rede ex aequo

Olá Visitante19.nov.2019, 21:01:56

Autor Tópico: Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!  (Lida 11610 vezes)

 
Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
#20

Josef

  • Visitante
O próprio conceito de "macho e fémea" implica que seja o macho a tomar as rédeas da relação, o que nem sempre acontece.

    Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
    #21

    Fetch!

    • Visitante
    O próprio conceito de "relação homossexual" implica forçosamente que não exista o sexo oposto.

    Já não se usa esse conceito de macho/fêmea. É ridículo, é condescendente e é ofensivo. O que existe é que um dos parceiros tende a ser mais activo, no sentido de tomar mais as rédeas. E que o outro tende a desempenhar um papel mais passivo, receptivo. Mas durante algum tempo apenas. Os papéis vão-se alternando dependendo do estado de espírito das pessoas.

    Além disso, haverá sempre diferenças. Há sempre alguém que tem mais jeito para as finanças da casa e alguém que tem mais jeito para as decisões decorativas/estéticas da casa. Haverá sempre alguém que terá mais jeito para os arranjos e manutenção e alguém que terá mais jeito para a gerência. Mas isso não implica que todos os papéis geralmente associados ao sexo masculino numa relação existirá apenas numa pessoa dentro da relação. Por aquilo que tenho visto, os variados papéis - ou comportamentos - são desempenhados pelos dois a níveis diferentes.

    Por todas as razões já apontadas, definir relações entre PMS através de conceitos heteroxistas (e mesmo machistas) é redutor e pouco rigoroso.

    Infelizmente não consegui encontrar fontes bibliográficas na Internet, mas já li estudos que demostravam que na maioria dos casais de PMS existe uma alternância dos papéis de elemento dominadante e elemento passivo que é mais comum do que nos casais de pessoas de sexo diferente; nestes últimos estes papéis são muito mais rígidos.
    « Última modificação: 26 de Novembro de 2009 por Fetch! »

      Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
      #22

      Offline Black

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      Sempre achei o conceito de macho e de fêmea absurdo.  :o
      Creio que não faz sentido nenhum numa relação homossexual, mas também não o faz numa relação heterossexual. Nenhuma das partes vai assumir nenhum papel, nem nenhum controlo. Creio que a relação se deve basear numa igualdade de todos os aspectos. Nesse sentido, é rídiculo falar de papéis, sobretudo associados ao sexo.
        "That's why I can't say enough times, whatever love you can get and give, whatever happiness you can filch or provide, every temporary measure of grace, whatever works."

        Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
        #23

        V24

        • Visitante
        Para mim não acho necessário ver uma relação homossexual pelo prisma de "macho"/"fêmea".
        Até porque duas pessoas que se amam podem-se complementar em função de muitas coisas diferentes.
        O que também acho válido no caso de uma relação sentimental entre pessoas de sexos diferentes.

          Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
          #24

          Incandessence

          • Visitante
          Não fazo ideia quem inventou essa do macho e da femea,mas já ouvi isso vindo de heteros a referirem-se a casais de lesbicas e de gays.
          Bom eu particularmente nunca gostei dessa pergunta e nem de imaginar que esta pergunta existe na cabeça das pessoas...Primeiro que tudo só a frase em si já é um estereotipo,segundo penso que numa relação não deva existir sequer essa frase porque é ridicula porque se ambas as pessoas são do sexo feminino ou do sexo masculino essa pergunta é ridicula porque que eu saiba se ninguem mudou de sexo não existe nenhum macho  lol lol lol e depois porque o que interessa numa relação é a felicidade,o amor mutuo,o casal ser feliz também a nivel sexual portanto essa pergunta alem de ridicula não faz qualquer sentido lol lol lol  :P ps. também já ouvi essa pergunta para outros casais da boca de lesbicas e gays mas espero eu que fosse só na brincadeira porque senão estariam também eles a esteriotipar as relações homossexuais o que não é benefico e nem saudavel  ;)


            Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
            #25

            HigherThanMe

            • Visitante
            Concordo que esta pergunta derive diretamente do preconceito das pessoas, da sociedade; concordo também e aprovo o facto de não haver necessidade, nem sentido, em assumir-se o papel de "macho" ou "fêmea" (?) - até as designações são absurdas. No entanto, para mim, ainda é difícil dissociar-me deste pensamento heteronormativo. Nunca estive em nenhum relacionamento; não sou preconceituosa, de todo - não acho que vá ter uma parceira que será, compulsoriamente, o "macho" ou a "fêmea" -, mas essas designações ainda me confundem. Sempre que conheço alguém LGBT penso "Será que gosta mais de pessoas femininas ou masculinas?" e isso persegue-me um bocado. Também costumo pensar que uma rapariga mais feminina vai gostar de uma mais masculina e vice-versa, apesar de saber que isso nem sempre é assim tão linear - eu própria, sendo feminina física e psicologicamente, gosto de raparigas femininas, tal como eu. Eu sei que é um pensamento estúpido e preconceituoso, mas não me consigo afastar dele, pelo menos por agora...
            « Última modificação: 31 de Janeiro de 2014 por HigherThanMe »

              Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
              #26

              Cookie92

              • Visitante
              Sempre achei o conceito de macho e de fêmea absurdo.  :o
              Creio que não faz sentido nenhum numa relação homossexual, mas também não o faz numa relação heterossexual. Nenhuma das partes vai assumir nenhum papel, nem nenhum controlo. Creio que a relação se deve basear numa igualdade de todos os aspectos. Nesse sentido, é rídiculo falar de papéis, sobretudo associados ao sexo.


              Concordo. No entanto a generalidade das pessoas tem o habito de te julgar e rotular muitas vezes pela aparência e maneira de vestir. Se és mais masculina és o "macho" senao és a "fêmea" o que é completamente absurdo para mim porque a maneira de vestir nada diz sobre a personalidade da pessoa, ou pelo menos não deveria. Numa relação homossexual ha 2 mulheres/2homens logo ninguem e "macho" nem ninguem é "femea", somos  pessoas com o seu estilo e maneira de ser, ponto :)

                Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                #27

                V24

                • Visitante
                As pessoas comigo enganam-se bem. Tenho um aspecto bem feminino mas uma personalidade muito masculina mesmo. Não gosto que me tentem dominar, tenho uma personalidade muito vincada, não gosto de lamechices, sou muito determinada (às vezes teimosa suicida xD), sou mesmo assim para o agreste na maneira de falar e ser.

                  Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                  #28

                  Stabilo

                  • Visitante
                  Erm...Não?! :wor

                    Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                    #29

                    Offline nevertoolatetobehappy

                    • *****
                    • Associad@ Honorári@
                    • Membro Elite
                    • Género: Masculino
                    • Be yourself. Be happy. Be nice.
                      • Tiny Ripple Hope
                    Faz tanto sentido catalogar os elementos do casal como "macho"/"fêmea" numa relação entre dois homossexuais como entre dois heterossexuais, ou seja, não faz nenhum. É incorrecto porque implica trazer para uma relação terminologia associada ao sexo biológico e usá-la para definir papéis de género (os termos correctos seriam "masculino"/"feminino" e são usados para definir expressão de género), reduzindo a unicidade e diversidade de cada indivíduo e a forma como vive a relação.

                    É uma visão enraizada na cultura de um país, no tecido social, e que se tem de desconstruir na escola e em casa, ensinando e formando para a igualdade de género e de oportunidades à nascença.

                    Dentro do casal, a nível de distribuição de tarefas, acho importante que cada um saiba fazer de tudo um pouco, não obstante o interesse ou talento, pois a independência nunca fez mal a ninguém. :)

                    Sent from my GT-I8150 using Tapatalk 2
                    « Última modificação: 19 de Novembro de 2014 por nevertoolatetobehappy »
                      "Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light not our darkness that most frightens us."

                      Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                      #30

                      Offline searching_the_love

                      • ***
                      • Membro Total
                      • Género: Masculino
                      Numa relação homossexual não tem mesmo de haver um "macho" e uma "fêmea", isso são mentalidades da típica sociedade que teima em fazer casalinhos heterosexuais.

                      É como quando namoras com alguém mais novo (ou que aparenta ser mais novo) e a primeira pergunta é "ah, é seu filho?" ou "ah, é seu sobrinho", lol. Claro, vêm um homem mais velho com um mais novo, nah, não podem seer um casal homossexual, só podem ser familiares!!! lol

                      Ou se vais com um amiga e os comentários são "podes levar a tua namorada etc etc". Ou o simples "ai é a tua namorada?". Claro não podemos ser só amigos, temos de casar logo né?

                      E visto que isso é um pouco para definir o papel de cada um sexualmente, então para isso usa-se "activo", "passivo" ou "versátil"... Mas isso são coisas mais intímas e nada tem haver com ser macho ou fêmea.
                      « Última modificação: 20 de Novembro de 2014 por searching_the_love »

                        Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                        #31

                        Offline random_dude

                        • *****
                        • Associad@
                        • Membro Total
                        • Género: Masculino
                        Nem nos casais heterossexuais faz sentido. Perguntar a um casal quem homossexual quem é o "macho" e a "fêmea" da relação é perguntar quem é aquele que assume um papel dominante na relação (o homem). É um pensamento absurdamente misógino e já perdeu relevância social a partir do momento em que as mulheres casadas passaram a ter total liberdade no controlo dos seus bens (que, até então, estavam sob a alçada do marido).

                        Este pensamento preconceituoso quebra com a essência do que deve ser uma relação amorosa e de respeito, pois a hierarquização do casal, subjugando um dos elementos a um papel secundário, impossibilita uma relação saudável, cúmplice e de confiança.

                        Sobre o papel sexual, volta-se a cair na misoginia ao assumir que a mulher não pode ser sexualmente activa.       

                          Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                          #32

                          Offline Kuro

                          • *
                          • Novo Membro
                          • Género: Masculino
                          • http://kurolechat.tumblr.com/
                          Nem nos casais heterossexuais faz sentido. Perguntar a um casal quem homossexual quem é o "macho" e a "fêmea" da relação é perguntar quem é aquele que assume um papel dominante na relação (o homem). É um pensamento absurdamente misógino e já perdeu relevância social a partir do momento em que as mulheres casadas passaram a ter total liberdade no controlo dos seus bens (que, até então, estavam sob a alçada do marido).

                          Este pensamento preconceituoso quebra com a essência do que deve ser uma relação amorosa e de respeito, pois a hierarquização do casal, subjugando um dos elementos a um papel secundário, impossibilita uma relação saudável, cúmplice e de confiança.

                          Sobre o papel sexual, volta-se a cair na misoginia ao assumir que a mulher não pode ser sexualmente activa.     

                          Onde está o botão de "Gosto"?   ;D
                            “Normal is an illusion. What is normal for the spider is chaos for the fly.”

                            Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                            #33

                            Offline Dééé

                            • *****
                            • Orador(a)
                            • Membro Total
                            • Género: Feminino
                              • Foto Débora A.
                            Acho completamente absurdo essas associações ou melhor esses rótulos que colocam às pessoas...porque vem um casal lésbico em que uma delas tem um estilo mais masculino é porque é o homem da relação, se vêm um casal gay em que um deles é mais efeminizado do que o outro é porque esse é o que é enrabado ...pff são absurdos estes rótulos  :-\

                            Acho que estilo não define uma pessoa e muito menos o que esta representa numa relação.
                            Só gostava que as pessoas deixassem de uma vez por todas de colocar rótulos...e incluindo mesmo a própria comunidade LGBT, porque também existe muito essa descriminação entre os próprios, porque aquela é mais masculina e eu gosto é de mulheres e não de homens e afins como já tem lido porque aqui em outros tópicos  [smiley=nao.gif]

                            É triste tal acontecer
                              "Enfrentar preconceitos é o preço que se paga por ser diferente!"

                              Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                              #34

                              Aries

                              • Visitante
                              Ridículo isso e quem assim pensa. se são lésbicas é mulher com mulher se é gay é homem com homem. estilos jeitos de ser personalidades não marcam à partida uma mulher ser o macho ou um rapaz mais sensível ou dado ser fêmea numa relação. cada um como é!

                                Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                                #35

                                Offline carolinalg

                                • *****
                                • Moderação Geral
                                • Membro Elite
                                • Género: Feminino
                                • call it Magic... call it true...
                                ...estilo não define uma pessoa e muito menos o que esta representa numa relação.

                                Além de que... (como se diz por aqui) as iludências aparudem!
                                ;)
                                  - carolinalg -

                                  Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                                  #36

                                  the_cameragirl

                                  • Visitante
                                  Ainda no outro dia a vir do trabalho vinha a pensar nisso ou em algo parecido.

                                  Vinha a pensar que apesar de ser feminina há muita coisa em mim de "macho" e comecei a fazer a lista na minha cabeça:

                                  Gosto de ser sempre eu a dar o primeiro passo, gosto de conquistar.
                                  Tenho a mania de ser "cavalheira" e atenciosa.
                                  Na cama gosto de controlar  lol
                                  Quando penso em coisas como pedir em namoro nunca imagino a ser pedida apesar de gostar que isso acontecesse, mas nunca o penso  lol

                                  Cheguei à conclusão que não me importo se me chamarem o "macho" da relação, pois não aparento, só o sou  lol

                                    Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                                    #37

                                    Offline carolinalg

                                    • *****
                                    • Moderação Geral
                                    • Membro Elite
                                    • Género: Feminino
                                    • call it Magic... call it true...
                                    Ainda no outro dia a vir do trabalho vinha a pensar nisso ou em algo parecido.

                                    Vinha a pensar que apesar de ser feminina há muita coisa em mim de "macho" e comecei a fazer a lista na minha cabeça:

                                    Gosto de ser sempre eu a dar o primeiro passo, gosto de conquistar.
                                    Tenho a mania de ser "cavalheira" e atenciosa.
                                    Na cama gosto de controlar  lol
                                    Quando penso em coisas como pedir em namoro nunca imagino a ser pedida apesar de gostar que isso acontecesse, mas nunca o penso  lol

                                    Cheguei à conclusão que não me importo se me chamarem o "macho" da relação, pois não aparento, só o sou  lol



                                    Considero que estereotipar é algo bastante feio de se fazer. Agora que tu és uma pessoa bastante ativa na tua vida e nas tuas relações, isso já é outra história. Podes ser uma pessoa ativa sem seres "o macho". A tendência de masculinizar um ser e "afeminar" o outro é inspirada na ideia de que todos os casais devem ser compostos por um homem (que também deve ser o ativo da relação) e uma mulher... No meio disso tudo, não há (aparentemente) espaço para casais do mesmo sexo.
                                    Plus... Há mulheres ativas e passivas, tal como também há homens ativos e passivos. Essas pessoas são menos homens/mulheres (ou são do sexo oposto (falando comportamentalmente sobre as suas relações) só porque têm esse jeito de ser e estar em casal?
                                    O facto de uma pessoa ser ativa faz automaticamente com que a outra pessoa seja totalmente passiva? Que eu saiba ainda há um ponto de equilíbrio chamado "relatividade".

                                    Exemplo: Eu cá gosto de malas, sandalinhas, vestidos, saltos e "coisinhas de mulher feminina". A minha namorada chega a ser mais vaidosa do que eu. Mas... é ela que veste a maior parte das vezes as camisas de quadrados..., e só usa calças e sapatos rasos. Nenhuma de nós paga todas as saídas. Normalmente, sou eu quem abre as portas e faço a cortesia. Gosto muito de controlar as situações e tomar a iniciativa de surpreender e seduzir. E agora... quem é que é o "macho" desta relação, the_cameragirl? Que eu saiba ( lol ), nenhuma de nós tem barba, p*linha, ou nome masculino...

                                    Ups!
                                    (O primeiro ato de preconceito vem de dentro.)
                                    « Última modificação: 14 de Abril de 2016 por carolinalg »
                                      - carolinalg -

                                      Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                                      #38

                                      Offline Boo

                                      • *****
                                      • Membro Elite
                                      • Género: Masculino
                                        • Hello, I'm Boo! (:
                                      Julgo que cada um se deverá identificar com o que se lhe for mais confortável e realizador... :)

                                      Relações lésbicas/gays - Alguém tem de ser "o macho"/"a fémea"?!
                                      #39

                                      the_cameragirl

                                      • Visitante
                                      Responder
                                      Considero que estereotipar é algo bastante feio de se fazer. Agora que tu és uma pessoa bastante ativa na tua vida e nas tuas relações, isso já é outra história. Podes ser uma pessoa ativa sem seres "o macho". A tendência de masculinizar um ser e "afeminar" o outro é inspirada na ideia de que todos os casais devem ser compostos por um homem (que também deve ser o ativo da relação) e uma mulher... No meio disso tudo, não há (aparentemente) espaço para casais do mesmo sexo.
                                      Plus... Há mulheres ativas e passivas, tal como também há homens ativos e passivos. Essas pessoas são menos homens/mulheres (ou são do sexo oposto (falando comportamentalmente sobre as suas relações) só porque têm esse jeito de ser e estar em casal?
                                      O facto de uma pessoa ser ativa faz automaticamente com que a outra pessoa seja totalmente passiva? Que eu saiba ainda há um ponto de equilíbrio chamado "relatividade".

                                      Exemplo: Eu cá gosto de malas, sandalinhas, vestidos, saltos e "coisinhas de mulher feminina". A minha namorada chega a ser mais vaidosa do que eu. Mas... é ela que veste a maior parte das vezes as camisas de quadrados..., e só usa calças e sapatos rasos. Nenhuma de nós paga todas as saídas. Normalmente, sou eu quem abre as portas e faço a cortesia. Gosto muito de controlar as situações e tomar a iniciativa de surpreender e seduzir. E agora... quem é que é o "macho" desta relação, the_cameragirl? Que eu saiba ( lol ), nenhuma de nós tem barba, p*linha, ou nome masculino...

                                      Ups!

                                      carolinalg fizeste-me rir sabes porquê? Porque é o segundo tópico que tenho uma resposta tua onde não compreendes o que digo.
                                      1º não disse que era passiva nem activa, comentei apenas o facto de haverem coisas que gosto de fazer que podem dizer que são de macho, não que as faço sempre ou que não me fazem a mim,
                                      2º nem sequer comentei o facto de ter de haver macho ou fêmea na relação, apenas disse que estou-me totalmente borrifando se me chamarem pois isso é pensamento à hetero homofobico que não compreende nem quer compreender amor entre pessoas do mesmo sexo,
                                      e 3º e último, fazes muito bem em usar vestidos e saltos altos, isso é sexy!


                                         

                                        Tópicos relacionados

                                          Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                        265 Respostas
                                        47625 Visualizações
                                        Última mensagem 3 de Janeiro de 2011
                                        por Bc
                                        14 Respostas
                                        4457 Visualizações
                                        Última mensagem 1 de Janeiro de 2011
                                        por Litriciaras
                                        72 Respostas
                                        22863 Visualizações
                                        Última mensagem 26 de Maio
                                        por elcask
                                        Mitos sobre lésbicas/gays

                                        Iniciado por Honey « 1 2 3 » Geral

                                        41 Respostas
                                        7969 Visualizações
                                        Última mensagem 25 de Junho de 2011
                                        por Draco
                                        23 Respostas
                                        4603 Visualizações
                                        Última mensagem 21 de Janeiro de 2013
                                        por blueboy