rede ex aequo

Olá Visitante29.jan.2020, 04:25:10

Autor Tópico: Desesperados anónimos  (Lida 1892 vezes)

 
Desesperados anónimos
#0

Offline Marilyn

  • *****
  • Membro Elite
  • Género: Feminino
  • Second best
Alguém sabe se existem grupos de apoio, tipo Alcoólicos Anónimos, mas para quem não consiga encontrar um rumo para a vida em nenhum sentido? Um grupo que não sendo de amigos, seja a alternativa a isso?

Desesperados anónimos
#1

nadainspirada2012

  • Visitante
Alguém sabe se existem grupos de apoio, tipo Alcoólicos Anónimos, mas para quem não consiga encontrar um rumo para a vida em nenhum sentido? Um grupo que não sendo de amigos, seja a alternativa a isso?

Psicólogos...  :)

    Desesperados anónimos
    #2

    nadainspirada2012

    • Visitante
    Normalmente psicólogos pagam-se e nem toda a gente tem condições para isso. Além do mais, mesmo para aqueles que não são pagos (se existem), por mais que respeite e acredite no trabalho que fazem e que, sei, traz resultados positivos, nem sempre são as pessoas indicadas para certas coisas.  :)

    E não, Marilyn, não tenho conhecimento de algum grupo do género que te possa indicar mas tenho a sensação que existe (que eu acredito que a ideia não surgiu apenas na série "Gravity"). Vou fazer uma pesquisa e informar-me. Se souber de algo, avisar-te-ei. :)

    Vendo pelo teu ponto de vista, concordo contigo, Malibu.  :)

      Desesperados anónimos
      #3

      Offline Jony86

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Masculino
      Eu vivo no desespero da solidão.

      Não tenho amigas, nem amigos... Todos saiem e se divertem e eu sou posto de parte...

      Vivo neste inferno, doi tanto, o meu inferno é a solidão. Chega-me a faltar o ar, esta dor consome-me e destroi... Ver tudo a sair, ir tomar um café o que quer que seja...

      Que dor, custa tanto, cada segundo que passa doi-me mais... Não tenho amigas nem amigos para sairrr... Odeio viver..

        Desesperados anónimos
        #4

        Offline Miss Alone

        • **
        • Membro Júnior
        • Género: Feminino
          • Blog
        Eu vivo no desespero da solidão.

        Não tenho amigas, nem amigos... Todos saiem e se divertem e eu sou posto de parte...

        Vivo neste inferno, doi tanto, o meu inferno é a solidão. Chega-me a faltar o ar, esta dor consome-me e destroi... Ver tudo a sair, ir tomar um café o que quer que seja...

        Que dor, custa tanto, cada segundo que passa doi-me mais... Não tenho amigas nem amigos para sairrr... Odeio viver..

        Ola!! Olha antes de mais...eu sei que não te conheco de lado nenhum...mas posso tentar ajudar-te!!
        E assim, eu não sou Psicóloga ainda...mas estou a tentar fazer por isso. Estou a estudar Psicologia, no 2ºano, na UBI.
        Mas venho aqui, não como futura psicologa ou whatever....mas para tentar darte o meu ''ombro amigo''.

        Sei que nao me conheces de lago nenhum...mas por vezes falar com ''estranhos'' ajuda..
        Se precisares de alguma coisa...estou aqui!

        Bjinho grande e não desistas!!! :) A vida vale a pena...
          Se a homossexualidade é uma doença, então deveríamos avisar diariamente no trabalho:

          ‘Olá! Não posso trabalhar hoje, ainda estou gay!”

          Robin Tyler

          Desesperados anónimos
          #5

          sleepy_heart

          • Visitante
          Não sei bem se é preciso estar muito desesperado/a ou se é preciso alguma coragem para se conseguir olhar nos olhos de um/a estranho/a enquanto se chora desalmadamente.  :o   ??? 

            Desesperados anónimos
            #6

            Offline R1992

            • *
            • Novo Membro
            • Género: Masculino
            Penso que todos nós somos extremamente corajosos ao afirmarmos que somos LGBTQI+ e irmos ao psicólogo para pedirmos ajuda, acerca disso.
            Sou psicólogo e lgbt. Já atendi pessoas que precisavam de ajuda, dentro na nossa comunidade. E já fui atendido por uma psicóloga lgbt também.
            Não há nada de errado nisso, só nos ajuda a sermos o que realmente somos, livres!

              Desesperados anónimos
              #7

              sleepy_heart

              • Visitante
              Talvez demore muito pouco a perder a paz - ainda que pareça muito sólida - e demore demasiado tempo a construir-se de novo. A paz, principalmente a nossa paz interior, é algo que não devemos trocar por nada. Por vezes há vozes, isto é, pessoas que apercebendo-se ou não... não conseguem ver alguém em paz, alguém seguro do que é, do que sente, etc. e quando se deparam com alguém assim começam a fazer questões. Essas pessoas vão dizendo frases aqui e ali, geralmente frases de duplo sentido e sabem que serão gravadas no nosso subconsciente da forma que mais nos agradar, vão-nos emprestando "sensações" e referem possibilidades de circunstâncias futuras que sabem que, à partida, não têm o menor interesse em fazer acontecer e se nos deixarmos envolver em demasia: 1) perdemos aos poucos a nossa paz; 2) mais tarde o algo que nem desejávamos mas que, da forma como nos foi apresentado e da forma como deixámos isso infiltrar-se dentro de nós, vai deixar-nos uma sensação de profundo vazio inconcretizável: não sei classificar isto de forma científica mas é quase como o "vazio do vazio". Vamo-nos afastando tentando salvar o pouco que resta dessa paz - é um processo muito longo e muito demorado - mas sempre que o fizermos a forma como nos colocam as coisas e os elogios que nos tecem - sim, em 364 dias num ano não valemos nada, naquele em que queremos partir... somos a melhor pessoa do mundo - fazer-nos-ão até sentir mal por ousarmos sequer pensar em cortar esses laços de forma tão firme. Se querem a vossa paz de volta, percebam uma coisa: não são laços, são amarras.
              Nota: no entanto, a culpa de deixarmos ir a nossa paz é apenas nossa. E cabe-nos a nós reformulá-la.
              « Última modificação: 19 de Novembro de 2019 por sleepy_heart »

                 

                Tópicos relacionados

                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                272 Respostas
                36783 Visualizações
                Última mensagem 28 de Março de 2011
                por kris
                244 Respostas
                36112 Visualizações
                Última mensagem 16 de Janeiro de 2016
                por natz88
                15 Respostas
                12806 Visualizações
                Última mensagem 27 de Maio de 2009
                por MisticThought
                127 Respostas
                17514 Visualizações
                Última mensagem 17 de Maio de 2016
                por ÉssePê