rede ex aequo

Olá Visitante19.nov.2019, 11:08:43

Autor Tópico: Queercore  (Lida 3150 vezes)

 
Queercore
#0

Doop!

  • Visitante
Ora bem... eu sei que  há tópico para músicos LGBT em geral, mas acho que isto merece espaço próprio.

O Queercore é... ou antes, foi, basicamente, uma vaga cultural LGBT que se opunha ao mainstream heterossexual e, consequentemente, a tentativas por parte de outros LGBT de se deixarem assimilar, tanto quanto percebo. Ou seja, preocupavam-se, os envolvidos, com a criação de matérias culturais próprias numa atitude D.I.Y., que envolveu entre outras coisas a música. Bandas na sua maioria punk, mas com outros sons explorados.

Está relacionado com o riot grrrl - um movimento de punk feminista que pelo que percebo tanto o sucedeu como com ele se misturou. Bandas tanto de um movimento como do outro se mantêm. São ambos categorias um bocado latas, no sentido que há bandas que se encaixam quer numa, quer noutra (quer, ocasionalmente, em ambas) sem corresponderem em absoluto os pretensos valores gerais do Queercore/Riot Grrrl, mantendo só os temas - os LGBT num, a mulher no outro.

E a ideia deste tópico é simplesmente introduzir o Queercore a quem não o conheça e, talvez, levantar alguma conversa quanto à música em si e quanto ao movimento e seus valores. Até porque eu próprio não sei assim tanto, e quero aprender mais se possível. O melhor que encontro na net a explicar -core é: http://www.geocities.com/punk_sjc/defindex.htm... e como sempre, la wiki, http://en.wikipedia.org/wiki/Queercore lol.

Arranco com sugestão: Team Dresch! Ainda não as conheço bem, mas têm um som de punk/hard rock porreiro, uma boa vocalista, e letras que variam um bocado entre grrrlzice, temas LGBT e um estilo de quase... diário, em termos de simplicidade de expressão. Exemplos: http://www.tsrocks.com/t/team_dresch_texts/my_dirty_hands_are_mined.html e http://members.aol.com/ringard/lyrics.htm#YES%20I%20AM%20TOO,%20BUT%20WHO%20AM%20I%20REALLY?. Músicas... bem, sempre dá para espreitar o youtube, pena é a má qualidade do som: http://www.youtube.com/watch?v=UztbGsXjE5k, http://www.youtube.com/watch?v=wrutHhlnjX8... etc.

-

Enfim. Desculpem se o tópico é inútil, mas é difícil ter noção se as pessoas conhecem a cenaça ou não. :-X
« Última modificação: 15 de Fevereiro de 2007 por Doop! »

    Queercore
    #1

    SV

    • Visitante
    Devo dizer que sou uma dessas pessoas que desconhecia por completo tal fenomeno cultural e musical e nem imaginava a existencia de um "ajundamento" de bandas punk/whatever LGBT. Tenho que explorar.  :P

    Apesar de achar interessanye este tipo de movimentos, eles não se renegarão demasiado perante o resto da sociedade, com essa atitude excessivamente rebelde e incoformista? Até que ponto, atitudes de auto-isolamento sub-cultural, por parte desses grupos, será positivo para a aceitação geral dos lgbt?  ???

    E alem de team dresch, que outras bandas, de qualidade, aconselhas para um novato nestas areas?  ;D

      Queercore
      #2

      Doop!

      • Visitante
      Devo dizer que sou uma dessas pessoas que desconhecia por completo tal fenomeno cultural e musical e nem imaginava a existencia de um "ajundamento" de bandas punk/whatever LGBT. Tenho que explorar.  :P

      Apesar de achar interessanye este tipo de movimentos, eles não se renegarão demasiado perante o resto da sociedade, com essa atitude excessivamente rebelde e incoformista? Até que ponto, atitudes de auto-isolamento sub-cultural, por parte desses grupos, será positivo para a aceitação geral dos lgbt?  ???


      Acho que a questão é que não têm de ser.

      Há experiências exclusivas aos gays - e digo gays em particular porque a maior parte de bandas neles se centram, sendo que bissexualidade não é abordada no que já ouvi, embora eu saiba que Tribe 8 de Trans falam, e têm uma música bem gira sobre Trans e casas-de-banho públicas - que não há sequer razão para exprimir de forma inclusiva para os heteros, até por serem os heteros que estabelecem a relação de opressão que torna essas experiências o que são. Ou seja, é um bocado reinvidicar um espaço cultural próprio sem querer satisfazer a maioria hetero, criticando o seu papel em vivências lgbt inclusive. Pelo que topo até agora. lol

      Eu pelo menos percebo-os, e aprecio os resultados. Sabe bem ouvir sobre LGBTzices honestamente, sem ambiguidades. Ocasionalmente, concordo com a postura inclusive.

      E ao mesmo tempo criticar o mainstream gay. Esta segunda parte não sei explicar, porque ainda não percebi bem porquê, em quê, e até que ponto. Se souber mais, posso deixar aqui a referência; vou de resto ver se procuro livros e sites sobre o movimento.

      Responder
      E alem de team dresch, que outras bandas, de qualidade, aconselhas para um novato nestas areas?  ;D


      Ora, aqui se atinge um problema. Eu até agora não encontrei nada que me agarrasse tanto a atenção como Team Dresch. E gosto de Le Tigre, mas embora toquem no assunto directa ou indirectamente, não me parecem dos melhores representantes. Há Pansy Division, pelo menos, que me dão um certo gozo na celebração descarada e divertida da sexualidade gay masculina em particular (embora falem de mais), com som punk-pop a condizer. Não são é consistentemente bons.

      Exemplos de (amostras de) letras:

      Then we licked and sucked
      And sucked and licked
      And licked and sucked...alot of dick
      He whipped my ass in tennis
      Then I f***** his ass in bed

      This went on for quite some time
      Got alot of exercise
      He whipped my ass in tennis
      Then I f***** his ass in bed

      But after months of practice
      Finally he got his ass kicked
      I whipped his ass in tennis
      Then he f***** my ass in bed!

      /

      I want to live for pleasure,
      I want to live for fun!
      So many lovely guys,
      I wanna' sleep with everyone!

      I'm gonna be a slut!
      I'm gonna be a slut!
      I'm gonna be a slut!
      I'm gonna be a slut!

      LOOK OUT!

      I want to live a long life
      Older than King Tut
      Because I've got lots of condoms
      And they're going up your butt!


      /

      His shirt was open and i saw his chest
      a salt-and-pepper, soft and furry mess
      You know how that turns me on
      Then he took my hand
      and ran it over the outline in his pants
      He had the dick of death!


      Ya, eu sei, estúpido. Mas fun. lol

      De resto, pá... não sei. Posso deixar mais indicações aqui mais tarde. E sempre há listas aqui: http://www.geocities.com/punk_sjc/ e aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_queercore_bands.
      « Última modificação: 16 de Fevereiro de 2007 por Doop! »

        Queercore
        #3

        Offline Azula

        • *****
        • Associad@
        • Membro Elite
        • Género: Feminino
        • Voluntary Simplicity
          • Hábitos Alimentares e Sexualidade
        Sempre duvidei dos "valores por detrás da música" visto que, a meu ver, a música vale por si. Contudo achei o tópico interessante e acho que vou cuscar algumas dessas bandas. Podiam fazer uma listagem aqui para o pessoal  :devil
          Acreditas no trabalho da rede ex aequo e queres participar activamente na vida da associação? Torna-te sóci@! ;-) Consulta http://www.rea.pt/inscricao.htm

          A finalidade humana deveria ser a de amar a Vida - todos os problemas se extinguiriam se admitíssemos esta realidade.

          Queercore
          #4

          Offline kat

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Feminino
          • Ignorance is bliss
          bom, ñ fazia ideia d existência d queercore  :-[ da lista só conheço The Cliks e Lesbians On Ecstasy e gosto bastante d ambos  :up [smiley=sim.gif]
          vou ver s ouço mais qq coisa d outras bandas  :)

          já agora deixo aqui um videoclip  ds The Cliks se alguem tiver curiosidade em ver  ;)
          « Última modificação: 15 de Fevereiro de 2007 por kat »
            We're all wounded. We carry our wounds around with us throughout life and eventually they kill us. Things happen that leave a mark in space, in time... in us.

            Why do you let me stay here?

            Queercore
            #5

            Offline candy cane

            • *****
            • Membro Vintage
            • Género: Feminino
            • Orquídea azul (ex nóvózélica)
              • não estou in the mood
            bom, ñ fazia ideia d existência d queercore  :-[ da lista só conheço The Cliks e Lesbians On Ecstasy e gosto bastante d ambos  :up [smiley=sim.gif]
            vou ver s ouço mais qq coisa d outras bandas  :)

            LOE, gosto muito :up
              Though nothing can bring back the hour
              Of splendor in the grass, of glory in the flower
              We will grieve not, but rather find
              Strength in what remains behind

              Wordsworth
              | www.naoestouinthemood.blogspot.com |

              Queercore
              #6

              Doop!

              • Visitante
              Epá, eu tou há não sei quanto tempo para voltar aqui e adicionar mais info e uns links, e nunca me lembro...

              De qualquer maneira, há finalmente como mostrar pelo menos Team Dresch: têm MySpace, se bem que não tem as melhores. De qualquer maneira: http://myspace.com/teamdresch. Que se espreite!

              E... cá voltarei, cá voltarei. lol

                Queercore
                #7

                Offline ShadesOfGray

                • *
                • Novo Membro
                Team Dresch é muito porreiro. Acho estranho as 'The Butchies' ( http://www.youtube.com/watch?v=VwhtKEf8DZc )n se encontrarem na lista da wiki... Provavelmente serviram de inspiração para as The Clicks... Das bandas ditas Queercore, as que prefiro é Le Tigre, Lesbians on Ecstasy, Team Dresch e Excuse 17 (ex banda de uma das guitarristas/vocalistas de Sleater-Kinney - uma muito boa banda Riot Grrrl (cujo género musical está relacionado com o Queercore)

                Cheers!

                  Queercore
                  #8

                  Offline Nrokina

                  • *
                  • Novo Membro
                  • Género: Feminino
                  The Cliks sao fxs. Temos agr a ascensao de Team Gina mt engraçadas  lol e Tegan and Sara que sao duas gémeas lindas  :P

                    Queercore
                    #9

                    Offline Ana.

                    • *
                    • Novo Membro
                    • Género: Feminino
                    • oh yeah?
                      • Facebook
                    Tegan and Sara são optimas ^^

                    Quanto aos The Clicks queria acrescentar que o vocalista é um transsexual açoreano, Lucas qualquer coisa xD

                    Em Riot Grrl, tambem ha uma banda muito boa chamada Bikini Kill (se bem que têm um estilo muito cru e agressivo)

                    Kisses*
                    Ana.

                    P.S. Puxando o lume à minha sardinha... Passem no Forum do grupo de Cascais e respondam ao topico "Projecto de Banda Queercore". Please, i'm getting desperate looking for musicians eheh xD


                       

                      Tópicos relacionados

                        Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                      16 Respostas
                      4470 Visualizações
                      Última mensagem 2 de Janeiro de 2010
                      por Shiyo
                      3 Respostas
                      525 Visualizações
                      Última mensagem 28 de Dezembro de 2018
                      por Maria Ana Flores