rede ex aequo

Olá Visitante14.ago.2020, 11:34:35

Autor Tópico: Qual é a confusão?  (Lida 20456 vezes)

 
Re:Qual é a confusão?
#20

Offline deadangel_17

  • **
  • Membro Júnior
  • Género: Masculino
de inicio estive mt konfuso por n me konseguir definir
mas + nd

    re:qual e a confusao?
    #21

    ashtar_sheran

    • Visitante
    niguem se define, deixem-se levar pelas tentacoes e pelos gostos, nao se preocupem com o resto.

    (e nao digam que ando a ler demasiado froyd hehe)

      Re:Qual é a confusão?
      #22

      Offline bluejazz

      • *****
      • Associad@ Honorári@
      • Membro Vintage
      • Género: Feminino
        • Homofobia
      Tentações tem uma carga bastante negativa... não? :inq

      Cada um tem desejos próprios. Se se sente necessidade de se definir, porque não? O que serve para ti pode não servir para os outros. Não é que o conselho não seja válido, mas da forma como colocas as coisas ("ninguém se define") pode parecer imposição de uma verdade única.
        "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

        Re:Qual é a confusão?
        #23

        ashtar_sheran

        • Visitante
        talvez seja melhor provar o fruto proibido? pecado aparente ter uma "carga negativa" maior, e aos olhos de quem define o que e, nos estamos a cair nele.

        bluejazz: certo, desculpe... costumo ser assim... mas tem piada basta so colocar as palavras magicas "na minha opiniao" e ja posso dizer sem problemas hehe. (por acaso li isto num dos muitos livros que leio sobre as chamadas "boas maneiras" mas nunca meti em pratica)

          Re:Qual é a confusão?
          #24

          Offline bluejazz

          • *****
          • Associad@ Honorári@
          • Membro Vintage
          • Género: Feminino
            • Homofobia
          Sim era da carga religiosa e negativa que falava mesmo... até porque do pouco que percebi há tempos (principalmente no caso de homos e bissexuais de outras gerações), há quem viva a sua homo ou bissexualidade como uma perversão e pecado, quase ao nível da parafilia.

          Quando me refiro a isto quero dizer que o fazem por ser proibido e condenado e isso ser o ou um factor altamente atractivo, mas ao mesmo tempo perturbante, e já não pelo factor determinante da pessoa em si, ao contrário do que define a atracção emocional/sexual da maioria das pessoas - ou seja - a atracção pela pessoa e as suas características (incluíndo o sexo) e não o desejo sexual exclusivo ou mais forte por causa do contexto proibitivo de algo tido como ilícito.

          Não me parece que a orientação sexual seja vivida de um forma 'saudável' e livre desta forma, nem que isto corresponda a uma definição desprovida de ideologia/conotação social/cultural de repressão profunda.

          Quanto à adição do "na minha opinião" concordo em absoluto. ;)
            "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

            Re:Qual é a confusão?
            #25

            Offline Planta xerófila

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            ashtar, perdoa-me o q te digo, mas é a minha opiniao (bem a proposito), e vale o q vale...
            perder a virgindade aos 7 anos, é cedo demais... é cedo o suficiente para afectar todo o desenvolvimento de uma criança (q ainda és, mas q eras mais ainda na altura). essa afecçao ve-se nestes teus posts e noutros, em q tratas o relacionamento interpessoal como algo q merece brincadeiras, gozos, criticas, mas nunca c carga pessoal... parece q estás à parte de tudo o q diz respeito às relaçoes q estabeleces, como se fosses um mero espectador, q nada sente.
            isto para te dizer q se calhar era conveniente para ti falares c alguem sobre o assunto, algum especialista...

            qt a confusoes, tive vários anos de confusao, p me custar assumir-me a mim propria... acho q ainda hoje tenho algumas confusoes, mas essas já mais relacionadas c o q estou disposta a partilhar c a sociedade e c os q me rodeiam. ao menos já as afastei do q sinto... :)
              A cynic is one who knows the price of everything and the value of nothing.

              O c antes do e e do i não[/u] leva cedilha!!!!

              Re:Qual é a confusão?
              #26

              ashtar_sheran

              • Visitante
              planta xerofila: felizmente ainda temos alguma liberdade de expressao.

              ainda sou uma crianca? devo ser o peter pan, para mim qualquer ser humano que pode reproduzir nao e uma crianca, era giro era criancas com filhos.

              teve muita piada aquilo quando tinha sete anos, realmente talvez tenha tido consequencias, se nao fosse isso talvez nunca teria pensado em relacionar-me com alguem do mesmo sexo que eu

              nao sao brincadeiras\gozos, criticas talvez, mas tudo serio... se nao e serio e porque as relacoes em si tambem nao o sao!

              eu ja fiz tudo o que o que se possa fazer neste mundo, nem digo que vi, ja passei, ja fiz, ja etc etc etc, o que intressa e ser feliz nao e?

              tambem nao devo ter muita confusao, ja falei sobre isso.

                Re:Qual é a confusão?
                #27

                Offline Lia

                • **
                • Membro Júnior
                • Género: Feminino
                • Can we touch the soul of heaven?
                bem.... no inicio tb eu tive confusões.... gostava de desenhar mulheres raramente homens, as mulheres seduziam-me, as formas fisicas do corpo.. etc... sempre tive namorados e um dia uma amiga minha tinha uma prima que era assumida e pimba, lá estava a pessoa para matar a curiosidade e vontades... o certo é que gostei e mexeu cmg, mas na verdade nao assumi o que sentia e dizia para mim mesma que era uma fase e mais nada ate porque o que me tinha sido incutido desde sempre nao era aquilo... continuando... voltei a ter relacionamentos hetro, mas a verdade é que as coisas tinham mudado no meu interior nao me sentia bem ate que me encontrei..contudo hoje lesbica com uma namorada com quem vivo, nao digo que a vida mude e amanha me possa apaixonar por um homem, eu cada vez mais acho que gostamos de pessoas e nao de sexos..... a minha experiencia inicial fez-me pensar que era lesbica mas a verdade é que o facto de nao me sentir bem com um homem depois de ter tido aquela experiencia nao quer dizer que sou lesbica e pronto., mas que na altura nao era com um homem que me sentia bem....
                  Lia

                  Re:Qual é a confusão?
                  #28

                  Offline c

                  • *****
                  • Membro Ultra
                  • Género: Feminino
                  • "Imitem as árvores dos caminhos" J. Gomes Ferreira
                  (...)eu ja fiz tudo o que o que se possa fazer neste mundo(...)

                  ashtar... parece que, de tudo o que já te li, isto é o menos razoavel... tu desculpa qq coisinha (parece que tirei o dia para te perseguir, já há bocado te contrariava noutro tópico).
                  pergunto-me se tens noção do que estás a dizer... talvez fosse bom que lesses o que realmente te disse a planta. mas aquilo que ela realmente te disse, não aquilo que tu provavelmente leste...
                  ainda tinha vontade de recomendar cuidado, cuidado com as certezas, que, por exemplo, para mim uma miúda que é mãe aos 13 anos é uma criança (num sentido abrangente do termo, obviamente... não estamos aqui a falar de fisiologia :P), mas não sei terias paciência para me ouvir. ;)


                  ____________
                  on the topic matter:
                  sim, alguma confusão, inicial. na verdade, no meu caso, a grande confusão sempre foram os outros. não me perturbava a ideia de ser como era, perturbava-me (e ainda perturba, apenas em certa medida) como não deixar que isso interfira negativamente no meu relacionamento com o mundo... enfim, confusões. ;)


                  (c.)
                    "No entanto és tu que te moverás na matéria/ da minha boca, e serás uma árvore dormindo e acordando onde existe o meu sangue" - Herberto Helder

                    Re:Qual é a confusão?
                    #29

                    csmr

                    • Visitante

                    on the topic matter:
                    sim, alguma confusão, inicial. na verdade, no meu caso, a grande confusão sempre foram os outros. não me perturbava a ideia de ser como era, perturbava-me (e ainda perturba, apenas em certa medida) como não deixar que isso interfira negativamente no meu relacionamento com o mundo... enfim, confusões. ;)

                    Responder

                    eu tb - e cada vez mais em relacao ao mundo que me rodeia.  tive a sorte e o privilegio (quase obscena) de ter vivido bastante tempo numa cidade muito aberta, redeada e pessoas inteligentes, sem (muitos) prejuizos, uma cidade aonde fazes o que queres,  podes comecar de novo quase todos os dias - penso a judy butler, quando escreve em "gender trouble" or "bodies that matter", esta a pensar em nova iorque.

                    mas a confusao, no meu caso, era amiga duma ignorancia da minha parte - ter passado a adolescencia em portugal, nao tive palavras para articular o que sentia. nao tive contextos, ou referencias para fazer sentido de quem eu realmente era, de quem eu gostava. e apesar dessa pessoa ser insistente e chata - nao sabia como recebe-la, fazer dela uma grande amiga. portanto durante imenso tempo simplesmente fiz de conta que ela nao existia,

                    mas quando cresci mais um pouco (em todos os sentidos) comecei a ler - de tudo. lia lia lia lia e a serio, se ha alguma coisa que estraga a confusao, e o saber, nao so que existem pessoas como nos por quanto e sitio, mas que sempre existiram. o foucault salvou a minha vida (ok...talvez exagero, mas ajudou imenso...)! mas pronto, isto pode ser muito "queer theory", mas a minha posicao filosofica e pratica e que "nao existe normal" (tema sujeita a debate, sei disso).

                    claro que isto nao quer dizer que uma pessoa passa a nao ter momentos de confusao, ou de medos. mas e um passo em frente. pelo menos, para mim foi.

                    soon,

                    c


                      Re:Qual é a confusão?
                      #30

                      Offline Web_boss

                      • ****
                      • Membro Sénior
                      • Género: Masculino
                        • Simplesmente Gay
                      Para quem mora longe dos grandes centros urbanos, como eu, a internet é praticamente o unico meio para conhecer pessoas como nos; no entanto, o que me tem desiludido muito é o facto de nos chats só pensarem em falar de sexo, e marcar fugazes encontros nos quais o programa apenas preve sexo seguido de uma despedida, qual fossemos objectos descartaveis... será assim tão dificil encontrar alguem sincero com quem se possa estabelecer acima de tudo uma amizade... nestes anos infelizmente não encontrei... essa é parte da minha confusão...

                      Re:Qual é a confusão?
                      #31

                      ashtar_sheran

                      • Visitante
                      o senhor e de tavira? nao isso nada longe de um centro urbano, alem disso, e um cidade desenvolvida, com muito tipo de pessoas, se quiser posso ir ai fazer uma visita

                        Qual é a confusão?
                        #32

                        sarinha

                        • Visitante
                        A minha única confusão quando percebi que era homossexual foi pensar em como conhecer mais pessoas como eu, porque à minha volta parecia-me tudo tão hetero...  :-[

                          Qual é a confusão?
                          #33

                          Offline seraphine

                          • *****
                          • Membro Ultra
                          • Género: Feminino
                          • Playground Twist
                          Não tive tempo para ler as respostas que foram dadas a este tópico, por isso desculpem-me se já alguém tiver enveredado pelo mesmo raciocínio...! :P

                          Parece-me que as confusões que muitas vezes se sente quando se descobre a nossa orientação sexual, advêm do conflito entre aquilo que desde muito cedo nos terá sido incutido pela educação e por todos os processos de socialização em si e entre o surgimento de uma identidade nossa, própria, que sem dúvida haverá de contrariar muitos dos pressupostos que fomos adquirindo e interiorizando em nós, porque como é do conhecimento de todos, a homossexualidade não é ainda aceite e facilmente tolerada em sociedade.

                          É um pouco como a contenda permanente entre o ID e o Ego lol... mas, neste caso, haverá um moderador mais explícito (O Superego!)... :P
                            "I'd rather learn from one bird how to sing
                            than teach ten thousand stars how not to dance"

                            Associação dos Amigos dos Animais Abandonados da Moita

                            Qual é a confusão?
                            #34

                            Offline SafeLight

                            • *****
                            • Membro Vintage
                            • Género: Masculino
                            • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                              • SafeLight Vídeos
                            A minha única confusão quando percebi que era homossexual foi pensar em como conhecer mais pessoas como eu, porque à minha volta parecia-me tudo tão hetero...  :-[

                            O meu dilema inicial foi diferente..

                            O k me deixou mesmo confuso foi - e devido à ideia fexada k eu tinha em relação à gayness - "ó meu deus! ninguém nunca pode saber disto!"

                            lol k parvinho... mas com 15 anos numa terrinha pekena de portugal... n me parece muito xtranho...

                            Qual é a confusão?
                            #35

                            ur_brokenDoll

                            • Visitante
                            Quando me apercebi que me tinha apaixonado por uma rapariga também me senti confusa, pensei coisas do género: "ah não pode ser, eu sempre pensei em casar e ter filhos blá blá blá"... mas com o tempo fui-me habituando (e foi rápido, bastante até!!) e hoje em dia aquela ideia de família pai-mãe-filhos-casamento-igreja já não faz muito sentido... mesmo se tiver uma relação com um homem não quero mesmo ter essa vidinha tão... típica!! ::) ::)

                              Qual é a confusão?
                              #36

                              EYre

                              • Visitante

                              Bem, o meu coming out foi feito em duas fases. Na primeira fase, na adolescência, eu não me sentia nada confusa qnd pensava que era lésbica. O que me deixava confusa era conviver com uma pseudo-melhor-amiga que me fazia sentir mal pq estava sempre a falar de rapazes e cujo maior desejo era casar e ter filhos, como tem agora, e que me fazia sentir um ET.

                              Na segunda fase o que me fez sentir confusa, ou com os pensamentos menos claros, foi ter gostado de uma rapariga e só ter percebido esse sentimento muito tempo depois. A partir dai as coisas tornatram-se claras para mim. :)

                                Qual é a confusão?
                                #37

                                Offline SafeLight

                                • *****
                                • Membro Vintage
                                • Género: Masculino
                                • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                                  • SafeLight Vídeos
                                Quando me apercebi que me tinha apaixonado por uma rapariga também me senti confusa, pensei coisas do género: "ah não pode ser, eu sempre pensei em casar e ter filhos blá blá blá"... mas com o tempo fui-me habituando (e foi rápido, bastante até!!) e hoje em dia aquela ideia de família pai-mãe-filhos-casamento-igreja já não faz muito sentido... mesmo se tiver uma relação com um homem não quero mesmo ter essa vidinha tão... típica!! ::) ::)

                                eu apercebi-me k tava apaixonado pelo meu colega de carteira do 8 e 9, kuando nos separamos no 10º..

                                foi preciso sentir a falta dakela companhia pra perceber bem o k akilo era... :-[ :-\

                                 :)

                                Qual é a confusão?
                                #38

                                Offline Monchéri

                                • *****
                                • Associad@ Honorári@
                                • Membro Total
                                • Género: Feminino
                                Fui conquistada e conquistei a 1ª rapariga por quem me apaixonei aos poucos. Aconteceu tudo tão naturalmente que não achei estranho o nosso envolvimento emocional e físico. A troca de beijos, de carícias, de palavras de amor surgiam conforme o amor ia crescendo. Penso que não demos conta do que nos estava a acontecer(eramos muito novas) deixámo-nos seguir pelos nossos sentimentos.

                                Era tudo tão natural que não me meteu confusão esse meu envolvimento com a minha melhor amiga, nem me questionei sobre isso na época. Era tudo tão bom. Só pensava nas artimanhas que tinha que inventar, dia após dia, para poder passar mais tempo com ela. ;D

                                A confusão que iá na minha cabeça era o facto de não perceber que a sociedade não nos deixasse amar livremente. Que mal estaríamos nós a fazer? 


                                  Qual é a confusão?
                                  #39

                                  DaRk_WiNgS

                                  • Visitante
                                  A confusão que iá na minha cabeça era o facto de não perceber que a sociedade não nos deixasse amar livremente. Que mal estaríamos nós a fazer?

                                  a minha confusão inicial também foi essa..mas depois não me preocupei com mais nada..e essa confusão deixou de existir aos poucos.. :-\

                                     

                                    Tópicos relacionados

                                      Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                    6 Respostas
                                    2396 Visualizações
                                    Última mensagem 1 de Novembro de 2009
                                    por C'
                                    7 Respostas
                                    2504 Visualizações
                                    Última mensagem 15 de Setembro de 2010
                                    por MRPEC
                                    Confusão...

                                    Iniciado por 3L3KTRA « 1 2 ... 7 8 » Apoio

                                    148 Respostas
                                    17801 Visualizações
                                    Última mensagem 31 de Janeiro de 2012
                                    por JDelgado
                                    5 Respostas
                                    1459 Visualizações
                                    Última mensagem 25 de Abril de 2015
                                    por sleepthrough
                                    trans, confusão mental

                                    Iniciado por euaprocuraderespostas Trans

                                    2 Respostas
                                    558 Visualizações
                                    Última mensagem 27 de Agosto de 2019
                                    por Fernando Pinheiro