rede ex aequo

Olá Visitante26.out.2020, 04:35:02

Autor Tópico: .::Mãe sem preconceito::.  (Lida 77755 vezes)

 
.::Mãe sem preconceito::.
#0

Offline bluejazz

  • *****
  • Associad@ Honorári@
  • Membro Vintage
  • Género: Feminino
    • Homofobia
Quinta-feira, Outubro 23, 2003
 
O começo do blog da Mãe sem Preconceito

E agora? Descobri que meu filho é gay. A partir deste dia, quando meu filho contou a mim, que era gay, tudo mudou em minha vida. Aqui começa o meu relato, a história da vida de uma mãe de um filho gay. Com este blog, quero repartir com todos, as coisas que senti, vivi e que me deram muitas experiências de vida. A partir de agora, vocês vão conhecer minha história, poderão compartilhar juntos tudo que passei em meu coração, e como aprendi a amar meu filho . Espero que meus relatos, sirvam de ensinamento para muitos pais e mães de filhos gays e lésbicas, e que com isso eles possam perceber o amor que um filho gay merece.

Este espaço será atualizado semanalmente, onde colocarei em partes, história e momentos da minha vida e do meu filho.

Até semana que vem

enviado pela MAE SEM PRECONCEITO 1:05 PM

http://www.maesempreconceito.blogger.com.br
    "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

    Re:.::Mãe sem preconceito::.
    #1

    Offline bluejazz

    • *****
    • Associad@ Honorári@
    • Membro Vintage
    • Género: Feminino
      • Homofobia
    Sexta-feira, Outubro 24, 2003

    Capítulo I - Início de uma vida

     Que dia mais feliz !!! Descobri que estou grávida. Será menino ou menina? Não importa, só sei que estou com um ser muito especial e importante dentro do meu ventre. O tempo passa, e sempre desejava somente uma coisa: Ter meu filho perfeito, independente de qualquer outra coisa. Finalmente chegou o grande dia de minha vida: o fim da gestação, o momento do parto. Comecei a sentir as dores dois dias antes do parto, e fui logo ao hospital, chegando lá já com dilatação, me internei e fiquei em observação. No dia seguinte, fiquei o dia inteiro em trabalho de parto, porém escondendo da equipe médica que eu estava com dor, pois meu grande intuito, era impedir que meu filho nascesse no dia "24". Por que? A sociedade tem uma visão arcaica de que o número 24 é a representação imaginativa do homossexual, devido a vários fatores. Particularmente, me preocupava, pois caso ele nascesse neste dia, meu filho ou minha filha ( que ainda não sabia o sexo, pois naquela época as ultrasonografias eram muito caras e eu não tinha condições para pagar) seria motivo de chacotas e encarnações no colégio durante toda a sua vida. Segurei o parto o máximo que pude,dizendo persistentemente aos médicos que não estava com dores, para passar logo aquele momento e ele nascer no próximo dia. Meu filho nasceu logo pela manhã do dia seguinte. Ele era um menino-homem lindo, robusto e sadio. Quando o médico disse para mim: "-É um menino". Senti uma satisfação muito grande ao ver meu filho, perfeito, ali na minha frente. Chorando e cheio de fome. As enfemeiras levaram-no para seu primeiro banho. Após trouxeram ele a mim, quando puder sentir sua pele rosada contra meu peito pela primeira vez. Foi quando amamentei meu filho pela primeira vez, já na enfermaria. Olhei para ele e senti uma grande emoção, chorando muito lhe disse: "-Vou te amar sempre, em toda a minha vida e você será um grande homem."

    Meu filho estava vivo, ali junto a mim. Que alegria !!!

    enviado pela MAE SEM PRECONCEITO 6:43 PM

    http://www.maesempreconceito.blogger.com.br
      "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

      Re:.::Mãe sem preconceito::.
      #2

      Offline bluejazz

      • *****
      • Associad@ Honorári@
      • Membro Vintage
      • Género: Feminino
        • Homofobia
      Quinta-feira, Novembro 13, 2003

      Capítulo II - O tempo vai passando

      Recebi alta do hospital. Meu filho e eu podemos agora ir para nossa casa. "Que maravilha". Saindo do hospital, meu filho foi levado pelo seu pai em seus braços, até chegar em nossa casa. Orgulhosamente, o pai olhando para nosso menino diz: "Que dia feliz!!! Que bom, nasceu nosso menino. Meu sobrenome assim terá continuidade, pois não tenho irmãos. Quando meu filho casar, tendo netos, o nome se perpetuará".O tempo vai passando. De recém nascido, ele completa um mês. Passo o tempo, 2º mês, chega então o momento do batizado, todo vestido de branco, ele estava muito lindo, era o mais bonito de todas as crianças que estavam sendo batizadas na igreja. No 5º mês, nasceu seu primeiro dentinho... 7º mês ... 9º mês ... começa a bater as palminhas.... 12º mês, um ano de vida, chega o momento de seu primeiro aniversário. Neste dia, meu filho teve uma festa linda. O Tema foi "O Palhaço", muitos palhacinhos. Eu e toda minha família estávamos muito felizes e orgulhosos. O tempo continua passando... 2º aniversário, nesta fase não houve festa, marcamos a data com um churrasco entre familiares e amigos.

      Com 2 anos de vida, meu menino começa a ir para a escola. Novinho não é mesmo?

      Todas as pessoas me diziam que ele era muito novinho para aprender e ir a escolinha, mas eu afirmava: "É cedo que se começa, quero que meu filho tenha desde de cedo responsabilidade". Em seu terceiro aniversário, fizemos outra festa linda. O tema foi "A turma da Mônica". Logo em seguida surge sua primeira doença. Fiquei louca de preocupação achando que meu filho poderia morrer, pois ele foi diagnosticado com pneumonia. Ficou três dias internado no hospital e eu junto a ele. O tempo foi passando e ele ficou bom. Nossa que susto!!!
      Continuam a passar os dias. Dia após dia. Comecei a observar que meu filho não gostava de brincar com bola. Mas existem muitos meninos que não gostam de bola, e encarei isso normalmente. Ele gostava muito de soltar balões. Isso me confortava...Aos cinco anos, fui surpreendida pelo meu filho com a seguinte pergunta: "Mãe, como foi que eu nasci?" Comecei a falar algumas coisas vagamente como por exemplo: Que papai colocava a sementinha na mamãe e daí surge o bebê. Tomei então a iniciativa de começar a falar de meninos x meninas. Ele ganhou um livro lindo presenteado pelo seu tio, este livro contava a história de como viemos ao mundo. Ainda me lembro bem disso. Ele então ficou muito satisfeito com o que ouviu, pois eu li o livro para ele (ele ainda não sabia ler).

      Outras histórias virão nos próximos capítulos...Aguardem!!!

      enviado pela MAE SEM PRECONCEITO 10:14 AM

      http://www.maesempreconceito.blogger.com.br
        "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

        Re:.::Mãe sem preconceito::.
        #3

        Offline Emanem

        • *****
        • Membro Elite
        • Género: Feminino
        • Será loucura? Não... é paixão!


        Eu quero que a minha mãe leia esta história! Vou ficar a espera de mais!  :D

         :-* blue
          Abraça a vida com paixão, vence com ousadia, pensa com classe! Ri, chora, ama! Melhor que tudo é viver cada segundo sem medo! O que importa mesmo é sermos felizes! :)

          Re:.::Mãe sem preconceito::.
          #4

          Offline Estrunfina

          • **
          • Membro Júnior
          • Género: Feminino
          • Tudo o que nos apaixona também nos guia e protege
          Não páres blue...tou sekiosa do resto e sou uma preguiçosa p andar a saltar de site em site. ;)
            Trabalha como se não precisasses de dinheiro, ama como se nunca te tivessem magoado, dança como se ninguém te observasse.

            Re:.::Mãe sem preconceito::.
            #5

            Offline bluejazz

            • *****
            • Associad@ Honorári@
            • Membro Vintage
            • Género: Feminino
              • Homofobia
            Assim que houver actualizações e souber delas, eu contribuo. :)
              "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

              Re:.::Mãe sem preconceito::.
              #6

              alex_source

              • Visitante
              Ok desta vez n vou xcrever tanto pk tenho o pulso em gesso e tou a xcrever c 1 mão.
              Há sensivelmente 9meses apaixonei-m pla 1ª vez por uma rapariga.Claro k n sabia bem o k era mas kuando m separei dela entrei em stress e em depressao. Nessa altura falava abertamente sobre assuntos lgbt pk n m afectavam, apesar d procurar kuase inconscientemente informaçao na net. Nisto, numa conversa a minha mae olhou pra mim, riu-s e perguntou-me se eu era lesbica. eu RSP "Ñ, e s fosse?"  nem me th apercebido. Ela disse-m k era o maior desgosto k lhe podia dar era esse.
              Passou.
              Continuei a stressar cada vez +, por akela falta k sentia  :'(
              Passados uns meses fiz o meu coming out a uma amiga ke era lgbt. Entrei em depressao profunda. Pk eu? Pk agora? Pk? Pk?
              Os meus pai começaram a desconfiar e finalmente a coisa d um mes a minha mae veuo-m dizer k m apoiava, pra m c.g.ar na sociedade k pro ano em indo pra universidade k podia finalmente ser eu e... ser feliz    ;D
              N é uma evoluçao? Atençao, eu n lhe confirmei, mas msmo assim sinto-m tao apoiada . Fixe, nao?
               ;D ;D ;D ;D ;D
              Isto é k é 1 mae corajosa!

                Re:.::Mãe sem preconceito::.
                #7

                Offline Sueca

                • ****
                • Membro Sénior
                • Género: Feminino
                • The Only AnD The OrigiNaL ME
                hmmm alex_source k sorte hei!!! pois a univercidade é uma coiza boa na viragem da nossa vida...foi bom pk saí de casa...e realmente pude ser eu!!Nunca disse nada aos meus pais..eles tb sempre foram mt ausentes...mas penso k a minha mae tem mente aberta ...as vezes desejava dizer o k disses te so para saber kal a reacçao dela...dira tal como tu nao..e se fosse?

                assim sempre ficava com a ideia que ela tem em relação a homossexualidade no femenino..uma vez que a homossexualidade verte sempre la em casa para o lado masculino...ela n costuma falar sobre isso pk o namorado dela sempre entrevem..e ele é k é o homem da kaza por isso a opiniao dele é mt levada em konta e akabo sempre por nao saber kal é a opinião dela em relação a homens gays...se fosse a mesma dele seria: "isso é uma doença!"

                de kalker maneira dizem k as maes teem um 6º sentido para essas coizas...e de serta forma sem saber esta me a apoiar kando me encentiva a levar as minhas colegas la pa minha terrinha...e k ate podem ficar la a dormir... ;D

                bem talvez isso akonteçe pk ela n sabe :P...mas gosto de pensar k é um encentivo  ;D 8) ;) :D


                 :-* :-*
                  Aqui e em todo o lado.

                  Re:.::Mãe sem preconceito::.
                  #8

                  Offline bluejazz

                  • *****
                  • Associad@ Honorári@
                  • Membro Vintage
                  • Género: Feminino
                    • Homofobia
                  de kalker maneira dizem k as maes teem um 6º sentido para essas coizas...e de serta forma sem saber esta me a apoiar kando me encentiva a levar as minhas colegas la pa minha terrinha...e k ate podem ficar la a dormir... ;D

                  Ha pais que tambem tem e nem todas as maes o tem... ;) :P
                    "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

                    Re:.::Mãe sem preconceito::.
                    #9

                    alex_source

                    • Visitante
                    Só falta uma coisa:
                    A CONFIRMAÇÃO. Mas isso n lha vou dar ja ke ser homo e so um promenor.
                    Um promenor k nao é pretinente.
                    Lil_Zoe, como é lógico s eu tivesse admitido pra mim mesma a hipotese d ser homo é claro ke a minha rsposta tinha sido diferente.
                    agora tornei-m + acanhada  :-[ nessas coisas  
                    :-\


                      Re:.::Mãe sem preconceito::.
                      #10

                      Offline tina33

                      • *
                      • Novo Membro
                      • Género: Feminino
                      Que pena que não ouve ainda novidades do blog...parece uma historia bonita.

                      Eu sou tambem mamã de um menino que é o meu "sol"....não me emporta com o facto de "se"  um dia ele fôr gay...e depois qual o problema?!!!!
                      o que quero é vê-lo muito feliz e com muita saúde sempre...e eu tambem o serei :)
                      Mas o mesmo não pensaríam os meus país, claro. Tenho esperança que a nossa geração seja cada vez menos proconceituosa e menos egoista...

                      Muahhhhhhh :-*

                        Re:.::Mãe sem preconceito::.
                        #11

                        Offline p0seind0n

                        • ***
                        • Membro Total
                        • Género: Feminino
                        Que pena que não ouve ainda novidades do blog...parece uma historia bonita.

                        Eu sou tambem mamã de um menino que é o meu "sol"....não me emporta com o facto de "se"  um dia ele fôr gay...e depois qual o problema?!!!!
                        o que quero é vê-lo muito feliz e com muita saúde sempre...e eu tambem o serei :)
                        Mas o mesmo não pensaríam os meus país, claro. Tenho esperança que a nossa geração seja cada vez menos proconceituosa e menos egoista...

                        Muahhhhhhh :-*

                        axo isso mt bom!!  :)
                        k mts maes tivessem esse pensamento e acompanha sem a evoluçao da nova geraçao!!
                        devo d dizer k mh mae tb pensa da msm maneira k voce  :D so ker k eu seja feliz s for cm uma rapariga k assim o seja!  :)

                         :-*
                          "inv0c0 um s0nh0 e deix0 m levar pela sua aparencia, ansei0 p0r um destin0 e deix0 m m0rrer na sua subtileza" - Daniel Sampaio

                          Re:.::Mãe sem preconceito::.
                          #12

                          anita

                          • Visitante
                          Eu acho que as mães têm um sexto sentido em relação à homossexualidade. Por exemplo, a minha mãe há mais de 3 anos que quando acontece alguma coisa comigo (ou trago qualquer coisa para casa, etc) pergunta logo se é por causa de uma rapariga que gostei. Ela percebe essas coisas, e lá no fundo ela sabe que sou bi. Por causa dessa tal rapariga ela já me ameaçou tirar os estudos e tanta coisa mais. Gostava de poder dizer-lhe tudo o que sinto, mas sei que ela não iria apoiar e tirar-me-ia o pouco da liberdade que tenho. Quero imenso ir para o continente estudar, apenas pelo simples facto de poder ser eu mesma e poder viver mais descansada. O que me suporta é ter amigos que me compreendem; aos poucos vou saindo do armário e ganhando mais confiança, mas muitas vezes, mesmo que não queira vou-me abaixo.
                           :-\

                            .::Mãe sem preconceito::.
                            #13

                            Driretlanii

                            • Visitante
                            Felizmente ainda há algumas mães k são de facto pouco preconceituosas... E por isso um ENORME bem-haja!!!!  :D :D :D :D :D

                            Hehehe, bem-hajam as mãe sem preconceito, pois essas são de facto as verdadeiras mães k sabem apoiar @s filh@s em tudo... ADORO-VOS!!!

                            lol, ok, tou algo/mto contente por ter sido agraciada com uma namorada maravilhosa k ainda por cima tem uma mãe dessas...  ;D

                            Jokas pa tod@s!!!

                            Dri

                              .::Mãe sem preconceito::.
                              #14

                              vampiresca

                              • Visitante
                              Quando descobri a minha homossexualidade contei a minha irmã, ela como minha "amiga" contou a minha mãe(fora as outras pessoas!!)...a minha mãe na altura chamou-me e perguntou-me se era verdade...eu disse que sim e ela só me respondeu o seguinte:
                              ".... és feliz assim? só quero que sejas feliz...com quem quizeres.."
                              A minha mãe era uma mulher expectacular... :'( :'( [smiley=choro.gif]

                               :devil VAMPIRESCA  :devil

                                .::Mãe sem preconceito::.
                                #15

                                Driretlanii

                                • Visitante
                                Vampiresca, tenho a certeza absoluta que se a minha mãe tivesse sabido reagiria da mesma forma ao o saber... Mães fantásticas k infelizmente o destino roubou...

                                  .::Mãe sem preconceito::.
                                  #16

                                  Offline X-girl

                                  • ***
                                  • Membro Total
                                  • Género: Feminino
                                  Viva ás mães sem preconceitos. A minha tb aceita numa boa. Ela tb diz k só me ker ver feliz... e se isso implica tar ao lado de uma nina, k assim seja... tum kida
                                   :-*
                                    parecer o q se é, é um crime. parecer o q n se é, é um sucesso

                                    .::Mãe sem preconceito::.
                                    #17

                                    Offline candy cane

                                    • *****
                                    • Membro Vintage
                                    • Género: Feminino
                                    • Orquídea azul (ex nóvózélica)
                                      • não estou in the mood
                                    O link para esse site ou blog não funciona [é o rásparta do bug, certo?].

                                    Queria ler o que ela escreve nesse site/blog... ou ela já deixou de escrever?
                                      Though nothing can bring back the hour
                                      Of splendor in the grass, of glory in the flower
                                      We will grieve not, but rather find
                                      Strength in what remains behind

                                      Wordsworth
                                      | www.naoestouinthemood.blogspot.com |

                                      .::Mãe sem preconceito::.
                                      #18

                                      Offline bluejazz

                                      • *****
                                      • Associad@ Honorári@
                                      • Membro Vintage
                                      • Género: Feminino
                                        • Homofobia
                                      Parece que o blog foi apagado... bem, fica as cópias do testemunho que se encontram aqui no fórum.
                                        "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

                                        .::Mãe sem preconceito::.
                                        #19

                                        pipinha17

                                        • Visitante
                                        já faltou mais... mas inda é uma longa caminhada pra enfrentamos eu e a minha mae poix pra ela inda é um cadinho dificil!!!

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          373 Respostas
                                          56004 Visualizações
                                          Última mensagem 5 de Setembro de 2018
                                          por Sekh
                                          23 Respostas
                                          10077 Visualizações
                                          Última mensagem 30 de Abril de 2010
                                          por Poison
                                          137 Respostas
                                          20080 Visualizações
                                          Última mensagem 17 de Maio de 2016
                                          por carolinalg
                                          6 Respostas
                                          1971 Visualizações
                                          Última mensagem 13 de Agosto de 2013
                                          por pedrosilvaesc
                                          4 Respostas
                                          1324 Visualizações
                                          Última mensagem 30 de Setembro de 2013
                                          por Boreas