno usufruto dos direitos constitucionais. Com este passo, acreditamos contribuir para uma sociedade mais justa, estruturada no respeito pelos direitos fundamentais, pela democracia e pelo valor da inclusão de todas as pessoas", lê-se no documento. Ana Catarina Mendes, vice-presidente da bancada socialista, confirmou ao DN que o PS está a "ponderar" uma solução legislativa, embora não tenha ainda um articulado pronto.

                          A agenda de Vale de Almeida - independente, eleito nas listas do PS - incluiu ainda a organização de uma conferência parlamentar sobre parentalidade, convidando especialistas estrangeiros. O deputado quer também remover da lei os impedimentos previstos sobre procriação medicamente assistida (uma mulher solteira está proibida por lei de lhe ter acesso). E reforçar os direitos dos casais em união de facto.

                            Notícias LGBT
                            #3195

                            Offline carolas

                            • *****
                            • Membro Ultra
                            • Género: Feminino
                            É mt bom termos o Miguel Vale de Almeida como deputado do PS, nunca vi tanta mudança a favor dos lgbts enquanto um governo está no poder... claro que estas mudanças todas ainda vão demorar, mas ao menos já estam a ser ponderadas o que é mt positivo  :)
                              "Rap is something we do, Hip Hop is something we live"

                              Notícias LGBT
                              #3196

                              Offline Diva

                              • *****
                              • Membro Ultra
                              • Género: Feminino
                              É mt bom termos o Miguel Vale de Almeida como deputado do PS, nunca vi tanta mudança a favor dos lgbts enquanto um governo está no poder... claro que estas mudanças todas ainda vão demorar, mas ao menos já estam a ser ponderadas o que é mt positivo  :)

                              É verdade, em tão pouco tempo tem-se visto ou pelo menos tem-se falado em tantas mudanças que irão consagrar direitos aos LGBT's...  :)

                              O Miguel Vale de Almeida é decerto uma mais valia, mas temos muitos outros deputados que mesmo sendo heterossexuais estão a lutar com determinação pelos nossos direitos...

                              Bem hajam...
                                Nós somos feitos do tecido de que são feitos os Sonhos

                                Willian Shakespeare

                                A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo como os seus animais são tratados.
                                 Mahatma Gandhi

                                Notícias LGBT
                                #3197

                                Offline ⓙⓐⓜⓔⓢ

                                • *****
                                • Membro Ultra
                                • Género: Masculino
                                • Love is Love
                                Presidente do IPS defende exclusão de homossexuais

                                O presidente do Instituto Português do Sangue (IPS), Gabriel Olim, pretende que o Bloco de Esquerda (BE) apresente os estudos técnicos que levaram à apresentação do diploma, aprovado ontem por maioria na Assembleia da República, que permite aos homossexuais e bissexuais doarem sangue.

                                Olim admite ainda que o IPS só poderá aplicar a normativa resultante do projecto de resolução após se perceber "se cumpre todas as regras".

                                "A proposta [do BE] choca com tudo o que é realidade internacional. Quero saber no que é que se basearam para elaborar essas recomendações", disse, Gabriel Olim, ontem, ao JN, minutos após a aprovação da resolução por todas as bancadas parlamentares e com a abstenção do CDS-PP.

                                "Irei aguardar até o Ministério da Saúde se pronunciar. Desconheço em termos técnicos no que consiste essa proposta mas para ser verdadeira tem de ter em conta que o IPS não discrimina, apenas cumpre regras baseadas em dados que apontam que homens que têm sexo com outros homens têm relações não protegidas, por exemplo", acrescentou o responsável do ISP, frisando que as suas interpretações sobre a realidade do sector "têm sido abusivamente utilizadas".

                                A resolução bloquista consiste - além de considerandos onde se relata casos de homossexuais nacionais rejeitados e extractos de declarações de personalidades, como o Bastonário da Ordem dos Médicos, contra tal exclusão - numa recomendação ao Governo, para que reformule os questionários que são feitos aos doadores e que restringem o acesso de homossexuais na recolha da sangue.

                                http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1539557


                                Ainda não percebi o motivo de manter este senhor na presidência do IPS  :-\
                                Se Olim quer conhecer os estudos técnicos favoráveis à não proibição de dadores por simplesmente manterem (ou terem mantido) contacto sexual com pessoas do mesmo sexo, ele que apresente também os estudos que desaconselham tal permissão.  ;)

                                  Notícias LGBT
                                  #3198

                                  Offline Atzecs

                                  • *****
                                  • Membro Vintage
                                  • Género: Masculino
                                  Presidente do IPS defende exclusão de homossexuais

                                  O presidente do Instituto Português do Sangue (IPS), Gabriel Olim, pretende que o Bloco de Esquerda (BE) apresente os estudos técnicos que levaram à apresentação do diploma, aprovado ontem por maioria na Assembleia da República, que permite aos homossexuais e bissexuais doarem sangue.

                                  Olim admite ainda que o IPS só poderá aplicar a normativa resultante do projecto de resolução após se perceber "se cumpre todas as regras".

                                  "A proposta [do BE] choca com tudo o que é realidade internacional. Quero saber no que é que se basearam para elaborar essas recomendações", disse, Gabriel Olim, ontem, ao JN, minutos após a aprovação da resolução por todas as bancadas parlamentares e com a abstenção do CDS-PP.

                                  "Irei aguardar até o Ministério da Saúde se pronunciar. Desconheço em termos técnicos no que consiste essa proposta mas para ser verdadeira tem de ter em conta que o IPS não discrimina, apenas cumpre regras baseadas em dados que apontam que homens que têm sexo com outros homens têm relações não protegidas, por exemplo", acrescentou o responsável do ISP, frisando que as suas interpretações sobre a realidade do sector "têm sido abusivamente utilizadas".

                                  A resolução bloquista consiste - além de considerandos onde se relata casos de homossexuais nacionais rejeitados e extractos de declarações de personalidades, como o Bastonário da Ordem dos Médicos, contra tal exclusão - numa recomendação ao Governo, para que reformule os questionários que são feitos aos doadores e que restringem o acesso de homossexuais na recolha da sangue.

                                  http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=1539557


                                  Ainda não percebi o motivo de manter este senhor na presidência do IPS  :-\
                                  Se Olim quer conhecer os estudos técnicos favoráveis à não proibição de dadores por simplesmente manterem (ou terem mantido) contacto sexual com pessoas do mesmo sexo, ele que apresente também os estudos que desaconselham tal permissão.  ;)


                                  Isso é uma apologia errada... Realmente está do lado do BE provar o que diz, cabe-lhe o ónus da prova. Mas é idiótico o que o senhor diz: quando sair a normativa, tem de a aplicar imediatamente E não há relação, directa nem indirecta, entre relações sexuais desprotegidas e orientação sexual.

                                    Notícias LGBT
                                    #3199

                                    Offline Lio

                                    • *****
                                    • Orador(a)
                                    • Membro Ultra
                                    • Género: Masculino
                                    • "Se queres ser feliz amanha, tenta hoje mesmo"
                                      • https://www.facebook.com/roma.rui
                                    Eu acho que deviam exigir a demissão desse senhor.

                                       

                                      Tópicos relacionados

                                        Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                      0 Respostas
                                      4933 Visualizações
                                      Última mensagem 13 de Setembro de 2007
                                      por barthez
                                      0 Respostas
                                      2466 Visualizações
                                      Última mensagem 3 de Dezembro de 2007
                                      por Scorpio_Angel
                                      29 Respostas
                                      6580 Visualizações
                                      Última mensagem 17 de Outubro de 2011
                                      por JDelgado
                                      4 Respostas
                                      1323 Visualizações
                                      Última mensagem 3 de Janeiro de 2017
                                      por VannerMZK
                                      4 Respostas
                                      814 Visualizações
                                      Última mensagem 27 de Janeiro de 2018
                                      por inker