rede ex aequo

Olá Visitante04.dez.2020, 21:03:57

Autor Tópico: [Pedido de Colaboração] Rituais Familiares e Coming Out em Jovens Adultos LGBT  (Lida 1313 vezes)

 
[Pedido de Colaboração] Rituais Familiares e Coming Out em Jovens Adultos LGBT
#0

Offline rede ex aequo

  • *****
  • Administração
  • Membro Elite
    • rede ex aequo
[Pedido de Colaboração]

Rituais Familiares e Coming Out em Jovens Adultos LGBT (título provisório)

No âmbito de uma tese de Mestrado Integrado em Psicologia com sede na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, decorre uma investigação que pretende explorar a vivência dos rituais familiares da família de origem em indivíduos LGBT que se encontrem, no momento actual, num relacionamento.
Gostaríamos assim de divulgar a investigação de forma a identificar participantes que estejam interessados em colaborar com a presente investigação. A colaboração consistirá na participação de uma entrevista de cerca de 1 hora e no preenchimento de um pequeno questionário. Todos os dados fornecidos serão estritamente confidenciais.

Os interessados em colaborar na investigação devem possuir as seguintes características:
- Identificarem-se como LGBT
- Terem entre 18 e 35 anos
- Estarem atualmente num relacionamento
- Terem assumido a sua orientação sexual a pelo menos um elemento da sua família de origem há pelo menos 6 meses.

Os interessados em colaborar ou quem deseje esclarecimentos e/ou informações adicionais sobre o estudo podem contactar a investigadora através do email abaixo indicado.

Nome
Ana Afonso (anacasimiroafonso@gmail.com)

Estabelecimento de ensino
Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa

Tipo de trabalho
Dissertação de Mestrado

Objectivos
- Explorar a vivência dos rituais familiares da família de origem de jovens adultos LGBT que se encontram atualmente numa relação.
- Recolher informação que possa no futuro contribuir para uma melhoria da intervenção junto destes jovens e das suas famílias.

Prazo
Março 2015
« Última modificação: 31 de Dezembro de 2014 por rede ex aequo »