rede ex aequo

Olá Visitante19.out.2019, 15:50:14

Autor Tópico: Experiências fora do normal  (Lida 24596 vezes)

 
Experiências fora do normal
#80

Offline Marius S. N.

  • ****
  • Membro Sénior
  • Género: Masculino
  • A vaca tosse.
Não consigo fazer um desenho, mas da maneira que eu vejo isto, aquilo que tu escreveste fez todo o sentido. Quase parecia um filme que eu já revi imensas vezes...O sentido de vingança e justiça, é por parte dos espíritos (se é que foi algum) que vocês incomodaram com a brincadeira, não da tua nem da minha.  :P
    In time, everything worth living is forgotten, and everything you think forgotten, comes back to knock at your door...
    ...sooner or later.
    -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  -  - 
    Luck is not an option.

    Experiências fora do normal
    #81

    Draco

    • Visitante
    Não consigo fazer um desenho, mas da maneira que eu vejo isto, aquilo que tu escreveste fez todo o sentido. Quase parecia um filme que eu já revi imensas vezes...O sentido de vingança e justiça, é por parte dos espíritos (se é que foi algum) que vocês incomodaram com a brincadeira, não da tua nem da minha.  :P

    Pois isso não sei, nem sei se foi algum espirito ou outra coisa qualquer até porque só tocamos no copo e pouco mais fizemos até as coisas começarem a acontecer...foi mesmo estranho e assustador de vivenciar.

      Experiências fora do normal
      #82

      doorbell

      • Visitante
      Isto não tem muita piada, é veridico e já se passou algum tempo atrás...mas pronto, aqui vai:

      Uma vez numa festa de aniversário... decidimos fazer o jogo do copo (numa de brincar e nada a sério...) Claro que começaram a surgir aquelas conversas de acontecimentos maus e estranhos que  tinham acontecido a algumas pessoas presentes ou a alguém conhecido...mais para assustar (penso eu...)

      Mas pronto...então começamos a cortar os papéis com as letras e o resto...mas o ambiente estava a ficar assim mais para o tenso (as histórias reais ou não, estavam a fazer efeito embora ninguém quisesse dar parte fraca...)
      ...

      Então decidiram ir buscar velas para fazer aquilo á luz das velas...fechamos a porta do quarto e a janela e apagamos as luzes e ficamos á luz de três velas...

      Então colocamos o indicador no copo e um colega diz:

      "Então e agora?"

      Nesse mesmo instante sentiu-se uma corrente de ar forte e as três velas apagaram-se e toda a gente tirou os dedos do copo e ficou passada e o mesmo colega diz:

      "Car..o! O que é isto?"

      E aí ouviu-se 3 pancadas fortes no vidro da janela e um quadro do corredor caiu no chão. Então eu fui depressa acender a luz do quarto, porque estavamos mesmo já a tremer e disse:

      "Quem está ai?", e nessa altura as luzes fundiram-se tipo curto circuito. Já estavamos "borrados de medo" então nessa altura nem se fala. Uma colega disse para sairmos dali de casa, pega no copo vai á janela, abre-a e atira-o de lá abaixo, e nós só fomos buscar os casacos e saimos...

      Nessa casa moravam duas raparigas, uma era a que fazia anos, e ambas sairam também com o resto. Já tinhamos saido e iamos na rua a olhar e a falar da experiência (ou falta dela) e o mais estranho é que da janela do quarto (onde se ia fazer o jogo) dava para ver que a luz (que fundiu) estava acesa...

      Como o pessoal estava mal fomos dormir todos juntos na sala da casa de um de nós (lool) mas passou-se a noite toda a ouvir "um copo a rebolar pela rua"...

      Na manhã seguinte acordamos todos com três riscos na testa (como se fossem arranhadelas de gato) e mais tarde fomos (todos outra vez) levar as colegas a casa e ver o que se passava á luz do dia (lool).

      Então entramos na casa e vimos o quadro no chão do corredor intacto...entramos no quarto e a luz não funcionava e para espanto e medo de todos...o copo estava lá no chão com as letras á volta, tal e qual como se ninguém lhe tivesse mexido!

      Ainda hoje ninguém sabe o que se passou nem como se passou, o que sabemos é que ninguém consumiu/ia/e drogas nem nada alucinogénico...aquilo foi bem real e assustador. Mas por causa disso as minhas colegas acharam boa ideia mudar de casa.

      Não sei se fizemos bem ou não mas depois deitamos o quadro fora e queimamos os papéis...e o copo decidimos parti-lo todos juntos com um martelo (parece estúpido mas ás vezes nunca se sabe...).

      Desde ai não se passou mais nada de estranho com ninguém, mas o nosso respeito (que fraquejou por estarmos num ambiente de festa) aumentou e muito. Não se brinca com coisas sérias, mesmo!




      bem, estas coisas sempre me deixaram na posição 'só quando acontecer comigo é que acredito' por isso não tenho como refutar o que contaste aqui. mas se passaste mesmo por isso  ;)

        Experiências fora do normal
        #83

        void

        • Visitante
        Isto não tem muita piada, é veridico e já se passou algum tempo atrás...mas pronto, aqui vai:

        Uma vez numa festa de aniversário... decidimos fazer o jogo do copo (numa de brincar e nada a sério...) Claro que começaram a surgir aquelas conversas de acontecimentos maus e estranhos que  tinham acontecido a algumas pessoas presentes ou a alguém conhecido...mais para assustar (penso eu...)

        Mas pronto...então começamos a cortar os papéis com as letras e o resto...mas o ambiente estava a ficar assim mais para o tenso (as histórias reais ou não, estavam a fazer efeito embora ninguém quisesse dar parte fraca...)
        ...

        Então decidiram ir buscar velas para fazer aquilo á luz das velas...fechamos a porta do quarto e a janela e apagamos as luzes e ficamos á luz de três velas...

        Então colocamos o indicador no copo e um colega diz:

        "Então e agora?"

        Nesse mesmo instante sentiu-se uma corrente de ar forte e as três velas apagaram-se e toda a gente tirou os dedos do copo e ficou passada e o mesmo colega diz:

        "Car..o! O que é isto?"

        E aí ouviu-se 3 pancadas fortes no vidro da janela e um quadro do corredor caiu no chão. Então eu fui depressa acender a luz do quarto, porque estavamos mesmo já a tremer e disse:

        "Quem está ai?", e nessa altura as luzes fundiram-se tipo curto circuito. Já estavamos "borrados de medo" então nessa altura nem se fala. Uma colega disse para sairmos dali de casa, pega no copo vai á janela, abre-a e atira-o de lá abaixo, e nós só fomos buscar os casacos e saimos...

        Nessa casa moravam duas raparigas, uma era a que fazia anos, e ambas sairam também com o resto. Já tinhamos saido e iamos na rua a olhar e a falar da experiência (ou falta dela) e o mais estranho é que da janela do quarto (onde se ia fazer o jogo) dava para ver que a luz (que fundiu) estava acesa...

        Como o pessoal estava mal fomos dormir todos juntos na sala da casa de um de nós (lool) mas passou-se a noite toda a ouvir "um copo a rebolar pela rua"...

        Na manhã seguinte acordamos todos com três riscos na testa (como se fossem arranhadelas de gato) e mais tarde fomos (todos outra vez) levar as colegas a casa e ver o que se passava á luz do dia (lool).

        Então entramos na casa e vimos o quadro no chão do corredor intacto...entramos no quarto e a luz não funcionava e para espanto e medo de todos...o copo estava lá no chão com as letras á volta, tal e qual como se ninguém lhe tivesse mexido!

        Ainda hoje ninguém sabe o que se passou nem como se passou, o que sabemos é que ninguém consumiu/ia/e drogas nem nada alucinogénico...aquilo foi bem real e assustador. Mas por causa disso as minhas colegas acharam boa ideia mudar de casa.

        Não sei se fizemos bem ou não mas depois deitamos o quadro fora e queimamos os papéis...e o copo decidimos parti-lo todos juntos com um martelo (parece estúpido mas ás vezes nunca se sabe...).

        Desde ai não se passou mais nada de estranho com ninguém, mas o nosso respeito (que fraquejou por estarmos num ambiente de festa) aumentou e muito. Não se brinca com coisas sérias, mesmo!




        é o que da brincar com espiritos...depois eles brincam convosco! mas nao te preocupes. a unica coisa que os espiritos podem fazer aos humanos de carne e osso é criar ilusoes. depois é natural que o medo exalte um pouco as coisas.

          Experiências fora do normal
          #84

          Draco

          • Visitante
          Sim, aquilo aconteceu mesmo, lettes.

          Nós não brincamos com ninguém, apenas estavamos a contar histórias (muitas reais outras nem por isso).
          Mas pronto, já passou e serviu de lição, espero que a nossa experiência também sirva de lição para terceiros...

          (E isso dos espiritos só poderem criar ilusões não me parece que seja bem assim, mas respeito a tua opinião, loup ;))

            Experiências fora do normal
            #85

            doorbell

            • Visitante
            Sim, aquilo aconteceu mesmo, lettes.

            Nós não brincamos com ninguém, apenas estavamos a contar histórias (muitas reais outras nem por isso).
            Mas pronto, já passou e serviu de lição, espero que a nossa experiência também sirva de lição para terceiros...

            (E isso dos espiritos só poderem criar ilusões não me parece que seja bem assim, mas respeito a tua opinião, loup ;))

            se uma pessoa se deixa levar pelo medo entra em 'paranóia', digo eu. :P

              Experiências fora do normal
              #86

              Danielmatos

              • Visitante
              é o que da brincar com espiritos...depois eles brincam convosco! mas nao te preocupes. a unica coisa que os espiritos podem fazer aos humanos de carne e osso é criar ilusoes. depois é natural que o medo exalte um pouco as coisas.

              Umas miúdas do meu antigo Liceu fizeram uma sessão espírita numa das casas de banho da escola e uma delas entrou em coma quando tirou o dedo do copo sem autorização, supostamente, da força que o movia. O espelho também ganhou uma mancha que nunca mais saiu.

                Experiências fora do normal
                #87

                Draco

                • Visitante
                Sim, aquilo aconteceu mesmo, lettes.

                Nós não brincamos com ninguém, apenas estavamos a contar histórias (muitas reais outras nem por isso).
                Mas pronto, já passou e serviu de lição, espero que a nossa experiência também sirva de lição para terceiros...

                (E isso dos espiritos só poderem criar ilusões não me parece que seja bem assim, mas respeito a tua opinião, loup ;))

                se uma pessoa se deixa levar pelo medo entra em 'paranóia', digo eu. :P
                ´
                Seria, no mínimo, um pouco estranho 6 pessoas ficarem "paranóicas" ao mesmo tempo e ouvirem, sentirem... todos a mesma coisa...

                E se fossem ilusões, a luz decerteza que ainda funcionaria, o quadro estaria na parede entre outras coisas...para não falar das arranhadelas (se calhar foi também uma ilusão óptica que afectou toda a gente, incluíndo pessoas que não participaram no jogo que devem ter ficado paranóicas e viram arranhadelas nas nossas testas onde elas não existiam...)

                Espero que  nunca passes por nada semelhante, porque não fazes a mínima ideia da frustração, e "raiva" até, das pessoas que "gozam" com a situação e chamam de "paranóicos", porque se há coisa que nenhum de nós é, é sermos paranóicos.

                É triste sentir apenas uma pequena (quase nada) porção do que as pessoas que têm "sentidos extra" "sofrem" por ouvirem palavras oriundas de mentes fechadas com as suas críticas, entre outras coisas..., agora percebo porque existe tanta gente calada...

                Eu não faço parte de nenhum dos tipos de pessoa anteriores mas respeito ambas as partes, desde que também seja respeitado. E  esse tipo de "indirectas" é dispensável, lettes.

                Se a "paranóia" era no outo sentido, aqui vai a resposta para essa parte:

                O medo é relativo, e cada um tem a sua própria definição de medo.
                Mas posso dizer que não entrei em paranóia, até porque os acontecimentos já se deram á algum tempo atrás e não aconteceu mais nada de estranho.

                Também posso dizer que deve ser muito mais fácil entrar em "paranóia" com os de "carne e osso" do que com os que não são... :P

                  Experiências fora do normal
                  #88

                  doorbell

                  • Visitante
                  Sim, aquilo aconteceu mesmo, lettes.

                  Nós não brincamos com ninguém, apenas estavamos a contar histórias (muitas reais outras nem por isso).
                  Mas pronto, já passou e serviu de lição, espero que a nossa experiência também sirva de lição para terceiros...

                  (E isso dos espiritos só poderem criar ilusões não me parece que seja bem assim, mas respeito a tua opinião, loup ;))

                  se uma pessoa se deixa levar pelo medo entra em 'paranóia', digo eu. :P
                  ´
                  Seria, no mínimo, um pouco estranho 6 pessoas ficarem "paranóicas" ao mesmo tempo e ouvirem, sentirem... todos a mesma coisa...

                  E se fossem ilusões, a luz decerteza que ainda funcionaria, o quadro estaria na parede entre outras coisas...para não falar das arranhadelas (se calhar foi também uma ilusão óptica que afectou toda a gente, incluíndo pessoas que não participaram no jogo que devem ter ficado paranóicas e viram arranhadelas nas nossas testas onde elas não existiam...)

                  Espero que  nunca passes por nada semelhante, porque não fazes a mínima ideia da frustração, e "raiva" até, das pessoas que "gozam" com a situação e chamam de "paranóicos", porque se há coisa que nenhum de nós é, é sermos paranóicos.

                  É triste sentir apenas uma pequena (quase nada) porção do que as pessoas que têm "sentidos extra" "sofrem" por ouvirem palavras oriundas de mentes fechadas com as suas críticas, entre outras coisas..., agora percebo porque existe tanta gente calada...

                  Eu não faço parte de nenhum dos tipos de pessoa anteriores mas respeito ambas as partes, desde que também seja respeitado. E  esse tipo de "indirectas" é dispensável, lettes.

                  Se a "paranóia" era no outo sentido, aqui vai a resposta para essa parte:

                  O medo é relativo, e cada um tem a sua própria definição de medo.
                  Mas posso dizer que não entrei em paranóia, até porque os acontecimentos já se deram á algum tempo atrás e não aconteceu mais nada de estranho.

                  Também posso dizer que deve ser muito mais fácil entrar em "paranóia" com os de "carne e osso" do que com os que não são... :P

                  Draco, acho que não percebeste bem o que qus dizer ou então eu não me expliquei bem. Ao dizer paranóicos não quis ofender nem a ti, nem ás pessoas que te acompanharam nessa experiência nem a outros que já passaram por experiências semelhantes.
                  eu quis referir-me a ficar num estado de despressão por ter sentido tal coisa, e ter passado por tal experiência.
                  respeito totalmente a tua opinião e não tenho como dizer que 'não' ao que passaste se tu o relatas, até porque sobre questões para além 'de carne e osso' prefiro não dar a minha total opinião, e acredita que a minha mente não é fechada. e ao dizer que não quero dar a minha total opinião é porque até tenho um certo respeito por este tema, e até te digo mais, também não falo porque não quero ouvir opiniões menos prosperas.
                  se não me expliquei bem e te ofendi peço desculpa, mas não era a minha intenção.

                    Experiências fora do normal
                    #89

                    Draco

                    • Visitante
                    Ok, eu respeito e não tinha percebido a tua resposta (a anterior), por isso fiquei na dúvida e escrevi "duas respostas"...e aproveitei e  "usei-te" (a ao teu nick) para lançar uma resposta mais generalizada para terceiros...

                    (Não precisas pedir desculpa, mesmo que tivesses a "mente fechada", o respeito é mútuo, embora as minhas respostas possam parecer/serem "agressivas"...)

                      Experiências fora do normal
                      #90

                      doorbell

                      • Visitante
                      Ok, eu respeito e não tinha percebido a tua resposta (a anterior), por isso fiquei na dúvida e escrevi "duas respostas"...e aproveitei e  "usei-te" (a ao teu nick) para lançar uma resposta mais generalizada para terceiros...

                      (Não precisas pedir desculpa, mesmo que tivesses a "mente fechada", o respeito é mútuo, embora as minhas respostas possam parecer/serem "agressivas"...)

                       ;)

                        Experiências fora do normal
                        #91

                        Offline Sway

                        • ***
                        • Membro Total
                        • Género: Feminino
                        • Brioooooosa
                        A minha namorada, que é médica explicou-me esta cena do déjà vu...
                        Quase todos vivemos isso, algums mais que os outros, este fenòmeno explica-se axim :
                        o nosso cérebro, orgao muito complicado por vêzes pàra de funcionar durante um décimo de segundo, nem isso, enquanto o nossos olhos eles continuam de ver o que estamos a viver...Logo que o nosso cérebro volta a ligar-se ao aos olhos dà nos essa sençasao de jà ter vivido isto alguma vêz porke vimos antes de analizar neurologicamente...
                        Espero ter sido clara, explicar em tuga para mim é um poukito complucado :D
                          'Cause I love you, wether it's wrong or right...Love U Piou :)

                          Experiências fora do normal
                          #92

                          Offline zigo

                          • ****
                          • Membro Sénior
                          • Género: Masculino
                          • "Só o Amor é Real"
                          Sway, com todo o respeito, os médicos cada vez mais me desiludem...têm a mania que tudo sabem, mas se eles realmente soubessem, saberiam que nada sabem...
                          Claro que o déjà vu tem outra explicação muito mais profunda que essa e que não se prende com aspectos físicos, e se tem algum aspecto físico será apenas uma consequência de algo maior!! Duhhh pa comunidade científica!!
                          « Última modificação: 27 de Maio de 2009 por zigo »
                            "Dream as if you´ll live forever, live as if you´ll die today" James Dean

                            Experiências fora do normal
                            #93

                            Offline Di HF

                            • *****
                            • Membro Elite
                            • Género: Feminino
                            Primeiro de tudo, não sei como explicar isto por palavras...
                            Não me quero prolongar e agradecia imenso que alguém me respondesse, ou no mínimo que me acalmasse.

                            Por vezes, de longe a longe, sonho com uma pessoa que já morreu e que eu nunca conheci. Conheço quem a tivesse conhecido. Para começar, eu não sabia nome, nem a imagem que essa pessoa tinha. No sonho, tudo foi correto e a pessoa deu-me imensas informações a que eu nunca tive acesso e nunca tinha pensado nisso.

                            O que acham que se passa comigo?

                              Experiências fora do normal
                              #94

                              V24

                              • Visitante
                              Primeiro de tudo, não sei como explicar isto por palavras...
                              Não me quero prolongar e agradecia imenso que alguém me respondesse, ou no mínimo que me acalmasse.

                              Por vezes, de longe a longe, sonho com uma pessoa que já morreu e que eu nunca conheci. Conheço quem a tivesse conhecido. Para começar, eu não sabia nome, nem a imagem que essa pessoa tinha. No sonho, tudo foi correto e a pessoa deu-me imensas informações a que eu nunca tive acesso e nunca tinha pensado nisso.

                              O que acham que se passa comigo?

                              Se conseguires devias dentro do sonho explicar-lhe que devia partir em paz. Pede pela alma da pessoa - até à tua maneira pessoal se não tiveres religião.  Deseja-lhe bem, manda-lhe amor. Sobretudo não te assustes. Já me aconteceram várias coisas do género e não tem mal. A não ser que a entidade te desse sensações de angústia intensa, tivesse uma coloração escura etc etc. Nesse caso, terias de tomar outras medidas.
                              Sendo apenas um falecido, não há que temer.


                              Quanto à minha experiência pessoal a pior que já tive foi cair para trás na cozinha como se me empurrassem os ombros. Vi uma coisa como um manto preto cobrir-me. Foi aterrorizador. Era o negro mais profundo que alguma vez vi e senti literalmente. E tinha dois riscos avermelhados como se fossem olhos. A minha mãe viu-me caída com os olhos muito abertos e disse que eu estava com a cara acinzentada.

                              Já sonhei com uma mulher que morreu num acidente atropelada e que me pedia para pararem de pôr flores no sítio onde ela morreu porque estavam a prendê-la à terra. Pesquisei e deu-se mesmo um acidente há uns anos. Fui ao sítio e estavam flores secas presas a um poste.

                              Vi o meu bisavô debruçar-se sobre mim à beira da cama uma vez de manhã. Mais tarde uma senhora muito religiosa disse-me que o R., um homem muito alto me andava a proteger. Pois, ela não sabe nada sobre a minha família e acertou logo com o meu bisavô que era um homem alto de olhos azuis chamado Ricardo.

                              Enfim, volta e meia acontecem-me coisas. 
                              « Última modificação: 27 de Abril de 2014 por V24 »

                                Experiências fora do normal
                                #95

                                Offline aether

                                • **
                                • Membro Júnior
                                • Género: Feminino
                                 :curtain é por isso que me recuso a jogar o jogo do copo >< No meu entender aquilo so chama entidades nao muito agradaveis, porque quereriam as favoraveis manifestar-se por um jogo? Alem disso é a oportunidade ideal para assustar e pregar partidas para as que gostam de tal...

                                A minha experiencia mais estranha acho que foi em projecção astral em que um ser escuro me agarrou no braço e quando acordei tinha um corte enorme e agora não consigo fazer, mas ja perdi o medo, por isso deve estar quase ><
                                  “You think things have to be possible? Things have to be true !”

                                  Experiências fora do normal
                                  #96

                                  Offline Dé gg

                                  • *
                                  • Novo Membro
                                  • Género: Masculino
                                  • Closeted :)
                                  Lembro-me tão bem das noites na casa da minha avó, era uma casa com pelo menos uns 200 anos, e tinha uns interruptores de luz muito curiosos, redondos e que faziam um click bem audível, especialmente no silêncio da noite lol. Era quase sistemático, era rara a noite em que não acordava por causa desse barulho, mas mais estranho era que nunca via nenhuma luz por mais distante que fosse de qualquer divisão e tinha a certeza que todos já dormiam, cheguei mesmo a sair do quarto onde dormia e ir de sala em sala até onde tinha coragem lol mas foi sempre em vão  :(

                                    Experiências fora do normal
                                    #97

                                    V24

                                    • Visitante
                                    :curtain é por isso que me recuso a jogar o jogo do copo >< No meu entender aquilo so chama entidades nao muito agradaveis, porque quereriam as favoraveis manifestar-se por um jogo? Alem disso é a oportunidade ideal para assustar e pregar partidas para as que gostam de tal...

                                    A minha experiencia mais estranha acho que foi em projecção astral em que um ser escuro me agarrou no braço e quando acordei tinha um corte enorme e agora não consigo fazer, mas ja perdi o medo, por isso deve estar quase ><

                                    Claro que só vêm entidades negativas. Aliás não precisei nunca de jogar a isso para elas me aparecem....fogo que azar.
                                    As entidades de luz só vêm pela meditação e práticas precedidas de orações a pedir protecção.
                                    Se pedires protecção antes de fazer projecção estás na boa. Ir ao astral é do melhor, só a sensação de voares e ires onde quiseres ::)
                                    Que pena ter abandonado as minhas práticas (:

                                      Experiências fora do normal
                                      #98

                                      Offline aether

                                      • **
                                      • Membro Júnior
                                      • Género: Feminino
                                      :curtain é por isso que me recuso a jogar o jogo do copo >< No meu entender aquilo so chama entidades nao muito agradaveis, porque quereriam as favoraveis manifestar-se por um jogo? Alem disso é a oportunidade ideal para assustar e pregar partidas para as que gostam de tal...

                                      A minha experiencia mais estranha acho que foi em projecção astral em que um ser escuro me agarrou no braço e quando acordei tinha um corte enorme e agora não consigo fazer, mas ja perdi o medo, por isso deve estar quase ><

                                      Claro que só vêm entidades negativas. Aliás não precisei nunca de jogar a isso para elas me aparecem....fogo que azar.
                                      As entidades de luz só vêm pela meditação e práticas precedidas de orações a pedir protecção.
                                      Se pedires protecção antes de fazer projecção estás na boa. Ir ao astral é do melhor, só a sensação de voares e ires onde quiseres ::)
                                      Que pena ter abandonado as minhas práticas (:

                                      Já tentei, claro que sempre com protecção mas nao consigo passar das primeiras fases lol
                                        “You think things have to be possible? Things have to be true !”

                                        Experiências fora do normal
                                        #99

                                        V24

                                        • Visitante
                                        :curtain é por isso que me recuso a jogar o jogo do copo >< No meu entender aquilo so chama entidades nao muito agradaveis, porque quereriam as favoraveis manifestar-se por um jogo? Alem disso é a oportunidade ideal para assustar e pregar partidas para as que gostam de tal...

                                        A minha experiencia mais estranha acho que foi em projecção astral em que um ser escuro me agarrou no braço e quando acordei tinha um corte enorme e agora não consigo fazer, mas ja perdi o medo, por isso deve estar quase ><

                                        Claro que só vêm entidades negativas. Aliás não precisei nunca de jogar a isso para elas me aparecem....fogo que azar.
                                        As entidades de luz só vêm pela meditação e práticas precedidas de orações a pedir protecção.
                                        Se pedires protecção antes de fazer projecção estás na boa. Ir ao astral é do melhor, só a sensação de voares e ires onde quiseres ::)
                                        Que pena ter abandonado as minhas práticas (:

                                        Já tentei, claro que sempre com protecção mas nao consigo passar das primeiras fases lol

                                        A minha primeira projecção foi muito estúpida: "acordei" durante o sonho na banheira, vestida (haha) e levantei-me. Fiquei tão contente que admirei-me com o facto e acordei. Noutra saltei e fiquei a flutuar...mesmo fixe. Não consigo projectar-me muita vezes  :-\ Aprendi a técnica a ler livros do Samuel Weor (gnosticismo), infelizmente ele é um bocado homofóbico (:

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          4 Respostas
                                          5803 Visualizações
                                          Última mensagem 26 de Agosto de 2010
                                          por Safira
                                          5 Respostas
                                          1692 Visualizações
                                          Última mensagem 13 de Março de 2012
                                          por Simpatizante
                                          The New Normal

                                          Iniciado por person_interest Arquivo (Outras Conversas)

                                          9 Respostas
                                          1534 Visualizações
                                          Última mensagem 22 de Agosto de 2013
                                          por Spektrum
                                          13 Respostas
                                          2772 Visualizações
                                          Última mensagem 11 de Agosto de 2013
                                          por paulosabino
                                          0 Respostas
                                          805 Visualizações
                                          Última mensagem 22 de Julho
                                          por Fanniedup