rede ex aequo

Olá Visitante15.out.2019, 18:06:12

Autor Tópico: Sugestões, Ideias, Críticas e Esclarecimento de Dúvidas  (Lida 92241 vezes)

 
Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
#300

Offline the end

  • *****
  • Membro Ultra
  • Género: Masculino
A ideia de realizar um jantar é muito interessante...podiam fazer com as estações do ano...chegou o Outono, bora lá fazer um jantar ;)
 
    Yes I can!

    Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
    #301

    Offline rk

    • ****
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
    A ideia de realizar um jantar é muito interessante...podiam fazer com as estações do ano...chegou o Outono, bora lá fazer um jantar ;)
    Isso e fixe ya, e acho que ja se chegou a fazer.. jantar da primavera e nao sei que

      Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
      #302

      Offline JDelgado

      • *****
      • Membro Elite
      • Género: Masculino
      • Simply lost
        • Facebook


      Grande parte desse apoio vem através do contacto e da conversa com outras pessoas, e com a a formação de novas amizades.
      As pessoas se procuram a rede é por alguma rasão e de certasa que não vão para la para estar num cantinho sozinhas sem falar com niguem.
      Grande parte das pessoas se calhar procuram a associação por que sentem sozinhas e isoladas e que precisam de ter alguém com que falar, alias o isolamento é um dos garndes problemas dos jovens lbts é exactamente esse o isolamento para alem do insulto e da invisibilidade(e isto foi-me ensinado por esta associação  4 anos atras na minha formação para coordenadores de grupos locais), é no não poderem falar e convirem de forma saudável e natural.
      Portanto se a associação não esta a ser capaz de dar respostas aos problemas do isolamento, então esta esta a falhar gravemente nos ses objectivos.
      Este problema do isolamento não pode ser resolvido só com os coordenadores, nem faz sentido ser assim, este problemas resolvem com o muito apoio entre todos os que frequentão a associação, agora para isso acontecer tem de haver predisposição para tal, o que eu sinto que neste aspecto, cada vez menos esse espírito se anda a perder, sendo que eu tenho sentido imenso isso, e noto uma grande diferença para pior ao que era dantes, um exemplo disso foi que aconteceu comigo no acampamento do ano passado onde fui excluído do grupo,alem de algumas pessoas não me terem respeitado,  e que com essa "ajuda" passei a grande maioria do tempo sozinho, por o pessoal ter ficado lixado comigo por eu não ter participado e me ter queixado de um jogo de contudo mais sexual/intimo que a mim me incomodou seriamente.
      Se calhar é por ja não haver esse espírito de muito apio, por exitir as mentalidades que exite agora e de haver situações como a anterior , é que agora só temos 3 grupos locais abertos, a participação do forum esta uma sombra do que era dantes e o numero de pessoas a frequentar esta associação tem estado sempre a diminuir ao longos dos últimos anos
        Mesmo na mais escura da escuridão, haverá sempre uma luz a brilhar para nos guiar.
        Basta saber encontra-la

        Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
        #303

        Offline salvatore92

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Masculino
        • De braços abertos para fazer novos amigos ;)
        Um flashmob... aprendermos uma coreografia e faziamos num sitio interessante com pessoal...seria porreiro :P
        Também acho interessante os jantares/piqueniques e actividades ao ar livre

          Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
          #304

          Offline Ticas:

          • *****
          • Associad@
          • Membro Ultra
          • Género: Masculino
          A ideia que tenho do grupo local de Lisboa e de toda a associação é que a luta pela concretização dos objectivos e da missão-base pela qual a rede se rege deve passar por todos os seus membros, e não só por uma equipa coordenadora ou pela direcção.
          Assim, todos nós podemos contribuir para a integração dos novos membros, é verdade. Actos tão simples como puxar conversa, adoptar uma postura aberta e descontraída, ajuda, mas como o quiquo disse, tem que haver alguma predisposição para que tal suceda.

          JDelgado, entendo que possas não sentir-te da mesma forma integrado como te sentias há uns anos atrás. Eu também frequentei as reuniões e actividades do grupo de Lisboa em 2012, e só em 2014 regressei ao "activo". E tal como tu, também notei diferenças. Contudo, as pessoas que hoje frequentam as reuniões também não são as mesmas. Ou então tu provavelmente também mudaste e já não consegues tão facilmente coadunar-te com o grupo principal, já pensaste isso? Cada um de nós tem perspectivas diferentes, interesses e gostos distintos, e é normal constituir-se "grupos privados", como referes. Não considero isso negativo - embora já tenha tido uma opinião diferente em tempos de outrora. Hoje acho benéfico, pois é sinal que alguém encontrou um grupo de apoio mútuo, alguém com quem se identifica, e todos os aspectos já mencionados pelo rk.

          Os problemas da associação existem, mas não te esqueças que existem por detrás jovens, da tua/nossa idade, que através trabalho voluntário, a troco de nada, trabalham para que tudo corra da melhor forma. A pouca expressão dos grupos locais por todo o país deve-se precisamente ao trabalho que isto envolve. Não é fácil, como deves compreender. Principalmente se já fizeste uma formação de coordenação. Mas cabe a cada um de nós fazer o que estiver ao seu alcance. Uns poderão eventualmente dar mais de si em prol da associação, outros menos, mas isso é como tudo. De nada vale é falar sem agir  ;)

          Relativamente ao tópico em questão, concordo com a existência de jantares temáticos, consoante as estações, é giro. Sugiro também de acordo com as datas festivas - Natal, Páscoa, etc. Um lanchinho pelo meio também parece-me bem.  :)

            Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
            #305

            Offline JDelgado

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Masculino
            • Simply lost
              • Facebook
            Responder
            Cada um de nós tem perspectivas diferentes, interesses e gostos distintos, e é normal constituir-se "grupos privados", como referes. Não considero isso negativo - embora já tenha tido uma opinião diferente em tempos de outrora. Hoje acho benéfico, pois é sinal que alguém encontrou um grupo de apoio mútuo, alguém com quem se identifica, e todos os aspectos já mencionados pelo rk

            O problema é quando acontecem coisas como eu meu caso, em eu não me consigo integrar e ficam sozinhas.
            Eu tenho frequentado as reuniões porque porque preciso de ajuda e porque tenho graves problemas de isolamento, e porque uma imensa necessidade em falar ja que eu não falo com praticamente durante os meus dias, problemas esses que foram derivados das coisas que se passaram na minha faculdade e a problemas familiares que tenho em casa,. E antes eu conseguia ir as actividades da associação e me sentia bem e me sentia integrado e conseguia falar com pessoas, a verdade é que isso já não acontece e inclusive ja me senti maltratado e ja senti que me faltaram ao respeito e que não era bem vindo por algumas pessoas e acabei por me sentir excluído e inclusiver chei mesmo a abondar algumas actividades da associação por causa disso. Já não sinto a segurança que sentia antes, já não sinto os espírito de abertura e de apoio que existia antes e isso faz com que acabe por ficar sozinho e não falar com niguem. Eu pessoalmente ja há uns tempo que não me venho sintir bem e integrado com a associação e com ambiente e agora veijo algumas das coisas e as faltas de respeito que aconteceram na minha faculdade e que me levaram ao estado em que estou a acontecerem na associação e isso tem-me magoado muito porque sinto perdi a minha grande fonte de apoio e de segurança que tinha antes e que agora não tenho. Eu inclusive cheguei mesmo a fazer um pedido de exoneração da condição de associado devido ao asituações que fale, e apesar de ter voltado atras, a verdade é que cada ves menos sinto que sou bem vindo e que faço parte desta associação, pois sinto que tem havido um afastamento muito grande e que não tenho me conseguido aproximar


            « Última modificação: 9 de Outubro de 2014 por JDelgado »
              Mesmo na mais escura da escuridão, haverá sempre uma luz a brilhar para nos guiar.
              Basta saber encontra-la

              Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
              #306

              doorbell

              • Visitante
              É normal existirem grupos em qualquer contexto social, no entanto acho que não é assim tão benéfico pois quem não consegue interagir de um modo mais descontraído e com facilidade pode-se tornar frustrante para essa pessoa e levar a que se isole. Entendo até certo ponto o benefício desses grupos, mas dado que estamos a falar de um único grupo, o "Grupo local de Lisboa", deveria ser, como o nome indica, um único grupo e ser coeso, uma pequena família.

              Não posso dar a minha opinião sobre as reuniões porque no ano passado fui só a uma e não pude assistir até ao fim.  Mas acho que a questão dos "grupos isolados" e todas as questões que suscitam é algo que deve ser conversado com os coordenadores.

                Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                #307

                Offline rk

                • ****
                • Membro Sénior
                • Género: Masculino
                É normal existirem grupos em qualquer contexto social, no entanto acho que não é assim tão benéfico pois quem não consegue interagir de um modo mais descontraído e com facilidade pode-se tornar frustrante para essa pessoa e levar a que se isole. Entendo até certo ponto o benefício desses grupos, mas dado que estamos a falar de um único grupo, o "Grupo local de Lisboa", deveria ser, como o nome indica, um único grupo e ser coeso, uma pequena família.

                Não posso dar a minha opinião sobre as reuniões porque no ano passado fui só a uma e não pude assistir até ao fim.  Mas acho que a questão dos "grupos isolados" e todas as questões que suscitam é algo que deve ser conversado com os coordenadores.

                Repara mas isso que estas a dizer nao faz sentido. Imagina, chega ao intervalo da reuniao, o pessoal vai falar com quem lhe apetece, vai um coordenador chegar e dizer: "eh pa nao estejam ai a falar sozinhos" ?  Tu nas reunioes o pessoal e todo misturado aleatoriamente, nao ha maneira de as pessoas nao estarem integradas, fora da reuniao nao se pode pedir as pessoas que sejam uma familia, porque nao o sao. Ha pessoas com quem tens afinidade outras nao, como em tudo na vida. O problema da integracao muitas das vezes( e acho que este e um dos casos porque nao vi casos de hostilidade para com novos membros ao ponto das pessoas ficarem sozinhas e nao integradas) e das proprias pessoas que nao estando bem consigo nao se conseguem integrar. O que podes pedir a um coordenador para fazer, e isso ja acontece, e tentarem integrar e falar com essas pessoas, agora e idiota achar que por o grupo ser de lisboa é uma familia... Sera assim se as afinidades assim o quiserem, tentar forcar isso nao faz sentido.
                La esta, a rede e um local de entreajuda, mas existem pessoas com mais problemas do que serem LGBT's e por isso e que nao se integram. A funcao da rede e o apoio LGBT, ali ninguem te vai discriminar por seres LGBT e e isso que se passa nas reunioes. Se as pessoas nao se conseguem integrar e teem outros problemas isso vai para la do ambito da rede, obviamente que a rede pode ajudar, mas nao e uma solucao por si so percebes? Essas pessoas com dificuldades de integracao vao ter esse problema seja em que sitio for, porque e um problema que parte delas e nao do meio exterior. Se assim nao fosse e fossem discriminadas por serem LGBT's(e dai a sua nao integracao), porque motivo nao se conseguiriam integrar num grupo LGBT?
                A rede e um sitio de apoio LGBT, questoes de psicologo devem ser resolvidas no psicologo. E que nao se sintam ofendidas as virgens marias, nao ha nada de mal em ir ao psicologo, o que ha de mal e a pessoa ter problemas de integracao e esperar que por milagre a rede seja a solucao para todos os problemas da sua vida, e voila, magia.

                JDelgado nao sei que problemas te referes mas tenho acompanhado a tua cena da exoneracao e o que vais postando no forum. Eu fui ao acampamento este ano e nao senti hostilidade e o pessoal pareceu bacano, cheguei a meio e nao tive problemas. Um amigo meu nao quis jogar a um jogo "sexual" que era basicamente o jogo do verdade ou mentira, disse que nao queria, ficou la um bocado, depois foi pa tenda, e nada de mal lhe aconteceu nem comecaram a olhar de lado. Nao sei como foi no teu caso, nem quais sao "as faltas de respeito que aconteceram na minha faculdade e que me levaram ao estado em que estou a acontecerem na associação" vi a noticia na internet do que aconteceu no isel, ja se sabe o que esperar desse pessoal das praxes, mas se te aconteceram coisas iguais deves dizer logo na altura e falar com a pessoa porque a falar e que as pessoas se entendem. Agora estares a referir uma coisa que aconteceu ha nao sei quantos anos e nao avancares com a vida por causa disso e inutil. Ou cagas na cena e nao deixes que te abusem, ou vais ficar a lamentar o leite derramado de ha nao sei quanto tempo.
                ----

                Agora, deixem de pedir as pessoas para nao terem a sua individualidade, opinioes ou formarem amizade com quem quiserem, as pessoas sao livres de falarem com quem quiserem e fazerem os grupos que quiserem. Eu agora quero convidar alguem da rede para ir sair, nao posso convidar sem convidar os outros porque somos uma "familia"? Ou quero estar no intervalo a falar quem quiser, tambem nao posso?  La esta, as pessoas por serem LGBT's sao mais do que isso. Muito mais. Ser LGBT e apenas UMA caracteristica que tens em comum com a outra pessoa.

                  Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                  #308

                  doorbell

                  • Visitante
                  É normal existirem grupos em qualquer contexto social, no entanto acho que não é assim tão benéfico pois quem não consegue interagir de um modo mais descontraído e com facilidade pode-se tornar frustrante para essa pessoa e levar a que se isole. Entendo até certo ponto o benefício desses grupos, mas dado que estamos a falar de um único grupo, o "Grupo local de Lisboa", deveria ser, como o nome indica, um único grupo e ser coeso, uma pequena família.

                  Não posso dar a minha opinião sobre as reuniões porque no ano passado fui só a uma e não pude assistir até ao fim.  Mas acho que a questão dos "grupos isolados" e todas as questões que suscitam é algo que deve ser conversado com os coordenadores.

                  Repara mas isso que estas a dizer nao faz sentido. Imagina, chega ao intervalo da reuniao, o pessoal vai falar com quem lhe apetece, vai um coordenador chegar e dizer: "eh pa nao estejam ai a falar sozinhos" ?  Tu nas reunioes o pessoal e todo misturado aleatoriamente, nao ha maneira de as pessoas nao estarem integradas, fora da reuniao nao se pode pedir as pessoas que sejam uma familia, porque nao o sao. Ha pessoas com quem tens afinidade outras nao, como em tudo na vida. O problema da integracao muitas das vezes( e acho que este e um dos casos porque nao vi casos de hostilidade para com novos membros ao ponto das pessoas ficarem sozinhas e nao integradas) e das proprias pessoas que nao estando bem consigo nao se conseguem integrar. O que podes pedir a um coordenador para fazer, e isso ja acontece, e tentarem integrar e falar com essas pessoas, agora e idiota achar que por o grupo ser de lisboa é uma familia... Sera assim se as afinidades assim o quiserem, tentar forcar isso nao faz sentido.
                  La esta, a rede e um local de entreajuda, mas existem pessoas com mais problemas do que serem LGBT's e por isso e que nao se integram. A funcao da rede e o apoio LGBT, ali ninguem te vai discriminar por seres LGBT e e isso que se passa nas reunioes. Se as pessoas nao se conseguem integrar e teem outros problemas isso vai para la do ambito da rede, obviamente que a rede pode ajudar, mas nao e uma solucao por si so percebes? Essas pessoas com dificuldades de integracao vao ter esse problema seja em que sitio for, porque e um problema que parte delas e nao do meio exterior. Se assim nao fosse e fossem discriminadas por serem LGBT's(e dai a sua nao integracao), porque motivo nao se conseguiriam integrar num grupo LGBT?
                  A rede e um sitio de apoio LGBT, questoes de psicologo devem ser resolvidas no psicologo. E que nao se sintam ofendidas as virgens marias, nao ha nada de mal em ir ao psicologo, o que ha de mal e a pessoa ter problemas de integracao e esperar que por milagre a rede seja a solucao para todos os problemas da sua vida, e voila, magia.

                  JDelgado nao sei que problemas te referes mas tenho acompanhado a tua cena da exoneracao e o que vais postando no forum. Eu fui ao acampamento este ano e nao senti hostilidade e o pessoal pareceu bacano, cheguei a meio e nao tive problemas. Um amigo meu nao quis jogar a um jogo "sexual" que era basicamente o jogo do verdade ou mentira, disse que nao queria, ficou la um bocado, depois foi pa tenda, e nada de mal lhe aconteceu nem comecaram a olhar de lado. Nao sei como foi no teu caso, nem quais sao "as faltas de respeito que aconteceram na minha faculdade e que me levaram ao estado em que estou a acontecerem na associação" vi a noticia na internet do que aconteceu no isel, ja se sabe o que esperar desse pessoal das praxes, mas se te aconteceram coisas iguais deves dizer logo na altura e falar com a pessoa porque a falar e que as pessoas se entendem. Agora estares a referir uma coisa que aconteceu ha nao sei quantos anos e nao avancares com a vida por causa disso e inutil. Ou cagas na cena e nao deixes que te abusem, ou vais ficar a lamentar o leite derramado de ha nao sei quanto tempo.
                  ----

                  Agora, deixem de pedir as pessoas para nao terem a sua individualidade, opinioes ou formarem amizade com quem quiserem, as pessoas sao livres de falarem com quem quiserem e fazerem os grupos que quiserem. Eu agora quero convidar alguem da rede para ir sair, nao posso convidar sem convidar os outros porque somos uma "familia"? Ou quero estar no intervalo a falar quem quiser, tambem nao posso?  La esta, as pessoas por serem LGBT's sao mais do que isso. Muito mais. Ser LGBT e apenas UMA caracteristica que tens em comum com a outra pessoa.

                  O que disse para mim faz todo o sentido e parece que não percebeste nada do que disse. O termo família no sentido de todos interagirem, de se sentirem bem, apoiados e haver entreajuda, não existirem hostilidades nem nada do género... por isso não percebo a necessidade de expressares em relação à "família" como sendo idiota. Até parece que me referi a isso como sendo uma exclusividade que ninguém pode quebrar, um grupo altamente restrito... "a família" Lol enfim...

                  Por acaso disse para deixarem a individualidade de lado? ou para se privarem de falar com quem quiserem? Acho muito bem que falem com quem têm mais em comum. força!
                  O que quis dizer foi para não existirem tantos grupos para que pessoas com mais dificuldade em sociabilizar não encontrem obstáculos. Espero que desta vez tenhas percebido realmente o que disse !
                  « Última modificação: 10 de Outubro de 2014 por lettes »

                    Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                    #309

                    Offline rk

                    • ****
                    • Membro Sénior
                    • Género: Masculino
                    O que disse para mim faz todo o sentido e parece que não percebeste nada do que disse. O termo família no sentido de todos interagirem, de se sentirem bem, apoiados e haver entreajuda, não existirem hostilidades nem nada do género
                    Mas isso e o que ja existe, como te disse, das vezes que fui nao notei hostilidade nem nada desses dramas, nem no acampamento.
                    Citação de: lettes
                    ... por isso não percebo a necessidade de expressares em relação à "família" como sendo idiota. Até parece que me referi a isso como sendo uma exclusividade que ninguém pode quebrar, um grupo altamente restrito... "a família" Lol enfim...

                    Responder
                    "É normal existirem grupos em qualquer contexto social, no entanto acho que não é assim tão benéfico"
                    "dado que estamos a falar de um único grupo, o "Grupo local de Lisboa", deveria ser, como o nome indica, um único grupo e ser coeso, uma pequena família.
                    Responder
                    Por acaso disse para deixarem a individualidade de lado? ou para se privarem de falar com quem quiserem? Acho muito bem que falem com quem têm mais em comum. força!

                    E o que interpreto daqui:
                    Responder
                    Mas acho que a questão dos "grupos isolados" e todas as questões que suscitam é algo que deve ser conversado com os coordenadores.

                    Responder
                    O que quis dizer foi para não existirem tantos grupos para que pessoas com mais dificuldade em sociabilizar não encontrem obstáculos. Espero que desta vez tenhas percebido realmente o que disse !
                    O que eu te quis dizer foi que a existencia de grupos e normal e algo que nao podes forcar a que aconteca ou nao, isso surge naturalmente. O que tambem te quis dizer foi que durante as actividades das reunioes nao ha grupos porque o pessoal e todo misturado. Logo se nas reunioes nao ha grupos e no intervalo as pessoas sao autonomas de se juntarem como quiserem, nao faz sentido estar a pedir que isso nao aconteca ou para se falar com os coordenadores. Volto a dizer, os problemas de integracao muitas vezes nao sao do grupo mas das pessoas em si. E as pessoas por partilharem a mesma orientacao sexual nao teem que ser todas amigas, isso e uma das ideias mais erradas que pode existir. Todas as pessoas teem que se respeitar, mas isso sao coisas diferentes de haver um "grupo" que é uma "familia". Isso existe em contextos muito especificos e que as pessoas se identificam todas muito umas com as outras.
                    De qq das formas acho que ambos ja expressamos o que pensavamos, para nao estar a encher isto de opinioes offtopic se quiseres continuamos a conversa por MP.
                    Fica bem

                      Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                      #310

                      Offline Odra

                      • *****
                      • Membro Elite
                      • Género: Masculino
                      • Welcome to the Town of Gay! ;D
                      Concordo com a ideia dos lanches, dá para evitar a dispersão que costuma haver nos intervalos das reuniões, e sempre dá para manter muito mais gente por perto, evitando atrasos muito maiores no retomar da reunião.

                      Em relação a eventuais saídas após o fim das reuniões, estes são encontros fora do âmbito da rede ex aequo, por isso acho que não deveriam ser discutidos aqui, a não ser que sejam eventos como o jantar de angariação de fundos que houve no fim de maio. Mas sempre que esses encontros e saídas informais ocorram, poderiam ser divulgados a quem possa estar interessado. :) (Já estive num desses encontros informais pós-reunião, e a minhas únicas frustrações foram a de não poder ter ficado mais tempo e a de não poder ir a alguns próximos, caso aconteçam.)

                      Também poderiam ser organizadas umas sessões de jogos de tabuleiro com alguma periodicidade, talvez num projecto irmão do clube tejo, só para ser algo de diferente. :P
                        Estamos a fazer um jogo. Lançam-se os dados e quem obtiver maior pontuação faz uma pergunta aos restantes jogadores. Utilizaremos um dado com 20 lados. /roll 1d20

                        Nível de originalidade: o mais alto de todos!
                        lol

                        Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                        #311

                        Offline JDelgado

                        • *****
                        • Membro Elite
                        • Género: Masculino
                        • Simply lost
                          • Facebook
                        Spoiler (clica para mostrar/esconder)

                        O teu comentário mostra exactamente aquilo que eu agora detesto nesta suposta associação, o grande individualismo e egoismo que agora existe nas pessoas, a falta de sensibilidade das pessoas.
                        A rede não tem de ser uma família, não é suposto ser, agora é suposto de ser um grupo de entreajuda e para isso é necessario que este seija um grupo aberto e não um grupo fechado como acontece actualmente, isso implica não só ser ajudado, como tambem ajudar outras pessoas que precisam.
                        Não é suposto nos estamos a espera que os coordenadores façam tudo, nos como membros temos também de ajudar nesse aspecto, isso consegue-se fazer com coisas simples, como tentar falar com os novos membros ou  pessoas que esteja mais sozinho e introvertido, ter grupos mais abertos, puxar esses pessoas para dentro dos grupos ect,. Agora para isto acontece é necessário que haja disponibilidade para isso, é necessário que o pessoal deixe um mocado seu individualismo de parte.
                        Quando eu intrei a 5 anos atras não eram todos uma família, não éramos todos amigos,  mas tínhamos um espírito de entreajuda e de apoio que não existe actualmente porque o pessoal estava disponível e estava disposto a isso e os comentários aqui neste tópico demonstram isso mesmo vão ao arquivos e veija os tópicos das reunião de anos antas e falme com o pessoal antigo e ai se percebe bem a diferença
                        Eu antes conseguia facilmente integrar-me, interagir com o pessoal, conviver, porque o pessoal era muito mais aberto, os grupos que existiam era abertos, era tudo mais natural. Agora ja não consigo porque pessoal esta cada um para seu lado, os grupos estão fechados e o pessoal não  esta muito disponível para se ajudar mutuamente
                        Muito pessoal que frequenta as reunião nem tem problemas psicológicos e não precisa de psicológicos, o que que precisam muitas das veses é falar com pessoas, ser ouvidos, desabafar, partilhar, estar e conviver com pessoas, estar integrado no sintio onde se sinta bem. Por muito bons que os psicolgos seja( e eu sei bem que são por ja os frequentei), nada subestitui a interação social porque os problemas como solidão, isolamento e coisa do género resolvem-se  com a interacção com pessoas, e tenho muita pena que neste momento esta associação não consiga dar resposta a este problemas devido o que eu referi la atras.
                        Eu frequento esta associação porque quero estar com pessoas, porque quero estar num sitio onde me sinta respeitado, onde não sou posto de lado, onde possa estar a vontade e exprimir-te tal como sou. Não frequento associação para não ser respeitado, para "ir sozinho para minha tenda" devido ao pessoal não saber respeitar as sensibilidades de algumas pessoas e não estar desponivel para fazer jogos onde  toda a gente se possa sentir bem, para estar a ser posto de parte por supostamente ser muito sensível, ect. porque muito sinceramente o pessoal já consegui ser igual ou pior que o pessoal da minha faculdade, e o  mais grave é ver pessoal que tem funções especificas nesta associação e que anda por ai pregar umas coisas muito bonitas, mas que depois na verdade fazem o contraio e são os primeiro a desrespeitar as pessoas e a coloca-las de  de parte

                        E se tinha algumas devidas se devia ou não exonora-me desta associação, agora elas ficaram bem esclarecidas. Por muito que tenha tentado a verdade eu neste momento já não me sinto bem dentro desta associação, já não me sinto respeitado, não me sinto integrado, ja não sinto que os ideias por detrás da formação desta associação estejam a ser cumpridos, e sinto que não sou bem vindo e que não sou respeitado e que sou porto de lado por muita gente desta associação, pelo que não vejo outra alternativa se não pedir a minha exoneração por muito que me custe
                        « Última modificação: 19 de Outubro de 2014 por JDelgado »
                          Mesmo na mais escura da escuridão, haverá sempre uma luz a brilhar para nos guiar.
                          Basta saber encontra-la

                          Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                          #312

                          Offline rk

                          • ****
                          • Membro Sénior
                          • Género: Masculino
                          Acho que estas a confundir algumas coisas, vamos por partes:
                          Responder
                          O teu comentário mostra exactamente aquilo que eu agora detesto nesta suposta associação, o grande individualismo e egoismo que agora existe nas pessoas, a falta de sensibilidade das pessoas.
                          Se detestas o individualismo, problema teu, as pessoas nao têm que ser forçadas a serem amigas e a perderem a sua autonomia so por irem a um grupo de apoio LGBT, como muitos parecem pensar. Nao vejo falta de sensibilidade, o que vejo e que algumas pessoas nao têm paciencia para aturar outras, o que e legitimo, na vida vais encontrar muitas pessoas sem paciencia umas para as outras, por variados motivos.

                          Responder
                          Não é suposto nos estamos a espera que os coordenadores façam tudo, nos como membros temos também de ajudar nesse aspecto, isso consegue-se fazer com coisas simples, como tentar falar com os novos membros ou  pessoas que esteja mais sozinho e introvertido, ter grupos mais abertos, puxar esses pessoas para dentro dos grupos ect,. Agora para isto acontece é necessário que haja disponibilidade para isso, é necessário que o pessoal deixe um mocado seu individualismo de parte.
                          Repara isto ja acontece, dei te o exemplo deste ano no acampamento, cheguei a meio, fui bem acolhido e nao tive problemas com ninguem. Chegou pessoal depois e tambem foi bem acolhido. Nas reunioes os novos membros sao bem acolhidos e nao sao postos de parte.  Mas isto acontece por iniciativa pessoal, nunca por uma força externa que o impoe, a beleza da coisa esta ai, a pessoa, autonoma e livremente, decide acolher outra e falar com ela, nao tem que haver nenhuma "regra" que o estabeleca. Deixar o individualismo de cada um de parte e anulares parte de ti, e isso nao concordo nem acho que faca sentido.

                          Responder
                          Quando eu intrei a 5 anos atras não eram todos uma família, não éramos todos amigos,  mas tínhamos um espírito de entreajuda e de apoio que não existe actualmente(...) Eu antes conseguia facilmente integrar-me, interagir com o pessoal, conviver, porque o pessoal era muito mais aberto, os grupos que existiam era abertos, era tudo mais natural. Agora ja não consigo porque pessoal esta cada um para seu lado, os grupos estão fechados e o pessoal não  esta muito disponível para se ajudar mutuamente
                          Acho que nao foi o espirito de abertura que se perdeu mas tu que mudaste enquanto pessoa e nao te consegues integrar. Por diversos motivos podes ter ficado traumatizado e agora nao consegues interagir socialmente. Sera que e um problema da rede? Tu noutros sitios tens amigos? Nao sera um problema teu, e nao dos outros? Quando a pessoa nao esta bem consigo nao consegues estar bem com ninguem, pensa nisso ;) É que se assim fosse qualquer pessoa que fosse nova na rede ia ser posta de parte, nao se ia integrar, e o que eu vejo e precisamente o contrario.
                          Responder
                          Muito pessoal que frequenta as reunião nem tem problemas psicológicos e não precisa de psicológicos
                          Exacto, é o pessoal que nao tem problemas sociais e que vao as reunioes para terem apoio LGBT e falarem de questoes e problemas LGBT e deles derivados.
                          Responder
                          Por muito bons que os psicolgos seja( e eu sei bem que são por ja os frequentei), nada subestitui a interação social porque os problemas como solidão, isolamento e coisa do género resolvem-se  com a interacção com pessoas, e tenho muita pena que neste momento esta associação não consiga dar resposta a este problemas devido o que eu referi la atras.

                          Depois ha os outros que acham que a rede e um local onde todos os problemas psicologicos sao resolvidos, o que nao e verdade.
                          Repara: ninguem ali vai discriminar a pessoa por a pessoa ser LGBT(e onde estas a vontade para exprimir a tua orientacao de genero), se a pessoa nao se consegue integrar em lado nenhum(o que podia ser por ser LGBT e ser discriminado) mas tambem nao se consegue integrar no grupo LGBT, sera um problema da pessoa ser LGBT ou algo mais profundo?

                          Responder
                          Não frequento associação para não ser respeitado, para "ir sozinho para minha tenda" devido ao pessoal não saber respeitar as sensibilidades de algumas pessoas e não estar desponivel para fazer jogos onde  toda a gente se possa sentir bem, para estar a ser posto de parte por supostamente ser muito sensível, ect.
                          Tu deverias frequentar a associacao para ter apoio e conhecer pessoas LGBT, e onde possas ser respeitado. No entanto acho q confundes as coisas, repara:
                          A situacao que referes foi num acampamento, onde depois de todas as actividades da rede ex aequo oficiais, um grupo de pessoas decidiu, autonomamente( e aqui entra a individualidade e afinidade das pessoas, que tu pareces a forca toda nao querer respeitar nem compreender) e sem ter nada a ver com a rede ex aequo, essas pessoas decidiram jogar um jogo, que tu nao concordaste em jogar, e estas no teu direito de nao jogar, a pessoa so tem que fazer aquilo que quer. Essas pessoas jogaram um jogo, e tu achas que como as pessoas estao no acampamento da rede ex aequo teem que jogar um jogo onde todos queiram jogar. Entao basta alguem nao querer jogar a qualquer jogo q se proponha, nao se joga, fica se inerte? Ou fara mais sentido a pessoa juntar se a pessoas que queiram fazer o mesmo que ela? Esse grupo quis jogar, tu nao quiseste, foste embora, estas no teu direito, assim como eles estiveram no direito de jogar algo que lhes apetecia, independentemente de tu quereres ou nao. Estas a perceber a diferenca? E acho que misturas as coisas, uma coisa e uma actividade da rede, outra e o que se passa fora da rede, tu nao podes obrigar as pessoas a fazerem aquilo que tu queres, nem elas te podem obrigar a fazer aquilo que elas querem. Estares a culpar a rede por algo que aconteceu fora do ambito da rede, nao faz sentido, e estupido.
                          Continuando este assunto, porque ja vi que e algo que teimas em continuar, mesmo passados n sei quantos anos e que continuas a usar para justificar tudo e mais alguma coisa: Este ano, jogou se um jogo, um amigo meu com quem tinha ido nao quis jogar, teve la um bocado e depois foi para a tenda. Ninguem o discriminou, ninguem lhe disse nada, toda a gente respeitou a decisao... A diferenca e que ele nao achou que por estar num acampamento da rede podia obrigar as pessoas a jogarem um jogo que ele quisesse, o pessoal quis jogar, ele nao quis, nao jogou, simples.. Outras pessoas nao jogaram e tambem nao foram postas de parte. Mais uma vez se o pessoal agora e tao fechado e mau uns pos outros, porque e que coisas iguais teem resultados diferentes? Sera do grupo ou da pessoa?

                          Vou dizer mais umas coisas: o que eu escrevi representa a MINHA opiniao, tu pareces ter o habito de julgar que por estar escrito aqui ou ali, ou ser numa actividade da rede e a opiniao da "rede" sobre determinado assunto. Teras as tuas razoes para pedir a exoneracao ou nao, mas isso nao tem nada a ver com o que eu escrevo/escrevi aqui.
                          Tu queixas te de ninguem te falar bla bla, ja falei contigo no arraial deste ano enquanto estavamos a arrumar a tenda da rede, falei na boa e sem qualquer problema e o resto do pessoal do q vi tambem falou contigo, a diferenca e que foi algo natural e nao forçado por parte da rede do tipo "olha tens q falar com esta pessoa", as pessoas falam quando teem que falar, e quando lhes apetece.
                          Em segundo lugar acho que devias ultrapassar a questao do q aconteceu no acampamento, estares sempre a falar disso, especialmente quando nao tens razao, e continuares te a queixar de algo que aconteceu ha n sei quantos anos e usares isso para as tuas accoes no presente nao ajuda a que te integres, alem do mais e algo que ja passou portanto poe isso para tras das costas e abre te a vida e a viver.
                          Em terceiro lugar, acho que devias procurar apoio psicologico porque ja deu para ver de tudo o que falas que tens problemas de socializacao( e eu sei que ja passaste por bues m***** na vida, na faculdade e n sei que) e que nao acho que sejam simplesmente por este ou aquele grupo(senao nao irias a rede para falar, conseguirias ter outros grupos de amigos), acho que tens um problema interior e mais fundo que faz com que nao consigas estabelecer relacoes interpessoais. O primeiro passo e reconheceres que precisas desse apoio, e o segundo e ires onde esse apoio existe. Pensa que a tua vida esta a passar e que ha problemas que demoram varios anos a resolverem-se. Talvez quando isso ja estiver a ser resolvido te comeces a sentir bem no meio de outras pessoas. Ate la nao adianta tentares culpar os outros pela tua nao integracao quando de tudo o que ja vi o problema parte de ti, e de outros com problemas psicologicos, que culpam quem os rodeia da sua nao integracao.
                          Nao leves isto como um ataque pessoal, porque nao o e, disse o que penso e espero que te ajude e sirva para alguma coisa.
                          Felicidades, qualquer coisa MP.
                          Cumps

                            Ideias para dinamizar o grupo local de Lisboa
                            #313

                            Offline JDelgado

                            • *****
                            • Membro Elite
                            • Género: Masculino
                            • Simply lost
                              • Facebook
                            LOl
                            Só porque tens lido uns post meus julgas que me conheces...

                            Eu sei o que senti na altura do dado acampamento, e não foi só fora das actividades do mesmo, mas sim durante todo o acampamento
                            Não ser descrima por se ser lgbt, discrimina-se e falta-se a consideração então por ser-se gordo, sensível, etc. etc.

                            Mas agredesso a preocupação e podes ficar descanso, não sou antissociall nenhum, tanto que vê la bem que adoro frequentar com pessoas e até convivo bem com elas, inclusive consegui-me integrar lindamente no grupo da formação que eu comecei a ter na semana passada.

                            Mas se achas que sou eu que estou a inver coisas pode ler isto que foi escrito em 2009 quando se acabou com os encontros informais na associação

                            Spoiler (clica para mostrar/esconder)

                            Port6anto basicamente acou-se com esses encontros informais, porque acontecia o que aconteceu comigo no acampamento, é triste verificar que depois deste anos todos, pessoas ligadas a esta associação terem tido as atitudes que tiveram, sabendo o mal estar que isto provoca em alguns membros...

                            É neste pontos que esta associação anda há falhar e muito

                            Tu dizes que não falas com as pessoas porque não sentes obrigação/dever, pois, eu sinto exactamente o contrario, eu falo com as pessoas, porque sinto que é meu dever tentar falar com elas, fazer com que elas se sintam bem e integradas e ajuda-las quando estas precisão de ajuda, porque sinto que é um dever meu como frequentador desta associação porque é para isso que esta serve porque venho num espírito de muito apoio, e faço com todo o prazer. Deve ser por isso, que ao contrario da coordenação do grupo e da direcção da associação e de a maioria das pessoas, que se calhar sou das poucas pessoas que consegue falar com o pedrosilvaesc, pois eu vi logo que este precisava de ajuda, vi logo que ele tinha problemas,  soube perceber muitas das chamadas de atenção que ele fez, tenho sabido perdoar e compreder algumas das coisas que ele faz e consigo muitas veses leva-lo a rasão, sendo que  ele nunca me faltou ao respeito, nem nunca me fez nada de mal. Agora tenho me questionado muito, se a situação que chegou ao estremo com o que se passou na ultima reunião, naõ poderia ter sido evitada se houve outro espirito e outras atitudes das pessoas. É que em 5 anos que ando cá, nunca tinha acontecido uma situação como a que aconteceu na ultima reunião...
                            « Última modificação: 26 de Novembro de 2014 por JDelgado »
                              Mesmo na mais escura da escuridão, haverá sempre uma luz a brilhar para nos guiar.
                              Basta saber encontra-la

                               

                              Tópicos relacionados

                                Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                              Sugestões, ideias, críticas...

                              Iniciado por alex_source « 1 2 3 » Angra do Heroísmo

                              43 Respostas
                              18137 Visualizações
                              Última mensagem 25 de Dezembro de 2017
                              por DiaryGirl
                              310 Respostas
                              55808 Visualizações
                              Última mensagem 21 de Março de 2013
                              por the end
                              7 Respostas
                              4785 Visualizações
                              Última mensagem 6 de Abril de 2015
                              por tomasmarques
                              1 Respostas
                              1799 Visualizações
                              Última mensagem 13 de Dezembro de 2011
                              por JohnDoe21
                              0 Respostas
                              319 Visualizações
                              Última mensagem 19 de Março de 2018
                              por codename:none