rede ex aequo

Olá Visitante16.set.2019, 09:54:18

Autor Tópico: Elders - o que faço?  (Lida 3641 vezes)

 
Elders - o que faço?
#0

Offline amacord

  • *
  • Novo Membro
  • Género: Masculino
Olá a todas e todos antes de mais apresento-me, sou o Rui tenho 17 anos e sou novo no forúm. Bem, já venho há algum tempo ler algumas coisas mas só hoje me deu para criar uma conta  porque sinto necessidade de falar  :-X

Bom, o meu "problema" é o seguinte - há duas semanas eu estava em casa com a minha mãe e tocam à porta, a minha mãe vê que são dos missionários mormons (elders) e abre a porta. Eles disseram que tinham uma mensagem de Cristo para nós, deram-nos alguns panfletos e a minha mãe convidou-os para entrar. A minha mãe gostou da abordagem deles, aceitou o "Livro de Mormon" ouviu atentamente o que eles tinham a dizer até ao fim, rezaram (eu estava no outro canto da sala apenas a observar..) e prometeram voltar no dia seguinte. Até aqui tudo (mais ou menos) bem tirando o facto da crença deles ser um bocadito duvidosa.
O problema é que reparei de imediato num deles assim que entraram, americano típico (não obeso lol) alto, loiro, musculado, que assim que me viu, ao fundo da sala, lançou um sorriso delicado, meio envergonhado que rapidamente disfarçou, e durante a primeira sessão com eles, embora eu tenha estado afastado olhava-o muitas vezes, cruzámos várias vezes olhares que ele disfarçava timidamente.

No dia seguinte, tinha acabado de voltar das aulas e eles estão lá em casa, olhamo-nos novamente, vou para o meu quarto e ponho-me a pesquisar algumas coisas sobre a religião e os missionários, de repente oiço com um sotaque adorável "Desculpa, a casa de banho é ali?" ele está à porta do meu quarto, fecho os separadores da net e digo-lhe apenas que sim com os olhos no monitor  :P

Eles deram mais duas sessões e eu não estava em casa em nenhuma delas, um dia, à conversa com a minha mãe (que entretanto já fora à Igreja deles e etc.) ela diz-me algo como "Devias ter ido comigo no Domingo, o elder A disse que gostava de te ter visto lá" eu pensei para mim "Tretas, eles querem é converter, a atitude simpática dele é provavelmente só fachada para isso". Mas a verdade é que continuava a pensar nele, como ele é diferente de todos os jovens da minha idade, como fica sexy de camisa e gravata  :-X Um dia, no caminho escola-casa decidi dar uma volta maior e passar pela Igreja deles mais perto - os elders que vieram falar connosco estavam lá dentro de um carro a dormitar, não sei o que aconteceu comigo mas deixei-me lá ficar um pouco, a olhar... Ele acordou, olhou para mim, pareceu ter alguma dificuldade em reconhecer mas acabou por abrir a porta do carro e sair para me falar. Foi a primeira vez que estive tão perto dele, e foi também a primeira vez que demos um aperto de mão, acabou por me dizer: ''Se tu ou a tua mãe tiverem alguma dúvida sobre as escrituras ela tem o meu número, podes ligar" e sorriu. Ficámos um bocado a falar sobre nada em especial, senti tensão do lado dele mas, eventualmente, o outro elder (B) acabou por sair do carro e juntou-se a nós. O elder A ficou um pouco embaraçado e despedimo-nos.

Decidi ligar-lhes, senti (sei que isto é um bocado estúpido) que ouvir as balelas sobre o Joseph Smith e outros, era o preço a pagar para estar com alguém tão giro e sexy como o elder A. E eles vieram. Curiosamente, antes de chegarem o elder A mandou-me 3 mensagens, uma a perguntar se este era o meu número pessoal e as outras duas a dizer que já estava a chegar. Lá ouvi a "lição" foi basicamente o elder B a falar, o elder A limitava-se a mostrar imagens sem parar de sorrir.

Bem isto já está a ficar demasiado longo e pormenorizado, vou apenas acrescentar que nesta última semana tenho trocado mensagens (não relacionados com a religião...) com o elder A e já estive com ele(s) outras quatro vezes.

Eles (enquanto instituição) são super anti-gay - alguém se lembra da prop 8? - mas sinto que ele também se sente atraído por mim, mas raramente consigo mais de 3 minutos a sós com ele, o outro elder aparece sempre. Por outro lado sei que eles não podem ter relações com ninguém durante os dois anos de missão. O que é suposto fazer? Começo a gostar dele e sinto que ele está em missão obrigado..

Já aconteceu algo parecido com vocêx? Já foram abordados por estes rapazes e sentiram alguma atracção? ou será que descobri um novo ''fetiche''?

Obrigado!  :)

    Elders - o que faço?
    #1

    Offline theone111

    • ****
    • Membro Sénior
    • Género: Masculino
    Uma senhora da minha terra tem uma opinião/atitude bastante interessante com as famosas Testemunhas de Jeová (que costumam aparecer por lá) e que acho que pode ajudar...

    O que a senhora diz quando lhe batem à porta é o seguinte: "Eu sou católica, 'estou muito contente com' (...) mas se quiserem entrar e beber um chazinho tenho o maior gosto desde que não discutamos religião..."

    Provavelmente a forma mais simpática de o fazer, diga-se de passagem...


    Aplicando ao teu caso, talvez devas dizer o mesmo ao "Helder A"  :D
    Um dia, pessoalmente, explica-lhe a tua "falta de fé" na causa dele, indica que não é pessoal e explica que se quiser ir beber um café um dia, tudo bem, mas sem falar de religião. Depois, vê o que acontece  ;)

    Naturalmente, deves evitar esta conversa em frente ao "Helder B"  lol

    Boa sorte com isso!
      E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

      Elders - o que faço?
      #2

      Offline amacord

      • *
      • Novo Membro
      • Género: Masculino
      theone111 obrigado pela resposta, mas acho que percebeste mal  :P

      Eles não são testemunhas de Jeová, são mormóns uma religião "americana" que se baseia basicamente nas palavras de um homem (Joseph Smith) que se autoproclama profeta e que teve uma visão de um anjo (Moroni) e lá desenterrou umas placas de ouro que supostamente têm um outro Testamento da vida de Cristo pós ressuscitar em que ele vai parar à América junto com um povo branco de Jerusalém que será exterminado por outro povo branco de Jerusalém também na América, povo que Deus castigará mudando a cor da sua pele para vermelho (por isso é que os Indios são vermelhos -.-) ya eu já sei a coisa toda   ::)

      Mas essa não é a cena, a cena é que eu me sinto atraído por um desses rapazes que vem fazer a minha casa aquilo que eles chamam de proselitismo, e como a minha mãe (não sei como mas ok) está a ir com a cena deles tenho-o(s) visto bastantes vezes, plus eles têm telemóveis para contactar com as pessoas que estão a ensinar e eu tenho trocado mensagens com o tal elder A cujo nome não posso dizer como é óbvio.
      A coisa é: eu acho que ele sente alguma coisa por mim em especial mas eu nunca consigo estar sozinho com ele porque eles tem de estar SEMPRE dois a dois...

      E eles não bebem café (nem alcool, nem chá nem fumam) por causa de uma coisa a que chamam "Palavra da Sabedoria" haha

        Elders - o que faço?
        #3

        Offline theone111

        • ****
        • Membro Sénior
        • Género: Masculino
        Percebi o conceito. Confesso que não conhecia essa "sub-especie".

        Por outro lado, acho que se aplica o que disse na mesma.

        Se fizeres um diálogo como o que apresento, e se ele voltar a contactar-te por motivos não religiosos, podes ter aí uma pista...

        Que achas? ;)

        Sent from my Xperia S using Tapatalk

          E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

          Elders - o que faço?
          #4

          Offline kenprt

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          Bem,  isso é simples... convida o elder A para algo. Tua casa ou café.  Se ele aceitar falas com ele do drama de não conseguires aceitar bem a religião mormon porque estás a descobrir a tua sexualidade.  Faz assim dramazinho sobre a sexualidade e pedes-lhe segredo. Ele ficará a pensar no teu caso. Se ele depois dessa conversa aceitar outro encontro acho que já poderás arriscar algo.

            Elders - o que faço?
            #5

            Offline amacord

            • *
            • Novo Membro
            • Género: Masculino
            Bom, theone111 nós trocamos mensagens por motivos não religiosos desde que fui buscar o numero dele  ::)
            Mas como eles estão sempre os dois torna-se dificil dizer que não vejo nada na religião dele,s já que essa é basicamente a única desculpa que tenho para me encontrar com ele(s) e apesar de tudo eles são proibidos de ter qualquer tipo de relações durante a missão a não ser para "espalhar a palavra".

            Obrigado também kenprt, mas mais uma vez não consigo estar com ele sozinho, eles andarem dois a dois é mesmo uma cena da igreja e não cumpri-lo é uma espécie de pecado,  "Preaching the Gospel, two by two is the pattern established by the Lord, the testimonies of two companions support each other in proclaiming the truth of it".
            Eu posso chamá-lo para minha casa sempre, porque é basicamente esse o trabalho deles durante os dois anos de missão, mas não sei se vou conseguir distrair o outro elder com a minha mãe... não sei... plus é uma situação um pouco chata e não queria arranjar-lhe problemas porque os castigos são duros... mas ele é mesmo MUITO querido comigo nas mensagens que trocamos e não falamos de religião, não sei até que ponto é que ele pode fazer isto :|

              Elders - o que faço?
              #6

              Offline theone111

              • ****
              • Membro Sénior
              • Género: Masculino
              não sei até que ponto é que ele pode fazer isto :|

              Podes começar por lhe perguntar isso... Ate que ponto o facto de irem beber um cafezito um dia o poderia prejudicar... Depois vês a reacção... E isso, podes fazer via sms  ;)

              Se te preocupa tanto os problemas que lhe podes causar (e acho muito bem), expõe!
                E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

                Elders - o que faço?
                #7

                Offline amacord

                • *
                • Novo Membro
                • Género: Masculino
                theon111 fiz o que me disseste, ele respondeu  logo a seguir - escreveu que não podia ser, não respondi.

                 5 minutos depois ligou-me, disse que aquelas eram as ordens da igreja e que já conheceu quem foi transferido ou mandado para casa por quebrá-las, disse que não confiava muito no companion dele e que para se encontrar comigo tinha que estabelecer um acordo com ele porque bastava chegar um boato aos ouvidos do presidente de missão que ele estava lixado, propôs ligar-me de novo à noite, perguntou-me muito baixo se tinha namorada, eu disse que não e ele apenas disse "incrivel, eu volto a ligar às 10h30
                 ??? ??? Isto deve querer dizer qualquer coisa, certo??  ??? ???

                entretanto arranjei um segundo conflito... o dia que marcaram para a minha mãe se baptizar na igreja deles está a aproximar-se, os meus pais são divorciados e eu vivo só com  minha mãe desde os 11 anos - temos uma óptima relação, partilhamos tudo etc. ela leva na boa o facto de eu ser gay não o esconde de ninguém e inclusive defende-me ao pé de membros da família mais obtusos, a cena é que a igreja mormon é MUITO homofóbica (bem mais que a Católica) - um exemplo muito simples aconteceu há pouco tempo na California, quando o casamento gay foi legalizado houve uma grande manifestação mormon que ficou conhecida como a prop 8 por ter conseguido emendar a constituição e acrescentar uma proposição que relegava o casamento homossexual novamente à ilegalidade...

                Começo a ter medo que eles consigam fazer uma "lavagem cerebral" à minha mãe e que ela mude de prespectiva em relação a mim  :-\

                  Elders - o que faço?
                  #8

                  Majad

                  • Visitante
                  Começo a ter medo que eles consigam fazer uma "lavagem cerebral" à minha mãe e que ela mude de prespectiva em relação a mim  :-\
                  Se a tua mãe está disposta a defender-te, e possivelmente acabar relacionamentos, com membros da família dela, então eu duvido muito sinceramente que uns estranhos vão mudar-lhe a opinião sobre ti.

                    Elders - o que faço?
                    #9

                    Offline amacord

                    • *
                    • Novo Membro
                    • Género: Masculino
                    Mas majad, não parece contraditório ela do nada abraçar uma religião com estes princípios?

                    Desde o primeiro encontro com os elders ela tem ido à igreja no domingo e participado nas actividades todas, tem comentado comigo como aquelas pessoas são boas e felizes e se entreajudam e já me andou a mostrar imagens dos templos deles e de como gostaria de viajar para visitar um templo. Mas a minha mãe anda um bocado em baixo e isto realmente tem-na deixado entusiasmada e talvez por isso não tenho coragem para a questionar...

                    A fé muda as pessoas, para o bem e para o mal, tenho apenas medo que se a minha mãe encontrar nesta religião algo que a encha de sentido e vontade de fazer as coisas construa a partir daí uma nova "base" para pensar o que se passa à sua volta  :-\

                      Elders - o que faço?
                      #10

                      Majad

                      • Visitante
                      Mas majad, não parece contraditório ela do nada abraçar uma religião com estes princípios?

                      Desde o primeiro encontro com os elders ela tem ido à igreja no domingo e participado nas actividades todas, tem comentado comigo como aquelas pessoas são boas e felizes e se entreajudam e já me andou a mostrar imagens dos templos deles e de como gostaria de viajar para visitar um templo. Mas a minha mãe anda um bocado em baixo e isto realmente tem-na deixado entusiasmada e talvez por isso não tenho coragem para a questionar...
                      A 1º coisa que deves ter em consideração é que a tua mãe não deve ter toda a informação sobre esta religião, e também não deve ter muito acesso a essa informação caso ela precise.

                      Dizes que a tua mãe se sente em baixa. Pois, uma coisa como a religião pode ajudar muito uma pessoa quando está assim. Eu acho que ela faz bem ir à igreja e fazer atividades com eles mas deves ter em consideração, em relação a essas pessoas da igreja, é que elas secalhar nunca se depararam com um problema deste tipo, ou seja, algo que involva a homosexualidade. O que eu quero dizer com isto é que secalhar eles mesmos devem estar bastante ignorantes em relação à homosexualidade, e por isso nunca formaram uma opinião sobre o assunto, e devido a isso, a tua mãe ainda não se deparou com eles em relação a este assunto, ou seja, não o discutiram, presumo eu. Tendo em conta que a tua mãe aceita a tua sexualidade, eu pessoalmente não vejo ela mudar a sua opinião sobre a homosexualidade.

                      Responder
                      por isso não tenho coragem para a questionar...
                      Questiona-la sobre o quê exatamente? Se for a tua sexualidade, ela já disse que está okay com isso, não foi?
                      Responder
                      A fé muda as pessoas, para o bem e para o mal, tenho apenas medo que se a minha mãe encontrar nesta religião algo que a encha de sentido e vontade de fazer as coisas construa a partir daí uma nova "base" para pensar o que se passa à sua volta  :-\
                      O que queres dizer com "construa a partir daí uma nova "base" para pensar o que se passa à sua volta"? Não disseste que a tua mãe não se importa com a tua sexulidade? Não percebo bem a tua precocupação com este parágrafo.

                        Elders - o que faço?
                        #11

                        Offline Pulse

                        • *****
                        • Membro Vintage
                        • Género: Masculino
                        • After all, losing all hope was freedom.
                        Procura um filme na net chamado Latter Days.
                          And my head told my heart, let love grow. But my heart told my head, this time no, this time no.

                          Elders - o que faço?
                          #12

                          Majad

                          • Visitante
                          Procura um filme na net chamado Latter Days.
                          Esse filme é mesmo bom mas eu acho que umas certas coisas que lá acontecem não deve ser verdadeiras, pelo menos em Portugal. :p
                          « Última modificação: 17 de Maio de 2014 por Majad »

                            Elders - o que faço?
                            #13

                            Offline theone111

                            • ****
                            • Membro Sénior
                            • Género: Masculino
                            perguntou-me muito baixo se tinha namorada, eu disse que não e ele apenas disse "incrivel, eu volto a ligar às 10h30
                             ??? ??? Isto deve querer dizer qualquer coisa, certo??  ??? ???

                            Certo  ::) Parece-me...

                            Se calhar é boa altura para lhe perguntar o que o levou a optar por tal tipo de vida. Não fales propriamente em homossexualidade, mas em restrições quanto a bebida... As outras restrições todas...

                            temos uma óptima relação, partilhamos tudo etc. ela leva na boa o facto de eu ser gay não o esconde de ninguém e inclusive defende-me ao pé de membros da família mais obtusos

                            Se te defende contra a família, porque não te defenderia em frente a um bando de desconhecidos? Família vem sempre em primeiro.
                            Apoia-a se ela pretende seguir essa religião, mas nunca deixes que isso se torne um obstáculo entre os dois!
                              E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

                              Elders - o que faço?
                              #14

                              Offline amacord

                              • *
                              • Novo Membro
                              • Género: Masculino
                              Pois eu também acho que a minha mãe não sabe tudo sobre eles, eu sei que ela já leu o "Livro de Mórmon" e foi mesmo buscar a Bíblia à arrecadação para reler com "outros olhos" mas como sabemos 1.nem tudo o que faz uma religião está nas escrituras 2.as escrituras nao devem ser lidas literalmente. Mas ao contrario da minha mãe as pessoas da igreja sabem tudo sobre a igreja e eu cada vez que investigo mais vou tendo mais a ideia de que aquilo é uma religião muito estranha... mas a verdade é q eles têm posições muito fortes acerca de praticamente todos os pontos da vida da pessoa, por exemplo, o elder com quem ando a falar disse-me que eles como missionários têm um livrinho pequeno que guardam no bolso e que controlam TODOS os pontos da vida deles incluindo as horas a q acordam, se deitam, levantam, jantam, e, lá está, o facto de estarem sempre 2 a 2 (menos quando vao à casa de banho ) e serem incentivados a denunciar ao bispo ou ao Presidente de Missão alguma desconfiança em relação ao companheiro  :wor e uma dessas posições muito fortes é em relaçao à homossexualidade (e eles tambem são MUITO sexistas).

                               Com "construa a partir daí uma nova "base" eu estava a tentar dizer que tenho medo que à medida que a minha mãe vá entrando mais a fundo nesta igreja e se sinta amada e ajudada comece a questionar os seus principios pessoais, porque isso acontece não é? Sobretudo nestes casos em que alguém abraça alguma coisa e faz dela tipo tábua de salvamento... a minha mãe não tem muita informação sobre a sexualidade, ela simplesmente aceita-me porque somos muito ligados amamo-nos e temo-nos basicamente um ao outro.. estou preocupado com aquilo que lhe possam dizer sobre homossexualidade, estou preocupado que lhe perguntem pela família e que ela tenha de falar de mim e que esse assunto surja. Estou preocupado comigo mas muito mais com a minha mãe  :wor

                              E eu admito que sou um bocado dramático e criança nestas coisas e que muitas vezes tendo para o overthinking...


                              Pulse, fui procurar esse filme no IMDB , fora o facto de ser ou não verdadeiro em todos os aspectos e etc. vale a pena ver? como filme tem qualidade ou é mais pelo argumento?
                              Obrigado pela sugestão!


                              PS. como é que vocês fazem essas coisas de citar os posts?
                              « Última modificação: 17 de Maio de 2014 por amacord »

                                Elders - o que faço?
                                #15

                                Offline theone111

                                • ****
                                • Membro Sénior
                                • Género: Masculino
                                E que tal expor essas considerações à tua mãe? A julgar pela relação que têm, não deverá ser complicado!
                                  E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

                                  Elders - o que faço?
                                  #16

                                  Offline amacord

                                  • *
                                  • Novo Membro
                                  • Género: Masculino
                                  Eu nunca tive problemas em falar com a minha mãe sobre nada, mas não consigo explicar porquê, mas a verdade é não me estou a sentir muito à vontade para lhe expor o meu problema.. sinto que estou a ser egoísta e a desconfiar dela - e se calhar é mesmo só isso que está a acontecer.

                                  Entretanto o elder A não me sai da cabeça (e ainda por cima eu nunca tive um namorado na vida haha) e a atracção que sinto por ele mais tudo aquilo em que esta religião acredita e representa está a dar-me mixed feelings. Basicamente estou a sentir-me um puto estúpido que não tem problemas a sério  [smiley=confuso.gif]

                                    Elders - o que faço?
                                    #17

                                    Majad

                                    • Visitante
                                    Pulse, fui procurar esse filme no IMDB , fora o facto de ser ou não verdadeiro em todos os aspectos e etc. vale a pena ver? como filme tem qualidade ou é mais pelo argumento?
                                    Obrigado pela sugestão!


                                    PS. como é que vocês fazem essas coisas de citar os posts?

                                    Eu achei um bom filme, mas tava assim com um humor emo (<-<) e achei, na altura, melhor do que é.

                                    Acima de um post, está lá escrito 'Citar'. Tirei uma SS cajo não o vejas: http://i.imgur.com/mcKqX2A.png
                                    Eu nunca tive problemas em falar com a minha mãe sobre nada, mas não consigo explicar porquê, mas a verdade é não me estou a sentir muito à vontade para lhe expor o meu problema.. sinto que estou a ser egoísta e a desconfiar dela - e se calhar é mesmo só isso que está a acontecer.

                                    Entretanto o elder A não me sai da cabeça (e ainda por cima eu nunca tive um namorado na vida haha) e a atracção que sinto por ele mais tudo aquilo em que esta religião acredita e representa está a dar-me mixed feelings. Basicamente estou a sentir-me um puto estúpido que não tem problemas a sério  [smiley=confuso.gif]

                                    Não interessa se és egoísta ou não. Tens um problema e a tua mãe, segundo tu, é a pessoa mais adequada para te ajudar. Fala com ela.

                                      Elders - o que faço?
                                      #18

                                      Offline amacord

                                      • *
                                      • Novo Membro
                                      • Género: Masculino
                                      Eu venho aqui para agradecer novamente as vossas respostas   :)

                                      Passei a noite toda a pé a falar com a minha mãe sobre as coisas que aqui expus (o meu receio de ela entrar para esta religião, a posição em relação homossexualidade etc), ao inicio pareceu ficar um pouco chateada, do tipo "eu sou adulta, sei as escolhas que faço, tenho os pés assentes na terra e etc.", mas acabou por compreender também o meu lado...
                                      No fundo acho que a magoei por ter questionado uma coisa destas, mas nunca fomos uma família religiosa e ver de repente a minha mãe a ligar-se tanto a uma igreja é no mínimo estranho - lembro-me sempre daquelas histórias q se contam das igrejas se aproveitarem das pessoas que estão mais em baixo ajudarem-nas por um bocado e depois exigirem-lhes a vida toda que retribuam inclusive com dinheiro ... [smiley=desconfortavel.gif]

                                      Como senti que falhei enquanto filho decidi acompanhar a minha mãe à igreja hoje, fiquei espantado por ela cumprimentar tanta gente (e um pouco desconfortavel por me ter apresentado a essa gente toda), entretanto estive depois das aulas (que é como eles chamam à "missa") novamente com os elders que vieram lá a casa - estavam lá mais dois e segundo percebi são só 4 naquela igreja, e consegui, porque todos eles estavam ocupados a falar com membros/ convertidos/ etc. estar um recorde de 10 minutos ( ;D) a falar com o elder A.

                                      Ele disse-me que o presidente de missão (acho) chamou-o à atenção porque os registos do telefone dele indicavam a troca de muito mais chamadas e mensagens do que aquelas que ele precisaria de fazer.
                                      Sabem por acaso dizer-me se isto é verdade? Se é mesmo possível saber-se isto, ou se é bluff?

                                      Não fiz grandes avanços com ele (lol) estivemos a falar do que queríamos fazer no futuro etc. e acabei por perceber (por pistas) que uma das razões para ele estar em missão foi a pressão que a família e a comunidade exerceram - ele é o mais novo de 4 irmãos que já foram todos em missão e é de uma zona muito perto do "epicentro" desta religião.
                                      Entretanto ele acabou por convidar-me a ir jogar futebol com eles (os 4) amanhã à tarde, e com outros membros da igreja cá em Portugal, que eles têm uma espécie de dia livre às Segundas (ainda não percebi muito bem como funciona), não sei se devo ir ou não... ele disse-me que ia dizer aos outros elders que eu podia ser um possível alvo de conversão e riu-se. Senti novamente os olhares plus foi ele que me procurou e veio falar comigo e não o contrário, mas não consigo perceber bem se isto não é de certa forma uma estratégia para me converter (que eu sei que eles ganham "pontos de honra" por cada baptismo que fazem).  [smiley=confuso.gif]

                                      Por outro lado gostaria de saber se alguém aqui já passou pela experiência de ter alguém do agregado familiar mais próximo (mãe, pai, irmã, irmão) a juntar-se de repente a uma religião?


                                        Elders - o que faço?
                                        #19

                                        Strings910

                                        • Visitante
                                        Olá, amacord :)

                                        Tenho andado a acompanhar o desenrolar deste tópico e acho de louvar a tua abordagem realista nesta situação, tanto no trato com a tua mãe como com o elder A, ainda para mais quando se mete um assunto tão delicado como a religião ao barulho e mais especificamente com os mórmons, que têm um código de conduta muito estrito e rígido. Keep it up! :)

                                        Não sei até que ponto a questão dos telefonemas pode ser bluff ou não. Mas se o telemóvel deles é pago pelo presidente da missão, por exemplo, parece-me plausível, até, que tenha o extrato com o registo das chamadas ou que o possa pedir, caso não venha com a fatura. Isto no caso de ser pós-pago, salvo erro. Se for pré-pago, já não sei mesmo.

                                        Quanto à futebolada, acho que não deve haver grande problema, desde que seja isso mesmo: uma futebolada. Se não quiseres converter-te e eles respeitarem isso, então jogar à bola é sempre uma forma saudável de convívio. Acho que deves continuar a agir da mesma forma que tens adoptado até agora, segundo aquilo que tenho vindo a perceber: vais sondando e vais adaptando o teu comportamento à situação. Claro, é evidente que tu conheces o contexto melhor do que ninguém e que a decisão, no final de contas, é sempre tua.

                                        Respondendo agora à tua última pergunta, passei por uma situação que tem um ou outro paralelismo com a tua. A minha irmã agora é evangélica e a forma como estava a falar sobre as questões da homossexualidade e, em menor medida, identidade de género, estavam a começar a inquietar-me bastante. Hoje, apesar de ainda não ter tido a conversa com ela (ainda não sabe com 100% certeza, mas também acho que já não seria exatamente uma novidade para ela), parece-me que tive a tendência de criar uma tempestade num copo de água e que não me trataria de forma diferente. Vai precisar de um tempinho para se habituar à ideia, mas não me vou transformar subitamente num bogeyman ou semelhante aos olhos dela. No teu caso, a tua mãe não só já sabe da tua orientação, mas também das tuas preocupações em relação aos mórmons, pelo que tem meios para se proteger de comentários mais prejudiciais e de te continuar a apoiar. Não acredito que venha a mudar a sua atitude em relação a ti, ainda para mais quando já te defendeu tão abertamente.

                                        Boa sorte e vai dando notícias. Qualquer coisa, sabes onde nos encontrar. ;D

                                          Elders - o que faço?
                                          #20

                                          Offline amacord

                                          • *
                                          • Novo Membro
                                          • Género: Masculino
                                          Obrigado pela resposta Strings!!

                                          haha eu cá acho que o que me falta mesmo é realismo mas eu tendo sempre para o overthinking e para o overacting (e talvez para o overthinking sobre o meu overacting)  :P

                                          Mas para ser sincero acho que grande parte do meu medo e questionamentos se deve exactamente ao facto deles serem mórmons - o código de conduta é, como dizes, extremamente estrito - e cada vez que pesquiso mais sobre esta igreja dou por mim a sentir uma crescente aversão a ela em variados aspectos. Só de pensar que foram absurdamente racistas até as diferentes formas de racismo serem abolidas da constituição americana e o racismo ser considerado crime de ódio - isto foi só em 1978 :o

                                          Sobre o elder A, tenho medo que consigam para além de saber a quantidade de mensagens/ chamadas que eu e ele trocamos, tenham também acesso ao conteúdo das mesmas... Tenho também medo que ele arranje problemas, por outro lado não consigo deixar de pensar que o facto de ele se colocar nesta situação quer dizer alguma coisa, certo?
                                          Eu não me quero, de todo, converter e dou por mim a pensar se não estarei a ser demasiado ingénuo ao sentir-me atraído por ele... Eu penso imenso nele e etc. e sinto que ele tem algum interesse por mim, ainda há pouco mandou-me uma mensagem a dizer que queria muito que eu fosse jogar com eles amanhã... Mas nunca tinha conhecido missionários mormons na vida, e não o conheço há tempo suficiente (se posso efectivamente dizer que o conhceço  :-\) para confiar plenamente nas intenções dele...

                                          Tenho medo que isto fique um bocado off-topic (sinceramente nunca usei muito foruns e nao sei como estas cenas funcionam -.-) mas quando falas em evangélica estás a falar de que tipo de evangélicos? Eu estive a ler na wikipedia e não fiquei propriamente elucidado, sobretudo porque sempre associei a igreja evangélica àquelas igrejas brasileiras tipo a que está agora onde era o cinema império ali na Alameda D. Afonso Henriques, mas não é isso pois não?
                                          Só por curiosidade como é que a tua irmã se tornou evangélica e qual foi a atitude da igreja face a ela (tipo se a ajudaram de inicio e depois pediram retribuições, se teve de fazer algum baptismo/ contracto ect.)?

                                          A maneira como a maioria das religiões que conheço lida com a homossexualidade/ identidade de género sempre me assustou, e ver isso devagarinho a entrar em minha casa...


                                            Elders - o que faço?
                                            #21

                                            Strings910

                                            • Visitante
                                            Eu não me preocuparia muito com eles poderem vir a saber o conteúdo das mensagens, a não ser que vasculhem diretamente o telemóvel do elder A. Ou muito me engano, ou a operadora só poderia fornecer esse tipo de informações numa investigação criminal.

                                            Sei que há mais do que uma corrente no que toca à Igreja Evangélica, mas não te sei dizer exatamente qual é que a igreja que a minha irmã frequenta segue. Sei que o seu ensinamento-base é que Cristo é o nosso Salvador e que só após aceitá-lo como tal é que podemos aspirar a estar na companhia de Deus para todo o sempre, pois não está em nosso poder atingir a Salvação, independentemente daquilo que façamos nesta vida. Para além disso, a Palavra de Deus é aquela que está na Bíblia apenas, e não mais outras convenções que entretanto possam ter sido criadas com o decorrer do tempo. Portanto, rejeita o conceito de santos e considera Maria como uma mulher abençoada por ter aceitado ser mãe de Jesus, mas não a considera Imaculada, isto é, afirma que foi tão falível e suscetível a pecar como todos nós. Isto pode não te dizer nada, mas é só para teres um bocado de contexto, na medida em que vais fazendo pesquisas e vais procurando informar-te sobre estas questões. Já agora, não te preocupes demasiado em isto ficar off-topic. Desde que não se desvie demasiado do tema em discussão, isto é, que não se transforme numa discussão inteiramente sobre as várias doutrinas que por aí andam quando esse não era o intuito, é possível ir fazendo uma alusão ou outra que não esteja tão relacionada com o tema. Se tiveres dúvidas quanto às regras, há um tópico a explicá-las em pormenor no sub-fórum de questões técnicas. :)

                                            Tanto quanto me parece, a minha irmã passou a ser evangélica de forma voluntária. Tinha dúvidas há algum tempo sobre a Igreja Católica e encontrou respostas na Evangélica. Quanto às pessoas, parece-me que aquilo que querem é mesmo que as pessoas saibam que Cristo é o Salvador, essencialmente. Não tenho ouvido de retribuições que se tenha visto obrigada a dar e, no que toca ao batismo, mais uma vez, é algo que pensa em fazer por ela própria. Se haverá algum compromisso ou contrato, só o tempo dirá. É um assunto do qual também me posso informar melhor, sinceramente.

                                            De facto, a influência que a religião consegue ter nas pessoas pode ser assustadora, na medida em que se vale de uma arma muito poderosa, que é a fé e a esperança que dela nasce, e as religiões não são conhecidas por ser pioneiras no reconhecimento da diversidade como uma característica perfeitamente válida e inerente ao ser humano enquanto espécie. Acho que o mais que podes fazer a este respeito é comunicares sempre com a tua mãe, de modo a seres sempre o seu filho e não passares a ser o outro com o qual não haveria hipótese de empatia, e confiares nela, pois isto não é algo que alguma vez vás conseguir controlar completamente. Não é o mais reconfortante, eu sei, mas as ligações humanas são mesmo assim: cuidamos da nossa parte e esperamos que o nosso próximo corresponda. E, por aquilo que tens dito, a tua mãe tem dado cartas nesse respeito.

                                            Finalmente, em relação ao elder A e ao facto de se colocar nesta situação, pode querer dizer alguma coisa, mas também pode não querer dizer nada ou, pelo menos, não aquilo de que estarias à espera. Por trás de um determinado comportamento, pode haver inúmeras motivações e nem sempre conseguimos prevê-las todas. Não ter toda a informação pode levar a interpretações erradas, que podem ou não ser contornáveis. Numa situação normal, o recomendável era ir travando amizade com ele e ver como as coisas se iam desenrolando. Tu tens o trabalho um pouco mais complicado pela questão mórmon, mais uma vez. Acho que, no fundo, tudo vai depender de quanta flexibilidade seja capaz o elder A, como indivíduo, e de quão disposto estás tu para querer saber até onde vai essa mesma flexibilidade dele.

                                            Espero que isto seja de ajuda. :)

                                              Elders - o que faço?
                                              #22

                                              Offline amacord

                                              • *
                                              • Novo Membro
                                              • Género: Masculino
                                              Aiiii que eu só fico mais confuso a cada dia  :wor :wor

                                              Strings MUITO obrigado mesmo pelos conselhos que me deste!

                                              A tua família é Católica? Apenas pergunto isto para ter um bocado de noção da reacção ao facto da tua irmã se ter convertido a outra igreja. A minha avó, por exemplo, já disse que a minha mãe está louca por estar a "virar mórmon" ..

                                              Hoje lá fui jogar à bola com os elders e mais 8 rapazes filhos de membros da igreja... bom, na verdade não joguei praticamente nada, o campo era um daqueles campos públicos e estava lá um outro grupo a jogar e eu confesso que só posso agradecer por isso, já que sou um descoordenado do pior  :P mas assim que cheguei, e esta é que é a parte que importa, percebi algo no comportamento do elder A.

                                              Eu chego e eles cumprimentam-me todos com um aperto de mão e um abraço (mesmo à brotherhood americana que nós não compreendemos) o elder A fica para último e enquanto eu cumprimentava toda a gente ele não tirou os olhos de mim, e, sempre com um sorriso um bocado malicioso, põe-me o braço pelos ombros e encaminha-me à cena onde eles tinham deixado as mochilas.

                                              Jogo um bocado na equipa adversária à dele e ele anda sempre à minha volta a tentar (e conseguir) tirar a bola mas também a empurrar-me e a tocar-me muito... Entretanto ele chama um miúdo que estava nas bancadas para trocar com ele e fica lá sentado a olhar, eu como raramente tinha a bola nos pés  :P reparei que ele olhava fixamente para mim. . Entretanto acabei por ir sentar-me ao lado dele (estava lá o outro elder...) e o elder A levanta-se rapidamente "Vou com o Rui encher as garrafas com água...para todos" eu fiquei meio parvo (porque estava mesmo cansado e precisava de me sentar) mas o estúpido é mesmo magnético  ::)

                                              Pareceu ter aproveitado a oportunidade de haver muita gente no jogo (todos distraidos e super competitivos) para falar comigo. Falámos muito sobre muitas coisas, estivemos muito tempo completamente sozinhos e ele veio com uma conversa um bocado estranha, perguntou-me porque é que não tinha namorada, eu disse que não tinha calhado  :P (não estava nada no mood para lhe dizer que sou gay) e ele começou a dizer que muitas vezes aparecem-nos ideias estranhas na cabeça sobre coisas que as pessoas acham que são erradas, que o Senhor acha que são erradas e que isso é normal e que é ok desde que não passem de pensamentos, houve um momento um bocado deep de silêncio desconfortável até ele sorrir adoravelmente e mudar de assunto.

                                              Foi das conversas mais surreais que alguma vez tive com alguém, estavamos muito perto ele estava a olhar muito profundamente para mim, descendo várias vezes os olhos até aos lábios... eu paralisei completamente, não consegui dizer nada mas pareceu-me que ele podia estar a falar sobre homossexualidade  ??? ???
                                              Se for isso não compreendo como é que ele percebeu, não compreendo também o que ele queria dizer com aquilo... ele fala um bocado mal português e disse-me estas coisas muito lentamente num tom de voz baixinho como quem diz "eu sei o teu segredo"... mas por outro lado senti que ele me estava a julgar um pouco, ainda por outro lado (onde se acrescenta o comportamento muito físico dele comigo durante a tarde) senti alguma maldade do tipo estar a aproveitar-se de mim  [smiley=desconfortavel.gif]
                                              Ou então ele poderia estar a falar de outra coisa qualquer, ou então como é de outra cultura para ele é normal esta próximidade e fisicalidade (o tal espirito de brotherhood que falava à bocado)  ou então... ai... que confusão terrível.  ??? ??? ??? ???

                                              Eles vêm a minha casa na Quarta mas eu estou em aulas a essa hora e ele já me mandou uma mensagem a perguntar se tinha gostado do jogo... não sei se devo responder... aaaaii

                                              Strings, desculpa a inversão da ordem do teu post, mas fiquei curioso com isto:
                                              Portanto, rejeita o conceito de santos e considera Maria como uma mulher abençoada por ter aceitado ser mãe de Jesus, mas não a considera Imaculada, isto é, afirma que foi tão falível e suscetível a pecar como todos nós.
                                              os evangélicos continuam a acreditar que Cristo nasce da mesma maneira, vá digamos "Celestial" que é descrita pelos cristãos-católicos, certo? Uma das cenas dos mórmons é que eles acreditam q houve efectivamente contacto físico entre Deus e Maria (!!)

                                                Elders - o que faço?
                                                #23

                                                Offline theone111

                                                • ****
                                                • Membro Sénior
                                                • Género: Masculino
                                                Boas,

                                                Tiveste uma excelente oportunidade com esse jogo. Por um lado, porque conseguiste privar melhor com o elder em questão, por outro, a conversa aproximou-se do expectável. Deverias ter aproveitado melhor, se bem que não poderias ter-te preparado. Não sabias...

                                                No próximo jogo ou evento para que fores convidado, tenta preparar um pouco essa conversa melhor (porque provavelemente surgirá). Nessa altura, tenta desenvolver o tópico, e entender a opinião dele acerca da homossexualidade. Evita "silêncios desconfortáveis" - que podem fazê-lo mudar de assunto (mesmo que tenhas que preencher alguns com um "hum" pensativo - funciona melhor que o que soa lol).

                                                Um dos pontos por onde podes "pegar" é na rigidez das regras da igreja (não necessariamente a deles, mas religião em geral) relativamente à  temática. Uma conversa (devidamente colocada no resto da conversa, claro) do tipo "Pois, mas a igreja sempre teve posturas demasiado "radicais" ou "extremistas"... Não me caberia na cabeça julgar uma pessoa por ser homossexual, não ser virgem, ou até mesmo por beber ou comer carne de porco".

                                                Tenta também extraír a opinião pessoal dele (e não a opinião da igeja) mesmo que tenhas que o pedir directamente. Podes ainda aquecer o debate com o "E se o teu irmão fosse gay?" - O que no caso dele próprio ser gay, pode dar-te uma ideia dos medos com que ele lida...


                                                Concluíndo, quando a conversa aparecer, não a deixes acabar sem uma luta primeiro  ;)


                                                Já agora, quanto ao conteúdo das mensagens do telemóvel, só mesmo com mandato ao abrigo de uma investigação judicial. No problem!
                                                  E acredita, a vida é bastante melhor com bolachas! lol

                                                  Elders - o que faço?
                                                  #24

                                                  Offline amacord

                                                  • *
                                                  • Novo Membro
                                                  • Género: Masculino
                                                  haha eu confesso que não estava mesmo nada à espera deste desenrolar, mas também se soubesse acho que só ia stressar e aí então é que seria estranho...  Mas sim, tenho toda a noção de que podia ter aproveitado para esclarecer algumas coisas da minha parte, já que foi basicamente ele a conduzir o diálogo e foi um diálogo feito sobretudo de perguntas à minha pessoa.

                                                  Mas por outro lado sinto que estas muitas perguntas significam alguma coisa, que ele tem um interesse genuino em mim (que tipo de interesse é ainda não percebi)  :P, mas o meu medo é também o de avançar com isto. Imaginando que a atracção não é unilateral e ele sente a mesma coisa em relação a mim , e depois? Ele eventualmente será transferido para outra área de Portugal (já percebi que há essa possibilidade de 6 em 6 semanas).. Para além de que qualquer envolvimento verdadeiro entre nós me parece muito pouco possível   :wor  Por isso tenho um bocado de medo que ele se esteja a aproveitar de mim, do género "testar os limites" para proveito próprio...

                                                  Ah e se isto alguma vez fosse para a frente ( ::) ::) ::)) e se ele for efectivamente gay, o facto de ele ter ido em missão implica que tenha feito um compromisso eterno com a igreja de pôr a fé acima de tudo e por isso nunca ter relações de qualquer tipo que não familiares/ amizade com um homem... mas se quiser pode casar com uma mulher que a igreja permite...

                                                  E é nesse sentido que não sei se vale a pena estar a pôr a minha cabeça num nó... Claro que até ver tem sabido bem, tenho-me sentido numa história romântica à filme, quando estamos juntos é inexplicável e pela primeira vez na vida sinto que estou a ser correspondido nas trocas de olhares e etc. com alguém... A paixoneta é que não se tem desenvolvido de forma muito saudável... até pelo contrário.


                                                     

                                                    Tópicos relacionados

                                                      Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                                    O que faço?

                                                    Iniciado por zlz Apoio

                                                    2 Respostas
                                                    1708 Visualizações
                                                    Última mensagem 28 de Janeiro de 2014
                                                    por 90.Azulinha
                                                    33 Respostas
                                                    15157 Visualizações
                                                    Última mensagem 21 de Abril de 2010
                                                    por caires
                                                    4 Respostas
                                                    1992 Visualizações
                                                    Última mensagem 30 de Junho de 2010
                                                    por KissTheDawn@
                                                    7065 Respostas
                                                    141961 Visualizações
                                                    Última mensagem 9 de Agosto
                                                    por unicorn39
                                                    6 Respostas
                                                    1570 Visualizações
                                                    Última mensagem 28 de Outubro de 2012
                                                    por BrunoMCP