rede ex aequo

Olá Visitante27.nov.2021, 14:53:30

Autor Tópico: Psicologos de nós proprios.......e dos outros.  (Lida 1986 vezes)

 
Psicologos de nós proprios.......e dos outros.
#0

EuGostoDeMim

  • Visitante
Este tópico é para aqueles que querem partilhar aquilo que lhes falta, e que poderão ter de certa forma um apoio de todos nós.
Um tópico para desabafo, para aqueles que gostam destes métodos de exprimirem o que sentem ou então para aqueles que não tem com quem desabafar.

Como é óbvio agradecia respeito pelas pessoas.


Bem acho que tenho de ser o primeiro pois iniciei este post.

O meu desabafo refere-se as pessoas, nomeadamente aquelas com quem contactei, com quem me tentei relacionar de modo serio.
O que me tem acontecido é que saiu sempre magoado destas tentativas de relacões, as pessoas prometem, dizem serem serias, mas depois parece que brincam, mudam de ideias muito rapidamente.
Enfim, basicamente o tento dizer é que tento ter alguem que me faça bem e me deixe feliz, mas as pessoas parecem nao querer saber disso.
É caso para perguntar o porquê disto acontecer. Será que é mesmo assim? Será sorte? Serei eu? Enfim.
Será mesmo que há ai alguem para cada um de nós ou teremos que nos conformar com a sina de ficar sozinhos?

Peço desculpa se fui extenso

Abraço a todos
« Última modificação: 18 de Outubro de 2009 por EuGostoDeMim »

    Psicologos de nós proprios.......e dos outros.
    #1

    Offline Decode

    • ****
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
    • Antes morrer existencialista que viver moralista!
    Eu não creio que procures um/uns psicólogo/s mas antes um/uns filósofos. ;)

    Desde sempre que somos bombardeados pela ideia de que nos vamos apaixonar, vamos amar muito uma pessoa, construir uma vida a dois...blá-blá-blá. Essa ideia é-nos "vendida" pelas pessoas à nossa volta, pelo cinema, pela literatura...é quase inata, vá. O resultado é que andamos todos à procura do mesmo: Amor! Mas não nos chega aquela Amor formal que alguns filosofos chamam de "agapé", o amor entre amigos, familia, a piedade, a afinidade...o que nós queremos mesmo é aquilo que os poetas descrevem torridamente, o "eros", o Amor erótico, unidireccionado, o Amor ambicioso, espiritual...enfim, ESSE QUE TODOS CHAMAMOS DE AMOR!

    Quando começamos essa procura nem nos questionamos sobre o que queremos, de quem queremos, porque queremos, como o queremos, o que sabes de Amor, o que vamos fazer com ele...é um verdadeiro tiroteio no escuro! Muitos de nós vê na figura de um/a namorado/a um pai, um filho, um amigo, um psicólogo, um padre, um saco de porrada...as vezes procuramos "nessa pessoa" coisas que nada tem a ver com Amor mas que, por serem tão complexas como o próprio Amor, nos confundimos...

      Yes, I've crawled on glass
      To grasp at straws
      Stuttering, staggering through
      And I've pierced the last hole in my arm
      To gouge out the pieces of you

      Psicologos de nós proprios.......e dos outros.
      #2

      Offline unfold

      • ***
      • Membro Total
      Eu não creio que procures um/uns psicólogo/s mas antes um/uns filósofos. ;)

      Desde sempre que somos bombardeados pela ideia de que nos vamos apaixonar, vamos amar muito uma pessoa, construir uma vida a dois...blá-blá-blá. Essa ideia é-nos "vendida" pelas pessoas à nossa volta, pelo cinema, pela literatura...é quase inata, vá. O resultado é que andamos todos à procura do mesmo: Amor! Mas não nos chega aquela Amor formal que alguns filosofos chamam de "agapé", o amor entre amigos, familia, a piedade, a afinidade...o que nós queremos mesmo é aquilo que os poetas descrevem torridamente, o "eros", o Amor erótico, unidireccionado, o Amor ambicioso, espiritual...enfim, ESSE QUE TODOS CHAMAMOS DE AMOR!

      Quando começamos essa procura nem nos questionamos sobre o que queremos, de quem queremos, porque queremos, como o queremos, o que sabes de Amor, o que vamos fazer com ele...é um verdadeiro tiroteio no escuro! Muitos de nós vê na figura de um/a namorado/a um pai, um filho, um amigo, um psicólogo, um padre, um saco de porrada...as vezes procuramos "nessa pessoa" coisas que nada tem a ver com Amor mas que, por serem tão complexas como o próprio Amor, nos confundimos...



      Adorei ler o que escreveste! Muito do que penso/sinto passa por aqui! Não sou a pessoa mais "estanque" do mundo, por isso já estive mais virada para o eros, da mesma forma que já estive mais virada para o ágape (ou algo muito próximo desse conceito). Neste momento, estou a encontrar-me depois de uma "grande luta" entre ambos e fazes-me lembrar o "pleno" em que já me senti. Foi muito emocionante ler-te! A minha alma reagiu expandindo-se um pouco mais. Que belo "reencontro" com a minha melhor "versão"! :) Estou muito grata por ter encontrado este post!
      « Última modificação: 25 de Maio por unfold »
        Dress code: lealdade.
        Se as minhas derrotas tiverem o cunho da minha verdade, nunca foram derrotas: foram sempre vitórias do princípio ao fim.

         

        Tópicos relacionados

          Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
        291 Respostas
        49476 Visualizações
        Última mensagem 15 de Março de 2013
        por Draco
        27 Respostas
        20219 Visualizações
        Última mensagem 2 de Novembro de 2010
        por Noz-moscada
        22 Respostas
        6740 Visualizações
        Última mensagem 2 de Abril de 2009
        por Dawid
        1 Respostas
        1546 Visualizações
        Última mensagem 2 de Julho de 2010
        por Back Room
        2 Respostas
        8146 Visualizações
        Última mensagem 3 de Novembro de 2019
        por Junos