rede ex aequo

Olá Visitante16.out.2019, 18:28:58

Autor Tópico: Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?  (Lida 921 vezes)

 
Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
#0

Offline Soul Survivor

  • *****
  • Associad@
  • Membro Sénior
  • Género: Masculino
Olá malta,

Criamos aqui um espaço de discussão aberta relativamente ao seguinte assunto: devem as marcas/empresas com fins lucrativos participar na Marcha do Orgulho LGBTI?

Ficamos a contar com o vosso contributo para esta discussão.

Obrigado,

Direção da rede ex aequo
    you only see what your eyes want to see

    Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
    #1

    Offline Pouto

    • *
    • Novo Membro
    • Género: Feminino
    Não vejo qual é o mal de participarem.

      Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
      #2

      Offline carolinalg

      • *****
      • Moderação Geral
      • Membro Elite
      • Género: Feminino
      • call it Magic... call it true...
      Apesar de a Marcha LGBT+ ser de teor político, de reivindicação de direitos,... não vejo mal nenhum em se convidar empresas de grande porte para a patrocinarem e, consequentemente, participarem ... A Marcha do Orgulho também é um momento de festa, e qualquer "amigo" pode participar nela! =)
      « Última modificação: 21 de Junho de 2017 por carolinalg »
        - carolinalg -

        Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
        #3

        Offline pether

        • ****
        • Membro Sénior
        • Género: Masculino
          • My thoughts
        Não acho que devem participar. Acho que podem, porque não é nenhum dever.

        Mas acho que poderiam participar e para a marcha é bom por ter mais um patrocinio e é bom para a marca porque mostra que é uma marca aberta a todas as pessoas.

        Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
        #4

        Offline safir

        • *****
        • Direção
        • Membro Júnior
        • Género: Outro
        • Close your eyes, I'll sing your favorite song
        Achei ridículo o que foi dito durante os discursos. Quem nos dera a nós que todas as empresas tivessem as benditas almas que se juntaram e criaram um grupinho inclusivo como no BNP Paribas. Estávamos a marchar pelo mesmo, direitos que são de todos.
        « Última modificação: 21 de Junho de 2017 por safir »
          I wrote you this lullaby
          Hush now baby, don't you cry
          Anything you want could not be wrong

          Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
          #5

          Offline strings

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          • Don't tread on me
          O facto de o mundo empresarial 'patrocinar' os LGBT deve ser visto como um bom sinal. Significa que a inclusão social chegou a um ponto em que é do interesse próprio de quem procura ter lucro demonstrar atitudes de abertura e tolerância. Reflecte, portanto, os valores mais abrangentes da sociedade.

            Marchas LGBTI com ou sem empresas/marcas?
            #6

            Offline Atomic

            • *****
            • Membro Ultra
            • Género: Masculino
            • Everything changes when you grow old...
              • Somos Blergh
            Eu sou um pouco a favor de deixar os de nos fechar no nosso cantinho e enxotar tudo o resto. Sei que este é um tema de elevada sensibilidade, mas aqui há tempos aconteceu algo parecido no Porto, basicamente organizadores da marcha estavam a dizer que não pediram à câmara para hastear a bandeira LGBT, por serem a ser autárquicas e a câmara do Porto não ter feito grande coisa pelos LGBTI. Isto a meu ver é um disparate pegado, parece que as marchas deixaram de ter em vista os interesses das pessoas e a luta pela indiferença e igualdade de género, orientação sexual, etc. eu às vezes questiono-me se as coisas não são feitas para proteger os sentimentos e os orgulhos daquele pequeno grupo de organizadores. É óbvio que se um órgão institucional aceitar a marcha e os LGBT e erguer a sua bandeira, vai inevitavelmente ter um impacto na população local. Não há qualquer questão.

            Fazendo agora a conexão aqui ao tema do tópico, não vejo porque é que uma empresa que tenha um código de valores que respeita os LGBT e que inclusive defenda a causa, deva ser enxotada para fora dos eventos. Compreendo que se ponha a questão do marketing, mas a partir do momento em que há partidos a fazerem parte de uma marcha, ou coletivos e associações que dependem de donativos, o marketing já é feito de certa forma, só não à escala de uma empresa grande e multinacional. Acho que inevitavelmente nos vamos ter de decidir enquanto população LGBT, se o nosso propósito é mantermos o nosso gueto ou se é juntarmo-nos ao resto da sociedade.

            Note-se só que não estou a fazer juízos de valor sobre nenhuma empresa nem a generalizar o que se deve de fazer.

             

            Tópicos relacionados

              Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
            Santos Populares e Marchas de Lisboa

            Iniciado por Salut « 1 2 ... 7 8 » Lisboa

            157 Respostas
            42597 Visualizações
            Última mensagem 2 de Junho de 2014
            por pedrosilvaesc
            Marchas LGBT... concordam?

            Iniciado por cool_water « 1 2 ... 92 93 » Geral

            1844 Respostas
            157979 Visualizações
            Última mensagem 11 de Outubro de 2013
            por Diotima
            Amor sem sexo ou sexo sem amor?

            Iniciado por Niniokoala « 1 2 ... 20 21 » Saúde e Bem-estar

            412 Respostas
            58822 Visualizações
            Última mensagem 29 de Agosto de 2016
            por maybe1day
            Marcas gay-friendly

            Iniciado por Maniuk « 1 2 3 4 » Geral

            73 Respostas
            18981 Visualizações
            Última mensagem 17 de Abril de 2015
            por caires
            74 Respostas
            29054 Visualizações
            Última mensagem 15 de Janeiro de 2018
            por blueboy