rede ex aequo

Olá Visitante15.jun.2019, 23:39:24

Autor Tópico: Futuro LGBT: brilhante ou negro?  (Lida 7671 vezes)

 
Futuro LGBT: brilhante ou negro?
#0

Offline Dawid

  • ***
  • Membro Total
  • Género: Masculino
  • Freedom Go To Hell
    Decidi criar este tópico para se poder iniciar ou continuar, discussão acerca do futuro das pessoas LGBT...O nosso futuro! Preocupa-me qual será a evolução dos valores democráticos e do respeito pelos direitos humanos, a médio e a longo prazo. "Despejem" aqui os vossos pensamentos, apresentem factos e argumentos que suportem as vossas posições, dêm a conhecer indicadores que nos ajudem a fazer projecções.
« Última modificação: 22 de Fevereiro de 2009 por Dawid »
    Europe is the cancer, Islam is the answer

    Futuro LGBT: brilhante ou negro?
    #1

    Offline Flávio

    • ***
    • Membro Total
    • Género: Masculino
      • O Sétimo Continente [blog]
    Acho que estamos em devir, que os valores democráticos proclamados serão reforçados e, no que à comunidade LGBT diz respeito, estou em crer que venceremos os últimos estádios da luta pela igualdade e daqui a poucos anos, a questão da orientação sexual passará por despercebida porque as pessoas vão ver a diversidade como algo de normativo. Prevejo, portanto, um futuro brilhante, tal como aconteceu com a emancipação das mulheres :)
      "If it were true that children emulate their teachers, we'd have a lot more nuns running around. "

      Futuro LGBT: brilhante ou negro?
      #2

      Offline Maped

      • *****
      • Membro Elite
      • Género: Feminino
      • :)
      Não diria brilhante nem negro. Acho que o futuro será risonho. Com a evolução da lei que mais tarde ou mais cedo terá de ser aprovada...  a mentalidade das pessoas há-de evoluir e hão-de se calar ;)
        There's a fire starting in my heart
        Reaching a fever pitch, and it's bringing me out the dark.

        See how I'll leave with every piece of you
        Don't underestimate the things that I will do.

        Futuro LGBT: brilhante ou negro?
        #3

        Offline Johnne

        • *
        • Novo Membro
        No geral acho que as coisas caminham no bom sentido. No entanto há que estar preparado para os novos desafios, e sobretudo há que investir na visibilidade.
        A razão pela qual a luta pelos direitos das minorias raciais é porque em termos de visibilidade estão muito à frente, porque não têm hipotese de esconder a sua raça, e cada vez que saem à rua estão a dar um contributo para a causa, mesmo sem se aperceberem. Para os lgbts é mais complicado. Ainda temos a oportunidade de refúgio. Há que extinguir o medo, e revelar-nos ao mundo.

          Futuro LGBT: brilhante ou negro?
          #4

          Offline Dawid

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Masculino
          • Freedom Go To Hell
               Ou seja...quando vencermos os ultimos estádios da luta pela igualdade a lei será justa tanto para nós como para os heterossexuais...de que forma é que isso se manifestará na lei e no país? Casamento Civil e direitos de adopção para os casais homossexuais? Tecnicas de reprodução assistida para os casais de lesbicas? Um improviso geral em tudo o k rodeia as kestões dos transsexuais no k toca á mudança de sexo e mudança de documentos assim como tambem o acesso ao casamento? e claro...um maior respeito para com os GLBT's por parte da sociedade...Talvez sejam estes os ultimos estadios e eu penso k em geral a populaçao portuguesa está a evoluir nesse sentido...pelo k parece já cerca 40% é a favor do casamento gay. Mas agora eu vo por uma kestão...vamos dividir a socieade em duas partes...de um lado estão os portugueses k ao longo de todas as geraçoes contaveis sempre viveram em portugal, do outro os imigrantes e as geraçoes de imigrantes...Kual é a vossa opiniao em relaçao ao nivel de aceitaçao k eles têm por pessoas como nós? É aki k me surge uma pekena preocupaçao...comentem por favor 
            Europe is the cancer, Islam is the answer

            Futuro LGBT: brilhante ou negro?
            #5

            Offline paulosabino

            • *****
            • Associad@
            • Membro Vintage
            • Género: Masculino
                  Mas agora eu vo por uma kestão...vamos dividir a socieade em duas partes...de um lado estão os portugueses k ao longo de todas as geraçoes contaveis sempre viveram em portugal, do outro os imigrantes e as geraçoes de imigrantes...Kual é a vossa opiniao em relaçao ao nivel de aceitaçao k eles têm por pessoas como nós? É aki k me surge uma pekena preocupaçao...comentem por favor 

            Preocupação em que sentido? Achas que os imigrantes e os descendentes de imigrantes têm uma mentalidade mais tolerante ou menos por terem origem noutras sociedades? Não sei se é essa a tua questão,mas se for, também não sei responder, se calhar dependerá da origem. Mas tal como emigrantes portugueses vivem em comunidades e se esforçam para manter ligações com as suas raízes e valores, é normal que os imigrantes em portugal também mantenham o respeito pelos valores gerais do país de origem, mas emigrantes ou imigrantes, também eles sabem o que é ser discriminado por se ser uma minoria e talvez isso os faça reflectir sobre outras minorias..  mas quem sabe.. :)
              - Vai chover...   
               - Vai tu!!!!!!!!!!

              Futuro LGBT: brilhante ou negro?
              #6

              Offline tochiro

              • *
              • Novo Membro
              • Género: Masculino
              • :S
              Pelo menos no nosso país penso que será cada vez melhor... A sociedade está a ficar, aos poucos, muito lentamente, mais tolerante. Não fosse calendários e oportunismos políticos de alguns partidos, nomeadamente o PS,  já a lei do casamento civil estaria aprovada. Apesar de este não ser um fim em si mesmo, é um passo muito importante. A não ser que apareça aí um novo Salazar, não me parece que haja mais retrocessos.

              Mas mais que o futuro LGBT, preocupa-me o futuro deste país e do mundo bonito em que vivemos ::)
                Under the guidance of my banner i live in freedom!

                Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                #7

                Offline Dawid

                • ***
                • Membro Total
                • Género: Masculino
                • Freedom Go To Hell
                          Acho que muitos imigrantes possuem valores meio antagónicos aos valores democráticos europeus. Muitos deles são honestos e trabalhadores claro, mas mesmo assim muito pouco tolerantes em relação a assuntos relacionados com os GLBT's. Essa ideia de que "pk são minorias nao irão discriminar" já provou em certas situações enganar-nos a todos. Basta ver o que aconteceu na california com a proposição 8.  75% dos descendentes africanos votaram a favor da proposição k retirou aos casais homossexuais o direito de se casarem. Não é por nada mas eu penso haver uma certa ironia por aki...
                          Eu estudei durante um ano em Lisboa e o curso onde estive a estudar tinha muitos alunos cabo-verdianos e houve oportunidade para discutir mtos assuntos incluindo o casamento gay e todos eles se mostraram contra isso. Os imigrantes vêm de países onde o respeito pelos direitos humanos e pela propria vida humana é por vezes nenhum...Africa, países do médio oriente, países de leste...sinceramente preocupa-me sim. Desconfio k a maioria dos imigrantes k residem em Portugal sejam contra os direitos GLBT's. E dou mais exemplos...basta olhar para os países nordicos e a inglaterra que se estão a transformar numa selvajaria pegada...Na holanda por exemplo os crimes homofobicos violentos aumentaram drasticamente e sao sempre cometidos por marrokinos, turkos ou somalis. Irei procurar mais informação a respeito disto para me fundamentar melhor.
                « Última modificação: 22 de Fevereiro de 2009 por Dawid »
                  Europe is the cancer, Islam is the answer

                  Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                  #8

                  Offline paulosabino

                  • *****
                  • Associad@
                  • Membro Vintage
                  • Género: Masculino
                            Acho que muitos imigrantes possuem valores meio antagónicos aos valores democráticos europeus. Muitos deles são honestos e trabalhadores claro, mas mesmo assim muito pouco tolerantes em relação a assuntos relacionados com os GLBT's. Essa ideia de que "pk são minorias nao irão discriminar" já provou em certas situações enganar-nos a todos. Basta ver o que aconteceu na california com a proposição 8.  75% dos descendentes africanos votaram a favor da proposição k retirou aos casais homossexuais o direito de se casarem. Não é por nada mas eu penso haver uma certa ironia por aki...
                            Eu estudei durante um ano em Lisboa e o curso onde estive a estudar tinha muitos alunos cabo-verdianos e houve oportunidade para discutir mtos assuntos incluindo o casamento gay e todos eles se mostraram contra isso. Os imigrantes vêm de países onde o respeito pelos direitos humanos e pela propria vida humana é por vezes nenhum...Africa, países do médio oriente, países de leste...sinceramente preocupa-me sim. Desconfio k a maioria dos imigrantes k residem em Portugal sejam contra os direitos GLBT's. E dou mais exemplos...basta olhar para os países nordicos e a inglaterra que se estão a transformar numa selvajaria pegada...Na holanda por exemplo os crimes homofobicos violentos aumentaram drasticamente e sao sempre cometidos por marrokinos, turkos ou somalis. Irei procurar mais informação a respeito disto para me fundamentar melhor.

                  Quando disse que por serem uma minoria tendem a reflectir sobre outras minorias, não disse que não discriminam, mas não precisamos de buscar exemplos de outras minorias para demonstrar que nem todos são tolerantes, nós LGBT's somos exemplo de uma minoria onde se rotulam uns aos outros, onde se dividem por categorias e sim onde existe discriminação, nem todos os LGBT's são favoráveis ao casamento e adopção por pessoas do mesmo sexo  ::)

                  É certo que com pessoas de "outros mundos" valores diferentes também são trazidos, é uma realidade e que pode provocar alguns conflitos, mas também acredito que os imigrantes quando vêm é em busca de melhores condições de vida, e muitos procurarão mais do que um emprego, talvez venham muitos em busca de um país onde os direitos humanos estejam muito mais garantidos.  Alem de tudo, os valores ou melhor a mentalidade também se altera, e vindo para uma nova sociedade, a adaptarem-se também se adaptarão a novas realidades, pena é que não sejamos o melhor exemplo de não discriminação de minorias, senão quem sabe não tivéssemos muito mais para ensinar :-X
                  « Última modificação: 22 de Fevereiro de 2009 por paulosabino »
                    - Vai chover...   
                     - Vai tu!!!!!!!!!!

                    Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                    #9

                    Offline Dawid

                    • ***
                    • Membro Total
                    • Género: Masculino
                    • Freedom Go To Hell
                        Pois eu tenho uma opinião diferente. Contudo nem sempre a tive...de há uns tempos para cá vim mudando bastante a forma como encaro o assunto da emigração...por exemplo assusta-me k tudo aponte para k daki a cerca de 25 anos a Europa seja de maioria islâmica. Essa ideia de k os emigrantes se adaptam ao estilo de vida e aos valores europeus era tambem algo keu considerava como certo e sentia-me seguro. Não me sinto mais. As evidencias apontam o contrario...e são essas evidencias k as pessoas não estao a kerer ver ou fingem nao ver. Os países do norte da europa estão muito mudados...Preocupa-me por exemplo k na inglaterra já tenham legalizado tribunais onde se exerce lei Sharia para casos de muçulmanos. Depois preocupa-me o facto de o governo Holandes ter proíbido por lei criticas á religiao. E depois preocupa-me a velocidade com k as comunidades islamicas estão a crescer. A taxa de reprodução é muita elevada, uma grande parte dessas comunidades nao assimila os valores europeus. Enkuanto k a populaçao europeia "encolhe"..com taxas de reproduçao das mais baixas. A defesa k Portugal tem tido contra a emigração talvez seja o facto de o nosso país sempre ter sido um local pouco atraente e pobre, contudo a emigração k temos já é preocupante e o ritmo de crescimento das populaçoes nao genuínas é bastante elevado. Nada me convence k eles tenham atitudes razoaveis perante a comunidade GLBT. Kuanto a GLBT's k descriminam outros é algo k repudio e não suporto e sempre k poder lutarei contra isso levantar-me-ei para falar sempre k puder. Axo errado e axo hipocrita. Porém e obviamente não é o gay portugues k me assusta loool... :P


                    Eis uma noticia:  "Sweden's third-largest city, Malmo, according to the Swedish Aftonbladet, has become an outpost of the Middle East in Scandinavia: "The police now publicly admit what many Scandinavians have known for a long time: They no longer control the situation in the nations's third-largest city. It is effectively ruled by violent gangs of Muslim immigrants. Some of the Muslims have lived in the area of Roseng?rd, Malm?, for 20 years and still don't know how to read or write Swedish. Ambulance personnel are attacked by stones or weapons, and refuse to help anybody in the area without police escort. The immigrants also spit at them when they come to help. Recently, an Albanian youth was stabbed by an Arab and was left bleeding to death on the ground while the ambulance waited for the police to arrive. The police themselves hesitate to enter parts of their own city unless they have several patrols and need to have guards to watch their cars; otherwise they will be vandalized."

                                               "Pakistani Muslim leader Qazi Hussain Ahmed gave an address at the Islamic Cultural Center in Oslo. He was readily allowed into the country despite that fact that, according to Norway's Aftenposten, he "has earlier made flattering comments about Osama bin Laden, and his party, Jamaat-e-Islami, also has hailed al-Qaida members as heroes." In Norway, he declined to answer questions about whether or not he thought homosexuals should be killed."

                                                  "The Nordg?rdsskolen in Aarhus, Denmark, has become the first Dane-free Danish school. The students now come entirely from Denmark's fastest-growing constituency: Muslim immigrants. "

                    Do escritor europeu :  Fjordman
                                                      " In the Netherlands, Muslims will soon make up the majority in all major cities. "Today, we have 1 million Muslims out of 16 million Dutch," according to Frits Bolkestein, Dutch politician. "Within 10 years, they will have an absolute majority in both Amsterdam and Rotterdam. We are staring into the face of a shortly to be divided community. Muslims have the right to their own schools, so there is no teaching of evolution, gay teachers are not tolerated but anti-Semitism is."
                    « Última modificação: 22 de Fevereiro de 2009 por Dawid »
                      Europe is the cancer, Islam is the answer

                      Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                      #10

                      Offline Donnie Darko

                      • **
                      • Membro Júnior
                      • Género: Masculino
                      • You can never go too far.
                          Pois eu tenho uma opinião diferente. Contudo nem sempre a tive...de há uns tempos para cá vim mudando bastante a forma como encaro o assunto da emigração...por exemplo assusta-me k tudo aponte para k daki a cerca de 25 anos a Europa seja de maioria islâmica. Essa ideia de k os emigrantes se adaptam ao estilo de vida e aos valores europeus era tambem algo keu considerava como certo e sentia-me seguro. Não me sinto mais. As evidencias apontam o contrario...e são essas evidencias k as pessoas não estao a kerer ver ou fingem nao ver. Os países do norte da europa estão muito mudados...Preocupa-me por exemplo k na inglaterra já tenham legalizado tribunais onde se exerce lei Sharia para casos de muçulmanos. Depois preocupa-me o facto de o governo Holandes ter proíbido por lei criticas á religiao. E depois preocupa-me a velocidade com k as comunidades islamicas estão a crescer. A taxa de reprodução é muita elevada, uma grande parte dessas comunidades nao assimila os valores europeus. Enkuanto k a populaçao europeia "encolhe"..com taxas de reproduçao das mais baixas. A defesa k Portugal tem tido contra a emigração talvez seja o facto de o nosso país sempre ter sido um local pouco atraente e pobre, contudo a emigração k temos já é preocupante e o ritmo de crescimento das populaçoes nao genuínas é bastante elevado. Nada me convence k eles tenham atitudes razoaveis perante a comunidade GLBT. Kuanto a GLBT's k descriminam outros é algo k repudio e não suporto e sempre k poder lutarei contra isso levantar-me-ei para falar sempre k puder. Axo errado e axo hipocrita. Porém e obviamente não é o gay portugues k me assusta loool... :P


                      Eis uma noticia:  "Sweden's third-largest city, Malmo, according to the Swedish Aftonbladet, has become an outpost of the Middle East in Scandinavia: "The police now publicly admit what many Scandinavians have known for a long time: They no longer control the situation in the nations's third-largest city. It is effectively ruled by violent gangs of Muslim immigrants. Some of the Muslims have lived in the area of Roseng?rd, Malm?, for 20 years and still don't know how to read or write Swedish. Ambulance personnel are attacked by stones or weapons, and refuse to help anybody in the area without police escort. The immigrants also spit at them when they come to help. Recently, an Albanian youth was stabbed by an Arab and was left bleeding to death on the ground while the ambulance waited for the police to arrive. The police themselves hesitate to enter parts of their own city unless they have several patrols and need to have guards to watch their cars; otherwise they will be vandalized."

                                                 "Pakistani Muslim leader Qazi Hussain Ahmed gave an address at the Islamic Cultural Center in Oslo. He was readily allowed into the country despite that fact that, according to Norway's Aftenposten, he "has earlier made flattering comments about Osama bin Laden, and his party, Jamaat-e-Islami, also has hailed al-Qaida members as heroes." In Norway, he declined to answer questions about whether or not he thought homosexuals should be killed."

                                                    "The Nordg?rdsskolen in Aarhus, Denmark, has become the first Dane-free Danish school. The students now come entirely from Denmark's fastest-growing constituency: Muslim immigrants. "

                      Do escritor europeu :  Fjordman
                                                        " In the Netherlands, Muslims will soon make up the majority in all major cities. "Today, we have 1 million Muslims out of 16 million Dutch," according to Frits Bolkestein, Dutch politician. "Within 10 years, they will have an absolute majority in both Amsterdam and Rotterdam. We are staring into the face of a shortly to be divided community. Muslims have the right to their own schools, so there is no teaching of evolution, gay teachers are not tolerated but anti-Semitism is."

                      As pessoas que lutam contra a homofobia não deveriam advogar o racismo e a intolerancia religiosa.

                      Ainda bem que os homossexuais não se reproduzem (ainda) porque se não as pessoas em são francisco e outras cidades semelhantes, estavam com o mesmo problema.

                      Provavelmente, que a maioria europeia islamica, daqui a 25 anos que todos esses senhores que te deste ao trabalho de citar.
                        28 days... 6 hours... 42 minutes... 12 seconds. That... is when the world... will end.

                        Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                        #11

                        Offline Flávio

                        • ***
                        • Membro Total
                        • Género: Masculino
                          • O Sétimo Continente [blog]
                            Pois eu tenho uma opinião diferente. Contudo nem sempre a tive...de há uns tempos para cá vim mudando bastante a forma como encaro o assunto da emigração...por exemplo assusta-me k tudo aponte para k daki a cerca de 25 anos a Europa seja de maioria islâmica. Essa ideia de k os emigrantes se adaptam ao estilo de vida e aos valores europeus era tambem algo keu considerava como certo e sentia-me seguro. Não me sinto mais.

                        Desculpem?! Noto algum racismo ou xenofobia nesta "opinião diferente" ou será só impressão minha?
                        Indigno-me como a comunidade LGBT luta por direitos iguais perante a lei e depois venha a defender isto. O confronto entre culturas aconteceu sempre desde que o Homem existe. E não esqueçamos que os da Península Ibérica (incluindo nós, portugueses) não seriam como são agora se não recebêssemos a influência dos árabes nas invasões bárbaras e de muitos outros povos. Isto para perguntar: em que é que é negativo a vinda dos imigrantes?! Reforçam a crise ou, já que nela estamos a falar, a homofobia em Portugal? Poupem-me de argumentos disparatados: se Portugal fosse maior em termos demográficos, a intolerância no que refere os homossexuais também seria. Não desrespeitemos os emigrantes por alguns deles nos desrespeitarem também, por favor!
                          "If it were true that children emulate their teachers, we'd have a lot more nuns running around. "

                          Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                          #12

                          Offline Donnie Darko

                          • **
                          • Membro Júnior
                          • Género: Masculino
                          • You can never go too far.
                              Pois eu tenho uma opinião diferente. Contudo nem sempre a tive...de há uns tempos para cá vim mudando bastante a forma como encaro o assunto da emigração...por exemplo assusta-me k tudo aponte para k daki a cerca de 25 anos a Europa seja de maioria islâmica. Essa ideia de k os emigrantes se adaptam ao estilo de vida e aos valores europeus era tambem algo keu considerava como certo e sentia-me seguro. Não me sinto mais.

                          Desculpem?! Noto algum racismo ou xenofobia nesta "opinião diferente" ou será só impressão minha?
                          Indigno-me como a comunidade LGBT luta por direitos iguais perante a lei e depois venha a defender isto. O confronto entre culturas aconteceu sempre desde que o Homem existe. E não esqueçamos que os da Península Ibérica (incluindo nós, portugueses) não seriam como são agora se não recebêssemos a influência dos árabes nas invasões bárbaras e de muitos outros povos. Isto para perguntar: em que é que é negativo a vinda dos imigrantes?! Reforçam a crise ou, já que nela estamos a falar, a homofobia em Portugal? Poupem-me de argumentos disparatados: se Portugal fosse maior em termos demográficos, a intolerância no que refere os homossexuais também seria. Não desrespeitemos os emigrantes por alguns deles nos desrespeitarem também, por favor!

                          É obvio que não é racismo nem xenofobia, alias, se fores às zonas dos EUA com forte imigração portuguesa, onde ainda hoje (20/30 anos depois) há portugueses que ainda não falam correctamente inglês vais sem duvidas encontrar:
                          - carroças de burros e mulheres de buço por todo o lado;
                          - uma serie de partidos salazaristas;
                          - muitas visões da nossa senhora acompanhadas por romarias de joelhos;
                          - gangs de violentes portugueses de samarra.
                            28 days... 6 hours... 42 minutes... 12 seconds. That... is when the world... will end.

                            Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                            #13

                            Offline bluejazz

                            • *****
                            • Associad@ Honorári@
                            • Membro Vintage
                            • Género: Feminino
                              • Homofobia
                            Indigno-me como a comunidade LGBT luta por direitos iguais perante a lei e depois venha a defender isto.

                            A comunidade nem luta por direitos iguais perante a lei nem vem defender depois o que referes como "isto". Antes (algumas) pessoas LGBT lutam por direitos iguais e há (algumas) pessoas que defendem o que chamas de "isto". :)

                            Aliás, como podes falar da comunidade defender o que Dawid diz quando estás a responder à opinião justamente do Dawid. Como passa o Dawid de pessoa singular com opinião própria para ser de repente "a comunidade"? :)

                            De resto, o meu comentário não se refere ou pretende diminuir a importância do que referes sobre a imigração e de os próprios LGBT sendo discriminados, também discriminarem ou não terceiros, e do que afirmas de "Não desrespeitemos os emigrantes por alguns deles nos desrespeitarem também, por favor!", mas a forma como tornaste uma opinião de singular para plural. É também uma generalização, injusto e não faz jus à realidade.
                              "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

                              Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                              #14

                              Offline Flávio

                              • ***
                              • Membro Total
                              • Género: Masculino
                                • O Sétimo Continente [blog]
                              É também uma generalização, injusto e não faz jus à realidade.

                              Sim, é verdade. Peço desculpa por isso.
                              Certo é, no entanto, que se fez uma generalização precipitada no que toca as referências dadas sobre as comunidades portuguesas noutros países (deram os EUA como exemplo).
                              De qualquer das formas, continuarei a defender a diversidade cultural nos paises, e não vejo como uma ameaça. Pode ser - e talvez esteja mesmo a sonhar! - uma oportunidade pertinente para reeducar o mundo em relação às questões que nos dizem respeito.
                                "If it were true that children emulate their teachers, we'd have a lot more nuns running around. "

                                Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                                #15

                                Offline Dawid

                                • ***
                                • Membro Total
                                • Género: Masculino
                                • Freedom Go To Hell
                                    Insinuar que eu sou xenófobo e racista é uma atitude bastante cobarde. É um estrategema usado por muitos para calar vozes e silenciar criticas. Hoje em dia vivemos na época do politicamente correcto. Já não se pode dizer nada senão somos logo rotulados com nomes completamente disparatados. Criticar? nem pensar pode ofender! Mesmo k uma situçao preocupante esteja diante dos nossos olhos. Enfim...eu que sei bem o k é a discriminação alguma vez iria discriminar? Poupem-me. Tambem eu pensava k viviamos num mundo kuase cor de rosa e k tudo se iria resolver com tempo. Mas não vai. As coisas vão-se agravar. Tivemos por uns anos um grande movimento de direitos humanos...devo confessar k foi uma época historica...sem dúvida... Mas daki para alguns anos a tendênica será a inversa. Só porque eu sou um secularista democrata humanista nao ker dizer k deixe de detectar akilo k representa ameaça. A europa "escancarou" as portas, daki para 20/30 anos a populaçao será de maioria islamica e disso podem ter a certeza. E asseguir nao serão só akeles portuguesolas a k estamos abituados, que nos xamam nomes, que atiraram pedras do longe ou que nos discriminam nos locais de emprego. Asseguir vai ser bem pior. A inglaterra já legalizou tribunais de lei sharia; 5 ao todo. K tipo de lei se aplica nesses tribunais? apedrejamentos de mulheres e de "sodomitas" até á morte...bem como divisão de propriedades e repartição de heranças em k o homem tem sempre maior direito em relação á mulher. E depois não é so na inglaterra...na França o governo está a receber mta pressão por parte dos grupos islamicos mais importantes. A alemanha segue-se. Depois as autoridades têm muitas dificuldades em encontrar radicais islamicos. Pk? pk muitos deles actuam em meskitas. E a Europa está xeia de meskitas onde se prega o ódio ao europeu. Depois pk a grande maioria deles vive em bairros nos suburdios onde a policia ou kualker outro tipo de autoridade tem receio em entrar. Até kuando assistencia medica ou bombeiros entram nessas zonas têm de ir escoltados por policias pkausa das pedras e das cuspidelas.  E depois o maior problema...k para mim é o mais grave...é o facto de os muçulamanos "moderados" não cooperarem com as autoridades. Oportunidade para educar?? nem pensar...eles não aceitam, nem kerem. Aliás o Islão proíbe o muçulmano de obedecer a leis vindas do homem ( socialismo, liberalismo, democracia, secularismo )...tendo dito isto e após lerem este comentário será k me vão xamar tambem islamofóbico?? 
                                  Europe is the cancer, Islam is the answer

                                  Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                                  #16

                                  Offline Donnie Darko

                                  • **
                                  • Membro Júnior
                                  • Género: Masculino
                                  • You can never go too far.
                                      Insinuar que eu sou xenófobo e racista é uma atitude bastante cobarde. É um estrategema usado por muitos para calar vozes e silenciar criticas. Hoje em dia vivemos na época do politicamente correcto. Já não se pode dizer nada senão somos logo rotulados com nomes completamente disparatados. Criticar? nem pensar pode ofender! Mesmo k uma situçao preocupante esteja diante dos nossos olhos. Enfim...eu que sei bem o k é a discriminação alguma vez iria discriminar? Poupem-me. Tambem eu pensava k viviamos num mundo kuase cor de rosa e k tudo se iria resolver com tempo. Mas não vai. As coisas vão-se agravar. Tivemos por uns anos um grande movimento de direitos humanos...devo confessar k foi uma época historica...sem dúvida... Mas daki para alguns anos a tendênica será a inversa. Só porque eu sou um secularista democrata humanista nao ker dizer k deixe de detectar akilo k representa ameaça. A europa "escancarou" as portas, daki para 20/30 anos a populaçao será de maioria islamica e disso podem ter a certeza. E asseguir nao serão só akeles portuguesolas a k estamos abituados, que nos xamam nomes, que atiraram pedras do longe ou que nos discriminam nos locais de emprego. Asseguir vai ser bem pior. A inglaterra já legalizou tribunais de lei sharia; 5 ao todo. K tipo de lei se aplica nesses tribunais? apedrejamentos de mulheres e de "sodomitas" até á morte...bem como divisão de propriedades e repartição de heranças em k o homem tem sempre maior direito em relação á mulher. E depois não é so na inglaterra...na França o governo está a receber mta pressão por parte dos grupos islamicos mais importantes. A alemanha segue-se. Depois as autoridades têm muitas dificuldades em encontrar radicais islamicos. Pk? pk muitos deles actuam em meskitas. E a Europa está xeia de meskitas onde se prega o ódio ao europeu. Depois pk a grande maioria deles vive em bairros nos suburdios onde a policia ou kualker outro tipo de autoridade tem receio em entrar. Até kuando assistencia medica ou bombeiros entram nessas zonas têm de ir escoltados por policias pkausa das pedras e das cuspidelas.  E depois o maior problema...k para mim é o mais grave...é o facto de os muçulamanos "moderados" não cooperarem com as autoridades. Oportunidade para educar?? nem pensar...eles não aceitam, nem kerem. Aliás o Islão proíbe o muçulmano de obedecer a leis vindas do homem ( socialismo, liberalismo, democracia, secularismo )...tendo dito isto e após lerem este comentário será k me vão xamar tambem islamofóbico?? 


                                  Estamos a chamar-te pelo menos de desinformado, aconselho-te a ver melhor que assuntos tratam os tribunais Shária Ingleses, mas nem precisas, de procurar no google, eu procuro e faço copy paste.

                                  "The government has quietly sanctioned the powers for sharia judges to rule on cases ranging from divorce and financial disputes to those involving domestic violence.

                                  Rulings issued by a network of five sharia courts are enforceable with the full power of the judicial system, through the county courts or High Court.

                                  Previously, the rulings of sharia courts in Britain could not be enforced, and depended on voluntary compliance among Muslims.

                                  It has now emerged that sharia courts with these powers have been set up in London, Birmingham, Bradford and Manchester with the network’s headquarters in Nuneaton, Warwickshire. Two more courts are being planned for Glasgow and Edinburgh.

                                  Sheikh Faiz-ul-Aqtab Siddiqi, whose Muslim Arbitration Tribunal runs the courts, said he had taken advantage of a clause in the Arbitration Act 1996.

                                  Under the act, the sharia courts are classified as arbitration tribunals. The rulings of arbitration tribunals are binding in law, provided that both parties in the dispute agree to give it the power to rule on their case. The government has quietly sanctioned the powers for sharia judges to rule on cases ranging from divorce and financial disputes to those involving domestic violence.

                                  Rulings issued by a network of five sharia courts are enforceable with the full power of the judicial system, through the county courts or High Court.

                                  Previously, the rulings of sharia courts in Britain could not be enforced, and depended on voluntary compliance among Muslims.

                                  It has now emerged that sharia courts with these powers have been set up in London, Birmingham, Bradford and Manchester with the network’s headquarters in Nuneaton, Warwickshire. Two more courts are being planned for Glasgow and Edinburgh.

                                  Sheikh Faiz-ul-Aqtab Siddiqi, whose Muslim Arbitration Tribunal runs the courts, said he had taken advantage of a clause in the Arbitration Act 1996.

                                  Under the act, the sharia courts are classified as arbitration tribunals. The rulings of arbitration tribunals are binding in law, provided that both parties in the dispute agree to give it the power to rule on their case."
                                  Fonte: http://www.timesonline.co.uk/tol/news/uk/crime/article4749183.ece

                                  Como poderás ver, não se aplica o apedrejamento até à morte de ninguem, e a mulher pode escolher não ir ao tribunal Sharia para a repartição das heranças.... Mas não nos esqueçamos que estamos num pais como o Reino Unido em que existe ainda Morgadio, ou seja, em alguns casos, O filho mais velho herda tudo associado a um titulo, e os outros (independentemente do sexo ou da orientação sexual) não herdam nada. Já agora sabias que em Israel também existem tribunais destes?

                                  Digo-te mais, os vizinhos do lado dos meus pais são muçulmanos, o gajo que mora no quarto ao lado do meu é muçulmano e não fala portugues nem consome alcool, tive ao longo dos tempos varios amigos/colegas muçulmanos originários de vários paises que nunca me atiraram nenhuma pedra apesar da minha orientação sexual.

                                  A logica e os argumentos que estás a usar, são proprios das pessoas que acusam os homossexuais de serem responsáveis pela pedofilia pelo simples facto de serem homossexuais, alias, os argumentos nem são válidos (como o dos tribunais de sharia em inglaterra que apedrejam pessoas), são apenas pedaços distorcidos.

                                  É também uma generalização, injusto e não faz jus à realidade.


                                  Sim, é verdade. Peço desculpa por isso.
                                  Certo é, no entanto, que se fez uma generalização precipitada no que toca as referências dadas sobre as comunidades portuguesas noutros países (deram os EUA como exemplo).
                                  De qualquer das formas, continuarei a defender a diversidade cultural nos paises, e não vejo como uma ameaça. Pode ser - e talvez esteja mesmo a sonhar! - uma oportunidade pertinente para reeducar o mundo em relação às questões que nos dizem respeito.


                                  Era uma generalização absurda, obviamente, como muita gente em portugal também tenho familiares que emigraram nos anos 70/80/90, muitos deles ainda nem falam as linguas dos paises de origem. Mas viajando no tempo para o passado (sim, já que se pode viajar no tempo para o futuro 20/30 anos), e utilizando o mesmo tipo de logica/argumentos é uma generalização perfeitamente licita.
                                    28 days... 6 hours... 42 minutes... 12 seconds. That... is when the world... will end.

                                    Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                                    #17

                                    Offline Dawid

                                    • ***
                                    • Membro Total
                                    • Género: Masculino
                                    • Freedom Go To Hell
                                                  Só o facto de haverem tribunais onde se aplica lei Sharia na inglaterra já deveria ser suficiente para causar o pânico. Tudo isso k transcreveu só vem comprovar akilo k eu realmente afirmei.
                                                Tem ou teve amigos muçulmanos? o vizinho do lado é muçulmano? optimo melhor para si. E familiares? nao deve ter...eu tenho familiares hindus e sei perfeitamente kual é a opiniao deles em relação ás pessoas GLBT. Seria impensável para mim revelar-lhes a minha bissexualidade! Depois tenho k citar as passagens:   "divorce and financial disputes to those involving domestic violence" e "a mulher pode escolher não ir ao tribunal Sharia para a repartição das heranças". Isto é simplesmente uma ilusão absurda. Nos tribunais de Sharia raramente a justiça se faz. Na maior parte dos casos a mulher não tem seker conhecimento de k existem outros tribunais. Muitas mulheres muçulmanas imigrantes sofrem porcausa disto. São oprimidas pelas familias e não têm hipotese de escolha. Enfim! isto está mais k claro k acontece! Até já diversas organizações de direitos humanos se mostraram contra tais fenómenos! Há casos k já conseguiram xegar á comunicação social. Se o homem obtem a maior parte atraves de tribunal islamico ele nao irá e nao vai mesmo recorrer a outro tipo de tribunal. Kuanto à violencia domestica mais uma vez digo k é fantasioso pensar-se k a mulher consegue sair com causa ganha. É dificil provar a violencia domestica mesmo com marcas corporais. O islão permite k os maridos batam nas mulheres em certas ocasioes especias. Considerar k os tribunais Sharia são supervisionados pelo governo ingles é k revela ignorancia. É uma ilusão!

                                                "Rulings issued by a network of five sharia courts are enforceable with the full power of the judicial system, through the county courts or High Court."   só isto eu axo k foge completamente á lei!  Axo estas medidas muito atraentes a novas correntes de sistemas legais paralelos á lei inglesa.

                                              Existem tribunais religiosos judeus? sabia perfeitamente disso! Existem na inglaterra e em israel e obviamente nao concordo com a existencia deles pois são tribunais k têm por base leis com milhares de anos de idade k provêm de livros como o Torah. Os tribunais de lei sharia são baseados nas leis do profeta maomé, akele senhor k teve relaçoes sexuais com uma menina de 9 anos. Akele k exterminou diversas tribos judias do seu tempo.  Mas pkek eu temo a lei sharia em especial? pk enkuanto k a lei judia é so para os judeus e nem os judeus ortodoxos a forçam a ninguem, a lei islamica é uma lei k se impoe pela força e é imortal através dos tempos. A lei sharia foi criada pelo profeta para poder ser aplicada a todos; muçulmanos e nao muçulmanos. Xamam-me desinformado? epá...se é assim então axo k andamos todos desinformados.  Parece-me k a religião tem mais peso dok condições humanas. Na inglaterra Nem casamento para os homossexuais existe! anda disfarçado sob o nome de união civil. Contudo para apaziguar a religião todos os esforços são feitos. Eu não sou desinformado. Eu sou sim contra certas ideologias k nao têm kualker espaço no nosso mundo do ocidente. Até o lider espiritual muçulmano mais conhecido cá em Portugal já demonstrou ser um grandecissimo anti-semita. Prefiro nao saber kual a opiniao dele em relaçao ao casamento gay. Eu não tenho problemas contra as pessoas, contra as raças nem contra as orientações sexuais pk isto sim são as caracteristicas da natureza humana....akilo k eu nao gosto é de ideologias destrutivas e invasoras. O ser humano é mais valioso k a religião! É estupido xamarem-me racista por eu não apoiar as religioes das pessoas. Keu saiba o islão nao é nenhuma raça! ou será k já começa a ser? 
                                             E depois não sei como pode comparar os meus argumentos com os da associaçao da pedofilia aos homossexuais! isso só pode ser gozo ou provocação!       Só para k conste: kuase 96% dos casos de pedofilia são cometidos por homens heterossexuais e eu não acuso os heterossexuais de serem pedofilos nem associo a pedofilia á heterossexualidade.

                                        "Britain’s sharia courts: “There is no outside monitoring, no protection, no records kept, no guarantee that justice will prevail.”

                                       Agora...palavras desse senhor k foi aí citado (Sheikh Faiz-ul-Aqtab Siddiqi): "In a jurisdiction where rights are afforded to a mistress, or many mistresses, and where there are same-sex marriages … polygamous marriages should not be such an alien concept."
                                       
                                            Irão continuar a defender a diversidade cultural? pois então defendam. Esperemos apenas k isso não se vire contra nós e contra os outros europeus. Façam um clike, vão ao google e informem-se acerca do k a diversidade cultural tem feito pela europa. Mas não sejam selectivos ok? procurem o "bom" e o "mau" e vejam se o "bom" k a diversidade cultural traz, compensa o "mal".
                                            Procurem tambem no google :   Islamização da Europa ....isto é mais um assunto k nos deveria preocupar a todos.
                                     
                                    « Última modificação: 25 de Fevereiro de 2009 por Dawid »
                                      Europe is the cancer, Islam is the answer

                                      Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                                      #18

                                      Offline Dawid

                                      • ***
                                      • Membro Total
                                      • Género: Masculino
                                      • Freedom Go To Hell
                                         Por favor interessem-se pelo assunto...é um pedido k eu faço a todos os k leiam este topico..é um assunto k me causa grande preocupaçao e k eu axo k todos deveriam considerar como relevante...por favor...ao menos tenham a curiosidade de peskisar acerca do assunto. Sobre a islamização da europa. Tenham o interesse....façam-no pela democracia, pela liberdade, pelos direitos humanos, pelos vosses pais, por deus, pelo cao ou pelo gato....pelo k kiserem. Assistam tambem a este video no youtube:   http://www.youtube.com/watch?v=-BTdlNtcWBg         

                                          Paz
                                        Europe is the cancer, Islam is the answer

                                        Futuro LGBT: brilhante ou negro?
                                        #19

                                        Offline HMG

                                        • *
                                        • Novo Membro
                                        Eu concordo com o que o Dawid tem vindo a dizer e partilho das mesmas preocupações.

                                        Uma coisa é emigrar para melhorar de vida com a noção de que é uma sorte existir um País de acolhimento com uma sociedade que concede oportunidades aos emigrantes que eles não encontravam na sua terra de origem e direitos de que eles não usufruiam no seu pais de origem, caso dos emigrantes Portuguêses.

                                        Mas quando se emigra para um País convencido de que a culpa por se ter de emigrar é da população do pais de acolhimento e não porque a sociedade do País de origem vive num sistema semi-ditaturial ou ditaturial e se organizam grupos etnicos unidos numa religião que condena todos os que são infiéis e que entre quatro paredes conspiram para se reproduzirem de forma a ganharem democráticamente as eleições e nesse momento terminar com a Democracia e impor o seu sitema que esteve na base da sua fuga para um pais diferente, só quem vive num conto de fadas é que não se sente muito preocupado.

                                        Os nossos valores Europeus são consequência de muito sofrimento após as 2 guerras mundiais e foram as gerações que passaram por isso e sobreviveram que evoluiram para um estado de tolerancia e valorização da vida humana que fundaram a União Europeia e os valores Europeus.
                                        O mesmo não sucede com as pessoas que vêm de certos Países, obviamente que não se deve descriminar com base na cor da pele, nem do género, nem da religião, mas será que não se pode descriminar com base nos valores civilizacionais que definem a identidade das pessoas em causa, será ilegitimo excluir da noça sociedade pessoas que não a toleram e desprezam, ou seja, pessoas que não acreditam nem compreendem os valores fundamentais nos quais a sociedade Europeia/Ocidental se funda e que sonha com o dia em que os vão destruir ?

                                        Acham mesmo que um adulto que emigre do Médio Oriente, que tenha crescido numa familia que o educou ao murro e ao pontapé, onde o pai espanca a mãe, onde os homens da sociedade onde cresceu atribuem as culpas das suas misérias aos Ocidentais, vem para Portugal e vê as pessoas nativas com um bom nivel de vida e pensa: "estou cheio de sorte por ter saido do sitio de onde vim, esta gente é feliz deixa-me aprender a civilização deles para tambem ser feliz com eles".
                                        Ele chega, vê e fica cheio de inveja e automáticamente começa a pensar:
                                        "eles vivem bem porque "nós" no meu pais de origem vivemos mal a culpa é destes ocidentais".

                                        Acham que conceguem mudar a identidade de um adulto que se formou com aquelas experiências ?

                                        Não confundam realidade com fantasia.

                                        Lembrem-se das leis que são praticadas nesses paises, curiosamente todos com a mesma religião, e pensem que estão anos luz do respeito e tolerancia pelos outros, exemplos:
                                        - mortes por apedrejamento, pena de morte, trabalho infantil, ausencia de segurança social, direitos diferentes para homens e mulheres, etc...

                                        Continuem a  chamar de racista, etc... a quem diz estas coisas e não abram a pestana que não é preciso.

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          36 Respostas
                                          5020 Visualizações
                                          Última mensagem 21 de Setembro de 2014
                                          por Thought
                                          12 Respostas
                                          2887 Visualizações
                                          Última mensagem 7 de Janeiro de 2014
                                          por pieuxD
                                          61 Respostas
                                          5041 Visualizações
                                          Última mensagem 13 de Abril de 2016
                                          por the_cameragirl
                                          15 Respostas
                                          2728 Visualizações
                                          Última mensagem 17 de Dezembro de 2013
                                          por Tiagooo
                                          4 Respostas
                                          940 Visualizações
                                          Última mensagem 1 de Fevereiro de 2015
                                          por _lost_