rede ex aequo

Olá Visitante19.out.2019, 03:23:45

Autor Tópico: Sentes-te Isolad@ em Évora?  (Lida 2818 vezes)

 
Sentes-te Isolad@ em Évora?
#0

Offline SoWhat

  • *****
  • Membro Elite
  • Género: Masculino
Sentem que em Évora e arredores existe um maior isolamento, devido à homofobia e medo do preconceito, ou que as coisas têm vindo a mudar e cada vez mais existe a possibilidade de contacto (pessoal) com pessoas com  uma orientação assumidamente não-heterossexual?
« Última modificação: 22 de Outubro de 2013 por SoWhat »

    Sentes-te Isolad@?
    #1

    Offline Ms.Jones

    • ***
    • Membro Total
    • Género: Feminino
    Acho que depende da maneira como lidas com as coisas. Nc tive grande necessidade de estar rodeada se pessoas LGBT. Claro que ha coisas que nem toda a gente entende e que é mais facil falar de certos assuntos com quem vive as mesmas experiencias que tu. Eu tive a sorte de ter amigos que me permitem ter um á vontade para falar de praticamente tudo. Raramente me senti excluida, diferente ou isolada.

    Se achas que estás sozinho, faz por não estares. Mesmo que não possas is ás reunioes, tenta arranjar alguma maneira de te aproximares de alguém. Combina cafés, saidas, passeios, sei lá... há imensas coisas que podes fazer. Não vejo isso como fazer amigos LGBT, vejo como fazer amigos. Sem diferenças. Procedo do mesmo modo para pessoas hetero ou não, pq no final, nao importa para onde estão orientados, mas sim se estão contigo quando necessitas.

      Sentes-te Isolad@ em Évora?
      #2

      Davis

      • Visitante
      Eu sinto-me bastante isolado mesmo. eu também vivo nos arredores de Évora. eu não conheço em Évora muita gente LGBT , as que conheço são todas de fora.

      Digamos que são boas amizades sim, mas as vezes uma pessoa farta-se de estar sozinha , se é que me entendem. uma boa companhia pessoal, para conviver, beber café e por ai fora, não é mau pensado. sempre temos pessoas de outros sexos ou então não da nossa orientação sexual, mas talvez companhia do nosso sexo ou da nossa orientação, é o que talvez nos compreenda melhor.

      Évora devia de ser uma zona mais liberal, digo eu .
      Por vezes " ataques " de solidão é mau, deixa uma pessoa tão em baixo. é sempre bom termos alguém com quem conversar, rir um bom bocado e conversar certas coisas que nos dão compreensão e também apoio.

       ;)

        Sentes-te Isolad@ em Évora?
        #3

        Davis

        • Visitante
        Responder
        Eu sinto-me bastante isolado mesmo. eu também vivo nos arredores de Évora. eu não conheço em Évora muita gente LGBT , as que conheço são todas de fora.

        Digamos que são boas amizades sim, mas as vezes uma pessoa farta-se de estar sozinha , se é que me entendem. uma boa companhia pessoal, para conviver, beber café e por ai fora, não é mau pensado. sempre temos pessoas de outros sexos ou então não da nossa orientação sexual, mas talvez companhia do nosso sexo ou da nossa orientação, é o que talvez nos compreenda melhor.

        Évora devia de ser uma zona mais liberal, digo eu .
        Por vezes " ataques " de solidão é mau, deixa uma pessoa tão em baixo. é sempre bom termos alguém com quem conversar, rir um bom bocado e conversar certas coisas que nos dão compreensão e também apoio.

         ;)

        Sinto exactamente o mesmo.

        Vivo a cerca de 40km de Évora, numa cidade pequena e conservadora, onde quase toda a gente se conhece.  Admito que é bastante difícil para mim viver aqui e ser quem sou (porque não sou conformista nem sou facilmente influênciável)e por vezes os meus valores, aquilo que defendo, acaba por chocar.
        Os LGBT que conheço são todos "virtuais" e apesar de já ter conhecido excelentes pessoas através do fórum, penso que mais do que bom, é útil saber, sentir, que não estamos sozinhos. Ter como que "uma prova física" de que há mais como nós e não há necessidade de nos sentirmos sós ou "coisas raras", daí esta minha vontade de conhecer o pessoal daqui e ir aos cafés, às reuniões... porque é útil e preciso.

        Não sei, é só a minha opinião e o meu sentimento em relação ao assunto.

        eu também vivo a a uns 30 km de Évora mais ou menos e consigo-te compreender perfeitamente! esta vila é só gente mesquinha, que adora saber da vida dos outros. parece sempre que nós somos o centro das atenções aqui ( as vezes isso é bom, significa que somos diferentes  ;) ) eu gostava muito de ser quem sou aqui, mas não posso por uma simples razão, os meus pais. eles sabem que sou gay, mas tento manter descrição apenas para evitar o caus na família, pior do que ele já está. Pois, eu também a maioria dos que conheço são virtuais, as vezes era melhor conviver pessoalmente, porque de vez em quando a Internet cansa um bocado , de apoio virtual por exemplo. as vezes um convívio sabe melhor do que tudo !
        Claro, isso é compreensível ! Faz como eu, também sou novo no forum mas também já fui a um café, quando tiveres disponibilidade, marcasse outro café, eu falo aqui com o pessoal que conheço no forum ou assim e marcamos outro café então. eu não me arrependi e até soube bem :)
        « Última modificação: 11 de Novembro de 2013 por Boreas »

          Sentes-te Isolad@ em Évora?
          #4

          Offline crolow

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          Responder
          Eu sinto-me bastante isolado mesmo. eu também vivo nos arredores de Évora. eu não conheço em Évora muita gente LGBT , as que conheço são todas de fora.

          Digamos que são boas amizades sim, mas as vezes uma pessoa farta-se de estar sozinha , se é que me entendem. uma boa companhia pessoal, para conviver, beber café e por ai fora, não é mau pensado. sempre temos pessoas de outros sexos ou então não da nossa orientação sexual, mas talvez companhia do nosso sexo ou da nossa orientação, é o que talvez nos compreenda melhor.

          Évora devia de ser uma zona mais liberal, digo eu .
          Por vezes " ataques " de solidão é mau, deixa uma pessoa tão em baixo. é sempre bom termos alguém com quem conversar, rir um bom bocado e conversar certas coisas que nos dão compreensão e também apoio.

           ;)

          Sinto exactamente o mesmo.

          Vivo a cerca de 40km de Évora, numa cidade pequena e conservadora, onde quase toda a gente se conhece.  Admito que é bastante difícil para mim viver aqui e ser quem sou (porque não sou conformista nem sou facilmente influênciável)e por vezes os meus valores, aquilo que defendo, acaba por chocar.
          Os LGBT que conheço são todos "virtuais" e apesar de já ter conhecido excelentes pessoas através do fórum, penso que mais do que bom, é útil saber, sentir, que não estamos sozinhos. Ter como que "uma prova física" de que há mais como nós e não há necessidade de nos sentirmos sós ou "coisas raras", daí esta minha vontade de conhecer o pessoal daqui e ir aos cafés, às reuniões... porque é útil e preciso.

          Não sei, é só a minha opinião e o meu sentimento em relação ao assunto.

          eu também vivo a a uns 30 km de Évora mais ou menos e consigo-te compreender perfeitamente! esta vila é só gente mesquinha, que adora saber da vida dos outros. parece sempre que nós somos o centro das atenções aqui ( as vezes isso é bom, significa que somos diferentes  ;) ) eu gostava muito de ser quem sou aqui, mas não posso por uma simples razão, os meus pais. eles sabem que sou gay, mas tento manter descrição apenas para evitar o caus na família, pior do que ele já está. Pois, eu também a maioria dos que conheço são virtuais, as vezes era melhor conviver pessoalmente, porque de vez em quando a Internet cansa um bocado , de apoio virtual por exemplo. as vezes um convívio sabe melhor do que tudo !
          Claro, isso é compreensível ! Faz como eu, também sou novo no forum mas também já fui a um café, quando tiveres disponibilidade, marcasse outro café, eu falo aqui com o pessoal que conheço no forum ou assim e marcamos outro café então. eu não me arrependi e até soube bem :)

          Eu percebo o que falam e tenho essa experiência não daqui propriamente, mas da aldeia de onde vim, antes de vir para cá estudar. Lá é exactamente igual ao que descrevem e o meu caso Davis é idêntico ao teu relativamente aos pais e ninguém saber da minha pessoa por essa mesma razão. Isto leva-me à explicação que não tem a ver com Évora propriamente dito e Alentejo, mas sim com "meios pequenos". No entanto esse isolamento também se sente por cá na cidade, claro que não aos limites de aldeias/vilas/cidades das redondezas mas sente-se. Isso tem a ver com o facto da região e de não haver abertura das pessoas e falo não só da população, mas até de malta lgbt! Isolamento trás isolamento e não havendo grupo de apoio aqui, o não haver divulgação da rede por exemplo, que seria sempre algo bom para combater isto, complica muito as coisas. Porque como tenho falado com algumas pessoas as únicas pessoas que se consegue conversar por cá e que são lgbt nem sempre têm boas intenções e isso complica e dificulta a disponibilidade de cada um em conhecer mais pessoas e leva, consequentemente, ao isolamento...

          (desculpem o exagero de texto, mas quando falo/escrevo...perco-me) xD
          « Última modificação: 11 de Novembro de 2013 por Boreas »

            Sentes-te Isolad@ em Évora?
            #5

            Anotherbluepeter

            • Visitante
            Por vezes " ataques " de solidão é mau, deixa uma pessoa tão em baixo. é sempre bom termos alguém com quem conversar, rir um bom bocado e conversar certas coisas que nos dão compreensão e também apoio.
            Esse é o ponto que eu considero mais importante nesta questão do isolamento. A solidão é tão difícil de combater e, pelo menos no meu caso, deita-me abaixo mais depressa que certas cenas por que tenho de passar todos os dias.
            Eu sou desta cidade desde que nasci e tenho presenciado coisas, histórias e vivências que realmente me fazem questionar se alguma vez a cidade vai mudar para melhor (espero que sim), isto porque as pessoas parecem que não ter mais nada dentro das suas cabecinhas a não ser maldade e vontade de estragar a vida dos outros.
            Assumi-me aos meus pais antes de entrar para a universidade cá e, apesar de não ter sido o melhor momento da minha vida, consegui sobreviver a tudo mantendo-me na "escuridão do armário".
            Felizmente desde que conheci a Withouimagination ao vivo e a cores tenho tido um maior contacto com pessoal lgbt e sentido-me mais acompanhado.

            Mas apesar disso continuo a achar que falta qualquer coisa, talvez seja o que o Davis disse:
            mas talvez companhia do nosso sexo ou da nossa orientação, é o que talvez nos compreenda melhor.

            Devo dizer que adorei o café a que fui e que me senti como que "em casa" ^_^

            (desculpem-me, sou um grande adepto do discurso livre lol)

              Sentes-te Isolad@ em Évora?
              #6

              Offline Kahlin

              • *****
              • Associad@
              • Novo Membro
              • Género: Feminino
              Viva a todos,

              Concordo com alguns aspetos que focaram…

              a homossexualidade nos meios pequenos tem contornos muito diferentes do verificado em meios urbanos (e contornos diferentes de meios urbanos do interior do país para o litoral), infelizmente nas áreas rurais impera o tradicionalismo, conservadorismo e a censura ao incumprimento da norma :(. Ser homossexual em áreas rurais, considero bem mais complicado do que em áreas urbanas, onde a aceitação e incorporação do novo apresentam maior grau de tolerância… além da nossa própria aceitação, em meios pequenos, devemos saber gerir o problema da aceitação dos outros e os outros são literalmente todos os habitantes de uma aldeia ou vila, considero que temos de ser bastante contidos na maneira de agir, pensar e sentir caso não queiramos que falem em nós… pelo menos eu sempre senti essa responsabilidade no alentejo.

              Enquanto lésbica, evidentemente sinto necessidade de conhecer mais pessoas com a mesma orientação que eu, mas em sociedades pouco tolerantes também é natural que as pessoas tenham receios quanto à manifestação da sua orientação… às vezes pode haver um sentimento de isolamento no sentido de não conhecermos muitas pessoas que sintam como nós. Mas o importante é nunca nos sentirmos sozinhos.

              Abraço.
                "Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade." CDA

                 

                Tópicos relacionados

                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                Por quem te sentes atraído?

                Iniciado por cacao « 1 2 ... 54 55 » Geral

                1082 Respostas
                141309 Visualizações
                Última mensagem 4 de Setembro de 2015
                por Lumi
                Como te sentes no mundo gay?

                Iniciado por PurplePrince « 1 2 ... 21 22 » Geral

                439 Respostas
                63283 Visualizações
                Última mensagem 8 de Março de 2014
                por V24
                6109 Respostas
                201384 Visualizações
                Última mensagem Terça-feira
                por sleepy_heart
                37 Respostas
                7643 Visualizações
                Última mensagem 8 de Fevereiro de 2011
                por _levitar_
                32 Respostas
                6581 Visualizações
                Última mensagem 23 de Novembro de 2014
                por T-Rex