rede ex aequo

Olá Visitante23.set.2019, 16:57:23

Autor Tópico: Racismo  (Lida 98165 vezes)

 
Racismo
#700

Offline capa de elias

  • *
  • Novo Membro
  • Banido
Eu posso ser quanto muito a favor do inter-culturalismo, mas NUNCA do multi-culturalismo, pois isso destrói a Identidade do povo portugue.
  PNR EUROPA - Mundialismo, Multiculturalismo, Imigração

    Racismo
    #701

    Offline Symphonic

    • *****
    • Orador(a)
    • Membro Elite
    • Género: Masculino
    • "Does your mother know that you're out?"
      • Facebook
    Eu posso ser quanto muito a favor do inter-culturalismo, mas NUNCA do multi-culturalismo, pois isso destrói a Identidade do povo portugue.
     

    Mas já te perguntaste de onde vem a "Identidade" do povo português?

    Já te perguntaste se ela nunca se alterou ou nunca foi influenciada por outras culturas?

      Racismo
      #702

      Offline Green

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      • Just prove the absurd
      Responder
      Eu posso ser quanto muito a favor do inter-culturalismo, mas NUNCA do multi-culturalismo, pois isso destrói a Identidade do povo portugue.
        PNR EUROPA - Mundialismo, Multiculturalismo, Imigração


      Não percebi se isto era irónico ou não. O que tem a identidade do povo português de bom?
        "Now! Start spreading the word
        Now! Make sure the whole world will hear you
        Now! Just prove the absurd
        Now! And don't let nobody stop you..."

        Racismo
        #703

        Offline capa de elias

        • *
        • Novo Membro
        • Banido
        Eu posso ser quanto muito a favor do inter-culturalismo, mas NUNCA do multi-culturalismo, pois isso destrói a Identidade do povo portugue.
         


        Mas já te perguntaste de onde vem a "Identidade" do povo português?

        Já te perguntaste se ela nunca se alterou ou nunca foi influenciada por outras culturas?

        Sim, mas isso também aconteceu com outros povos. Mas actualmente já existe uma unidade etnica estabelecida que é preciso preservar.

          Tantop a imigração em massa como o genocídio cultural que é o multi-culturalismo tem destruído por completo a identidade cultural dos povos europeus. Prova disso é o exemplo da França, a sua selecção parece ser mais de um país africano.


        Responder
        Não percebi se isto era irónico ou não. O que tem a identidade do povo português de bom?

        Tudo, é a nossa identidade, a nossa razão de existir enquanto povo. Temos uma cultura e história riquissima.
        « Última modificação: 8 de Dezembro de 2009 por capa de elias »

          Racismo
          #704

          Offline Symphonic

          • *****
          • Orador(a)
          • Membro Elite
          • Género: Masculino
          • "Does your mother know that you're out?"
            • Facebook
          Eu posso ser quanto muito a favor do inter-culturalismo, mas NUNCA do multi-culturalismo, pois isso destrói a Identidade do povo portugue.
           


          Mas já te perguntaste de onde vem a "Identidade" do povo português?

          Já te perguntaste se ela nunca se alterou ou nunca foi influenciada por outras culturas?

          Sim, mas isso também aconteceu com outros povos. Mas actualmente já existe uma unidade etnica estabelecida que é preciso preservar.



          E antes, não existia também? Andou a mudar durante milhares de anos e agora está pronta para ser congelada?

          Responder

            Tantop a imigração em massa como o genocídio cultural que é o multi-culturalismo tem destruído por completo a identidade cultural dos povos europeus. Prova disso é o exemplo da França, a sua selecção parece ser mais de um país africano.




          LOL Mas estás mesmo a falar a sério? Achas isso um argumento? A seleccção francesa tem tantos jogadores africanos porque os melhores jogadores de futebol franceses são africanos! E, como é óbvio, a França quer é ganhar as competições! E aí os imigrantes ajudam e muito!

            Racismo
            #705

            Offline corema

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            Tantop a imigração em massa como o genocídio cultural que é o multi-culturalismo tem destruído por completo a identidade cultural dos povos europeus. Prova disso é o exemplo da França, a sua selecção parece ser mais de um país africano.

            Eu não sei o que se passa na selecção francesa em termos de nacionalidade dos jogadores, mas parece-me a mim, que para se fazer parte da selecção de futebol tem de se ter nacionalidade, não? Como em Portugal... Na nossa selecção também há jogadores nacionalizados.

            Seja como for, essa coisa de olhar para uma pessoa e por ser branco ou negro, partir do princípio que é ou não africano é um bocado parvo. Eu conheço brancos africanos e negros europeus... De França não posso falar com conhecimento de causa, porque conheço essencialmente como turista, mas não faz parte da definição de português ser-se branco... Seria ridículo considerar tal coisa. Nós somos dos países que mais relação tem com países africanos e a nossa cultura ou "identidade" como gostam de lhe chamar, está intrinsecamente ligada a África. Isto, por razões óbvias, que nos são familiares a todos.

            Aliás, acabei de me lembrar, eu tenho familiares africanos que são brancos, e familiares portugueses e ingleses que são mulatos...

              Racismo
              #706

              Offline capa de elias

              • *
              • Novo Membro
              • Banido
              Os brancos que estão em África são (descendentes) de europeus, logo são europeus. De qualquer forma sou contra as naturalizações, a nossa selecção mais parece a selecção B do Brasil. A atribuição da nacionalidade só se deveria fazer através do jus sanguinis.
              « Última modificação: 25 de Janeiro de 2010 por Moderação Geral »

                Racismo
                #707

                Offline caissico

                • *****
                • Membro Elite
                • Género: Feminino
                • Yin <3
                Se antes vivia praticamente só entre portugueses, lá por acabo encontrava uma brasileira ou um romeno. Desde que mudei de curso, de escola e de cidade/zona. Fiquei na turma mais multicultural até hoje. Desde ucrânia, Guiné, Angola, Moçambique, São Tomé, Paquistão e Claro Portugal ^^
                Somos todos diferentes, mas desde que tenhamos humanidade e nos respeitamos somos todos capazes de conviver...

                Racismo
                #708

                Offline Symphonic

                • *****
                • Orador(a)
                • Membro Elite
                • Género: Masculino
                • "Does your mother know that you're out?"
                  • Facebook
                Os brancos que estão em África são (descendentes) de europeus, logo são europeus. De qualquer forma sou contra as naturalizações, a nossa selecção mais parece a selecção B do Brasil. A atribuição da nacionalidade só se deveria fazer através do jus sanguinis.

                Então nós somos africanos, porque somos descendentes dos primeiros seres humanos que surgiram em África!  ;D
                « Última modificação: 25 de Janeiro de 2010 por Moderação Geral »

                  Oposição acusa Governo na África do Sul por clima de tensão racial
                  #709

                  Offline Henrique14

                  • **
                  • Membro Júnior
                  • Banido
                  http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1559079-5602,00-OPOSICAO+ACUSA+GOVERNO+NA+AFRICA+DO+SUL+POR+CLIMA+DE+TENSAO+RACIAL.html

                  Johanesburgo, 6 abr (EFE).- Todos os partidos da oposição na África do Sul responsabilizam o Governo pelo clima de tensão racial que, segundo eles, permitiu o assassinato do líder africâner Eugene Terreblanche, enquanto o processo judicial sobre seu assassinato iniciou hoje com a acusação dos dois suspeitos.



                  Dois funcionários da fazenda do ultradireitista Terreblanche, um de 28 anos e um menor de 15, foram hoje formalmente acusados por seu assassinato no julgamento de primeira instância de Ventersdorp, na província Noroeste da África do Sul, informou a Procuradoria.



                  Enquanto a audiência se realizava a portas fechadas, do lado de fora do tribunal grupos de centenas de pessoas - um de negros que apoiavam os acusados e outro de brancos simpatizantes de Terreblanche - tiveram que ser separados pela Polícia para evitar incidentes.



                  A Polícia teve que mobilizar uma barreira de arame farpado entre os dois grupos.



                  Os brancos, muitos deles com símbolos nazistas do Movimento de Resistência Africâner (AWB, na sigla em inglês) de Terreblanche, qualificavam de "babuínos" os negros e exibiam cartazes que acusavam o partido governista Congresso Nacional Africano (CNA) pela morte de milhares de granjeiros desde o fim do "apartheid".



                  Os negros, muitos deles do humilde povoado onde residem os dois acusados, se mostravam hostis e cantavam palavras em favor dos réus, aos quais qualificaram de "heróis" e "valentes" por terem assassinado Terreblanche, odiado por sua ideologia racista e defensor da supremacia branca.



                  Apesar da enorme tensão ao redor do tribunal de Ventersdorp, a audiência terminou sem graves incidentes e o juiz agendou para 14 de abril a próxima audiência com os réus, contra os quais foram apresentadas acusações de homicídio, invasão de domicílio, roubo com agravantes e destruição de provas.



                  Segundo o promotor do caso, George Baloyi, os acusados Chris Mahlangu, de 28 anos, e o menor, de 15 anos, serão processados juntos, embora a legislação seja diferente para menores de idade.



                  Em alguma medida, a tensão diminuiu no país em relação às primeiras horas após o assassinato, no domingo passado, principalmente após o AWB, um grupo com um modelo de organização paramilitar, retirar suas ameaças de "vingança" pela morte de seu líder e assegurar agora que não realizarão ações violentas.



                  Apesar disso, todos os partidos opositores responsabilizam o CNA e o Governo, liderado pelo presidente Jacob Zuma, pelo aumento da tensão racial no país, onde há quase 80% de negros, mais de 9% de brancos, pouco menos de 9% de mestiços e cerca de 2,5% de hindus.



                  A líder da oposição, a liberal Helen Zille, pediu hoje uma reunião urgente com Zuma para tratar da questão e, especialmente, sobre o suposto envolvimento do líder da liga juvenil do CNA, Julius Malema, que insiste em entoar canções proibidas de ofensa aos brancos.



                  Tanto Zille como o resto da oposição consideram que Malema, com suas ofensas, insultos e provocações, dirigidas especialmente aos brancos, aumentou as tensões raciais nos últimos meses e criou um clima que propiciou esse assassinato, mas seu partido o defende.



                  O fato ocorreu faltando dois meses para o início na África do Sul da Copa do Mundo de 2010, o que também preocupou as autoridades pela repercussão no exterior e suas possíveis consequências, mas o ministro de Segurança, Nathi Mthethwa, disse hoje que "não há razão para que os turistas fiquem preocupados".


                    Racismo
                    #710

                    Offline Atomic

                    • *****
                    • Membro Ultra
                    • Género: Masculino
                    • Everything changes when you grow old...
                      • Somos Blergh
                    Pessoalmente, eu acho que todos nós somos um pouco racistas e discriminatórios mesmo por mais que não o queiramos ser (mesmo que não atuamos na prática sobre isso). Acho que ganhamos mais em admitir isso e olhar criticamente para nós mesmos e ver de que forma podemos lutar contra os nossos instintos discriminatórios do que fazermos de conta que não discriminamos ninguém em qualquer altura ou qualquer momento.

                    Dito isto, acho inaceitável que opiniões abertamente racistas sejam exprimidas, já não estamos no século xv nem para lá estamos a voltar. Falo sobretudo de questões mais simples como sentirmos receio se virmos um grupo de pessoas negras ou situações semelhantes.

                     

                    Tópicos relacionados

                      Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                    4 Respostas
                    2011 Visualizações
                    Última mensagem 8 de Julho de 2010
                    por Elijah Keat