rede ex aequo

Olá Visitante27.fev.2021, 10:20:04

Autor Tópico: A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"  (Lida 40768 vezes)

 
A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
#100

exibe-te.com

  • Visitante
Pois eu sou da opinião que todos temos um pouco de exibicionistas, às vezes a sociedade é que rotula com facilidade demais, faz juízos de valor, e o facto de uma pessoa se mostrar passa logo a exibição (com uma conotação negativa)

    A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
    #101

    hal

    • Visitante
    Se um casal heterossexual se exibe num jardim público quando ficam aos beijos durante horas porque é que não o posso fazer? Porque eles estão "entusiasmados" e eu sou uma exibicionista que não quer fazer mais nada além de chocar as pessoas com a minha "opção" de vida? :inq

    Completamente de acordo.  :)

      A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
      #102

      Offline lost_head

      • *****
      • Membro Elite
      • Género: Feminino
      • Egasssssssssssss:)
      Se um casal heterossexual se exibe num jardim público quando ficam aos beijos durante horas porque é que não o posso fazer? Porque eles estão "entusiasmados" e eu sou uma exibicionista que não quer fazer mais nada além de chocar as pessoas com a minha "opção" de vida? :inq

      Completamente de acordo.  :)

      nem mais [smiley=martelo.gif]
      uma das coisas k me deixe triste e irritada é saber k vou na rua com a minha namorada e ñ lhe poss dar a mão ou dar-lhe 1 bj...pq fica td a olhar e alguem conhecido pode ver...é frustrante...um casal hetero faz td e mais alguma coisa e ninguem diz nd!!

        A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
        #103

        Offline cacao

        • *****
        • Associad@ Honorári@
        • Membro Vintage
        • Género: Feminino
        • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
          • Mais sobre mim...
        uma das coisas k me deixe triste e irritada é saber k vou na rua com a minha namorada e ñ lhe poss dar a mão ou dar-lhe 1 bj...pq fica td a olhar e alguem conhecido pode ver...é frustrante...um casal hetero faz td e mais alguma coisa e ninguem diz nd!!

        Muitos LGB já fazem demosntrações de afecto em público e ninguém lhes diz nada. Se mais e mais perdesse medos e vergonhas passaria a ser banal. Comum aos olhos de todos.

        PS. Muitas pessoas já nem olham para o facto de serem dois homens ou duas mulheres e se o fazem esboçam um sorriso. Quanto a insultos também os há porque os há em todas as vertentes das nossas vidas.
          Another one will bite the dust...

          "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

          "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

          A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
          #104

          hal

          • Visitante
          Muitos LGB já fazem demosntrações de afecto em público e ninguém lhes diz nada. Se mais e mais perdesse medos e vergonhas passaria a ser banal. Comum aos olhos de todos.

          PS. Muitas pessoas já nem olham para o facto de serem dois homens ou duas mulheres e se o fazem esboçam um sorriso. Quanto a insultos também os há porque os há em todas as vertentes das nossas vidas.

          Eu fui apanhada a beijar a minha namorada no cinema e a funcionária nem abriu a boca!  [smiley=orgulhoso.gif]

          Passámos por ela com um simples sorriso...  ;D

            A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
            #105

            Offline SafeLight

            • *****
            • Membro Vintage
            • Género: Masculino
            • Sinto-me ex aequo com o resto do mundo!
              • SafeLight Vídeos
            na minha optica, são conceitos k não fazem kkr sentido por si só..

            só preciso de respeito..

            A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
            #106

            Offline cacao

            • *****
            • Associad@ Honorári@
            • Membro Vintage
            • Género: Feminino
            • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
              • Mais sobre mim...
            Muitos LGB já fazem demosntrações de afecto em público e ninguém lhes diz nada. Se mais e mais perdesse medos e vergonhas passaria a ser banal. Comum aos olhos de todos.

            PS. Muitas pessoas já nem olham para o facto de serem dois homens ou duas mulheres e se o fazem esboçam um sorriso. Quanto a insultos também os há porque os há em todas as vertentes das nossas vidas.

            Eu fui apanhada a beijar a minha namorada no cinema e a funcionária nem abriu a boca!  [smiley=orgulhoso.gif]

            Passámos por ela com um simples sorriso...  ;D

            Até porque com a boca aberta podia-lhe entrar m mosc ou algo do género e não seria nada agradável...
              Another one will bite the dust...

              "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

              "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

              Re:Opinião sobre o âmbito das Prides...
              #107

              Offline nunno

              • *
              • Novo Membro
              • Género: Masculino
              • simply me...
              Não resisto em dar a minha opinião sobre este assunto....

              Eu sou a favor das manifestações pela reivindicação de direitos e obrigações para o cidadão homossexual...sem duvida que sou a favor disso, e até acho essenciais...

              Acontece que este Modelo de Pride, completamente Americanizado, aliás pelo que sei da história, e emendem-me se estiver errado, nasce precisamente nos EUA, após aqueles conflitos de Stonewall, etc etc...

              Eu acho que uma manifestação é algo muito sério..quando as pessoas se estão a manifestar, a reivindicar alguma coisa, é porque de alguma forma estão a ser injustiçados, prejudicados e maltratados...Daí que eu seja contra este tipo de pride/manif, pois o formato é de festa, com arraiais e tudo à mistura...Ou seja o âmbito é de diversão e de DESFILE...uma manifestação não é um desfile....

              Eu sinceramente não tenho paciencia para andar a festejar nas ruas pelo facto de gay....a Questão do orgulho, na minha opinião é uma americanice...não tenho de ter ou deixar de ter orgulho por ser gay..sou e pronto!!!Ninguem anda a fazer manifestações de orgulho por ser heterossexual!!!!!

              O meu espirito para ir a uma manifestação é de raiva, de indignação, de revolta...afinal estou a ser maltratado por uma sociedade que me exclui e me priva de direitos e obrigações identicas a todos os demais...era essa a postura que eu acho credivel e coerente numa manifestação,isto pela minha condição de homossexual nesta sociedade civil...Jamais tenho espirito e disposição para ir para uma pride deste estilo, de festa, alegria etc etc..Tipo queima das fitas...para beber uns copos....!!!!!

              O que não invalida que as comunidades gays tambem não organizem festividades, eventos etc etc e que convidem a restante população a participar nisso....mas no âmbito de uma manifestação a postura deveria ser de constrangimento....!!!!!


              E deveria haver mais acções..o Dia Mundial do Homossexual, não sei se existe...já que somos uma minoria, porque não um dia de reflexão sobre a nossa natureza e actual condição social...onde se poderiam fazer campanhas de sensibilização, informação (genetica, religiosa, politica etc) distribuição de autocolantes etc etc...

              Contudo acredito, e pelo que o forista PortugalGay disse, que também a a comunicação social é culpada por apenas transmitir o lado festivo das tais prides...Não sei...eu pelo que vejo em fotos, e pelo que me contam...ir a uma Pride é Super Divertido!!!!

              Ora eu às manifestações que fui na vida, certamente não fui para me divertir...

              É apenas uma opiniãooo...

              Abraços


              Eu não concordo totalmente com os desfiles de orgulho gay em Portugal ou no Mundo. Acho que o orgulho é uma variante da nossa maneira de ser que reflecte a nossa postura em sociedade e perante nós mesmos. E pensando assim, acho que é um pouco ridículo desfilar ao longo de uma grande avenida agitando bandeiras e gritando palavras de ordem como se estivessemos a reivindicar os nossos direitos, enquanto homossexuais, negados pela sociedade. Mas os direitos humanos são válidos para qualquer ser humano a partir do momento em que nasce. Aliás, não são destinguidos direitos da pessoa x da pessoa y e por ai a fora... porque partimos dos pressuposto que todos temos os mesmos direitos e existe igualdade entre todos os seres humanos. Agora, o que pode complicar mais as coisas é a aceitação da sociedade pelos homossexuais, como se tivessemos que ser submetidos a um processo de aceitação por um comité consultivo ou multidisciplinar... o que mais uma vez é ridiculo. Ora, onde quero chegar é ao seguinte: não somos nós que devemos reclamar algo que há partida já nos está garantido em pé de igualdade para com todas as criaturas vivas deste mundo, mas é a maneira de ser da sociedade homofóbica que deve mudar. Agora, devemos ser nós a mudá-la? Na minha opinião não. Porque estariamos a agir como se fossemos uma minoria, como se fossemos obrigados a suprimir tal efeito que menosprezo. Acho que as tais 'pride parades' valorizam ao extremo esta problemática, acabando ás vezes por cair no ridiculo comum. É obvio que estes assuntos devems ser descutidos porque até têm certa relevância para serem questionados. Mas precisamos nós verdadeiramente de justificar à sociedade que somos quem somos e porquê? Ou devemos antes pensar com nós próprios que somos nós que vivemos a nossa vida, e que não é preciso uma manifestação nem muito menos desfile para justificar que estamos felizes a alguém? Acho que acima de tudo temos que nos aceitar a nós próprios. Se a sociedade (homofóbica) não nos aceitar, são eles que estão errados e não nós e devemos preocupar-nos sempre e em primeiro lugar com o facto de estarmos bem como somos.  :)  Se lhes conseguirmos fazer ver que não estão correctos e despromover o seu etnocentrismo (que acaba mais por ser estupidez), ainda melhor  ;)  :P
                nunno.

                A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                #108

                Offline betogay

                • **
                • Membro Júnior
                • Género: Masculino
                Responder
                Eu não concordo totalmente com os desfiles de orgulho gay em Portugal ou no Mundo. Acho que o orgulho é uma variante da nossa maneira de ser que reflecte a nossa postura em sociedade e perante nós mesmos. E pensando assim, acho que é um pouco ridículo desfilar ao longo de uma grande avenida agitando bandeiras e gritando palavras de ordem como se estivessemos a reivindicar os nossos direitos, enquanto homossexuais, negados pela sociedade. Mas os direitos humanos são válidos para qualquer ser humano a partir do momento em que nasce. Aliás, não são destinguidos direitos da pessoa x da pessoa y e por ai a fora... porque partimos dos pressuposto que todos temos os mesmos direitos e existe igualdade entre todos os seres humanos. Agora, o que pode complicar mais as coisas é a aceitação da sociedade pelos homossexuais, como se tivessemos que ser submetidos a um processo de aceitação por um comité consultivo ou multidisciplinar... o que mais uma vez é ridiculo. Ora, onde quero chegar é ao seguinte: não somos nós que devemos reclamar algo que há partida já nos está garantido em pé de igualdade para com todas as criaturas vivas deste mundo, mas é a maneira de ser da sociedade homofóbica que deve mudar. Agora, devemos ser nós a mudá-la? Na minha opinião não. Porque estariamos a agir como se fossemos uma minoria, como se fossemos obrigados a suprimir tal efeito que menosprezo. Acho que as tais 'pride parades' valorizam ao extremo esta problemática, acabando ás vezes por cair no ridiculo comum. É obvio que estes assuntos devems ser descutidos porque até têm certa relevância para serem questionados. Mas precisamos nós verdadeiramente de justificar à sociedade que somos quem somos e porquê? Ou devemos antes pensar com nós próprios que somos nós que vivemos a nossa vida, e que não é preciso uma manifestação nem muito menos desfile para justificar que estamos felizes a alguém? Acho que acima de tudo temos que nos aceitar a nós próprios. Se a sociedade (homofóbica) não nos aceitar, são eles que estão errados e não nós e devemos preocupar-nos sempre e em primeiro lugar com o facto de estarmos bem como somos. Se lhes conseguirmos fazer ver que não estão correctos e despromover o seu etnocentrismo (que acaba mais por ser estupidez), ainda melhor
                 

                Subscrevo  lol


                betogay

                  Re:Opinião sobre o âmbito das Prides...
                  #109

                  Offline Phoenix

                  • *****
                  • Membro Elite
                  • Género: Masculino
                  • Non ducor, duco
                  Não resisto em dar a minha opinião sobre este assunto....

                  Eu sou a favor das manifestações pela reivindicação de direitos e obrigações para o cidadão homossexual...sem duvida que sou a favor disso, e até acho essenciais...

                  Acontece que este Modelo de Pride, completamente Americanizado, aliás pelo que sei da história, e emendem-me se estiver errado, nasce precisamente nos EUA, após aqueles conflitos de Stonewall, etc etc...

                  Eu acho que uma manifestação é algo muito sério..quando as pessoas se estão a manifestar, a reivindicar alguma coisa, é porque de alguma forma estão a ser injustiçados, prejudicados e maltratados...Daí que eu seja contra este tipo de pride/manif, pois o formato é de festa, com arraiais e tudo à mistura...Ou seja o âmbito é de diversão e de DESFILE...uma manifestação não é um desfile....

                  Eu sinceramente não tenho paciencia para andar a festejar nas ruas pelo facto de gay....a Questão do orgulho, na minha opinião é uma americanice...não tenho de ter ou deixar de ter orgulho por ser gay..sou e pronto!!!Ninguem anda a fazer manifestações de orgulho por ser heterossexual!!!!!

                  O meu espirito para ir a uma manifestação é de raiva, de indignação, de revolta...afinal estou a ser maltratado por uma sociedade que me exclui e me priva de direitos e obrigações identicas a todos os demais...era essa a postura que eu acho credivel e coerente numa manifestação,isto pela minha condição de homossexual nesta sociedade civil...Jamais tenho espirito e disposição para ir para uma pride deste estilo, de festa, alegria etc etc..Tipo queima das fitas...para beber uns copos....!!!!!

                  O que não invalida que as comunidades gays tambem não organizem festividades, eventos etc etc e que convidem a restante população a participar nisso....mas no âmbito de uma manifestação a postura deveria ser de constrangimento....!!!!!


                  E deveria haver mais acções..o Dia Mundial do Homossexual, não sei se existe...já que somos uma minoria, porque não um dia de reflexão sobre a nossa natureza e actual condição social...onde se poderiam fazer campanhas de sensibilização, informação (genetica, religiosa, politica etc) distribuição de autocolantes etc etc...

                  Contudo acredito, e pelo que o forista PortugalGay disse, que também a a comunicação social é culpada por apenas transmitir o lado festivo das tais prides...Não sei...eu pelo que vejo em fotos, e pelo que me contam...ir a uma Pride é Super Divertido!!!!

                  Ora eu às manifestações que fui na vida, certamente não fui para me divertir...

                  É apenas uma opiniãooo...

                  Abraços


                  Eu não concordo totalmente com os desfiles de orgulho gay em Portugal ou no Mundo. Acho que o orgulho é uma variante da nossa maneira de ser que reflecte a nossa postura em sociedade e perante nós mesmos. E pensando assim, acho que é um pouco ridículo desfilar ao longo de uma grande avenida agitando bandeiras e gritando palavras de ordem como se estivessemos a reivindicar os nossos direitos, enquanto homossexuais, negados pela sociedade. Mas os direitos humanos são válidos para qualquer ser humano a partir do momento em que nasce. Aliás, não são destinguidos direitos da pessoa x da pessoa y e por ai a fora... porque partimos dos pressuposto que todos temos os mesmos direitos e existe igualdade entre todos os seres humanos. Agora, o que pode complicar mais as coisas é a aceitação da sociedade pelos homossexuais, como se tivessemos que ser submetidos a um processo de aceitação por um comité consultivo ou multidisciplinar... o que mais uma vez é ridiculo. Ora, onde quero chegar é ao seguinte: não somos nós que devemos reclamar algo que há partida já nos está garantido em pé de igualdade para com todas as criaturas vivas deste mundo, mas é a maneira de ser da sociedade homofóbica que deve mudar. Agora, devemos ser nós a mudá-la? Na minha opinião não. Porque estariamos a agir como se fossemos uma minoria, como se fossemos obrigados a suprimir tal efeito que menosprezo. Acho que as tais 'pride parades' valorizam ao extremo esta problemática, acabando ás vezes por cair no ridiculo comum. É obvio que estes assuntos devems ser descutidos porque até têm certa relevância para serem questionados. Mas precisamos nós verdadeiramente de justificar à sociedade que somos quem somos e porquê? Ou devemos antes pensar com nós próprios que somos nós que vivemos a nossa vida, e que não é preciso uma manifestação nem muito menos desfile para justificar que estamos felizes a alguém? Acho que acima de tudo temos que nos aceitar a nós próprios. Se a sociedade (homofóbica) não nos aceitar, são eles que estão errados e não nós e devemos preocupar-nos sempre e em primeiro lugar com o facto de estarmos bem como somos.  :)  Se lhes conseguirmos fazer ver que não estão correctos e despromover o seu etnocentrismo (que acaba mais por ser estupidez), ainda melhor  ;)  :P
                  A minha interpretação ao ler o teu post quase que se resume a que devemos nos calar sobre todos os direitos que "somos privados" e sobre as discrimanações que "sofremos".  :-\
                        

                    A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                    #110

                    Offline nunno

                    • *
                    • Novo Membro
                    • Género: Masculino
                    • simply me...
                    não! longe de mim! acredito que a minha opinião não tenha sido lá muito bem expressa e não quero levar a mas interpretacoes do meu post (eu nao tou habituado a escrever em foruns). eu disse no post que, apesar da minha opiniao, estas problematicas devem ser reflectidas e problematizadas. alias, nem quero com isso dizer que nao nos devemos manifestar. mas so k as vezes nao se justificam muitas manifestacoes que acabam por ser mais desfiles... apenas quero dizer que, no seguimento do topico, estas manifestacoes nao se justificam pelo orgulho e exibixionismo, que acabam por transpor uma imagem que nao sera a mais correcta, acabando quase por parecer que estamos ali na manidestacao porque somos diferentes, o que é um pouco contraditorio. é certo que somos diferentes na opcao sexual mas, por sua vez, esta nao condena a diferença. alias, por aquilo que li desde que estou inscrito neste forum, todos os esforcos sao feitos para que nos sintamos em ex-aequo com o resto do mundo. empatados, no sentido literal da palavra. iguais num mundo de diferencas mas k nao sao descriminatorias da nossa identidade...
                    em relacao aos direitos e aos deveres e ao facto de nos sentirmos diferentes e a tudo a si inerente, prefiro deixar para outro topico que seja mais coerente com o assunto, pa nao nos alargarmos...

                    espero ter sido mais claro desta vez e peco desculpa por ter sido demasiado confuso ao explicar...  :up

                    abracos
                      nunno.

                      A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                      #111

                      Offline cacao

                      • *****
                      • Associad@ Honorári@
                      • Membro Vintage
                      • Género: Feminino
                      • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                        • Mais sobre mim...
                      Confesso que às vezes, demasiadas (infelizmente), fico perplexa com o que encontro aqui no fórum. Se não faz sentido para muitos de vós marchas que reivindiquem os nossos direitos então tão pouco deveria fazer sentido este fórum e a associação rede ex aequo. É que as pessoas que marcham, são as mesmas que se juntaram para criar este espaço e esta associação, mas já vi que todos encaram muito bem o vosso dia-a-dia e não necessitam qualquer tipo de apoio ou luta por direitos igual.

                      Fico contente em sabê-lo (NOT).

                       >:(

                      Não há pior b****** que a bicha que critica outros LGBT e não tem espelhos em casa.
                        Another one will bite the dust...

                        "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                        "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                        A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                        #112

                        Wasserfest

                        • Visitante
                        Se não faz sentido para muitos de vós marchas que reivindiquem os nossos direitos então tão pouco deveria fazer sentido este fórum e a associação rede ex aequo.

                        Falo por mim mas acho que muitos se poderao rever nas minhas palavras. A questão não é se faz sentido ou não uma marcha, para mim faz sentido, no entanto muitos talvez discordem de a forma como elas são organizadas ou dizendo melhor da imagem que passa para o exterior, imagem esta tantas vezes deturpada e hiperbolizada como uma imagem lasciva e ordinária. No entanto acho que a Marcha do Porto, pelo que vi, teve uma óptima ideia (a das máscaras), e era esse tipo de Marchas que eu gostaria de ver, no entanto a minha opinião vale o que vale  ;)

                          A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                          #113

                          Offline cacao

                          • *****
                          • Associad@ Honorári@
                          • Membro Vintage
                          • Género: Feminino
                          • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                            • Mais sobre mim...
                          Se não faz sentido para muitos de vós marchas que reivindiquem os nossos direitos então tão pouco deveria fazer sentido este fórum e a associação rede ex aequo.

                          Falo por mim mas acho que muitos se poderao rever nas minhas palavras. A questão não é se faz sentido ou não uma marcha, para mim faz sentido, no entanto muitos talvez discordem de a forma como elas são organizadas ou dizendo melhor da imagem que passa para o exterior, imagem esta tantas vezes deturpada e hiperbolizada como uma imagem lasciva e ordinária. No entanto acho que a Marcha do Porto, pelo que vi, teve uma óptima ideia (a das máscaras), e era esse tipo de Marchas que eu gostaria de ver, no entanto a minha opinião vale o que vale  ;)

                          Lasciva e ordinária?!... Desculpa, mas como vi que não falamos do mesmo a minha argumentação termina aqui. Resta apenas dizer que todas as marchas realizadas em Portugal - LISBOA - não distam das realizadas no Porto.
                            Another one will bite the dust...

                            "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                            "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                            A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                            #114

                            Wasserfest

                            • Visitante
                            Se não faz sentido para muitos de vós marchas que reivindiquem os nossos direitos então tão pouco deveria fazer sentido este fórum e a associação rede ex aequo.

                            Falo por mim mas acho que muitos se poderao rever nas minhas palavras. A questão não é se faz sentido ou não uma marcha, para mim faz sentido, no entanto muitos talvez discordem de a forma como elas são organizadas ou dizendo melhor da imagem que passa para o exterior, imagem esta tantas vezes deturpada e hiperbolizada como uma imagem lasciva e ordinária. No entanto acho que a Marcha do Porto, pelo que vi, teve uma óptima ideia (a das máscaras), e era esse tipo de Marchas que eu gostaria de ver, no entanto a minha opinião vale o que vale  ;)

                            Lasciva e ordinária?!... Desculpa, mas como vi que não falamos do mesmo a minha argumentação termina aqui. Resta apenas dizer que todas as marchas realizadas em Portugal - LISBOA - não distam das realizadas no Porto.

                            Peço-te que entendas que eu não disse que a marcha era lasciva e ordinaria, apenas disse que a comunicação social muitas vezes tenta passar essa imagem acentuando-a da forma que pode. E eu digo isto porque foi a ideia com que eu fiquei dos vários anos de espectador de sofá. Porem tenho a noção que a imagem real é diferente da imagem concebida....

                              A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                              #115

                              Offline cacao

                              • *****
                              • Associad@ Honorári@
                              • Membro Vintage
                              • Género: Feminino
                              • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                                • Mais sobre mim...
                              Mas se os media disserem que dão carros no fundo do poço vais a correr saltar para dentro do mesmo?! ;)
                                Another one will bite the dust...

                                "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                                "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                                A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                                #116

                                Wasserfest

                                • Visitante
                                Mas se os media disserem que dão carros no fundo do poço vais a correr saltar para dentro do mesmo?! ;)

                                Eu não ia porque já sou uma pessoa minimamente esclarecida, mas ambos sabemos que muita gente iria. Infelizmente a comunicação social é um meio muito poderoso, e infelizmente porque a maior parte das vezes consegue passar a imagem errada, em vez de usar a sua influencia para mudar o panorama para algo mais positivo.
                                Nós que estamos dentro do assunto por assim dizer, não podemos de qualquer forma achar que as pessoas que nunca se confrontaram com o tema da homossexualidade tenham a capacidade de julgamento que nós temos ao ver tais imagens  ;)

                                  A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                                  #117

                                  Offline cacao

                                  • *****
                                  • Associad@ Honorári@
                                  • Membro Vintage
                                  • Género: Feminino
                                  • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                                    • Mais sobre mim...
                                  Mas se os media disserem que dão carros no fundo do poço vais a correr saltar para dentro do mesmo?! ;)

                                  Eu não ia porque já sou uma pessoa minimamente esclarecida, mas ambos sabemos que muita gente iria. Infelizmente a comunicação social é um meio muito poderoso, e infelizmente porque a maior parte das vezes consegue passar a imagem errada, em vez de usar a sua influencia para mudar o panorama para algo mais positivo.
                                  Nós que estamos dentro do assunto por assim dizer, não podemos de qualquer forma achar que as pessoas que nunca se confrontaram com o tema da homossexualidade tenham a capacidade de julgamento que nós temos ao ver tais imagens  ;)

                                  Porque dizes que ambos sabemos?

                                  Eu estou por dentro do assunto. Tu estás? ;)
                                    Another one will bite the dust...

                                    "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                                    "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                                    A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                                    #118

                                    Wasserfest

                                    • Visitante
                                    Mas se os media disserem que dão carros no fundo do poço vais a correr saltar para dentro do mesmo?! ;)

                                    Eu não ia porque já sou uma pessoa minimamente esclarecida, mas ambos sabemos que muita gente iria. Infelizmente a comunicação social é um meio muito poderoso, e infelizmente porque a maior parte das vezes consegue passar a imagem errada, em vez de usar a sua influencia para mudar o panorama para algo mais positivo.
                                    Nós que estamos dentro do assunto por assim dizer, não podemos de qualquer forma achar que as pessoas que nunca se confrontaram com o tema da homossexualidade tenham a capacidade de julgamento que nós temos ao ver tais imagens  ;)

                                    Porque dizes que ambos sabemos?

                                    Eu estou por dentro do assunto. Tu estás? ;)

                                    Porque sei que tu estás e sei que eu com toda a informação que aqui absorvi tambem estou  ;)

                                      A questão do "orgulho" e do "exibicionismo"
                                      #119

                                      Offline v

                                      • *****
                                      • Associad@ Honorári@
                                      • Membro Elite
                                      • Género: Feminino
                                      You say tomato, I say tomátó.


                                      Thing is, a questão é que as pessoas envolvidas no activismo e por sua vez participação nas marchas têm uma opinião e fundamento para uma visão mais abrangente do que se passa nas marchas. Porque cria, organiza, participa, vê. Tem uma visão a 200%... quem está apenas a participar tem uma visão de 80 a 90% do que se passa.

                                      Mas ao ter uma visão de 200% pode não ver percentagens do que é assimilado por quem vê 90% e vice versa.

                                      É óbvio que houve evolução nas marchas, mas o conceito geral... é sempre o mesmo. Será que isso no final é benéfico?
                                      Certo, revindicar as mesmas questões pois são as mesmas (ou quase todas), mas a forma como é feito, está a surtir efeito? A mensagem que se quer passar, está a ser efectivamente assimilada? O que se pode fazer de novo? Em que moldes? Que meios? No que é que as associações podem melhorar num esforço conjunto efectivo? Como tornar o panorama actual das associações LGBT mais coerente e unitário ao nível da imagem que é transmitida ao público?

                                      São perguntas que devem ser efectuadas. E deixarmo-nos (regra geral) do mostra ou não a cara, daquele ou este que está com lantejoulas ou não numa única marcha. Penso que no contexto nacional surte pouco efeito prático, pois os problemas vêm de raiz e não numa avenida.

                                      Cada vez mais me cansa o criticismo desprovido de acção efectiva. Sugestiva.

                                      Por exemplo... simples métodos de comunicação. LGBT, acham que quem vê esta sigla sabe imediatamente sobre o que se trata?
                                      Será que a marcha é o 'produto' mais eficáz na luta pelos direitos das associações? Há outros meios mais eficázes? Se sim, quais?








                                         

                                        Tópicos relacionados

                                          Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                        2 Respostas
                                        1593 Visualizações
                                        Última mensagem 29 de Abril de 2010
                                        por DaiNew
                                        0 Respostas
                                        1408 Visualizações
                                        Última mensagem 19 de Junho de 2014
                                        por mchambel
                                        9 Respostas
                                        2113 Visualizações
                                        Última mensagem 26 de Junho de 2016
                                        por T-Rex
                                        2 Respostas
                                        997 Visualizações
                                        Última mensagem 4 de Março de 2018
                                        por Atomic
                                        Série "You"

                                        Iniciado por Mónicasas Séries

                                        0 Respostas
                                        517 Visualizações
                                        Última mensagem 2 de Fevereiro de 2020
                                        por Mónicasas