rede ex aequo

Olá Visitante19.set.2019, 07:24:52

Autor Tópico: Depressão  (Lida 185484 vezes)

 
Depressão
#1180

Offline ÉssePê

  • ****
  • Membro Sénior
  • Género: Feminino
  • As pessoas não mudam. Revelam-se.
    • My Dream's ♥
Obrigada por cada palavra tua, obrigada mesmo.

Algumas dessas coisas já faço, vou procurar fazer as que faltam...
    "Às vezes ouço passar o vento, e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido."

    Depressão e Afins
    #1181

    JoãoSalvado

    • Visitante
    Bom dia a todos,

    Com este tópico procuro desabafar um pouco sobre como me tenho sentido ultimamente.

    Sempre me ensinaram a ser uma boa pessoa e a ver o lado bom das pessoas e da vida, e que se o fizesse coisas boas me aconteceriam. E eu sempre acreditei nisso. Procurei ser um dos melhores alunos na escola e assim fui, tentei sempre ajudar o próximo, e no fim de tudo isto, de todo este trabalho e toda esta vivência, esperava a merecida recompensa.

    Recompensa esta que nunca chegou.

    O facto de ser bom para as outras pessoas não impediu que fossem más para mim ou para com aqueles que me são queridos. Ser bom aluno não me trouxe dinheiro e estatuto, apenas me permitiu encontrar um emprego onde me sinto desprezado, desvalorizado, e inclusive humilhado pelos meus colegas.

    Os meus projectos, aqueles pelos quais tanto trabalhei e me esforcei nunca deram o devido fruto. Apenas foram ignorados e ridicularizados por aqueles que os fazem melhor que eu. A minha saúde, a qual sempre tentei preservar, é agora ameaçada por uma doença crónica que me faz consultar mais médicos do que alguma vez imaginara ou desejara.

    O mundo perdeu a sua magia.

    Acordo de manhã e uma imensidão de pensamentos me consume. Fiz tudo bem. Tudo o que era suposto fazer. Mas aprendi agora que nem isso é suficiente. Pois de que serve o exemplo de um quando o mundo é destruído pelas vivências e decisões de tantos outros? Para onde quer que olhe há guerra, discórdia, maldade. Costumava ver sempre o melhor que havia nas pessoas, mas agora apenas espero sempre o pior delas, e na maioria das vezes é o que acontece.

    No campo romântico nada parece ajudar. O que é irónico para alguém que se apresenta como bissexual. Seria de esperar que, já que nunca consegui ter namorada, ou porque não lhe interesso, ou porque já tem namorado, que conseguiria estar com um namorado. A verdade é que muitas vezes desejo estar com outro homem porque isso me permite ser mais eu, sem as apresentações viris e estereotipadas da sociedade em que vivemos. Mas o passado assombra-me.

    Quando era mais novo sofri de bullying por parte dos meus colegas, que eram a esmagadora maioria dos rapazes da minha turma. A experiência marcou-me muito, e hoje em dia tenho um medo inconsciente de todos os homens. Não sei bem porque razão, pois posso estar com um homem a conversar, rir, enfim, socializar. Mas parte de mim está sempre a pensar "Tenho de ser agradável ou ele pode bater-me."O sexo com outro homem também me assusta. Nunca me consigo sentir relaxado para o acto em si, e como tal nunca me senti bem.

    Prefiro o mundo dos videojogos. É um mundo inventado, falso, mas sempre me serviu de escape do mundo real. De alguma forma, este mundo falso é um em que sinto que consigo verdadeiramente viver, ou pelo menos ter um vislumbre de como a vida deveria ser. Adorava viver num mundo de magia, onde sentisse que a liberdade de escolha está ao meu alcance. Onde poderia abandonar o corpo fraco que tenho e que ter um com o qual me sentisse bem. Onde poderia ser superior à presente forma e sociedade humana. Mas no fim do dia, de volta me encontro no mesmo mundo de sempre, com os mesmos problemas de sempre.

    Muitas vezes digo que a morte não me assusta, mas sim a vida. Se morresse ao menos teria eterno descanso. Mas sou cobarde demais para tirar a minha própria vida.

    Pedir ajuda psicológica de nada ajuda. A minha psicóloga apenas me diz "Desça à Terra!" "A vida é assim, aceite!". Não aceito isso. Não aceito um mundo como este. Odeio-o com todas as minhas forças.

    Mas não há nada a fazer a não ser esperar pelo fim. Pois que propósito tem a vida senão acabar?


      Depressão e Afins
      #1182

      Offline sleepy_heart

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      Não há recompensa nenhuma e muito menos a curto prazo. Não é por sermos bonzinhos/as que as coisas nos vão correr bem, no entanto a vida vai-nos dando coisas boas e más e acredito que com o passar do tempo vai colocando tudo no devido lugar. Mas percebo como te sentes, por vezes parece que não merecemos certas coisas mas um dia talvez compreendas porque é que te aconteceram determinadas coisas e acredito que ainda possas sentir algo idêntico a uma "recompensa", algo tão bom que dás por ti a pensar: "Ok, então foi por isto que demorou tanto tempo a ter alguma sorte na vida."

      Força  :-*

        Depressão e Afins
        #1183

        JoãoSalvado

        • Visitante
        Espero que sim sleepy_heart, a ver vamos.

        Obrigado e um abraço.

          Depressão
          #1184

          Offline sam_mukka

          • **
          • Membro Júnior
          • Género: Masculino
          Desde muito novo que tenho sentido uma pressão enorme e desde cedo que se reflectem tendências suicidas e à medida que o tempo passa, estou a perder o meu medo pela morte

          Já andei a fazer investigações e até já sei que metodo usar! Mas por enquanto sinto que estou psicologicamente estável.. mas sei que mais tarde ou mais cedo vai acontecer

            Depressão
            #1185

            Offline Atomic

            • *****
            • Membro Ultra
            • Género: Masculino
            • Everything changes when you grow old...
              • Somos Blergh
            Olá sam_mukka, não sei em que fase da tua vida estás, mas posso dizer que quando era mais novo passei por uma situação semelhante à tua. Eu sentia que não tinha ninguém com quem falar, que não tinha amigos, que a minha família não me dava qualquer tipo de apoio e que toda a gente dizia que as coisas eventualmente iam melhorar mas não via nada de diferente. É uma situação horrível de se estar e por vezes não há propriamente uma solução fácil para essa situação.

            O melhor conselho que sinto que te possa dar é rodeia-te de pessoas que se preocupem contigo, se não conheces ninguém, faz parte de iniciativas onde sintas que estás a ajudar e fazes parte de algo, vai a reuniões da rede ex aequo dos núcleos locais, onde podes sempre conhecer pessoas novas, faz tudo o que esteja ao teu alcance para te rodeares de pessoas e quebrares o isolamento.

            Se a pressão que sentes for a nível de expectativas que as pessoas têm de ti, ou algo semelhante, poderá fazer sentido procurares ajuda num psicólogo, ou em qualquer outro meio semelhante. Mas faças o que fizeres resiste a essa vontade e continua a lutar, que nunca saberás até onde podes chegar se não lutares contra esse instinto! Falo do meu caso em específico nesse aspecto, porque já nem me revejo em quem era há uns anos, aprendi com os erros, cresci com o sofrimento que passei e sinto agora que sou uma pessoa mais forte e melhor.

            Se sentires que eu não me foquei no problema que estás em sentir de momento, espero que te sintas à vontade para expressares a tua dor para que te possamos ajudar com o que pudermos! Muitos de nós já passamos por essas dores e podemos pelo menos tentar ajudar!

            Depressão
            #1186

            Offline sam_mukka

            • **
            • Membro Júnior
            • Género: Masculino
            obrigado pelos conselhos @Atomic mas terei que esperar crescer um pouco
            nem faço questão de partilhar com os meus pais como me sinto.. uma vez partilhei com a minha mãe que estava a sofrer uma crise existencial e ela passou-se comigo

            eu acho que também teria que estar muito triste para o fazer, porque ás vezes penso nos meus (poucos) amigos e até mesmo nos meus pais e fico melacolico pois não os quero deixar daquela forma tão egoista e cruel
            Mas eu não suporto o facto de ter que viver pelas imposições de uma sociedade, e não poder ser feliz á minha maneira sem ser julgado. Viver em sociedade dá-nos tantas obrigações e responsabilidades..

            No verão passado, uma rapariga que eu conhecia, q tinha a minha idade, suicidiou-se, e apesar de não ser muito próximo a ela, fiquei tocado, mas compreendo-a..
            « Última modificação: 27 de Dezembro de 2017 por sam_mukka »

              Depressão
              #1187

              Offline Atomic

              • *****
              • Membro Ultra
              • Género: Masculino
              • Everything changes when you grow old...
                • Somos Blergh
              Well, se não tiveres mais ninguém com quem falar com o que te atormenta tens nos sempre a nós! Chateia-nos à vontade!

              Depressão
              #1188

              Offline monik

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Feminino
              obrigado pelos conselhos @Atomic mas terei que esperar crescer um pouco
              nem faço questão de partilhar com os meus pais como me sinto.. uma vez partilhei com a minha mãe que estava a sofrer uma crise existencial e ela passou-se comigo

              eu acho que também teria que estar muito triste para o fazer, porque ás vezes penso nos meus (poucos) amigos e até mesmo nos meus pais e fico melacolico pois não os quero deixar daquela forma tão egoista e cruel
              Mas eu não suporto o facto de ter que viver pelas imposições de uma sociedade, e não poder ser feliz á minha maneira sem ser julgado. Viver em sociedade dá-nos tantas obrigações e responsabilidades..

              No verão passado, uma rapariga que eu conhecia, q tinha a minha idade, suicidiou-se, e apesar de não ser muito próximo a ela, fiquei tocado, mas compreendo-a..

              Olá sam_mukka. A situação que estás a viver agora e que gera esses sentimentos negativos, pode ser temporária. É importante ter esperança no futuro e acreditar na mudança. A mudança faz parte da tua vida e mais tarde ou mais cedo ela chega, é inevitável. Mesmo, que tu não queiras a tua vida vai mudar. E, se quando essa mudança chegar na tua vida, tu sentires-te completamente diferente. E, se com essa mudança chegar a felicidade ? Não te vais dar uma oportunidade, para ver o que vem a seguir? Não te vais dar uma oportunidade, para talvez, quem sabe, seres feliz ?
                "Aquilo a que chamamos o nosso <<eu>> é um processo ininterrupto e constantemente mutável"

                Depressão
                #1189

                Offline *goncalo*

                • ***
                • Membro Total
                • Género: Masculino
                • This is but the calm before the storm
                O pior da depressão nem é o mal que ela nos faz mas sim o mal que faz às pessoas que nos são importantes. Eu estou constantemente a deixar as pessoas para trás porque simplesmente não me sinto capaz de as encarar com o meu sorriso falso, eu adorava conhecer pessoas novas mas agora só tenho medo de as decepcionar por isso nem vale a pena, já nem tenho vontade...
                Só lamento foi todas as pessoas que magoei mas no fundo nunca as esquecerei. Até as minhas amizades de uma década estão em risco e já faz 5 meses desde que falei com a minha melhor amiga. Não consigo concentrar-me em nada, a minha memória está-se a deteriorar, enfim... o acumular de uns 16 anos de depressão e o facto de ter crescido com ela influenciou todo o meu sistema cognitivo, prejudicando toda a minha vida académica, familiar, social, etc...
                Tudo o que me recordo da minha infância são as paredes e o chão nos quais eu passava os dias e noites a olhar sem ter ninguém com quem falar nem vontade fazer seja o que for. Fazendo apenas pausas disso quando tinha de olhar para o quadro escolar e para olhar para as pessoas que me faziam constantemente bulling verbal e fisico e eu parvo deixava porque era o único contacto humano que tinha. Já em casa eu ficava (e fico) no meu quarto ás escuras e chorar até adormecer e depois mais um pouco ao acordar porque, bem... pais complicados, nem vale a pena, discussões todos os dias a toda a hora sendo muitas vezes obrigado a assistir mesmo não tendo nada a ver comigo. Sendo também impossíveis de serem agradados e culpando-me pelo seu insucesso como casal só porque o meu nascimento não resolveu as suas divergências. Basicamente ciei-me a mim mesmo, sempre me deram dinheiro mas nenhum amor, disponibilidade nem compreensão. E melhor nem mencionar a forma como me tratam...
                Acho que já estou a falar é de mais, desculpem...
                Enfim, com isto tudo só queria de certa forma homenagear o meu namorado por aturar-me todos os dias neste último ano e meio. Que nunca imaginei que iria encontrar alguém tão especial quanto ele e que deixa a minha vida um pouco mais suportável. Mas o que é uma benção também é uma maldição. Sinto que é uma questão de tempo que ele se canse dos meus problemas e dos meus desequilíbrios químicos, não me sinto suficiente bom para ele nem para ninguém, tenho medo de o magoar. Eu pensava que estava a melhorar mas desde que ele foi para Erasmus (apesar de falarmos a toda a hora e de o já ter ido visitar 2 vezes) tudo ficou pior, bem pior... porque agora senti pela primeira vez algo bom, algo com significado, com uma direcção, motivação! e agora começo a sentir que estou demasiado dependente dele, não sei... Só sei é que eu já estava literalmente morto e apático por dentro (porque depois de tanto sofrer o meu sistema meio que se desligou), e agora que "revivi" estou novamente a sofrer só pelo facto de ele estar longe, ugh e o pior é que não lhe posso dizer tudo para ele não se preocupar ainda mais e não desistir por minha causa, eu já lhe disse que eu não seria capaz de viver comigo mesmo se ele fizesse isso, ele preocupa-se demasiado e eu não mereço isso, eu não o mereço, ponto! Só espero nunca o vir a magoar, é tudo o que peço.


                Ps: Eu ando a ser acompanhado psicologicamente por isso não se preocupem! Ah, e finalmente ganhei a coragem de ser medicado, algo que eu sempre tentei evitar por x razões e porque não sou grande fã, mas lá teve de ser porque pelos vistos o meu cérebro tem dificuldades em produzir e sintetizar serotinina e dopamina.
                Pss: Desculpem o longo texto!! Abraços
                  The Earth cries out for a cleansing rainstorm

                  Depressão
                  #1190

                  Offline Atomic

                  • *****
                  • Membro Ultra
                  • Género: Masculino
                  • Everything changes when you grow old...
                    • Somos Blergh
                  Obrigado pela partilha Goncalo

                  Penso que poderia ser importante tentares te envolver com algum tipo de atividade com outras pessoas, só a experimentar coisas novas que gostamos é que conhecemos pessoas que gostamos :P

                  Dito isto, penso que estás bastante consciente do teu ponto de situação, sabes quem és e o que queres. Tens coisas a resolver, mas parece-me que estás mais próximo de uma solução do que aquilo a que te dás crédito. Combater uma depressão nunca é facil, mas sinceramente pareces-me uma pessoa com garra e com a energia para passar por cima ;)

                  Depressão
                  #1191

                  Mónicaf

                  • Visitante
                  Força, "Gonçalo"! um abraço.

                    Depressão
                    #1192

                    Offline *goncalo*

                    • ***
                    • Membro Total
                    • Género: Masculino
                    • This is but the calm before the storm
                    Obrigado Atomic e Mónicaf pelo apoio ^~^
                      The Earth cries out for a cleansing rainstorm

                      Depressão
                      #1193

                      Offline Atomic

                      • *****
                      • Membro Ultra
                      • Género: Masculino
                      • Everything changes when you grow old...
                        • Somos Blergh
                      Qualquer coisa que precises estamos aqui para ti ;)

                      Depressão
                      #1194

                      Offline c_paty

                      • **
                      • Membro Júnior
                      • Género: Feminino
                      • nothing to say
                      depressão... é um bicho em silêncio, ha uns anos atrás presenciei esse bicho por uns "breves" tempos da minha vida, agora temo que volte a aparecer, é dificil sair de casa, sorrir quando nao tens vontade, começares a ver o mundo cinzento, dias em que te sentes bem outros que só te apetece chorar, as pessoas ja nao te fazem diferenca, tu próprio nao te importas... ha dias que consigo derrotar esse bicho, outros que me sinto derrotada
                        love more ,  hate less!

                        Depressão
                        #1195

                        Offline Aschen

                        • *
                        • Novo Membro
                        • Género: Masculino
                        Depois de 15 anos desde a primeira tentativa de suicidio (com medicamentos), os meus demonios regressaram em força, ha 3 anos atras atingi o ponto mais baixo da minha vida

                        super obeso
                        Desempregado ha varios anos
                        Sem amigos
                        Sem namorada
                        Ainda a viver com os pais ( 33 anos na altura)

                        pensei na altura acabar com a vida mas considerei que seria cobardia faze-lo sem tentar pelo menos lidar de frente com os meus problemas ,resolve-los como um verdadeiro homem, fazer tudo ao meu alcance para os resolver, um por um

                        Para lidar com o problema do desemprego tenho apostado em tirar formação num area com bastante empregabilidade,

                        Para lidar com o problema da obesidade com a bolsa dos cursos inscrevi-me no ginasio e a fazer cardio e musculação já perdi + de 40 kg,

                        Para lidar com a procrastinação e falta de objectivos comecei interessar-me pela tematica do desenvolvimento pessoal, tony robbins etc..

                        e recentemente consegui regressar ao mercado de trabalho mas..fodi tudo novamente , entrei em panico e fui-me embora do trabalho.


                        Os anos em que vivi isolado, sem ninguem para conversar, sem ter uma mulher para me "entreter" sem perspectivas de futuro, foderam a minha personlidade, não consigo hoje conversar com ninguem e a ansiedade por estar perto de pessoas e ter que "interagir" para ser considerado "normal" muitas vezes torna-se demasiado elevada e "bloqueio" e isolo-me..depois sou visto como um "gajo estranho" que ninguem aprecia estar ao pé


                        Voltei a tomar medicação para a depressao e a ansiedade...mas os pensamentos negros não me largam
                        vi e revi dezenas de vezes o documentario sobre a ponte golden gate dos EUA como forma de me preparar mentalmente para a sua linda irma gemea cá

                        Ja tenho tudo planeado e fiz a minha pesquisa, bastam apenas 4 segundos até chegar lá baixo ao mar, a morte é praticamente garantida..ainda que extremamente violenta...o corpo apesar de não atingir a velocidade terminal ele pára quase instantaneamente mas os orgaos internos continuam a tentar vencer a inercia e num breve instante despedaçam-se, arrancam-se e rasgam-se por dentro, dse não morrer do trauma fisico morreiei afogado

                        ja defini varias datas e o horario, o melhor parece-me ser entre as 3h e as 6h da madrugada pela menor circulação e a escuridao ao nivel do mar dificultara o resgate pela policia maritima caso sobreviva ao impacto da queda, nestas ultimas semanas passo pela ponte varias vezes de carro e para ver o melhor local para o fazer, já determinei que terá que ser entre os 2 pilares grandes e junto de algum um poste de iluminação pela facilidade em subir.

                        Mas no dia D hesito sempre...como ganhar coragem para faze-lo tem sido essa a minha questão


                        Não realidade não o quero fazer, eu gostava de ser viver gostava de ser feliz...mas não consigo, por causa da minha personalidade f***** a minha familia detesta-me, não tenho amigos pois não os consigo fazer e agora estou sem trabalho numa idade complicada de arranjar algo de jeito, estou sem motivação para continuar.

                        ...como ganhar a coragem ?

                        enfim..um desabafo

                          Depressão
                          #1196

                          Offline Jiyoana

                          • ****
                          • Membro Sénior
                          • Género: Feminino
                          • Tu fui, Ego Eris
                            • Facebook
                          Depois de 15 anos desde a primeira tentativa de suicidio (com medicamentos), os meus demonios regressaram em força, ha 3 anos atras atingi o ponto mais baixo da minha vida

                          super obeso
                          Desempregado ha varios anos
                          Sem amigos
                          Sem namorada
                          Ainda a viver com os pais ( 33 anos na altura)

                          pensei na altura acabar com a vida mas considerei que seria cobardia faze-lo sem tentar pelo menos lidar de frente com os meus problemas ,resolve-los como um verdadeiro homem, fazer tudo ao meu alcance para os resolver, um por um

                          Para lidar com o problema do desemprego tenho apostado em tirar formação num area com bastante empregabilidade,

                          Para lidar com o problema da obesidade com a bolsa dos cursos inscrevi-me no ginasio e a fazer cardio e musculação já perdi + de 40 kg,

                          Para lidar com a procrastinação e falta de objectivos comecei interessar-me pela tematica do desenvolvimento pessoal, tony robbins etc..

                          e recentemente consegui regressar ao mercado de trabalho mas..fodi tudo novamente , entrei em panico e fui-me embora do trabalho.


                          Os anos em que vivi isolado, sem ninguem para conversar, sem ter uma mulher para me "entreter" sem perspectivas de futuro, foderam a minha personlidade, não consigo hoje conversar com ninguem e a ansiedade por estar perto de pessoas e ter que "interagir" para ser considerado "normal" muitas vezes torna-se demasiado elevada e "bloqueio" e isolo-me..depois sou visto como um "gajo estranho" que ninguem aprecia estar ao pé


                          Voltei a tomar medicação para a depressao e a ansiedade...mas os pensamentos negros não me largam
                          vi e revi dezenas de vezes o documentario sobre a ponte golden gate dos EUA como forma de me preparar mentalmente para a sua linda irma gemea cá

                          Ja tenho tudo planeado e fiz a minha pesquisa, bastam apenas 4 segundos até chegar lá baixo ao mar, a morte é praticamente garantida..ainda que extremamente violenta...o corpo apesar de não atingir a velocidade terminal ele pára quase instantaneamente mas os orgaos internos continuam a tentar vencer a inercia e num breve instante despedaçam-se, arrancam-se e rasgam-se por dentro, dse não morrer do trauma fisico morreiei afogado

                          ja defini varias datas e o horario, o melhor parece-me ser entre as 3h e as 6h da madrugada pela menor circulação e a escuridao ao nivel do mar dificultara o resgate pela policia maritima caso sobreviva ao impacto da queda, nestas ultimas semanas passo pela ponte varias vezes de carro e para ver o melhor local para o fazer, já determinei que terá que ser entre os 2 pilares grandes e junto de algum um poste de iluminação pela facilidade em subir.

                          Mas no dia D hesito sempre...como ganhar coragem para faze-lo tem sido essa a minha questão


                          Não realidade não o quero fazer, eu gostava de ser viver gostava de ser feliz...mas não consigo, por causa da minha personalidade f***** a minha familia detesta-me, não tenho amigos pois não os consigo fazer e agora estou sem trabalho numa idade complicada de arranjar algo de jeito, estou sem motivação para continuar.

                          ...como ganhar a coragem ?

                          enfim..um desabafo


                          Antes de mais devo dizer que devias procurar uma ajuda profissional e especializada. Nao sei se o tens ou se ja tiveste. E que deverias rever toda a medicacao. Digo isto mas sei bem o que estas a passar... pois tenho pensamentos semelhantes e, por vezes, parece que a melhor solucao a uma vida de m**** é mesmo desaparecer.


                          Contudo, devo salientar e espero que reflictas, que o facto de procurares toda essa informacao so salienta o teu lado que nao consegue realizar o que o oposto deseja. Sinto que estas num conflito interno contigo proprio. Mas, acredita, se o teu lado mais negativo tivesse todo o poder, o teu lado positivo nao iria, de todo, combater. E o facto de andares a procurar informacao e planeares tudo mostra isso mesmo. Por vezes o que parecer ser é contraditorio na sua essencia.


                          Ainda hoje tive uma quebra... tenho vindo a acumular muito ultimamente e, devido a uma situacao estupida, quebrei. Comecei a chorar, pensei em desistir de tudo. Da faculdade, do trabalho, da vida. Mas, felizmente, os tratamentos que tenho feito tem me dado ferramentas para combater. As vezes parece que me chateio com isto; porque à conta de estar mais "saudavel" faz com que nao consiga acabar com tudo de uma vez. Mas isto é, simplesmente, a luta entre o meu lado saudavel e o meu lado mais doente.


                          Sei que é dificil, sei que as nossas geracoes e as que vem atras estao lixadas neste país. Cada vez saimos mais tarde de casa dos pais e sem uma seguranca de vida. Quase impossivel constituir uma vida como jovem. Com rendas altissimas e empregos sem seguranca a longo prazo. O que vai ser deste país quando, cada vez mais, nao apostam nos jovens? Um dia so estaremos nos e depois, como sera? Um total apocalipse? A viver tudo na rua? É assustador... a serio.


                          Contudo, espero, do fundo do coracao, que consigas procurar e adquirir ajuda. Porque, viver com este sofrimento é horrivel. E ainda para mais nao se consegue apaga-lo.. pelo menos ha que atenua-lo...
                            ♀♀ | Feminista | Gamer | Psicologia Criminal |

                            Depressão
                            #1197

                            Offline Aschen

                            • *
                            • Novo Membro
                            • Género: Masculino
                            Sei que o que vou dizer vai-me deixar muito mal visto, pois n irei fazer sentido

                            Eu sempre tive pensamentos negros durante anos mas nos ultimos meses pioraram e quando tive a certeza que iria voltar ao mercado de trabalho e estar junto de muitos colegas novos comecei a pensar no suicidio a toda a hora, acordado toda a noite a olhar para o vazio a pensar no fim
                            pelo que procurei por um psiquitra de urgencia desabafei sem rodeios e ele receitou-me cloxam e clamed e triticum

                            Melhorei bastante e a ansiedade diminuiu e os pensamentos negros diminuiram bastante..mas em apenas um dia deitei tudo a perder com um episodio de ansiedade tao elevado que me fez ter uma atitude que desagradou imensamente o responsavel da empresa e perdi o emprego, isto é algo recorrente na minha vida quando tenho algo bom eu deito tudo a perder, parece que faço de preposito, não consigo compreender esta minha maneira de agir, estrago tudo, no emprego, nas amizades nas relaçoes familiares

                            Fiz uma grande asneira no trabalho por causa da minha cabeça e sinto que não ha solução para mim
                            pois agora não voltarei a ter outra oportunidade como aquela e por causa disso sinto que não vale a pena continuar

                            Ma a verdade é que empresas ha muitas e trabalho, mesmo mal pago, existe com fartura e nem é isso que me aflige..mas sim tudo o resto, não ter um unico amigo, a minha familia detestar-me e agora desempregado apenas desejo colocar um ponto final nisto, pensar que um dia não estarei cá é mesmo a unica coisa que me faz feliz
                            a ausencia de sofrimento

                            Para tal deixei recentemente de tomar os medicamentos de proposito para poder regressar mais depressa ao abismo de maneira a que cada dia que passe eu ganhe mais coragem de fazer o que tenho de fazer, sei que não faço sentido e estou a entrar num ponto sem retorno estupidamente..mas eu olho para a minha vida e nao vejo sentido , viver apenas por viver nao faz sentido para mim

                            para interomper todo este processo destrutivo bastaria apenas que algumas pessoas da minha familia voltassem a falar comigo e me dessem mais uma oportunidade, mais uma oportunidade e faria novamente tudo ao meu alcançe para tentar por tudo bem

                            mas isto é mais um desabafo k um pedido de ajuda

                              Depressão
                              #1198

                              Offline jribeiro

                              • *
                              • Novo Membro
                              • Género: Masculino
                              para interomper todo este processo destrutivo bastaria apenas que algumas pessoas da minha familia voltassem a falar comigo e me dessem mais uma oportunidade, mais uma oportunidade e faria novamente tudo ao meu alcançe para tentar por tudo bem

                              Ganha coragem, deixa o orgulho de lado e fala com alguém da família próximo, ainda que vocês não tenham uma boa relação no momento. Fala sobre o que estás a passar e o quanto estás a sofrer. Com certeza, terás algum apoio e poderá até aproximar-vos. Não sei o que se passar para a tua família te "detestar", mas ao conversarem poderá ser que haja maior compreensão de parte a parte.

                              Revi-me em grande parte do que escreveste, tirando a questão da obesidade. E, se tiveste força para estar num ginásio e perder peso, podes agendar outras metas e lutar por elas. Quando estamos deprimidos vemos um mundo pessimista e sem saída, mas acredita que há mais para além daquilo que projectas agora.

                                 

                                Tópicos relacionados

                                  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                20 Respostas
                                8251 Visualizações
                                Última mensagem 16 de Dezembro de 2018
                                por Mónicaf
                                2 Respostas
                                1840 Visualizações
                                Última mensagem 19 de Outubro de 2009
                                por Fetch!
                                5 Respostas
                                1296 Visualizações
                                Última mensagem 28 de Setembro de 2014
                                por Dééé
                                7 Respostas
                                1496 Visualizações
                                Última mensagem 12 de Junho de 2015
                                por Minions
                                12 Respostas
                                2463 Visualizações
                                Última mensagem 8 de Fevereiro de 2018
                                por Atomic