rede ex aequo

Olá Visitante10.abr.2020, 10:14:34

Autor Tópico: A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...  (Lida 776320 vezes)

 
A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
#20480

Offline unfold

  • *
  • Novo Membro
Porquê? Porque me fazes isto?
Estás abandonar-me!

Não sei do que se trata mas o que escreveste remeteu-me para alguns pensamentos. Para já, lamento que estejas a sofrer com algo. A realidade é esta: poucos/as são os/as que ficam sempre connosco e nós com eles/as mutuamente. Das duas uma: ou abandonas tu primeiro ou acabas tu a ser abandonado/a. É a vida...
Talvez ajude pensar que não é abandono mas, sim, um direito que as pessoas têm de não nos escolherem para fazermos parte das suas vidas. Força! E tenta não gastar energia com que não a gasta contigo.
« Última modificação: Há 3 semanas por unfold »
    Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

    A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
    #20481

    Offline hpc

    • *
    • Novo Membro
    • Género: Feminino
    • Descrevo quem sou.
    Olá maltinha! Como estão a lidar com isto do covid?

      A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
      #20482

      Offline unfold

      • *
      • Novo Membro
      Bem pessoalmente, triste por tudo o que está a acontecer a tanta gente. Estou há mais de 10 dias em isolamento sem me custar nada até agora. Quando há bons motivos para tal acaba por ser fácil. Acredito que daqui a alguns dias se torne mais difícil e que seja necessária mais força mental do que até então mas há motivação maior do que fazer o melhor para mim e para todos? Além disso se alguém se sentir fraquejar pensem nos profissionais de saúde e em todos aqueles que não podem optar e que têm de estar na "linha da frente". Já não posso ouvir gente a queixar-se por estar em casa (no entanto sei que há realidades nefastas em determinadas casas e nesses casos, só nesses casos, entendo). Fui das primeiras a avisar "publicamente" e, também, pessoalmente, os meus amigos, familiares e colegas de trabalho muito antes até dos primeiros casos cá. Recebo, ainda hoje, contactos telefonicamente tanto de agradecimento (e de "pedidos de desculpa" implícitos) como de pedidos de orientação de como lavar as mãos, de como procederem quando forem às compras, etc. Foi extremamente cansativo meter juízo na cabeça de tanta gente mas, finalmente, deu frutos. Há alturas da vida em que os "malucos", infelizmente, acertam.



      E tu, tudo ok?
      « Última modificação: Há 2 semanas por unfold »
        Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

        A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
        #20483

        Offline Mónicasas

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Feminino
        Olá maltinha! Como estão a lidar com isto do covid?
        Olá!


        Aqui tudo tranquilo. Ficar em casa nunca foi mau de todo para mim, é mais a questão de horário para fazer compras e assim.
        Sim, estou calma... Mas obviamente preocupa me isto tudo. Enfim! Parece um filme e terror :p quando tudo isto vai acabar?! E depois , eventualmente, isto acaba, vem aí o.desemprego e miséria. É muito triste.


        Aqui ainda anda tudo pacato, porque não há casos em demasia. Pelo menos, das notícias que saem cá para fora. Mas a zona norte era complicada ... Espero que estejas bem também.


        O que me custa é estar longe da.minha família, que estão numa.zona crítica , mesmo junto a Espanha e tal. E custa me ter de ficar por aqui e , se algo lhes aconteça (bater na madeira) não estou lá c eles.. tenho "enfrentado" isto tudo sozinha, só tenho companhia das minhas gatinhas. Mas pronto, ocupar a cabeça com séries e assim.


        Tenho reparado , quando vou às compras e assim, que aqui na minha zona de residência só população idosa nas ruas , é um bocado aflitivo porque são eles os mais vulneráveis.


        Cuidem se! Beijinhos e abracinhos*

          A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
          #20484

          Offline unicorn39

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Feminino
          • I think u’re made of stronger stuff than u think
          Olá maltinha! Como estão a lidar com isto do covid?

          Hello :)
          Tenho-me mantido por casa e vou seguindo as indicações dadas pelas devidas entidades.

          Durante a semana tenho a sorte de trabalhar numa área que me permite estar em teletrabalho. Mesmo não sendo algo a que estivesse habituada, quando era feito era apenas pontualmente, é tudo uma questão de disciplina. Mas o facto de continuar a trabalhar ajuda a manter alguma da rotina que tinha anteriormente durante a semana. Tenho estado neste regime desde dia 11 de Março, altura em que soube que tinha um contacto em 4º grau com alguém sob vigilância pelo SNS. Assim que soube informei os meus chefes e a minha empresa que me mandaram e à minha equipa para casa no dia seguinte como prevenção. Entretanto a pessoa também recuperou e já não está sob vigilância. Estou pelo menos a fazer os 14 dias de isolamento recomendado (terminam esta 4f!!) pelo sim pelo não. Até agora tudo tranquilo :)

          O que sinto mais falta é de fazer mais exercício físico, apesar de andar a fazer algum exercício diário pelo menos dentro do possível, mas nunca é a mesma coisa. Tenho evitado sair também para minimizar alguns riscos, mas ando a pensar seriamente em sair para umas caminhadas ou corridas em zonas de pouca afluência de pessoas aqui para os meus lados, sendo que tenho uma ideia qual será a zona para onde a maior parte das pessoas vai fazer exercício aqui e que será de evitar.

          De resto claro que vou mantendo contacto com as pessoas mais próximas e família :)

          Protejam-se, por voçês e pelos outros ;)

          A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
          #20485

          Offline hpc

          • *
          • Novo Membro
          • Género: Feminino
          • Descrevo quem sou.
          Por aqui também se faz a tal da prisão domiciliária  :P  Tive alguns contactos de risco e fui das que desvalorizou a coisa nos inícios. Tenho uma irmã que já previa este cenário e também a chamei de fatalista- mas, sim, os ''malucos'' tiveram mesmo razão.
          Está a custar-me, confesso. A incerteza, sobretudo. E só há uma semana, quando fui ao continente fazer as compras, é que tive o grande ''wowwww, acordei de um coma e estou numa realidade paralela'', com as pessoas todas desconfiadas, tristes, amedrontadas, e o senhor do talho a atirar-me os bifes para o carrinho. Mas fico contente por sentir a união e o civismo das pessoas em geral. Tirando a meia dúzia de egoístas inconscientes, até nos estamos a portar muito bem.
          Há que ter alguma paciência, e já começo a sentir algumas luzes de desespero. Mas depois também existem pessoas bonitas para nos apaziguar a alma.E ainda bem que existem os telefones e essas modernices para as manter por perto. À noite vou sempre passear o meu cão, mas faço-o sozinha e sempre com muito cuidado. Também já fui de carro até à serra para respirar um arzito. Acho que o importante é fazer esta gestão de risco de forma ponderada. Quanto ao exercício físico, também o vou mantendo, através das aulas que os ginásios oferecem (é que isto de estar sempre metida em casa esvazia qualquer despensa em dois dias lol ). Mas (mais) a sério, para quem vê nesta prática uma forma de aliviar ansiedade e stress, acho mesmo importante tentar manter as rotinas.
          Hoje é dia de fazer compras novamente. Sofro com alergias de Primavera...imaginem a guerra interior para não botar ali uma mãozinha no nariz ou nos olhos.
          Mantenham-se fortes e vejam memes, que rir ajuda muito! E vamos desabafando sempre que necessário...
          Quase parece frase feita, daquelas modas que correm por aí....Mas porque acredito mesmo que sim, digo-o: VAI FICAR TUDO BEM!
          « Última modificação: Há 2 semanas por hpc »

            A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
            #20486

            Offline dani_S

            • *
            • Novo Membro
            • Género: Feminino
            • Terror de te amar num sítio tão frágil como o mund
              • Tumblr
            Diziam que era paranoica com o virus... e afinal quem tinha razao? Continuem a brincar ...
              Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo

              A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
              #20487

              Offline unfold

              • *
              • Novo Membro
              Diziam que era paranoica com o virus... e afinal quem tinha razao? Continuem a brincar ...

              Olha outra, tal e qual... tivemos a vantagem de, penso que foi este o número, 18 dias de atraso para nos prepararmos e nem assim...
                Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

                A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                #20488

                Offline Mónicasas

                • *
                • Novo Membro
                • Género: Feminino
                É é tão triste ver Trás os Montes esquecido no mapa.. não devemos de perceber a este País!


                Foi preciso aquele "filme" das funcionárias do lar para que alguém olhasse para Vila Real e, agora tiram as pesquisas para o Covid-19 em toda a região transmontana.


                (Toda esta minha fúria aqui deve ser por ter muito tempo livre 😅)

                  A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                  #20489

                  Offline Freedom_

                  • *
                  • Novo Membro
                  • Género: Feminino
                  Ah de forma calma. Ando a trabalhar por casa.

                    A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                    #20490

                    Offline unfold

                    • *
                    • Novo Membro
                    Li que há amores que não vão resistir a isto: distância, sempre o mesmo tema de conversa, etc. O que pensará, ao ler isto, alguém que ama durante um ano sem ver a pessoa que ama, e depois... 2 anos, e depois 3 e 4 e 5... ?  ???  Sinceramente não me parece que uma pandemia destrua verdadeiros amores...


                    E já agora, o que é pior para vocês? A ausência ou a presença em excesso?
                    « Última modificação: Há 2 semanas por unfold »
                      Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

                      A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                      #20491

                      Offline c_paty

                      • **
                      • Membro Júnior
                      • Género: Feminino
                      • nothing to say
                      Eu diria que quando se ama de verdade , o amor ultrapassa barreiras mas...


                      é difícil nao "ver" a pessoa que se ama por 1, 2 ou mais anos,  e digo ver entre "" porque sempre podes utilizar as tecnologias para se puderem ver , mas o pior de tudo é a ausência do toque!! isso sim diria que poderia destruir verdadeiros amores, é muito difícil para o ser humano não ter contacto físico com quem ama, agora imagina 1, 2 ,3 anos sem esse contacto




                      Respondendo a tua pergunta: ausência
                        love more ,  hate less!

                        A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                        #20492

                        Offline unfold

                        • *
                        • Novo Membro
                        Eu diria que quando se ama de verdade , o amor ultrapassa barreiras mas...


                        é difícil nao "ver" a pessoa que se ama por 1, 2 ou mais anos,  e digo ver entre "" porque sempre podes utilizar as tecnologias para se puderem ver , mas o pior de tudo é a ausência do toque!! isso sim diria que poderia destruir verdadeiros amores, é muito difícil para o ser humano não ter contacto físico com quem ama, agora imagina 1, 2 ,3 anos sem esse contacto




                        Respondendo a tua pergunta: ausência

                        O amor nem sempre é correspondido. Há pessoas que continuam a amar sem ver, sem qualquer toque. Daí que me pareça "exagerado" os reais amores e vividos não aguentarem dias/meses, mas também li uma notícia e não um artigo científico, daí também não ser muito válido. Mas bem, fiquei a pensar nisso, no comportamento humano, etc. Obrigada por partilhares a tua opinião.
                          Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

                          A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                          #20493

                          Offline Mónicasas

                          • *
                          • Novo Membro
                          • Género: Feminino
                          Li que há amores que não vão resistir a isto: distância, sempre o mesmo tema de conversa, etc. O que pensará, ao ler isto, alguém que ama durante um ano sem ver a pessoa que ama, e depois... 2 anos, e depois 3 e 4 e 5... ?  ???  Sinceramente não me parece que uma pandemia destrua verdadeiros amores...


                          E já agora, o que é pior para vocês? A ausência ou a presença em excesso?
                          as duas :p


                          A ausência em excesso mata qualquer coração ehe dá a sensação de q somos abandonad@s . A presença em excesso é sufocante e nada saudável também.


                          (Eh pá, revi me no q escreveste na primeira parte 🤫).




                          Também já li algumas notícias q esta pandemia está a aumentar o número de divórcios por estarem muito tempo juntos. 😂

                            A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                            #20494

                            Offline unfold

                            • *
                            • Novo Membro
                            Li que há amores que não vão resistir a isto: distância, sempre o mesmo tema de conversa, etc. O que pensará, ao ler isto, alguém que ama durante um ano sem ver a pessoa que ama, e depois... 2 anos, e depois 3 e 4 e 5... ?  ???  Sinceramente não me parece que uma pandemia destrua verdadeiros amores...


                            E já agora, o que é pior para vocês? A ausência ou a presença em excesso?
                            as duas :p


                            A ausência em excesso mata qualquer coração ehe dá a sensação de q somos abandonad@s . A presença em excesso é sufocante e nada saudável também.


                            (Eh pá, revi me no q escreveste na primeira parte 🤫).




                            Também já li algumas notícias q esta pandemia está a aumentar o número de divórcios por estarem muito tempo juntos. 😂

                            Também já li isso. Lá está, divórcios de pessoas que, provavelmente, já não se amavam... apenas se suportavam e com a convivência se fartaram de vez.
                              Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

                              A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                              #20495

                              Offline c_paty

                              • **
                              • Membro Júnior
                              • Género: Feminino
                              • nothing to say
                              .wow mal posso esperar que esteja disponível na Netflix a parte 4 da casa de papel , vai ser intenso!! [smiley=sim.gif]
                                love more ,  hate less!

                                A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                                #20496

                                Offline hpc

                                • *
                                • Novo Membro
                                • Género: Feminino
                                • Descrevo quem sou.
                                Li que há amores que não vão resistir a isto: distância, sempre o mesmo tema de conversa, etc. O que pensará, ao ler isto, alguém que ama durante um ano sem ver a pessoa que ama, e depois... 2 anos, e depois 3 e 4 e 5... ?  ???  Sinceramente não me parece que uma pandemia destrua verdadeiros amores...


                                E já agora, o que é pior para vocês? A ausência ou a presença em excesso?


                                Cada vez mais acho que quando é, é. Independentemente das distâncias ou excessos de proximidade. Isso são só as desculpas que desculpam a falta do que é suposto existir e não existe. Os divórcios que vão acontecer, vão deixar pessoas felizes (além dos advogados). Porque eram relações que não viviam, sobrevivam.
                                That said, eu acho que a ausência é mais difícil de lidar. Até porque, neste cenário, não podemos usar a parte física para reconciliar as discussões  :blush lol

                                  A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                                  #20497

                                  Offline unfold

                                  • *
                                  • Novo Membro
                                  Li que há amores que não vão resistir a isto: distância, sempre o mesmo tema de conversa, etc. O que pensará, ao ler isto, alguém que ama durante um ano sem ver a pessoa que ama, e depois... 2 anos, e depois 3 e 4 e 5... ?  ???  Sinceramente não me parece que uma pandemia destrua verdadeiros amores...


                                  E já agora, o que é pior para vocês? A ausência ou a presença em excesso?


                                  Cada vez mais acho que quando é, é. Independentemente das distâncias ou excessos de proximidade. Isso são só as desculpas que desculpam a falta do que é suposto existir e não existe. Os divórcios que vão acontecer, vão deixar pessoas felizes (além dos advogados). Porque eram relações que não viviam, sobrevivam.
                                  That said, eu acho que a ausência é mais difícil de lidar. Até porque, neste cenário, não podemos usar a parte física para reconciliar as discussões  :blush lol

                                  Também acho que quando é, é e também me parece que há imensas relações mas muito pouco amor. Quanto aos advogados é bem verdade! :)
                                    Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

                                    A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                                    #20498

                                    Offline unicorn39

                                    • ***
                                    • Membro Total
                                    • Género: Feminino
                                    • I think u’re made of stronger stuff than u think
                                    Li que há amores que não vão resistir a isto: distância, sempre o mesmo tema de conversa, etc. O que pensará, ao ler isto, alguém que ama durante um ano sem ver a pessoa que ama, e depois... 2 anos, e depois 3 e 4 e 5... ?  ???  Sinceramente não me parece que uma pandemia destrua verdadeiros amores...

                                    E já agora, o que é pior para vocês? A ausência ou a presença em excesso?

                                    Para mim diria que o pior é a presença em excesso.

                                    No caso da ausência (em termos físicos porque noutro sentido assumo que já não haja sentimento), consegue-se diminuir um pouco da distância com as tecnologias que temos hoje em dia. Para mim não é necessariamente o toque e a presença física que determina o sentimento. Quando chega a um ponto em que é ausência prolongada de preocupação pelo outro, ausência de querer saber do bem estar, ausência de vontade de estar presente na vida do outro, é porque o sentimento já está muito esbatido ou é mesmo inexistente. É doloroso sim, não digo que não.

                                    Relativamente à presença em excesso, pode acabar por sufocar o outro e acabar por desgastar a própria relação. Acho que independentemente dos amores, amizades, família, todos precisamos do nosso espaço, da nossa independência, e mesmo do nosso amor próprio. Espaço e tempo para nos dedicarmos a nós, ao que gostamos, sem termos de abdicar ou ceder a nada por causa de outros. Quando existe aquela presença constante, seja qual for o tipo de relação que falamos, não nos permite "mover livremente" porque estamos sempre condicionados pelas pessoas que estão presentes. Acho que espaço, tempo e amor próprio é algo que fica muito esquecido nos tempos de hoje. E isso faz também com que custe muito mais quando se perde algo/alguém, porque a nossa felicidade estava toda concentrada nesse algo/alguém, e nada sobrava para nós.

                                    A 1ª coisa que vos passa neste momento pela cabeça...
                                    #20499

                                    Offline unfold

                                    • *
                                    • Novo Membro
                                    Quem ama a vida protege-a.
                                      Depois de ter percebido a liberdade de ir, jamais voltarei a ficar.

                                       

                                      Tópicos relacionados

                                        Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                      503 Respostas
                                      67101 Visualizações
                                      Última mensagem 17 de Setembro de 2015
                                      por miúda esquisita
                                      6 Respostas
                                      4541 Visualizações
                                      Última mensagem 2 de Março
                                      por unfold
                                      O que estás a ver na televisão neste momento?

                                      Iniciado por Frida ! / Kahlo ? « 1 2 ... 11 12 » Tópicos Lúdicos

                                      222 Respostas
                                      27051 Visualizações
                                      Última mensagem 7 de Agosto de 2016
                                      por sleepy_heart
                                      34 Respostas
                                      7107 Visualizações
                                      Última mensagem 29 de Outubro de 2015
                                      por ÉssePê
                                      1075 Respostas
                                      66937 Visualizações
                                      Última mensagem 3 de Maio de 2019
                                      por Di HF