rede ex aequo

Olá Visitante29.fev.2020, 07:36:00

Autor Tópico: Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS  (Lida 17041 vezes)

 
Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
#20

mgeral

  • Visitante
Aviso

Informamos que se procedeu à união do tópico 'Amplos_Testemunho' a este, uma vez que o seu conteúdo e intuito são semelhantes.

Agradecemos a atenção e pedimos desculpa pelo incómodo,
A Moderação Geral

    Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
    #21

    Offline SafeLight

    • *****
    • Membro Vintage
    • Género: Masculino
    • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
      • SafeLight Vídeos
    AMPLOS @ Tardes da Júlia (TVI, 23 de Março 2010)

    TARDES DA JÚLIA: AMPLOS - MÃES & PAIS P'LA LIBERDADE D'ORIENTAÇÃO SEXUAL
    « Última modificação: 25 de Março de 2010 por SafeLight »

      Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
      #22

      Offline cybergirl

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Feminino
      Ola a todos,

       Quero deixar uma mensagem de parabens, em saber que existe uma associação como a AMPLOS (de pais) de jovens com que preza pelos seus direitos de orientaçao sexual e identidade de genêro! Essas crianças, jovens e adultos precisam de atenção e carinho, para conseguirem um lugar no mundo! Ja chega tanto preconceito, humilhação e ideias erroneas em nossa sociedade, muita dela ignorante! A totalidade de outros paises europeus, ja tomam medidas de ajuda proactiva e activa na sociedade/comunidade como função base da inclusão/inserção por objectivo da busca de tolerancia e respeito por TODOS....

        Quantas criação/jovens/adultos ainda são postos fora de casa por causa da sua orientação sexual ou identidade de genero? Acabam na prostituição, toxicodependencia, trafico humano, etc... E melhor para um pai ou uma mãe ter filho seu na prostiuição ou toxicodependente? É melhor tambem para o estado Português? Ou talvez fosse mais productivo ser aceite como é, estar a trabalhar e dar o seu contributo a sociedade e a seu país?

       Portugal já vai muito tarde no que diz respeito a esses direitos humanos consagrados, mas "mais vale tarde do que nunca"!

        Parabens AMPLOS e tambem a GRIT! Divulguem muito na area da Transexualidade (por ser ainda uma area muito estigmatizada e de uma minoria de minorias e o que passam para ter sua identidade reconhecida e seus devidos documentos de identificação), mostrando que são individuos normais, inteligentes, cheios de energia de viver, mas que nasceram com esse transtorno (não sendo culpa deles ou de seus pais), e no final so almejam integrar na sociedade e crescerem felizes em paz e harmonia principalmente COMO REALMENTE SÃO   ;) , e não como a "sociedade" incorrectamente pretende que sejam, criando um pesadelo na vida desses individuos de inumeros aspectos!

        Aceitar fica muito mais facil que repudiar e fazer com que não existam! Aceitar e ter a coragem de compreender e fazer a mudança necessaria para termos um Portugal mais "civilizado" e "humano", e não ser um desses parentes um dia a processar o Estado Português pelo simples facto de seu filh@ ter sido mais um alvo de homofobia/transfobia ou o seu proprio suicidio neste nosso país!

        :D  
      « Última modificação: 30 de Março de 2010 por cybergirl »

        Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
        #23

        Offline Minimalistic

        • *****
        • Associad@
        • Membro Sénior
        • Género: Masculino
        Mais uma reunião da AMPLOS realizou-se ontem em Lisboa

        18/04/2010 por amplosbo


        in: http://amplosbo.wordpress.com/

        Ontem teve lugar mais uma reunião de mães e  pais da AMPLOS no espaço CES-Lisboa.

        A reunião contou com a presença de 14 pais, a maioria já tinha estado em reuniões anteriores, dois novos pais trouxeram a sua experiência específica, a sua problemática única. Sentimos que há quem venha agora mais sorridente mais descontraído; a forma como as pessoas falam dos filhos e das situações também é mais tranquila, mais solta. Estamos todos a avançar, é notório. Uma das mães veio de propósito do Porto. Outra veio da Lourinhã e chegou muito cedo, cheia de entusiasmo.

        A terapeuta familiar Eunice Neta esteve disponível para encontros individuais com os pais e deu uma grande ajuda na organização do evento.

        Na sessão aberta esteve a psicóloga  Carla Moleiro que de forma calma e muito clara falou de bullying e em particular do bullying homofóbico. Chamou a atenção para a dupla vitimização quando a denúncia do bullying é recebida com atribuição de culpa à vítima. Falou ainda da impreparação do corpo docente para a discussão destas matérias, da necessidade de formação ministrada por especialistas. Através da sua experiência de acompanhamento do Observatório da Educação da rede ex aequo descreveu ainda os aspectos que definem este tipo especifico de agressão continuada e das consequências que pode ter nas vítimas.

        Esta psicóloga sublinhou a importância do apoio dos pais dos jovens LGBT para contrabalançar a situação de risco em que estes se podem ver envolvidos. Os pais não  podem defender os filhos  nas situações de bullying, mas o facto de eles terem pais que os apoiam é fundamental na minimização do sofrimento.

        Esteve também presente o psicólogo e psicoterapeuta Pedro Frazão que ajudou na caracterização desta problemática e mostrou, com a sua presença, o seu apoio continuado à AMPLOS, por nós tão bem vindo!

        Os jovens da rede ex aequo deram alguns testemunhos de situações concretas envolvendo, alunos, professores, funcionários. Apresentaram o Observatório da Educação deste grupo, hoje com acções em todo o país. Na sua exposição referiram os testemunhos que lhes chegam e as dificuldades em construir um cenário mais abrangente para o país dado que muito dos casos são de jovens que assistiram às situações e não dos próprios. Falaram de seguida  nas repercussões que o bullying homofóbico tem nas vítimas que podem ser de depressão, desinteresse pela escola, mas assumir aspectos mais graves que vão da  auto-mutilação ao suicídio.

        Da AMPLOS surgiu a ideia desta associação funcionar como mediador no contacto da rede ex aequo com as associações de pais, actuando caso a caso.

        Uma mãe da AMPLOS descreveu a experiência de exclusão que tem afectado o seu filho numa escola secundária de Lisboa.

        Falou também o agente Belmiro Pimentel do Grupo Identidade X/Y da PSP que relatou o seu caso de vítima de bullying, dentro da profissão, e as dificuldades que a PSP tem tido para incluir este tipo de discriminação no seu trabalho quer nas escolas quer noutros ambientes de actuação. Falou no Grupo por ele criado dentro do sindicato da PSP e de com a pouco e pouco tem vindo a contribuir para mudar as mentalidades dentro da instituição policial.

        Finalmente o Presidente da ILGA, Paulo Corte Real, apresentou os projectos mais recentes desta organização no âmbito desta temática, sublinhando a necessidade de se tratar esta forma espícifica de discriminação, com medidas específicas, não se diluindo no conjunto geral das discriminações. Alertar para esta especificidade e mobilizar várias organizações, tem sido o objectivo da ILGA.

        Falou ainda um membro do blog SerGay reflectindo sobre a informação que lhes chega sobre situações de sofrimento e exclusão e de como é importante o apoio da família. Referiu ainda situações em que um comentário sem importância pode ser entendido como insulto quando a vítima se encontra numa situação de baixa auto-estima.

        O reforço da auto-estima, com o apoio dos pais, ajuda na identificação objectiva das situações de agressão.

        Mais uma vez a AMPLOS agradece ao CES-Lisboa pela cedência do espaço.

          Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
          #24

          Offline SafeLight

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Masculino
          • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
            • SafeLight Vídeos
          AMPLOS @ Jornal Nacional (TVI, 25 de Abril 2010)

          JORNAL NACIONAL: AMPLOS (Famílias Fora do Armário)

          Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
          #25

          Offline SafeLight

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Masculino
          • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
            • SafeLight Vídeos
          Contrastes - As Cores do Arco-Íris (1/5)

          Contrastes - As Cores do Arco-Íris (2/5)

          Contrastes - As Cores do Arco-Íris (3/5)

          Contrastes - As Cores do Arco-Íris (4/5)

          Contrastes - As Cores do Arco-Íris (5/5)

          Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
          #26

          Offline SofiaDiener

          • ****
          • Membro Sénior
          • Género: Feminino
          • caixotedetralha.blogspot.com
            • Caixote de Tralha
          Vai haver uma reunião da AMPLOS no proximo sabado, dia 12 de JUNHO – 15h – Encontro de pais da AMPLOS e Assembleia Geral de sócios, APF – Rua de Eça de Queirós, 30 – 1º  - Lisboa

          A minha mãe pediu-m para ir com ela, para ela não ir sozinha. Obvio que disse que sim. Queria saber se mais alguem da rede vai...

          beijinhos a todos
          Sofia
            - sejam felizes -

            Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
            #27

            Offline Soul Survivor

            • *****
            • Associad@
            • Membro Sénior
            • Género: Masculino
            Estas reuniões podem ser assistidas por pessoas para além dos pais?

            Ou seja, por exemplo, os meus pais não sabem de mim, no entanto, eu próprio tenho alguma curiosidade em assistir a uma destas reuniões, isso seria possível?  :)
              you only see what your eyes want to see

              Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
              #28

              Offline SofiaDiener

              • ****
              • Membro Sénior
              • Género: Feminino
              • caixotedetralha.blogspot.com
                • Caixote de Tralha
              Estas reuniões podem ser assistidas por pessoas para além dos pais?

              Ou seja, por exemplo, os meus pais não sabem de mim, no entanto, eu próprio tenho alguma curiosidade em assistir a uma destas reuniões, isso seria possível?  :)

              Olá,
              Só fui a uma reunião, mas teve duas partes, uma em que estão só os pais e conversam entre eles e outra em que os filhos tambem podem assistir. Julgo que a esta segunda parte tambem poderás assistir, mas pergunta á propria AMPLOS...não sei

              beijinhos
              Sofia
                - sejam felizes -

                Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                #29

                Offline Atzecs

                • *****
                • Membro Vintage
                • Género: Masculino
                Estas reuniões podem ser assistidas por pessoas para além dos pais?

                Ou seja, por exemplo, os meus pais não sabem de mim, no entanto, eu próprio tenho alguma curiosidade em assistir a uma destas reuniões, isso seria possível?  :)

                Olá,
                Só fui a uma reunião, mas teve duas partes, uma em que estão só os pais e conversam entre eles e outra em que os filhos tambem podem assistir. Julgo que a esta segunda parte tambem poderás assistir, mas pergunta á propria AMPLOS...não sei

                beijinhos
                Sofia

                Exactamente - tanto quanto conheço da AMPLOS o seu trabalho é desenvolvido numa primeira parte para todos e uma segunda só com pais, para a facilidade de comunicação ser maior.

                  Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                  #30

                  Offline gravity

                  • ****
                  • Membro Sénior
                  • Género: Feminino
                    • Facebook
                  Que bom haver algo assim  :)
                  Pensei que podia dizer aos meus pais como funciona a associação e convidá-los a ir assistir a uma reunião.
                  Os meus pais aceitam-me mas penso que precisam de um pouco de apoio por ser uma coisa tão recente para eles.
                  Acham que devem ser os filhos a tentar que os pais se envolvam ou que devem ser os pais, a seu tempo, a procurar ajuda?

                    Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                    #31

                    Marij

                    • Visitante
                    Que bom haver algo assim  :)
                    Pensei que podia dizer aos meus pais como funciona a associação e convidá-los a ir assistir a uma reunião.
                    Os meus pais aceitam-me mas penso que precisam de um pouco de apoio por ser uma coisa tão recente para eles.
                    Acham que devem ser os filhos a tentar que os pais se envolvam ou que devem ser os pais, a seu tempo, a procurar ajuda?


                    Faço a mesma pergunta...


                      Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                      #32

                      Offline SofiaDiener

                      • ****
                      • Membro Sénior
                      • Género: Feminino
                      • caixotedetralha.blogspot.com
                        • Caixote de Tralha
                      Que bom haver algo assim  :)
                      Pensei que podia dizer aos meus pais como funciona a associação e convidá-los a ir assistir a uma reunião.
                      Os meus pais aceitam-me mas penso que precisam de um pouco de apoio por ser uma coisa tão recente para eles.
                      Acham que devem ser os filhos a tentar que os pais se envolvam ou que devem ser os pais, a seu tempo, a procurar ajuda?


                      Faço a mesma pergunta...




                      Acho que os pais devem saber que essa ajuda existe. As vezes não a procuram por acharem que não existe um grupo que se reune sobre o assunto. Porque não falam sobre a AMPLOS? Não numa de "quero que vas" mas numa de "se quiseres falar com outros pais, aqui tens".

                      Beijinhos
                      Sofia
                        - sejam felizes -

                        Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                        #33

                        Offline SafeLight

                        • *****
                        • Membro Vintage
                        • Género: Masculino
                        • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                          • SafeLight Vídeos
                        Fundadora da Associação de Mães & Pais de LGBT's do Brasil Entrevistada por Jô Soares!

                        Edith Modesto no Jô 1

                        Edith Modesto em entrevista no Programa do Jô -- parte 2

                        Edith Modesto em entrevista no Programa do Jô -- parte 3

                        Edith Modesto em entrevista no Programa do Jô -- parte 4 (Embedding disabled, limit reached)
                        Edith Modesto em entrevista no Programa do Jô -- parte 5 (Embedding disabled, limit reached)
                        « Última modificação: 30 de Agosto de 2010 por SafeLight »

                          Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                          #34

                          Offline SafeLight

                          • *****
                          • Membro Vintage
                          • Género: Masculino
                          • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
                            • SafeLight Vídeos
                          CONTRASTES: AMPLOS (As Cores Do Arco-Íris) (Embedding disabled, limit reached)

                          Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                          #35

                          Offline ttorres

                          • ****
                          • Associad@
                          • Membro Sénior
                          • Género: Masculino
                          • I have SPOKEN!
                          Foi através da AMPLOS e dos links no seu site, mais concretamente, que eu vim a conhecer a rede ex-aequo há cerca de um ano atrás. ;D

                          É curioso como estas coisas acontecem..entretanto também já fui vendo algumas das entrevistas realizadas no programa da Júlia Pinheiro a propósito da associação: merecem todos os parabéns!! :up

                            Associação de Mães e Pais de Jovens LGBT - AMPLOS
                            #36

                            Offline Tavares

                            • *****
                            • Direção
                            • Membro Total
                            Estou a planear em levar a minha mãe à Amplos.


                            Acho que pode ser uma grande ajuda para qualquer pessoa que tenha filhes LGBTI!
                              Se pensas que és pequene demais para fazer a diferença tenta dormir com um mosquito no teu quarto :P

                               

                              Tópicos relacionados

                                Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                              22 Respostas
                              6242 Visualizações
                              Última mensagem 27 de Agosto de 2011
                              por kathy oliveira
                              2 Respostas
                              967 Visualizações
                              Última mensagem 14 de Maio de 2012
                              por Spektrum
                              9 Respostas
                              1803 Visualizações
                              Última mensagem 23 de Maio de 2013
                              por Endovélico
                              1 Respostas
                              1014 Visualizações
                              Última mensagem 19 de Agosto de 2013
                              por SofiaDiener
                              0 Respostas
                              1870 Visualizações
                              Última mensagem 9 de Janeiro de 2014
                              por rede ex aequo