rede ex aequo

Olá Visitante23.out.2020, 06:10:59

Autor Tópico: Bullying  (Lida 1640 vezes)

 
Bullying
#0

Offline Prysma

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Masculino
Olá a todos!

Decidi criar este tópico porque vivenciei hoje algo que me deixou bastante indignado, irritado, enfurecido e com vontade de dar uns valentes murros nuns determinados "animais". Sei que não é a forma mais correta de resolver as coisas mas se não houver outra forma de o fazer
É do conhecimento geral(ou deveria ser) que a violência nas escolas existe e que o bullying deixa as vítimas retraídas e com medo de dizer ou fazer algo que piore a situação.
Pois é, hoje descobri que um rapazito da minha escola sofria de bullying por parte de uns rapazes mais velhos(sensivelmente da a minha idadade, talvez um ano mais novos) e vim a sabê-lo da pior forma possível.
Fui ao WC a meio de uma aula e ao entrar na casa de banho deparei-me com 3 rapazes a discutir com esse rapaz mais novo. Quando viram que eu tinha entrado na casa de banho pararam de discutir e começaram a agir com naturalidade. Eu achei aquilo bastante estranho. Saí da casa de banho mas fiquei cá fora à espera que saíssem. Os 3 mais velhos saíram mas ele ficou lá dentro. Decidi entrar e foi quando me deparei com ele sentado no chão a chorar.
Eu perguntei o que se passava mas ele não me quis dizer. Entendi que algo se passava ali e disse-lhe que poderia confiar em mim que o ia ajudar em qualquer que fosse o problema. Perguntei-lhe se tinha a ver com os 3 rapazes que tinham saído. Ele disse que sim. Depois de muito esperar ele lá desabafou e contou-me que eles lhe pediam dinheiro já desde o ano passado e que se ele não lhes desse eles lhes batiam.
Fiquei um pouco chocado. Sei que estas coisas acontecem mas não estava à espera que se fosse passar na minha escola, muito menos à minha frente. Tive vontade de tudo naquele momento e se eles estivessem por perto ia darlhes uma "palavrinha".
Ele disse-me também que não tinha dinheiro para lhes dar. Não sei se fiz bem mas deilhe dinheiro para ele lhes dar amanhã se eles o virem, até eu conseguir falar com alguém superior e resolver o problema. Deilhe também o meu numero e disselhe para amanhã ficar perto de mim para não se meterem com ele.

Alguém de vocês já passou por alguma situação semelhante? O que fizeram?

Agradeço desde já e desculpem pelo texto longo.

    Bullying
    #1

    Offline odp

    • *****
    • Associad@
    • Membro Ultra
    • Género: Masculino
    Olá Prysma,

    Antes de mais, deixa-me felicitar-te pelo teu altruísmo! É sempre bom ler histórias como estas que, apesar de serem penosas, revelam como há sempre alguém disponível para nos ajudar nos momentos mais dolorosos.
    Respondendo à tua questão, penso que a melhor maneira de ajudares uma vítima de bullying é começares da maneira como começaste: seres empático e mostrares que reprovas claramente essa situação. Passando essa parte, acho que seria importante perguntares-lhe se ele já contou a alguém o que se anda a passar. A ideia que tenho destes casos é que normalmente as vítimas sofrem em silêncio. Nesse sentido, aconselha-o a falar com um psicólogo da escola ou um familiar que ele tenha mais à vontade para desabafar.

    Por fim, aconselho-vos a não serem condescendentes: por mais penosas que sejam as situações elas têm que ser enfrentadas, e ceder a uma chantagem de bullying não pode ser uma solução. Poderão sempre apresentar uma queixa à direcção da vossa escola e contar a situação a amigos vossos cujo o apoio sabem previamente que poderão contar. 

    Espero ter ajudado :)
    Um abraço! :)
      Contactos: mail: lisboa@rea.pt; tel: 91 791 38 78

      Bullying
      #2

      Offline rk

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Masculino
      Ola, fizeste bem em ajudar o rapaz, e acho q podes dar lhe apoio e por seres mais velho pode ser que se eles souberem q estas a "protege lo" parem com essa treta.
      Dito isto, existem duas maneiras de resolver o problema:
      Ou fazendo queixa na direccao da escola/director de turma e essas vias oficiais, que podem ou nao dar em alguma coisa.
      Ou entao a via mais rapida e eficiente: juntar malta e partir a boca a esses 3 gajos, e remedio santo :)
      A tua escola e onde? Se calhar mais facilmente se enche um carro e resolve se o problema do que andar pelas vias oficiais..
      Normalmente essas situacoes de bullying ocorrem porque as vitimas sao vulneraveis e nao teem ninguem que as proteja, por isso e que quem tem "irmaos mais velhos" em principio esta safo.. Se uma pessoa msis velha se interessar pelo caso pode ser que as cenas mudem... em todo o caso vai dando noticias de como esta o assunto.
      PS: continuar a ceder a chantagem nao da em nada, isso so vai perpetuar o acontecimento.
      Outra ideia tb e colar uns cartazes com a tromba desses 3 gajos pela escola toda que eles ficam todos borrados de toda a gente saber o q andam a fazer. Ou entao fazer uma pagina no facebook e comecar a adicionar o ppl todo da escola e a contar a situacao... e visibilidade e inimiga do bullying e com as redes sociais facilmente o assunto "se expande".

        Bullying
        #3

        Offline filsim

        • ***
        • Membro Total
        • Género: Masculino
        Ola, fizeste bem em ajudar o rapaz, e acho q podes dar lhe apoio e por seres mais velho pode ser que se eles souberem q estas a "protege lo" parem com essa treta.
        Dito isto, existem duas maneiras de resolver o problema:
        Ou fazendo queixa na direccao da escola/director de turma e essas vias oficiais, que podem ou nao dar em alguma coisa.
        Ou entao a via mais rapida e eficiente: juntar malta e partir a boca a esses 3 gajos, e remedio santo :)
        A tua escola e onde? Se calhar mais facilmente se enche um carro e resolve se o problema do que andar pelas vias oficiais..
        Normalmente essas situacoes de bullying ocorrem porque as vitimas sao vulneraveis e nao teem ninguem que as proteja, por isso e que quem tem "irmaos mais velhos" em principio esta safo.. Se uma pessoa msis velha se interessar pelo caso pode ser que as cenas mudem... em todo o caso vai dando noticias de como esta o assunto.
        PS: continuar a ceder a chantagem nao da em nada, isso so vai perpetuar o acontecimento.
        Outra ideia tb e colar uns cartazes com a tromba desses 3 gajos pela escola toda que eles ficam todos borrados de toda a gente saber o q andam a fazer. Ou entao fazer uma pagina no facebook e comecar a adicionar o ppl todo da escola e a contar a situacao... e visibilidade e inimiga do bullying e com as redes sociais facilmente o assunto "se expande".

        Criar essas hipotese todas alternativas seria tornas-te tu próprio um bullie, o melhor mesmo é tentar usar as vias oficiais e ajudar o rapaz a fazer frente, e nao se intimidar, e ele sabendo que tem apoio sempre se torna mais fácil a ele adquirir tal coragem ;) Desde que ele consiga dar o passo sozinho já é meio caminho andado para resolver a situação porque ao principio vai continuar a haver ameaças, mas quando se aperceberem que dali não levam mais nada cansam-se :) Já agora estás de Parabéns Prysma por teres notado a situação e principalmente por teres agido. E espero que se consiga resolver a situação :)

          Bullying
          #4

          Offline Prysma

          • *
          • Novo Membro
          • Género: Masculino
          @odp:

          Obrigado pelo apoio. Tomarei em consideração esses conselhos. Veremos se serão eficientes.

          @rk:

          Bem, penso que comigo por perto eles não irão fazer-lhe nada. Se tentarem já sabem o que lhes espera. Pagam pela mesma moeda.
          Dar-lhes porrada não é problema, o problema mesmo é saber se com isso eles vão parar de fazer o que lhe fazem. Eu não queria levar as coisas a esse ponto mas se tiver de ser não terei problema nenhum em darlhes uns bons socos.
          Atenção, deilhe o dinheiro não para ele continuar a ceder às chantagens mas para ficar pelo menos amanhã protegido deles se não estiver comigo. Quando estiver comigo não há problema que eu não deixo que nada de mal lhe aconteça.

          Vamos ver qual será a melhor opção.

          @filsim:

          Acho que por vezes os métodos "tradicionais" não resultam. 
          O problema é que pelo que notei, ele é bastante tímido e fraco. Não sei se conseguiria ganhar essa tal coragem sozinho. De qualquer forma estarei a apoiá-lo daqui para a frente.
          « Última modificação: 18 de Setembro de 2013 por Prysma »

            Bullying
            #5

            Offline rk

            • ****
            • Membro Sénior
            • Género: Masculino
            Criar essas hipotese todas alternativas seria tornas-te tu próprio um bullie[/quote]
            Desculpa la mas o que que isso tem a ver? Se tiveres que bater numa pessoa pa ela  deixar de bater e oprimir miudos mais fracos e novos, estas te a tornar um bullie? Atencao que eu n tou a dizer: olha agora todas as semanas vai comecar a levar na boca so porque "me apetece", mas sim que se continuares nesse caminho de bateres no miudo, vais te aleijar. Acho que sao situacoes bem diferentes..

            @prysma : ya acho que fazes bem, tenta manter o puto por perto e ir vendo como estao as cenas.. vai dando noticias, abraco

              Bullying
              #6

              Offline filsim

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Masculino
              isso é uma vez sem exemplo, mas geralmente violência nao irá resolver uma situação de violência, eu referia-me mais a tudo o resto de arranjares formas de perseguição, pores a escola toda a atrás deles e etc, tudo bem que é merecido, mas no meu ver não é a solução. Mas cada um sabe de sim, e cada um tem de ter bom senso para gerir as situações que se lhe são apresentadas.

                Bullying
                #7

                Offline WickedAngel

                • *
                • Novo Membro
                • Género: Masculino
                Olá Prysma

                A tua atitude foi muito nobre e é pena que ainda existam pessoas que preferem ignorar estas situações. Eu também já fui vítima de bullying e felizmente na altura  tive pessoas com tu que estavam do meu lado e que me apoiavam. É importante estarmos atentos porque muitas vezes estas situações podem levar a desfechos trágicos. Já agora, como sou novo neste fórum, deixo aqui um "olá" a todos.

                  Bullying
                  #8

                  Offline nevertoolatetobehappy

                  • *****
                  • Associad@ Honorári@
                  • Membro Elite
                  • Género: Masculino
                  • Be yourself. Be happy. Be nice.
                    • Tiny Ripple Hope
                  Olá Prysma,

                  Antes de mais gostaria de dizer que agiste bem em estar do lado do rapaz, não o pressionando e esperando que ele sentisse confiança em te contar o que se passou. Revelaste maturidade na tua atitude.

                  Relativamente a soluções para esta situação, parecem-me haver duas linhas de acção:

                  1) Comunicar às entidades responsáveis da escola do que se passou, para assim serem contactados os pais e providenciarem-se medidas de vigilância.

                  2) Dares apoio ao rapaz, sozinho mas também colectivamente, falando com as pessoas que achares que podes confiar e alertando-as para o que se passa.

                  Fazer justiça pelas próprias mãos, ainda por cima quando é premeditado, é um erro. É cliché dizer-se "violência gera violência", mas estamos condenados a cometer eternamente este erro. Desculpem-me a frontalidade, mas acham coerente usar a violência física, para amedrontar/magoar, contra alguém que faz exactamente a mesma coisa?

                  Fica bem,
                  Tiago.
                  « Última modificação: 18 de Setembro de 2013 por nevertoolatetobehappy »
                    "Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light not our darkness that most frightens us."

                    Bullying
                    #9

                    Andre_89

                    • Visitante
                    Boa noite, Prysma!

                    Acho que fizeste muito bem em dar apoio ao rapaz numa situação que acredito seja muito difícil, eu felizmente só no meu 7º ano fui alvo de bullying, mas tinha a sorte de ter na escola um professor que era amigo de infância da minha mãe foi fácil de resolver.

                    Como a maioria das pessoas já disseram aqui, acho que o melhor será informar o director de turma do rapaz, que com certeza porá a direcção da escola ao corrente da situação.
                    E podes também, em conjunto com o teu grupo de amigos ou individualmente apoiar o rapaz, estando com ele e perguntando-lhe se os rapazes o voltaram a chatear, até porque é provável que após saberem que foram denunciados tentem vingar-se, e aí poderás ter um papel protector, afastando-os. Acredito igualmente que se o rapaz for alvo de novas ameaças mais facilmente falará contigo do que com um adulto.

                    Por último acho que as escolas deviam no inicio de cada Ano Lectivo fazer uma apresentação sobre o bullying em todas as turmas, para que os alunos ameaçados saibam que podem, em caso de ameaça, recorrer à direcção da escola e ao mesmo tempo funcionar como elemento dissuasor a novas agressões, uma vez que um agressor fica avisado que a direcção está com atenção a este fenómeno.

                    Abraço
                    André

                      Bullying
                      #10

                      Offline rk

                      • ****
                      • Membro Sénior
                      • Género: Masculino
                      Fazer justiça pelas próprias mãos, ainda por cima quando é premeditado, é um erro. É cliché dizer-se "violência gera violência", mas estamos condenados a cometer eternamente este erro. Desculpem-me a frontalidade, mas acham coerente usar a violência física, para amedrontar/magoar, contra alguém que faz exactamente a mesma coisa?

                      Sim acho, os cristaos podem ter outra interpretacao, nomeadamente de levar e dar a outra face, eu, no entanto, ao contrario de ti, acho q isso dos pacifismos sao bonitos em papel(e nem sempre resultaom), e enquanto tu gostas muito do king, eu prefiro o X ;)
                      De qq das formas uma coisa e a violencia gratuita, outra e a violencia como resposta, "The violence in me, reflect the violence that surround me" e sinceramente pra mim, quando possivel, olho por olho dente por dente e nao acho que seja incoerente usar a violencia para te protegeres da violencia, no fundo estas a combater fogo com fogo, tecnica que tambem e usada na vida real. E triste, mas ha pessoas q so percebem a linguagem que elas proprias usam. Era muito bonito podermos todos falar e explicar isto e aquilo, mas ha pessoas que simplesmente nao querem saber.
                      Acho piada ao raciocinio de que "fazer justica pelas proprias maos" e errado, e que "violencia gera violencia", mas a tua proposta tambem usa a violencia, apesar de ser uma violencia legitimada pelo sistema legal, politico e economico, continua a ser violencia a diferenca e que pedes a alguem para agir, mas esse alguem continua numa posicao de poder para com o terceiro, exercendo neste caso  a dita violencia, que se manifesta de variadas formas.

                        Bullying
                        #11

                        Offline Esfuminho

                        • ***
                        • Membro Total
                        • Género: Masculino
                        Que tipo de escola é?

                        É de notar que no meio desse heroísmo todo... convém não lixar a vida ao puto.
                        Dependendo do tipo de ambiente na escola, não sei se o ideal é levantar muitas ondas, pode não ser muito heróico nem muito bonito... mas a prioridade aqui é a segurança.
                        Numa das escolas onde andei, meter a direção ao barulho podia resultar em esperas à porta da escola, balnearios e intervalos, acompanhadas de facadas, queimaduras de cigarros, e familias e amigos dos bullies. Claro que pela tua descrição de surpresa perante a situação, parece-me que não é um ambiente assim tao grave, mas não te esquecas que o mais importante é a seguranca dele.
                        Por experiencia propria, o melhor é tentar passar despercebido e/ou arranjar grupos de amigos que protegam até os bullies se cansarem.
                        ...Quanto à porrada, again, depende do tipo de escola e pessoas, porrada pode parar a coisa ali ou gerar mais porrada e problemas  :P
                        Até pensares numa boa solução tenta manter-te perto dele, pode ser que os outros se cansem depressa.

                          Bullying
                          #12

                          Offline _ricardo_

                          • ****
                          • Membro Sénior
                          • Género: Masculino
                          Depende muito do ambiente da escola, como já alguém disse. E é verdade que por vezes recorrer a directores de turma, directores de escola, etc., pode ter o efeito exactamente contrário do desejado.
                          Eu passei por uma experiência muito parecida quando andava na escola, já no meu 12º ano. Descobri que havia um rapaz do 7º ou 8º ano que andava todos os dias a ser chateado por uns rapazes da turma dele que chegavam a bater-lhe nos intervalos e a roubar-lhe o dinheiro. Eu estava numa posição que se pode dizer privilegiada, porque por um lado era muito mais velho, por outro naquela altura era o representante dos alunos no Conselho Geral da escola e conhecia bem a directora de turma do miúdo. Sem nunca lhe ter dito directamente o que se passava, consegui perceber por que é que os outros miúdos implicavam com aquele.

                          Primeiro eu e os meus amigos começámos a chamar o rapaz para o pé de nós nos intervalos e chegávamos a almoçar com ele de vez em quando no refeitório, para ver a reacção dos outros. Tive este cuidado porque, como disse, por vezes as vítimas de bullying que procuram ajuda ainda são mais penalizadas depois pelos bullies. Com o tempo vi que os outros miúdos estavam a começar aos poucos a deixar se meter com ele. Deixei a poeira assentar, pensando que estava tudo resolvido, até que um dia os vi de novo a baterem no rapaz. Aí decidi que ia mesmo falar com a directora de turma, e entre nós, organizámos uma reunião com os pais deles todos, a que eu fui também.
                          Foi remédio santo, porque os bullies estavam só naquela fase em que se querem fazer passar por mauzões porque sim, coisas da idade. Assim que os pais souberam nunca mais houve problemas entre eles, pelo menos que eu tenha sabido.

                          Tudo isto para dizer que, dependendo dos casos, pode ser melhor ou pior contactar alguém de responsabilidade. No geral, diria que sim, mas há casos e casos.

                          (desculpem o texto longo)
                            "Great spirits have always found violent opposition from mediocrities. The latter cannot understand it when a man does not thoughtlessly submit to hereditary prejudices but honestly and courageously uses his intelligence." Albert Einstein

                            Bullying
                            #13

                            Offline bluejazz

                            • *****
                            • Associad@ Honorári@
                            • Membro Vintage
                            • Género: Feminino
                              • Homofobia
                            Olá Prysma,

                            Se puderes, partilha também esta história por via do Observatório de Educação LGBT da rede ex aequo aqui:

                            http://www.rea.pt/observatorio-de-educacao/

                            É muito importante porque estes dados são dados a conhecer às autoridades (ministério de educação, comissão para a cidadania e igualdade de género, etc), escolas, associações de pais e comunicação social dando voz e expondo a realidade que ainda ocorre.

                            Se quiseres algum apoio adicional creio que também podes escrever à direcção da rede ex aequo: geral@rea.pt.

                            Que corra tudo pelo melhor e que bom que te preocupes. :)

                              "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

                               

                              Tópicos relacionados

                                Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                              7 Respostas
                              1701 Visualizações
                              Última mensagem 12 de Outubro de 2013
                              por V24
                              11 Respostas
                              2122 Visualizações
                              Última mensagem 1 de Novembro de 2013
                              por woman_angel
                              Denunciar homofobia/bullying

                              Iniciado por Cardo Geral

                              9 Respostas
                              1088 Visualizações
                              Última mensagem 2 de Janeiro de 2014
                              por PsyGirl_Av
                              0 Respostas
                              397 Visualizações
                              Última mensagem 29 de Agosto de 2018
                              por Beyonce