rede ex aequo

Olá Visitante27.mai.2020, 14:07:40

Autor Tópico: [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?  (Lida 1324 vezes)

 
[Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
#0

dre_o

  • Visitante
Olá pessoas do fórum!
Como estão? Bem, espero eu!

Decidi neste dia abrir um debate sobre um tema que tem sido tabu na comunidade.
Promiscuidade = Medo de Compromisso?

O que acham sobre isto?
Definição: Denota um comportamento sexual humano, de sexo casual entre pessoas conhecidas ou não conhecidas entre si, principalmente entre pessoas não casadas.

Acham que cada vez mais as pessoas estão contra ou a favor desta prática?
Qual a vossa opção neste campo? Tentariam mudar alguém com opinião contrária à vossa?
Acham que este comportamento é associado a pessoas com medo de se comprometerem?

Desejo-vos um debate saudável! Mantenham a ordem, o respeito e acima de tudo, aprendam com opiniões diferentes!
Bom Debate!

    [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
    #1

    Offline rk

    • ****
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
    Boas, nao concordo com este uso da palavra promiscuidade uma vez que transporta em si um julgamento de valores morais. Promiscuidade: Comportamento que viola o que é considerado moral.
    No entanto percebo que a intencao nao tenha sido de julgar mas sim de referir "alguem que tenha relacionamentos sexuais com varias pessoas", sendo que isto e que deveria ter sido dito e nao um julgamento a priori usando a palavra promiscuo. Adiante.
    Nao sei se as pessoas estao cada vez mais ou menos a favor desta pratica nas suas vidas, deve haver fases da vida em que a pessoa tem necessidade de estar com mais pessoas e nao assumir nenhum relacionamento, e outras em que prefere o contrario. Ainda ha as que ficam numa dessas etapas para sempre e sao felizes assim( tambem ha as que ficam em algo que nao desejam e sao infelizes, etc).
    Penso que esta questao e moral e social, e isso e algo mutavel, e apesar de ser algo "mal visto" pela maioria da sociedade, as pessoas teem que entender que isso e algo da esfera pessoal e como tal, nao lhes diz respeito. Eu nao quero saber se o meu vizinho anda a pinar 50 gajas e 50 gajos, tudo ao mesmo tempo, se o faz, e as partes o fazem de livre vontade, força. A pessoa nao se "gasta" consoante a rodagem que tem, ou nao tem.
    Nao tentaria mudar uma pessoa com opiniao contraria a minha, a pessoa e livre de adoptar o que a fizer sentir melhor, podemos obviamente debater e tentar chegar a uma conclusao, mas dado que isto e algo da esfera da liberdade individual, cada um tera as suas razoes para o fazer ou nao fazer, sendo que algumas sera por medo de se comprometerem e outras sera por 1001 outras razoes, tao validas quanto qualquer outra.
    Vejo que existe demasiado preconceito neste aspecto, principalmente no campo hetero em que varias vezes o homem que tem varias relacoes sexuais casuais é visto como um heroi e uma rapariga como uma p***, quando no fundo sao duas pessoas que apenas querem obter prazer.
    Acho que nao existe uma regra neste campo, as pessoas sao tao variadas, com filosofias de viver, de estar e de se relacionar tao diversas que sera dificil enquadrar algum comportamento numa caixa e dizer "quem e anda com muita gente tem medo de se comprometer", quando no fundo pode ate nem ter medo, pode simplesmente nao querer viver a vida em torno de uma relacao.



      [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
      #2

      Offline FilhoDeApolo

      • *****
      • Membro Ultra
      • Género: Masculino
      • "A Esperança é só uma distração."
        • Aeminium
      Novamente, digo, que uma pessoa faz aquilo que se sente à vontade, e quer fazer.
      Mas outra pessoa tem o direito de não se querer aproximar de outra pessoa por ter levado uma vida mais leviana até ao momento. O problema da leviandade é a dificuldade que outra pessoa tem em confiar em alguém que normalmente tem sexo fácil/descartável/passageiro, da mesma forma que muitas vezes essas pessoas não sentem necessidade alguma de "assentar".
      Simplesmente acho que é uma questão de respeito pelas diferentes escolhas de estilo de vida que cada um tem, para si.

      Agora o medo de compromisso leva a promiscuidade, não acredito. Uma pessoa tem medo de um compromisso e por isso, isso leva a fazer sexo com outras pessoas, não tem lógica. O medo é normal, isso desencadear o resto, não é motivo único suficiente.

      Outro assunto, esse sim grave, que leva muita gente da comunidade lgbt à promiscuidade sem ser esse o estilo de vida que querem, é, especialmente a comunidade homossexual masculina ser extremamente sexualizada. E isso leva a jovens seguirem esse estilo de vida, de sexo fácil, sem compromisso, sem necessidade de aceitação própria difícil, porque é mais fácil e mais prazeroso. Isso é normal, como já disse no início, se for uma "escolha", e não apenas o entrar nesse esquema, e depois ao fim de vários anos, ser difícil de mudar os hábitos, como acontece com muitos gays.

        [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
        #3

        Offline JDelgado

        • *****
        • Membro Elite
        • Género: Masculino
        • Simply lost
          • Facebook
        Eu pessoalmente não vejo a promiscuidade como uma coisa negativa de uma pessoa.
        Não veijo mal ninhim em uma pessoa não querar nada mais "seris" e querer-se divertir um bocado.
        É uma "forma de vida" que cabe a pessoa decidir o que quer e o que é melhor para si.

        O que a mim, me preocupa no caso do lgbt é terem um estilo de vida mais promiscuo, contra a sua a sua vontade, mas que são "forçados" a isso devido ao medo de se assumirem, ou devido a precção social que as vezes ainda se sente em alguns ambientes da sociedade
          Mesmo na mais escura da escuridão, haverá sempre uma luz a brilhar para nos guiar.
          Basta saber encontra-la

          [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
          #4

          Offline Ulmos1991

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          • "Faz tudo como se alguem te contemplasse"
          Eu não acho que o facto de uma pessoa ser promiscua significa obrigatoriamente que ela tenha medo de uma relação/se comprometer.
          Pode ser apenas uma pessoa com um elevado apetite sexual e que sabe que estando numa relação não a vai satisfazer porque gosta de experimentar coisas novas com pessoas novas e diferentes, e por isso prefere ficar "longe" das relações/compromissos mais sérios do que se magoar ou magoar à sua cara metade.
          Não digo que seja um comportamento que resultasse para mim porque eu sou uma pessoa que gosta de estabilidade, de compromissos, de estar apenas com uma pessoa e não andar por aí a "fornicar com tudo o que mexe" por assim dizer. Não vou dizer que sou puritano e que só tenho relações sexuais dentro de uma relação, no entanto acontece apenas depois de haver um conhecimento mutuo e claro uma amizade.

          Apesar de eu não achar piada nenhuma às pessoas que são promiscuas, não tentaria mudar uma pessoa que assim o fosse para tentar assentar e comprometer-se a alguém pois sei que a maioria dessas pessoas, como já referi, não se sentem satisfeitas e realizadas apenas com uma pessoa.

          Em relação ao medo de se comprometer acho que a promiscuidade apesar de puder ter algum efeito no assunto, acho que há outros motivos com uma "fatia maior do bolo", sendo na minha opinião os mais importantes, a falta de aceitação das duas partes do facto de pertencerem à comunidade LGBT e a falta de aceitação por parte da sociedade dos casais do mesmo sexo, entre outros e variados motivos.

          Em relação à promiscuidade na comunidade LGBT acho que é cada vez mais gritante porque são cada vez menos os locais seguros e dignos de interesse para se conhecerem outras pessoas LGBT, e cada vez mais sites de engates e afins que aquilo é um autêntico antro de perdição e como os jovens LGBT não sabem onde conhecer outros como eles além dos manhunts e afins entram muito cedo nessa vida de promiscuidade e de sexo barato e fácil e depois acabam por viciar nessa facilidade e nessa modo de vida que não é fácil deixar e tentar outros estilos de vida. E acho que outro ponto "a favor" da promiscuidade LGBT é a própria sociedade, desde sempre ouvimos dizer "os gays são uns promiscuos", "só pensam em sexo", e outras coisas afins, e acho que a mentalidade é um bocado assim "bem já que temos a fama de ser assim mais vale também ter o proveito" e depois quando há alguém que quer ser diferente e não ser promiscuo acaba por ser marginalizado numa sociedade LGBT, especialmente a comunidade gay (masculina), extremamente sexualizada e cada vez mais, e esse alguém acaba por mais cedo ou mais tarde, dependendo do nível de resistência mental, entrar no ciclo vicioso que são os manhunts e afins.

          Hugz and Kisses,
          Ulmos/Jorge
            "A vida é uma escalada mas a vista é maravilhosa"

            [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
            #5

            EllieDurden

            • Visitante
            Boas, nao concordo com este uso da palavra promiscuidade uma vez que transporta em si um julgamento de valores morais. Promiscuidade: Comportamento que viola o que é considerado moral.
            No entanto percebo que a intencao nao tenha sido de julgar mas sim de referir "alguem que tenha relacionamentos sexuais com varias pessoas", sendo que isto e que deveria ter sido dito e nao um julgamento a priori usando a palavra promiscuo. Adiante.
            Nao sei se as pessoas estao cada vez mais ou menos a favor desta pratica nas suas vidas, deve haver fases da vida em que a pessoa tem necessidade de estar com mais pessoas e nao assumir nenhum relacionamento, e outras em que prefere o contrario. Ainda ha as que ficam numa dessas etapas para sempre e sao felizes assim( tambem ha as que ficam em algo que nao desejam e sao infelizes, etc).
            Penso que esta questao e moral e social, e isso e algo mutavel, e apesar de ser algo "mal visto" pela maioria da sociedade, as pessoas teem que entender que isso e algo da esfera pessoal e como tal, nao lhes diz respeito. Eu nao quero saber se o meu vizinho anda a pinar 50 gajas e 50 gajos, tudo ao mesmo tempo, se o faz, e as partes o fazem de livre vontade, força. A pessoa nao se "gasta" consoante a rodagem que tem, ou nao tem.
            Nao tentaria mudar uma pessoa com opiniao contraria a minha, a pessoa e livre de adoptar o que a fizer sentir melhor, podemos obviamente debater e tentar chegar a uma conclusao, mas dado que isto e algo da esfera da liberdade individual, cada um tera as suas razoes para o fazer ou nao fazer, sendo que algumas sera por medo de se comprometerem e outras sera por 1001 outras razoes, tao validas quanto qualquer outra.
            Vejo que existe demasiado preconceito neste aspecto, principalmente no campo hetero em que varias vezes o homem que tem varias relacoes sexuais casuais é visto como um heroi e uma rapariga como uma p***, quando no fundo sao duas pessoas que apenas querem obter prazer.
            Acho que nao existe uma regra neste campo, as pessoas sao tao variadas, com filosofias de viver, de estar e de se relacionar tao diversas que sera dificil enquadrar algum comportamento numa caixa e dizer "quem e anda com muita gente tem medo de se comprometer", quando no fundo pode ate nem ter medo, pode simplesmente nao querer viver a vida em torno de uma relacao.

            Isto está muito bem dito  [smiley=sim.gif]


              [Debate] Promiscuidade = Medo de Compromisso?
              #6

              Offline FilhoDeApolo

              • *****
              • Membro Ultra
              • Género: Masculino
              • "A Esperança é só uma distração."
                • Aeminium

              Em relação à promiscuidade na comunidade LGBT acho que é cada vez mais gritante porque são cada vez menos os locais seguros e dignos de interesse para se conhecerem outras pessoas LGBT, e cada vez mais sites de engates e afins que aquilo é um autêntico antro de perdição e como os jovens LGBT não sabem onde conhecer outros como eles além dos manhunts e afins entram muito cedo nessa vida de promiscuidade e de sexo barato e fácil e depois acabam por viciar nessa facilidade e nessa modo de vida que não é fácil deixar e tentar outros estilos de vida. E acho que outro ponto "a favor" da promiscuidade LGBT é a própria sociedade, desde sempre ouvimos dizer "os gays são uns promiscuos", "só pensam em sexo", e outras coisas afins, e acho que a mentalidade é um bocado assim "bem já que temos a fama de ser assim mais vale também ter o proveito" e depois quando há alguém que quer ser diferente e não ser promiscuo acaba por ser marginalizado numa sociedade LGBT, especialmente a comunidade gay (masculina), extremamente sexualizada e cada vez mais, e esse alguém acaba por mais cedo ou mais tarde, dependendo do nível de resistência mental, entrar no ciclo vicioso que são os manhunts e afins.

              Hugz and Kisses,
              Ulmos/Jorge

              Concordo a 100%

                 

                Tópicos relacionados

                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                78 Respostas
                11291 Visualizações
                Última mensagem 23 de Novembro de 2010
                por btsferreira
                5 Respostas
                1697 Visualizações
                Última mensagem 16 de Junho de 2011
                por SoWhat
                29 Respostas
                7878 Visualizações
                Última mensagem 21 de Outubro de 2012
                por Adónis
                9 Respostas
                1971 Visualizações
                Última mensagem 20 de Outubro de 2013
                por Spektrum
                [Debate] Monogamia: Mito ou Realidade?

                Iniciado por dre_o « 1 2 3 » Geral

                42 Respostas
                5729 Visualizações
                Última mensagem 11 de Março de 2016
                por T-Rex