rede ex aequo

Olá Visitante18.fev.2020, 18:20:27

Autor Tópico: Como reagir, o que dizer?  (Lida 1216 vezes)

 
Como reagir, o que dizer?
#0

EuSeiLa

  • Visitante
Olá, entao começando ja com o problema, é assim: eu tenho um grupo de amigas, desde o secundário, e agora andamos todas em faculdades diferentes por isso não estamos tanto tempo juntas, mas sempre que estamos falamos sobre tudo, tudo, incluindo o mais óbvio, rapazes. O problema é que elas não sabem que eu sou lésbica. E eu quero que elas saibam, mas ao mesmo tempo não quero...eu queria que não fosse necessario ter de dizer. Mas é, e eu sinto que se não lhes contar a elas nunca terei coragem de contar a ninguem e se nunca contar a ninguém nunca terei uma relação com alguém de quem goste e acho mesmo que vão ser elas as primeiras a saber, mas parece que estou tão longe disso, e também sinto que tenho de lhes contar a elas porque não há mais ninguém. eu tenho outro grupo de amigas na faculdade mas parece que não temos aquela ligação, e elas nunca tocam nestes assuntos, por isso não sinto necessidade nenhuma de lhes contar. Agora estas minhas amigas querem mesmo saber o que se passa na minha vida, tipo "e tu há novidades?" ou "não há nenhum rapaz que te interesse?" e eu digo sempre não ou mudo de assunto, porque não lhes quero mentir, mas tambem nao sei se me sinto preparada para dizer. E não sei, às vezes estamos a falar e uma delas faz um comentário sobre alguém tipo  "eu acho que ele é gay" mas num sentido um bocado pejorativo e nessas alturas eu sinto-me  mesmo mal e que não quero contar, mas eu sei (ou acho)  que elas me apoiariam. Por exemplo, ainda hoje estivemos juntas e eu cada vez mais sinto que quero contar, e então quando falamos nisso uma delas perguntou se não havia ninguém interessante e depois de insistirem imenso eu disse que sim (porque eu sinto mesmo necessidade de falar, sem duvida), mas depois perguntam cenas tipo "e ele é da tua turma?" o que é que eu hei-de dizer...e eu depois tentei não responder e elas pensam que eu não gosto de falar sobre estes assuntos porque sou reservada ou sei la, e até me disseram, num ato de desespero, que queriam saber seja como for se for um rapaz nao sei o que ate se for uma rapariga, mas elas não fazem ideia, estavam a dizer isso mas mesmo na brincadeira a rirem-se, como se fosse a coisa mais impossível do mundo, e isso faz-me sentir mal... A verdade é que eu talvez não pareça muito gay, mas fogo, eu acho que qualquer pessoa minimamente atenta percebia, mas parece que nao, eu devo ser uma grande atriz, ou então ninguém quer saber.
E é isto, precisava mesmo de desabafar, se alguém tiver conselhos sobre como...contar, ou reagir a este tipo de perguntas, ou dar a entender, ou quiser comentar qualquer coisa, eu não sei...

    Como reagir, o que dizer?
    #1

    Offline searching_the_love

    • ***
    • Membro Total
    • Género: Masculino
    EuSeiLa, percebo o teu dilema. Mas acho que não deves abordar isso como se fosse um problema. Até mesmo se elas já fizeram essa "sugestão", mesmo que tenha sido a rir ou pareça na brincadeira.

    Porque tu não sabes se elas fazem isso porque lá no fundo podem não querer entrar na tua intimidade ou até têm medo de ofender, ou não querem insistir exactamente por pareceres reservada.

    Sabes que há muitas pessoas que aceitam, mas não sabem como abordar o assunto e muitas vezes não falam sobre isso, não por não aceitarem, mas por respeitarem o espaço do outro.

    Acho que da próxima vez que se falar sobre isso, simplesmente diz, sem medos e sem abordar a coisa como se fosse um grande problema, estilo "ah... Sim... Sabem... Eu sou gay..." - ar encavacado e silêncio na sala -

    Percebes? Pá, quando falarem sobre isso, "estás interessado em alguém?" tu: "estou" elas: "ai é??? Quem é o rapaz!??" tu: "chama-se Maria" ponto final ou diz "sim, é uma rapariga da minha turma", por exemplo. O que interessa aqui é dizer como se fosse a coisa mais corriqueira do mundo, elas assim vão-se sentir mais à vontade, porque tu não fizeste disso um problema, logo não pode haver problema nenhum. O resto acontecerá e quem for tua amiga de verdade vai-te dar um abraço, ficar contente e falar sobre isso na boa.

    Eu fiz isso com amigos meus, eles perguntavam "então, que se passa?" eu: "estou apaixoando" eles "ai é? como é que ela se chama??" eu: "chama-se Ricardo". Pronto, está dito!

      Como reagir, o que dizer?
      #2

      EuSeiLa

      • Visitante
       :D obrigada pela resposta! E sim é verdade o que dizes e espero um dia conseguir reagir dessa forma, sem duvida. Mas nao tenho a certeza, em primeiro lugar porque temos estado mesmo poucas vezes juntas e sinto que se está a perder aquela ligação, e em segundo porque não sei se quero ser a "amiga lésbica" delas. Não sei se me entendem, isto não é descriminação nem porque ser gay é uma coisa má, mas não quero ser definida por isso e tenho medo que não haja volta a dar uma vez que lhes conte.
      desculpem se isto não faz sentido e obrigada pelo apoio

        Como reagir, o que dizer?
        #3

        Sinvastatina

        • Visitante
            EuSeiLa a orientação sexual não define uma pessoa. Uma pessoa é mais que a sua orientação sexual.

          Como reagir, o que dizer?
          #4

          sleepthrough

          • Visitante
          :D obrigada pela resposta! E sim é verdade o que dizes e espero um dia conseguir reagir dessa forma, sem duvida. Mas nao tenho a certeza, em primeiro lugar porque temos estado mesmo poucas vezes juntas e sinto que se está a perder aquela ligação, e em segundo porque não sei se quero ser a "amiga lésbica" delas. Não sei se me entendem, isto não é descriminação nem porque ser gay é uma coisa má, mas não quero ser definida por isso e tenho medo que não haja volta a dar uma vez que lhes conte.
          desculpem se isto não faz sentido e obrigada pelo apoio
          Entendo perfeitamente. Comigo isso tinha a ver com uma não aceitação da minha parte da minha orientação sexual. Racionalmente aceitava-me mas emocionalmente acho q nao. . Nao sei s e o teu caso :)  eventualmente passou-me qd me senti verdadeiramente em paz comigo mesma :)

            Como reagir, o que dizer?
            #5

            Offline MoonRising

            • *
            • Novo Membro
            • Género: Feminino
            Não fiques triste. Essa sensação passa. Agora parece-me que precisas mesmo de te assumires para elas...ou tenta com a amiga que te é mais próxima. Para além de que se alguém não aceitar, podes sempre conhecer novas pessoas em ambientes que saibas que vais ser aceite.
            A sério, vais habituar-te. É um processo. Eu também ficava super envergonhada e agora embora ainda me custe, quando tenho de falar no assunto falo.
            Um dia vais pensar: "Sou lésbica e nem queria ser de outra maneira".  ;)

              Como reagir, o que dizer?
              #6

              Offline searching_the_love

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Masculino
              :D obrigada pela resposta! E sim é verdade o que dizes e espero um dia conseguir reagir dessa forma, sem duvida. Mas nao tenho a certeza, em primeiro lugar porque temos estado mesmo poucas vezes juntas e sinto que se está a perder aquela ligação, e em segundo porque não sei se quero ser a "amiga lésbica" delas. Não sei se me entendem, isto não é descriminação nem porque ser gay é uma coisa má, mas não quero ser definida por isso e tenho medo que não haja volta a dar uma vez que lhes conte.
              desculpem se isto não faz sentido e obrigada pelo apoio

              Percebo-te perfeitamente porque eu até contar, tinha um pouco esse receio, de que a partir daí me vissem como o gay e não como o amigo de sempre. Mas isso também é um processo que os teus amigos vão ter de passar, porque acredita, após contares, é uma liberdade tão boa poder falar sobre isso com quem confias. Estar constantemente a esconder quando te perguntam "eh, olha aquela rapariga, que gira" e eu a ter que fazer cara de "sim sim pois pois, vamos desviar o assunto...". Agora não, os meus amigos heteros continuam a dizer isso "epá, aquela rapariga ali é gira", eu olho e brinco com isso "meh... se ainda fosse um gajo" e acabamos a rir. E agora sem tretas quando vejo algum rapaz atraente, falo, afinal é para isso que contei aos meus amigos, para eu poder expressar as minhas vontades e preferências.

              Antes até não contei porque ainda estava naquele período de aceitação e nesse período não queria interferências de ninguém, nem família, nem amigos, queria descobrir por mim próprio. No momento em que senti que já estava a esconder e sabia o que era, a partir daí decidi começar a contar, sempre a quem se interessou por saber (porque esses são os que realmente querem saber quem tu és...) e obviamente sabendo que eram mesmo meus amigos. E sempre sem dizer como se fosse um problema, dizendo sempre de uma maneira mais corriqueira e natural possível.

                 

                Tópicos relacionados

                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                60 Respostas
                11663 Visualizações
                Última mensagem 9 de Dezembro de 2012
                por Lana.Maur
                15 Respostas
                7251 Visualizações
                Última mensagem 27 de Março de 2011
                por alfaomega
                2 Respostas
                1274 Visualizações
                Última mensagem 28 de Maio de 2014
                por Majad
                Como dizer o que sinto?

                Iniciado por anapaquitapreta@hotmail.c Apoio

                2 Respostas
                1144 Visualizações
                Última mensagem 14 de Junho de 2013
                por anapaquitapreta@hotmail.c
                81 Respostas
                10322 Visualizações
                Última mensagem 22 de Novembro de 2013
                por fernandojoaofernandes