rede ex aequo

Olá Visitante18.set.2020, 08:35:43

Sondagem

GAY ARMY: que efeito terá este programa junto da sociedade perante a comunidade Gay?

Positivo - diminuindo o preconceito
Negativo - aumentando o preconceito
Só depois de começar o programa é que se sabe
Ninguém o vai ver

Autor Tópico: Homossexualidade nas Forças Armadas  (Lida 30303 vezes)

 
"EUA: Juiz incita à violação correctiva de lésbicas nas forças armadas"
#100

Offline A22G

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Outro
Já tinha ouvido falar do que se passou apesar de não ter lido a noticia em si. Enfim, nem sei bem que dizer...
Spoiler (clica para mostrar/esconder)

Primeiro li o artigo original (http://dailycaller.com/2010/11/22/dont-hint-dont-wink-an-immodest-proposal/).

Ora vamos enumerar o que nos soa familiar:

  • Lesbicas podem ser convertidas/só precisam é de ter sexo com homens? Check.
    Spoiler (clica para mostrar/esconder)

Responder
Lesbians do not face the same pressures as straight women to “put out” for men.  They therefore tend to develop long-term, monogamous, stable, and even permanent relationships.

Basicamente, mulheres viram lésbicas por causa da pressão para terem sexo com homens. Porque como vamos ver abaixo, as mulheres são muito menos promíscuas, não iam pressionar outras para terem sexo. E depois acho uma piada..."elas desenvolvem relações de longo termo, monógamas, estáveis e até permanentes". Então mas isso é mau? lol

  • Todos os homens sao promiscuos (ao contrário das mulheres), se forem heteros é ok se forem gays não? Check.
    Spoiler (clica para mostrar/esconder)

Responder
It’s no secret that men are generally much more susceptible to sexual arousal through visual stimuli than are most women.  Many gays will deny that this is the case with them, but why then is the Internet saturated with gay porn?


Ele diz que os homens são mais facilmente estimulados visualmente que as mulheres. Será mesmo assim ou será porque é mais fácil perceber visualmente que eles estão estimulados?  lol E já agora, também há muita pornografia lésbica por aí ou não sabe que os heteros costumam até ser muito fãs desse género?

E se os homens são mais promíscuos que as mulheres acho que é porque ainda há muito a mentalidade de que se um homem dorme com x mulheres é um garanhão e se for uma mulher é uma p***. Promiscuidade depende da pessoa. O que me leva ao seguinte: e se em vez dos heteros tornarem as lésbicas em heteros as lésbicas tornam as heteros em lésbicas?  :devil Ah, pois é, não funciona assim...


  • Ligação obrigatória entre o VIH e gays? Check.
Responder
My wife and I watched a sad documentary about AIDS a few years ago.  An emaciated man in his mid-30s or so, not long for this world, said that he’d spent a lot of his free time on Fire Island and estimated that he’d had sex with “about 3,000 men.”  My wife said, “I don’t think I’ve spoken to 3,000 people in my entire life.”  I replied: “I’ll bet he hasn’t, either.”

Ahahaha és tão engraçado Joe... [smiley=martelo.gif] E se isso for condescendecia em vez de humor...[smiley=martelo.gif] E é claro que todos os gays vão ser iguais a esse homem. Diz-me, devo ver todos os heteros como o Zézé Camarinha?

  • Homossexuais propagam doençaS a um ritmo alarmante.....espera esta é nova para mim. Homossexuais são um virus agora? Uma epidemia? Não sabia.
    Spoiler (clica para mostrar/esconder)


E depois há isto.
Responder
[...]certainly the prohibition against involuntary servitude should prevent unwilling heterosexual men from providing beefcake parades without their informed consent[...]

Proibição contra servitude involuntária que deve prevenir heteros de serem uma parada de músculos (bem torneados :devil) sem o seu consentimento.
Spoiler (clica para mostrar/esconder)

Ok, quero uma para impedir que as mulheres sejam uma "cheesecake parade" para os homens das obras.

Mas falando a sério, não quer pedir uma para proteger as heteros das lésbicas? Você não é lá muito cavalheiresco, Joe.

Ele também menciona umas quantas vezes como os homossexuais são uma minoria como se isso fosse desculpa de jeito. E se isso ajudar a prevenir gays de ir e ajudar lésbicas a ir ainda melhor.

Responder
Finally, most gays are not inclined toward military service, but many lesbians are[...]

Facto ou estereótipo?

Enfim, nos EUA para mais Tennessee é tudo possivel, desde que a violação não tem pena de prisão (Como por exemplo no Alabama), apenas uma multa de 25$ (vi esta noticia á uns dois anos na CNN) portanto não me admira.


Das duas uma: ou andaram a mentir-me durante muitos anos sobre os E.U.A. (no geral) serem "pra frente", evoluídos, progressivos, etc. ou andam a regredir.


Acredita q os E.U.A e a visão que passam de serem todos 'para a frente' é uma grande ilusão, pois são muito mais retrogadas que nós em certos assuntos, falo com bastante pessoal dos E.U.A, de vários estados, e todos eles me dizem o mesmo, que é uma ilusão acreditar que eles são tão para a frente como dão a parecer, são 51 estados em que até as leis diferem umas das outras. Mas gostei do teu post, e das partes que citas-te  ;)
    girls, girls, girls, girls, girls, girls...... i love them :p

    "EUA: Juiz incita à violação correctiva de lésbicas nas forças armadas"
    #101

    Offline JDelgado

    • *****
    • Membro Elite
    • Género: Masculino
    • Simply lost
      • Facebook
    Simplesmente lamentável ainda para mais vinda de um Juiz. O mínimo que se pode fazer era demitir esse mesmo juiz
      Mesmo na mais escura da escuridão, haverá sempre uma luz a brilhar para nos guiar.
      Basta saber encontra-la

      Homossexualidade nas Forças Armadas
      #102

      Fetch!

      • Visitante
      US Senate votes to repeal ‘Don’t Ask, Don’t Tell’ ban on gays serving in the military
      by Staff Writer, PinkNews.co.uk - 18 December 2010

      The US Senate has voted 65 to 31 to repeal of ‘Don’t Ask, Don’t Tell’, the ban on openly gay people serving in the military. Since the ban on openly gay people serving in the military was introduced in 1993, more than 13,500 LGBT service personnel have been dismissed from the military.

      The bill will now be passed to President Barack Obama who has already confirmed that he will sign it into law.

      In a prepared statement, President Obama said: “The Senate has taken an historic step toward ending a policy that undermines our national security while violating the very ideals that our brave men and women in uniform risk their lives to defend. By ending ‘don’t ask, don’t tell’, no longer will our nation be denied the service of thousands of patriotic Americans forced to leave the military, despite years of exemplary performance, because they happen to be gay. And no longer will many thousands more be asked to live a lie in order to serve the country they love.

      “It is time to close this chapter in our history. It is time to recognize that sacrifice, valour and integrity are no more defined by sexual orientation than they are by race or gender, religion or creed. It is time to allow gay and lesbian Americans to serve their country openly.

      The repeal will take effect after a 60-day period to allow the US Defense Department to consider how best to implement the new policy.

      “Don’t ask, don’t tell is wrong,” said Democrat Senator for Oregan, Ron Wyden, said earlier this morning. “I don’t care who you love. If you love this country enough to risk your life for it, you shouldn’t have to hide who you are. You ought to be able to serve.”

      “You don’t have to be straight to shoot straight,”‘ said Senate Majority Leader Harry Reid.

      Republican Senator for Arizona and former US Presidential candidate John McCain warned that the end of the ban would be welcomed only by the “elites” in society without any thought to the military consequences of ending the ban. “I hope that when we pass this legislation that we will understand that we are doing great damage,” he said.”And we could possibly – and probably – as the Commandant of the Marine Corps said … harm the battle effectiveness that is so vital to the survival of our young men and women in the military.”

      Mr McCain was referring to comments earlier this week by the head of the marines who said that repealing the ban would lead to the death of troops troops.

      “When your life hangs on a line, on the intuitive behaviour of the young man … who sits to your right and your left, you don’t want anything distracting you,” said Marine Commandant General James Amos.

      “I don’t want to lose any Marines to distraction. I don’t want to have any Marines that I’m visiting at Bethesda [hospital] with no legs,” he added.
      On Thursday, the House of Representatives voted 250 to 175 in favour of repealing the ban. This put the Senate under pressure to vote on the issue today, before the ‘lame duck’ Congress goes into recess.

      Senator Joe Lieberman, the lead sponsor of the bill said the ban on openly gay people serving in the military is “inconsistent with basic American values.”

      “To force the don’t ask, don’t tell policy on the military is to force them to be less than they want to be — and less than they can be,” he said earlier today. “These people simply want to serve their country.”

      Welcoming the vote this evening, Congresswoman Tammy Baldwin said: “The ‘Don’t Ask, Don’t Tell’ policy is a threat to our national security. Since 1994, more than 13,000 highly trained service members have been discharged as a result of ‘Don’t Ask, Don’t Tell.’ In the last five years, while our country has been engaged in two wars, the military has discharged more than 800 mission-critical troops under this policy, including more than 50 Arabic linguists.”

      She added: “I look forward to the expeditious implementation of all policies necessary to end discrimination against gays and lesbians who currently serve or wish to serve in the military. I will continue to work for full equality for LGBT Americans. In the United States of America, there is no place for irrational and insidious discrimination in any sector of society.”

      Aubrey Sarvis, head of the Servicemembers Legal Defense Network, an advocacy group, said: “Until the president signs the bill, until there is certification, and until the 60-day Congressional period is over, no-one should be investigated or discharged under this discriminatory law.”

      http://www.pinknews.co.uk/2010/12/18/breaking-us-senate-repeals-dont-ask-dont-tell-ban-on-gays-serving-in-the-military/

      Senate Votes to Overturn Military Gay Ban


        Notícias LGBT (que não se enquadram noutros tópicos)
        #103

        Alpha

        • Visitante
        Não encontrei o tópico, mas era só para dizer que a Don't Ask Don't Tell foi dada como "repealed" há um par de dias.

          Homossexualidade nas Forças Armadas
          #104

          Alpha

          • Visitante
           [smiley=martelo.gif]

            Homossexualidade nas Forças Armadas
            #105

            Fetch!

            • Visitante
            Forças armadas norte-americanas mais perto da não discriminação
            dezanove - 18 Dez 2010

            Após 17 anos e mais de 14 000 afastamentos devido à orientação sexual, o Senado dos Estados Unidos votou hoje favoravelmente uma proposta de lei que visa banir a proibição de elementos nas forças armadas norte-americanas que fossem assumidamente gays, lésbicas e bissexuais ou transgéneros. A medida política remonta ao primeiro mandato de Bill Clinton, em 1993, e visava impedir a perseguição a gays e lésbicas no exército. Acabou por ter o efeito contrário.

            A eliminação desta política, conhecida como DADT – “Don’t Ask, Don’t Tell” (“Não perguntes, não fales”), é actualmente uma das reivindicações mais audíveis dos activistas pró-direitos LGBT dos norte-americanos: Desde o famoso o vídeo que Lady Gaga fez propositadamente para apoiar a causa até a Jarrett Barrios, presidente da associação norte-americana GLAAD (Aliança de Gays e Lésbicas Contra a Difamação), que afirmou “negar a homens e mulheres valentes a possibilidade de servir o seu país de forma assumida e honesta é também rejeitar o princípio fundamental da igualdade e da justiça a que todos os norte-americanos têm direito”.

            De entre os casos mediáticos, destaca-se, ainda na semana passada, o do sargento Anthony Bustos que foi dispensado ao abrigo da DADT. Depois de conhecida a votação (65 votos a favor, 35 contra) Bustos disse sentir-se aliviado, pois os seus oito anos de serviço e de sacrifício afinal não tinham sido em vão: “Hoje esta votação não reforça somente a nossa segurança nacional, mas reforça a integridade do nosso país”.

            A proposta de lei terá ainda de ser submetida à apreciação da Casa Branca para ser ratificada, ou não, pelo Presidente Barack Obama e pelo Secretário da Defesa Norte-Americana, Robert Gates. Obama já veio a público considerar esta aprovação como histórica: “Hoje, o Senado produziu um avanço histórico para colocar um fim a uma política que prejudica a nossa segurança nacional e viola os ideais dos nossos homens e mulheres de uniforme e pelos quais eles arriscam as suas vidas”.

            http://www.dezanove.pt/114832.html

            « Última modificação: 22 de Dezembro de 2010 por Fetch! »

              Notícias LGBT (que não se enquadram noutros tópicos)
              #106

              Offline dummie

              • *****
              • Membro Vintage
              • Género: Feminino
              Não encontrei o tópico, mas era só para dizer que a Don't Ask Don't Tell foi dada como "repealed" há um par de dias.

              :up

              Finalmente! :D
                They say you find love in every corner... Well, my life must be a circle!

                Notícias LGBT (que não se enquadram noutros tópicos)
                #107

                Offline filipepaulo

                • *****
                • Membro Elite
                • 9 Julho 2011 - MOP + Porto Pride - foi liiiiiiido!
                  • PortugalGay.pt
                Não encontrei o tópico, mas era só para dizer que a Don't Ask Don't Tell foi dada como "repealed" há um par de dias.


                :up

                Finalmente! :D



                Nota importante: é para breve... a lei já está aprovada mas só entrará em vigor depois de, pelo menos dois meses após a assinatura de Obama, entretanto ainda é possível que seja expulsos militares apenas por serem gays ou lésbicas  :P

                http://portugalgay.pt/news/181210B/eua:_militares_abertamente_homossexuais_para_breve

                EUA: Militares abertamente homossexuais para breve
                Sábado, 18 Dezembro 2010 18:23Z
                PortugalGay.PT (Portugal)

                O Senado dos EUA está prestes a aprovar o fim da Don't Ask, Don't Tell, após uma votação de 63 contra 33 que desbloqueou a situação.

                O fim da Don't Ask, Don't Tell já tinha sido aprovado pela câmara baixa há meses mas ficou encravado no Senado devido a um processo burocrático que só pode ser ultrapassado com 60 dos 100 senadores. Hoje esse passo foi dado e a votação final está marcada para o final do dia (por volta das 20:00, hora de Lisboa) e como apenas precisa de maioria simples é dada como certa a sua aprovação.

                Os opositores ao final da lei que proibia pessoas que fossem abertamente gays e lésbicas nas forças armadas dos EUA alegaram que a mudança poderia prejudicar a coesão da unidade. Outro problema também foi o facto de existirem no momento tropas norte-americanas a combater no estrangeiro e que tal medida poderia colocar em risco estas acções.


                 No entanto um estudo feito especificamente pelo Pentágono sobre esta questão é claro a indicar que a esmagadora maioria dos militares não tem problemas com o fim da DADT, e que é possível algumas perturbações pontuais mas sem efeitos duradouros.

                Após a votação final no senado o projecto de lei será enviada para o Presidente Obama. Após a sua assinatura a nova lei só será aplicada após, pelo menos, sessenta dias em que serão preparadas questões processuais e após ter a assinatura dos responsáveis pelos vários ramos das forças militares dos EUA.

                A Casa Branca já emitiu um comunicado sobre a primeira votação de hoje em que afirma que o "Senado deu um passo histórico em direção ao fim de uma política que enfraquece a nossa segurança nacional" e que a DADT violava os "próprios ideais" que os militares lutam todos os dias com o risco das suas vidas. Obama destacou o facto de que "milhares de patriotas" deixarão de poderem ser expulsos pelo simples facto de serem homossexuais, assim como poderão deixar de "viver uma mentira, a fim de servirem o país que amam".

                O presidente afirma que irá trabalhar com os militares para garantir uma "transição responsável" para a nova política.

                E termina a sua mensagem com o voto que o Senado lhe envie o projecto para que ele o possa assinar passando a ser lei.

                Actualização 22:45

                Como esperado o projecto foi aprovado pelo Senado com a votação final de 65 - 31, efectivamente marcando o fim da lei com 17 anos que já levou à expulsão de cerca de 13000 militares pelo simples facto de se saber que eram gays ou lésbicas.

                Na câmara baixa a votação foi de 250-175 nesta quarta-feira sobre o fim da DADT.

                O duelo dos últimos meses senado foi marcado por um lado por John McCain, o antigo candidato presidencial e veterano da guerra do Vietname que se opõe ferozmente à aceitação de gays e lésbicas nas forças armadas e por outro por Joe Lieberman, senador independente pelo Connecticut (e também candidato vice-presidente com Al Gore) que tem lutado passo a passo para ganhar os votos de apoio ao fim da proibição nos EUA, que é única nos países da NATO.
                  PortugalGay.pt - desde 1996 o site para todos os LGBTH em Português.

                  Homossexualidade nas Forças Armadas
                  #108

                  Offline Kharon

                  • ***
                  • Membro Total
                  Confesso que já pensava nessa batalha como perdida portanto fiquei muito surpreendido quando soube das notícias.  [smiley=vencedor.gif] :party E adoro ser surpreendido pela positiva.
                    Estejam à vontade para me contactar por MPs. : )

                    Homossexualidade nas Forças Armadas
                    #109

                    13

                    • Visitante
                    Muito bem :)

                      Homossexualidade nas Forças Armadas
                      #110

                      Fetch!

                      • Visitante
                      Forças armadas norte-americanas mais perto da não discriminação
                      dezanove - 18 Dez 2010

                      http://www.dezanove.pt/114832.html

                      Obama signs bill to end Don’t Ask, Don’t Tell
                      by Jessica Geen - 22 December 2010

                      President Obama has signed a bill to end the ban on openly gay troops in the US military. Two years after he promised to end the controversial policy in his election campaign, the president signed the bill during a ceremony at the Interior Department.

                      Today, he said that the change would “strengthen our national security and uphold the ideals that our fighting men and women risk their lives to defend”. Referring to the sacrifices made by servicemembers, he said: “None of them should have to sacrifice their integrity as well.” An estimated 14,000 troops have been dismissed under the 1993 ban.

                      Last weekend, the Senate voted to repeal the bill. However, it may take months before gay soldiers are permitted to serve openly and those fired can re-apply to join the military. Military officials must consider and rewrite policies related to the issue over the next few weeks. Then, President Obama, Defence Secretary Robert Gates and Joint Chiefs Chairman Adm. Mike Mullen must certify that the ban can be lifted without damaging the military. Following this certification, 60 days must pass before repeal officially takes place.

                      http://www.pinknews.co.uk/2010/12/22/obama-signs-bill-to-end-dont-ask-dont-tell/


                      President Obama Signs DADT Repeal


                      É oficial; Merry Christmas. :)
                      « Última modificação: 22 de Dezembro de 2010 por Fetch! »

                        Homossexualidade nas Forças Armadas
                        #111

                        Offline Geez

                        • *****
                        • Membro Elite
                        • Género: Feminino
                          • FYMS - Stories About Music
                        ALELUIA!  :D
                          "It's no wonder, I'm so disconnected."

                          Homossexualidade nas Forças Armadas
                          #112

                          Offline filipepaulo

                          • *****
                          • Membro Elite
                          • 9 Julho 2011 - MOP + Porto Pride - foi liiiiiiido!
                            • PortugalGay.pt
                          EUA: Nova revista online para militares LGBT
                          Quinta-feira, 7 Abr 2011 22:23 (21:23Z)
                          PortugalGay.PT (Portugal)

                          OutServe, a rede privada de mais de 2900 militares LGBT, anunciou o lançamento de uma publicação a nível mundial.


                          ler mais
                            PortugalGay.pt - desde 1996 o site para todos os LGBTH em Português.

                            Homossexualidade nas Forças Armadas
                            #113

                            Offline Coolbuble

                            • **
                            • Membro Júnior
                            • Género: Masculino
                            • There is a light for every heart!
                            Ok eu só kero dizer k os homens de farda são tão girus  lol
                              Don't live a lie, be who you are! ;)

                              Homossexualidade nas Forças Armadas
                              #114

                              Offline filipepaulo

                              • *****
                              • Membro Elite
                              • 9 Julho 2011 - MOP + Porto Pride - foi liiiiiiido!
                                • PortugalGay.pt
                              EUA: Militares com formação para receberem colegas abertamente gays e lésbicas
                              Quinta-feira, 28 Abr 2011 23:57 (22:57Z)
                              PortugalGay.PT (Portugal)

                              Os diversos ramos das forças armadas estão a completar as ações de formação para receber gays e lésbicas abertamente nas fileiras.

                              ler mais
                                PortugalGay.pt - desde 1996 o site para todos os LGBTH em Português.

                                Homossexualidade nas Forças Armadas
                                #115

                                MRPEC

                                • Visitante
                                EUA: Militares com formação para receberem colegas abertamente gays e lésbicas
                                Quinta-feira, 28 Abr 2011 23:57 (22:57Z)
                                PortugalGay.PT (Portugal)

                                Os diversos ramos das forças armadas estão a completar as ações de formação para receber gays e lésbicas abertamente nas fileiras.

                                ler mais


                                Mais um passo em frente.

                                No entanto muitos continuarão a não aceitar a homossexualidade nas forças armadas, nem mesmo fora destas, incluindo colegas, e que ao receberem "positivamente" tais colegas "gay" apenas será uma recepção falsa, porque na realidade não é o que estes querem. O que é lamentável. No entanto é com estes passos que "lá chegaremos" :)

                                  "Don't ask, don't tell", o fim
                                  #116

                                  Offline _Blitz

                                  • *
                                  • Novo Membro
                                  • Género: Masculino
                                  Aqui vai um vídeo humorístico acerca da temática (http://youtu.be/qPML-n1kRnY).

                                  Have fun and celebrate! ;)
                                    "Eu não peço um menor fardo, mas sim ombros mais fortes."

                                    (Provérbio judeu)

                                    "Don't ask, don't tell", o fim
                                    #117

                                    Thought

                                    • Visitante
                                    Mais uma Vitória!  :up

                                      Homofobia no Exercito!
                                      #118

                                      Offline KWY2012

                                      • ***
                                      • Membro Total
                                      • Género: Masculino
                                      • Desejo conhecer pessoas e criar amizades solidas
                                        • Facebook
                                      ontem, fui a uma sessao de centro de emprego e era a vez do exercito falar sobre a vertente da tropa.
                                      durante a conversa de 1h, o porta voz do exercito daqela sessao repetiu infinatimamente palavras/frases indirectas sobre os lgbt.
                                      fiqei um bocadinho chocado/admirado pois nao lhes diziam respeito nem se deviam meter mas se for a ver existe muitos lgbt no exercito e dentro dos proprios quarteis, aposto e ja ouvi falar que existe muito sigilo.
                                      conclui q existe muita homofobia na tropa mas passando essa info pro exterior pq no interior é outra conversa.
                                        MSN - FB - SKYPE
                                        Yorn Power SMS

                                        Homofobia no Exercito!
                                        #119

                                        Offline xxx

                                        • *
                                        • Novo Membro
                                        • Género: Feminino
                                        Ola,
                                        Olha estou no exército, e sim, por vezes há uma certa homofobia. Durante a recruta conheci várias raparigas lésbicas, e nenhuma de nós se assumiu mesmo perante os nossos camaradas,com um pouco de receio dos problemas que nos pudessem  causar. Infelizmnte isso é uma realidade :S

                                        Temos é que começar a mudar as atitudes desta sociedade :)
                                          A dor é temporária, o orgulho é eterno!!

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          63 Respostas
                                          15000 Visualizações
                                          Última mensagem 21 de Junho de 2011
                                          por Lambuças
                                          39 Respostas
                                          8683 Visualizações
                                          Última mensagem 14 de Julho de 2015
                                          por Sinvastatina
                                          19 Respostas
                                          5293 Visualizações
                                          Última mensagem 27 de Fevereiro de 2013
                                          por the end
                                          35 Respostas
                                          6390 Visualizações
                                          Última mensagem 30 de Abril de 2013
                                          por Spektrum
                                          41 Respostas
                                          7360 Visualizações
                                          Última mensagem 27 de Novembro de 2014
                                          por Lutfia