rede ex aequo

Olá Visitante13.nov.2019, 07:35:03

Autor Tópico: Plano de Resolução para coisas simples  (Lida 1457 vezes)

 
Plano de Resolução para coisas simples
#0

joaom

  • Visitante
Olá covilhaneses!
Gostava de dizer que como novo membro fiquei muito contente em saber que a Covilhã estava citada num site LGBT e, logo depois, muito triste pois percebi que não há atividade aqui. Na minha opinião não acho muito relevante existir uma equipa da associação na Covilhã pois caso haja vontade não há necessidade de criar algo para promover atividades na cidade. Para uma cidade do interior está bastante evoluída comparativamente a cidades vizinhas. Por isto, acho que podemos desmistificar alguns "problemas" existentes.
- acho bastante necessário os gays/lesbicas da cidade começarem a sair à rua e erguerem se perante o resto. Digo isto pois pelo que já procurei está tudo o interessado apenas em sexo e não em relacionamentos/namoros. Esperava isto normal em pessoas com 40/50 anos, mas em pessoas com 18*22 já podiam ser um pouco "open mind'.
- sempre sonhei que existissem espaços frequentados por pessoas como eu,e sim, já li o artigo sobre a criação de um bar friendly. Mas, uma vez que ainda não existe, poderiam ser combinadas no fórum datas e horas onde a população LGBT se encontrava PARA CONVERSAR e conhecer-se. Ou talvez existirem zonas nos bares que passaríamos a frequentar. Digo isto porque nem toda a gente tem vontade de ser erguer e mostrar se.

Deixo aqui estas duas sugestões porque as coisas podem mudar de forma muito simples e podemos sair de traz do ecrã e sair para a rua conhecer pessoas novas! Estou a escrever e nem sei se alguém vai ler, por isso, peço a quem ler para opinar e combinar coisas! Digam também o que acham que podemos melhorar. Estou farto de me sentir isolado ou obrigado a encontrar rapazes no facebook ou no instagram... A união faz a força! Não precisamos de nos mostrar ao mundo, basta nós mesmos nos conhecemos!  ;)

    Plano de Resolução para coisas simples
    #1

    Offline quiquo

    • *****
    • Associad@
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
      Olá joaom, bem-vindo ao fórum!  :)
     
      Não sou da Covilhã mas não pude deixar de ler e querer responder-te (até porque este ano, na Ida à Serra da Estrela da rede ex aequo, o pessoal ficou hospedado na Covilhã e eu gostei bastante da cidade - acredito que, pela sua dimensão e com o pólo universitário, é uma cidade com muitxs jovens LGBT).

      Queria encorajar-te por teres expressado a vontade de mudar a situação LGBT da tua cidade. São muitas as pessoas que pensam em mudar o mundo mas poucas as que dão o primeiro passo para o concretizar ou procurar ajuda. Ao expressares a tua vontade publicamente já estás a dar o primeiro passo.

      No teu post dizes que achas "necessário os gays/lésbicas da cidade começarem a sair à rua e erguerem-se perante o resto" e eu queria saber o que é que isto significa para ti, já que, no final, dizes "não precisamos de nos mostrar ao mundo". Parece-me que a visibilidade surge aqui como uma faca de dois gumes (e, muitas vezes, é; contudo, sem visibilidade continuaremos sempre a ser empurrados para as margens da sociedade e para o isolamento).

      Disseste que não achavas relevante existir uma equipa da associação na Covilhã para promover atividades e eu compreendo, mas o grande problema não é a falta de atividades nas cidades, são os locais seguros de encontro, partilha e apoio. É nesse sentido que existem os grupos locais da associação coordenados por voluntárixs que, como tu, percebem a necessidade de quebrar o isolamento.

      Nem toda a gente se quer erguer e mostrar, é certo, mas o que é que isto significa na prática? Será que essas pessoas se sentiriam à vontade a ir a um bar (que é um local público)? E depois haverão sempre pessoas que não se sentem à vontade em grupo ou em conhecer pessoalmente pessoas da internet.
     
      Tudo isto é algo complicado, ainda mais para quem viva descentrado das grandes cidades ou venha de meios mais fechados. Mas a verdade é que para  mudarmos o nosso meio temos de ser nós a dar um passo também; pode ser que mais alguém queira dar passos connosco. É difícil e requer um compromisso e algum risco (que pode ser atenuado) e é por isso que muitas pessoas não estão interessadas. Mas vale a pena, sem dúvida!  lol
     
      Enfim, sinto que não ajudei muito mas deixo a sugestão de falares com jovens LGBT que conheças na Covilhã (ou que passem por aqui) para criarem esse ponto/local seguro. Talvez as associações de estudantes das faculdades da Covilhã pudessem ser uma ajuda? Várias faculdades já começam a ver iniciativas para grupos de jovens LGBT.

      Qualquer coisa "chateia-me"  :) :P. Malta da Covilhã que passe por aqui: não olhem apenas, digam alguma coisa da vossa justiça! Nem que seja para dizer que gostavam que as coisas fossem diferentes na vossa cidade!  :D

      P.s.: Fiquem atentos à Ida à Serra da Estrela lá para Fevereiro-Março (ainda se vai divulgar por aqui); sempre é uma oportunidade para conhecerem a associação e outrxs jovens "abecedário" (desculpem, não resisti xD)

      Plano de Resolução para coisas simples
      #2

      joaom

      • Visitante
      Olá quiquo!

      Sinceramente quando estava a escrever pensavam que ninguém iria ler ou até responder! Fico muito contente por perceber que alguém leu, compreendeu e respondeu, não como uma critica mas como um incentivo.

      Gostava apenas de esclarecer alguns pontos que, provavelmente, não foram bem explícitos no post anterior.

       Quando no meu post digo que acho necessário os gays/lésbicas da cidade começarem a sair à rua e erguerem-se perante o resto e, no final,  que não precisamos de nos mostrar ao mundo pretendo dizer que, só precisamos de ser conhecidos por quem nos interessa que nos conheça, podendo sair à rua sem medos. Digo isto porque as pessoas cá isolam se por trás de um computador e ficam à espera que alguém diga alguma coisa e, sempre que saio à noite ou à rua, as pessoas que vejo como eu, são assumidas nitidamente. Acho que se todos saírem à rua sem medos seremos mais, logo, menos discriminados. Porque acho que também somos nós que fazemos com que a homossexualidade seja vista como uma minoria.

      Acerca do ponto que tratas depois vai ao encontro do meu raciocínio anterior, ou seja, se a população LGBT começar a encontrar-se irá existir obrigatoriamente a partilha de informação acerca do estado (emocional, cultural, profissional) de cada um. Acredito que a primeira vez que esse encontro acontecesse iria ser constrangedor porque seria uma estreia, mas posteriormente penso que fosse mais acolhedor e começariam a ser criadas amizades e quem sabe relacionamentos e algo do género... O local deste género de encontros talvez fosse uma escolha difícil ou não. Existem imensos locais na Covilhã, dos mais aos menos frequentados. Esse espaço nem teria que ser um café, poderia ser um jardim.. E penso que iria ser confortável para nós pois estaríamos com pessoas como nós, ainda assim,  acho que o que seria mais relevante nestes encontros seriam os assuntos a serem tratados e toda parte social.

      Como é claro escrevendo o que quer que seja tenho algum conhecimento para falar. O que me levou a partilhar as minhas ideias foi na verdade uma revolta da minha parte, porque eu saio à rua e não sinto problemas porque não me sinto incomodado e não compreendo porque que essas pessoas não vêm também à rua. Eu gostava de encontrar mais pessoas como eu e de poder falar com elas, sem que olhassem para mim como alguém que pretende apenas algo sexual. Se existissem pessoas aqui dispostas a um encontro/reuniao é óbvio que iria falar com todas as pessoas que conheço e seriamos no mínimo 10!! 

      Espero também conseguir ir ao acampamento e encontrar mais pessoas como eu, claro, e com quem consiga partilhar ideias!! Deixem aqui a vossa opinião!!

      A força de vontade não só move montanhas como destrói as ervas daninhas que se encontram ao seu redor! Nunca se esqueçam: o "tem que ser" tem muita força, mas o "querer" tem muito mais!!!!  :)

      Sejam felizes ;)

        Plano de Resolução para coisas simples
        #3

        Offline quiquo

        • *****
        • Associad@
        • Membro Sénior
        • Género: Masculino
          Então malta da Covilhã, congelou tudo xD?

           

          Tópicos relacionados

            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
          328 Respostas
          36754 Visualizações
          Última mensagem 25 de Junho de 2012
          por Abbie
          2233 Respostas
          166550 Visualizações
          Última mensagem 2 de Outubro
          por sleepy_heart
          Resolução de problemas & Entreajuda!

          Iniciado por nicsparks « 1 2 ... 5 6 » Apoio Não-LGBT

          119 Respostas
          23013 Visualizações
          Última mensagem 13 de Julho de 2008
          por Mr Unchained
          12 Respostas
          3981 Visualizações
          Última mensagem 14 de Abril de 2009
          por petala
          3 Respostas
          1601 Visualizações
          Última mensagem 10 de Setembro de 2017
          por caires