rede ex aequo

Olá Visitante14.dez.2019, 05:16:26

Autor Tópico: A minha vida, o meu dilema  (Lida 988 vezes)

 
A minha vida, o meu dilema
#0

Offline ShadeofGray13

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Masculino
Bem, já aqui ando à algum tempo, mas só agora senti necessidade de postar algo. Queria contar a alguém a minha história...

Para começar, sou um transsexual masculino, mas ainda tenho aparencia de rapariga, pois ainda estou no inicio do processo, que começou à mt pouco tempo.
Sendo assim, vim para Lisboa estudar, com 18 anos e logo no primeiro dia de aulas apaixonei-me pela rapariga mais linda e única que alguma vez tinha visto na minha vida.
Ela andava com um rapaz (é bissexual) que não a tratava muito bem. Envolvemo-nos, porque eu lhe dava atenção e carinho e tudo corria +/-.
Decidiu acabar com ele passado alguns meses, em que também pouco ou nada se viram. E com isto começamos a andar.
Ela tem bastantes problemas e a nossa relação reflectiu isso: tinhamos bastantes discussões e zangas. Mas quando estávamos bem, estavamos mesmo bem.

Mas as coisas começaram a declinar. Ela traiu-me, eu começei a deixar de me dar tanto... E foi efeito bola de neve. Um ano e pouco depois, acabamos. Faz agora 2 semanas que somos só amigos. E isso até estava relativamente bem comigo.

Passamos quase 2 anos juntos, nas aulas, depois das aulas, alguns fins-de-semana.. E os meus amigos ficaram para trás, espalhados pelo mapa também devido às vidas de cada um.
Agora, ela envolveu-se com um rapaz, que quer lutar por ela. Que lhe dá algo que ela necessita, pois diz-mo ela. Mas também têm problemas.
´
E eu penso para mim, desejo para alguma coisa que me ouça, algo terrivel. Desejo que não dê certo.

Nestes tempos de "só amigos", as coisas mudaram. Ela mudou. Deixou de fazer coisas que me irritavam e eu a ela. Por esta razão, doi-me muito ve-la "crescer" e estar e querer estar com outro.

Ela disse-me sempre que queria muito estar também comigo, mas sempre que estou com ela, sinto o "puxão".. A sensação de que seria tão melhor uma relação com base no que temos tido nestes tempos de mudança.. Que ela me conheçe como mais ninguem e eu a ela, isto dito pela boca dela.

Mas penso que é um "Adeus" amoroso definitivo. E isso assusta-me como tudo.
É ela a minha melhor amiga, mas não posso estar com ela, porque me doi horrores.
Estou isolado de tudo e praticamente todos e sinto que mais ninguem, que sabe do que se passou connosco, se preocupa comigo. Não tenho com quem sair e distrair. E apetece-me sempre estar com ela.

Não sei que fazer já. Tenho imensos trabalhos para fazer e entregar, os testes vêm a caminho e sinto-me a cair. Mais e mais e mais e mais...

Queira lutar por ela. Queria mesmo. Mas acho que não tenho hipótese. Acho que já passou...

Tenho de ultrapassar isto e sei q leva tempo, mas agora é-me horrorosamente difícil.

Obrigada.

     

    Tópicos relacionados

      Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
    82 Respostas
    33252 Visualizações
    Última mensagem 24 de Agosto de 2013
    por Cardo
    17 Respostas
    8468 Visualizações
    Última mensagem 19 de Agosto de 2008
    por mrs.dalloway
    50 Respostas
    8298 Visualizações
    Última mensagem 4 de Abril de 2012
    por ilikerodie
    7 Respostas
    2011 Visualizações
    Última mensagem 18 de Julho de 2011
    por Sharingan
    10 Respostas
    1865 Visualizações
    Última mensagem 27 de Novembro de 2013
    por HigherThanMe