rede ex aequo

Olá Visitante24.ago.2019, 10:06:42

Autor Tópico: Sou gay mas não sei como lidar com isso  (Lida 3275 vezes)

 
Sou gay mas não sei como lidar com isso
#0

Milo

  • Visitante
.
« Última modificação: 9 de Novembro de 2015 por Milo »

    Sou gay mas não sei como lidar com isso
    #1

    Offline RaquelP

    • *
    • Novo Membro
    • Género: Feminino
    Olá!
    De certo modo eu sinto-me da mesma forma que tu. Eu apercebi-me que gostava de raparigas quando ainda era bem pequena, mas como isso não era "normal" recalquei esse sentimento o mais que pude. Tentei gostar de rapazes, tentei mesmo, mas isso nunca correu bem (como é que uma relação corre bem se não gostamos dessa pessoas). No secundário, que é quando a maioria dos jovens se começa a descobrir, é que eu era totalmente hetero. Até que cheguei à faculdade e isso sim é um mundo totalmente diferente, deixei de ter os mesmos amigos, fiz novas amizades totalmente diferentes daquelas que eu tinha no secundário. Acabei a faculdade o ano passado e só agora é que me aceito da maneira que sou, ninguém na minha família sabe (exceto a minha mãe essa sim acho que desconfia à vários anos). Eu também tenho muitas dúvidas por isso decidi entrar neste grupo ( à bem pouco tempo). Eu aceito-me e quero namorar, mas será que é certo eu assumir à minha família que sou lésbica sem nunca ter tido uma namorada? Eu não faço ideia é há dias que quanto mais penso neste assunto mais parva me sinto. Depois outro grande problema para mim é que o meu grupo de amizades é bem pequeno e ninguém é gay/lesbica, ou seja, de certo modo sabem tanto do assunto como eu. Como é que eu vou fazer amizades com pessoas lgbt se eu não conheço nenhuma?
    Enfim acho que não te devo ter ajudado em nada, mas acho que me ajudei a mim mesma!
    Raquel.
      Don't worry, be happy!!👍

      Sou gay mas não sei como lidar com isso
      #2

      Offline Imaterial

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Masculino
      • Go ask Alice, I think she'll know
      Sinceramente acho que tens que fazer o máximo para conseguires perceber a homossexualidade como algo que faz parte de ti e que é 100% normal e natural. Se não consegues ir a reuniões, tenta envolver-te no máximo de diálogos aqui pelo fórum, ou onde quer que consigas, para veres para além disso. O importante é conheceres/veres (youtube) homossexuais a falar de si, da sua vida, e quiçá falares com eles para que consigas absorver que são pessoas com aspirações, sonhos, defeitos e qualidades que estão muito para além do sexo das pessoas com quem pretendem estar.

      Coming out também é isso, um processo de aceitação. Acho que tens que voltar a recuperar os teus amigos sem te preocupares demasiado com esse aspecto da tua vida e, quando estiveres preparado, falar-lhes sobre isso. Enquanto tiveres tudo apertado no teu peito, esmagado pelo medo e ansiedade, vais-te focar tanto no assunto sem que realmente percebas que a bigger picture - quem tu és - é tão mais do que isso, e merece todo o respeito e amor a que um ser humano tem direito.
        It all starts when you sink into his arms and ends with your arms on his sink

        Sou gay mas não sei como lidar com isso
        #3

        Offline berentasartir

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Masculino
        Olá a todos! :)

        Bom, estive a ler o que escreveram e, na minha perspectiva, há vários pontos a serem tocados:

        Milo, eu sei que não quiseste, de todo, ofender nada nem ninguém, estamos em paz quanto a isso.  ;D

        Aqui toda a gente te percebe! :)

        Mas o primeiro passo, antes de assumires para os outros a tua homossexualidade, é tu assumires para ti mesmo isso. Leva o teu tempo, não forces, vai pensando e, se necessário, procura ajuda de um psicoterapeuta. :)
        Só depois de tu acreditares e estiveres em paz quando dizes "Sou Homossexual", aí, podes começar a pensar contar aos outros, seja a quem for que querias contar, que és, de facto, homossexual.
        Não forces as coisas para que elas ocorram todas no mesmo momento. Deixa a água mover o moinho... :)

        No caso de vocês querem, se calhar, falar, em tempo real, com pessoas na mesma situação que vocês, experimentem o chat da REA, tem lá sempre pessoal aqui do fórum disposto a ouvir-vos e a dar uma opinião amiga. ta aqui o link: https://www.rea.pt/forum/chat/index.php

        Quanto às reuniões da REA e ao medo de aparecer alguém conhecido, esse medo é perfeitamente legítimo, mas não há razões para o ter. A possibilidade de virem a encontrar lá alguém conhecido é muito reduzida, ínfima mesmo. E se encontrares lá alguém conhecido, certamente que também vai manter sigilo, pois está em pé de igualdade contigo. Não te deixes levar por estes medos.

        Eu também tinha este medo e, a primeira vez que fui, não há muito tempo, levei uma amiga comigo, também daqui do forum. Faz o mesmo ;-)

        Não tenhas medo de ir às reuniões, vai, sem medos e sem receios. Só te vai ajudar! :D

        Mas a minha opinião, atenção, vale o que vale... :P

        Fiquem bem e vão dando notícias...

        Ah, e já agora, apareçam no chat! :D

          "Quando eu morrer, quero ser cremado...não, que eu não gosto de creme...quero ser achocolatado...!" by Magda, Sai de Baixo

          Sou gay mas não sei como lidar com isso
          #4

          Offline random_dude

          • *****
          • Associad@
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          Olá Milo,

          Dá tempo ao tempo e, sobretudo, dá tempo a ti próprio. Reflecte sobre o assunto sem medo de ti próprio e livre de qualquer preconceito ou pressão social. Aqui os outros não importam. Importa a tua felicidade e o sentires-te bem contigo mesmo. Não tenhas pressa em contar ao outros sobre a tua sexualidade. Fá-lo quando achares realmente o momento ideal. Procura a tua felicidade e o teu equilibro. Não é fácil deixarmos de parte aquilo que os outros hão-de pensar de nós mas é que deves fazer. Quanto menos importância deres, menos os outros darão. Não vejas isto como se do Adamastor se tratasse. Simplesmente não correspondes à heteronormativadade que é imposta e esperada em todos. Se necessitares, podes sempre recorrer a um(a) psicólogo(a) para que te possa ajudar a ultrapassar esta fase de afirmação pessoal que é fundamental para que te sintas bem. Na minha situação ajudou bastante.

          Contudo, é importante que conheças pessoas com os mesmos "problemas" que os teus. Não tenhas pavor às reuniões. Serás muito bem recebido. É importante conhecer pessoas lgbt e perceberes que somos todos normais e com vidas normais e, mesmo que as coisas nem sempre corram bem, há sempre opções para dar a volta e terás sempre pessoas que te apoiem e que compreendem.

          Força nisso e, mais uma vez, toma o teu tempo. Não tenhas pressa. 

          Abraço. :) 

            Sou gay mas não sei como lidar com isso
            #5

            Offline Bandura_62

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Masculino
            Antes do mais, parabéns pela tua capacidade de expôr bem a tua questão, porque nem sempre é fácil :)

            Esta é uma questão, como referiste comum a todas as pessoas LGBT, portanto, quando te sentires em baixo, por vezes ajuda pensar "Eu não sou o único" (falo por experiência), dá-nos ânimo e permite afastar aqueles típicos pensamentos negativos que nos invadem nessas alturas.

            Quanto a tentares forçar-te a gostares de raparigas, não é um bom caminho obviamente (claro que não te critico por isso), mas acaba por ser o normal porque os padrões instituídos pressionam-nos a isso e essa pressão acaba por redundar em que tentemos corresponder a esses padrões de normalidade. O que acaba por acontecer é que estamos a reprimir uma parte importante da nossa pessoa e quando o fazemos traz-nos consequências a nível psicológico, porque não estamos a ser quem de facto somos. E sermos nós próprios é algo básico para alcançar a felicidade, porque sentimos que estamos a mostrar o que realmente somos. Por isso tenta não o fazer, porque isso só te causará mais infelicidade.

            O mais importante acho que é tentares convencer-te que seres homossexual é uma coisa totalmente normal, ao contrário do que certas pessoas pensam, porque de facto é uma coisa tão normal como ser magro ou gordinho, por exemplo. É algo que faz parte da nossa personalidade e por isso, quem gosta realmente de ti não vai sentir-se desconfortável com o facto de serem assim, porque gosta demasiado de ti para se importar com esta ou aquela questão da tua personalidade.

            Acho que primeiro tens de tentar convencer-te que seres homossexual não é algo de que devas ter vergonha. Mais uma vez e por muito estúpido que pareça, tenta interiozar que há mais pessoas que se sentem como tu e batalham todos os dias por se aceitarem e serem mais felizes como são. Já fiz isso em algumas más alturas da minha vida e, apesar de ter demorado a surtir efeito, acabou por ajudar-me bastante.

            Depois de conseguires interiozar esse aspecto da tua pessoa, aí sim já estás mais preparado para contar a alguém em que confies e essa pessoa pode ser, a partir daí, um grande apoio e ajudar-te nas restantes questões que te preocupam.

            Vai com calma e dá tempo ao tempo, não te pressiones demais :)

            Espero ter ajudado. Se precisares de algo, estás à vontade :)
              “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

              Sou gay mas não sei como lidar com isso
              #6

              Offline Olimpus

              • *
              • Novo Membro
              • Género: Masculino
              Olá :)

              Como já disseram é importante que te aceites como és antes de avançar para a fase de contar à família e amigos.

              Eu contei quando ainda existiam algumas dúvidas e as dúvidas e medos dos meus pais fizeram com que eu regredisse alguns passos.

              Procurar um psicólogo é uma boa ideia, foi assim que consegui libertar-me e aceitar-me.

                Sou gay mas não sei como lidar com isso
                #7

                sleepthrough

                • Visitante

                Pois, eu acho que estou a forçar um bocado as coisas e não estou preparado. É só porque já tenho 20 anos e sinto que não estou a viver e a aproveitar bem as coisas, porque apesar de o facto de ser gay ser apenas uma parte do que sou, é uma parte que afecta imensa coisa, e o facto de eu ser o único a saber ainda piora a situação. Mas tens razão, tenho de ir com mais calma.

                [/quote]

                Identifico-me muito com esta parte do que disseste! Passei por uma fase mais complicada em que sentia que tinha de resolver isto de uma vez por todas para poder seguir com a minha vida para a frente. Porque se eu não consigo resolver isto, como é que sei para que "lado me virar"? Sentia que isto punha a minha vida toda em standby. Cheguei a pensar que me estava a forçar a ser homossexual, que devia era esquecer tudo, que raio andava eu a fazer? Agora, passado um tempo (vários meses) já não sinto isso. Sinto que a minha vida é mais do que a minha orientação sexual, seja ela qual for, consegui tirar a pressão de me "resolver". Não tenho de me resolver, a descoberta é de si também entusiasmante. Claro que é chato guardar tudo isto cá dentro, portanto também aconselho vivamente um(a) psicólogo(a), porque é alguém a quem se pode confidenciar tudo e que têm um entendimento da mente (e sexualidade) humana que a pessoa comum não tem, logo terão bons conselhos :)

                Ir ao chat (socializar, conviver, conversar) ajudou-me imenso a conseguir "normalizar" isto tudo :) Comecei a ir às reuniões o que também me parece estar a ajudar, conhecer pessoas sem ser com um ecrã de computador à frente pode parecer assustador, mas é libertador também :) e divertido! ;)

                Pode parecer que nunca vais "resolver-te" mas vais, vive a tua vida, as pessoas aparecerão, faz amigos, convive, diverte-te. Pode parecer que estás empancado, mas a vida "desempanca" mais cedo ou mais tarde :P

                  Sou gay mas não sei como lidar com isso
                  #8

                  Offline random_dude

                  • *****
                  • Associad@
                  • Membro Total
                  • Género: Masculino
                  Excelente partilha, sleepthrogh.

                  Também passei por uma situação de pânico (mais por não saber lidar com emoções do que propriamente pela minha homossexualidade) mas as coisas resolvem-se. É preciso dar tempo e procurar ver as coisas com calma e procurar pontos seguros: a psicóloga é uma boa solução mas amigos (lgbt) são fundamentais (e foi a minha psicóloga que mo disse).
                  Olho para o meu estado de espírito há 5 meses atrás e para o de agora e nem me sinto a mesma pessoa. It gets better. =)



                    Sou gay mas não sei como lidar com isso
                    #9

                    Offline Dami

                    • ***
                    • Membro Total
                    • Género: Feminino
                    Eu compreendo bem aquilo por que estás a passar.
                    Passaram-se cerca de 6/7 anos desde que eu tomei consciência que realmente também gostava de raparigas, e ainda hoje não aceito a 100%.
                    Sempre procurei formas mais fáceis de "viver a minha orientação sexual", de lidar com isto sem sofrer preconceito; hoje arrependo-me de todas as asneiras que fiz. Foi cobardia minha. Felizmente tive a sorte da minha melhor amiga também gostar de raparigas e de o ter descoberto exactamente da mesma forma que eu, na mesma altura, com as mesmas asneiras. Não estive sozinha. Mas sentia necessidade de conhecer outras pessoas como eu. Um dia aprendi e abri os olhos para ver aquilo que estava diante de mim. Comecei a viver.
                    Tenho 21 anos e também já pensei no tempo que talvez perdi, mas nunca é tarde para viver. Não penses que por teres 20 anos que estás a perder tempo. De forma alguma! Estás a ter o teu tempo! E cada pessoa tem o seu tempo: é importante respeitá-lo. É extremamente importante rodearmos-nos de pessoas iguais a nós; que nos compreendam; porque a convivência banaliza todo o preconceito. Não sei se me faço compreender.
                    A minha namorada, sem saber, tem me ajudado imenso e cada vez me sinto mais à vontade e a um passo mais próximo da total aceitação.

                    Se a tua mãe for realmente a pessoa em quem mais confias, conta-lhe. Nem que seja para tirares esse aperto que trazes no peito. Conta-lhe mesmo com receio. Respira fundo e tem os teus 20 segundos de insana coragem. Vais ver que te sentes melhor.
                    Não precisas de sentir a necessidade de contar a mais ninguém, vai conhecendo pessoas como tu, vai-te dando a conhecer, arrisca, e um dia quem sabe, quando arranjares um companheiro para a vida, talvez possas contar aos restantes.

                    A minha família não sabe, e mesmo que fosse hetero, também não iriam ter conhecimento das minha relações. Quando a coisa for séria, ao ponto de irmos viver juntas/os, eu conto. Até lá, não vejo necessidade.

                    Espero ter ajudado. Descansa a cabeça, não há nada de errado contigo.
                    « Última modificação: 25 de Maio de 2015 por Dami »

                      Sou gay mas não sei como lidar com isso
                      #10

                      Offline RaquelP

                      • *
                      • Novo Membro
                      • Género: Feminino
                      Quanto a mim ainda fiquei com mais dúvidas quando tentei falar com a minha mãe, uma mera conversa sobre homossexualidade, e ela se põe a dizer que isto agora de ser "gay" é uma moda, toda a gente o quer ser porque é cool (calei-me logo já nem tive coragem de falar sobre mais nada). Enfim, espero que aqui e no chat consiga falar com alguém e me dêem umas luzes de como me aceitar. Já agora queria perguntar estas reuniões que vocês fazem, como é que funcionam? Nós chegamos lá e toda a gente se senta à volta de uma mesa a falar sobre si mesmo?
                        Don't worry, be happy!!👍

                        Sou gay mas não sei como lidar com isso
                        #11

                        Offline theone111

                        • ****
                        • Membro Sénior
                        • Género: Masculino
                        Boas,

                        Deixo aqui alguma da minha experiência...

                        Quanto às reuniões, não há boas razões para não ir... Vais conviver com pessoal que certamente pensa como tu, já esteve/está na mesma situação que tu e que te compreende por experiência pessoal. Ajudou-me bastante algumas reuniões que presenciei...

                        Compreendo e encorajo a tua decisão de contar à tua mãe. Apenas pergunto se não haverá ninguém a quem queiras contar primeiro...

                        A primeira vez que contas a alguém tende a haver muito nervosismo à mistura, e podes passar a impressão que não estás propriamente confortavel com o que estás a dizer, deixando a tua mãe mais preocupada que o suposto... Não haverá um ou alguns amigos a quem queiras contar primeiro para te ambientares, ou mesmo para não te sentires sozinho nesta etapa?

                        Piadas homofóbicas todos fazemos. Até eu... e acabam por não querer dizer nada em concreto... Não quer dizer que os amigos sejam homofóbicos... Aposto que conseguirias citar pelo menos 2 ou 3 dessas pessoas que estariam contigo incondicionalmente (apesar de, de vez em quando, se saírem com piadas)...

                        Da minha parte, optei por contar a 2 amigas minhas (aquelas mais próximas) primeiro, e mais tarde aos meus pais e irmão. Fi-lo sem ter ninguém na altura precisamente para evitar atritos com a "eventual pessoa" (é fácil os pais culparem o companheiro pela homossexualidade do filho, por exemplo)... Além disso, trata-se de uma "decisão" pessoal, que não deverá estar dependente de factores como o haver ou não um companheiro. Torna-se mais fácil (para os pais) assumir a homossexualidade que o conjunto "Sou gay, tenho um namorado... Ah, e moro com ele..."

                        Voltando às reuniões, nada a perder, muito pelo contrário... Se te sentires mais confortável, passa pelo chat e combina ir com alguém que já conheça  [smiley=sim.gif]

                        Abraço,
                        André
                          E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

                          Sou gay mas não sei como lidar com isso
                          #12

                          sleepthrough

                          • Visitante
                          Falo com a minha mãe sobre as minhas dúvidas e ela diz que não tinha ideia, nunca pensou que eu pudesse não ser hetero, tipo nunca lhe passou pela cabeça. Não houve grande "choque" tipo Oh Meu Deus, da parte dela, claro que a conversa foi ligeiramente awckward no início, mas de resto tudo normal e nada mudou. Acho que se queres contar à tua mãe, se necessitas desse apoio e sabes que ela aceita bem os LGBT , acho que poderias contar :) (mas pronto, tu é que tens de ver como te sentes e se tu estás pronto para isso)
                           A mim foi das melhores coisas, poder falar com a minha mãe sobre isto tudo :)

                          Boa sorte! :)

                            Sou gay mas não sei como lidar com isso
                            #13

                            Offline Bandura_62

                            • ***
                            • Membro Total
                            • Género: Masculino
                            Tenho andado a pensar também em contar à minha mãe portanto imagino o que sentes e pensas Milo. Apesar de eu achar que ela me aceitará normalmente (apesar do choque e se de talvez chorar), sei que gosta demasiado de mim para se preocupar em demasia com este tipo de coisas :)

                            Nunca é fácil, sem dúvida. Mas se sabemos que temos uma mãe que gosta muito de nós, acho que faz todo o sentido pensarmos que vai tudo correr bem :)
                              “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

                              Sou gay mas não sei como lidar com isso
                              #14

                              sleepthrough

                              • Visitante
                              Milo depois conta como correu :D

                                Sou gay mas não sei como lidar com isso
                                #15

                                Offline Bário

                                • *
                                • Novo Membro
                                • Género: Masculino
                                Tenho andado a tentar falar com a minha mãe mas de cada vez que chega a altura não consigo. Parece que quando chega o momento de dizer começo a tentar convencer-me que não é uma coisa assim tão importante e que não vale a pena dizer nada e sinto-me até ridículo ao pensar em dizer-lhe. Não me consigo perceber. Acho que não vou conseguir dizer-lhe. Para além disso, no outro dia quando fui sair com os meus amigos tentei imaginar como seria dizer-lhes naquele momento e voltei a sentir o mesmo. Neste momento estou confortável com o que sou. Este último mês tenho pensado bastante no assunto e aceito-me, acho que o que sentia não era porque não me aceitava mas porque tenho receio do que os outros vão pensar e se me vão ou não rejeitar.
                                Sinto que nunca vou conseguir dizer nada a ninguém. Isto é super cliché, mas sinto mesmo que estou a viver a vida de outra pessoa porque não estou a ser verdadeiro com ninguém, e sinto que a única forma de mudar isso é começar por falar com a minha mãe. Mas não consigo por mais que tente.

                                O quê que vocês acham disto? Acham que é normal sentir isto? Será que é mesmo só eu a evitar lidar com isto porque sei que a conversa vai ser desconfortável ou porque tenho receio de ser rejeitado?

                                Eventualmente acho que vais conseguir.
                                Eu passei pelo mesmo. Estive imenso tempo sem contar a ninguém, até que comecei a falar com os meus amigos de faculdade. Todos aceitaram muito bem, e alguns até já desconfiavam. A partir desse momento pude conversar com eles sobre tudo sem ter de mentir e esconder nada.
                                Em relação aos meus pais e amigos de infância, ainda não me vejo com coragem para contar, nem imagino esse momento chegar. Mas pronto, para já isso não me preocupa. Neste momento não sinto necessidade de lhes contar.
                                Mas se tu sentes necessidade de contar a alguém, conta. As mentalidades estão a mudar e embora não conheça os teus amigos duvido que eles não te aceitem bem  ;) São normais os teus receios mas são para ser ultrapassados.

                                  Sou gay mas não sei como lidar com isso
                                  #16

                                  Offline Imaterial

                                  • ****
                                  • Membro Sénior
                                  • Género: Masculino
                                  • Go ask Alice, I think she'll know
                                  Acho que é um mecanismo de defesa e uma forma de te convenceres que está tudo bem. A plenitude que sentes neste momento é verdadeira porque te sentes mais confortável na tua pele, mas eventualmente a quantidade de vezes que tens de abafar a verdade vai-se tornar mais sufocante e irás sentir necessidade de partilhar com alguém.

                                  Digo eu <.<
                                    It all starts when you sink into his arms and ends with your arms on his sink

                                    Sou gay mas não sei como lidar com isso
                                    #17

                                    Offline Bandura_62

                                    • ***
                                    • Membro Total
                                    • Género: Masculino
                                    Não te pressiones, não deves ter pressa para contar à tua mãe.
                                    Como eu tinha já referido, também tenho essa intenção mas ainda não me mentalizei para o fazer. Quando tenho saído (apenas) com ela lembro-me muito que tenho ali uma excelente oportunidade para introduzir o tema, mas não consigo ainda avançar. O que tenho feito é tentado pensar que conseguirei contar, mas no momento certo e quando me sentir preparado, até porque às vezes me farto quando me fala muito das namoradas e etc, ainda que não o faça com muita frequência (felizmente).
                                    Quanto aos amigos, acontece-me o mesmo. Quase sempre que tenho estado com determinado amigo ou grupo de amigos, penso como seria contar-lhes, mas essa ideia ainda não me assentou completamente. Sei (ou acho que sei) que a maioria vai aceitar na boa, mas é sempre um momento complicado para nós e também para os outros.

                                    Anyway, acho que um dos passos mais importantes já deste: estares confortável com aquilo que és. Sem esse passo tudo se tornará mais difícil. E este é um bom ponto de partida para tudo o resto. Acho que focares o pensamento neste aspecto será importante para te focares nesse rumo de contar à tua mãe e depois conseguir contar a mais pessoas. Aceitarmo-nos não é fácil e por isso deves ver isso como um orgulho e usar esse orgulho para elevares a tua confiança em relação a esses assuntos.

                                    É totalmente normal o que sentes, é totalmente normal o medo de rejeição, mas tenta não ir por esse lado. Como já li por diversas vezes, quando nos conseguimos mentalizar do que somos e aceitar isso naturalmente, as coisas tornam-se mais fáceis (consegues mais facilmente, por exemplo, combater alguma ignorância das pessoas em relação ao tema). É importante, quando contares à tua mãe e outras pessoas, manteres a convicção de que não há nada de mal contigo, porque isso vai ajudar-te imenso.

                                    Espero ter ajudado :) Algo mais que precises, estás à vontade, também podes mandar PM :)
                                      “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

                                      Sou gay mas não sei como lidar com isso
                                      #18

                                      Offline Bandura_62

                                      • ***
                                      • Membro Total
                                      • Género: Masculino
                                      De nada. Entendo bem ao que te referes. Eu também sinto que me estou a pressionar para contar porque me sinto preparado e confortável para falar disto com algumas pessoas. Mas falta-me o momento certo e a coragem, que, espero eu, surgirão quando o momento certo também surgir :)
                                        “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

                                        Sou gay mas não sei como lidar com isso
                                        #19

                                        Offline Fábio Ventura

                                        • *
                                        • Novo Membro
                                        • Género: Masculino
                                        • só mais um. who cares?
                                        Olá Milo, como está esta tua situação?

                                        Estive a ler este tópico e identifiquei-me com várias coisas ditas.
                                        Eu tenho 21 anos, fiz anos há cerca de um mês. Identifico-me bastante quando referiste que tentaste gostar de raparigas: eu passei o meu secundário a fazê-lo, cheguei até a fazê-lo com duas raparigas ao mesmo tempo. Escusado será dizer que só foi pior, para mim que via sempre as minhas tentativas e esperanças falhadas e para elas, que não lhes foi justo tendo mesmo chegado a perder a amizade de uma delas, a minha melhor amiga.
                                        Identifiquei-me também quando referiste que tens bastante receio que as coisas entre ti e a tua mãe possam mudar. Partilho o mesmo receio que tu. A minha mãe adora, por exemplo, algumas celebridades que ela sabe que são homossexuais. Nunca falou nesse assunto, mas já disse coisas como "O Goucha gosta de homens!" a pessoas que perguntavam o motivo de ele não ter mulher! Eu penso que ela aceita, mas por outro lado, não sei se o aceita dentro da própria casa dela. Isto acontece bastante: "tudo bem, desde que não ao pé de mim" - eu tenho bastante receio que seja este o caso. Outra coisa que afecta isto é que quando eu andava a tentar namorar com raparigas no secundário, a minha mãe soube que eu supostamente gostava de algumas. A que se destacou, logicamente, a minha melhor amiga, pois eu cheguei a ter uma fotografia dela em cima da minha mesa de cabeceira. A minha mãe perguntou porquê e eu respondi que gostava dela. Julgo que no dia em que lhe contar que vai ser um choque, mas tenho a esperança que corra minimamente bem.
                                        Gostava que ela o soubesse. Contudo, sempre pensei que não haveria motivo para lhe estar a contar tal coisa se eu não namorava. Disse a mim mesmo que quando namorasse, que iria pensar novamente no assunto. Até hoje, continuo à espera desse dia.
                                        Durante este tempo, o assunto tem estado em stand-by. Durante o secundário, identifiquei-me também com o que referiste, sobre o facto de haver alguns risos ou até conversas em que parecia que os meus amigos sabiam de mim mas sem nunca o dizerem, tal deixava-me bastante confuso e afectado. Foi no secundário que fui aprendendo a aceitar-me como sou e a deixar de tentar iludir-me pensando na possibilidade de gostar de raparigas. Foi assim que nasci. Não tenho vergonha, mas também não tenho orgulho. É assim que sou, tal como há pessoas que gostam de melancias e outras não, certo? (Talvez o exemplo não tenha sido o melhor, mas o que queria dizer é que há coisas que são como são e nada mais, não há necessidade de as complicarmos!).

                                        Julgo que quando o momento certo chegar que irás ter a força e a coragem para contares. Sabes, ironicamente, foi no mês em que falaste disto, em Maio, que eu me assumi a 3 pessoas: à minha irmã, à amiga com quem passo mais tempo na faculdade e à minha melhor amiga, apesar de não falar com ela há quase um ano. Achei que lhe devia contar. Sabes como é que ela reagiu? "Eu já o sabia há muito tempo!". Sabes como é que a minha irmã reagiu "Eu já desconfiava há muito tempo. Estou chateada contigo por só agora o teres contado." Sabes como é que a amiga da faculdade reagiu? "Não estava nada à espera disto Fábio mas admiro a tua coragem em contares algo tão importante de ti."
                                        Eu tinha receio que as coisas entre mim e a minha irmã e entre mim e a tal amiga da faculdade ficassem diferentes. Mas não ficaram! Pelo contrário! Nos dias a seguir, eu tive essa a sensação e andei a remoer-me imenso, cheio de remorso por ter contado, mas foi só imaginação minha! As coisas continuaram iguais, a única diferença que noto é que sinto um peso menor sobre mim! E isso é muito bom!

                                        Lembra-te, a tua orientação sexual não te define. É apenas uma parte de ti. Sei que as coisas hão de correr bem, eventualmente, especialmente se a relação que tens com a tua mãe é assim tão forte e especialmente quando a tua mãe parece ter a mente tão aberta que tem. Acho que vai correr bem, mas não te pressiones demasiado. Deixas as coisas acontecerem quando tiverem que acontecer!

                                        Espero ter ajudado. Se quiseres ou precisares de falar, envia MP, que estou aqui para tentar ajudar no que puder!
                                        Abraço :)
                                        « Última modificação: 23 de Julho de 2015 por Fábio Ventura »

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          58 Respostas
                                          11808 Visualizações
                                          Última mensagem 23 de Novembro de 2010
                                          por Bc
                                          4 Respostas
                                          9135 Visualizações
                                          Última mensagem 10 de Julho de 2008
                                          por Zão
                                          9 Respostas
                                          2216 Visualizações
                                          Última mensagem 30 de Julho de 2012
                                          por JoaoSl
                                          14 Respostas
                                          2038 Visualizações
                                          Última mensagem 22 de Maio de 2013
                                          por ilikemiguel
                                          9 Respostas
                                          1258 Visualizações
                                          Última mensagem 28 de Julho de 2014
                                          por pinklyon89