rede ex aequo

Olá Visitante15.jan.2021, 14:26:17

Autor Tópico: Actualidade Política  (Lida 37242 vezes)

 
Actualidade Política
#0

Offline tal-go

  • *****
  • Membro Ultra
  • Género: Masculino
  • Um sonho...o Mundo.
na minha optica o sector dos transportes publicos deveria de ser também nacionalizado.. mas quando chegamos a este ponto nasce sempre uma questão.. aliás duas impostas por cada um dos polos e a realidade é que se as empresas privadas apenas procuram o lucro especulando preços até valores impraticáveis (para quem naõ sabe do que falo, experimentem viajar no sistema de carreiras do conselho de cascais)
, as publicas apenas procuram "tachos" , aumentos salariais, postos de trabalho fantasma e diminuição da eficácia dos serviços.

Quanto a isso, este sector deveria pertencer todo à esfera do Estado (sendo uma vantagem quando o país for dividido em regiões administrativas). Além de melhor servidos, teriamos ainda a certeza de que o serviço nao se degradaria por vontades dos senhores administradores.
Os privados nao sabem gerir um sistema fiável de transportes: falta-lhes prática e visão, tem apenas visao para o lucro mesmo que isso implique a degradação do serviço. O caso da Transdev na zona Centro é horrível, desde que esses Franceses vieram para cá comprar as empresas que nasceram da (muito má) ideia de privatização da Rodoviária Nacional, as carreiras têm sido suprimidas por falta de autocarros (muitos avariam) e os autocarros que cá circulam são autocarros Franceses importados há pouco, que deixaram de fazer serviço em França. Muitos são do início dos anos 80. Andavam mais bem estimados aqueles que estes Franceses substituiram. E cobram muito mais que o comboio em percursos iguais, sendo a qualidade inferior.
 
Empresas deste sector no Estado, exemplo Carris e CP, sao exemplo de empresas que estão a lutar pela sua renovaçao e diminuiçao dos prejuizos sem alterar a qualidade do serviço para baixo. Aliás, tanto uma como outra estão a fazer mais com menos, a Carris em Setembro (com o início da reestruturação da rede) e a CP em Abril mudaram (e para bastante melhor) e estão a conseguir reduzir os seus custos operacionais (os Intercidades por exemplo já dão lucro). Dentro do Estado so consigo encontrar uma empresa que funciona mal, que é o Metro de Lisboa. As expansões da rede mal estruturadas juntamente com uma rede que da um apoio relativamente baixo dentro da cidade (se pensarmos noutras cidades europeias), resultam num défice enorme desta empresa, o maior de todas as empresas de transporte.
Extrapolando um pouco, o problema de Lisboa não é meramente das transportadoras. A tutela (principalmente os Governos de Direita) têm muita culpa também nesse aspecto. Há projectos estruturantes para a cidade que poderiam ser feitos a baixo custo (ao invés de túneis), como eléctricos (já nem falo em metro de superfície porque fica caro e serve pouco) no corredor Cais Sodré-Eixo Oriental-Parque das Nações-Moscavide onde os autocarros 28 e 82 andam sempre cheios. E ainda agora o Porto de Lisboa anda a construir edificios no Cais Sodre impedindo o alargamento da Avenida (obra bastante necessária) que vai para a Praça do Comércio, que a partir das 17h começa a ficar congestionada.
« Última modificação: 25 de Março de 2010 por Moderação Geral »

    Esquerda Vs direita. Que opção?
    #1

    Offline Coubert

    • *****
    • Membro Elite
    • Género: Feminino
    Quanto a isso, este sector deveria pertencer todo à esfera do Estado (sendo uma vantagem quando o país for dividido em regiões administrativas). Além de melhor servidos, teriamos ainda a certeza de que o serviço nao se degradaria por vontades dos senhores administradores.
    Os privados nao sabem gerir um sistema fiável de transportes: falta-lhes prática e visão, tem apenas visao para o lucro mesmo que isso implique a degradação do serviço.
    God! Até posso concordar com certas coisas que tu disseste. mas, acho que estas a generalizar, coisa que eu acho mal. quanto ao resto defendo, claramente, as privatizações! em todos os sectores, ou em grande parte deles. estando os transportes nele incluídos. Não digo que não haja situações e empresas que só querem lucro e mais lucro, mas acho que o Estado não tem capacidade suficiente para suportar certas coisas. dai a necessidade dos privados.
      "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

      Esquerda Vs direita. Que opção?
      #2

      Offline tal-go

      • *****
      • Membro Ultra
      • Género: Masculino
      • Um sonho...o Mundo.
      Eu acho que todos os sectores deveriam ter desde algum a total mão do Estado. A iniciativa privada deixemo-la para hoteis, restaurantes, supermercados...
      A protecção Estatal, com algumas empresas com o estatuto de "parcerias publico-privadas" e outras debaixo da alçada das Regiões (é isto que nos falta, poder centralizado nunca foi poder, mas uma forma de mandar). Sectores como a saúde, os transportes (especialmente estes), a educação, a acção social (esta também em especial) devem ser da mão integral, ou grande parte, do Estado. Seja através da tutela, seja através das competências autonómicas.

      Além disso, gostava que me desses um exemplo de uma empresa privada que preste um bom serviço de transportes. Eu por mais que conheça, não encontro nenhuma. E não é com a contratualização do serviço público às operadoras que vamos lá.

        Esquerda Vs direita. Que opção?
        #3

        Offline Coubert

        • *****
        • Membro Elite
        • Género: Feminino
        Além disso, gostava que me desses um exemplo de uma empresa privada que preste um bom serviço de transportes. Eu por mais que conheça, não encontro nenhuma. E não é com a contratualização do serviço público às operadoras que vamos lá.
        O Metro do Porto. e, tornamos, a não partilhar da mesma opinião.

        "Sem entrar em detalhes sobre modelos específicos para projectos concretos, Mário Lino explicou que o objectivo é "dar ênfase à lógica de prestação de um serviço público por um operador privado, em detrimento da estrita lógica de construção e fornecimento de uma determinada peça infra-estrutural ou de mera opção de financiamento para diferimento no tempo da despesa pública, em que o operador privado assume a responsabilidade do investimento inicial, suportado em apoio bancário dirigido ao projecto". Este tem sido o modelo seguido até agora em projectos como a concessão rodoviária das pontes sobre o Tejo, a operação ferroviária no mesmo percurso ou as Scut (auto-estradas sem custos para o utilizador). No quadro do novo modelo, foi já aprovado o metro do Mondego, cujo concurso ainda não avançou, e aguarda-se a definição dos modelos de transacção dos grandes projectos da Ota e do TGV."

        Até posso concordar quando falas em transportes e acção social. Mas, saúde?! e educação?! Acho que uma mãozinha dos sectores privados, dão imenso jeito.

        Suponho que concordes com isto:
        "O país, dois anos que estão passados de Governo do PS, não só continua confrontado com os mesmos e graves problemas de transporte, da logística e da mobilidade, cujas soluções se foram protelando nos últimos anos, como a perspectiva que se apresenta para o futuro é a do seu arrastamento e agudização, com a submissão da política nacional de transportes aos grandes interesses privados, com evidentes prejuízos para a qualidade de vida das populações, o ambiente e a economia nacional."
        Jerónimo de Sousa - PCP
        « Última modificação: 8 de Maio de 2007 por Mademoiselle Joanne »
          "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

          Esquerda Vs direita. Que opção?
          #4

          Offline tal-go

          • *****
          • Membro Ultra
          • Género: Masculino
          • Um sonho...o Mundo.
          Além disso, gostava que me desses um exemplo de uma empresa privada que preste um bom serviço de transportes. Eu por mais que conheça, não encontro nenhuma. E não é com a contratualização do serviço público às operadoras que vamos lá.
          O Metro do Porto. e, tornamos, a não partilhar da mesma opinião.(...)
          Suponho que concordes com isto:
          "O país, dois anos que estão passados de Governo do PS, não só continua confrontado com os mesmos e graves problemas de transporte, da logística e da mobilidade, cujas soluções se foram protelando nos últimos anos, como a perspectiva que se apresenta para o futuro é a do seu arrastamento e agudização, com a submissão da política nacional de transportes aos grandes interesses privados, com evidentes prejuízos para a qualidade de vida das populações, o ambiente e a economia nacional."
          Jerónimo de Sousa - PCP

          O Metro do Porto é uma Sociedade Anónima e não é privado. Dessa SA, 5% pertencem à CP, 10% a STCP, um quinhão fica para as autarquias e ainda há uma fracção que julgo estar entregue à iniciativa privada (como à Transdev).

          Não só concordo com a posição do Jerónimo de Sousa, como assino por baixo. Se por um lado, a Carris e a CP melhoraram nestes dois últimos anos passados (seja Governo PS ou não, isso não me importa), os casos em que houve uma diminuição da qualidade de transporte e diminuição da mobilidade per si, são casos que aconteceram no domínio dos privados. Os TST e a Transdev insistem em comprar lixo (e altamente poluente, com uso de motores do tempo da Maria Caneca) que vem do Estrangeiro, a Transdev continua a cortar carreiras, as rodoviárias de Trás-os-Montes estão a deixar de fazer o "serviço publico" que a CP fazia naqueles lugares com 4 vezes mais frequência e muito mais barata. A Rodoviária do Alentejo, desde há uns anos para cá, tem vindo a cortar na grande maioria das carreiras que se realizam aos fins-de-semana. Os exemplos multiplicam-se pelo país fora, apenas no domínio Estatal encontras uma maior estabilização dos serviços.

            Esquerda Vs direita. Que opção?
            #5

            Offline Coubert

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            Apesar disso tudo, eu continuo a ter esperança que uma empresa privada consiga resolver todas as criticas que tu apontaste! defendo a privatização dos mais variados sectores, como disse anteriormente. acho que o Estado não consegue suportar várias áreas. acho que aquilo que o Jerónimo de Sousa e o seu partido defende é algo utópico. algo bom na teoria, miserável na prática. mas, são ideologias!
              "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

              Esquerda Vs direita. Que opção?
              #6

              Offline tal-go

              • *****
              • Membro Ultra
              • Género: Masculino
              • Um sonho...o Mundo.
              As empresas privadas podem surgir com a melhor das boas fés. Eu, tu e mais uns maganos podemos criar hoje uma empresa que se dedique a ter meia dúzia de carreiras a operar num sítio qualquer. Mas depois vem o preço dos autocarros, o salário que se pagam aos colaboradores, um esquema de gestão de frota, etc etc. Pode-se começar com 16 carreiras diárias para cada lado, daqui a um tempo serão 8 e depois se calhar ficam só 4 aos dias úteis e hora de ponta e não propriamente porque não haja pessoas para transportar, mas porque os recursos disponíveis são caros.

              É tudo muito bonito quando se promete frota nova e mais horários, só que os privados fazem isso quando lhes dá na real gana e de acordo com o dinheiro que têm. Depois há os que reclamam subsídios, os que recebem e os que não recebem, o que vai criar injustiças por esse país fora que se repercute na qualidade de serviço e nos preços praticados (pela Scotturb Sintra-Cascais fica em 3,19 € enquanto que CP Cascais-Lisboa são 1,60 €).

              Apenas uma empresa do Estado pode ser alheia a todos os problemas económicos (mas procurando sempre ter lucro, a CP tem com os Intercidades e está a melhorar com os Regionais), centrando-se mais na sua auto-subvenção e melhoria das condições de viagem. Já um privado, a sua primeira meta será a não falência do seu sistema.
              Serviços públicos nos privados não é uma boa ideia, o Estado deve ser ele a intervir (porque é capaz) neste sector.

                Esquerda Vs direita. Que opção?
                #7

                Offline Coubert

                • *****
                • Membro Elite
                • Género: Feminino
                Serviços públicos nos privados não é uma boa ideia, o Estado deve ser ele a intervir (porque é capaz) neste sector.
                porque não uma junção de ambos?! como já em sido dito?!
                  "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

                  Esquerda Vs direita. Que opção?
                  #8

                  Offline tal-go

                  • *****
                  • Membro Ultra
                  • Género: Masculino
                  • Um sonho...o Mundo.
                  Já me pronunciei sobre isso. Há casos em que uma parceria público-privada poderia dar frutos como o caso em que é preciso fazer serviço público (rodoviário principalmente) em locais que não satisfaçam o requisito de transporte de massa (das aldeias à sede do concelho por exemplo). Mas lá está, poderia!
                  Este tipo de transporte deveria ser subvencionado pela região autónoma e não pelo privado. Outros casos, como linhas de Sintra, Cascais, Carris em Lisboa que seriam alvos fáceis da intenção dos grupos privados com o abandalhamento que daí depois vem e da confusão para os seus utentes. Eu quando preciso de recorrer ao autocarro fora de Lisboa, vejo-me aflito para saber quais as carreiras que vão para certos sítios porque num mesmo lado pode haver imensos operadores. E se um não tem serviços ao Domingo, há um outro que até oferece uma viagem ao Domingo e não há essa informação disponível.

                  Um exemplo de uma Rodoviária Nacional que abarcasse todo o sector rodoviário com fusão daqueles que prestam serviço dentro da mesma área geográfica (deixando de fora as empresas urbanas STCP, Carris, etc), mas cujo controlo não fosse totalmente centralizado no Estado. Com um controlo maioritariamente das Comunidades Autónomas (quando as tivermos), seria o modelo mais justo para todos.

                    Esquerda Vs direita. Que opção?
                    #9

                    Offline Lara_

                    • ***
                    • Membro Total
                    • Género: Feminino
                    porque quer o sector privado quer o sector publico parecem ter pontos de saturação sejam eles por aumentos insuportáveis dos preços quer por degradação da qualidade dos serviços e da formação de jobs for the boys e tachos e eteceteras é que existe a lei de Keynes.

                    Segundo este economista parece existir toda uma oscilação entre o publico e o privado decorrente de um eterno balanço entre o liberalismo e o proteccionismo. ou seja, acaba por ser previsivel que algo que tenha permanecido muito tempo no sector privado se nacionalize e que algo que tenha estado muito tempo nas maos do estado se privatize... resta saber é quando.

                    De qualquer forma acho também razoavel que as pessoas não se esqueçam que ser de esquerda ou de direita são conceitos já um tanto obsoletos. A extrema direita por exemplo é altamente nacionalista e anticapitalista por exemplo, enquanto alguns governos socialistas têm sido bastante neo-liberais. por isso devemos em vez de falar de ser de esquerda ou de direita devemos de aludir a estas duas dimensões: a económica e a social, uma vez que podemos ser de esquerda segundo o seu pensamento tradicional social e não o sermos na sua dimensão economica por exemplo

                      Esquerda Vs direita. Que opção?
                      #10

                      Offline Lara_

                      • ***
                      • Membro Total
                      • Género: Feminino


                      agora não gosto dos representantes do meu partido

                      eu pura e simplesmente cheguei á conclusão que não faz sentido ter filiação num partido, acabamos por ser nós a desviar-nos das nossas convicções para tentarmos caber nos modelos formatados que nos são vendidos.
                      Eu tenho as minhas ideias politicas bastante delimitadas e , feliz ou infelizmente não cabem em nenhuma filiação política no seu pleno ... talvez um dia tenha a oportunidade de formar um novo partido.. quem sabe um dia mais tarde
                      , se arranjar uma espécie de "camaradas "(nada de ligar a palavra a filiações de esquerda) que alinhem num projecto comigo  ::)

                      mas é dificil arranjar alguém que se ponha ao lado de uma suposta psicopata (como penso que muitos me julgam)
                      que defende essa coisa "horrenda" que é a tortura / pena de morte.. de qualquer das formas, não considero que o ser humano possa perseguir a justiça castrando esta possibilidade a histórica de a fazer.

                      outra coisa são os direitos humanos.. quanto a mim direitos humanos são algo que todos os individuos devem de ter a par dos Deveres Humanos. direitos sem deveres conduzem igualmente a injustiças sociais. quem quebra com os seus deveres, perde os seus direitos.. penso que é da mais basica pedagogia infantil... portas-te mal , não comes o doce..
                      bah, como é que o ser humano pode esquecer estas coisas estruturais...
                      politicos dum raio!

                      simplesmente detesto igualdades simplistas, defendo sim, igualdades condicionais . o objectivo será eleger-se todo um conjunto de direitos humanos, e de deveres humanos com os quais se possam digamos , comprar esses direitos, sim, porque ao contrário do qeu muitos pensam todoso s nossos direitos são comprados, são conquitas, se nenhum dos cidadãos portugueses trabalhar, não é possivel por exemplo garantir nenhum direito dos que sõa apregoados pela carta internacional dos direitos do homem. é por isso bastante claro qeu todos nós temos de conhecer os nossos deveres...

                      faz-me confusão quando se defendeo o direito á habitação e não se defende o dever ao trabalho... e quando não há trabalho? aí cabe aos políticos acertar as infra-estruturas económicas por forma a conseguir oferecer trabalho a todos os individuos. o trabalho deve de ser o maior direito e o maior dever do ser humano pois ele é o garante de toda a existencia economica e cultural sob a qual assentam as realidades e as utopias dos direitos que queremos construir e democratizar.
                      « Última modificação: 14 de Maio de 2007 por Lara_ »

                        Esquerda Vs direita. Que opção?
                        #11

                        Offline Coubert

                        • *****
                        • Membro Elite
                        • Género: Feminino
                        Confesso que me choca o desinteresse que a grande parte dos nossos jovens tem em relação á politica!
                          "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

                          Esquerda Vs direita. Que opção?
                          #12

                          Offline Thumbnail

                          • *****
                          • Membro Vintage
                          • Género: Masculino
                          • Ecce Somnium!
                            • Bravis esse laboro, obscuro fio
                          Confesso que me choca o desinteresse que a grande parte dos nossos jovens tem em relação á politica!

                          Também me faz confusão, mas em parte até percebo: República das banas, a começar em pessoas LGBT e a acabar sabe-se lá onde...
                            Pertence ao fenómeno universal da natureza humana que o tétrico, o medonho e até o horrível brotem com irresistível beleza (Schiller)

                            Esquerda Vs direita. Que opção?
                            #13

                            Offline Gharam

                            • *****
                            • Membro Elite
                            • Género: Feminino
                            • Closets are for clothes.
                              • A minha página no Deviantart
                            Confesso que me choca o desinteresse que a grande parte dos nossos jovens tem em relação á politica!

                            Também me faz confusão, mas em parte até percebo: República das banas, a começar em pessoas LGBT e a acabar sabe-se lá onde...


                            Pois, embora faça parte do jovens que vocês mencionaram, também compreendo perfeitamente que se ninguém das novas gerações der atenção à política isto vai-se cada vez mais abaixo.

                            Eu interesso-me pelo o que um ou outra pessoa possa fazer pelo país, estando no governo. E de certa maneira acompanho a maneira como é governada, agora, aquelas guerrinhas entre partidos e achincalhadas que de vez em quando uns mandam aos outros, passam-me completamente ao lado. Tanta coisa boa que podia ser feita pelo país se em vez de as pessoas se preocuparem tanto com os partidos e mais com os portugueses. É-me indiferente se um dado candiadato é de X ou Y, desde que esteja lá para mudar qualquer coisa e fazer algo de bom tudo bem. Faz-me confusão é aquelas pessoas que votam cegamente sempre em determinado partido, sem ver qual é o candidato. É que os partidos têm todos coisas boas e más, não há nenhuma maneira de juntar tudo isso? Bem, por estas e por outras é que me considero apolítica, mas não sou de modo algum alheia ao que se passa, só não concordo inteiramente com nenhuma ideologia partidária.
                              "Quem nos deu asas para andar de rastos? Quem nos deu olhos para ver os astros - Sem nos dar braços para os alcançar?!... " - Florbela Espanca

                              "Gostaria muito de quebrar certas ideias à martelada. Infelizmente nenhuma das ideias que me incomodam foi moldada em cerâmica"

                              (\ /)
                              ( . .) c(")(")

                              Esquerda Vs direita. Que opção?
                              #14

                              Offline Thumbnail

                              • *****
                              • Membro Vintage
                              • Género: Masculino
                              • Ecce Somnium!
                                • Bravis esse laboro, obscuro fio
                              Gharam (bonito nick by the way), uma coisa é avaliar a atitude e o comportamento deles outra totalmente diferente é avaliar os ideais. Até podemos tê-los bem diferents mas isso é que é indespensavel. Talvez por essa gralha te intitules 'apolítica' :)
                                Pertence ao fenómeno universal da natureza humana que o tétrico, o medonho e até o horrível brotem com irresistível beleza (Schiller)

                                Esquerda Vs direita. Que opção?
                                #15

                                Offline Gharam

                                • *****
                                • Membro Elite
                                • Género: Feminino
                                • Closets are for clothes.
                                  • A minha página no Deviantart
                                Gharam (bonito nick by the way), uma coisa é avaliar a atitude e o comportamento deles outra totalmente diferente é avaliar os ideais. Até podemos tê-los bem diferents mas isso é que é indespensavel. Talvez por essa gralha te intitules 'apolítica' :)


                                Mas supostamente uma pessoa de determinado partido não devia agir de acordo com os seus ideais partidários? Se não age, então deveria ser independente, penso eu.


                                (bgda :))
                                  "Quem nos deu asas para andar de rastos? Quem nos deu olhos para ver os astros - Sem nos dar braços para os alcançar?!... " - Florbela Espanca

                                  "Gostaria muito de quebrar certas ideias à martelada. Infelizmente nenhuma das ideias que me incomodam foi moldada em cerâmica"

                                  (\ /)
                                  ( . .) c(")(")

                                  Esquerda Vs direita. Que opção?
                                  #16

                                  Offline Coubert

                                  • *****
                                  • Membro Elite
                                  • Género: Feminino
                                  Gharam (bonito nick by the way), uma coisa é avaliar a atitude e o comportamento deles outra totalmente diferente é avaliar os ideais. Até podemos tê-los bem diferents mas isso é que é indespensavel. Talvez por essa gralha te intitules 'apolítica' :)


                                  Mas supostamente uma pessoa de determinado partido não devia agir de acordo com os seus ideais partidários? Se não age, então deveria ser independente, penso eu.


                                  (bgda :))
                                  tu não tens de seguir á risca os ideais do teu partido. o importante, é concordares com aqueles que te fazem achar que pertences a esse partido! não digo os mais importantes, mas alguns... eu sou a favor de haver questões que as pessoas devem ser mesmo apartidárias. o aborto, por exemplo, achei ridiculo haver partidarização e ainda achei mais ridiculo haver pessoas que votam só porque o seu partido quer!
                                  « Última modificação: 17 de Maio de 2007 por Mademoiselle Joanne »
                                    "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

                                    Esquerda Vs direita. Que opção?
                                    #17

                                    Offline Gharam

                                    • *****
                                    • Membro Elite
                                    • Género: Feminino
                                    • Closets are for clothes.
                                      • A minha página no Deviantart
                                    Gharam (bonito nick by the way), uma coisa é avaliar a atitude e o comportamento deles outra totalmente diferente é avaliar os ideais. Até podemos tê-los bem diferents mas isso é que é indespensavel. Talvez por essa gralha te intitules 'apolítica' :)


                                    Mas supostamente uma pessoa de determinado partido não devia agir de acordo com os seus ideais partidários? Se não age, então deveria ser independente, penso eu.


                                    (bgda :))
                                    tu não tens de seguir á risca os ideais do teu partido. o importante, é concordares com aqueles que te fazem achar que pertences a esse partido! não digo os mais importantes, mas alguns... eu sou a favor de haver questões que as pessoas devem ser mesmo apartidárias. o aborto, por exemplo, achei ridiculo haver partidarização e ainda achei mais ridiculo haver pessoas que votam só porque o seu partido quer!



                                    Pois, eu também considero isso rídiculo, as pessoas devem pensar pelas suas próprias cabecinhas.

                                    Mas eu acho que deveriam seguir. Porque então se não acreditam integralmente no que o partido defende e representa porque dizem que são deste e aquele? Por fé num qualquer deputado ou partidário em que acreditam? Acho que só por causa disso uma pessoa não deve ser militante de determinado partido.
                                      "Quem nos deu asas para andar de rastos? Quem nos deu olhos para ver os astros - Sem nos dar braços para os alcançar?!... " - Florbela Espanca

                                      "Gostaria muito de quebrar certas ideias à martelada. Infelizmente nenhuma das ideias que me incomodam foi moldada em cerâmica"

                                      (\ /)
                                      ( . .) c(")(")

                                      Esquerda Vs direita. Que opção?
                                      #18

                                      Offline Gharam

                                      • *****
                                      • Membro Elite
                                      • Género: Feminino
                                      • Closets are for clothes.
                                        • A minha página no Deviantart
                                      Gharam, acho que podes estar num partido mesmo que não concordes com TODAS as suas ideias. Aliás, creio deve ser muito raro que exista quem esteja nessa situação. Há sempre algo que não concordas e até pode ser posições que existem em dado momento por determinados grupos dentro de partido, que mais tarde podem vir a ser alteradas.

                                      Este assunto em contexto com a questão LGBT é que não sei muito bem dizer... acho que não seria capaz de fazer parte de um partido que lutasse contra os direitos e e contra a igualdade nesta área (como noutras análogas).


                                      Sim, eu sei que a maior parte das pessoas não concorda totalemte com os ideiais do partido a que pertence. Mas então e se uma pessoa, tendo um cargo já com alguma influência e que não concordasse com determinada teoria partidária, deveria fazer alguma coisa para tentar mudá-la, ou simplesmente cruzaria os braços visto que se é do partido então tem-se de ou engolir ou ignorar?
                                        "Quem nos deu asas para andar de rastos? Quem nos deu olhos para ver os astros - Sem nos dar braços para os alcançar?!... " - Florbela Espanca

                                        "Gostaria muito de quebrar certas ideias à martelada. Infelizmente nenhuma das ideias que me incomodam foi moldada em cerâmica"

                                        (\ /)
                                        ( . .) c(")(")

                                        Esquerda Vs direita. Que opção?
                                        #19

                                        Offline Coubert

                                        • *****
                                        • Membro Elite
                                        • Género: Feminino
                                        Mas então e se uma pessoa, tendo um cargo já com alguma influência e que não concordasse com determinada teoria partidária, deveria fazer alguma coisa para tentar mudá-la, ou simplesmente cruzaria os braços visto que se é do partido então tem-se de ou engolir ou ignorar?
                                        as pessoas que tem cargos importantes dentro do partido, concordam com as ideologias do partido! Com a grande parte dela. Gharam, não se mudam as ideais de um partido, só porque um membro não concorda. Os ideias são ideias fixas, coisas bases que não se alteram assim tão facilmente. o que se pode alterar são as propostas que podem advir desses ideais!  ;)
                                          "vós deveis criticar impiedosamente tudo quanto existe. sim, criticar! sem receio que vos chamem demolidores. vós sois os demolidores do mal, vós sois os construtores do mundo ideal!"

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          Braga e a Política

                                          Iniciado por T160 « 1 2 3 » Braga

                                          52 Respostas
                                          16601 Visualizações
                                          Última mensagem 4 de Fevereiro de 2011
                                          por corema
                                          7 Respostas
                                          2516 Visualizações
                                          Última mensagem 11 de Fevereiro de 2012
                                          por SimpleMind
                                          8 Respostas
                                          2100 Visualizações
                                          Última mensagem 30 de Maio de 2011
                                          por James07
                                          0 Respostas
                                          620 Visualizações
                                          Última mensagem 22 de Julho de 2019
                                          por viernev