rede ex aequo

Olá Visitante05.abr.2020, 05:12:56

Autor Tópico: Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !  (Lida 187496 vezes)

 
Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
#0

Inadaptada

  • Visitante
Criei este topico para que toda a gente que sofra de algum destes problemas, possa partilhar as suas experiencias, a forma como lidam com estas doenças do foro psicologico.

Eu sofro de crises de panico, mas para além disso ou por causa disso, comecei a desenvolver medos e fobias, e comecei a tornar-me um pouco hipocodriaca. Como muitos de voces devem saber, um dos sintomas somaticos das crises de panico são a dor e desconforto no peito, acompanhada de uma forte acelaração do pulso, que tanto pode durar segundos como premanecer durante dias a fio ( que eu infelizmente sinto o que é com grande frequencia e de forma prelongada). Por causa disso e por ter um grande numero de familiares com problemas de coração, comecei a gerar medos e fobias a tudo o que esteja relacionado com o coração, tornei-me até um pouco hipocondriaca, estou sempre a imaginar que posso ter uma quaquer doença de coração ou que a qualquer momento me pode acontecer alguma coisa. Até o simples facto, de me rir ou me estar a divertir um pouco mais que o normal, me faz sentir logo pior, junta-se a todos estes sintomas a perda de apetite, o querer respirar e parece que não consigo, parece que tenho pó na garganta ou no nariz, picadas por todo o peito e costas e na garganta, ente outros ! :-\ :-X
 
E voces também já alguma vez passaram por isto ou estão a passar ?

    Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
    #1

    Inkey

    • Visitante
    Bem... eu tenho medo de andar de avião... uns dias antes da viagem n penso noutra coisa, isolo-me, perco o apetite... dps durante a viagem, vou smp sentada e c o cinto apertado, viajo c as mãos agarradas à cadeira e só bebo água, comidinha nem lhe toco. Recordo-me que as últimas viagens que fiz foram angustiantes mesmo, mas teve que ser...

    S@fia dizes "comecei a gerar medos e fobias a tudo o que esteja relacionado com o coração, tornei-me até um pouco hipocondriaca, estou sempre a imaginar que posso ter uma qualquer doença de coração ou que a qualquer momento me pode acontecer alguma coisa. Até o simples facto, de me rir ou me estar a divertir um pouco mais que o normal, me faz sentir logo pior".

    És novinha, já procuraste saber mesmo o que se passa ctg? Recorre a um especialista... sn vais estar a desperdiçar mt do que se vive nesta idade ou até mesmo noutras (mais tarde) por causa de medos que poderás descobrir n terem razão de ser.

    Força! ;)
    « Última modificação: 13 de Julho de 2007 por Inkey »

      Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
      #2

      Inadaptada

      • Visitante
      Bem... eu tenho medo de andar de avião... uns dias antes da viagem n penso noutra coisa, isolo-me, perco o apetite... dps durante a viagem, vou smp sentada e c o cinto apertado, viajo c as mãos agarradas à cadeira e só bebo água, comidinha nem lhe toco. Recordo-me que as últimas viagens que fiz foram angustiantes mesmo, mas teve que ser...

      S@fia dizes "comecei a gerar medos e fobias a tudo o que esteja relacionado com o coração, tornei-me até um pouco hipocondriaca, estou sempre a imaginar que posso ter uma qualquer doença de coração ou que a qualquer momento me pode acontecer alguma coisa. Até o simples facto, de me rir ou me estar a divertir um pouco mais que o normal, me faz sentir logo pior".

      És novinha, já procuraste saber mesmo o que se passa ctg? Recorre a um especialista... sn vais estar a desperdiçar mt do que se vive nesta idade ou até mesmo noutras (mais tarde) por causa de medos que poderás descobrir n terem razão de ser.

      Força! ;)

      Obrigada pelas palavras de força !

      Eu sou seguida por um pedopsiquiatra, e ja tomei medicação, as crises tiveram controladas durante quase 2 anos, mas agora voltaram e é sempre como se fosse a primeira vez, por muito bem que conheça os sintomas e que saiba como os ultrapassar e sempre complicado lidar com eles !

        Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
        #3

        Inkey

        • Visitante
        Obrigada pelas palavras de força !

        Eu sou seguida por um pedopsiquiatra, e ja tomei medicação, as crises tiveram controladas durante quase 2 anos, mas agora voltaram e é sempre como se fosse a primeira vez, por muito bem que conheça os sintomas e que saiba como os ultrapassar e sempre complicado lidar com eles!

        Smp aqui, força! :up




          Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
          #4

          Offline android

          • *****
          • Membro Vintage
          • Género: Masculino
          Yep, been there, done that. Taquicardia, tremuras.. acho que já tou bastante melhor no entanto.

          E às vezes também me preocupo demasiado com alguma ansiedade excessiva que possa sentir, o que se torna um bocado num ciclo vicioso como se pode concluir facilmente (passo a ficar um bocado ansioso pela minha ansiedade, looool). Nunca vi um psicólogo, sempre tentei resolver isto à minha maneira. Talvez um dia destes...

          Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
          #5

          Offline Ringo Misa

          • **
          • Membro Júnior
          • Género: Feminino
          • where's my yellow brick road?
            • Reino de Sonhos (blog)
          Olá :)
          Eu também sofro de ataques de panico devido a uma situaçao traumática que vivi ainda nem faz 1 ano. Além de ainda estar a tentar sair de uma depressão. É bastante mau, principalmente porque sou uma das pessoas mais orgulhosas que eu conheço e nao procuro e nem aceito a ajuda de ninguem lol.
          Enfim, também acho que tou a fazer o que está ao meu alcance para me curar. :)
          Acima de tudo, no meu caso ao menos, é ter o minimo de amor por mim mesma para nao me deixar consumir pelo o que sinto cá dentro.

          Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
          #6

          Offline tinat

          • ****
          • Membro Sénior
          • Género: Feminino
          Não sei bem se foi ataque de pânico ou outrs coisa qlq, mas não suporto agulhas!!!
          Tipo, posso vê-las, mexer, mas se sei que vão entrar dentro do meu corpo, entro logo em stress e em choro compulsivo!
          Há dias a trás fui obrigada a ir tirar sangue para as analises, não dormi na noite e quando entrei para a clinica comecei a chorar só parei uma horinha dps, levei uns dias sentindo a agulha dentro de mim!!! Foi horrivel e só de pensar fico, buhhh!!!
            =) A vida é um bem precioso muito curto, por isso acorda para a vida e sê feliz!... ;)

            Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
            #7

            Offline corema

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            Criei este topico para que toda a gente que sofra de algum destes problemas, possa partilhar as suas experiencias, a forma como lidam com estas doenças do foro psicologico.

            Eu sofro de crises de panico, mas para além disso ou por causa disso, comecei a desenvolver medos e fobias, e comecei a tornar-me um pouco hipocodriaca. Como muitos de voces devem saber, um dos sintomas somaticos das crises de panico são a dor e desconforto no peito, acompanhada de uma forte acelaração do pulso, que tanto pode durar segundos como premanecer durante dias a fio ( que eu infelizmente sinto o que é com grande frequencia e de forma prelongada). Por causa disso e por ter um grande numero de familiares com problemas de coração, comecei a gerar medos e fobias a tudo o que esteja relacionado com o coração, tornei-me até um pouco hipocondriaca, estou sempre a imaginar que posso ter uma quaquer doença de coração ou que a qualquer momento me pode acontecer alguma coisa. Até o simples facto, de me rir ou me estar a divertir um pouco mais que o normal, me faz sentir logo pior, junta-se a todos estes sintomas a perda de apetite, o querer respirar e parece que não consigo, parece que tenho pó na garganta ou no nariz, picadas por todo o peito e costas e na garganta, ente outros ! :-\ :-X
             
            E voces também já alguma vez passaram por isto ou estão a passar ?

            Oh Sofia! Isso é realmente horrível e como te compreendo! Eu tenho um distúrbio de pânico e agorafobia há 7 anos. Já agora, agorafobia é mais ou menos o contrário da claustrofobia. É o medo excessivo de espaços públicos, divisões demasiado amplas, multidões... Mas se fores bem acompanhada e medicada controla-se... Cada caso é um caso obviamente mas não é o fim do mundo. Tens de te conhecer e aprender a viver e a lidar com isso. Os ataques de pânico não se manifestam da mesma maneira em todas as pessoas. No meu caso, começo por começar a sentir um aperto enorme no peito, enjoo e taquicardia. Tenho suores frios começo a desfocar as coisas e na maioria das vezes acabo por desmaiar. E a unica maneira de melhorar é ir para casa. Nos primeiros tempos foi muito complicado porque deixei de sair de casa. Estive à volta de 3 meses sem sair de casa. Não conseguia sequer pensar em ir à rua. Obviamente comecei a entrar num estado depressivo, mas fui ao médico e ajudou-me imenso. Faço terapia uma vez por mês e já não desmaio há 2 anos. É fácil de perceber que há coisas que evito, como centros comercias cheios de gente, praias enormes, casas com divisões grandes... Mas o mais importante é ter por perto alguém em quem eu confie plenamente. Se souber da proximidade de alguém assim sinto-me muito mais segura. Nem que seja pelo telefone. Se me começo a sentir ansiosa ou com tonturas ou com medo, falo com aminha mae! :) Normalmente pelo telefone porque não passamos muito tempo juntas. Mas chega, na maioria das vezes. Ela já nem diz nada, ri-se e vai me dizendo coisas do género: va la, esta quase, ja vai passar... como se eu tivesse 3 anos. Funciona. É isso que tens de descobrir, o que é que funciona contigo! Eu conheço uma pessoa que faz exercicios de relaxamento, respiraçao abdominal e afins. Nem que esteja no meio do trabalho ou num jogo de futebol. Ele pára e faz o que precisa... Um dos meus tios liga o mp3 com ópera... Não sei, depois cada um tem de descobrir por si o que o ajuda...

              Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
              #8

              conquilha

              • Visitante
              Olá a todos!
              Fiquei mesmo contente quando encontrei este fórum. Eu tb sofro de ansiedade generalizada, ataques de pânico, nem sei bem mais o quê.
              Começou de uma forma muito estranha: quando ia ao hipermercado ou ao centro comercial de repente começava a sentir como uma espécie de tonturas, mas não era bem tonturas, sentia como se o chão estivesse instável, como se estivesse a mexer. É mto estranho, entrava em pânico, tinha se sair dali, fazer qualquer coisa, menos estar ali. A anseidade subia em flecha, um desconforto mto grande de estar naquele sítio. Meses depois, estava eu a 3 meses de acabar a minha licenciatura, comecei a ter ataques de pânico (belo "timing" :-\) .
              Foram tempos mto complicados. O meu primeiro ataque de pânico foi numa escola primária, onde tive de ir eu e mais umas 3 colegas fazer medições aos miúdos, e pesá-los (sou dietista, por isso não achem isto estranho lol). Eu nesse dia acordei assim, um bocado ansiosa, como já me vinha acontecendo há algum tempo, mas não dei importância. De repente, uma miúda duranta uma medição, desmaiou! Ela recuperou depressa e foi lá para dentro. Eu é que não! Ficamos todas mto assustadas, mas eu senti-me mal, tive que sair, ir à casa de banho, para ver se aquilo me passava. Depois, lá voltei para a sala onde estavamos a trabalhar, mas voltei a sentir-me mal, tipo quase a desmaiar. Saí novamente, fui para o pátio apanhar ar, e os miúdos todos a olhar para mim. Que vergonha! Acabei por ir para casa, pois não estava a recuperar. Foi mto assustador e angustiante. Resultado, nunca mais fui a mesma. Desde então tenho pânico de desmaiar, de me sentir mal numa situação em que não possa sair, fugir da situação.
              Aqueles 3 meses de final de licenciatura foram tortura, mas consegui! :D Acabei a minha licenciatura!
              Mas agora o meu problema evoluíu, porque voltou a acontecer coisas do género. Tenho medo de ver filmes no cinema, porque uma vez senti-me mal-disposta lá e tive que sair a meio. Tenho medo de conversas sobre doenças, agulhas, hospitais, filmes tipo "thirller", etc, etc. Raramente saio com os meus amigos. Nunca estou bem em lado nenhum.  É angustiante.
              Neste momento, tou desempregada. As entrevistas de emprego são um filme, mas tenho ido. Mas quando penso que tenho de estar horas num local, com reuniões, "presa" numa sala, ou outra coisa qualquer, até fico mal-disposta só de pensar! Presiso memo de ajuda!

                Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                #9

                biki

                • Visitante
                Eu sou obsessivo compulsiva, sofro de fobia social, ataques de pânico, ansiedade generalizada, sou hipocondríaca.

                Comecei a ter ataques de pânico muito cedo e já fui muitas vezes parar ao hospital. Tive alturas em que me atirava para o chão, contra as paredes, chorava, gritava, esperneava... Não me conseguia controlar. Sentia um terror interminável dentro de mim. Isto tudo porque me punha a pensar em assuntos estúpidos... Coisas simples, por vezes até. Começava a desenvolver e acabava por entrar em parafuso. Tinha muito medo. E quando tenho um ataque de pânico geralmente também tenho um ataque de asma. Já estive a tomar antidepressivos por causa disto tudo, mas não deram lá grande resultado... Enfim.

                  Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                  #10

                  Offline reguila

                  • *****
                  • Membro Ultra
                  • Género: Feminino
                  • "Sê Plural como o Universo" F. Pessoa
                  Em situações como as descritas as pessoas devem procurar um psicólogo. Estes profissionais ajudam a identificar a base do problema e a encontrar estratégias para lidar melhor com as situações. Obviamente que muito trabalho (quase todo) terá de ser feito pelo paciente...

                  Não é nada fácil viver preso a fantasmas que habitam os nossos gestos, os nossos corpos, as nossas mentes, os nossos espaços... vozes que não nos saem da cabeça, medos irracionais que nos puxam para trás...

                  Por vezes estes estados emocionais são temporários... e podem ser desencadeados por  factores externos (com manifestações psicossomáticas).

                  Sou um bocadinho speedada (ansiosa para os especialitas :devil), a minha adolescências foi terrivelmente afectada. Deixei de fazer coisas e de frequentar espaços que me causavam sintomas incontroláveis. Exemplo disso foi o cinema: quando as portas se fechavam ouvia o som delas a bater intensamente (em eco), começava logo a pensar ("estou aqui fechada no meio de tanta gente"), depois vinham os calores, deixava de ouvir/ver o filme e concentrava-me apenas em mim e nos meus pensamentos, o pior vinha depois, dava-me uma volta à barriga e nauseas - tinha que sair dali (e saía). Os amigos (tudo malta entre os 17 e os 19 anos) não percebiam e eu tinha vergonha de dizer o que se passava. Não é fácil dizer aos amigos que ir ao cinema causa diarreias lool

                  Ainda por essa altura mas, já nos anos da faculdade (no primeiro curso) fui várias vezes com gastrites para o Hospital.  :-\ Toda a gente perguntava "o que terá comido?", "porque será que tudo lhe faz mal?"... Cheguei a ficar a soro! Até que descobri que era ansiedade!

                  Bem, comigo resultaram 4 coisas:
                  1 - Não fugir da situação que nos causa ansiedade logo que os sintomas surgem. Contar até 50 lentamente e respirando como as grávidas...
                  2 - Racionalizar pensando: "o que me pode acontecer?", identificar tais consequências e tentar resolvê-las. Por exemplo: "se ficar aqui posso vomitar...", resolução: "e vomito... paciência, não hei-de ser a primeira...há tanta gente a apanhar grds bebedeiras e a fazer pior, digo que tou doente...". "Morrer não morro e se morrer já não tenho que me preocupar"... lol - Ridicularizar os nossos medos, levando ao extremo a sua desconstrução é um bom truque.  ;)
                  3 - Repetir a frase (ensinada pela psicóloga): "à medida que permaneço na situação a ansiedade diminui"...
                  4 - Partilhar estes medos com alguém (pelo menos um amigo mais próximo) e pedir que ele nos ajude a enfrentar certas situações. Ser autêntica! TODA A GENTE TEM AS SUAS FRAGILIDADES...
                  5 - Enfrentar algumas situações sozinha e gradualmente - testando o meu limite e premiando as minhas conquistas (um geladinho chegava!).
                  6 - Nunca tomar medicação (victan, xanax, e outros...) sem ser em caso extremo, há medicação que faz pior do que os sintomas e a longo prazo causa dependência.

                  Fiz isto tudo e resultou, as pessoas que me conhecem bem já estavam preparadas para ouvir a meio de um filme: "Tenho que ir à casa de banho... " Graças a Deus, entretanto inventaram o Imodium rapid  :P Hoje já vou ao cinema, fico até ao fim na boa (mas escolho um lugar numa ponta...).

                  Ah, outra coisa importante, se a ansiedade vos priva de algo que não vos causa grande problema não valorizem isso. Se é mt limitador ou dramático sugiro que procurem mesmo ajuda de um profissional.

                  Com a adolescência partiram estes estados emocionais exagerados. Não sou uma pessoa super equilibrada (confesso) mas, também não conheço ninguém que o seja!! lol Tenho imensos pensamentos/comportamentos tontos (ando com anti bacteriano na mala, faço alergias quando estou sujeita a muito stress, tenho um problema gástrico provocado pela ansiedade, etc...) mas,isto não é nada, e se soubermos dar a volta até pode ser um charme (há pessoas que adoram pessoas complexas). E tudo se aprende a contornar e a controlar haja vontade e paciencia. 

                  Desculpem o tamanho do post mas pensei que vos podia ajudar com o meu testemunho! :P
                  « Última modificação: 25 de Dezembro de 2007 por reguila »
                    EFEITO BORBOLETA:
                    “You can't change who people are without destroying who they were.” * “Predictabilidade: O bater de asas de uma borboleta no Brasil poderá provocar um tornado no Texas”

                    Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                    #11

                    Offline Azula

                    • *****
                    • Associad@
                    • Membro Elite
                    • Género: Feminino
                    • Voluntary Simplicity
                      • Hábitos Alimentares e Sexualidade
                    Obrigada pelo testemunho, reguila, é muito importante, também, falarmos com pessoas que foram bem sucedidas na luta contra os seus problemas  ;)

                    Well, eu já fui uma pessoa super ansiosa mas agora, desde que comecei a quebrar o evitamento, estou realmente a progredir  :P Lembro-me de que quando era mais pequena chegava ao ponto de não comer em público, não olhar para as pessoas enquanto falava, não falar ao telemóvel, lol, uma série de evitamentos que me prendiam e castravam a minha vida. Depois com as apresentações, as orais, os amigos-doidos-que-puxam-por-nós, o activismo, a necessidade-tremenda-de-ser-útil etc., travei o evitamento e comecei a "andar para a frente"  ;D

                    lol, lembrem-se: "o que tem que ser tem muita força"  lol
                      Acreditas no trabalho da rede ex aequo e queres participar activamente na vida da associação? Torna-te sóci@! ;-) Consulta http://www.rea.pt/inscricao.htm

                      A finalidade humana deveria ser a de amar a Vida - todos os problemas se extinguiriam se admitíssemos esta realidade.

                      Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                      #12

                      monalisa

                      • Visitante
                      texto retirado de: http://tvtel.pt/psicologia/page11.htm

                      A ansiedade pode assumir múltiplas formas, desde o medo por falar em público, de andar de elevador ou por entrar num avião. Outras vezes, a ansiedade pode vir repentinamente, num ataque agudo e com sintomas físicos como falta de ar, ondas de calor e dores no peito, constituindo um ataque de pânico. A ansiedade pode ser sentida em graus muito variados, desde um ligeiro desconforto até ao terror intenso de um ataque de pânico, mas sempre com a sensação que algo de mau vai acontecer, mesmo não havendo um perigo real:

                       

                      - Preocupações Crónicas: preocupar-se constantemente sobre a sua saúde, família, trabalho, carreira, finanças, etc. Há uma vaga ideia de que algo de mau está para acontecer, mas não sabe o quê.

                      - Medos e Fobias: medo da interacção social, medo de estranhos, medo de lugares altos, de elevadores, sangue, de conduzir, de aranhas, de voar, de cães, de trovoada ou mesmo de ficar fechado em lugares fechados.

                      - Ansiedade de Desempenho: Quando há uma preocupação excessiva em relação ao desempenho de uma tarefa: sentir a cabeça em branco quando tem de fazer um teste, realizar uma actividade em frente a outras pessoas ou mesmo competir num evento desportivo.

                      - Medo de falar em público: sentir ansiedade sempre que tem de falar em frente de um grupo de pessoas. Nesta situação podem aparecer pensamentos do género "Vou começar a tremer e as pessoas vão perceber como eu estou nervoso" ou " Vou-me esquecer do que tenho para dizer", "Vou ter uma branca e vou fazer uma figura ridícula", " Todas as pessoas vão olhar para mim e perceber como sou neurótico"...

                      - Ataques de Pânico: Sentir um ataque repentino, súbito, que parece vir do nada, no qual o coração começa a bater depressa, o corpo treme, sente que não consegue respirar e que pode sufocar, o peito aperta e onde podem aparecer tonturas ou vertigens. Nesta situação podem aparecer pensamentos como " Eu devo ter um ataque cardíaco, será que vou viver ou morrer?", "não consigo respirar, acho que vou morrer sufocado", " e se eu perder o controle?", "acho que vou enlouquecer". À medida que estes sintomas vão desaparecendo, é frequente as pessoas sentirem-se assustadas, humilhadas  e com vergonha do que aconteceu. Fica a pensar no que aconteceu e quando e onde é que isto pode acontecer de novo. Ver também transtorno de pânico

                      - Transtorno do Stresse Pós- Traumático: É inundado por memórias ou imagens mentais de um acontecimento terrível que aconteceu há meses ou anos.

                      - Agorafobia: Ficar ansioso por ficar longe de casa porque acredita que algo de mau pode vir a acontecer- como um ataque de pânico- e não vai haver ninguém que o possa ajudar. Sentir medo em lugares abertos, pontes, túneis, em lojas apinhadas de pessoas ou andar de metro ou transportes públicos. Ou seja, há um medo em relação a lugares ou situações dos quais seja difícil escapar ou sair.

                      - Obsessões e Compulsões: É inundado por pensamentos obsessivos que não consegue evitar ou tirar da cabeça, e impulsos (que não consegue evitar) para fazer rituais, que supostamente controlam os medos. Por exemplo, pode ser consumido pelo medo de germes e tem um impulso irresistível para lavar as mãos continuamente (comportamento compulsivo), ao longo do tempo. Ou um impulso para verificar se as portas estão bem fechadas, mesmo depois de ter acabado de verificar.  Ver também transtorno obsessivo- compulsivo

                       

                      - Preocupações em relação ao aspecto físico (Transtorno Dismórfico Corporal): É consumido pela sensação de que há algo de errado ou anormal com o corpo ou com qualquer aspecto da imagem corporal ou da face, mesmo quando os amigos e familares dizem que está tudo óptimo. Por exemplo, pode haver uma preocupação com o nariz  porque se acha que é grande ou deformado ou que o corpo nunca está suficientemente musculado, apesar de anos de ginásio e de as outras pessoas o verem como bastante musculado. Esta preocupação causa sofrimento e o indivíduo pode recear actividades sociais ou evitá-las, com medo de o corpo ser exposto ou para manter a sua dieta ou exercícios. Frequentemente, há uma inibição social e muito tempo e dinheiro é gasto em cremes de beleza, suplementos alimentares e mesmo em frente a espelhos, tentando corrigir um hipotético defeito, pois há uma excessiva valorização do corpo e de que ele não satisfaz as expectativas.

                      Na Vigorexia ou  Síndroma de Adónis existe um preocupação excessiva com a musculatura, o corpo e o exercício físico. Existe uma distorção do esquema corporal porque, por mais exercício físico que façam e mesmo tendo um corpo muito grande e musculado, estas pessoas vêem-se como fracas e débeis. Esta obsessão com o corpo pode levar a dietas muito ricas em proteínas e a despender largas horas no ginásio e até ao consumo de esteróides e outras substâncias proibidas. Este transtorno provoca sofrimento, gerando ansiedade, depressão, fobias e comportamentos compulsivos (ex: olhar muitas vezes no espelho). Existe uma relação entre introversão, dificuldades de relacionamento interpessoal, timidez e mesmo fobia social, com este transtorno. Ao mesmo tempo, pode haver uma grande necessidade de aprovação social, mas sentindo insatisfação e complexos com o próprio corpo. Da mesma forma que existe uma distorção do esquema corporal com a anorexia, em que o indivíduo nunca se vê suficientemente magro (ainda que na realidade excessivamente magro), na vigorexia o indivíduo vê-se como fraco, apesar de ser muito musculoso. Muitas vezes, a única forma de quebrar este ciclo é através da terapia cognitivo- comportamental que realizamos, e pretende, entre outros aspectos,  modificar os esquemas distorcidos, melhorar a auto-estima e reduzir os comportamantos obsessivo- compulsivos.

                       
                      Com existem tantos sintomas diferentes relacionados com a ansiedade, ela faz parte de um conjunto de perturbações relacionadas, como os ataques de pânico, o transtorno de ansiedade generalizada, as fobias, a perturbação obsessivo- compulsiva e o Stresse pós- traumático. Cada um destes problemas tem um conjunto específico de sintomas, mas também há sintomas comuns entre eles, nomeadamente um medo intenso, de que algo negativo pode vir a acontecer. 


                        Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                        #13

                        monalisa

                        • Visitante
                        Texto retirado do site: http://hsl.gpsaude.pt/gpsHospitalSLouis/Menu/Clientes/Informa%C3%A7%C3%A3o+Sa%C3%BAde/artigo+ansiedade.htm

                        «O tratamento das Ansiedades
                        :: Sofrer de perturbação da ansiedade não é nenhuma banalidade nem uma fatalidade. Os tratamentos para cada tipo de ansiedade variam e são estabelecidos em função da natureza do problema (fobias, obsessões, pânico, etc.) e estabelecidos em função da personalidade do sujeito que as sofre.

                        :: Podemos encontrar ansiedades que se exprimem por outros tipos de sintomas como por exemplo, no caso de homens com ejaculação precoce, ou com impotência sexual, ou casais que há muito tempo tentam ter um filho, etc., depois de se terem realizados os despistes e exames médicos necessários, e ter-se verificado a ausência de efeitos fisiológicos, verifica-se que a ansiedade e a perturbação emocional são um factor enorme, e responsável, na manutenção dessas dificuldades. Ou ainda, pessoas que encontram no álcool, ou nas drogas, um escape para verem as suas angústias e preocupações aliviadas, e acabam por entrar num esquema traiçoeiro onde num primeiro momento as utilizam como qualquer coisa que ajuda a ficar mais calmo e que até dá prazer, mas mais tarde num esquema de dependência.

                        :: Os exemplos podem ser vários, mas o importante a saber é que, uma grande parte das ansiedades patológicas são curáveis, outras serão susceptíveis de melhoramentos consideráveis que permitem, na generalidade, devolver às pessoas uma vida normal.


                        Miguel Botelho de Barros
                        Psicólogo Clínico do Hospital St. Louis »



                          Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                          #14

                          Offline risingstranger

                          • *****
                          • Membro Ultra
                          • Género: Feminino
                          Eu sou obsessivo compulsiva, sofro de fobia social, ataques de pânico, ansiedade generalizada, sou hipocondríaca.

                          Comecei a ter ataques de pânico muito cedo e já fui muitas vezes parar ao hospital. Tive alturas em que me atirava para o chão, contra as paredes, chorava, gritava, esperneava... Não me conseguia controlar. Sentia um terror interminável dentro de mim. Isto tudo porque me punha a pensar em assuntos estúpidos... Coisas simples, por vezes até. Começava a desenvolver e acabava por entrar em parafuso. Tinha muito medo. E quando tenho um ataque de pânico geralmente também tenho um ataque de asma. Já estive a tomar antidepressivos por causa disto tudo, mas não deram lá grande resultado... Enfim.

                          é incrivel o desespero nao é? e o descontrole completo do nosso prorpio corpo. tive atakes de paniko durante muito tempo. hj estou muito melhor as vezes atrofio mas nao é igual.

                          pessoalmente o meu problema passava entre outras coisas pelo nao me assumir como era (a minha sexualidade), andei em psicologos e varios psikiatras que me ajudaram a controlar os sintomas com medicaçao mas nenhum me ajudou a encontrar o problema o que originava os atakes.
                          ha sempre uma razao seja insegurança ou uma situaçao tragica  ha sempre uma situaçao traumatica que desencadeia os atakes de panico se entendermos essa razao os atakes de panico passam.

                          começei a fazer reiki com um medico que me ajudou a entender e aceitar que era gay coisa que eu nao sabia ou nao queria saber.

                          a partir do momento em que assumi para mim mesma que era gay os atakes diminuiram drasticamente (antes eram quaze diarios) depois de me assumir aos meus pais passaram a acontecer apenas de vez em quando.

                          hoje em dia sao raros. mas continuo o meu tratamento direitinho e ja estou muito mas muito melhor mesmo. as vezes nem me reconheço.

                          para mim foi importante entender que havia uma maneira de acabar com aquilo em vez de minimizar os estragos que foi o que muitos medicos me aconselharam apenas a minimizar os estragos.

                          ha uma soluçao e esta em cada um de nos esta em entender os nossos medos e saber o porque. no fim tudo tem logica.
                            people don't have to be the same. there is grey and yellow ...and red. there is blue and green. and then there is me  :)

                            Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                            #15

                            Offline reguila

                            • *****
                            • Membro Ultra
                            • Género: Feminino
                            • "Sê Plural como o Universo" F. Pessoa
                            risingstranger,
                            lá está o que eu referi - as causas internas que surgem que gritos do nosso próprio corpo...

                            o segredo está em reconhecer o "inimigo", lidar com ele e enfrentá-lo! sobretudo, querer fazê-lo...
                              EFEITO BORBOLETA:
                              “You can't change who people are without destroying who they were.” * “Predictabilidade: O bater de asas de uma borboleta no Brasil poderá provocar um tornado no Texas”

                              Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                              #16

                              Offline Joni_25

                              • *
                              • Novo Membro
                              Criei este topico para que toda a gente que sofra de algum destes problemas, possa partilhar as suas experiencias, a forma como lidam com estas doenças do foro psicologico.


                              Olá S@fia!

                              Descobri o vosso fórum pela pesquisa de fobia social...  ??? tentei deixar mensagem privada, mas por algum motivo que desconheço, não consegui! >:(

                              Gostaria apenas de deixar o convite para visitares (tal como todos os membros) o Fórum que aborda exclusivamente a Ansiedade/ Fobia Social.

                              http://fobiasocial.forumvila.com

                              Os melhores cumprimentos, como votos de uma passagem d'ano de arromba!  8)

                              Joni_25

                                Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                                #17

                                Offline _Pipoca_

                                • *****
                                • Membro Ultra
                                • Género: Feminino
                                Eu sofro de ataques de pânico vai fazer 3 anos e são acompanhados por ataques de ansiedade.

                                Sei que já estive muito pior e ja vou sabendo lidar com a situação.

                                Só gostaria que isto um dia desaparecesse

                                  Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                                  #18

                                  Offline aduraes

                                  • *
                                  • Novo Membro
                                  Olá Pessoal,

                                  Descobri este forúm numa pesquisa, já lá vão dois anos que começei a sofrei de ataques de pânico, tenho com muita mais frequencia a noite e quando estou só.

                                  A pouco tempo realizei uma serie de exames medicos principalmente ao coração, onde apenas me foi detectado um problema (o meu coração trabalha sempre a mil a hora nunca para nem quando estou a dormir) devido a esta razao foi me receitado Inderal 10mg, espero que com isto melhor.

                                  Também estou a tomar Paroxetina e victan em SOS, agora a minha médica mandou me ir para um psiquiatra, gostava de saber qual a vossa opinião?

                                  Não sei o que fazer neste momoento, ando muito confusa tenho muito medo de estar só, choro por tudo e por nada ando triste, não sei bem o qu fazer? Podem me ajudar...

                                  Obrigado

                                    Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males !
                                    #19

                                    Offline corema

                                    • *****
                                    • Membro Elite
                                    • Género: Feminino
                                    Olá Pessoal,

                                    Descobri este forúm numa pesquisa, já lá vão dois anos que começei a sofrei de ataques de pânico, tenho com muita mais frequencia a noite e quando estou só.

                                    A pouco tempo realizei uma serie de exames medicos principalmente ao coração, onde apenas me foi detectado um problema (o meu coração trabalha sempre a mil a hora nunca para nem quando estou a dormir) devido a esta razao foi me receitado Inderal 10mg, espero que com isto melhor.

                                    Também estou a tomar Paroxetina e victan em SOS, agora a minha médica mandou me ir para um psiquiatra, gostava de saber qual a vossa opinião?

                                    Não sei o que fazer neste momoento, ando muito confusa tenho muito medo de estar só, choro por tudo e por nada ando triste, não sei bem o qu fazer? Podem me ajudar...

                                    Obrigado

                                    Olá
                                    Eu tenho um distúrbio de pânico e no início passei por situções semelhantes às que descreves. Fazer exames médicos só faz bem, porque ficas a saber se estás de boa saúde, mas não é por aí que vais descobrir porque tens as crises de pânico. Não se trata de nenhuma doença detectavel por exames. O que tu sentes quando entras em pânico é psicossomático, ou seja, é a tua ansiendade em excesso que se manifesta na forma de sintomas físicos. Se já estás a tomar paroxetina e victan já devias ter ido a um psiquiatra. Esse tipo de problemas e medicação devem ser vistos por um médico da especialidade. Vai ao médico o quanto antes, é muito importante que tentes perceber porque razão tens ataques de pânico. A medicação no início é muito importante para controlar os piores sintomas, mas o teu objectivo deve ser perceber o que se passa e aprender a controlar e a lidar com isso, de preferência de maneira a que consigas deixar a medicação. Um ataque de pânico é o limite de uma crise de ansiedade, pelo que tens de tentar perceber o que te leva a sentir essa ansiedade em excesso. Quanto mais tempo demorares a pedir ajuda a um médico pior. Ficas de tal forma condicionada que podes começar a desenvolver outros problemas como depressões graves.
                                    E já agora, não te sintas por isso um bicho raro, vais ver que se começares a falar com as pessoas muitas delas já passaram por isso, principalmente na adolescência e entrada na idade adulta.

                                       

                                      Tópicos relacionados

                                        Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                      Ansiedade

                                      Iniciado por BlAcKtEaR « 1 2 ... 14 15 » Saúde e Bem-estar

                                      299 Respostas
                                      84221 Visualizações
                                      Última mensagem 20 de Junho de 2018
                                      por origo
                                      Os nossos medos!!

                                      Iniciado por goldis « 1 2 ... 63 64 » Outras Conversas

                                      1275 Respostas
                                      115062 Visualizações
                                      Última mensagem 27 de Abril de 2015
                                      por Dami
                                      Hipocondria

                                      Iniciado por PsyGirl_Av Saúde e Bem-estar

                                      3 Respostas
                                      1493 Visualizações
                                      Última mensagem 17 de Abril de 2013
                                      por Yang
                                      6 Respostas
                                      2152 Visualizações
                                      Última mensagem 22 de Abril de 2015
                                      por leonardos
                                      0 Respostas
                                      1589 Visualizações
                                      Última mensagem 30 de Maio de 2016
                                      por caires