rede ex aequo

Olá Visitante19.set.2019, 13:40:21

Autor Tópico: Como nos apercebemos de que ainda estamos em negação?  (Lida 1259 vezes)

 
Como nos apercebemos de que ainda estamos em negação?
#0

Offline Gypsy

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Masculino
Boa noite.
Sempre soube que era homossexual. Mas só aos 19 anos resolvi começar a "levar a sério" essa questão e a aceitar-me. Depois de me ter apaixonado pela primeira vez por um rapaz, e de ter sido correspondido, resolvi então encarar de frente aquilo que sentia e que durante toda a adolescência tinha deixado "adormecido". Contei na altura aos meus pais e a alguns amigos mais próximos. Todos reagiram com muita naturalidade e todos me apoiaram. Mas a verdade é que as coisas não correram bem porque eu continuava a sentir-me desconfortável comigo mesmo.

Há um ano, quando me inscrevi aqui no fórum, lamentava o facto de a minha primeira relação homossexual não ter corrido nada bem, muito por culpa dos medos que carregava comigo. E apesar de aos 19 anos ter tido força para começar a assumir-me, a verdade é que os anos todos em que tentei "esquecer" o que sentia acabaram por se reflectir quando finalmente tive coragem de, hipoteticamente, seguir finalmente a minha orientação sexual.

Olhando para trás (hoje tenho quase 21) começo a juntar melhor os puzzels daquele momento tão agitado da minha vida. E cada vez mais acredito que os medos todos que fui alimentando na adolescência continuam ainda fazer parte da minha vida actualmente! Mesmo depois de me ter assumido a algumas pessoas, ainda continuo com medo. Um medo meio irracional. Um medo de seguir aquilo que realmente quero. E, como devem imaginar, ainda hoje tenho momentos altamente depressivos quando páro para pensar porque estou muito longe de me sentir realizado. Em parte, ainda me sinto muito longe da pessoa que queria ser, muito por culpa dos anos que passei na infância/adolescência mais preocupado em ser aquilo que os outros queriam que eu fosse.

Desde os 19, nunca mais consegui ter nenhuma relação amorosa com nenhum rapaz. E o facto de me ter assumido a alguns amigos deixou-me numa situação ainda mais desconfortável, porque parece que me sinto "desprotegido" por eles saberem isto sobre mim. Daí a minha pergunta: apesar de todos os avanços que já fiz na minha vida, será que ainda continuo em negação? O que tenho de fazer para mudar isto?

Juro que gostava de me sentir feliz. E, apesar de muito esforço que já fiz, estou ainda muito longe de me sentir bem e de fazer a minha vida normalmente.

Abraço e obrigado desde já pela atenção.
« Última modificação: 19 de Julho de 2014 por Gypsy »

    Como nos apercebemos de que ainda estamos em negação?
    #1

    Offline caires

    • *****
    • núcleo lgbti funchal
    • Membro Elite
    • Género: Masculino
    • coordenador núcleo lgbti funchal | direção rea
      • núcleo lgbti funchal
    Olá Gypsy.

    Analisando o que disseste, eu acho que não estás em negação. Tens é, talvez, medo de ser negado pela sociedade.

    Acho que tens de fazer uma introspeção e saber o que de facto te incomoda. A que se devem esses medos? Acho que é essa a pergunta que tens de responder a ti próprio. :)


    Como nos apercebemos de que ainda estamos em negação?
    #2

    Offline fmateus

    • ****
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
    • Music and Cinema Lover.
    Olá Gypsy,

    Partilho um pouco das tuas palavras e da tua situação.
    Em toda a minha adolescência aprendi a agir de forma heterossexual e a observar os comportamentos dos meus colegas/amigos para me poder "esconder" da sociedade, fazia-o pois tinha medo da rejeição.

    Os meus amigos mais próximos sabem quem realmente sou, sem máscaras, mas na verdade eu as vezes tenho comportamentos que muitas das vezes estranho, devido aos comportamentos que eu aprendi quando era mais novo.

    Só para teres noção, contei aos meus pais que gostava de rapazes no Natal de 2012, hoje, é como se tivessem esquecido disso, sinto-me mal, pois não estou a querer levar a vida que quero.

    Compreendo a tua situação e que muitas das vezes te rejeites a ti próprio, mas penso que é normal devido ao que passaste no passado.
    Porque não tentas conviver com mais pessoas, onde possam trocar experiências semelhantes?

    Ja alguma vez foste a uma reunião?

    Abraço.
      "O tempo é a razão da nossa existência"

      Como nos apercebemos de que ainda estamos em negação?
      #3

      Offline Imaterial

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Masculino
      • Go ask Alice, I think she'll know
      Acho que o convívio com outros homossexuais (convívio em ambiente social) muitas vezes ajuda, existem brincadeiras anti-"machismo" que se fazem que no início podes ressentir e reagir de forma homofóbica ("o gajo x é tão bicha") mas que com o tempo aprendes a aceitar, respeitar e ajuda-te a diminuir esses sentimentos em relação a ti mesmo.
        It all starts when you sink into his arms and ends with your arms on his sink

        Como nos apercebemos de que ainda estamos em negação?
        #4

        Offline rumple92

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Masculino
        apesar de nunca ter tido uma relação acho que te posso ajudar. acho que nao estás em estado de negação...penso que o teu problema está relacionado com o facto de teres medo do que a sociedade pensa e talvez de achares que não te vais sentir amado.
        mas agora é preciso ver, já passaram 2 anos pelo que percebi nunca tiveste uma relação depois disso. mas tu ainda gostas desse rapaz? ou será que o que tu sentes na realidade falta é de uma relação ou de te sentires amado? talvez devesses tentar abrir-te um pouco e tentar conhecer pessoas, ou então olhar melhor aquelas que estão à tua volta.
        não te sentes realizado, porque também sentes falta disso, do amor. é fácil falar, mas talvez te devesses libertar e ignorar um pouco o que a sociedade pensa e parar de ser o que os outros querem, mas quem tu queres ser.
        arrisca, o meu conselho é que deves arriscae e viver como tu bem entenderes. se leres o meu post vais ver que não tenho muito moral para dizer isso, mas acho que é o melhor, arrisca ou fala avança com pessoas que sintas algum interesse para ver como aquilo avança, o segredo é não ter medo,  porque a vida é só uma. isso é mas é tudo muito facil de se falar.
        eu tenho uma amiga lésbica que passou ha uns tempos por umas duvidas semelhantes e na realidade problema foi realmente aquilo que te disse. ate porque o que te disse foi com base naquilo que ela passou.depois ela acabou por conhecer melhor quem é a sua actual namorada e hoje já se sente mais realidade e tem sempre o apoio e vive sem se preocupar com os olhares da sociedade. espero ter ajudado
        « Última modificação: 1 de Agosto de 2014 por rumple92 »

           

          Tópicos relacionados

            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
          Como reconquistar um ex k ainda amemos?

          Iniciado por louro18 « 1 2 ... 9 10 » Apoio

          186 Respostas
          70676 Visualizações
          Última mensagem 7 de Setembro de 2013
          por Soulmate
          32 Respostas
          23099 Visualizações
          Última mensagem 18 de Julho de 2008
          por diafeliz
          Quando nos sentimos sozinhos e estamos rodeados de gente?

          Iniciado por boy_lx_olaias « 1 2 ... 7 8 » Apoio

          149 Respostas
          31738 Visualizações
          Última mensagem 26 de Março de 2009
          por amor infinito
          2 Respostas
          1403 Visualizações
          Última mensagem 4 de Dezembro de 2010
          por Sara.F
          7 Respostas
          1812 Visualizações
          Última mensagem 6 de Fevereiro de 2015
          por searching_the_love