rede ex aequo

Olá Visitante14.dez.2019, 06:26:50

Autor Tópico: Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?  (Lida 10029 vezes)

 
Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
#40

Offline indeedmydear

  • **
  • Membro Júnior
  • Género: Feminino
  • "Em que estás a pensar?"
Eu acho que Portugal tem as condições necessárias para conseguir estabilidade através das energias renováveis.
Temos os conhecimentos e a tecnologia para tal.
Ok, não rende tanto como rendaria a exportação de energia, se nos dedicássemos agora ao desenvolvimento da energia nuclear.
Mas acho que deve prevalecer os exemplos que vimos agora no Japão (apesar de não a possibilidade de terramotos no nosso pais ser redutora) do perigo que a e.n. pode originar.
Cada vez mais é visível o efeito negativo que provocámos ao nosso planeta, com a ganância de produzir, vender e ganhar.. e esse rumo nunca nos levará à criação da estabilidade que o nosso planeta. Também é certo que não somos dos países que poluem mais, mas se nos centrássemos na adaptação e conservação das energias renováveis, não só iríamos respirar oxigénio mais puro, como a longo prazo iríamos poupar dinheiro.
Enquanto não aprendermos todos a respeitar a natureza, ela continuará a causar estragos, pois é a sua maneira de auto preservar.

    Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
    #41

    Frozzen

    • Visitante
    Eu acho que Portugal tem as condições necessárias para conseguir estabilidade através das energias renováveis.
    Temos os conhecimentos e a tecnologia para tal.
    Ok, não rende tanto como rendaria a exportação de energia, se nos dedicássemos agora ao desenvolvimento da energia nuclear.
    Mas acho que deve prevalecer os exemplos que vimos agora no Japão (apesar de não a possibilidade de terramotos no nosso pais ser redutora) do perigo que a e.n. pode originar.
    Cada vez mais é visível o efeito negativo que provocámos ao nosso planeta, com a ganância de produzir, vender e ganhar.. e esse rumo nunca nos levará à criação da estabilidade que o nosso planeta. Também é certo que não somos dos países que poluem mais, mas se nos centrássemos na adaptação e conservação das energias renováveis, não só iríamos respirar oxigénio mais puro, como a longo prazo iríamos poupar dinheiro.
    Enquanto não aprendermos todos a respeitar a natureza, ela continuará a causar estragos, pois é a sua maneira de auto preservar.


    Concordo :)

      Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
      #42

      Offline indeedmydear

      • **
      • Membro Júnior
      • Género: Feminino
      • "Em que estás a pensar?"
      Eu acho que Portugal tem as condições necessárias para conseguir estabilidade através das energias renováveis.
      Temos os conhecimentos e a tecnologia para tal.
      Ok, não rende tanto como rendaria a exportação de energia, se nos dedicássemos agora ao desenvolvimento da energia nuclear.
      Mas acho que deve prevalecer os exemplos que vimos agora no Japão (apesar de não a possibilidade de terramotos no nosso pais ser redutora) do perigo que a e.n. pode originar.
      Cada vez mais é visível o efeito negativo que provocámos ao nosso planeta, com a ganância de produzir, vender e ganhar.. e esse rumo nunca nos levará à criação da estabilidade que o nosso planeta. Também é certo que não somos dos países que poluem mais, mas se nos centrássemos na adaptação e conservação das energias renováveis, não só iríamos respirar oxigénio mais puro, como a longo prazo iríamos poupar dinheiro.
      Enquanto não aprendermos todos a respeitar a natureza, ela continuará a causar estragos, pois é a sua maneira de auto preservar.


      Concordo :)

      Ainda bem. Era tão bom um dia olhar à volta e ver toda gente a ter em conta as suas acções face à prevervação da natureza...

        Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
        #43

        Frozzen

        • Visitante
        O ser humano sofre de uma ânsia de ter sempre mais e mais e mais e melhor e acaba por nunca estar satisfeito, isto tem que parar... as pessoas não vêm o que é que isto está a fazer ao  planeta e a si proprias? Isto tem que parar, mesmo...

          Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
          #44

          Offline indeedmydear

          • **
          • Membro Júnior
          • Género: Feminino
          • "Em que estás a pensar?"
          O ser humano sofre de uma ânsia de ter sempre mais e mais e mais e melhor e acaba por nunca estar satisfeito, isto tem que parar... as pessoas não vêm o que é que isto está a fazer ao  planeta e a si proprias? Isto tem que parar, mesmo...

          mas enquanto formos governados por questões politicas... isso não acontecerá ;(
          a coisas dificies de compreender...

            Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
            #45

            Elijah Keat

            • Visitante
            Eu acho que Portugal tem as condições necessárias para conseguir estabilidade através das energias renováveis.
            Temos os conhecimentos e a tecnologia para tal.
            Ok, não rende tanto como rendaria a exportação de energia, se nos dedicássemos agora ao desenvolvimento da energia nuclear.
            Mas acho que deve prevalecer os exemplos que vimos agora no Japão (apesar de não a possibilidade de terramotos no nosso pais ser redutora) do perigo que a e.n. pode originar.
            Cada vez mais é visível o efeito negativo que provocámos ao nosso planeta, com a ganância de produzir, vender e ganhar.. e esse rumo nunca nos levará à criação da estabilidade que o nosso planeta. Também é certo que não somos dos países que poluem mais, mas se nos centrássemos na adaptação e conservação das energias renováveis, não só iríamos respirar oxigénio mais puro, como a longo prazo iríamos poupar dinheiro.
            Enquanto não aprendermos todos a respeitar a natureza, ela continuará a causar estragos, pois é a sua maneira de auto preservar.


            O problema não é só o dinheiro! As fontes eólica e solar, por exemplo, não são energeticamente rentáveis. Seria necessário muito espaço e muito tempo (para desenvolver técnicas de armazenamento de energia, por exemplo) para que as conseguíssemos utilizar de um modo eficiente. Isto partindo do princípio que é um problema com solução, claro.

            Eu acho que nos temos que mentalizar de uma coisa: tudo tem consequências negativas (e isto inclui as fontes de energia alternativas), há que saber aceitá-las e ver se são proporcionais ou, se possível, inferiores às consequências positivas.

            A energia nuclear parece-me cumprir esses parâmetros.

              Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
              #46

              Offline indeedmydear

              • **
              • Membro Júnior
              • Género: Feminino
              • "Em que estás a pensar?"
              se os geradores forem bem projectados, acredito que funcione. Poderiamos recoorer a energias como as que temos tido, mas como laterrnatica, e não o contrário.

              vejamos os carros hibridos.. funcionam.. mas pq será que não existem mais ainda, uam vez que os projectos dos memos já existem há + de 10 anos!?
              Pq não «interessa»... interessa sim lucrar com os impostos adiconadas aos combustiveis derivados do petróleo...

                Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                #47

                Frozzen

                • Visitante
                Eu acho que Portugal tem as condições necessárias para conseguir estabilidade através das energias renováveis.
                Temos os conhecimentos e a tecnologia para tal.
                Ok, não rende tanto como rendaria a exportação de energia, se nos dedicássemos agora ao desenvolvimento da energia nuclear.
                Mas acho que deve prevalecer os exemplos que vimos agora no Japão (apesar de não a possibilidade de terramotos no nosso pais ser redutora) do perigo que a e.n. pode originar.
                Cada vez mais é visível o efeito negativo que provocámos ao nosso planeta, com a ganância de produzir, vender e ganhar.. e esse rumo nunca nos levará à criação da estabilidade que o nosso planeta. Também é certo que não somos dos países que poluem mais, mas se nos centrássemos na adaptação e conservação das energias renováveis, não só iríamos respirar oxigénio mais puro, como a longo prazo iríamos poupar dinheiro.
                Enquanto não aprendermos todos a respeitar a natureza, ela continuará a causar estragos, pois é a sua maneira de auto preservar.


                O problema não é só o dinheiro! As fontes eólica e solar, por exemplo, não são energeticamente rentáveis. Seria necessário muito espaço e muito tempo (para desenvolver técnicas de armazenamento de energia, por exemplo) para que as conseguíssemos utilizar de um modo eficiente. Isto partindo do princípio que é um problema com solução, claro.

                Eu acho que nos temos que mentalizar de uma coisa: tudo tem consequências negativas (e isto inclui as fontes de energia alternativas), há que saber aceitá-las e ver se são proporcionais ou, se possível, inferiores às consequências positivas.

                A energia nuclear parece-me cumprir esses parâmetros.


                as consequencias negativas das fontes de energia alternativas sao BEM melhores do que pessoas a morrerem de cancro, morrerem de radiação extrema e aguda e nascerem com deformações....dai achar que a energia nuclear nao compre de todo esses parametros, por mais segura que seja

                  Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                  #48

                  Offline johny.n.1986

                  • *****
                  • Membro Ultra
                  • Género: Masculino
                  • bang bang, I shot you down!
                  Pegando em números soltos:
                  - Actualmente, as eólicas em PT produzem cerca de 9.480GWh/ ano.
                  - O consumo estimado de energia em PT, em 2010, é de 55.055 GWh/ ano.
                  - O custo das renováveis para o Estado ronda os €2.000 milhões/ ano, valores a preços correntes de 2010 e incluindo subsídios fiscais e incentivos, além da subsidiação de tarifas reguladas.

                  Num cenário 100% eólicas, ter-se ia que os custos das renováveis seriam cerca de 450% maiores para o Estado, i.e., cerca de €9.000 milhões que inflaccionam todos os anos. 

                  Claro está que isto ignora a tendência crescente do consumo de energia, que se se compram carros que não consomem combustível têm necessáriamente de os carregar com energia eléctrica, etc etc e tal.

                  Dado que se observa que a população vai para a rua mandar vir com tudo e com nada, fazem greve em vez de trabalhar, vêm SportTV mas chingam com a factura de electricidade e da água, ouvem o fado e comem tremoços, está se a ver o reboliço de 2 faces em que isto se traduz.

                  Claro que está ainda que isto é baseado nas eólicas, a renovável mais eficiente exceptuando as centrais hídricas, que por motivos de sazonalidade necessita sempre de outras centrais energéticas de fonte não-eólica para mitigar o problema da sazonalidade do vento. Há e sim.. o vento muda de semestre para semestre e de ano para ano, o que implica que não nos possamos basear apenas nesta fonte de energia.

                  O problema do défice publico poderia ser colmatado com um sistema de transacção de energia em mercado.. uma espécie de mercado accionista para certificados de energia, mas tal seria um mega problema dado que o preço de um bem público estaria sujeito a especulação de mercado e seria gerador de bolhas económicas (predictable).

                  Mude-se a mentalidade, a consciência os hábitos e mesmo a cultura!
                    With my feet on the air and my head on the ground

                    Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                    #49

                    Frozzen

                    • Visitante
                    Pegando em números soltos:
                    - Actualmente, as eólicas em PT produzem cerca de 9.480GWh/ ano.
                    - O consumo estimado de energia em PT, em 2010, é de 55.055 GWh/ ano.
                    - O custo das renováveis para o Estado ronda os €2.000 milhões/ ano, valores a preços correntes de 2010 e incluindo subsídios fiscais e incentivos, além da subsidiação de tarifas reguladas.

                    Num cenário 100% eólicas, ter-se ia que os custos das renováveis seriam cerca de 450% maiores para o Estado, i.e., cerca de €9.000 milhões que inflaccionam todos os anos. 

                    Claro está que isto ignora a tendência crescente do consumo de energia, que se se compram carros que não consomem combustível têm necessáriamente de os carregar com energia eléctrica, etc etc e tal.

                    Dado que se observa que a população vai para a rua mandar vir com tudo e com nada, fazem greve em vez de trabalhar, vêm SportTV mas chingam com a factura de electricidade e da água, ouvem o fado e comem tremoços, está se a ver o reboliço de 2 faces em que isto se traduz.

                    Claro que está ainda que isto é baseado nas eólicas, a renovável mais eficiente exceptuando as centrais hídricas, que por motivos de sazonalidade necessita sempre de outras centrais energéticas de fonte não-eólica para mitigar o problema da sazonalidade do vento. Há e sim.. o vento muda de semestre para semestre e de ano para ano, o que implica que não nos possamos basear apenas nesta fonte de energia.

                    O problema do défice publico poderia ser colmatado com um sistema de transacção de energia em mercado.. uma espécie de mercado accionista para certificados de energia, mas tal seria um mega problema dado que o preço de um bem público estaria sujeito a especulação de mercado e seria gerador de bolhas económicas (predictable).

                    Mude-se a mentalidade, a consciência os hábitos e mesmo a cultura!


                    Ou seja, a unica forma de dar a volta a isto é consumir menos...

                      Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                      #50

                      Elijah Keat

                      • Visitante
                      Pegando em números soltos:
                      - Actualmente, as eólicas em PT produzem cerca de 9.480GWh/ ano.
                      - O consumo estimado de energia em PT, em 2010, é de 55.055 GWh/ ano.
                      - O custo das renováveis para o Estado ronda os €2.000 milhões/ ano, valores a preços correntes de 2010 e incluindo subsídios fiscais e incentivos, além da subsidiação de tarifas reguladas.

                      Num cenário 100% eólicas, ter-se ia que os custos das renováveis seriam cerca de 450% maiores para o Estado, i.e., cerca de €9.000 milhões que inflaccionam todos os anos. 


                      Pronto, é isto.

                      Frozzen, isso de "pessoas morrerem de radiação extrema e aguda" talvez seja um bocado exagerado. Houve quem morreu e sofreu muito com o acidente de Chernobyl, mas estamos a falar de um caso isolado.

                      Existem imensas centrais nucleares espalhadas pelo mundo, sendo que parte da energia que importamos é precisamente produzida nessas centrais, e não é por isso que vês acidentes todos os anos.

                      E volto a repetir: se olharmos para o que está a acontecer no Japão, verificamos que os sistemas de segurança actuais são extremamente eficientes. Por exemplo, logo que houve o sismo as centrais pararam de funcionar, devido aos sistemas de controlo que essas centrais possuem.

                      Acho que isso do "temos que reduzir a energia que consumimos" já não dá. Usamos muita energia, e iremos continuar a precisar dela. Pronto, é um dos preços do desenvolvimento.

                        Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                        #51

                        Frozzen

                        • Visitante
                        Pegando em números soltos:
                        - Actualmente, as eólicas em PT produzem cerca de 9.480GWh/ ano.
                        - O consumo estimado de energia em PT, em 2010, é de 55.055 GWh/ ano.
                        - O custo das renováveis para o Estado ronda os €2.000 milhões/ ano, valores a preços correntes de 2010 e incluindo subsídios fiscais e incentivos, além da subsidiação de tarifas reguladas.

                        Num cenário 100% eólicas, ter-se ia que os custos das renováveis seriam cerca de 450% maiores para o Estado, i.e., cerca de €9.000 milhões que inflaccionam todos os anos. 


                        Pronto, é isto.

                        Frozzen, isso de "pessoas morrerem de radiação extrema e aguda" talvez seja um bocado exagerado. Houve quem morreu e sofreu muito com o acidente de Chernobyl, mas estamos a falar de um caso isolado.

                        Existem imensas centrais nucleares espalhadas pelo mundo, sendo que parte da energia que importamos é precisamente produzida nessas centrais, e não é por isso que vês acidentes todos os anos.

                        E volto a repetir: se olharmos para o que está a acontecer no Japão, verificamos que os sistemas de segurança actuais são extremamente eficientes. Por exemplo, logo que houve o sismo as centrais pararam de funcionar, devido aos sistemas de controlo que essas centrais possuem.

                        Acho que isso do "temos que reduzir a energia que consumimos" já não dá. Usamos muita energia, e iremos continuar a precisar dela. Pronto, é um dos preços do desenvolvimento.

                        Nao foram so casos isolados, até porque a união sovietica ocultou 24h o acontecimento... e agora no Japão também ja houve imensos trabalhadores que sofreram das consequencias agudas da radiação e a fusão núclear nem foi completa. Alem disso estas te a esquecer de algo muito importante... o lixo nuclear. As centrais nucleares produzem toneladas de lixo nuclear que tem que ser armazenadas algures no nosso planeta e são pequenas bombas de tempo e um perigo para a humanidade Este lixo iria aumentar cada vez mais no futuro se continuarmos a recorrer a esta fonte de energia, o que so por isso a torna completamente inapropriada. So argumentaste com os danos agudos terem apenas atingido alguns, e os danos cronicos que atingiram milhares de pessoas? Sabe-se la onde é que a radiação foi parar... é um facto que foi medida em varios paises da europa central. A minha mae (que é alema) contou-me que na altura diziam para as pessoas terem cuidado em comer o que tinham plantado no proprio quintal. Não é possivel dizer quantas pessoas morreram de cancro por causa do que aconteceu, sendo impossível de prever se também teriam morrido desta forma se nao tivesse acontecido Chernobyl, mas negar que a radioactividade provoca cancro é a mesma coisa que dizer que o tabaco nao faz mal. Acho que é mesmo de uma desumanidade total o ser humano aceitar estas consequências so para puder continuar a viver no patamar de excessos em que vive hoje em dia.

                          Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                          #52

                          Elijah Keat

                          • Visitante
                          O lixo nuclear é de facto mais um aspecto negativo das energia nuclear, mas é apenas negativo devido à dificuldade em encontrar locais onde o colocar, sendo que são colocados, geralmente, no fundo do mar.

                          Mas o risco não é eles tornarem-se bombas nucleares, porque isso não acontece. O que, presumo, que aconteça é que haja um decaimento radioactivo que emita radiação que para os humanos possa ser prejudicial.

                          Eu acho, ainda assim, que o mal é que toda a gente associa as centrais nucleares a bombas atómicas e a mutações, e tem também a tendência para pensar que a energia nuclear é uma coisa quase esotérica. O decaimento radioactivo ocorre naturalmente (por exemplo, algumas rochas de granito são radioactivas), e a energia nuclear não é utilizada simplesmente "para o mal".

                          Desde exames médicos até produção de energia eléctrica, a energia nuclear é uma das grandes apostas no futuro.

                            Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                            #53

                            Offline sweet_poison

                            • *****
                            • Membro Vintage
                            • Género: Feminino
                            • Don't wasted, it's only here for today
                            Eu sou completamente contra a energia nuclear.

                            Para uma central ser considerada 100% segura, não pode estar exposta a interferência humana externa ou ambiental. Acham sinceramente que conseguimos controlar interferência humana? E a ambiental? Não me parece.

                            A natureza está cada vez mais descontrolada e penso que é muito imprudente da nossa parte pensar que conseguimos criar um sistema de segurança eficiente que previna a explosão ou desgaste de alguma central nuclear. Pelo que andei a ler até agora, existem centrais nucleares que possuem energia suficiente para destruir a longo prazo TODA a vida humana.

                            E basta só focar nos resíduos radioactivos que são libertados e que são muito difíceis de armazenar...

                            Na Ucrânia prevê-se que na melhor das hipóteses em CEM anos desapareçam os níveis de radioactividade... 100 anos!!!! Quantas gerações vão ser prejudicadas por algo que aconteceu há 25 anos atrás? Não me parece que valha a pena, independentemente das eventuais vantagens que pudéssemos ter, o risco, por diminuto que possam dizer ser, não creio que seja merecedor... 
                              "I guarantee that we'll have tough times.I guarantee that sooner or later one,or both of us will want to get out.But I also guarantee that if I don't ask you to be mine,I'll regret it for the rest of my life because I know in my heart you're the only one for me."

                              Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                              #54

                              Offline johny.n.1986

                              • *****
                              • Membro Ultra
                              • Género: Masculino
                              • bang bang, I shot you down!
                              as pás das turbinas eólicas cortam passarinhos aos bocados e alteram as rotas migratórias das aves..  :(
                                With my feet on the air and my head on the ground

                                Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                                #55

                                Frozzen

                                • Visitante
                                O lixo nuclear é de facto mais um aspecto negativo das energia nuclear, mas é apenas negativo devido à dificuldade em encontrar locais onde o colocar, sendo que são colocados, geralmente, no fundo do mar.

                                Mas o risco não é eles tornarem-se bombas nucleares, porque isso não acontece. O que, presumo, que aconteça é que haja um decaimento radioactivo que emita radiação que para os humanos possa ser prejudicial.

                                Eu acho, ainda assim, que o mal é que toda a gente associa as centrais nucleares a bombas atómicas e a mutações, e tem também a tendência para pensar que a energia nuclear é uma coisa quase esotérica. O decaimento radioactivo ocorre naturalmente (por exemplo, algumas rochas de granito são radioactivas), e a energia nuclear não é utilizada simplesmente "para o mal".

                                Desde exames médicos até produção de energia eléctrica, a energia nuclear é uma das grandes apostas no futuro.


                                Sim, as bombas no meu post eram uma metafora, queria dizer que sao ameaças para a natureza precisamente devido a esta emissão de radioactividade e por haver sempre o risco de haver um evento qualquer exterior que leve à sua danificação, como por exemplo atraves de um terramoto etc etc...
                                Não se pode comparar o decaimento natural de determinadas substancias na natureza, como acontece por exemplo com o carbono (é assim que se mede a idade das mumias etc...) com a IMENSIDADE que é o decaimento radioactivo após uma catastrofe nuclear.. isso é o mesmo que dizer que visto que de vez em quando ha um vulcãozinho a libertar CO2 é justificavel continuarmos a puluir a nossa atmosfera com carros, fabricas etc.. porque é natural.
                                A radiação é de facto usada na medicina por exemplo na radioterapia e no tratamento de carcinomas da tiroide (usa-se iodo radioactivo que se vai localizar na glandula tiroideia e vai la destruir as celulas cancerigenas), mas mais uma vez, isso nao se pode usar como argumento para a ''positividade da radiaçao na energia nuclear'' porque faz sentido usar a radiação para tratar doença, em determinadas situações, uma vez que o beneficio está numa boa relação com o risco.. isto obviamente que nao se aplica a uma vasta população completamente saudável. A verdade é que muitas vezes acontece que pessoas que foram submetidas a radioterapia vem anos mais tarde a desenvolver outro tipo de neoplasias devido a este tratamento, mas uma vez que iriam morrer da doença inicial se nao fossem tratadas acaba por compensar.

                                  Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                                  #56

                                  Elijah Keat

                                  • Visitante
                                  De facto as potencialidades da radioactividade não podem ser utilizadas como argumento a favor da construção de centrais nucleares, que servem propósitos diferentes.

                                  Bem, o que vim aqui dizer é que encontrei um artigo muito interessante, que vem acompanhado de um gráfico mais interessante ainda:



                                  Como se pode ver, a energia nuclear é a fonte de energia que apresenta menos riscos. Pode-se dizer, e com razão, que aparentemente isto não é verdade. Mas a justificação que dão para estes valores é que a maior parte das mortes que se dão devidas aos combustíveis fósseis passam ao lado, uma vez que são, por exemplo, ataques do coração.

                                  Arrisco-me também a dizer que a energia nuclear parece mais perigosa porque Chernobyl ainda está muito presente, as bombas nucleares são associadas a este tipo de energia e, quando há um acidente, mata várias pessoas ao mesmo tempo e provoca efeitos pouco bonitos em gerações futuras.

                                  Ah, no artigo há também um dado interessante: a maior parte das mortes provocadas pela energia nuclear dão-se durante a extracção do urânio, e não devido a acidentes em centrais nucleares.

                                  Mas leiam, é pequeno e interessante.

                                    Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                                    #57

                                    Frozzen

                                    • Visitante
                                    ''The release of atomic energy has not created a new problem. It has merely made more urgent the necessity of solving an existing one.''
                                    Albert Einstein


                                      Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                                      #58

                                      Offline klaeman

                                      • ***
                                      • Membro Total
                                      as pás das turbinas eólicas cortam passarinhos aos bocados e alteram as rotas migratórias das aves..  :(


                                      LOOL exacto e alem disso alteram a paisagem e rotas migratorias e nao e mt fiavel pq nem sempre a vento

                                        Energia Nuclear em Portugal, sim ou não?
                                        #59

                                        Offline forjaz

                                        • ***
                                        • Membro Total
                                        • Género: Masculino
                                        • Quoniam unicum non iterabile.
                                        Se houver um referendo votarei a favor pelo simples facto de que enquanto a Espanha tiver centrais nucleares, estamos sujeitos às consequencias nefastas de um hipotético acidente.
                                        Ora, estando nós expostos ao mesmo risco sem que tenhamos nenhum beneficio, mais vale estarmos expostos ao nosso risco e com beneficios, porque assim se resolveria em parte a nossa dependecia energética.
                                          Forja de Vulcano

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          493 Respostas
                                          66192 Visualizações
                                          Última mensagem 26 de Fevereiro de 2014
                                          por _levitar_
                                          72 Respostas
                                          14493 Visualizações
                                          Última mensagem 29 de Janeiro de 2016
                                          por DeLpHi
                                          7 Respostas
                                          6379 Visualizações
                                          Última mensagem 3 de Outubro de 2008
                                          por Frida ! / Kahlo ?
                                          Curtir, sim ou não?

                                          Iniciado por ikissedagirl « 1 2 3 4 » Apoio

                                          70 Respostas
                                          6681 Visualizações
                                          Última mensagem 13 de Dezembro de 2014
                                          por Caty Elric
                                          5 Respostas
                                          1732 Visualizações
                                          Última mensagem 28 de Maio
                                          por Fernando Pinheiro