rede ex aequo

Olá Visitante28.jan.2021, 06:10:50

Autor Tópico: Assexuada?  (Lida 2461 vezes)

 
Assexuada?
#0

Offline ritalavalerie

  • ***
  • Membro Total
  • Género: Feminino
  • "Cheers, thanks a lot."
    • hi5
Isto é montes de parvo mas é que ocorreu-me enquanto respondia a outro tópico uma particularidade sobre mim: é que nunca na minha vidinha de 18 anos me apareceu alguem à frente que me desse aquela vontade imensa de investir numa relação. Nem a minha única relação séria e longa, que foi com um rapaz. Muitos podem dizer "Ah, também só andaste com um rapaz e depois calhou mal e ficaste a pensar que eras lésbica e agora andas a enganar-te a ti própria..."
Não, isso é completamente impossível. Eu não sei nem quero saber o que me trouxe ao que sou neste momento, mas não poderia estar mais satisfeita. Lembro-me perfeitamente que sempre me agradou mais o corpo feminino bem como o intelecto de cariz emocional, por isso a questão não parte daí. Também não saí da relação traumatizada, porque eu já entrei na relação a pensar quando é que ia acabar (apesar disso só ter acontecido mais de um ano mais tarde), só acabei com ele quando ele finalmente propôs acabarmos porque o tinha tentado antes mas ele era uma pessoa problemática e acabava sempre por apelar ao meu espírito de madre teresa de calcutá, e ainda me lembro que no dia em que acabamos senti-me tão livre que só me apetecia saltar de felicidade. Fui a sorrir feita parva para casa e senti-me um bocadinho mal mas depois passou.
Depois disso já estive com várias raparigas, nunca mais estive com nenhum rapaz e não me arrependo nada, mas a verdade é que nunca me lembro de ter sentido aquele sentimento forte de que toda a gente fala. É sempre ou um grande carinho que provem de uma amizade já existente e que não passa disso porque, olhem porque não sei, ou então não sinto coisissima nenhuma e estou ali a fazer frete 8D penso que será talvez uma daquelas situações em que eu poderia dizer "Não és tu, sou eu."

Ora portanto, pergunto-me então se alguém está na mesma situação (e se lhe chamariam assexualidade, falta de profundidade emocional ou outra coisa qualquer) ou se pelo contrário, existem pessoas que se apaixonam com muita facilidade. A mim nunca tal coisa me aconteceu e gostava mesmo de saber como é (dizem que doi quando acaba, mas depois lá me preocupo com isso).

Assexuada?
#1

Offline Symphonic

  • *****
  • Orador(a)
  • Membro Elite
  • Género: Masculino
  • "Does your mother know that you're out?"
    • Facebook
Só serias assexuada se não sentisses atracção sexual por ninguém, mas isso pelos vistos sentes ;)

No teu caso diria que ainda não encontraste ninguém que te fizesse ficar apaixonada ou ficar louca de amores, mas não te preocupes que um dia também te acontecerá :P lol para o bem e para o mal  :-X  :devil  ;D

    Assexuada?
    #2

    Offline ritalavalerie

    • ***
    • Membro Total
    • Género: Feminino
    • "Cheers, thanks a lot."
      • hi5
    sim, para o bem ou para o mal!
    eu também penso assim e nunca me preocupei muito - é da maneira que vivo a minha vidinha sem muitas complicações - mas para uma escritora amadora de relações fogosas e tempestuosas, torna-se um bocadinho incomodativo xD tipo aquela vozinha interior que não nos deixa em paz, sei lá...

    Assexuada?
    #3

    Offline DannyBoy

    • *
    • Novo Membro
    • Género: Masculino
    Aquilo que descreves não se encaixa naquilo que se poderia descrever como um comportamento assexual. Muito provavelmente, serão questões de ordem social, afectiva, etc. que explicarão o facto de nunca teres sentido uma paixão intensa por alguém. Além disso e tal como disseste, não é o facto de teres tido uma má experiência com um rapaz que te faria sentir tão frustrada ao ponto de te achares que não eras heterossexual. A sexualidade de cada um é determinada desde muito cedo na nossa vida. O que poderá influenciar a sua manifestação serão factores exteriores, a sociedade e família, em geral. O efeito muitas vezes é nefasto, infelizmente.

    Em resumo, e sem levares muito em conta a minha opinião porque quem sabe de ti és tu apenas, simplesmente creio que ainda não encontraste a pessoa que te faça sentir a grande atracção de que tens ouvido falar. Apenas desejo-te boa sorte para quando esse momento chegar.
    « Última modificação: 18 de Fevereiro de 2009 por DannyBoy »

      Assexuada?
      #4

      Offline FalsoDeus

      • *****
      • Membro Vintage
      • Banido
      • Género: Masculino
       A verdade é que ninguém é "obrigado" a sentir esta ou aquela coisa por outras pessoas. Existe uma espécie de "sistema amoroso" que toda a gente pretende impor, de que se encontra A pessoa, nos sentimos todos loucos por ele/a e depois vamos querer passar o resto da nossa vida com essa mesma pessoa (mesmo que depois haja problemas e voltemos a ficar preparados para encontrar o próximo amor da nossa vida).

       Como já foi dito antes, não és assexuada, nem tão pouco me pareces sofrer de algum tipo de frigidez emocional. Acho que o mais importante é que percebas que não tens que passar uma porção da tua vida à procura do/a teu/tua mais-que-tudo, porque essa busca não faz sentido. A maior parte do tempo, apenas traz miséria, ilusões e desilusões e, quando pensas que já encontraste, mais tarde podes vir a perceber que não era bem assim.

       Vive a vida. Sê honesta e responsável para com as pessoas com quem te envolves, mas não te obrigues a "assentar" se não o queres fazer at all. Se o fizeres, vais ver que te sentirás muito mais livre para viver as tuas emoções. Who knows?, talvez até venhas a cruzar-te com alguém que acredites ser "the one". Mas ao menos não perdeste grande parte da tua vida à procura ;)

        Assexuada?
        #5

        Offline ritalavalerie

        • ***
        • Membro Total
        • Género: Feminino
        • "Cheers, thanks a lot."
          • hi5
        pois, eu entendo isso tudo mas é que eu nem quero assentar, pelo menos não é esse o meu objectivo. conheço muitas pessoas que nunca assentaram mas já sentiram algo forte, nem que seja só uma enorme atracção. eu parece que tenho uma falta qualquer cá dentro que me tira qualquer vontade de me relacionar intimamente com alguém xD não que seja frígida ou wtv, mas prefiro mil vezes passar um tempo de 'amigos' com alguém do que andar aos beijinhos e aos abraços. talvez em privado as coisas mudassem, mas a verdade é que não tive muitas oportunidades para testar essa teoria e também ninguém me interessou ao ponto de me dar ao trabalho de fazer um esforço para que esse momento acontecesse. se calhar devia investir mais em relações, mas fazê-lo com pessoas que gosto mais como amigas que como amantes? não sei, não me parece muito correcto...
        será que isto tem alguma coisa a ver com a falta de auto-confiança que tive no passado e que me poderá ainda estar a afectar? é que parece que me sinto bué constrangida quando estou com alguém, como se o meu sítio não fosse ali, sei lá. confesso que algumas vezes não me senti assim, nomeadamente quando tinha menos gente à volta ou assim... bah estou confusa e a divagar demais xD
        mas a cena é, eu não estou muito preocupada com o assunto, nem obsecada por encontrar o amor da minha vida. só que sei lá, gostava de me apaixonar uma vez que fosse. não ando à procura de nada, até pq assim perde a piada toda, mas pronto... era giro.

        Assexuada?
        #6

        Offline Maped

        • *****
        • Membro Elite
        • Género: Feminino
        • :)
        mas para uma escritora amadora de relações fogosas e tempestuosas

        Uuu. Choca aí, já somos duas. Gostava de ler alguns textos teus.
          There's a fire starting in my heart
          Reaching a fever pitch, and it's bringing me out the dark.

          See how I'll leave with every piece of you
          Don't underestimate the things that I will do.

          Assexuada?
          #7

          Offline ritalavalerie

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Feminino
          • "Cheers, thanks a lot."
            • hi5
          mas para uma escritora amadora de relações fogosas e tempestuosas


          Uuu. Choca aí, já somos duas. Gostava de ler alguns textos teus.


          a última coisa que escrevi foi isto:
          http://fanfictionpt.ativoforum.com/originais-e-outros-f13/growing-upside-down-slash-t107.htm

          uma história sobre dois rapazes que são primos... à primeira vista xD

          Assexuada?
          #8

          Offline Aster

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Feminino
          Quando tinha 17 anos (há 10 anos atrás), cheguei a pensar dessa forma.
          Não era nada que me preocupasse também e até ficava contente que ninguém me punha a fazer "as figuras tristes" das minhas amigas pelos namorados que as deixavam.
          Lembro-me que uma miúda num intervalo de aula me fez um daqueles testes psicológicos de revista, em que eu por imaginar um cavalo com 2 cores (Castanho e branco) era bissexual.
          Comecei-me a rir e disse-lhe que até era fixe que fosse, pois deveria ser engraçado poder achar alguém "interessante" fosse homem ou mulher. Sem conhecer o conceito, mas porque sabia que o "a" era, muitas x, a negação da palavra, disse-lhe "eu não sou bi-sexual, eu devo ser é a-sexual, pois ninguém me cativa a um nível mais profundo".
          Ela disse-me apenas, "ó, és nada. Não te apareceu ainda quem te chamasse."
          E tinha razão. Um ano mais tarde provou-se a teoria dela.

            Assexuada?
            #9

            Offline ritalavalerie

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Feminino
            • "Cheers, thanks a lot."
              • hi5
            Quando tinha 17 anos (há 10 anos atrás), cheguei a pensar dessa forma.
            Não era nada que me preocupasse também e até ficava contente que ninguém me punha a fazer "as figuras tristes" das minhas amigas pelos namorados que as deixavam.
            Lembro-me que uma miúda num intervalo de aula me fez um daqueles testes psicológicos de revista, em que eu por imaginar um cavalo com 2 cores (Castanho e branco) era bissexual.
            Comecei-me a rir e disse-lhe que até era fixe que fosse, pois deveria ser engraçado poder achar alguém "interessante" fosse homem ou mulher. Sem conhecer o conceito, mas porque sabia que o "a" era, muitas x, a negação da palavra, disse-lhe "eu não sou bi-sexual, eu devo ser é a-sexual, pois ninguém me cativa a um nível mais profundo".
            Ela disse-me apenas, "ó, és nada. Não te apareceu ainda quem te chamasse."
            E tinha razão. Um ano mais tarde provou-se a teoria dela.


            obrigada pelas tuas palavras, deixaram-me sem dúvida mais animadita : D