rede ex aequo

Olá Visitante04.abr.2020, 17:44:04

Autor Tópico: Capitalismo  (Lida 18114 vezes)

 
Capitalismo
#60

Offline Back Room

  • *****
  • Membro Elite
  • Género: Masculino
Sim, a solução é formar o público. A resposta ao "porque é a qualidade tem piorado?" é uma estupidificação progressiva e a adaptação da oferta ao nível intelectual e de exigência reduzido. Assim, há-de piorar sempre. Deve-se levar as massas até à arte, não a arte até às massas. Se não quando repararmos, deixa de o ser.

Sugiro que o Estado imponha quotas por nacionalidade e, principalmente, por género na música e no cinema. É contra a minha forma de pensar, mas é necessário porque não se escolhe pela qualidade mas sim pelo lucro que cada produto gera. Ou isso ou o apoio estatal para criação de vias independentes de oferta desses produtos com mais qualidade.
E que se reforme completamente o ensino público. Que eduque para fazer pensar e sentir. E que se exija alguma coisa no resto, não é como se faz agora.
E sugiro que as produções americanas, já que são milionárias, paguem taxas elevadíssimas para poderem ser distribuídas nas salas portuguesas. E que se use esse dinheiro para financiar o cinema português. É isso que se faz em França. E resulta.
« Última modificação: 22 de Maio de 2010 por Back Room »
    "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

    "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

    "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

    Capitalismo
    #61

    Agamemnon

    • Visitante
    Doentio? Os empregados do meu pai devem ser óptimos a escolher o que os filhos devem aprender... isso é utópico e perigoso! O Estado deve formular os programas, no entanto, depois cada escola decide se quer ensinar algo mais para além dos programas oficiais.

    EDIT: se conhecesses o país real não pensarias assim.

    Não sejas paternalista. :P

    Se achas que eles estão a escolher mal, conversa com eles e convence-os a metê-los em escolas que ensinem coisas que tu aches certas. Os programas das escolas formulados pelo Estado estão longe de ser neutros. Estão carregadíssimos de ideologia. O Estado controlar a educação é um dos exemplos mais acabados daquilo que abomino. Dá-lhe um um controlo sobre as mentes assustador!

    Sim, a solução é formar o público. A resposta ao "porque é a qualidade tem piorado?" é uma estupidificação progressiva e a adaptação da oferta ao nível intelectual e de exigência reduzido. Assim, há-de piorar sempre. Deve-se levar as massas até à arte, não a arte até às massas. Se não quando repararmos, deixa de o ser.

    Sugiro que o Estado imponha quotas por nacionalidade e, principalmente, por género na música e no cinema. É contra a minha forma de pensar, mas é necessário porque não se escolhe pela qualidade mas sim pelo lucro que cada produto gera. Ou isso ou o apoio estatal para criação de vias independentes de oferta desses produtos com mais qualidade.
    E que se reforme completamente o ensino público. Que eduque para fazer pensar e sentir. E que se exija alguma coisa no resto, não é como se faz agora.
    E sugiro que as produções americanas, já que são milionárias, paguem taxas elevadíssimas para poderem ser distribuídas nas salas portuguesas. E que se use esse dinheiro para financiar o cinema português. É isso que se faz em França. E resulta.


    Meu Deus... Portanto vamos tirar àqueles que fazem coisas de que o público de facto gosta para subsidiar aqueles que os burocratas consideram mais "artísticos" ou, ainda pior, aqueles que por arbitrariedade são nacionais. Vamos usar força física contra aqueles que produziram porque achamos que eles não têm uma verdadeira capacidade de escolha, são estúpidos! E como eles são estúpidos nem sabem do que gostam. Portanto temos toda a legitimidade em taxá-los a eles e àqueles que se associam a eles de forma a promovermos aquilo que NÓS, que não produzimos senão este problema nem sequer se colocava, consideramos melhor... :o Sim senhor... A juventude vai bem! Excelente visão do mundo.

    Às vezes dá-me vontade, quando leio coisas destas, de chamar o positivismo de volta...

      Capitalismo
      #62

      Apollo

      • Visitante
      Sim, sei que os programas estão carregados de ideologia. Um exemplo é a forma como se trata o tema do aquecimento global. Mas isso não impede que o Estado possa delinear uma linha programática comum e neutra, avaliada em exames no quarto ano, sexto, nono e em nos anos de liceu. Para além dessa linha programática comum, as escolas e os professores poderão escolher os seus programas. Uma total liberdade programática no nosso país seria um desastre. Não conheço nenhum país da Europa Ocidental onde isso aconteça, nem na liberal Inglaterra. Estás a ser extremista.´

      O Estado deve assegurar a instrução e não a educação. O Estado deve assegurar que todos os cidadãos tenham acesso a uma instrução que lhes permita estruturar o seu pensamento e que os prepare para serem independentes na sociedade moderna. 

       
      « Última modificação: 23 de Maio de 2010 por Apollo »

        Capitalismo
        #63

        Agamemnon

        • Visitante
        Sim, sei que os programas estão carregados de ideologia. Um exemplo é a forma como se trata o tema do aquecimento global. Mas isso não impede que o Estado possa delinear uma linha programática comum, avaliada em exames no quarto ano, sexto, nono e em nos anos de liceu. Para além dessa linha programática comum, as escolas e os professores poderão escolher os seus programas. Uma total liberdade programática no nosso país seria um desastre. Não conheço nenhum país da Europa Ocidental onde isso aconteça, nem na liberal Inglaterra. Estás a ser extremista.´

        Seria um desastre porquê? Estou a ser extremista? Tu também! ::)

          Capitalismo
          #64

          Apollo

          • Visitante
          Sim, sei que os programas estão carregados de ideologia. Um exemplo é a forma como se trata o tema do aquecimento global. Mas isso não impede que o Estado possa delinear uma linha programática comum, avaliada em exames no quarto ano, sexto, nono e em nos anos de liceu. Para além dessa linha programática comum, as escolas e os professores poderão escolher os seus programas. Uma total liberdade programática no nosso país seria um desastre. Não conheço nenhum país da Europa Ocidental onde isso aconteça, nem na liberal Inglaterra. Estás a ser extremista.´

          Seria um desastre porquê? Estou a ser extremista? Tu também! ::)

          Dá total liberdade às escolas para escolher os programas em Portugal. Seria uma experiência sociológica interessantíssima. Abolias os exames nacionais, os programas, e cada escola tinha total liberdade para fazer os seus programas.

          EDIT: lamento, mas aqui eu é que estou a ser o sensato. Com essa opinião demonstras apenas que desconheces a sociedade portuguesa e o país real.

            Capitalismo
            #65

            Agamemnon

            • Visitante
             :P Porque tu decidiste que conheces! Estás a ser circular oh Apollo! :)

            Porque consideras que seria desastroso escolas privadas competirem nomeadamente com programas? Associações de escolas, certificados de qualidade surgiriam. Privados e eficientes. E os pais teriam uma panóplia de diferentes programas para optarem! Não vejo desastre nenhum..........

              Capitalismo
              #66

              Offline Back Room

              • *****
              • Membro Elite
              • Género: Masculino
              Vamos tirar? Mas vamos tirar o quê? Qual a diferença de as distribuidoras das mega-produções americanas terem que pagar para ver os seus filmes rodados nas salas portuguesas?

              É assim tão desprezível colocar uma taxa para a entrada desses filmes que ia ajudar os portugueses que querem fazer cinema e não têm como?
              Será a França, por exemplo, assim tão desprezível?

              Se fosse a ti boicotava o cinema francês, só porque exigem que lhes paguem 0,00000001% do orçamento de um filme para ele passar lá. Que por acaso, é um dos motivos para o cinema francês ter a vitalidade que tem.
                "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                Capitalismo
                #67

                Apollo

                • Visitante
                :P Porque tu decidiste que conheces! Estás a ser circular oh Apollo! :)

                Porque consideras que seria desastroso escolas privadas competirem nomeadamente com programas? Associações de escolas, certificados de qualidade surgiriam. Privados e eficientes. E os pais teriam uma panóplia de diferentes programas para optarem! Não vejo desastre nenhum..........

                Mas nisso concordo contigo.

                  Capitalismo
                  #68

                  Agamemnon

                  • Visitante
                  Vamos tirar? Mas vamos tirar o quê? Qual a diferença de as distribuidoras das mega-produções americanas terem que pagar para ver os seus filmes rodados nas salas portuguesas?

                  É assim tão desprezível colocar uma taxa para a entrada desses filmes que ia ajudar os portugueses que querem fazer cinema e não têm como?
                  Será a França, por exemplo, assim tão desprezível?

                  Se fosse a ti boicotava o cinema francês, só porque exigem que lhes paguem 0,00000001% do orçamento de um filme para ele passar lá. Que por acaso, é um dos motivos para o cinema francês ter a vitalidade que tem.

                  É tão desprezível como eu passar por ti na rua e te obrigar a me dares um cêntimo. É uma questão de princípio! Não inicio o uso da força contra ninguém! E racionalizar isso em nome da arte é apenas deturpar a questão. Não vou boicotar o cinema francês porque seria absurdo. Sou libertário e também se puder recebo todas as bolsas públicas que há! Não é incoerência, é ajustar comportamentos à coerção. ;)

                  :P Porque tu decidiste que conheces! Estás a ser circular oh Apollo! :)

                  Porque consideras que seria desastroso escolas privadas competirem nomeadamente com programas? Associações de escolas, certificados de qualidade surgiriam. Privados e eficientes. E os pais teriam uma panóplia de diferentes programas para optarem! Não vejo desastre nenhum..........

                  Mas nisso concordo contigo.

                  Mas era isso que aconteceria se liberalizasses completamente. ;)

                    Capitalismo
                    #69

                    Offline Back Room

                    • *****
                    • Membro Elite
                    • Género: Masculino
                    A forma como os filmes americanos dominam as salas portuguesas é através do uso da força, a mediática. Não é uma escolha livre.
                      "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                      "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                      "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                      Capitalismo
                      #70

                      Agamemnon

                      • Visitante
                      A forma como os filmes americanos dominam as salas portuguesas é através do uso da força, a mediática. Não é uma escolha livre.

                      AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH Nope! :)

                      Há várias formas de poder, certo! Mas esse de que falas não é uso de força física! É qualitativamente muito diferente. E muito mais insinuante fugidio. Uma das razões porque sou libertário passa por aqui: há sempre novas formas de poder que se sobrepõe às anteriores - procura controlar uma, outra surge.

                      Tema muito interessante e difícil o das relações de poder. ;) Mas não lhe chames de uso da força! É que não é!

                        Capitalismo
                        #71

                        Offline Back Room

                        • *****
                        • Membro Elite
                        • Género: Masculino
                        É muito diferente claro. O resultado é muito maior. Mas pelos vistos, não é tão grave. Sinto um alerta de hipocrisia.  ;D Mas sim, quero que me expliques depois a tua visão sobre isso.  :)
                          "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                          "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                          "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                          Capitalismo
                          #72

                          giffs

                          • Visitante
                          Sim, já agora gostaria de saber. É apenas a formatação dos indivíduos para não pensarem na desgraça....[na maneira como os banqueiros e outros que tais os roubam todos os dias]. Como esta colectânea fantástica do mundial. Para "entreterem".

                            Capitalismo
                            #73

                            Agamemnon

                            • Visitante
                            Sim, já agora gostaria de saber. É apenas a formatação dos indivíduos para não pensarem na desgraça....[na maneira como os banqueiros e outros que tais os roubam todos os dias]. Como esta colectânea fantástica do mundial. Para "entreterem".

                            Giffs, queres elaborar? É que não consegui ligar ao que vinha atrás. ??? (Já foi escrito há tanto tempo! :-\)

                              Capitalismo
                              #74

                              giffs

                              • Visitante
                              gostaria de saber o que pensas, sim.

                                Capitalismo
                                #75

                                Agamemnon

                                • Visitante
                                gostaria de saber o que pensas, sim.

                                Querida eu queria comentar! Mas não percebi muito bem o que querias dizer. :) Podes elaborar? :-*

                                  Capitalismo
                                  #76

                                  Offline sugar

                                  • *****
                                  • Membro Ultra
                                  • Género: Feminino
                                  Não sou propriamente a favor mas dado as circunstâncias acho que já nem conseguiríamos viver sem ele

                                    Capitalismo
                                    #77

                                    Offline Miguel★

                                    • *****
                                    • Membro Elite
                                    • Género: Masculino
                                    • Sonhador apaixonado
                                      • A Minha Intensa Paixão
                                    Capitalismo é a erva daninha das sociedades actuais. Capitalismo não é mais do que outra denominação que se dá ao Liberalismo, denominação inventada pelos capitalistas britânicos John Locke e Adam Smith. Não percebi porque é que estes senhores tinham tanto medo em usar o termo "capitalismo". Honestamente, liberalismo soa-me muito pior, dá ideia de anarquia económica, em que é cada um por si e quem é pobre que se amanhe.  

                                    Defendo a expansão económica, mas noutros parâmetros. O termo Capitalismo, no sentido lato, não me agrada e chega até a irritar-me. O capitalismo exige crescimento económico contínuo, e, inevitavelmente, esgota os recursos naturais finitos da Terra e outros recursos amplamente utilizados.

                                    O capitalismo está associado à 1) desigual distribuição de rendimento e poder, é uma tendência de monopólio ou oligopólio no mercado; 2) imperialismo, 3) "guerra" contra-revolucionária e várias formas de exploração económica e cultural, 4) "repressão" dos trabalhadores e sindicalistas e 5) fenómenos como a alienação social, desigualdade económica, desemprego e instabilidade económica.

                                    Muitas religiões também são contra este modelo económico. O judaísmo tradicional, o cristianismo e o islamismo proíbem emprestar dinheiro a juros, embora os métodos bancários tenham sido desenvolvidos em todos os três casos e adeptos de todas as três religiões são autorizados a emprestar para aqueles que estão fora da sua religião.

                                    Como socialista, acho o capitalismo um sistema irracional em que a produção e a direcção da economia não são planeadas, criando muitas incoerências e contradições internas.

                                    Contudo, não acho que as críticas do Marxismo ao Capitalismo façam sentido. Os marxistas defendiam o derrubo do capitalismo que levaria ao socialismo, até à sua transformação que daria origem ao comunismo. E muitos aspectos do capitalismo estiveram sob ataque do movimento anti-globalização, que é essencialmente contrário ao capitalismo corporativo. Eu sou a favor da Globalização, só que ela não foi feita como devia ter sido. Faltou moderação e controlo por parte dos Estados. Portanto, para mim nem Marxismo nem Capitalismo fazem sentido. Eu fico no meio e no meio é que está a virtude. lol  
                                    « Última modificação: 29 de Julho de 2011 por JM Star »

                                      Capitalismo
                                      #78

                                      Offline Pulse

                                      • *****
                                      • Membro Vintage
                                      • Género: Masculino
                                      • After all, losing all hope was freedom.
                                      Não sou propriamente a favor mas dado as circunstâncias acho que já nem conseguiríamos viver sem ele


                                      Há quem pense em alternativas. ;)
                                      Project Earth: A Resource Based Economy Explained
                                        And my head told my heart, let love grow. But my heart told my head, this time no, this time no.

                                        Capitalismo
                                        #79

                                        Offline strings

                                        • ***
                                        • Membro Total
                                        • Género: Masculino
                                        • Don't tread on me
                                        Capitalismo é a erva daninha das sociedades actuais.


                                        Só no seu estado actual.

                                        Capitalismo não é mais do que outra denominação que se dá ao Liberalismo,


                                        Errado. O Liberalismo é uma ideologia com diversas vertentes, uma das quais é a economia liberal assente na propriedade privada. Dizem-lhe também respeito a igualdade perante a lei, a separação de poderes, o consentimento dos governados, etc. é a ideologia fundadora da democracia ocidental.

                                        denominação inventada pelos capitalistas britânicos John Locke e Adam Smith.


                                        Smith é posterior a Locke e foi quem explicitou os fundamentos da economia, que haviam sido previamente ignorados sob a lógica da 'economia moral'. 

                                        Não percebi porque é que estes senhores tinham tanto medo em usar o termo "capitalismo".


                                        Não podiam ter medo de um termo que ainda não existia.

                                        Honestamente, liberalismo soa-me muito pior, dá ideia de anarquia económica, em que é cada um por si e quem é pobre que se amanhe.


                                        O argumento atrasado mental da 'anarquia económica' é ocasionalmente papagueado por malta dos PCs e afins, mas encontra-se desmentido desde que a Economia nasceu enquanto 'ciência'. A economia é necessariamente descentralizada por reflectir sociedades e populações também elas descentralizadas: tem em conta a unidade irredutível do indivíduo enquanto componente da sociedade. A burocracia centralizada é incapaz de responder aos estímulos da oferta com procura adequada, noção que se encontra na base do problema do cálculo económico, apresentado como crítica ao socialismo pelos austríacos e jamais rejeitado.   

                                        O capitalismo exige crescimento económico contínuo, e, inevitavelmente, esgota os recursos naturais finitos da Terra e outros recursos amplamente utilizados.


                                        Não.

                                        O capitalismo está associado à 1) desigual distribuição de rendimento e poder, é uma tendência de monopólio ou oligopólio no mercado;


                                        Não existe nenhum monopólio na História que praticasse preços de monopólio (isto é, cujos preços não reflectissem potencial concorrencial de outros agentes) sem intervenção do Estado.

                                        2) imperialismo,


                                        Mais Estado.

                                        3) "guerra" contra-revolucionária e várias formas de exploração económica e cultural,


                                        Isto francamente não me diz nada. Estás a falar do golpe de '73 no Chile? Que raio é 'exploração cultural'?

                                        4) "repressão" dos trabalhadores e sindicalistas


                                        As aspas são bastante apropriadas.

                                        e 5) fenómenos como a alienação social, desigualdade económica, desemprego e instabilidade económica.


                                        Mais uma vez - sob a sua aplicação actual, sim.

                                        Como socialista, acho o capitalismo um sistema irracional em que a produção e a direcção da economia não são planeadas, criando muitas incoerências e contradições internas.




                                        Mais uma vez... os da tua ala nunca foram capazes de responder a esta crítica dessa posição. Este livro deitou por água abaixo esse ponto de vista já na década de 1920, prevendo correctamente muitas das características da futura economia soviética.