rede ex aequo

Olá Visitante25.mai.2019, 03:06:25

Autor Tópico: Como contar à minha família que sou transexual?  (Lida 911 vezes)

 
Como contar à minha família que sou transexual?
#0

Offline Dinis Sousa

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Masculino
Olá a todxs, o meu nome é Dinis, tenho 18 anos e sou de Lisboa. Estou a começar a dar os primeiros passos para realizar a minha transição (FtM). Tenho ido à Casa Qui em Lisboa para ter algum apoio psicológico para conseguir lidar com o facto do meu sexo não estar de acordo com a minha identidade de género. Tenho feito as coisas com muita calma e talvez até alguma lentidão porque é difícil para mim lidar com tanta coisa que está a acontecer na minha vida neste momento. Comecei por encomendar o meu primeiro binder (que está para breve), irei começar a utilizar os pronomes masculinos e o nome que escolhi nas consultas com a psicóloga.


Agora é que começa a parte importante, a minha psicóloga sugeriu que começasse a pensar em como contaria à minha família sobre a minha situação e estou completamente perdido, eu já tinha me assumido lésbica à minha família (até aí a família aceitou tudo bem) mas e se eu contar que sou transexual? Fico a pensar muitas vezes neste assunto mas não sei como o poderei fazer... Queria pedir ajuda e algum apoio de vocês para orientar me, de saber algumas dicas e que assuntos eu deva abordar primeiro para começar alguma conversa com a família e isso

    Como contar à minha família que sou transexual?
    #1

    Offline سامانتا

    • *****
    • Associad@
    • Membro Sénior
    • Género: Feminino
    • pretty in scarlet
    Olá, Dinis!

    Se precisares da companhia de alguma pessoa adulta - mãe ou pai - nesse momento, sugiro que contactes a AMPLOS, uma associação de mães e pais de jovens LGBTQI. Pelo que sei, se for necessário e possível, uma mãe ou um pai poder-te-á acompanhar nesse momento importante de forma a não te sentires completamente sozinho. Além do mais se calhar poderá ser também uma boa ajuda no processo de compreensão e aceitação para a tua família. Espero que sim!

    Quanto ao resto, não sei o que é passar por isso mas em princípio deverá existir aqui alguém que te possa dar conselhos mais específicos com base na experiência!  :)

    Um abraço e boa sorte.
      «Open your eyes, open your mind,
      proud like a god, don't pretend to be blind.
      Trapped in yourself, break out instead,
      beat/feed the machine that works in your head»
      - Guano Apes

      Como contar à minha família que sou transexual?
      #2

      Offline Dinis Sousa

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Masculino
      Olá, Dinis!

      Se precisares da companhia de alguma pessoa adulta - mãe ou pai - nesse momento, sugiro que contactes a AMPLOS, uma associação de mães e pais de jovens LGBTQI. Pelo que sei, se for necessário e possível, uma mãe ou um pai poder-te-á acompanhar nesse momento importante de forma a não te sentires completamente sozinho. Além do mais se calhar poderá ser também uma boa ajuda no processo de compreensão e aceitação para a tua família. Espero que sim!

      Quanto ao resto, não sei o que é passar por isso mas em princípio deverá existir aqui alguém que te possa dar conselhos mais específicos com base na experiência!  :)

      Um abraço e boa sorte.



      Muito obrigado pela resposta, realmente talvez a AMPLOS possa ajudar me para tirar todas as dúvidas e ajudar a minha mãe a perceber melhor como lidar com esta situação.
      Abraço :)

        Como contar à minha família que sou transexual?
        #3

        Offline Atomic

        • *****
        • Membro Ultra
        • Género: Masculino
        • Everything changes when you grow old...
          • Somos Blergh
        Obrigado pela partilha Dinis Sousa! Já ouvi algumas histórias de pessoas ftm que passaram por um duplo coming out, o primeiro de dizerem que são lésbicas, e o segundo basicamente tendo de dizer “não, eu não sou lésbica, eu sou um homem hetero” (ou por vezes bi). Ouvi inclusive há tempos uma mãe da AMPLOS que estava a passar por um caso bastante similar ao teu, penso só que o rapaz em questão era um pouco mais novo. Acho que pode ajudar muito o apoio que a AMPLOS te possa dar, mas penso que inevitavelmente terá de vir de ti a melhor forma de expor a situação porque ninguém vai conhecer a tua família tão bem como tu!

        A meu ver, embora nunca tenha passado pelo que estás a passar, recomendo te que estejas pronto para te “defenderes” perante todas as questões que te possam ser atiradas. Muitas vezes essas questões podem ser pesadas, mas nem sequer serem por maldade, mas sim por desconhecimento. Nesse aspecto, acho que deves fazer esse coming out quando estiveres pronto.

        Fora isso, podes sempre tentando introduzir esse tema através de brochuras como por exemplo a da rede ex aequo, algo que fale sobre orientação sexual e identidade de género, ou algo semelhante. Dito isto, deixa ver se alguém trans aparece para te dar alguns concelhos que serão certamente mais relatable que os meus! ^^

        Vai nos mantendo atualizados ;)

        Como contar à minha família que sou transexual?
        #4

        Offline Dinis Sousa

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Masculino
        Obrigado pela partilha Dinis Sousa! Já ouvi algumas histórias de pessoas ftm que passaram por um duplo coming out, o primeiro de dizerem que são lésbicas, e o segundo basicamente tendo de dizer “não, eu não sou lésbica, eu sou um homem hetero” (ou por vezes bi). Ouvi inclusive há tempos uma mãe da AMPLOS que estava a passar por um caso bastante similar ao teu, penso só que o rapaz em questão era um pouco mais novo. Acho que pode ajudar muito o apoio que a AMPLOS te possa dar, mas penso que inevitavelmente terá de vir de ti a melhor forma de expor a situação porque ninguém vai conhecer a tua família tão bem como tu!

        A meu ver, embora nunca tenha passado pelo que estás a passar, recomendo te que estejas pronto para te “defenderes” perante todas as questões que te possam ser atiradas. Muitas vezes essas questões podem ser pesadas, mas nem sequer serem por maldade, mas sim por desconhecimento. Nesse aspecto, acho que deves fazer esse coming out quando estiveres pronto.

        Fora isso, podes sempre tentando introduzir esse tema através de brochuras como por exemplo a da rede ex aequo, algo que fale sobre orientação sexual e identidade de género, ou algo semelhante. Dito isto, deixa ver se alguém trans aparece para te dar alguns concelhos que serão certamente mais relatable que os meus! ^^

        Vai nos mantendo atualizados ;)


        Agradeço imenso a tua resposta, não esperava que fosse tão bem recebido assim  :D
        Realmente não me sinto tão preparado para fazer o meu coming out, ainda estou a tentar perceber como lidar com isto sozinho e a perceber como as coisas funcionam e como será a minha situação daqui para a frente, parece que vou ter de esperar e ter paciência para conseguir encontrar as respostas para quase todas as perguntas possíveis que a minha mãe possa ter

          Como contar à minha família que sou transexual?
          #5

          Offline safir

          • *****
          • Direção
          • Membro Júnior
          • Género: Outro
          • Close your eyes, I'll sing your favorite song
          Olá Dinis,
          Estou numa situação semelhante à tua, também sou FTM.
          Inicialmente disse à minha família que me identificava como lésbica e depois fiz o meu coming-out como homem trans.
          Acho que podes ter em consideração que se calhar o teu coming-out como lésbica focou-se na parte de quem tu gostavas e agora podes tentar uma abordagem a falar de como te sentes. Isto é, como te identificas.
          Em situações destas habitualmente digo para apelarem ao coração, ou seja, passar uma mensagem de que a tua felicidade está condicionada por isto e que o apoio deles é essencial para o teu bem-estar.
          Não estás sozinho, se precisares de apoio podes contar comigo. Sente-te à vontade para me mandares uma MP e conversamos melhor :)
            I wrote you this lullaby
            Hush now baby, don't you cry
            Anything you want could not be wrong

            Como contar à minha família que sou transexual?
            #6

            Offline T-Rex

            • *****
            • Associad@
            • Membro Ultra
            • Género: Masculino
            • Hakuna Batata!
              • Um gajo trans a falar de cenas
            Olá, Dinis!
            Bem vindo ao fórum :)

            Eu também sou FTM e já tive o mesmo problema. A forma que arranjei de contar à minha mãe foi contar-lhe apenas "metade" da história. Ou seja, não lhe disse logo que era trans, comecei a conversa a dizer que não gostava de ser uma rapariga, que estava com muitas dúvidas e que portanto ia começar a ter acompanhamento psicológico para lidar com isso (na altura já sabia bem que era um rapaz, mas decidi introduzir desta forma as coisas à minha mãe). Entretanto a minha mãe encarregou-se de contar ao resto da família, por iniciativa própria.

            Também já vi vários relatos de pessoas que escreveram cartas aos pais a explicar tudo, porque por vezes pode ser complicado uma pessoa no "calor do momento" lembrar-se de tudo e estruturar tudo direito. Com uma carta tens total controlo do que estás a comunicar. Há quem deixe a carta em casa e depois vá dar um passeio, há quem queira que os pais leiam a carta ali em frente deles. É outra opção a considerar.


            Independentemente da forma que escolhas para contar, provavelmente não irá ser fácil. Coisas para as quais deves estar preparado:
            • negação e "negociação". É possivel que, para tentar negar a tua identidade, a tua família tente apresentar-te "alternativas", dizer-te que podes ser só "uma lésbica muito masculina" ou algo semelhante. É possivel que te queiram levar para consultas de psiquiatria para tentarem "encontrar" alguma "explicação". Aqui a única solução é seres assertivo com a tua identidade, explicar que já exploraste outras opções e que é mesmo isto que tu és
            • perguntas, muitas delas possivelmente insensíveis e ofensivas. Não leves a mal estas questões, provavelmente vêm do medo e ignorância, não de malícia. Podes dar-lhes algum material de leitura, por exemplo esta brochura da AMPLOS. E tenta responder às questões que eles coloquem com calma e sempre considerando que não são questões com a intenção de te magoar. Aliás, questões podem ser cpoisas boas, demonstram interesse em compreender melhor a nossa situação.
            • resistência e atrito pós-coming out. Se os teus pais não aceitarem bem, pode-se criar uma situação desagradável dentro da vossa casa. Mais uma vez, isto provavelmente não se deve a malícia, mas sim a muito medo e desconhecimento. Lembra-te que os teus pais, provavelmente, querem apenas o que é melhor para os seus filhos. Independentemente do medo e ignorância que tenham, são sempre teus pais, e como tal estão a fazer o que eles acham melhor para ti (mesmo que não seja, de facto, o melhor). Isto é algo que o tempo ajuda a resolver. Não só isso, mas quando começares a avançar na tua transição e eles começarem a ver que é algo que te faz bem, começam a entender que aquilo é realmente a coisa certa para ti e vão mudando de mentalidade.
            • em casos mais extremos, pode ser boa ideia estares preparado para sair de casa, nem que seja por algumas noites. Se sentires que a tua integridade física ou psicológica está em risco, pode ser melhor afastares-te do ambiente familiar até as coisas acalmarem. Fala com algum amigo de confiança que esteja a par da tua situação, pergunta-lhe se poderias passar umas noites em casa dele em caso de emergência. Se não tiveres nenhum amigo que possa fazer isto, fala com alguém na Casa Qui, ou na AMPLOS, ou aqui neste fórum.
            O importante ao longo deste processo todo é levar as coisas com calma e muita paciência. A maior parte das famílias não reage bem no início, mas com o tempo dá-se a volta à situação.


            Se precisares ou quiseres falar, fica à vontade para mandar MP :)

            Como contar à minha família que sou transexual?
            #7

            Offline Dinis Sousa

            • *
            • Novo Membro
            • Género: Masculino
            Obrigado a todxs pelo vosso apoio e pelas coisas que disseram, isto realmente vai ajudar me a pôr as ideias arrumadas na cabeça. Eu ainda me sinto bastante inseguro e com dúvidas sobre tomar este passo na minha vida. Isto vai afetar bastante a minha vida, como para melhor (a minha felicidade e o meu bem estar)  como também para situações desconfortáveis (no meu emprego). Eu acho que a minha família não irá reagir muito mal a esta situação visto que já no meu coming out como lésbica eles tinham aceitado bem e perceberam que era feliz com uma rapariga. Mas pronto a situação de me assumir como homem trans vai ser completamente diferente, acho que ninguém está preparado para receber esta notícia.


            Acho que vou esperar mais uns tempos para me sentir preparado para contar, até lá sou todo ouvidos para dicas e histórias de como aconteceu com vocês o vosso coming out com a vossa família.
            Mais uma vez, agradeço muito a vossa simpatia e disponibilidade para me ajudar, não esperava mesmo que fosse assim tão fácil comunicar com alguém sobre este assunto  :D

               

              Tópicos relacionados

                Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
              122 Respostas
              24944 Visualizações
              Última mensagem 11 de Agosto de 2009
              por Elijah Keat
              38 Respostas
              5850 Visualizações
              Última mensagem 28 de Agosto de 2010
              por sugar
              7 Respostas
              2356 Visualizações
              Última mensagem 27 de Março de 2012
              por blanksheet
              8 Respostas
              1457 Visualizações
              Última mensagem 28 de Março de 2014
              por V24
              5 Respostas
              1760 Visualizações
              Última mensagem 27 de Maio de 2014
              por novolhar