rede ex aequo

Olá Visitante17.jan.2021, 00:02:57

Autor Tópico: Preciso sair de casa urgentemente  (Lida 5614 vezes)

 
Preciso sair de casa urgentemente
#0

Offline spaceislandss

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Feminino
Em 2015 os meus pais descobriram que sou lésbica pela primeira vez, e foi tão horrível  (até mudaram de país na tentativa de mudar-me a mim!), que fingi que iria "tentar não ser assim". Obviamente não mudei, e em 2016, após voltar pra Portugal, descobriram outra vez e reagiram mal de novo, e lá tentei eu fingir que mudaria para apaziguar as coisas, mas sempre a sonhar sair de casa...
Até Setembro deste ano, quando o meu irmão mais novo apanhou-me a beijar a minha namorada. De início, parecia que seriam finalmente razoáveis e me apoiariam, mas pioraram ao longo do tempo ao invés de melhorar. Além da constante manipulação emocial e psicológica, das conversas intermináveis pra tentar fazer-me a cabeça, pois nunca posso estar nestas "trocas de opiniões", num dia em que senti que a única forma de ver a minha namorada seria às escondidas e os meus pais descobriram, agrediram-me fisicamente.

A minha casa é um lugar insuportável para mim. Não aguento mais estar aqui, conviver com eles todos os dias. Eu não quero aceitação, quero liberdade. Sinto que a minha suposta familia são na verdade estranhos que vivem num universo completamente diferente do meu. Mas não tenho pra onde ir, e os meus pais não me deixam tentar obter independÊncia financeira.
Tenho 17 anos, faço 18 em Janeiro...
Alguém tem ideias do que posso fazer?

 :'(

    Preciso sair de casa urgentemente
    #1

    Offline Atomic

    • *****
    • Membro Ultra
    • Género: Masculino
    • Everything changes when you grow old...
      • Somos Blergh
    Olá spaceislands, tenho muita pena que a tua vida ande tão problemática como o que disseste, e acho que fizeste muito bem em vir desabafar connosco, isso é sempre o primeiro passo para chegar a algum lado.

    Confesso que não tenho de momento uma ideia revolucionária para te ajudar, se me lembrar de algo entretanto irei postar de certeza.

    Posso te encaminhar no entanto para outras formas de apoio:
    1. A casa qui costuma lidar com casos como o teu https://www.casa-qui.pt/
    2. Semelhantemente, talvez a ILGA Portugal te poderá ajudar se tentares entrar em contacto com eles

    Desculpa se não pude ajudar mais do que isso e de só responder agora (sei que nessas situações quando alguém pede ajuda, todos os dias parecem semanas), por favor mantém nos atualizados para podermos tentar te acompanhar.

    Preciso sair de casa urgentemente
    #2

    Offline spaceislandss

    • *
    • Novo Membro
    • Género: Feminino
    Olá atomic,
    É verdade... não tenho muita saída. Já entrei em contacto com a Casa Qui, e por enquanto, creio que me vão ajudar a encontrar emprego e oferecer apoio psicológico através de profissionais que têm disponíveis, o que já é ótimo.
    Obrigada por tentares ajudar,
    spaceislandss

      Preciso sair de casa urgentemente
      #3

      Offline Boreas

      • *****
      • Moderação Sénior
      • Membro Vintage
      • Género: Masculino
      • "Tu és rato!"
      Isso é uma boa notícia spaceislandss.  :)

      Espero que seja realmente o início de uma nova etapa e que o aconselhamento que te estão a dar te ajude a redefinires a tua vida.
      Por vezes alguma distância faz maravilhas para melhorar algumas relações. Vamos torcer para que o futuro te traga coisas boas.  :)
        Just live!!! WILL POWER HOPE COMPASSION LOVE

        Preciso sair de casa urgentemente
        #4

        Offline TK

        • *****
        • Associad@
        • Membro Sénior
        Spaceislandss força!  :'(

        Passei por algo muito semelhante (com a diferença de que comigo foi há 10 anos atrás).
        Os meus pais descobriram que era lésbica (tinha eu feito 18 anos dois meses antes) e a partir daí a minha vida tornou-se simplesmente insuportável... tiraram-me os telemóveis, impediram-me de falar com a minha namorada (que eu também encontrava às escondidas), isolaram-me de tudo, controlavam as horas a que eu saía de casa e a que chegava aos locais (descobri mais tarde que tinham posto pessoas a vigiar-me), as manipulações emocionais e interrogatórios durante horas a fio eram diários e nunca faltaram os gritos e o constante "reminder" de que eu era uma vergonha e "não merecia sequer o chão que pisava" :'(

        Foi horrível, duro e acabei por entrar em depressão. Estava completamente destruturada.

        Felizmente, no meu caso, não houve agressões físicas nem mudanças de país (wtf..? que raio se passa com as pessoas :(??), mas o peso da questão religiosa dava toda uma outra dimensão às agressões emocionais e humilhações verbais. Eu só queria morrer :(.

        Acabei por sair de casa.. estava a trabalhar em part-time, tinha uns 400€ do meu último ordenado, contactei e fui às escondidas ver quartos para alugar e, com grande alívio, saí de casa e tornei-me independente.

        Depois disso, foi um ano e meio de psicoterapia e acompanhamento psiquiátrico. Mas os resultados foram muito bons: fiquei emocionalmente bem e finalmente pude aceitar-me e ficar bem comigo mesma, decidi voltar a estudar e por isso mudei para Lisboa, reconstruí a minha vida praticamente do zero. Não foi fácil, mas valeu a pena :).
        Hoje estou bem e feliz :) (e é verdade o que dizem "It gets better")

        Isto para te dizer: força! Eu sei que é simplesmente horrível e desesperante o que estás a passar :'(, mas não desistas de ti!
        Teres o apoio da Casa Qui é ótimo e, sobretudo nestes casos, a ajuda especializada pode ser muitíssimo valiosa! Tenta procurar o apoio também de outros amigos e familiares e não te isoles. Cuida de ti e coloca o teu bem-estar (mental, emocional e físico) em primeiro lugar, sim?

        Lembra-te: tu és importante, tu mereces estar bem (emocional e psicologicamente) e feliz sendo tu própria e não há mal nenhum em amares que tu quiseres.

        Vai-nos pondo a par e, se precisares de desabafar, estamos aqui. Força, coragem e não desistas! :*
          Força, coragem e nunca desistas! No final, tudo terá valido a pena! ;)

          "nah.... i choose love. every single time" - Camila Cabello

           

          Tópicos relacionados

            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
          180 Respostas
          38283 Visualizações
          Última mensagem 1 de Fevereiro de 2015
          por akire
          15 Respostas
          4240 Visualizações
          Última mensagem 22 de Julho de 2012
          por ricardocca
          31 Respostas
          24762 Visualizações
          Última mensagem 21 de Maio de 2009
          por MP
          11 Respostas
          2365 Visualizações
          Última mensagem 6 de Outubro de 2010
          por Pete
          6 Respostas
          1506 Visualizações
          Última mensagem 18 de Agosto de 2012
          por BrunoMCP