rede ex aequo

Olá Visitante17.out.2019, 21:57:28

Autor Tópico: Programa de Intervenção Psicológica ONLINE para pessoas LGBT+  (Lida 148 vezes)

 
Programa de Intervenção Psicológica ONLINE para pessoas LGBT+
#0

Offline Henrique_Pereira

  • *
  • Novo Membro
Olá, tudo bem?[/font]
[/font]
Estamos a convidar pessoas que se autoidentificam como LGBT+ e que estejam a passar por dificuldades psicológicas (ansiedade e/ou depressão) a participarem num programa de intervenção psicológica online, gratuito e confidencial.[/font]

* Se tem mais de 18 anos;
* Se reconhece que, pelo menos nos últimos 6 meses, tem tido dificuldades em lidar com problemas na sua vida relacionados com ansiedade e/ou depressão.
* Está disponível para realizar as tarefas que lhe forem propostas durante as 8 semanas de duração do programa via email e/ou WhatsApp de forma confidencial.
[/font]
[/font]
Então, este programa é para si![/font]
Para saber mais informações e/ou dar início ao seu registo, por favor, siga o seguinte link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSft7lVnCIC4imn9ItSqAY9KbJ0U4YGgO_biw5xgaYS29hq2aw/viewform[/url][/color][/font]
[/font]
Obrigado![/font]

    Programa de Intervenção Psicológica ONLINE para pessoas LGBT+
    #1

    Offline Pat_Porto

    • *
    • Novo Membro
    • Género: Feminino
    Olha o embuste fresquinho!

    Não, não é um programa de intervenção online gratuito para ajudar pessoas vulneráveis. É meramente um estudo para tentar determinar se os programas de intervenção online têm sequer eficácia...

    Mas não mencionas esse detalhe fundamental nem aqui nem na página de apresentação do inquérito. Só na segunda dizem isso, mas remetendo para lugar secundário a característica mais relevante do "programa". "Consentimento informado", lol...

    O mais trágico é que és não só membro da OP,  como professor assistente da UBI (a fazer o trabalho da tua mestranda), e não há forma de não teres consciência de que não só estás a violar o código deontológico da OP (e provavelmente da UBI), como estás a ser desonesto e imoral.

    Também gostava de saber como se faz validação dos dados online. Que método tão científico... francamente, estou a um milímetro de enviar a tua palhaçada à OP e à UBI a ver o que acham!

    Se quiseres ajudar mesmo as pessoas, deixo-te uma sugestão: paga-lhes para seguirem as tuas ordens via email / whatsapp. Tenho a certeza que tu, a tua instituição e até a tua mestranda  (que também dá consultas a 220 dólares nos Estados Unidos) podem arranjar uns trocos entre vocês. Considera isso um investimento para os possíveis ganhos futuros que vais ter com a tua técnica psicoterapêutica milagrosa: dar consultas sem tirar o rabiosque do sofá. Esforço e custo zero, à bom gestor tuga com a 4a classe mal-tirada. E sê honesto quanto ao fim do programa e da sua (ine)ficácia!
    « Última modificação: Quinta-feira por Pat_Porto »

      Programa de Intervenção Psicológica ONLINE para pessoas LGBT+
      #2

      Offline sleepy_heart

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      Olá, tudo bem?

      Estamos a convidar pessoas que se autoidentificam como LGBT+ e que estejam a passar por dificuldades psicológicas (ansiedade e/ou depressão) a participarem num programa de intervenção psicológica online, gratuito e confidencial.

      * Se tem mais de 18 anos;
      * Se reconhece que, pelo menos nos últimos 6 meses, tem tido dificuldades em lidar com problemas na sua vida relacionados com ansiedade e/ou depressão.
      * Está disponível para realizar as tarefas que lhe forem propostas durante as 8 semanas de duração do programa via email e/ou WhatsApp de forma confidencial.


      Então, este programa é para si!
      Para saber mais informações e/ou dar início ao seu registo, por favor, siga o seguinte link:

      https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSft7lVnCIC4imn9ItSqAY9KbJ0U4YGgO_biw5xgaYS29hq2aw/viewform

      Obrigado!

      Online, gratuito e confidencial... utilizando o WhatsApp? LOL como é garantida a confidencialidade?

      Pat_Porto, obrigada pelo esclarecimento que indicaste quando a este anúncio... também achei bastante estranho.


      Acrescento isto: estou, pessoalmente, farta de gentinha armada em "curandeira". Essa gente que faz da fragilidade/doença dos/as outros/as puro negócio devia ser toda presa.
      « Última modificação: Sábado por sleepy_heart »

         

        Tópicos relacionados

          Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
        86 Respostas
        31227 Visualizações
        Última mensagem 31 de Maio de 2015
        por carolinalg
        13 Respostas
        2767 Visualizações
        Última mensagem 23 de Janeiro de 2016
        por carolinalg
        5 Respostas
        1632 Visualizações
        Última mensagem 19 de Janeiro de 2010
        por .Eduardo
        15 Respostas
        1567 Visualizações
        Última mensagem 27 de Maio de 2014
        por miúda esquisita
        0 Respostas
        86 Visualizações
        Última mensagem Quarta-feira
        por Henrique_Pereira