Fórum da rede ex aequo

Outras Conversas => Atualidades, Política e Sociedade => Tópico iniciado por: Dido em 17.jan.2004, 01:01:28

Título: Notícias
Enviado por: Dido em 17.jan.2004, 01:01:28
  Noticias fora da temática LGBT.
Título: Re:Noticias
Enviado por: Dido em 17.jan.2004, 01:11:22
Aborto: descarrega aqui a folha da petição  
13-01-2004
Recolhidas mais de metade das 75 000 assinaturas necessárias para a petição popular que pede um novo referendo sobre a descriminalização do aborto, precisamos de um esforço final para conseguir entregá-la no próximo mês. Se ainda não tiveres a petição, podes encontrar aqui:


 http://www.bloco.org/index.php?option=news&task=viewarticle&sid=961
Título: Re:Noticias
Enviado por: Dido em 17.jan.2004, 17:18:33
Apesar da pressão internacional, nomeadamente da União Europeia, o Líbano restaurou a pena de morte no país e hoje executou três condenados à pena capital. Mas face aos protestos internacionais, Beirute acedeu converter a pena de seis outros condenados à morte em prisão perpétua.

Mais info em:

http://sic.sapo.pt/article28361visual4.html
Título: Re:Noticias
Enviado por: Dido em 18.jan.2004, 20:23:18
  João Paulo segundo, contrariamente à opinião da igreja católica, abençoa o acto sexual entre deficientes físicos ou mentais. Reconhece que estes têm desejo sexual, e que este não deve ser reprimido.
Título: Re:Noticias
Enviado por: azithro em 19.jan.2004, 04:34:30
e já que abençoa isso ... e sabendo que a igreja católica ainda considera a homossexualidade uma deficiência ... ou será doença?? ... bem, será que já aprova o desejo sexual entre pessoas do mesmo sexo?? ... :P :P :P :P
Título: Re:Noticias
Enviado por: red em 19.jan.2004, 12:07:43
*red faz  data vénia a azithro
Título: Re:Noticias
Enviado por: Dido em 19.jan.2004, 12:23:25
e já que abençoa isso ... e sabendo que a igreja católica ainda considera a homossexualidade uma deficiência ... ou será doença?? ... bem, será que já aprova o desejo sexual entre pessoas do mesmo sexo?? ... :P :P :P :P


Lamento.. o Papa disse apenas deficientes fisicos/mentais.. lgbt ficam de fora ::)
Título: Re:Noticias
Enviado por: red em 19.jan.2004, 13:08:55
não sei porquê, não é suposto sermos uma cambada de anormais?
Título: Re:Noticias
Enviado por: Dido em 19.jan.2004, 17:08:30
não sei porquê, não é suposto sermos uma cambada de anormais?

Não.. quer dizer.. a menos que te comportes como tal.. :devil :P

 ;)
Título: Re:Noticias
Enviado por: tugidaq em 20.jan.2004, 08:20:01
a revoLta du hamsTer . . .

http://www.kesar.net/hamster (http://www.kesar.net/hamster)
Título: Re:Noticias
Enviado por: bluejazz em 20.jan.2004, 11:17:28

http://www.bushin30seconds.org/
Título: Re:Noticias
Enviado por: red em 20.jan.2004, 14:45:42
não sei porquê, não é suposto sermos uma cambada de anormais?

Não.. quer dizer.. a menos que te comportes como tal.. :devil :P

 ;)


para bom entendedor meia palavra basta... ;)
Título: Re:Noticias
Enviado por: Pandora em 20.jan.2004, 18:17:07
MUITO CUIDADO

Não costumo acreditar neste tipo de avisos e muito menos costumo reencaminhá-los, mas achei que era importante alertar-te, até pela credibilidade da pessoa de quem recebi, e do texto.

Tem muito cuidado ao parar nos semáforos onde ficam aqueles malabaristas com fogo.
 
Enquanto o condutor está a assistir ao show, outro malabarista vem por trás e atira um cocktail molotov para dentro do carro!

O condutor, assustado e com o carro em chamas, sai a correr desesperado.

Nesse momento, surge um terceiro malabarista, que vem pela direita e atira um chimpanzé domesticado
para dentro do carro, vestindo um fato com isolante térmico.

Este chimpanzé, treinado na cidade do Cairo (Egipto) e alimentado com damascos gigantes da Nova Guiné, rouba o auto-rádio e tudo o que houver  dentro do automóvel.

Enquanto isso, dois falcões peruanos de caça fazem vôos rasantes sobre a cabeça do condutor, distraindo a sua atenção para o que está a acontecer dentro do carro!

Quando o chimpanzé abandona o carro, eles fogem numa trotinete motorizada verde musgo, fazendo uma pirâmide humana e cantando "Afinal Havia Outra" da
Ágata, rumo a outro semáforo.......

O marido da prima da vizinha da cunhada da tia de um amigo meu, passou por isso, então resolvi dar o alerta.

CUIDADO!

lol lol lol
Título: Re:Noticias
Enviado por: Dido em 20.jan.2004, 18:41:18
O que nos vale.. é que tu estás atenta a essas.. coisas.. :devil lol
Título: Re:Noticias
Enviado por: azithro em 22.jan.2004, 05:27:13
completamente  ::) ::) ::) ::) ::)
Título: Re:Noticias
Enviado por: azithro em 22.jan.2004, 06:36:52
*red faz  data vénia a azithro

eu sei, eu sei ... já há muito que não fazia um comentário digno de vénia!!
tou-te mesmo a ver ... diante do compt ... primeiro bates as palmas três vezes de contente ... e depois três saltinhos na cadeira --- e por fim com ar muito compenetrado levantas as mão ao alto e ao mesmo tempo que as baixas repetes num murmúrio ... azi ... azi ... azi ... ehhhhhhhhhhhhhhhhh
Título: Re:Noticias
Enviado por: red em 22.jan.2004, 15:42:23
ai amiga, só a parte das palminhas e saltinhos é que não é correcta ( não sou desse tipo de "alergica")...de resto, foi uma vénia feita com a devida reverência... ;D
Título: Re:Noticias
Enviado por: Aluap em 02.fev.2004, 05:01:36
Acabei de me deparar com esta notícia:

Nobel para Bush e Blair

Líderes norte-americano e britânico nomeados para o prémio da Paz




George W. Bush e Tony Blair foram nomeados para o Nobel da Paz, por terem feito a guerra contra Saddam Hussein. Os nomes dos líderes norte-americano e britãnico foram avançados por um membro do Parlamento norueguês, segundo o qual a destituição do ex-Presidente iraquiano reduziu a ameaça de uma guerra com armas de destruição maciça.


[size=0]Catarina van der Kellen
Jornalista

  2004-02-01 16:36[/size]


"As nomeações estão a chegar em grande número. Há muitos nomes propostos por presidentes e chefes de governo, mas também por pessoas menos eminentes", disse Geir Lundestad, director do Instituto do Nobel.

O prazo para a entrega das nomeações termina este domingo.

 

Os nomes dos dois líderes foram indicados por Jan Simonsen, deputado de direita do Parlamento da Noruega.

"Bush e Blair merecem definitivamente o prémio. Mesmo que não tenham encontrado armas de destruição em massa, eles livraram-se de um ditador e tornaram o Mundo mais seguro", disse, justificando a escolha.

As alegadas armas de destruição maciça no Iraque foram a principal justificativa usada pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido para iniciar a guerra, mas nenhum arsenal foi, até ao momento, encontrado.

Nomeações controversas

As nomeações estão já a gerar reacções. Observadores internacionais dos assuntos relacionados com o Nobel consideram que as hipóteses de Blair e Bush ganharem o prémio são praticamente nulas.

Em 2002, o ex-Presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter ganhou o prémio por se manifestar claramente contra a guerra.

O ano passado, o prémio foi para a advogada iraniana defensora dos direitos humanos, Shirin Ebadi.

Alguns activistas anti-guerra, por outro lado, consideram as nomeações "Inacreditáveis".

"Isto é completamente inacreditável. Mostra a estupidez deste prémio da Paz, que é dado às pessoas por começarem guerras em vez de as pararem", comentou Andrew Burgin, de um movimento contra a coligação da guerra.

 

Apesar de serem, regra geral, secretas, as nomeações são frequentemente divulgadas. A par de Blair e de Bush, na corrida ao galardão, estão o Papa João Paulo II e a União Europeia (UE).


http://sic.sapo.pt/article28805visual4.html#art_completo



Nem sou capaz de comentar...  :-\
Título: Re:Noticias
Enviado por: Azuth em 02.fev.2004, 07:20:19
 :o Tens a certeza?  :o


O mundo está-se a tornar assustador :-\ :'(
Título: Re:Noticias
Enviado por: Eurydice em 02.fev.2004, 12:17:16
Bem, eu ainda tou de boca aberta... :o

Não sei aonde é que vamos parar assim...realmente Xate isto está a ficar assustador... :-\
Título: Re:Noticias
Enviado por: Azuth em 26.fev.2004, 17:21:08
                  "Entre a Ficção e a Realidade"


A estreia de um filme e a política Israelita adoptada para o tratamento dos mortos Palestinianos.

http://www.hamoked.org/items/99_Cc2_CaptiveCorpses_eng.pdf (http://www.hamoked.org/items/99_Cc2_CaptiveCorpses_eng.pdf)


Título: Re:Noticias
Enviado por: tugidaq em 27.fev.2004, 09:35:44
Os Vikings
 
Sobre os bárbaros noruegueses


Sobre a visita de Jorge Sampaio à Noruega... que dizer dos Bárbaros Noruegueses?

Na Noruega, o horário de trabalho começa cedo (às 8 horas) e acaba cedo (às 15.30). As mães e os pais noruegueses têm uma parte significativa dos seus dias para serem pais, para proporcionar aos filhos algo mais do que um serão de televisão ou videojogos. Têm um ano de licença de maternidade e nunca ouviram falar de despedimentos por gravidez.

A riqueza que produzem nos seus trabalhos garante-lhes o maior nível salarial da Europa. Que é também, desculpem-me os menos sensíveis ao argumento, o mais igualitário. Todos descontam um IRS limpo e transparente que não é depois desbaratado em rotundas e estatuária kitsh , nem em auto-estradas ( só têm 200 quilómetros dessas «alavancas de progresso»), nem em Expos e Euros.

É tempo de os empresários portugueses constatarem que, na Noruega, a fuga ao fisco não é uma «vantagem competitiva». Ali, o cruzamento de dados «devassa» as contas bancárias, as apólices de seguros, as propriedades móveis e imóveis e as «ofertas» de património a familiares que, em Portugal, país de gentes inventivas, garantem anonimato aos crimes e «confundem» os poucos olhos que se dedicam ao combate à fraude económica.

Mais do que os costumeiros «bons negócios», deviam os empresários portugueses pôr os olhos naquilo que a Noruega tem para nos ensinar. E, já agora, os políticos. Numa crónica inspirada, o correspondente da TSF naquele país, afiança que os ministros não se medem pelas gravatas nem pela alta cilindrada das suas frotas. Pelo contrário, andam de metro, e não se ofendem quando os tratam por tu.

Aqui, cada ministério faz uso de dezenas de carros topo de gama, com vidros fumados para não dar lastro às ideias de transparência dos cidadãos. Os ministros portugueses fazem-se preceder de batedores motorizados, poluem o ambiente, dão maus exemplos e gastam a rodos o dinheiro que escasseia para assuntos verdadeiramente importantes.

Mais: os noruegueses sabem que não se «projecta o nome do país» com despesismos faraónicos, basta ser-se sensato e fazer da gestão das contas públicas um exercício de ética e responsabilidade. Arafat e Rabin assinaram um tratado de paz em Oslo. E, que se saiba, não foi preciso desbaratarem milhões de contos para que o nome da capital norueguesa corresse mundo por uma boa causa.

Até os clubes de futebol noruegueses, que pedem meças aos seus congéneres lusos em competições internacionais, nunca precisaram de pagar aos seus jogadores quatrocentos salários mínimos por mês para que estes joguem à bola.

Nas gélidas terras dos vikings conheci empresários portugueses que ali montaram negócios florescentes. Um deles, isolado numa ilha acima do círculo polar Árctico, deixava elogios rasgados à «social-democracia nórdica». Ao tempo para viver e à segurança social.

Ali, naquele país, também há patos-bravos. Mas para os vermos precisamos de apontar binóculos para o céu. Não andam de jipe e óculos escuros. Não clamam por messias nem por prebendas. Não se queixam do «excessivo peso do Estado», para depois exigirem isenções e subsídios.

É tempo de aprendermos que os bárbaros somos nós. Seria meio caminho andado para nos civilizarmos.
Título: Re:Noticias
Enviado por: tugidaq em 27.fev.2004, 11:02:54

dêem uma saltada  ;)

http://diarioeuro2004.pt.vu/ (http://diarioeuro2004.pt.vu/)
Título: Re:Notícias LGBT
Enviado por: joão paulo (PG) em 05.mar.2004, 17:14:28
http://ultimahora.publico.pt/comentarios.asp?Origin=Via%20Tecla&id=1187758&idCanal=10 (http://ultimahora.publico.pt/comentarios.asp?Origin=Via%20Tecla&id=1187758&idCanal=10)

Sociedade   05-03-2004 - 12h56  
 
Campanha choca pais, associações de planeamento familiar e activistas anti-aborto
Folhetos com imagens e mensagens chocantes contra o aborto distribuídos nas escolas

Lusa, PUBLICO.PT

A associação SOS Vida, contra a interrupção da gravidez em qualquer situação, distribuiu milhares de folhetos com mensagens anti-aborto e imagens de fetos em escolas portuguesas, o que indignou a Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), a Associação para o Planeamento da Família (APF) e a Associação Portuguesa dos Direitos dos Cidadãos, que classificam a campanha como "terrorismo psicológico". O PCP já pediu explicações ao Governo.

Segundo uma investigação da Agência Lusa, milhares de folhetos com imagens de fetos e mensagens que descrevem com pormenor o aborto estão a ser distribuídas em escolas portuguesas sem o consentimento dos encarregados de educação.

Os folhetos são da responsabilidade da associação cívica SOS Vida, cujo principal promotor é o padre Jerónimo Gomes, que confirma a distribuição de quantidades "indeterminadas" destes desdobráveis, em "escolas privadas e públicas". O movimento é uma associação de apoio à grávida que surgiu em 1999, por iniciativa do bispo Algarve, Manuel Madureira Dias, e tem como principal dinamizador o padre Jerónimo Gomes.

Nos folhetos, intitulados "Amor precisa-se", lê-se que, num aborto, "a criança vai sendo torturada, desmembrada, desarticulada, esmagada e destruída pelos insensíveis instrumentos de aço do abortista".

O desdobrável termina com um exemplo de como "o dinheiro, o poder e outros interesses e conveniências falam mais alto do que a ciência e a razão, - matam-se dois bebés por segundo, mais que todas as guerras juntas - e no hospital de Taiwan até se compram bebés mortos a 50/70 dólares para churrasco!!!". Ao lado, uma imagem de um alegado feto num prato, numa mesa onde um oriental, com os talheres na mão, se prepara para comer.

O padre responsável pela campanha diz que "estas imagens não são chocantes" e argumenta que "tudo se pode dizer (às crianças) desde que seja científico e de maneira simples". Os folhetos serão do conhecimento das autoridades religiosas, visto que o padre Feitor Pinto, coordenador da Pastoral da Saúde, pediu que fossem enviados mais de dez mil exemplares para a última reunião nacional sobre saúde em Fátima para os vários profissionais presentes no encontro. "O padre Feitor Pinto até me enviou uma carta elogiando a felicidade do título, o aspecto científico, a estrutura e os conteúdos do folheto", pormenorizou o sacerdote.

Críticas de pais, cidadãos e associações anti-aborto

Confrontado com os folhetos, Albino Almeida, presidente da Confap, considerou "lamentável que, seja em nome de que valores forem, se violente desta forma as crianças", numa campanha que classifica de "terrorista". O representante das associações de pais diz que os desdobráveis "são profundamente desadequados" e que "chegam mesmo a colocar em dúvida se instituições que defendem a vida não atentam contra a vida de quem já existe".

A presidente da APF, Maria José Alves, critica o "desrespeito" pelos alunos que é evidenciado com estas campanhas, que "chegam a ser terrorismo", porque "não visam informar mas apenas chocar e desinformar da maneira mais imprópria". Para a responsável e médica obstetra, a campanha é de uma "enorme desonestidade intelectual".

O advogado Garcia Pereira, presidente da Associação Portuguesa dos Direitos dos Cidadãos, não hesitou em descrever a campanha como "terrorismo psicológico" e "um atentado à integridade moral das crianças" destinatárias. Relativamente à mensagem do folheto, Garcia Pereira considerou "indecente" servirem-se das crianças para fazer chegar uma mensagem, porque as crianças são um universo especial".

Mesmo a Federação Portuguesa pela Vida, que agrega várias associações contra a despenalização do aborto, criticou a utilização de "imagens chocantes" na campanhas. José Areia de Carvalho, presidente da FPV, admitiu ter conhecimento do folheto, mas esclareceu que o SOS Vida "é um movimento cívico, que não está juridicamente constituído".

Questionado pela Lusa sobre a utilização de mensagens como a que surge no folheto, José Areia de Carvalho enfatizou que, apesar do "apreço e respeito pelo padre Gomes e a sua obra notável no apoio às grávidas, tem de se fugir de todo o tipo de campanha com imagens chocantes".

"A Federação Portuguesa pela Vida nunca participará em qualquer campanha com imagens chocantes, nem me parece correcto a sua utilização como conceito de distribuição de massas", frisou.

PCP quer ouvir Governo sobre campanha com "argumentos terroristas"

O PCP já pediu explicações ao Ministério da Educação sobre os folhetos anti-aborto do movimento SOS Vida, considerando-os "uma campanha com argumentos terroristas e violência psicológica".

"O Ministério da Educação não pode dizer que se trata de uma decisão autónoma das escolas, tem que dizer se admite este tipo de campanha, quando soube e que medidas irá tomar", argumentou o líder parlamentar do PCP, Bernardino Soares, em declarações aos jornalistas.

Em requerimento entregue na Assembleia da República, os comunistas questionam o Ministério da Educação sobre "quando teve conhecimento da existência e exibição destes materiais de propaganda com conteúdos de violência psicológica" e se "aceita a distribuição nas escolas portuguesas de qualquer material de propaganda independentemente do seu conteúdo".

O PCP considera que os folhetos "têm imagens chocantes supostamente referenciadas a abortos que nada têm a ver com o esclarecimento para a opinião livre sobre a interrupção voluntária da gravidez e têm consequências na formação pessoal e intelectual destas crianças - com idades a partir dos seis anos - e jovens" e exige saber em que escolas públicas ou privadas e com a autorização de quem estes foram exibidos e distribuídos.  



Comentário que envei (e foi publicado on-line)

A ciência e a religião
Já devíamos achar comum estas confusões de fundamentalistas religiosos em relação à ciência, mas este caso além da violência sobre as crianças toca os limites do ridículo. Já agora vejam o artigo no El País: http://www.el-mundo.es/cronica/2003/377/1041933831.html
João Paulo (PortugalGay.PT) (Porto)
Título: Re:Noticias
Enviado por: azithro em 06.mar.2004, 06:21:02
É tempo de aprendermos que os bárbaros somos nós. Seria meio caminho andado para nos civilizarmos.

ai como eu te entendo!
Título: Re:Noticias
Enviado por: tugidaq em 07.mar.2004, 13:31:11
Antpower (From Wikipedia, the free encyclopedia)

The antpower is a unit of power, named by analogy with the more usual horsepower.
It can be estimated that one ant can generate 0.000015 watts (on the basis that one strong ant can lift 50 times its weight). It follows that it takes 67 million ants to generate a kilowatt, and about 51 million ants to generate one horsepower.

The conversion factor is therefore 1 hp = 51 Map.

Note: the antpower is not a SI unit, and should not be used in scientific articles if one wants to be taken seriously. But it can be used to show with efficacy how strong an ant really is.

The original calculation was as follows (quoted with explicit permission from the original author, but with corrections made by Wikipedia), from a discussion about hypothetical ant-powered power plants:

Start with a 3-milligram ant about typical for a leafcutter, which is commonly shown lifting much larger leaves. Ants can lift 10 to 50 times their weight; being generous, let's say these ants were selected from the high side of that, and can thus lift 0.15 grams each. And let's also say the ant would need exactly 1 second to lift this weight [through a distance of 1 cm].

So, an ant could generate 0.00015 kg × 1 g × 0.01 mor about 0.000 015 joule per second, which is 0.000 015 watts or about 0.000 000 02 horsepower. Inverting that, you'd need about 50 [million] ants to generate one horsepower, assuming perfect conversion of lifting power to whatever output form (electricity, rotary motion) you desire. In reality, conversion losses would multiply that.

When you consider the volume needed to store, harness, feed, motivate, et al. that many ants, it might be more efficient to say nothing of far cheaper to get that 1 horsepower from a horse

Retrieved from "http://en.wikipedia.org/wiki/Antpower (http://en.wikipedia.org/wiki/Antpower)"
Título: Re:Noticias
Enviado por: joão paulo (PG) em 10.mar.2004, 12:02:07
http://jornal.publico.pt/publico/2004/03/10/Sociedade/S22.html (http://jornal.publico.pt/publico/2004/03/10/Sociedade/S22.html)

Abstinência Não Evita Doenças Sexualmente Transmissíveis Por AP
Quarta-feira, 10 de Março de 2004

São adolescentes norte-americanos, defendem a abstinência sexual e a virgindade até ao casamento - uma teoria que o Presidente George W. Bush também apoia -, mas têm índices de contágio de doenças sexualmente transmissíveis (DST) muito semelhantes aos que têm vida sexual activa.

As conclusões foram ontem apresentadas, em Filadélfia, num congresso sobre DST. O estudo concentrou-se sobre a vida sexual de 12 mil adolescentes, entre os 12 e os 18 anos. Segundo os dados, os jovens que defendem a abstinência atrasam o início da sua vida sexual até ao momento em que contraem matrimónio, casam mais cedo, têm menos parceiros, mas nem por isso estão protegidos de uma infecção. Foi o que os autores confirmaram, seis anos depois, quando voltaram a inquirir os mesmos adolescentes.

As estatísticas de DST entre estes jovens e os que têm vida sexual activa são semelhantes, dizem os investigadores. O estudo refere que a taxa de infecção de DST entre adolescentes brancos abstinentes é de 2,8 por cento e de 3,5 para os sexualmente activos. Entre os hispânicos é de 6,7 para 8,6 por cento. Entre os jovens negros a taxa é de 18,1 para os abstinentes e 20,3 para os outros. E, por fim, entre os asiáticos, os defensores da virgindade têm uma média mais alta que os outros: 10,5 contra 5,6 por cento.

Do ponto de vista estatístico, os números são iguais para os dois grupos, defende Peter Bearman, da Universidade de Columbia, co-autor do inquérito com Hannah Bruckner, de Yale.

O problema, refere o estudo, é que os defensores da virgindade usam menos preservativos do que os outros. "A mensagem é simples: Dizer 'não' pode funcionar a curto prazo, mas não a longo", declara Peter Bearman.

Assim que as primeiras conclusões do estudo chegaram a público, os críticos à abstinência levantaram-se na defesa dos benefícios da educação sexual nas escolas. Afinal, os miúdos que têm vida sexual activa usam preservativo, argumentam. "É uma tragédia quando sonegamos informação aos jovens sobre como se pode apanhar uma DST ou engravidar", lamenta Dorothy Mann, directora executiva da associação de planeamento familiar norte-americana.
Título: Re:Notícias LGBT
Enviado por: Edy em 11.jul.2004, 04:44:20
Única mulher primeiro-ministro do país morreu aos 74 anos
Pintasilgo: Portugal perdeu "uma grande mulher"
 
Maria de Lurdes Pintasilgo morreu esta madrugada, aos 74 anos,
depois de uma vida dedicada à política e às questões sociais do
país. Recordada por várias personalidades, são a grandiosidade e
generosidade que destacam naquela que foi a primeira e única mulher
portuguesa a assumir a chefia do Governo.

Numa nota emitida pela Presidência da República, Jorge Sampaio diz
ter sido "com muito pesar e tristeza" que recebeu a notícia da morte
de Maria de Lurdes Pintasilgo, "de quem era velho amigo e
admirador", apresentando "sentidas condolências aos que lhe eram
próximos".

"Perdemos assim uma cidadã notável, que serviu Portugal nos mais
altos cargos e funções, sempre com grande talento, dedicação
inexcedível e numa atitude permanentemente inovadora", afirma o
Presidente da República, que na última semana tinha recebido a
antiga primeira-ministra no âmbito das consultas efectuadas sobre a
crise política criada com a demissão do primeiro-ministro.

Jorge Sampaio destaca ainda que Pintasilgo, "como primeira-
ministra, embaixadora, deputada ao Parlamento Europeu, marcou a sua
acção por um sentido ímpar de serviço à comunidade, pela energia
contagiante e mobilizadora, pela originalidade de propostas e
métodos de trabalho, que sacudiam as rotinas do pensamento e os
hábitos instalados, pela militância nas grandes causas emancipadoras
e solidárias do nosso tempo".

O primeiro-ministro cessante, Durão Barroso, manifestou também o seu
pesar pela morte de Pintasilgo, sublinhando que "é-lhe devido o
maior tributo por ter dado o seu melhor ao serviço do país, com a
sua sensibilidade e com as suas convicções", numa mensagem enviada à
família da primeira mulher que chefiou um governo em Portugal.

Também o líder do PSD, Pedro Santana Lopes, recordou Pintasilgo e
manifestou o "pesar pelo desaparecimento de uma grande senhora, uma
senhora com causas, convicções, sempre preocupada com os mais
desfavorecidos", que "esteve sempre com elegância" ao longo da sua
vida pública, e que o "respeito pelos adversários" era a sua imagem
de marca. "Serviu sempre o nosso país de modo distinto. Portugal
fica a perder", concluiu o líder dos social-democratas.

Já o secretário-geral do CDS-PP, Luís Pedro Mota Soares, afirmou
que, "independentemente das diferenças ideológicas, o CDS-PP mostra
o seu respeito pela convicção com que Maria de Lurdes Pintasilgo
dirigiu toda a sua vida, dedicada às causas em que acreditava, e no
serviço que colocou à causa pública".

Ferro Rodrigues deixou igualmente o seu lamento pela morte de
Pintasilgo, a quem se referiu como "uma grande portuguesa". "Maria
de Lurdes Pintasilgo manteve, até ao fim da sua vida, uma
intervenção cívica sempre guiada por um princípio básico: uma luta
intransigente e incessante pelos desfavorecidos", sublinhou.

Por sua vez, o secretário-geral do PCP, Carlos Carvalhas, salientou
que Portugal "perdeu uma mulher combativa, uma democrata e uma
lutadora". "Foi com grande tristeza que soube da morte de Maria de
Lurdes Pintasilgo, uma amiga com quem estive nos governos
provisórios e lado a lado em muitos acontecimentos da nossa vida
política e colectiva", disse Carvalhas.

O Bloco de Esquerda lembrou a "generosidade" e o "mérito" de
Pintasilgo, com Francisco Louçã a frisar que a ex-primeira-ministra
foi uma pessoa que "marcou muito Portugal". "Foi a primeira mulher
com grande destaque na democracia, e com grande mérito", afirmou o
dirigente bloquista, concluindo que "a sua generosidade tem de ser
uma marca na política portuguesa".

A deputada e líder do Partido Ecologista "Os Verdes", Isabel de
Castro, recordou Pintasilgo como "uma mulher singular e,
seguramente, na sua marca diferenciada, um património da
esquerda", "uma mulher de causas que se bateu apaixonadamente em
defesa da igualdade entre mulheres e homens e por uma justiça social
e ambiental no mundo".

Maria de Lurdes Pintasilgo morreu esta madrugada na sua casa, em
Lisboa, vítima de paragem cardíaca. O seu corpo encontra-se em
câmara ardente a partir das 16h00 na Basílica da Estrela, em
Lisboa.  
Título: Re:Notícias
Enviado por: HLuso em 12.jul.2004, 16:10:27
A Eng. Maria de Lurdes Pintassilgo soi sem duvida uma grande mulher!!!

Portugal esta de luto mais uma vez!
Título: Re: Notícias
Enviado por: bluejazz em 18.fev.2005, 09:41:43
Author wins The Matrix Copyright Infringement Case

This little known story has met a just conclusion, as Sophia
Stewart, African American author of The Matrix will finally receive
her
just due from the copyright infringement of her original work!!!
Monday, October 4th 2004 ended a six-year dispute involving Sophia
Stewart, the Wachowski Brothers, Joel Silver and Warner Brothers.
Stewart's allegations, involving copyright infringement and
racketeering, were received and acknowledged by the Central District
of
California, Judge Margaret Morrow residing. Stewart, a New Yorker who
has resided in Salt Lake City for the past five years, will recover
damages from the films, The Matrix I, II and III, as well as The
Terminator and its sequels. She will soon receive one of the biggest
payoffs in the history of Hollywood, as the gross receipts of both
films and their sequels total over 2.5 billion dollars.


Stewart filed her case in 1999, after viewing the Matrix, which she
felt had been based on her manuscript, "The Third Eye," copyrighted in
1981. In the mid-eighties Stewart had submitted her manuscript to an
ad
placed by the Wachowski Brothers, requesting new sci-fi works.

According to court documentation, an FBI investigation discovered
that more than thirty minutes had been edited from the original film,
in an attempt to avoid penalties for copyright infringement. The
investigation also stated that "credible witnesses employed at Warner
Brothers came forward, claiming that the executives and lawyers had
full knowledge that the work in question did not belong to the
Wachowski Brothers." These witnesses claimed to have seen Stewart's
original work and that it had been "often used during preparation of
the motion pictures." The defendants tried, on several occasions, to
have Stewart's case dismissed, without success.

Stewart has confronted skepticism on all sides, much of which comes
from Matrix fans, who are strangely loyal to the Wachowski Brothers.
One on-line forum, entitled Matrix Explained has an entire section
devoted
to Stewart.  Some who have researched her history and writings are
open
to her story. Others are suspicious and mocking. "It doesn't bother
me," said Stewart in a phone interview last week, "I always knew what
was true."

Some fans, are unaware of the case or they question its legitimacy,
due to the fact that it has received little to no media coverage.
Though the case was not made public until October of 2003, Stewart has
her own explanation, as quoted at aghettotymz.com:

"The reason you have not seen any of this in the media is because
Warner Brothers parent company is AOL-Time Warner... this GIANT owns
95
percent of the media... let me give you a clue as to what they own in
the media business... New York Times papers/magazines, LA Times
papers/magazines, People Magazine, CNN news, Extra, Celebrity Justice,
Entertainment Tonight, HBO, New Line Cinema, Dreamworks,  Newsweek,
Village Roadshow...many, many more!... They are not going to report on
themselves. They have been suppressing my case for years..."

Fans who have taken Stewart's allegations seriously, have found
eerie mythological parallels, which seem significant in a case that
revolves around the highly metaphorical and symbolic Matrix series.
Sophia, the Greek goddess of wisdom has been referenced many times in
speculation about Stewart. In one book about the Goddess Sophia, it
reads, "The black goddess is the mistress of web creation spun in her
divine matrix"

Although there have been outside implications as to racial injustice
(Stewart is African American), she does not feel that this is the
case. "This is all about the Benjamins," said Stewart. "It's not about
money with me. It's about justice."

Stewart's future plans involve a record label, entitled Popsilk
Records, and a motion picture production company, All Eyez On Me, in
reference to God. "I wrote The Third Eye to wake people up, to remind
them why God put them here. There's more to life than money," said
Stewart. "My whole to the world is about God and good and about
choice,
about spirituality over  'technocracy'."

If Stewart represents spirituality, then she truly has prevailed
over the "technocracy" represented in both the Terminator and the
Matrix, and now, ironically, by their supposed creators.

Stewart is currently having discussions with CBS about a possible
exclusive story and has several media engagements in the near future
to
nationally publicize her victory. June 13th 2004. Sophia Stewart's
Press release read:

"The Matrix & Terminator movie franchises have made world history and
have ultimately changed the way people view movies and how Hollywood
does business, yet the real truth about the creator and creation of
these films continue to elude the masses because the hidden secret of
the matter is that these films were created and written by a Black
woman... a Black woman named Sophia Stewart. But Hollywood does not
want you to know this fact simply because it would change history.
Also
it would encourage our Black children to realize a dream and that
is...
nothing is impossible for them to achieve!"

MORE CONTROVERSY (RACIST AND OTHERWISE)
http://www.matrix-explained.com/php/forum-25.html&sid=16784e72c2c82275
582dad69ee163869
Título: Re: Notícias
Enviado por: Wolf em 23.fev.2005, 19:52:12
WWOOWW

desde akela noticia da nomeação do bush pó nobel, k ñ fikava tão espantado. filhos da mãe dos irmão wakowski .

o apocalipse vem aí! eu smp soube  :P
Título: Notícias Diversas e "Faits Divers"
Enviado por: EYre em 26.mar.2006, 21:37:46
Tópico onde podemos comentar notícias várias do dia-a-dia e faits divers. Uma espécie de "Conversas de Café" mas dedicado exclusivamente a notícias que vão surgindo aqui e ali.

Para começar, parece que os comentários do Prof. Marcelo na RTP vão ter uma outra interlocutora, nomeadamente a Maria Flôr Pedroso, jornalista da Antena 1...
Título: Re: Notícias Diversas e "Faits Divers"
Enviado por: Tiago em 26.mar.2006, 21:50:04

Pois é.
Pergunto-me por que será. Será que dispensaram a senhora por ela ser... como hei-de-dizer... algo "mole"? Soporífera?

Deviam era ter colocado a Judite de Sousa com o Marcelo Rebelo de Sousa e a Ana Sousa Dias com o António Vitorino.
Título: Re: Notícias Diversas e "Faits Divers"
Enviado por: EYre em 26.mar.2006, 21:56:46

Hum... Pelo que li foi ela que pediu para deixar o projecto para se dedicar mais tempo aos seus projectos na 2. Mas de facto parece pertinente a escolha da Maria Flôr Pedroso que tem um estilo mais agressivo...

Quando foi o Dia Internacional da Mulher, a 8 de Março, eu li uma crónica do Joaquim Fidalgo no jornal Público em que ele criticava o modelo dos comentadores que temos dizendo que é sexista na medida em que as mulheres são sempre interlocutoras e nunca elas próprias comentadoras (por acaso acho que a Constança Cunha e Sá e a do Independente, não me lembro o nome, são comentadoras...). O que ele dizia é que no modelo que temos as mulheres fazem as perguntas e os homens dão as respostas...
Título: Re: Notícias Diversas e "Faits Divers"
Enviado por: EYre em 26.mar.2006, 23:06:19
Em Itália o Primeiro-Ministro Berlusconi veio dizer que na época de Mao os comunistas não comiam as criancinhas, como havia dito antes, mas coziam-nas para as usarem como fertilizante para a terra. :-\
Título: Re: Notícias Diversas e "Faits Divers"
Enviado por: moon_head em 26.mar.2006, 23:07:44
Em Itália o Primeiro-Ministro Berlusconi veio dizer que na época de Mao os comunistas não comiam as criancinhas, como havia dito antes, mas coziam-nas para as usarem como fertilizante para a terra. :-\

 :o :o :o :o
que horror  >:(
Título: Re: Notícias
Enviado por: EYre em 01.abr.2006, 20:26:27
O Ministro dos Negócios Estrangeiros português, Freitas do Amaral, foi ao Canadá por causa da deportação de que têm sido alvo alguns portugueses. As críticas ao ministro têm sido muitas, por seu lado ele declara-se satisfeito com os resultados da sua viagem aquele país.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Scorpio_Angel em 04.abr.2006, 19:00:33

Para quem ainda acha que pirataria é só venda ilegal de conteúdos:


PJ «à caça» de downloads ilegais
[/size]

Associação Fonográfica Portuguesa declara guerra aberta à partilha ilícita de música na Internet. Já há 28 processos-crime. Judiciária tem meios para descobrir os piratas informáticos


"A Associação Fonográfica Portuguesa (AFP) anunciou esta terça-feira que foram apresentadas 28 queixas-crime contra utilizadores portugueses dos serviços ilegais de partilha de ficheiros. Esta é a primeira vez que tal sucede no nosso país, numa acção conjunta com a IFPI (Federação Internacional da Indústria Fonográfica), que em colaboração com 18 países já levou a cabo mais de 5.500 acções cíveis e criminais.

As queixas-crime são contra desconhecidos e foram entregues à Polícia Judiciária (PJ), que iniciará agora as investigações de modo a identificar os prevaricadores. Eduardo Simões, director-geral da AFP afirmou que, embora os utilizadores estejam protegidos por um aparente anonimato, «a PJ tem os meios adequados» para essa identificação.

Eduardo Simões adiantou ainda que os 28 utilizadores visados por esta acção única em Portugal «partilhavam dezenas de milhares de músicas de géneros sem qualquer sequência ou sentido». Kazaa, BearShare, eDonkey/eMule, DirectConnect, Bit Torrent, WinMX e SoulSeek são alguns dos serviços de partilha de ficheiros via Internet (os chamados Peer-to-Peer - P2P) que foram investigados no decorrer desta acção.

Na conferência de imprensa desta terça-feira, no Fórum Telecom, moderada por David Ferreira, presidente da AFP, esteve presente John Kennedy, presidente e director-geral da IFPI, que alertou para a urgência na tomada de medidas que previnam o declínio da indústria discográfica em Portugal, extremamente afectada pelo download e partilha ilegais de ficheiros de música. Segundo a AFP, esta indústria sofreu uma quebra de 47 por cento entre 2000 e 2005.


«Mas os CD estão cada vez mais caros!...»

David Ferreira falou também noutra das questões que rodeiam a pirataria digital: o preço dos discos em Portugal. Segundo dados da AFP, a ideia de que os CD estão cada vez mais caros é puramente falsa. Por exemplo, no que respeita aos CD de novidades, os preços desceram consideravelmente desde 1993, passando dos 9,58 euros para os actuais 8,47 euros (preço das editoras às lojas).

Eduardo Simões realçou ainda o facto da partilha ilegal de ficheiros na Internet ser considerada um crime tão grave como o roubo de um CD numa loja. Foi também chamada a atenção, por parte de John Kennedy, para o valor médio das indemnizações pagas pelos utilizadores em falta, que ronda os 2.600 euros.

Paula Andrade, inspectora-geral do IGAC (Inspecção Geral das Actividades Culturais) referiu que «desde 2003 houve um crescendo na fiscalização» em relação à venda e utilização de material digital pirateado, mostrando que este problema está a ser atacado em todas as frentes.

A AFP tinha anunciado, no passado dia 13 de Março, o lançamento do Plano de Combate à Pirataria Digital, a publicação de um guia informativo («Os Jovens, a Música e a Internet») dedicado a pais e educadores e de um site (www.pro-music.com.pt) sobre o download de música na Internet."


http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=666250&div_id=291



Compreendem agora melhor o cuidado a ter, inclusive em posts aqui no fórum?  ;)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Hain em 12.abr.2006, 15:56:43
Supremo considera lícitos "correctivos" corporais dados a crianças deficientes

http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1253706


O Supremo Tribunal de Justiça considerou como "lícito" e "aceitável" o comportamento da responsável de um lar de crianças com deficiências mentais, acusada de maus tratos a vários menores.

A mulher tinha sido indiciada por diversas situações: daria palmadas e estaladas às crianças, fechá-las-ia em quartos escuros quando estas se recusavam a comer. Foi condenada por apenas um caso (o tribunal considerou que, pelo menos por duas vezes, amarrou os pés e as mãos de um menino de sete anos, como forma de evitar que saísse da cama e perturbasse o seu sono), tendo sido condenada com pena suspensa.

O Ministério Público recorreu, mas não lhe foi dada razão. O Supremo disse, aliás, que fechar crianças em quartos é um castigo normal de um "bom pai de família". E que as estaladas e as palmadas, se não forem dadas, até podem configurar "negligência educacional".

"Qual é o bom pai de família que, por uma ou duas vezes, não dá palmadas no r*** dum filho que se recusa ir para a escola, que não dá uma bofetada a um filho (...) ou que não manda um filho de castigo para o quarto quando ele não quer comer? Quanto às duas primeiras, pode-se mesmo dizer que a abstenção do educador constituiria, ela sim, um negligenciar educativo. Muitos menores recusam alguma vez a escola e esta tem - pela sua primacial importância - que ser imposta com alguma veemência. Claro que, se se tratar de fobia escolar reiterada, será aconselhável indagar os motivos e até o aconselhamento por profissionais. Mas, perante uma ou duas recusas, umas palmadas (sempre moderadas) no r*** fazem parte da educação", dizem os juízes, num acórdão proferido na semana passada.

Tribunal deu como provadas diversas agressões

O caso: a arguida era a responsável pelo lar residencial do Centro de Reabilitação Profissional, uma instituição que funcionava como valência da Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal. O tribunal deu como provado que, entre 1990 e 2000, a arguida trabalhou naquele lar e que pelo menos desde 1992 fechou frequentemente um menor de sete anos (que sofria de psicose infantil muito grave) na despensa, com a luz apagada, para que aquele ficasse menos activo.

Também foi dado como provado (e validado pelo Supremo) que a referida educadora pelo menos duas vezes "amarrou os pés e as mãos do B [do menor] à cama para evitar que acordasse os restantes utentes do lar e para não perturbar o seu descanso matinal".

Dizem ainda os juízes que a arguida dava frequentemente bofetadas à mesma criança e que, "por uma ou duas vezes, deu palmadas no r*** a outra menina quando não queria ir para a escola e uma vez deu uma bofetada a outro [menor] por este lhe ter atirado com uma faca".

Os mesmos tribunais (o de Setúbal e o Supremo) consideraram ainda que se tinha provado que um quarto menor deficiente ficou "de castigo num quarto sozinho quando não quis comer a salada à refeição, tendo aquele ficado a chorar por ter medo". Mesmo assim, disseram os juízes que era tudo normal e que não se podia falar de comportamento reiterado.

Mulher trabalhava sem folgas

A argumentação do Ministério Público, que defendia tratar-se de "tratamento cruel" às crianças, não foi dada como válida, nem-tão pouco a existência do crime de maus tratos.

"A gravidade inerente às expressões maus tratos e tratamento cruel constitui, ela sim, o elemento que nos leva à improcedência deste recurso. É que, quanto a estes menores, não só não se atinge tal gravidade, como os actos imputados à arguida devem, a nosso ver, ser tidos como lícitos. Na educação do ser humano justifica-se uma correcção moderada que pode incluir alguns castigos corporais ou outros. Será utópico pensar o contrário e cremos bem que estão postas de parte, no plano científico, as teorias que defendem a abstenção total deste tipo de castigos moderados", concluem os juízes, mantendo então a pena aplicada pelo tribunal de primeira instância à arguida, por ter amarrado os pés e as mãos da criança: dezoito meses de prisão, suspensos por um ano.

O tribunal teve ainda em consideração, na pena que aplicou, o facto de a arguida não ter cadastro, nem agora estar a tomar conta de crianças. Outra atenuante foi ter-se provado que trabalhava sem qualquer dia de folga, o que terá levado a juíza de instrução a considerar, segundo o recurso também apresentado pela defesa, que seria a arguida, e não as crianças, a verdadeira "vítima de maus tratos".
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 15.abr.2006, 11:42:56
(http://www.publico.clix.pt/getimage.asp?tb=IMAGENS&id=164002)

Praia sem fumo
As medidas anti-tabágicas decretadas um pouco por toda a Europa estão a endurecer. Este cartaz a proibir a entrada a fumadores foi colocado na praia de Miranda, localidade de Escala, província de Girona (Catalunha). A câmara municipal da cidade tomou esta medida afirmando que os cigarros poluem e sujam a praia. Foto: Robin Townsend/EPA

Fonte: Público online
Título: Re: Notícias
Enviado por: centro_da_gravidad em 15.abr.2006, 12:22:22
Praia sem fumo
Será que tem algum resultado prático?...tb é proibido levar os animais para a praia e as pessoas continuam a levar  :-\
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 15.abr.2006, 15:35:03
Praia sem fumo
Será que tem algum resultado prático?...tb é proibido levar os animais para a praia e as pessoas continuam a levar  :-\

Não sei se terá efeito prático. Sei que acho que é um exagero. Mais valia fazerem uma campanha de sensibilização para que as pessoas não ponham as beatas para a areia. Agora proibir de fumar naquilo que é um espaço aberto parece-me um exagero.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 17.abr.2006, 14:59:30
(http://dn.sapo.pt/2006/04/17/797837.jpg)

Anomalias em fetos numa freguesia de Amarante

Seis casos de malformações graves em fetos estão a intrigar os médicos do Centro Hospitalar de Vila Real e Peso da Régua (CHVRPR). Estas seis gravidezes, ocorridas entre 2003 e 2005, deram todas origem a abortamento no quadro legal, já que são anomalias incompatíveis com a vida. Em comum têm o facto de as grávidas viverem na mesma freguesia, Fregim, no concelho de Amarante. Factores ambientais, como poluição industrial, carências nutricionais ou mero acaso são agora as hipóteses que os médicos querem investigar.

Em consultas de diagnóstico pré- -natal, os médicos detectaram três casos de anencefalia (ausência de cérebro) e hidrocefalia (dilatação do cérebro). Fora deste período de tempo, há ainda registos de mais quatro casos de anomalias congénitas do sistema nervoso central em fetos de mulheres que habitam em zonas próximas daquela freguesia, dentro do mesmo concelho e no município vizinho. Osvaldo Moutinho, director do Serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital de Vila Real, explica: "Em algumas regiões de Amarante e de Baião registámos um número anormalmente elevado de anomalias congénitas do sistema nervoso central e salta à vista que merecem alguma investigação."

Fonte: DN online
Título: Re: Notícias
Enviado por: Tiago em 20.abr.2006, 17:38:29
Quinta-feira, 20 de Abril de 2006 no IIC Lisboa
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

No dia mundial do livro vão conhecer as Bibliotecas dos Institutos Culturais Europeus de Lisboa! As Bibliotecas dos Institutos Culturais Estrangeiros de Lisboa British Council, Goethe-Institut, Instituto Cervantes, Instituto Franco-Português e Istituto Italiano di Cultura celebram esta festa com oferta de livros e rosas para os seus visitantes no dia 20 de Abril. Durante o dia será possível inscrever-se gratuitamente como sócio da biblioteca do IIC Lisboa. Estão também previstos Readings literarios e projecções de dvd's sobre autores italianos. Horários: 10h30-13; 15h-19h.

 :party [smiley=balao.gif]

Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 21.abr.2006, 12:51:48
OCDE sugere aumento das propinas no superior para financiamento mais justo e eficiente :o :o

O actual sistema de financiamento público do ensino superior é questionável em termos de equidade. Afinal, o dinheiro despendido pelo Estado beneficia apenas uma pequena parte da população que não só tende a ter mais posses, como virá a retirar grandes benefícios pessoais deste investimento, assegurado em larguíssima medida (90 por cento do total da despesa nacional neste nível de ensino) pela generalidade dos contribuintes, lembra a OCDE.

Por isso, recomenda-se no relatório económico sobre Portugal, as fontes de financiamento das instituições de ensino públicas devem ser alargadas, combinando orçamento de estado, propinas e associações com empresas e centros de investigação.

"Aumentar as propinas no ensino superior e, simultaneamente, desenvolver um sistema de empréstimos (talvez com a possibilidade de pagamento após a formação e entrada no mercado de trabalho) seria mais justo e aumentaria a eficiência". Até porque, continua-se, "as propinas nas instituições públicas são relativamente baixas enquanto as contrapartidas salariais para os detentores de um diploma são altas".

Os peritos da OCDE acreditam que, se os estudantes pagassem taxas de frequência mais altas, passariam a estar mais atentos à qualidade e às matérias oferecidas, exercendo assim maior pressão sobre as instituições, para que dessem respostas às suas necessidades. Além disso, os recursos adicionais permitiriam aumentar a qualidade do pessoal docente e da investigação.

Ao mesmo tempo, caberia ao Estado assegurar o apoio aos mais necessitados, através de bolsas e empréstimos. Este aspecto é crucial, sobretudo num país onde a selectividade no acesso ao superior é "mais acentuada do que em muitos outros países e a participação dos estudantes dos estratos sócio-económicos inferiores continua a ser particularmente baixa".

A OCDE lembra ainda que, apesar de cerca de um quarto dos alunos receberem algum apoio do Estado, essa ajuda mensal é, em média, "muito reduzida".

Racionalizar a oferta, diminuir o insucesso

Apesar do investimento estatal considerável na educação superior, a despesa por aluno continua a ser baixa, comparando com a média da OCDE ou com os outros níveis de ensino. Face aos constrangimentos económicos e financeiros do país, sugerem-se intervenções no sentido de garantir ganhos de eficiência.

Como? Racionalizando a oferta, que é excessiva, pela fusão e encerramento de instituições, pelo fecho de cursos com poucos alunos e reestruturação das formações, com aposta nas áreas das ciências e tecnologias; criando "redes de conhecimento", entre universidades e politécnicos, que permitiriam "economias de escala e mais qualidade"; desenvolvendo parcerias internacionais com instituições de prestígio.

Outro dos pontos que deve merecer muita atenção das políticas públicas prende-se com as elevadas taxas de insucesso e abandono escolares. Aqui, sugere a OCDE, a solução passa pela diversificação das ofertas educativas e pela melhoria da qualidade. Desenvolver uma maior capacidade científica, autonomia e prestação de contas por parte das instituições, acompanhada de um sistema de acreditação, são passos essenciais, diz a organização.

A formação de adultos é também alvo de reparo da OCDE. Sendo um dos países onde a população activa é menos qualificada, Portugal apresenta igualmente uma das mais baixas taxas de participação da sua população activa em acções de formação (menos de 10 por cento). E quem participa são sobretudo os trabalhadores mais novos, mais habilitados e de grandes empresas.

É preciso fazer um melhor uso dos recursos educativos existentes, garantir que a formação chega a quem tem mais necessidade, designadamente através de uma maior informação e orientação sobre as oportunidades existentes, monitorizar a qualidade.

A criação de um sistema de nacional de certificação das competências (com atribuição de equivalência a estudos básicos e secundários) é elogiada pela OCDE, que lembra, no entanto, que este modelo ainda está a dar os primeiros passos.

Fonte: Público online
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 23.abr.2006, 22:22:10
Osama bin Laden transmite uma mensagem em que diz que o mundo ocidental está a fazer uma cruzada contra o mundo muçulmano por causa das sanções impostas ao Hamas na Palestina.

 ??? Mas espera aí, não foi este senhor que mandou dois aviões contra as torres gémeas?? :o

Tá tudo doido.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 04.mai.2006, 20:18:29
Para contrariar a desertificação populacional, a presidente da câmara de Vila de Rei pediu à vila brasileira com que é geminada que lhe enviasse pessoas, sendo que estas vêm já com um contrato de trabalho. Uma dessas pessoas, por exemplo, é uma jornalista que vem para trabalhar num restaurante, sendo que tem esperanças de posteriormente arranjar algo melhor. Para muitos é a hipótese de construir uma vida melhor, para outros é a possibilidade de conhecer um país da Europa. Com muita pouca gente a viver na aldeia, os brasileiros que agora chegaram constituem cerca de 10% da população.

Será que esta é uma boa solução?
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 08.mai.2006, 20:36:22
Vários jornais, entre os quais um dos gratuitos, noticiaram: "Portugal é campeão dos divórcios".

Posto iso, vem agora dizer a socióloga Anália Torres, uma conhecida especialista destas áreas:

Portugal continua a ser dos países com menor taxa de divórcio
08.05.2006 - 12h53   Lusa
 
A socióloga Anália Torres, investigadora do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, esclareceu hoje que, apesar de o número de divórcios em Portugal ter aumentado, é "completamente falso" que o país seja o "campeão dos divórcios".

"O que aumentou foi o número de divórcios, que eram poucos em relação aos outros países", sublinhou a investigadora.

"É verdade que o crescimento foi grande, mas o número de que partimos era muito baixo", afirmou Anália Torres.

A autora do livro "Casamento em Portugal" refere que, apesar do aumento, "Portugal continua a ser dos países com menor taxa de divórcio".

"Em Portugal, em três casamentos há um divórcio; em países como a Inglaterra, em dois casamentos há um divórcio", avançou a especialista.

Nos outros países "o crescimento foi menor porque já tinham elevadas taxas de divórcio, sublinhou.

(Fonte: Público online)

Assim vão as notícias no seu melhor sensasionalismo em terras lusas. ::)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 31.jul.2006, 15:14:36
Clientes da CGD recebem email fraudulento com pedido de dados pessoais
31.07.2006 - 12h53   PUBLICO.PT
 
 

Os clientes da Caixa Geral de Depósitos estão a receber um email onde é pedido o preenchimento de um formulário com os dados das suas contas. A instituição já afirmou que a mensagem em causa é fraudulenta e pede aos clientes que a eliminem das suas caixas de correio electrónico.

A mensagem, com o título “O banco Caixa Geral de Depósitos realiza a reativação das contas”, está escrita numa forma que poderá denunciar desde logo o seu objectivo, com frases como "Devido a situação que nós temos em nosso país em torno a Online-Banking" ou "Nós pedimos a todos os clientes encher o formulário da confirmação dos dados da conta".

O PUBLICO.PT tentou contactar o departamento de comunicação e imagem da Caixa Geral de Depósitos, mas as três chamadas efectuadas para números distintos foram reencaminhadas para caixas de mensagens.

Contactado o serviço de atendimento da Caixa Directa On-Line, uma das operadoras de serviço avançou que as denúncias e pedidos de esclarecimento começaram a chegar ao banco na madrugada de hoje, mas o email em causa terá sido enviado durante o dia de ontem.

De acordo com a mesma fonte, se algum dos clientes chegou a introduzir os seus dados nos formulários disponibilizados no email, deve bloquear “de imediato” o seu acesso ao serviço Caixa Directa On-Line.

A tentativa de obter informações como números de cartões de crédito ou dados de contas bancárias através da Internet é conhecida por "phishing". Esta técnica consiste em fazer-se passar por uma pessoa ou entidade credível para obter informação sensível através de um comunicado que parece ser oficial.



Texto da mensagem de correio electrónico

Subject: O banco Caixa Geral de Dep?sitos realiza a reativa ção das contas

Cliente respeitado!

Devido a situação que nós temos em nosso país em torno a Online-Banking, nós fazemos exame de medidas para rever todas as contas-online a fim de descobrir as contas de "um dia", utilizadas para "lavagem" do dinheiro roubado. Nós pedimos a todos os clientes encher o formulário da confirmação dos dados da conta.

Atenção! As contas que não passarão a revisão a 30.08.06, serão restritas à explanação a fim de seu abertura e uso. A revisão atual é requerida para os clientes particulares e para as empresas.

FICHA para os clientes particulares: https://caixadirecta.cgd.pt/CaixaDirecta/loginStart.php

FICHA para os clientes incorporados: https://caixaebanking.cgd.pt/servlet/icbApp/

Nós pedimos-lhe desculpas por aquelas medidas. Nós agradecemos para Sua compreensão e esperamos continuar a colaboração com Você.

Atentamente,
Banco, Caixa Geral de Dep sitos
Departamento de Segurança

Esta letra emite automáticamente e não requer a resposta.

(c) 1995 - 2006 Caixa Geral de Dep sitos, SA. Todos os direitos reservados.

 

Fonte: http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1265786&idCanal=90
Título: Re: Notícias
Enviado por: seraphine em 31.jul.2006, 15:27:21
Clientes da CGD recebem email fraudulento com pedido de dados pessoais
31.07.2006 - 12h53   PUBLICO.PT
 
 

:wor

Na empresa em que trabalho, dei conta da chegada desse e-mail pouco depois de ter terminado a minha hora de almoço. Como ando sempre com um olho nos noticiários das treze horas, tratei de eliminar o dito cujo num ápice e de avisar os encarregados da ocorrência enganosa.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Eyre em 31.jul.2006, 15:30:18
Clientes da CGD recebem email fraudulento com pedido de dados pessoais
31.07.2006 - 12h53   PUBLICO.PT
 
 

:wor

Na empresa em que trabalho, dei conta da chegada desse e-mail pouco depois de ter terminado a minha hora de almoço. Como ando sempre com um olho nos noticiários das treze horas, tratei de eliminar o dito cujo num ápice e de avisar os encarregados da ocorrência enganosa.

Eu também recebi um mail do género... Por isso é que pus aqui a notícia para divulgar que é uma fraude e que em caso nenhum devemos dar os dados...
Título: Re: Notícias
Enviado por: Scorpio_Angel em 21.out.2006, 21:20:30

CP dá viagens gratuitas nos 150 anos da primeira ligação


"Uma iniciativa inédita da CP, designada «Dia Portas Abertas» permitirá viajar de graça em todos os comboios urbanos de Lisboa e Porto, regionais e inter-regionais a nível nacional no próximo 28 de Outubro, dia em que celebra os 150 anos da primeira ligação de comboio em Portugal.

Pela primeira vez em todo o País, sublinha uma nota da empresa, «vai ser possível viajar gratuitamente nos comboios da CP - Comboios de Portugal».

Para poderem viajar nestes comboios, os passageiros deverão usar um autocolante com a frase «Eu já sou cliente da CP», sendo estes livre-trânsitos fornecidos antecipadamente nas bilheteiras, a bordo dos comboios abrangidos pela acção e inseridos numa edição de um jornal de distribuição gratuita, explica a CP.

Para comemoração da data, prevê-se, a operadora de transporte ferroviário, prevê ainda a distribuição massiva a cargo de equipas de promotores situadas em várias estações de comboio de todo o País.

A acção decorre no dia que assinala a primeira viagem de comboio realizada em Portugal entre Lisboa e o Carregado, precisamente a 28 de Outubro de 1856, há 150 anos atrás."
Título: Re: Notícias
Enviado por: Monsieur Marquès em 07.out.2007, 01:27:28
(http://www.disparue.fr/images/20070420SarkozyHomosexualite.jpg)
Título: Estagiários.... Onde paramos???
Enviado por: Cariad em 22.jan.2008, 15:24:17
gostava de saber algumas opiniões a esta noticia.... E mais não digo.....  >:(

http://jn.sapo.pt/2008/01/22/nacional/governo_aceita_candidatos_a_docencia.html
Título: Re: Esatagiários.... Onde paramos???
Enviado por: v em 22.jan.2008, 19:37:35
Explica-me, acho que não compreendi a relação entre o título do tópico e o artigo.
Estagiários e Docentes não são a mesma coisa, o que é que as medidas de candidatura de docentes têm a ver com estagiários?


Mods... pssst. Este tópico não é dali, do outro lado?
Título: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: princess_peach em 22.jan.2008, 22:12:12
Responder
NEW YORK (CNN) -- Actor Heath Ledger is dead, the New York Police Department said Tuesday.

([url]http://i.l.cnn.net/cnn/2008/SHOWBIZ/Movies/01/22/heath.ledger.dead/art.ledger.gi.jpg[/url])

Heath Ledger was found dead in his Manhattan apartment.

The Academy Award nominated actor was 28.

Ledger's housekeeper found him dead in his Manhattan apartment, New York police said.

He died at 3:26 p.m., they said.

The New York Fire Department received a call at 2:27 Tuesday responding to a "cardiac arrest call" in New York.

They found an unresponsive male dead at the scene.

In 2005, the actor played Ennis Del Mar in "Brokeback Mountain," about two cowboys who had a secret relationship.

The role earned him the Oscar nomination.




:(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: moon_watcher em 22.jan.2008, 22:14:05
n posso crer  :o (vou ja ver cenas á net sobre isto...)
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Phobia em 22.jan.2008, 22:23:49
é verdade? :o :o :o
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: moon_watcher em 22.jan.2008, 22:25:56
é verdade? :o :o :o

 :'( é...ja vi na net...parece k dizem k foi overdose... uma paragem cardiaca por ter tomado kker coisa...n percebi bem. também, entre ser isso msm...n sei...so sei k faleceu msm. coitado. gostava bastante dele... :(
Título: Re: Estagiários.... Onde paramos???
Enviado por: Cariad em 22.jan.2008, 22:37:46
nova lei .... Quem está a estagiar este ano.... para o ano vê a sua vida complicada se quiser se candidatar para carreira docente... :( Tanta coisa a tirar um curso.... Para afinal, se calhar falhar num dos exames... e....
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: NecroRomancist em 22.jan.2008, 22:44:33
 ???  ???  ???  Dizem que foi devido a uma overdose :S  :'(
É o segundo actor a falecer devido a isso em menos de um mês :(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: timmy em 22.jan.2008, 22:46:00
:o :o :o
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: moon_watcher em 22.jan.2008, 22:49:50
???  ???  ???  Dizem que foi devido a uma overdose :S  :'(
É o segundo actor a falecer devido a isso em menos de um mês :(

o k li num site d um jornal (creio k foi o usa today) dizia k encontraram um frasco de comprimidos...ag...n sei s é expeculaçao...li isso apenas...n dão detalhes p ser relativamente recente (morreu ás 7h e picos daki...)
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Phobia em 22.jan.2008, 22:57:47
Ainda me custa a acreditar :| adorava os filmes dele :(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Vamp em 22.jan.2008, 23:58:55
 :o :o :o nao posso crer... era um excelente actor :o :o :o confirma se k td o k é bom acaba depressa :-X :-X
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Goddess em 23.jan.2008, 00:00:08
yah eu abucado tava a mudar de canal e passei pela CNN e vi esta noticia, fikei :o
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Lady L em 23.jan.2008, 00:43:53
Wow. Só soube disto agora e ainda estou  :o :-X
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: vp em 23.jan.2008, 00:47:15
 :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o tou parva....... (quando menos se espera..puf  :()

fonix ate kurtia os filmes com ele  :(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: NecroRomancist em 23.jan.2008, 00:55:21
Ledger told The New York Times in a November interview that he "stressed out a little too much" during the Dylan film, and had trouble sleeping while portraying the Joker, whom he called a "psychopathic, mass-murdering, schizophrenic clown with zero empathy."

"Last week I probably slept an average of two hours a night," Ledger told the newspaper. "I couldn't stop thinking. My body was exhausted, and my mind was still going." He said he took two Ambien pills, which only worked for an hour, the paper said.

http://news.yahoo.com/s/ap/20080123/ap_en_ce/obit_ledger  (http://news.yahoo.com/s/ap/20080123/ap_en_ce/obit_ledger)

Ao que parece foi um acidente :(  :'(
Como é possível perder a vida de uma forma assim..
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: ctrl+alt+del em 23.jan.2008, 03:29:52
it's pretty sad..... :S
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Valmont em 23.jan.2008, 03:51:25
paz à sua alma... amén
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Indya em 23.jan.2008, 05:27:38

Fogo,que mau...Era um actor tão novinho  :-\
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Adagio em 23.jan.2008, 11:05:32
encontrei isto... é triste...
"suspeita-se de uma overdose"

http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2008/01/22/ator_heath_ledger_de_segredo_de_brokeback_mountain_morre_em_nova_york-328153674.asp
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: Ka em 23.jan.2008, 11:55:55
Eu vi a noticia ontem em directo na Sky News.Estava tudo em estado de choque. E depois comentadores de cinema a dizerem que ele lidava muito
mal com a fama e tal.... :(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: blueboy em 23.jan.2008, 19:37:29
Eu só soube da notícia hoje, uma amiga minha enviou-me um sms (sim, eu vivo isolado do mundo informativo :P)

Gostava bastante dele, e embora não fosse um dos meus actores favoritos vou sentir a falta dele, ainda tinha bastante para dar  (ai Enis!!!)
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: doorbell em 23.jan.2008, 20:40:46
 :o overdose?!
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: hal em 23.jan.2008, 21:32:58
ow :/
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: tinat em 23.jan.2008, 23:40:03
Foi uma pena! :(
Curtia o muito como actor, mais um jovem que se vai!
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: MeninO do MaR em 23.jan.2008, 23:56:09
 :'(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: zigo em 24.jan.2008, 09:39:51
 :o :'(
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: centro_da_gravidad em 24.jan.2008, 11:41:57
Tenho pena do senhor, mas é somente mais um a morrer! A diferença é que este era famoso!
Título: Re: Heath Ledger (Brokeback Mountain) morreu.
Enviado por: messy.mind em 24.jan.2008, 15:21:44
Wow...estas coisas assim d repente... [smiley=confuso.gif]

Pena por ter falecido, mais pena ainda por n ter ido descansado....Era um bom actor  :-\

Spoiler (clica para mostrar/esconder)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Zão em 18.jul.2008, 12:47:26
Preservativos com defeito estão à venda no mercado
Diário de Noticias
Patrícia Jesus

Saúde. O Infarmed mandou retirar do mercado um lote de preservativos que não cumpria os critérios de qualidade. Estes contraceptivos são apenas submetidos a uma fiscalização pelas próprias marcas. Ontem, o DN conseguiu comprar em Lisboa uma embalagem dos preservativos defeituosos

Lote não passou nos testes em laboratório

O incumprimento das regras de pressão e volume de rebentamento levou a Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) a suspender ontem a venda de um lote de preservativos da marca Style. O alerta foi lançado ao princípio da tarde, mas horas depois o DN ainda encontrou preservativos do lote referido pelo Infarmed à venda num hipermercado em Lisboa (o lote NWM07022003 com validade até Janeiro de 2012, referência Natural).

A empresa responsável pela distribuição da marca em Portugal, a PHP Importação e Exportação, procedeu à recolha voluntária do lote e assegura que todos os clientes foram avisados. Entre ontem e hoje todos os preservativos serão recolhidos, garantiu fonte da empresa, que não conseguiu esclarecer qual a quantidade em causa.

O Infarmed descobriu o problema numa "acção de supervisão de rotina do mercado, realizada por iniciativa da instituição", explica ao DN Carlos Pires. "Os testes são efectuados em ambiente laboratorial, no Laboratório Militar, com a finalidade de testar as várias especificações do produto", diz. Os preservativos da Style falharam nos testes de determinação de pressão e volume de rebentamento e, por isso, o Infarmed emitiu o alerta.

Só as marcas controlam

Carlos Pires esclarece que cabe à empresa responsável pelo produto garantir que este têm qualidade e está de acordo com as especificações exigidas.

A Deco explica que os preservativos são submetidos a um processo de controlo de qualidade pelas próprias marcas, como, aliás, acontece em quase todos os produtos, diz Rita Pinto Rodrigues. "Não há fiscalização por entidades exteriores", explica a porta-voz da Deco. "É o processo de qualidade de cada marca que determina o estado dos produtos que saem para o mercado e não há efectivamente a garantia total de segurança em todos os lotes".

A porta-voz da Deco esclarece que os utilizadores dos preservativos com má qualidade terão dificuldades em provar eventuais consequências do defeito.

Em 2002, a Deco testou 21 modelos de preservativos e concluiu que a maioria tinha boa qualidade. Desde então, a associação tem notado "um maior cuidado no controlo de qualidade, visível no facto de notícias sobre problemas como este serem cada vez mais raras", diz.

Fonte:
http://dn.sapo.pt/2008/07/18/sociedade/preservativos_defeito_estao_a_venda_.html (http://dn.sapo.pt/2008/07/18/sociedade/preservativos_defeito_estao_a_venda_.html)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Passer em 20.abr.2009, 18:12:02
Pedro Magalhães, Uma experiência para Lisboa, hoje no Público. Excertos:



«Eram sete horas da manhã do dia 17 de Fevereiro de 2003 quando ocorreu uma mudança histórica na cidade de Londres. A partir desse momento, todos os veículos que quisessem circular ou estacionar no centro da cidade durante os dias de semana passaram a pagar uma “taxa de congestão”, que é hoje de oito libras (nove euros). Os residentes têm direito a um desconto de 90 por cento e estão isentos de pagar a taxa se estacionarem em garagens ou zonas designadas. Veículos com baixas emissões de CO2, de emergência ou usados por deficientes, transportes colectivos, assim como motos e bicicletas estão também isentos. O cumprimento destas regras é aferido através de câmaras que identificam automaticamente as matrículas, que são diariamente confrontadas com o registo dos pagamentos feitos.

Quais os efeitos deste medida? Num artigo de Outubro de 2006 do Journal of Economic Perspectives, Jonathan Leape resume as conclusões dos estudos existentes. O número de veículos privados que circulam na zona central baixou em 30 por cento. Mais de metade dos indivíduos que deixaram de usar o carro para entrar na zona central passaram a usar transportes públicos. [...]

Estocolmo é ainda melhor exemplo de uma capital europeia que introduziu um esquema deste tipo, protegendo uma área central de 30 km2. Foi em Agosto de 2007, precedido de um período experimental na primeira metade de 2006, ao qual se seguiu um referendo local. As formas de pagamento são bastante mais fáceis que em Londres e incluem um sistema tipo “via verde”. Em Março passado, a revista Transportation Research dedicou um número inteiro ao assunto. Conclusões? Efeitos iguais ou maiores que em Londres: diminuição do tráfego e do tempo de viagem; ausência de efeitos negativos no comércio; transferência de viajantes para transportes públicos; ausência de efeitos regressivos ou progressivos em termos de equidade na distribuição dos custos; e redução de acidentes, poluição e custos de manutenção da via pública. [...]

Eu sei que votar numa eleição não é fácil e há muita coisa a considerar. Mas espero que os mais de 500.000 eleitores que podem votar nas autárquicas em Lisboa aceitem deste seu concidadão um critério que simplificará muito a nossa decisão. Irão dizer-vos que a rede de transportes públicos em Lisboa não permite que se impeça a entrada de carros. Mas vocês sabem, como eu, que isso não é verdade. Vocês vêem, como eu, autocarros vazios em hora de ponta, parados por detrás de um mar de carros nos eixos centrais por onde se passa quando se entra e sai de Lisboa. É preciso melhorar? Sim, e irão dizer-vos que não há dinheiro. [...]

Vão também dizer-vos que aqueles que vêm para a cidade não têm bons meios para cá chegar sem ser o carro particular. Mas mesmo que isso fosse inteiramente verdade — e vocês sabem bem que não é —, pensem de quem será a responsabilidade, e como o actual estado de coisas desresponsabiliza as câmaras dos concelhos limítrofes de melhorarem os transportes públicos nos seus próprios municípios e os governos de investirem em melhores maneiras de chegar à nossa cidade. Pensem nos custos — em tempo, produtividade, saúde, segurança, vida familiar, conforto — que todos pagamos pelo actual estado de coisas. Vocês sabem tão bem como eu que muitos dos candidatos que temos tido à Câmara de Lisboa a vêem como mero degrau para outros cargos políticos e que, por isso, têm medo de hostilizar o eleitorado dos concelhos vizinhos. Mas isso tem sido um problema nosso que, felizmente, a democracia ajuda a que possamos fazer com que seja apenas um problema deles. É simples: candidato que não proponha uma maneira séria e radical de impedir a entrada de carros na nossa cidade não merece um único dos nossos votos. Vamos fazer essa experiência? Vão ver que funciona.»
Título: Re: Notícias
Enviado por: Kiko20 em 02.jun.2009, 12:56:35
A ditadura dos bons costumes está de volta em pleno século XXI


Fecho do estabelecimento foi anulado
Dona de loja erótica de Coimbra ganha processo à ASAE
02.06.2009 - 12h05 José Bento Amaro
A ASAE mandou fechar e o Tribunal ordenou a reabertura. Esta é a história de uma "erotik shop" instalada num centro comercial de Coimbra que esteve de portas fechadas durante mais de três meses em consequência de uma determinação fundamentada por dois pontos de um decreto-lei de 1976. A juíza concluiu agora que o estabelecimento não exercia nenhuma actividade obscena, conforme era sustentado na acusação.

A 20 de Fevereiro deste ano a dona da loja, Marta Ferreira, viu os inspectores da ASAE mandar-lhe fechar o negócio pois, da inventariação do material para ser comercializado e em exposição, constavam “vibradores e objectos fálicos, de diversos tipos e tamanhos, bem como outros brinquedos atinentes à exploração da sexualidade, como baloiços, máquinas de vibração, aparelhos insufláveis, preservativos, anéis, cremes, correntes e bolas destinados a serem utilizados como apoio ao acto sexual ou como aparelhos de auto-estimulação próprios do tipo de bens comercializáveis em exclusivo em 'sex shops', que carecem, legalmente, de licenciamento específico”, conforme transcreve o jornal Diário de Coimbra.

Para sancionar tamanho crime, a ASAE pretendia que fosse paga uma coima que podia oscilar entre os 200 e os 1.000 euros. Marta Ferreira não pagou um tostão e a juíza do 3º juízo do Tribunal Criminal de Coimbra, a julgar pela sua sentença, também não o teria feito, pois não só declarou a legalidade do negócio, como ainda informou a ASAE que a sua conduta não se encontra justificada em nenhum diploma.

Na defesa em tribunal, a lojista fez prova de que os produtos em causa não eram exibidos ou comercializados de forma atentatória. Quanto à proximidade de um templo (neste caso da Igreja Universal do Reino de Deus), a comerciante conseguiu provar dedicar-se a um negócio de sensualidade e não de pornografia e obsceno. Além do mais, conforme ficou demonstrado, 15 meses antes da chegada dos fiéis ao local já existia a "erotik shop."

A hipótese de a comerciante vir a agora a reclamar uma indemnização à ASAE não está posta de parte.

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1384520 (http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1384520)
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Agamemnon em 25.abr.2010, 22:08:15
Qualquer notícia sobre direitos humanos, é LGBT:

Francesa multada por usar burka escandaliza o país

O caso da mulher multada em França por conduzir com um véu islâmico está longe do fim. Depois de o governo francês ter proibido a burka em locais públicos, prepara-se agora para retirar a nacionalidade ao marido da motorista, acusado de poligamia.

O caso ocorreu no passado dia 2 de Abril, quando um agente policial aplicou uma multa de 22 euros a uma francesa de 31 anos que usa a burka desde criança, alegando que o véu é perigoso porque lhe reduz o campo de visão.

A mulher convocou uma conferência de imprensa para denunciar o caso, contrariou o argumento da segurança no trânsito e acrescentou que a multa é a negação dos direitos humanos. Estava lançada a polémica.

Dois dias depois, o presidente francês Nikolas Sarkozy anunciou um projecto de lei para proibir o uso do véu integral em locais públicos, deixando a questão de estar apenas circunscrita ao trânsito.

E, logo a seguir, o ministro do Interior, Brice Hortefeux, pediu ao ministro da Imigração para estudar a possibilidade de tirar a nacionalidade francesa do marido da motorista, por ser suspeito de poligamia - terá quatro mulheres e 12 filhos - e fraude nas prestações sociais francesas.

O homem, nascido em Argel, naturalizou-se francês quando casou, em 1999. E, de acordo com Hortefeux, poderia pertencer "à órbita radical do movimento Tabligh", um movimento religioso fundado na Índia.

As acusações deverão ser alvo de investigação, mas o procurador da república de Nantes, Xavier Ronsin, já informou que até hoje, domingo, ninguém apresentou qualquer queixa.

O procurador pediu ainda prudência, uma vez que, lembrou, "o adultério já não é castigado por lei", o que significa que "um homem  pode ter cinco amantes". Além disso, reiterou, "adultério e fraude não são as causas pelas quais se retira a nacionalidade a um cidadão."

Alguns líderes de esquerda já denunciaram a "exploração polítca" do caso da motorista de nantes e dos eu marido.

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1553133 (http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1553133)
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: _Margot_ em 26.abr.2010, 23:18:14
Qualquer notícia sobre direitos humanos, é LGBT:

Francesa multada por usar burka escandaliza o país

O caso da mulher multada em França por conduzir com um véu islâmico está longe do fim. Depois de o governo francês ter proibido a burka em locais públicos, prepara-se agora para retirar a nacionalidade ao marido da motorista, acusado de poligamia.

O caso ocorreu no passado dia 2 de Abril, quando um agente policial aplicou uma multa de 22 euros a uma francesa de 31 anos que usa a burka desde criança, alegando que o véu é perigoso porque lhe reduz o campo de visão.

A mulher convocou uma conferência de imprensa para denunciar o caso, contrariou o argumento da segurança no trânsito e acrescentou que a multa é a negação dos direitos humanos. Estava lançada a polémica.

Dois dias depois, o presidente francês Nikolas Sarkozy anunciou um projecto de lei para proibir o uso do véu integral em locais públicos, deixando a questão de estar apenas circunscrita ao trânsito.

E, logo a seguir, o ministro do Interior, Brice Hortefeux, pediu ao ministro da Imigração para estudar a possibilidade de tirar a nacionalidade francesa do marido da motorista, por ser suspeito de poligamia - terá quatro mulheres e 12 filhos - e fraude nas prestações sociais francesas.

O homem, nascido em Argel, naturalizou-se francês quando casou, em 1999. E, de acordo com Hortefeux, poderia pertencer "à órbita radical do movimento Tabligh", um movimento religioso fundado na Índia.

As acusações deverão ser alvo de investigação, mas o procurador da república de Nantes, Xavier Ronsin, já informou que até hoje, domingo, ninguém apresentou qualquer queixa.

O procurador pediu ainda prudência, uma vez que, lembrou, "o adultério já não é castigado por lei", o que significa que "um homem  pode ter cinco amantes". Além disso, reiterou, "adultério e fraude não são as causas pelas quais se retira a nacionalidade a um cidadão."

Alguns líderes de esquerda já denunciaram a "exploração polítca" do caso da motorista de nantes e dos eu marido.

[url]http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1553133[/url] ([url]http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1553133[/url])


Sabia que  aBélgica andava a pensar proibir o uso da burka, não sabia que a França já o tinha feito. De qualquer das formas, declaração dos direitos humanos é a obrigaçao do uso da burka. Se não forem os países "civilizados" a dar o exemplo de que a mulher deve ser tratada como um ser humano e não como um objecto condutor de pecado, quem o irá fazer? Os países tradicionalmente extremistas islâmicos?
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Boreas em 27.abr.2010, 02:04:57
Mas é um símbolo religioso que muitos ostentam com orgulho... é como se alguém te proibisse de andar com uma cruz ao pescoço.
Acho profundamente desrespeituoso que o proíbam apesar de ser ateu.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Symphonic em 27.abr.2010, 02:30:00
Mas é um símbolo religioso que muitos ostentam com orgulho... é como se alguém te proibisse de andar com uma cruz ao pescoço.
Acho profundamente desrespeituoso que o proíbam apesar de ser ateu.
O véu e a Burka não são símbolos religiosos.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: _Margot_ em 27.abr.2010, 02:49:12
Mas é um símbolo religioso que muitos ostentam com orgulho... é como se alguém te proibisse de andar com uma cruz ao pescoço.
Acho profundamente desrespeituoso que o proíbam apesar de ser ateu.
O véu e a Burka não são símbolos religiosos.
E não é a mesma coisa usar uma cruz ao pescoço que andar sem pele nenhuma à vista.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Agamemnon em 27.abr.2010, 09:37:08
Mas é um símbolo religioso que muitos ostentam com orgulho... é como se alguém te proibisse de andar com uma cruz ao pescoço.
Acho profundamente desrespeituoso que o proíbam apesar de ser ateu.
O véu e a Burka não são símbolos religiosos.
E não é a mesma coisa usar uma cruz ao pescoço que andar sem pele nenhuma à vista.

Pronto! Então não uses a burka! Agora não impeças quem quer de a usar. E não me venham com a conversa de que elas são obrigadas pelos machistas a cobrirem-se. Não é verdade!

Se alguém as forçar a usar, então acho bem que as protejam. Agora se elas pretendem cobrir-se, é a modéstia delas e TEM de ser respeitada. Essas senhoras sentem-se nuas se lhes tirarem o véu.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Atzecs em 27.abr.2010, 09:50:19
Mas é um símbolo religioso que muitos ostentam com orgulho... é como se alguém te proibisse de andar com uma cruz ao pescoço.
Acho profundamente desrespeituoso que o proíbam apesar de ser ateu.

O véu e a Burka não são símbolos religiosos.

E não é a mesma coisa usar uma cruz ao pescoço que andar sem pele nenhuma à vista.


Pronto! Então não uses a burka! Agora não impeças quem quer de a usar. E não me venham com a conversa de que elas são obrigadas pelos machistas a cobrirem-se. Não é verdade!

Se alguém as forçar a usar, então acho bem que as protejam. Agora se elas pretendem cobrir-se, é a modéstia delas e TEM de ser respeitada. Essas senhoras sentem-se nuas se lhes tirarem o véu.


Ainda há pouco tempo tive esta discussão com a minha mãe.

A proíbição da Burka e do véu é um aberração liberdade. Haverá, certamente, mulheres maltratadas e oprimidas através da Burka, mas a verdade é que há também uma maioria que, criada desde a infância com a Burka, se sente despida e impura com a Burka - talvez não esteja correcto, mas se é a sua vontade e a maneira como se sentem, quem somos nós para regular dizendo-lhes que não se podem sentir assim?

2 coisas:

Falando de sentir (e não tendo com base origens, visto que só de uma parte se conhecem), se alguém regular que não se podem sentir atraídos por pessoas do mesmo sexo - ou melhor, que não o podem manifestar exteriormente - que diriam vocês? DISCRIMINAÇÃO! Trata-se do mesmo. No caso em que, de livre vontade as mulheres usam a Burka, que legitimidade temos de as proibir? Admito que a minha argumentação seja falílvel, mas agradeço que me expliquem sem entrarem em contradição com o que disse acima ;)

Outra coisa, e cito uma coisa que é muito querida a muitos LGBT's portugueses:

Responder
Artigo 13.º
Princípio da igualdade

1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei.

2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.

via Parlamento.pt (http://www.parlamento.pt/Legislacao/Paginas/ConstituicaoRepublicaPortuguesa.aspx)

Para bom entendedor...
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: _Margot_ em 27.abr.2010, 10:07:29
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: zigo em 27.abr.2010, 11:40:23
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.


Concordo  >:(
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Atzecs em 27.abr.2010, 11:46:34
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

E eu mantenho o meu: erradicar algo que dá conforto ao ser humano sem prejudicar os outros é aberrante à liberdade.

Concordemos em discordar :)

(nota que não discordo que se controle a obrigatoriedade do uso da Burka, também ela um atentado à liberdade...)
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Symphonic em 27.abr.2010, 13:22:43
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Se a mulher que a usa a quiser continuar a usar, és tu que lhe vais tirar a burka dizendo que sabes o que é melhor para ela?

As pessoas têm o direito a fazer as suas próprias escolhas, sempre que não interfiram com os outros, quer tu concordes com a sua ideologia ou não.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Agamemnon em 27.abr.2010, 16:34:43
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Todos nós fomos educados a muita coisa. Fomos educados que monogamia é que é. Fomos educados que não andamos nus na rua. Fomos educados que dois rapazes não podem ir à casa de banho juntos.

Se não gostas das burkas e sua simbologia, vai conversar com as mulheres que as usam e procura persuadi-las da tua opinião. Pode ser que consigas mudar algumas mentalidades. Pode ser que a tua mude. Agora dizer-lhes que elas não podem vestir-se à sua maneira porque a tua cultura condena a simbologia por detrás da vestimenta, desculpa mas é violação da dignidade delas.

És bem intencionada e eu partilho da tua opinião estética. Mas não posso de todo concordar contigo quanto ao uso da força.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: _Margot_ em 28.abr.2010, 06:05:59
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

E eu mantenho o meu: erradicar algo que dá conforto ao ser humano sem prejudicar os outros é aberrante à liberdade.

Concordemos em discordar :)

(nota que não discordo que se controle a obrigatoriedade do uso da Burka, também ela um atentado à liberdade...)
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Se a mulher que a usa a quiser continuar a usar, és tu que lhe vais tirar a burka dizendo que sabes o que é melhor para ela?

As pessoas têm o direito a fazer as suas próprias escolhas, sempre que não interfiram com os outros, quer tu concordes com a sua ideologia ou não.
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Todos nós fomos educados a muita coisa. Fomos educados que monogamia é que é. Fomos educados que não andamos nus na rua. Fomos educados que dois rapazes não podem ir à casa de banho juntos.

Se não gostas das burkas e sua simbologia, vai conversar com as mulheres que as usam e procura persuadi-las da tua opinião. Pode ser que consigas mudar algumas mentalidades. Pode ser que a tua mude. Agora dizer-lhes que elas não podem vestir-se à sua maneira porque a tua cultura condena a simbologia por detrás da vestimenta, desculpa mas é violação da dignidade delas.

És bem intencionada e eu partilho da tua opinião estética. Mas não posso de todo concordar contigo quanto ao uso da força.
Mas a monogamia não prejudica a saúde a ninguém! Nem andarmos vestidos, nem dois rapazes não irem juntos à casa de banho. O meu problema com a burka não é puramente estético como também funcional. Não digo para deixarem de usar burka e andarem todas de mini-saia e top com o umbigo à mostra, mas existem alternativas que pelo menos deixam os olhos a descoberto. Havia de ver se fossem voces a ter o corpo todo tapado e a espreitar por um bocado de renda! Acho impossível conversar com elas e fazê-las mudar de ideias, possivelmente serão mais machistas que o Zezé Camarinha e acham que não podem mostrar o corpo porque lhes foi transmitido a vida toda que são impuras sendo mulheres. Falamos de uma multa de 30€, não de prisão efectiva. Tem de ser feita alguma coisa e tem de começar nos países "civilizados", senão daqui a 100 anos as netas dessa mulher ainda vão andar de burka.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Agamemnon em 28.abr.2010, 09:24:02
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

E eu mantenho o meu: erradicar algo que dá conforto ao ser humano sem prejudicar os outros é aberrante à liberdade.

Concordemos em discordar :)

(nota que não discordo que se controle a obrigatoriedade do uso da Burka, também ela um atentado à liberdade...)
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Se a mulher que a usa a quiser continuar a usar, és tu que lhe vais tirar a burka dizendo que sabes o que é melhor para ela?

As pessoas têm o direito a fazer as suas próprias escolhas, sempre que não interfiram com os outros, quer tu concordes com a sua ideologia ou não.
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Todos nós fomos educados a muita coisa. Fomos educados que monogamia é que é. Fomos educados que não andamos nus na rua. Fomos educados que dois rapazes não podem ir à casa de banho juntos.

Se não gostas das burkas e sua simbologia, vai conversar com as mulheres que as usam e procura persuadi-las da tua opinião. Pode ser que consigas mudar algumas mentalidades. Pode ser que a tua mude. Agora dizer-lhes que elas não podem vestir-se à sua maneira porque a tua cultura condena a simbologia por detrás da vestimenta, desculpa mas é violação da dignidade delas.

És bem intencionada e eu partilho da tua opinião estética. Mas não posso de todo concordar contigo quanto ao uso da força.
Mas a monogamia não prejudica a saúde a ninguém! Nem andarmos vestidos, nem dois rapazes não irem juntos à casa de banho. O meu problema com a burka não é puramente estético como também funcional. Não digo para deixarem de usar burka e andarem todas de mini-saia e top com o umbigo à mostra, mas existem alternativas que pelo menos deixam os olhos a descoberto. Havia de ver se fossem voces a ter o corpo todo tapado e a espreitar por um bocado de renda! Acho impossível conversar com elas e fazê-las mudar de ideias, possivelmente serão mais machistas que o Zezé Camarinha e acham que não podem mostrar o corpo porque lhes foi transmitido a vida toda que são impuras sendo mulheres. Falamos de uma multa de 30€, não de prisão efectiva. Tem de ser feita alguma coisa e tem de começar nos países "civilizados", senão daqui a 100 anos as netas dessa mulher ainda vão andar de burka.

E se andarem? É a cultura delas... Eu não gosto, tu não gostas. Tu chamas-lhes machistas, elas chamam-me sodomita! E agora? ;)
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: _Margot_ em 28.abr.2010, 10:01:50
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

E eu mantenho o meu: erradicar algo que dá conforto ao ser humano sem prejudicar os outros é aberrante à liberdade.

Concordemos em discordar :)

(nota que não discordo que se controle a obrigatoriedade do uso da Burka, também ela um atentado à liberdade...)
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Se a mulher que a usa a quiser continuar a usar, és tu que lhe vais tirar a burka dizendo que sabes o que é melhor para ela?

As pessoas têm o direito a fazer as suas próprias escolhas, sempre que não interfiram com os outros, quer tu concordes com a sua ideologia ou não.
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Todos nós fomos educados a muita coisa. Fomos educados que monogamia é que é. Fomos educados que não andamos nus na rua. Fomos educados que dois rapazes não podem ir à casa de banho juntos.

Se não gostas das burkas e sua simbologia, vai conversar com as mulheres que as usam e procura persuadi-las da tua opinião. Pode ser que consigas mudar algumas mentalidades. Pode ser que a tua mude. Agora dizer-lhes que elas não podem vestir-se à sua maneira porque a tua cultura condena a simbologia por detrás da vestimenta, desculpa mas é violação da dignidade delas.

És bem intencionada e eu partilho da tua opinião estética. Mas não posso de todo concordar contigo quanto ao uso da força.
Mas a monogamia não prejudica a saúde a ninguém! Nem andarmos vestidos, nem dois rapazes não irem juntos à casa de banho. O meu problema com a burka não é puramente estético como também funcional. Não digo para deixarem de usar burka e andarem todas de mini-saia e top com o umbigo à mostra, mas existem alternativas que pelo menos deixam os olhos a descoberto. Havia de ver se fossem voces a ter o corpo todo tapado e a espreitar por um bocado de renda! Acho impossível conversar com elas e fazê-las mudar de ideias, possivelmente serão mais machistas que o Zezé Camarinha e acham que não podem mostrar o corpo porque lhes foi transmitido a vida toda que são impuras sendo mulheres. Falamos de uma multa de 30€, não de prisão efectiva. Tem de ser feita alguma coisa e tem de começar nos países "civilizados", senão daqui a 100 anos as netas dessa mulher ainda vão andar de burka.

E se andarem? É a cultura delas... Eu não gosto, tu não gostas. Tu chamas-lhes machistas, elas chamam-me sodomita! E agora? ;)

Agora vamos passar multa às mulherezinhas e tu vais para uma arena ser apedrejado. :P
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Agamemnon em 28.abr.2010, 10:02:37
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

E eu mantenho o meu: erradicar algo que dá conforto ao ser humano sem prejudicar os outros é aberrante à liberdade.

Concordemos em discordar :)

(nota que não discordo que se controle a obrigatoriedade do uso da Burka, também ela um atentado à liberdade...)
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Se a mulher que a usa a quiser continuar a usar, és tu que lhe vais tirar a burka dizendo que sabes o que é melhor para ela?

As pessoas têm o direito a fazer as suas próprias escolhas, sempre que não interfiram com os outros, quer tu concordes com a sua ideologia ou não.
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Todos nós fomos educados a muita coisa. Fomos educados que monogamia é que é. Fomos educados que não andamos nus na rua. Fomos educados que dois rapazes não podem ir à casa de banho juntos.

Se não gostas das burkas e sua simbologia, vai conversar com as mulheres que as usam e procura persuadi-las da tua opinião. Pode ser que consigas mudar algumas mentalidades. Pode ser que a tua mude. Agora dizer-lhes que elas não podem vestir-se à sua maneira porque a tua cultura condena a simbologia por detrás da vestimenta, desculpa mas é violação da dignidade delas.

És bem intencionada e eu partilho da tua opinião estética. Mas não posso de todo concordar contigo quanto ao uso da força.
Mas a monogamia não prejudica a saúde a ninguém! Nem andarmos vestidos, nem dois rapazes não irem juntos à casa de banho. O meu problema com a burka não é puramente estético como também funcional. Não digo para deixarem de usar burka e andarem todas de mini-saia e top com o umbigo à mostra, mas existem alternativas que pelo menos deixam os olhos a descoberto. Havia de ver se fossem voces a ter o corpo todo tapado e a espreitar por um bocado de renda! Acho impossível conversar com elas e fazê-las mudar de ideias, possivelmente serão mais machistas que o Zezé Camarinha e acham que não podem mostrar o corpo porque lhes foi transmitido a vida toda que são impuras sendo mulheres. Falamos de uma multa de 30€, não de prisão efectiva. Tem de ser feita alguma coisa e tem de começar nos países "civilizados", senão daqui a 100 anos as netas dessa mulher ainda vão andar de burka.

E se andarem? É a cultura delas... Eu não gosto, tu não gostas. Tu chamas-lhes machistas, elas chamam-me sodomita! E agora? ;)

Agora vamos passar multa às mulherezinhas e tu vais para uma arena ser apedrejado. :P

 lol Loucura. :devil
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Diva em 28.abr.2010, 11:29:07
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

E eu mantenho o meu: erradicar algo que dá conforto ao ser humano sem prejudicar os outros é aberrante à liberdade.

Concordemos em discordar :)

(nota que não discordo que se controle a obrigatoriedade do uso da Burka, também ela um atentado à liberdade...)
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Se a mulher que a usa a quiser continuar a usar, és tu que lhe vais tirar a burka dizendo que sabes o que é melhor para ela?

As pessoas têm o direito a fazer as suas próprias escolhas, sempre que não interfiram com os outros, quer tu concordes com a sua ideologia ou não.
As mulheres que usam burka e foram educadas e usar burka desde pequenas, foram educadas por uma sociedade extremista e machista. A religião é uma desculpa. É a mesma história que dizer que a culpa do pecado orginal na religião cristã é das mulheres, elas são educadas a andar completamente todas cobertas como se fossem uns fantasmas porque se alguém lhes vir os pulsos, elas são as culpadas de enlouquecer os homens! Isto é machismo PURO e lavagem cerebral.
Se uma mulheres não se sente bem na rua de outra forma, existem outras "vestimentas" que pelo menos permitem ter um ângulo de visão.

Mantenho o meu ponto de vista. O uso da burka é um autêntico atentado aos direitos humanos e deve ser erradicado.

Todos nós fomos educados a muita coisa. Fomos educados que monogamia é que é. Fomos educados que não andamos nus na rua. Fomos educados que dois rapazes não podem ir à casa de banho juntos.

Se não gostas das burkas e sua simbologia, vai conversar com as mulheres que as usam e procura persuadi-las da tua opinião. Pode ser que consigas mudar algumas mentalidades. Pode ser que a tua mude. Agora dizer-lhes que elas não podem vestir-se à sua maneira porque a tua cultura condena a simbologia por detrás da vestimenta, desculpa mas é violação da dignidade delas.

És bem intencionada e eu partilho da tua opinião estética. Mas não posso de todo concordar contigo quanto ao uso da força.
Mas a monogamia não prejudica a saúde a ninguém! Nem andarmos vestidos, nem dois rapazes não irem juntos à casa de banho. O meu problema com a burka não é puramente estético como também funcional. Não digo para deixarem de usar burka e andarem todas de mini-saia e top com o umbigo à mostra, mas existem alternativas que pelo menos deixam os olhos a descoberto. Havia de ver se fossem voces a ter o corpo todo tapado e a espreitar por um bocado de renda! Acho impossível conversar com elas e fazê-las mudar de ideias, possivelmente serão mais machistas que o Zezé Camarinha e acham que não podem mostrar o corpo porque lhes foi transmitido a vida toda que são impuras sendo mulheres. Falamos de uma multa de 30€, não de prisão efectiva. Tem de ser feita alguma coisa e tem de começar nos países "civilizados", senão daqui a 100 anos as netas dessa mulher ainda vão andar de burka.

Compreendo o teu ponto de vista... Nem sempre as tradições sejam elas religiosas ou apenas culturais e sociais, têm obrigatoriamente de trazer beneficios às pessoas que as exercem...

É necessário que as tradições evoluam com o passar dos séculos e são realmente os ditos paises "civilizados" que devem tomar a iniciativa.

Não nos podemos esquecer que na maior parte das vezes a religião socializa os individuos da forma como é mais útil para si, tornando-os individuos mecanicos (hipnotizados). Elas realmente poderão defender que é o melhor para elas, mas porque muito possivelmente nunca lhes foi oferecido experimentar a outra parte da realidade (neste caso não usar a burka) sem censura, sem tabú e sem discriminação moral...

Somente no dia que elas o puderem fazer com as condições acima referidas é que elas poderão realmente escolher e decidir o que será melhor...
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: τοRoyalSizeΚΞ em 28.abr.2010, 14:53:21
Compreendo o teu ponto de vista... Nem sempre as tradições sejam elas religiosas ou apenas culturais e sociais, têm obrigatoriamente de trazer beneficios às pessoas que as exercem...

É necessário que as tradições evoluam com o passar dos séculos e são realmente os ditos paises "civilizados" que devem tomar a iniciativa.

Não nos podemos esquecer que na maior parte das vezes a religião socializa os individuos da forma como é mais útil para si, tornando-os individuos mecanicos (hipnotizados). Elas realmente poderão defender que é o melhor para elas, mas porque muito possivelmente nunca lhes foi oferecido experimentar a outra parte da realidade (neste caso não usar a burka) sem censura, sem tabú e sem discriminação moral...

Somente no dia que elas o puderem fazer com as condições acima referidas é que elas poderão realmente escolher e decidir o que será melhor...

Estive a ler esta discussão e creio que a minha opinião inclina-se mais para a da Diva também.

Compreendo que as pessoas devam usar e fazer aquilo que bem entenderem se não estiverem a pôr em causa a liberdade dos outros, mas o uso da burka (o véu integral) parece-me um atentado à dignidade humana, à dignidade da mulher. E como a Diva diz, talvez nunca lhes tenha sido dada a hipótese de conhecerem uma realidade distinta, talvez venham a gostar da mesma, talvez façam um favor a gerações futuras. É que enquanto houver obrigatoriedade no uso da mesma legitimiza-se essa indignidade.

Como distinguir uma mulher que livremente usa uma burka de uma mulher que é obrigada a usá-la? Não sei.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Atzecs em 28.abr.2010, 15:41:56
Compreendo o teu ponto de vista... Nem sempre as tradições sejam elas religiosas ou apenas culturais e sociais, têm obrigatoriamente de trazer beneficios às pessoas que as exercem...

É necessário que as tradições evoluam com o passar dos séculos e são realmente os ditos paises "civilizados" que devem tomar a iniciativa.

Não nos podemos esquecer que na maior parte das vezes a religião socializa os individuos da forma como é mais útil para si, tornando-os individuos mecanicos (hipnotizados). Elas realmente poderão defender que é o melhor para elas, mas porque muito possivelmente nunca lhes foi oferecido experimentar a outra parte da realidade (neste caso não usar a burka) sem censura, sem tabú e sem discriminação moral...

Somente no dia que elas o puderem fazer com as condições acima referidas é que elas poderão realmente escolher e decidir o que será melhor...

Estive a ler esta discussão e creio que a minha opinião inclina-se mais para a da Diva também.

Compreendo que as pessoas devam usar e fazer aquilo que bem entenderem se não estiverem a pôr em causa a liberdade dos outros, mas o uso da burka (o véu integral) parece-me um atentado à dignidade humana, à dignidade da mulher. E como a Diva diz, talvez nunca lhes tenha sido dada a hipótese de conhecerem uma realidade distinta, talvez venham a gostar da mesma, talvez façam um favor a gerações futuras. É que enquanto houver obrigatoriedade no uso da mesma legitimiza-se essa indignidade.

Como distinguir uma mulher que livremente usa uma burka de uma mulher que é obrigada a usá-la? Não sei.

Proteges as que são obrigadas e não querem.

Já agora: Em grande parte dos países em que a Burka é mandatória, em casa (indoors) elas utilizam roupa normal... Portanto elas conhecem a outra realidade.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Fetch! em 28.abr.2010, 16:59:05
Proteges as que são obrigadas e não querem.

Já agora: Em grande parte dos países em que a Burka é mandatória, em casa (indoors) elas utilizam roupa normal... Portanto elas conhecem a outra realidade.

Isso não é conhecer a outra realidade; a burka não é apenas uma peça de vestuário que se tira e se põe, é uma forma de opressão que não é mencionada sequer no Corão. A condição deplorável das mulheres nos países islâmicos em que é obrigatória vai além da burka; é apenas a forma mais visível desta. E naturalmente existirão mulheres que a usam porque querem; também existiram pretos que lutaram pelo Sul na Guerra Civil americana, mulheres que se opuseram ao voto feminino and so on... Sou contra o uso da burka mas acho um atentado à liberdade individual proibi-la.

(http://1.bp.blogspot.com/_Nvqzpq9ZfEg/SbkLa4_ecSI/AAAAAAAADks/RdvfNGaNPwY/s400/burka+prison.bmp)

Deixo aqui um texto de opinião publicado originalmente no NY Times, centrando-se na discussão que se vivida/vive em França relativamente a esta lei. Não concordo com tudo o que vem aqui escrito, mas levanta alguns pontos importantes;

Somar o insulto ao agravo
por Bernard Henri-Lévy, Publicado em 24 de Fevereiro de 2010  

Porque apoio a proibição das burcas. A burca não é um traje, é um ultraje. Transmite uma mensagem clara de subjugação, subserviência e de aniquilação das mulheres

Há quem diga: "A burca é um vestido ou, quando muito, um fato. Não vamos agora criar leis sobre vestuário." Errado: a burca não é um traje. É um ultraje. É uma mensagem que transmite claramente subjugação, subserviência e, em última instância, a aniquilação das mulheres.

Outros dizem: "Talvez seja subjugação, mas são usadas com o consentimento de quem as enverga. Não são maridos maliciosos, pais abusadores ou tiranos locais que obrigam as mulheres a usá--las." Isso é tudo muito bonito, mas essa teoria da servidão voluntária nunca colheu como argumento. Um escravo feliz nunca justificou a infâmia essencial, fundamental e ontológica da escravatura. Dos estóicos ao pensador Élisée Reclus, do século xix, de Schoelcher a Lamartine e a Toc-queville, os que rejeitaram a escravatura proporcionaram-nos toda a espécie de argumentos contra a injúria adicional que consiste em transformar as vítimas em autoras da própria desgraça.

Outros ainda invocam a liberdade religiosa e de consciência, a liberdade de cada um de praticar a religião da sua escolha; como pode alguém proibir os fiéis de venerarem Deus segundo as regras enunciadas nos seus livros sagrados? Mais um sofisma, dado que - e nunca é de mais repeti-lo - usar a burca não corresponde a qualquer preceito do Alcorão. Do mesmo modo, não há qualquer versículo ou texto sunita que obrigue as mulheres a viverem aprisionadas numa armadura e arame e tecido até aos pés. Nenhum estudioso religioso ignora que o Alcorão não considera que mostrar o rosto revela mais nudez que mostrar as mãos. Para não falar dos que dizem alto e bom som às suas congregações, como fez recentemente Hassan Chalghoumi, o corajoso imã de Drancy, que vestir o traje completo é absolutamente anti-islâmico.

Alguns dizem: "Não confundamos as coisas! Tenham cuidado. Chamar a atenção para a burca pode fomentar a islamofobia, em si mesma já uma forma de racismo. Fechámos a porta a esse racismo, evitando que se infiltrasse no debate sobre a identidade nacional francesa. Agora vamos deixá--lo entrar pela janela durante o debate sobre a burca?" Ainda outro sofisma, incansável mas absurdo, dado que uma coisa não tem nada que ver com a outra. Nunca é de mais repetir que islamofobia não é, obviamente, racismo. Pessoalmente, não sou islamofóbico: preocupo-me demasiado com assuntos espirituais e com o diálogo entre crentes para sentir hostilidade a qualquer religião. No entanto, o direito de as criticar livremente, de troçar dos seus dogmas ou crenças, de ser descrente, de blasfemar ou cometer apostasia faz parte do grupo dos que adquirimos por um preço demasiado alto para permitirmos que os "terroristas do pensamento" os anulem ou abalem. Aqui não se trata da burca; trata-se de Voltaire. O que está em jogo é o iluminismo de antanho e a modernidade de hoje, bem como a herança de ambos, que não são menos sagrados que os três monoteísmos. Nesta frente, um passo atrás, um único que fosse, equivaleria a pactuar com o obscurantismo e o fanatismo, o ódio e a violência.

Por fim, quando alguém diz: "Mas afinal de que estamos aqui a falar? Porquê todo este alvoroço por uns poucos milhares, talvez mesmo umas poucas centenas de burcas que existem em todo o território francês? Porquê promulgar uma lei?" Actualmente é esse o argumento preferido e, para alguns, o mais convincente. No entanto, é tão especioso como todos os outros, porque das duas uma: trata-se apenas de um jogo - um atavio, uma máscara, se se quiser - e, nesse caso, a tolerância seria a resposta adequada; ou então estamos a falar de uma ofensa às mulheres, de um golpe na sua dignidade e de um ataque frontal contra a lei fundamental republicana - também conquistada a duras penas - da igualdade entre os sexos. Nesse caso, é uma questão de princípio. E quando se trata de princípios o número de casos é despiciendo. Supondo que pomos em questão as leis de 1881 (que definem as liberdades fundamentais dos franceses: de imprensa e de expressão), sob o pretexto de que se têm tornado raros os ataques à liberdade da imprensa? E, considerando o declínio dos casos de ataques racistas e anti-semitas, que pensaríamos de alguém que propusesse a abolição ou mesmo a anulação da actual legislação aplicável? Se a burca é realmente, como afirmo, uma afronta às mulheres e à sua luta secular pela igualdade de direitos, também é um insulto às mulheres que, no momento em que escrevo estas palavras, se estão a manifestar no Irão, de cara destapada, contra um regime de assassinos que reclamam o xador como um dos seus símbolos. Esse símbolo iria dividir a humanidade entre os que celebram a glória do corpo e do rosto e aqueles para quem o corpo e a face são um ultraje, um escândalo, uma coisa suja a esconder ou neutralizar. E é por isso que, mesmo que só haja uma mulher em França que entre num hospital ou na câmara municipal encerrada numa burca, ela deve ser libertada.

Por todos estes motivos, sou a favor de uma lei que declare clara e abertamente que usar uma burca em público é um acto anti-republicano.

Filósofo e escritor.

Exclusivo i/The New York Times


http://www.ionline.pt/conteudo/48150-somar-o-insulto-ao-agravo (http://www.ionline.pt/conteudo/48150-somar-o-insulto-ao-agravo)
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Agamemnon em 28.abr.2010, 18:39:12
Sou contra o uso da burka mas acho um atentado à liberdade individual proibi-la.

No fundo o que eu defendi e que creio que o Aztecs também, numa frase. :)
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Fetch! em 28.abr.2010, 19:19:29
Sou contra o uso da burka mas acho um atentado à liberdade individual proibi-la.

No fundo o que eu defendi e que creio que o Aztecs também, numa frase. :)

Sim, mas com diferenças substanciais; eu não acho que se possa defender qualquer dignidade no uso da burka, pelo contrário, e também não considero a liberdade individual um direito absoluto. Se quiseres andar nu em público podes ir viver com uma tribo algures em África, na nossa sociedade não to é permitido. Existem sempre limites/imposições sociais/consensos e não há qualquer princípio que impeça a sua discussão num sentido ou noutro.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Atzecs em 28.abr.2010, 19:35:49
Sim, mas com diferenças substanciais; eu não acho que se possa defender qualquer dignidade no uso da burka, pelo contrário, e também não considero a liberdade individual um direito absoluto. Se quiseres andar nu em público podes ir viver com uma tribo algures em África, na nossa sociedade não to é permitido. Existem sempre limites/imposições sociais/consensos e não há qualquer princípio que impeça a sua discussão num sentido ou noutro.

Esse argumento é basicamente o mesmo que comparar o casamento homossexual a relações poliamorosas.

O andar nú em público ser proibido é fácil de explicar: a nudez, segundo o senso comum ocidental, envergonha e incomoda. É algo íntimo. E, como tal, deve ser mantida para esses locais de intimidade. Além disso, por quebrar a norma, incomoda a generalidade das pessoas, atenta ao conceito de pudor. São situações incomparáveis. A não ser, claro, que cries o conceito de excesso de pudor  lol lol

Pessoalmente não me faz especial pó a nudez de outros... Se fosse por mim, não seria proibido.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: Fetch! em 28.abr.2010, 19:38:35
Sim, mas com diferenças substanciais; eu não acho que se possa defender qualquer dignidade no uso da burka, pelo contrário, e também não considero a liberdade individual um direito absoluto. Se quiseres andar nu em público podes ir viver com uma tribo algures em África, na nossa sociedade não to é permitido. Existem sempre limites/imposições sociais/consensos e não há qualquer princípio que impeça a sua discussão num sentido ou noutro.

Esse argumento é basicamente o mesmo que comparar o casamento homossexual a relações poliamorosas.

O andar nú em público ser proibido é fácil de explicar: a nudez, segundo o senso comum ocidental, envergonha e incomoda. É algo íntimo. E, como tal, deve ser mantida para esses locais de intimidade. Além disso, por quebrar a norma, incomoda a generalidade das pessoas, atenta ao conceito de pudor. São situações incomparáveis. A não ser, claro, que cries o conceito de excesso de pudor  lol lol

Pessoalmente não me faz especial pó a nudez de outros... Se fosse por mim, não seria proibido.

Não foi uma comparação... de todo. :P Na porção a sublinhado não me referia sequer à burka. Apenas para indicar que a liberdade individual não é um direito absoluto, tem entraves. A burka ofende-me mais que a nudez; é algo de subjectivo. Noutras sociedades, a definição do que é íntimo, o que é pudor varia. A obrigação do uso da burka é algo impensável na nossa sociedade, o rosto descoberto de uma mulher na rua não é considerado ofensivo. Agora, também não acho que existam motivos para ser proibida, por mais que seja contra o seu uso.
Título: Re: Notícias LGBT
Enviado por: _Margot_ em 29.abr.2010, 00:20:18
Mas não se trata de impor que se vistam como nós. Existem outros tipo de vestimenta que permitem ter um campo de visão.

Além disso, é uma questão de princípio. Podemos ser todos contra a mutilação genital feminina (e por favor, não me caiam em cima por fazer a comparação, tenho plena noção da diferença) mas, se não fizermos nada para a criminalizar, irá predurar até ao fim dos tempos.
Título: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 24.mai.2010, 17:54:21
Um tópico para aquelas notícias que não são LGBT e para que não há um tópico específico.

Deixo já uma.

Two boys become youngest convicted of attempted rape

Two boys aged 10 and 11 have been found guilty of the attempted rape of an eight-year-old girl, becoming the youngest ever convicted of the offence.

An Old Bailey jury found them not guilty on two charges each of raping the girl in Hayes, west London, in October last year.

But the jury later convicted the boys on two charges each of attempted rape by majorities of 10 to two.

The boys, who sat with their mothers in court, had denied all the charges.

The prosecution alleged the boys took the girl to different locations, including a field, to assault her.

The case has raised questions over the treatment of children in the court system.

Barristers for the boys, among the youngest to be prosecuted for rape, said they were only being naughty and playing a game like doctors and nurses.

During the trial, the judge questioned the use of child witnesses, after the girl changed her evidence under questioning and said that she had not actually been raped.

"I don't think anyone who has sat through this trial would think for a moment that the system that we employ is ideal," said Mr Justice Saunders.

NSPCC lawyer Barbara Esam said: "Research has shown that many young witnesses don't understand the questions they are asked under cross-examination so we believe a pre-recorded interview - with the help of an intermediary in appropriate cases - to be a much better option.

"Sadly, we still have a way to go to make sure courts work in the best way for children - both defendants and witnesses - who will be frightened and need support all the way through the judicial process if they are going to give their best evidence."

Michele Elliott, director of children's charity Kidscape, said the way the case had been dealt with was "absolutely wrong".

She said: "Obviously if these boys did something they need help. Their young age and the young age of their victim makes it absurd that this took place in an adversarial court situation.

"I think it reflects horribly on our whole system, that a case like this with children should be tried in this way.

"I'm kind of shocked by it because we pride ourselves on being a child-friendly society and this is not protecting anyone - not the victim or the boys.

Ms Elliott said the only good that might come out of the case would be "if these boys are put into a treatment programme and helped and the girl isn't totally traumatised by it".

She added: "It should have been held in camera with no publicity at all. The whole thing is horrific, all the way along."

One defence lawyer in the case said during the trial that the boys had only been playing games.

Linda Strudwick told jurors: "What this case is about is not a serious crime. It is about children. There is a game called 'You show me yours and I will show you mine'.

"Maybe it went too far, maybe it went to touching, maybe they were doing something they had seen on television, maybe they were playing that age-old game, doctors and nurses.

"They are kids. If (her client) had been a few months younger, he could not have been charged."

As the guilty verdicts were returned, one of the boys turned to look at his mother but she showed no reaction.

The other boy did not react. His mother, also sitting next to him, looked intently at the jury.

Both were bailed pending reports which will take eight weeks to prepare, and filed out of the court by a side door with their mothers.

The judge told jurors: "It was an extremely difficult case. No doubt it was traumatic for you to some extent as well to hear this case."

Turning to the defendants, he said: "There is little I can say which would make either parents or boys feel better but the welfare and best interests of the children have a high priority in any sentencing procedure."

The judge said he could not give any indication about sentence at this stage without seeing the reports.

Both boys were ordered to register as sex offenders.

But the judge said: "I am not quite sure how it applies to children of this age."

He added: "These cases are not easy. Fortunately, they are infrequent."

The judge invited those involved in the case to make observations about how it had been conducted.

He said: "I will at some stage be sending my views about the procedure to those who are most concerned with it.

"That is not to indicate that there is anything wrong, but we should do everything we can to improve how we deal with these things by looking at the lessons that we can learn."

http://www.telegraph.co.uk/news/uknews/crime/7759958/Two-boys-become-youngest-convicted-of-attempted-rape.html (http://www.telegraph.co.uk/news/uknews/crime/7759958/Two-boys-become-youngest-convicted-of-attempted-rape.html)


Notícia absolutamente chocante. Pure male-bashing. >:(
Título: Re: Notícias
Enviado por: Poison em 24.mai.2010, 20:55:05
Toureiro sobrevive a cornada que lhe saiu pela boca


O toureiro espanhol Julio Aparicio foi gravemente ferido ontem, sexta-feira, na praça de touros de Las Ventas, em Madrid, com uma cornada que entrou pelo pescoço e saiu pela boca.

Aparicio foi já operado pela segunda vez, hoje, sábado, no hospital 12 de Octubre, na capital espanhola, depois de ter passado por uma cirurgia de urgência na enfermaria da praça de touros.

 

A primeira operação durou pouco mais de uma hora e foi realizada para preparar o toureiro para a segunda intervenção cirúrgica, informaram familiares do ferido à Imprensa espanhola.

Já no hospital, Aparicio foi submetido a radiografias para descartar possíveis lesões na base do crânio, com o temor de que os ferimentos pudessem ser mais graves.

Por volta das 23.30 horas locais (menos uma hora em Portugal), o toureiro entrou no bloco operatório e, segundo os médicos, calcula-se que a segunda cirurgia ainda dure de quatro a cinco horas, devido à sua complexidade, já que será preciso reconstruir muitos ossos da sua face.

Apesar da gravidade dos ferimentos, seu estado de saúde é estável, segundo o médico responsável pela primeira operação, Máximo García Padrós.

JN

Vi as imagens e... :o :-X
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 24.mai.2010, 21:11:49
Toureiro sobrevive a cornada que lhe saiu pela boca


O toureiro espanhol Julio Aparicio foi gravemente ferido ontem, sexta-feira, na praça de touros de Las Ventas, em Madrid, com uma cornada que entrou pelo pescoço e saiu pela boca.

Aparicio foi já operado pela segunda vez, hoje, sábado, no hospital 12 de Octubre, na capital espanhola, depois de ter passado por uma cirurgia de urgência na enfermaria da praça de touros.

 

A primeira operação durou pouco mais de uma hora e foi realizada para preparar o toureiro para a segunda intervenção cirúrgica, informaram familiares do ferido à Imprensa espanhola.

Já no hospital, Aparicio foi submetido a radiografias para descartar possíveis lesões na base do crânio, com o temor de que os ferimentos pudessem ser mais graves.

Por volta das 23.30 horas locais (menos uma hora em Portugal), o toureiro entrou no bloco operatório e, segundo os médicos, calcula-se que a segunda cirurgia ainda dure de quatro a cinco horas, devido à sua complexidade, já que será preciso reconstruir muitos ossos da sua face.

Apesar da gravidade dos ferimentos, seu estado de saúde é estável, segundo o médico responsável pela primeira operação, Máximo García Padrós.

JN

Vi as imagens e... :o :-X


Tipo esta:

http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/spain/7753416/Matador-in-hospital-after-horrific-goring.html (http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/europe/spain/7753416/Matador-in-hospital-after-horrific-goring.html) ?
Título: Re: Notícias
Enviado por: year_7 em 24.mai.2010, 22:51:03
Toureiro sobrevive a cornada que lhe saiu pela boca


O toureiro espanhol Julio Aparicio foi gravemente ferido ontem, sexta-feira, na praça de touros de Las Ventas, em Madrid, com uma cornada que entrou pelo pescoço e saiu pela boca.

Aparicio foi já operado pela segunda vez, hoje, sábado, no hospital 12 de Octubre, na capital espanhola, depois de ter passado por uma cirurgia de urgência na enfermaria da praça de touros.

 

A primeira operação durou pouco mais de uma hora e foi realizada para preparar o toureiro para a segunda intervenção cirúrgica, informaram familiares do ferido à Imprensa espanhola.

Já no hospital, Aparicio foi submetido a radiografias para descartar possíveis lesões na base do crânio, com o temor de que os ferimentos pudessem ser mais graves.

Por volta das 23.30 horas locais (menos uma hora em Portugal), o toureiro entrou no bloco operatório e, segundo os médicos, calcula-se que a segunda cirurgia ainda dure de quatro a cinco horas, devido à sua complexidade, já que será preciso reconstruir muitos ossos da sua face.

Apesar da gravidade dos ferimentos, seu estado de saúde é estável, segundo o médico responsável pela primeira operação, Máximo García Padrós.

JN

Vi as imagens e... :o :-X



O meu prof trouxe essa imagem...e tivemos a analisar as estruturas anatomicas que o corno perfurou. LOL

Prof Vieira Amandio sempre no auge!!!
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 24.mai.2010, 23:00:48
Toureiro sobrevive a cornada que lhe saiu pela boca


O toureiro espanhol Julio Aparicio foi gravemente ferido ontem, sexta-feira, na praça de touros de Las Ventas, em Madrid, com uma cornada que entrou pelo pescoço e saiu pela boca.

Aparicio foi já operado pela segunda vez, hoje, sábado, no hospital 12 de Octubre, na capital espanhola, depois de ter passado por uma cirurgia de urgência na enfermaria da praça de touros.

 

A primeira operação durou pouco mais de uma hora e foi realizada para preparar o toureiro para a segunda intervenção cirúrgica, informaram familiares do ferido à Imprensa espanhola.

Já no hospital, Aparicio foi submetido a radiografias para descartar possíveis lesões na base do crânio, com o temor de que os ferimentos pudessem ser mais graves.

Por volta das 23.30 horas locais (menos uma hora em Portugal), o toureiro entrou no bloco operatório e, segundo os médicos, calcula-se que a segunda cirurgia ainda dure de quatro a cinco horas, devido à sua complexidade, já que será preciso reconstruir muitos ossos da sua face.

Apesar da gravidade dos ferimentos, seu estado de saúde é estável, segundo o médico responsável pela primeira operação, Máximo García Padrós.

JN

Vi as imagens e... :o :-X



O meu prof trouxe essa imagem...e tivemos a analisar as estruturas anatomicas que o corno perfurou. LOL

Prof Vieira Amandio sempre no auge!!!

Deixa-me adivinhar: traqueia e esófago foram decerto afectados. Língua, dentes e glândulas salivares também. Amigdalas não devem ter sido feridas e pénis deve ter mirrado até ficar do tamanho de uma noz. ::)
Título: Re: Notícias
Enviado por: _tiago_ em 24.mai.2010, 23:03:45
O cantor Beto morreu de insuficiência cardio-respiratória.  :( Descansa em Paz
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 24.mai.2010, 23:06:03
O cantor Beto morreu de insuficiência cardio-respiratória.  :( Descansa em Paz

Ouvi dizer que fora de Avc?
Título: Re: Notícias
Enviado por: _tiago_ em 25.mai.2010, 17:03:46
O cantor Beto morreu de insuficiência cardio-respiratória.  :( Descansa em Paz

Ouvi dizer que fora de Avc?

Pois também ja me disseram isso mas depois vim a saber que foi mesmo de insuficiência cárdio-respiratória
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 26.mai.2010, 16:58:04
http://www.youtube.com/watch?v=3-gVSKARKPM&feature=player_embedded#!

Os deputados russos faltam tanto que os colegas saltam de banco em banco para votar por eles! É risota!

A língua russa é sexy! ;)

Spoiler (clica para mostrar/esconder)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 15.jun.2010, 18:54:14
Estou chocado:

Enfermeiros em início de carreira vão passar a ser remunerados com 1200 euros

A ministra da Saúde disse que os enfermeiros em início de carreira vão passar a receber por mês 1200 euros em vez de 1020, na sequência do “acordo” que indicou ir assinar ainda hoje com os sindicatos.

“Os enfermeiros estão a receber 1020 euros por mês e passam a partir da entrada em vigor deste acordo a receber de uma forma faseada 1200 euros, o que corresponde a um aumento de 180 euros”, afirmou.

Ana Jorge explicou que outro dos aspectos negociados com os sindicatos passa por admitir os enfermeiros como técnicos superiores da Administração Pública. A ministra adiantou ainda que aceitou a proposta dos sindicatos relativa à percentagem de profissionais que vão passar da categoria de enfermeiros para a categoria de enfermeiro principal.

Ana Jorge defendeu que “não faz sentido” a greve da classe agendada para sexta-feira. Contudo, a ministra afirma perceber que “o ministério não conseguiu satisfazer tudo o que os sindicatos queriam, logo têm direito à sua manifestação”.

A governante assegurou que pretende continuar a dialogar com os sindicatos em questões como o acordo colectivo de trabalho ou a avaliação de desempenho. As declarações de Ana Jorge, feitas à margem da inauguração das novas instalações do Centro de Saúde de Alenquer, foram feitas depois da ronda negocial com o sector, cuja última reunião se realizou ontem.

O coordenador do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), José Carlos Martins, contactado pela agência Lusa, desmentiu qualquer “acordo” com a tutela e informou que será assinada apenas esta tarde “a acta da reunião de encerramento do processo negocial”.

O sindicalista notou, porém, “uma evolução de posições do Ministério da Saúde” após a reunião de segunda-feira que marcou o encerramento do processo.

Uma fonte oficial do Ministério da Saúde disse, entretanto, à Lusa que são assinados hoje à tarde “a acta de encerramento das negociações e o acordo de entendimento de alguns princípios” que na ocasião vão ser divulgados.

Após a reunião de ontem no Ministério da Saúde, o SEP decidiu suspender a greve que tinha convocado para hoje, quarta e quinta-feira. O SEP mantém, porém, a greve marcada para sexta-feira, assim como a “manifestação nacional” já convocada para o mesmo dia, disse na segunda-feira José Carlos Martins.

http://www.publico.pt/Sociedade/enfermeiros-em-inicio-de-carreira-vao-passar-a-ser-remunerados-com-1200-euros_1442025?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29 (http://www.publico.pt/Sociedade/enfermeiros-em-inicio-de-carreira-vao-passar-a-ser-remunerados-com-1200-euros_1442025?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29)

Enfim!
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 13:36:37
Morreu José Saramago

O escritor português e Prémio Nobel da Literatura em 1998 José Saramago morreu hoje aos 87 anos em Lanzarote.

O autor português encontrava-se doente mas em estado "estacionário", mas a situação agravou-se, explicou ao PÚBLICO o seu editor, Zeferino Coelho.

http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29 (http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29)

Que descanse em paz. Deixa muita obra para o recordarmos. :)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Atzecs em 18.jun.2010, 17:42:12
Morreu José Saramago

O escritor português e Prémio Nobel da Literatura em 1998 José Saramago morreu hoje aos 87 anos em Lanzarote.

O autor português encontrava-se doente mas em estado "estacionário", mas a situação agravou-se, explicou ao PÚBLICO o seu editor, Zeferino Coelho.

[url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url] ([url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url])

Que descanse em paz. Deixa muita obra para o recordarmos. :)


É lamentável. Engraçado que falece 2 dias depois da sua obra que lhe vale o Nobel ser avaliada pela última vez em Portugal.
Título: Re: Notícias
Enviado por: corema em 18.jun.2010, 18:01:26
Estou chocado:

Enfermeiros em início de carreira vão passar a ser remunerados com 1200 euros


Não se percebe a lógica... Os enfermeiros em início de carreira devem efectivamente ganhar à volta de 1200€, e os outros? Os que já trabalham têm também de entrar para a tabela dos licenciados. A verdade é que enfermagem é uma licenciatura há muitos anos e os enfermeiros continuam a ganhar como bacharelato...
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 18:35:12
Estou chocado:

Enfermeiros em início de carreira vão passar a ser remunerados com 1200 euros



Não se percebe a lógica... Os enfermeiros em início de carreira devem efectivamente ganhar à volta de 1200€, e os outros? Os que já trabalham têm também de entrar para a tabela dos licenciados. A verdade é que enfermagem é uma licenciatura há muitos anos e os enfermeiros continuam a ganhar como bacharelato...


Eu não percebo é a ideia de que uma licenciatura tem de pagar mais do que um bacharelato..... Não há imensos enfermeiros no desemprego? Qual o sentido de se aumentarem remunerações? Quem dera aos licenciados de 90% dos cursos receberem isso à saída das faculdades! Enfim...... O que vale é que isto já está a rebentar.

Morreu José Saramago

O escritor português e Prémio Nobel da Literatura em 1998 José Saramago morreu hoje aos 87 anos em Lanzarote.

O autor português encontrava-se doente mas em estado "estacionário", mas a situação agravou-se, explicou ao PÚBLICO o seu editor, Zeferino Coelho.

[url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url] ([url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url])

Que descanse em paz. Deixa muita obra para o recordarmos. :)


É lamentável. Engraçado que falece 2 dias depois da sua obra que lhe vale o Nobel ser avaliada pela última vez em Portugal.


"Obra que lhe vale o Nobel"? O Nobel não premiou uma obra....

Que livro vão passar agora a dar?
Título: Re: Notícias
Enviado por: corema em 18.jun.2010, 18:48:31
Estou chocado:

Enfermeiros em início de carreira vão passar a ser remunerados com 1200 euros


Não se percebe a lógica... Os enfermeiros em início de carreira devem efectivamente ganhar à volta de 1200€, e os outros? Os que já trabalham têm também de entrar para a tabela dos licenciados. A verdade é que enfermagem é uma licenciatura há muitos anos e os enfermeiros continuam a ganhar como bacharelato...

Eu não percebo é a ideia de que uma licenciatura tem de pagar mais do que um bacharelato..... Não há imensos enfermeiros no desemprego? Qual o sentido de se aumentarem remunerações? Quem dera aos licenciados de 90% dos cursos receberem isso à saída das faculdades! Enfim...... O que vale é que isto já está a rebentar.


É uma questão de justiça. Na função pública existem tabelas remuneratórias em vigor que distinguem os funcionários por habilitações. No caso dos enfermeiros há pessoas licenciadas a ganhar por tabelas diferentes dos outros licenciados. O que existe, tem de existir para todos.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Pulse em 18.jun.2010, 18:59:04
Estou chocado:

Enfermeiros em início de carreira vão passar a ser remunerados com 1200 euros


Não se percebe a lógica... Os enfermeiros em início de carreira devem efectivamente ganhar à volta de 1200€, e os outros? Os que já trabalham têm também de entrar para a tabela dos licenciados. A verdade é que enfermagem é uma licenciatura há muitos anos e os enfermeiros continuam a ganhar como bacharelato...

Eu não percebo é a ideia de que uma licenciatura tem de pagar mais do que um bacharelato..... Não há imensos enfermeiros no desemprego? Qual o sentido de se aumentarem remunerações? Quem dera aos licenciados de 90% dos cursos receberem isso à saída das faculdades! Enfim...... O que vale é que isto já está a rebentar.


É uma questão de justiça. Na função pública existem tabelas remuneratórias em vigor que distinguem os funcionários por habilitações. No caso dos enfermeiros há pessoas licenciadas a ganhar por tabelas diferentes dos outros licenciados. O que existe, tem de existir para todos.

Nem mais! Porque raio de motivo um recém-licenciado em educação recebia mais de 1200 euros e um enfermeiro recém-licenciado menos de 1000?
Título: Re: Notícias
Enviado por: Atzecs em 18.jun.2010, 19:13:18
Morreu José Saramago

O escritor português e Prémio Nobel da Literatura em 1998 José Saramago morreu hoje aos 87 anos em Lanzarote.

O autor português encontrava-se doente mas em estado "estacionário", mas a situação agravou-se, explicou ao PÚBLICO o seu editor, Zeferino Coelho.

[url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url] ([url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url])

Que descanse em paz. Deixa muita obra para o recordarmos. :)


É lamentável. Engraçado que falece 2 dias depois da sua obra que lhe vale o Nobel ser avaliada pela última vez em Portugal.


"Obra que lhe vale o Nobel"? O Nobel não premiou uma obra....

Que livro vão passar agora a dar?


Agamemnon, sabes muito bem que foi o Memorial do Convento a obra que marcou, que primou pela diferença e introduziu o estilo Saramaguiano - e foram esses os critérios para a atribuição do prémio.

Não sei - fiquei surpreso quando um professor me informou que ia ser retirado.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 19:28:37
Estou chocado:

Enfermeiros em início de carreira vão passar a ser remunerados com 1200 euros



Não se percebe a lógica... Os enfermeiros em início de carreira devem efectivamente ganhar à volta de 1200€, e os outros? Os que já trabalham têm também de entrar para a tabela dos licenciados. A verdade é que enfermagem é uma licenciatura há muitos anos e os enfermeiros continuam a ganhar como bacharelato...


Eu não percebo é a ideia de que uma licenciatura tem de pagar mais do que um bacharelato..... Não há imensos enfermeiros no desemprego? Qual o sentido de se aumentarem remunerações? Quem dera aos licenciados de 90% dos cursos receberem isso à saída das faculdades! Enfim...... O que vale é que isto já está a rebentar.



É uma questão de justiça. Na função pública existem tabelas remuneratórias em vigor que distinguem os funcionários por habilitações. No caso dos enfermeiros há pessoas licenciadas a ganhar por tabelas diferentes dos outros licenciados. O que existe, tem de existir para todos.


Nem mais! Porque raio de motivo um recém-licenciado em educação recebia mais de 1200 euros e um enfermeiro recém-licenciado menos de 1000?



Não é "justiça", é coerência. Essas tabelas são absurdas.

Morreu José Saramago

O escritor português e Prémio Nobel da Literatura em 1998 José Saramago morreu hoje aos 87 anos em Lanzarote.

O autor português encontrava-se doente mas em estado "estacionário", mas a situação agravou-se, explicou ao PÚBLICO o seu editor, Zeferino Coelho.

[url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url] ([url]http://www.publico.pt/Cultura/morreu-jose-saramago_1442478?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+%28Publico.pt%29[/url])

Que descanse em paz. Deixa muita obra para o recordarmos. :)


É lamentável. Engraçado que falece 2 dias depois da sua obra que lhe vale o Nobel ser avaliada pela última vez em Portugal.


"Obra que lhe vale o Nobel"? O Nobel não premiou uma obra....

Que livro vão passar agora a dar?


Agamemnon, sabes muito bem que foi o Memorial do Convento a obra que marcou, que primou pela diferença e introduziu o estilo Saramaguiano - e foram esses os critérios para a atribuição do prémio.

Não sei - fiquei surpreso quando um professor me informou que ia ser retirado.


Acalma-te! :P Não sei... Há muitas dele que marcaram... Não te estava a picar. Sois umas florzinhas de cheiro....
Título: Re: Notícias
Enviado por: Pulse em 18.jun.2010, 19:31:06
Não é "justiça", é coerência. Essas tabelas são absurdas.
Concretiza... A haver diferenciação de salários de acordo com o grau de formação, não devem haver diferenças dentro de graus de formação semelhantes, na minha opinião claro...
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 19:33:37
Não é "justiça", é coerência. Essas tabelas são absurdas.
Concretiza... A haver diferenciação de salários de acordo com o grau de formação, não devem haver diferenças dentro de graus de formação semelhantes, na minha opinião claro...

Mas a diferenciação não deve ter que ver com o grau de formação, apenas incidentalmente. Tem que ver com a premência das necessidades e a oferta, em resumo, com a produtividade.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Pulse em 18.jun.2010, 19:43:09
Não é "justiça", é coerência. Essas tabelas são absurdas.
Concretiza... A haver diferenciação de salários de acordo com o grau de formação, não devem haver diferenças dentro de graus de formação semelhantes, na minha opinião claro...

Mas a diferenciação não deve ter que ver com o grau de formação, apenas incidentalmente. Tem que ver com a premência das necessidades e a oferta, em resumo, com a produtividade.

E não há produtividade por parte dos enfermeiros? Talvez não seja uma realidade com que estás familiarizado, mas embora haja enfermeiros no desemprego tal situação deve-se ao facto de o SNS não querer absorver mais. Não por não fazerem falta. Até porque muitas medicinas com 30 e 40 doentes, ficam por vezes entregues a apenas dois ou três enfermeiros, parece-te suficiente? Não é.
Por outro lado com a reestruturação que está a haver dos serviços de saúde, a criação dos cuidados continuados, paliativos, etc. vão requerer muitos mais enfermeiros do que aqueles que estão actualmente no activo e se for para receber 990 euros muitos deles vão preferir ir trabalhar para outros países onde os ordenados podem rondar os 2000 euros, com seguros de saúde incluídos entre outras regalias.
Já para não falar que, aquando da passagem do curso de enfermagem de bacharelato para licenciatura, ficou acordado que haveria uma actualização do valor remuneratório que nunca aconteceu.
Ah e parece que afinal o Ministério da Saúde mentiu, daí a greve de hoje se ter mantido.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 20:10:38
Não é "justiça", é coerência. Essas tabelas são absurdas.

Concretiza... A haver diferenciação de salários de acordo com o grau de formação, não devem haver diferenças dentro de graus de formação semelhantes, na minha opinião claro...


Mas a diferenciação não deve ter que ver com o grau de formação, apenas incidentalmente. Tem que ver com a premência das necessidades e a oferta, em resumo, com a produtividade.


E não há produtividade por parte dos enfermeiros? Talvez não seja uma realidade com que estás familiarizado, mas embora haja enfermeiros no desemprego tal situação deve-se ao facto de o SNS não querer absorver mais. Não por não fazerem falta. Até porque muitas medicinas com 30 e 40 doentes, ficam por vezes entregues a apenas dois ou três enfermeiros, parece-te suficiente? Não é.
Por outro lado com a reestruturação que está a haver dos serviços de saúde, a criação dos cuidados continuados, paliativos, etc. vão requerer muitos mais enfermeiros do que aqueles que estão actualmente no activo e se for para receber 990 euros muitos deles vão preferir ir trabalhar para outros países onde os ordenados podem rondar os 2000 euros, com seguros de saúde incluídos entre outras regalias.
Já para não falar que, aquando da passagem do curso de enfermagem de bacharelato para licenciatura, ficou acordado que haveria uma actualização do valor remuneratório que nunca aconteceu.
Ah e parece que afinal o Ministério da Saúde mentiu, daí a greve de hoje se ter mantido.



Eu não disse nada contra o que disseste! :)

Se a saúde já estivesse toda privatizada como devia ser nem sequer se colocava este problema. Recebiam 200, 900, 1200 ou 10000. O que fosse justo. Oh well, assim a computação nunca será possível.

http://en.wikipedia.org/wiki/Economic_calculation_problem (http://en.wikipedia.org/wiki/Economic_calculation_problem)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Pulse em 18.jun.2010, 20:11:44
Não é "justiça", é coerência. Essas tabelas são absurdas.

Concretiza... A haver diferenciação de salários de acordo com o grau de formação, não devem haver diferenças dentro de graus de formação semelhantes, na minha opinião claro...


Mas a diferenciação não deve ter que ver com o grau de formação, apenas incidentalmente. Tem que ver com a premência das necessidades e a oferta, em resumo, com a produtividade.


E não há produtividade por parte dos enfermeiros? Talvez não seja uma realidade com que estás familiarizado, mas embora haja enfermeiros no desemprego tal situação deve-se ao facto de o SNS não querer absorver mais. Não por não fazerem falta. Até porque muitas medicinas com 30 e 40 doentes, ficam por vezes entregues a apenas dois ou três enfermeiros, parece-te suficiente? Não é.
Por outro lado com a reestruturação que está a haver dos serviços de saúde, a criação dos cuidados continuados, paliativos, etc. vão requerer muitos mais enfermeiros do que aqueles que estão actualmente no activo e se for para receber 990 euros muitos deles vão preferir ir trabalhar para outros países onde os ordenados podem rondar os 2000 euros, com seguros de saúde incluídos entre outras regalias.
Já para não falar que, aquando da passagem do curso de enfermagem de bacharelato para licenciatura, ficou acordado que haveria uma actualização do valor remuneratório que nunca aconteceu.
Ah e parece que afinal o Ministério da Saúde mentiu, daí a greve de hoje se ter mantido.



Eu não disse nada contra o que disseste! :)

Se a saúde já estivesse toda privatizada como devia ser nem sequer se colocava este problema. Recebiam 200, 900, 1200 ou 10000. O que fosse justo. Oh well, assim a computação nunca será possível.

[url]http://en.wikipedia.org/wiki/Economic_calculation_problem[/url] ([url]http://en.wikipedia.org/wiki/Economic_calculation_problem[/url])


Pronto lá vens tu com a privatização...  [smiley=muro.gif]
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 20:19:09
 [smiley=muro.gif] Mas não tinhas de te preocupar com os enfermeiros...... Iam ficar bem melhor!

Não sei porque é " [smiley=muro.gif]" quando é isso mesmo que está em causa.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Pulse em 18.jun.2010, 20:33:19
[smiley=muro.gif] Mas não tinhas de te preocupar com os enfermeiros...... Iam ficar bem melhor!

Porque queres reduzir tudo a uma visão economicista. Não estou a dizer que está errado, só não me agrada.
Quem é que garante que iriam ficar melhor?
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 18.jun.2010, 21:27:59
[smiley=muro.gif] Mas não tinhas de te preocupar com os enfermeiros...... Iam ficar bem melhor!

Porque queres reduzir tudo a uma visão economicista. Não estou a dizer que está errado, só não me agrada.
Quem é que garante que iriam ficar melhor?


A natureza da realidade. :)
Título: Re: Notícias
Enviado por: johny.n.1986 em 19.jun.2010, 23:02:09
Produção de maçãs em Moimenta da Beira destruída por granizo

Em Moimenta da Beira mais de metade da produção de maçãs foi destruída por uma trovoada de granizo na última madrugada na região. Segundo contas dos produtores os prejuízos são avultados.

Numa terra onde a produção de maçãs sustenta a economia local, o autarca José Eduardo quer que o Ministério da Agricultura intervenha.

A produção de maçã em Moimenta da Beira representa metade da produção nacional. Num ano normal são produzidas 35 mil toneladas que este ano vão ficar reduzidas a metade.



Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 20.jun.2010, 00:17:21
Produção de maçãs em Moimenta da Beira destruída por granizo

Em Moimenta da Beira mais de metade da produção de maçãs foi destruída por uma trovoada de granizo na última madrugada na região. Segundo contas dos produtores os prejuízos são avultados.

Numa terra onde a produção de maçãs sustenta a economia local, o autarca José Eduardo quer que o Ministério da Agricultura intervenha.

A produção de maçã em Moimenta da Beira representa metade da produção nacional. Num ano normal são produzidas 35 mil toneladas que este ano vão ficar reduzidas a metade.





Ai minhas ricas maçãs. :-X :-\
Título: Re: Notícias
Enviado por: johny.n.1986 em 20.jun.2010, 00:37:09
Produção de maçãs em Moimenta da Beira destruída por granizo

Em Moimenta da Beira mais de metade da produção de maçãs foi destruída por uma trovoada de granizo na última madrugada na região. Segundo contas dos produtores os prejuízos são avultados.

Numa terra onde a produção de maçãs sustenta a economia local, o autarca José Eduardo quer que o Ministério da Agricultura intervenha.

A produção de maçã em Moimenta da Beira representa metade da produção nacional. Num ano normal são produzidas 35 mil toneladas que este ano vão ficar reduzidas a metade.





Ai minhas ricas maçãs. :-X :-\

Isto apenas me levou a questionar como se chama aos habitantes de Moimenta da Beira. E daí derivam uma série deles, como os de Freixo de Espada à Cinta, de Sobra de Monte Agraço, os do Burquina Faso e por aí fora  ???
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 20.jun.2010, 00:40:54
Moimentões?

Procura no Wikipedia......

E eu a pensar que estavas preocupado com as maçãs! Eu estou que como todos os dias e o preço vai subir! :-\
Título: Re: Notícias
Enviado por: johny.n.1986 em 20.jun.2010, 00:43:15
Moimentões?

Procura no Wikipedia......

E eu a pensar que estavas preocupado com as maçãs! Eu estou que como todos os dias e o preço vai subir! :-\

Nah. Só monitorizo o preço da gasolina e tento perceber se vai subir ou descer a curto prazo  ;)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 20.jun.2010, 18:25:13
Richard Dawkins among academics calling for compulsory evolution teaching at primary school

Evolution should be taught to all primary school pupils, according to leading scientists and academics.

Experts including three Nobel laureates and Richard Dawkins, the prominent atheist, are calling on the new Government to make teaching of the theory a compulsory part of the curriculum.

They say it is necessary because of the increasing number of schools that do not have to follow the curriculum, and because of the “threat” posed by the religious concept of creationism.

It comes after two proposals to ensure pupils are taught Darwin’s theory of natural selection were dropped, one by Labour and the other by the new Conservative-Liberal Democrat Coalition.

The 26 signatories to the letter sent to Michael Gove, the Education Secretary, say they are “deeply concerned that evolution and science form a core part of any revised primary curriculum”.

They wrote: “Evolution is the most important idea underlying biological science. It is a key concept that children should be introduced to at an early stage.

“Whatever curriculum reforms are made, we urge that there is teaching of evolution for all school-age children, and especially in the primary curriculum.”

Most English schools teach evolution, the theory developed by Charles Darwin that organisms develop over time with only the most successful mutations surviving.

But in recent years its position has been challenged by the increasing popularity of theories supported by devout Muslims and Christians.

So-called “young Earth” creationists believe the story of Genesis is literally true and that God made the world in six days, although both the Vatican and the Church of England insist that Darwin’s thinking is compatible with Christianity. Intelligent design theory holds that the universe is so complex it must have been made by someone.

Two years ago a survey found that one in three teachers believed creationism is just as valid as evolution, while the Rev Prof Michael Reiss lost his job as director of education at the Royal Society after suggesting that creationism should be discussed in science lessons. He is one of those to sign the new letter.

In response, campaigners lobbied Labour ministers to include explicit teaching of evolution for all ages in the Children, Schools and Families Bill but it fell by the wayside as the law was rushed through just before the election.

Labour had also accepted the recommended by Sir Jim Rose, in his review of the primary curriculum, that young pupils should be taught evolutionary theory. But his plan, which would have come into effect in 2011, is not being carried out by the new Government.

This has prompted the new campaign to see evolution enshrined in the primary curriculum, which is being led by the British Humanist Association.

Andrew Copson, its chief executive, said: "It was a real victory for good education to have biology's 'big idea' included in the primary science curriculum for the first time last year, and it was with huge disappointment that we saw those reforms lost.

"The teaching of science equips young people with the skills they need to understand the world around them in a critical way, and opens up the natural environment for inquiry.

"The skills children learn from science are life-skills and it is of the utmost importance that, whatever reforms are made to schools and curricula, science keeps a central place.

"As the central concept underlying biology, we want evolution to have an explicit inclusion in the curriculum in all schools.

"As increasing number of schools, such as the new academies, will no longer have to follow the national curriculum, it is imperative that there is a firm basis for teaching evolution and natural selection, not least in light of the threat of creationism in science lessons in some schools."

The Department for Education said it would respond fully to the demands made in the letter but added that it would also review the curriculum for primary school pupils.


http://www.telegraph.co.uk/education/educationnews/7838020/Richard-Dawkins-among-academics-calling-for-compulsory-evolution-teaching-at-primary-school.html (http://www.telegraph.co.uk/education/educationnews/7838020/Richard-Dawkins-among-academics-calling-for-compulsory-evolution-teaching-at-primary-school.html)


A ideia de que o Estado é que define os programas das escolas arrepia-me!
Título: Re: Notícias
Enviado por: biri em 24.jun.2010, 20:09:29
Cientistas reconstroem pulmões e implantam em ratos
24.06.2010

Uma equipa de cientistas norte-americanos desenvolveu uma técnica para produzir pulmões em laboratórios, um primeiro passo para no futuro haver transplantes artificiais em humanos.

Os nossos pulmões trabalham do primeiro choro até ao último suspiro. São um labirinto gigante de pequenas cavidades que serve para transportar o oxigénio para o sangue e libertar o dióxido de carbono. Como estes órgãos não se regeneram, quando se danificam, a única solução é um transplante, que nem sempre está disponível. Agora, uma equipa deu um passo importante para tornar a engenharia deste órgão possível.

O artigo publicado hoje na Science descreve este processo. Os cientistas conseguiram transplantar num ratinho pulmões fabricados em laboratório que funcionaram durante algum tempo. “Tivemos sucesso em produzir um pulmão para implantar na nossa cobaia”, disse em comunicado a investigadora Laura Niklason, da Universidade de Yale (EUA). “É um primeiro passo para a regeneração de um pulmão inteiro em animais grandes e, finalmente, em humanos”, antecipou a última autora do artigo.

A maior dificuldade foi manter a estrutura particular deste órgão para cumprir a sua função. Para isso os cientistas retiraram os pulmões de um ratinho e desfizeram-lhe as células. Ficou a matriz extracelular, uma espécie de armação que existe entre as células e que mantém o rendilhado e a estrutura do pulmão.

Esta estrutura foi colocada num bio-reactor, que imita as condições embrionárias. Aqui foram injectadas células pulmonares que preencheram os espaços vazios. Durante oito dias, as células repovoaram as armações, adquiriram as características correctas e formaram um novo pulmão. O órgão foi posteriormente implantado em ratinhos e funcionou entre 45 a 120 minutos.

Este é só um primeiro passo, diz a equipa. É necessário optimizar o transporte do oxigénio e impedir pequenas perdas de sangue. Daqui a uns anos, talvez estes pulmões artificiais possam salvar muitas das pessoas que morrem à espera de transplantes. Nos EUA, morrem 400 mil pessoas todos os anos devido a doenças relacionadas com os pulmões.

in, Público (http://www.publico.pt/Ci%C3%AAncias/cientistas-reconstroem-pulmoes-e-implantam-em-ratos_1443555)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 24.jun.2010, 20:53:35
excelente notícia! :)
Título: Re: Notícias
Enviado por: johny.n.1986 em 27.jun.2010, 16:51:48
Crise rouba clientes às prostitutas

Na rua, a vida está mais difícil do que nunca. Os clientes aparecem menos, regateiam mais, e as mulheres precisam de passar longas horas à espera para conseguir sobreviver. Em desespero, arriscam-se mais. Conseguir sair da prostituição também é mais difícil em tempo de crise: não há empregos para quem não tem outra experiência e       os salários não chegam para quem tem filhos para sustentar.

"Não é que eles não queiram, mas não há dinheiro. Sempre tentaram regatear, mas agora regateiam ainda mais..." Clara anda na vida desde os 20 anos. Agora, aos 36, quando os clientes escasseiam por causa da crise, está a tentar abandonar a rua. Mas a mesma escassez de dinheiro que lhe tem diminuído a procura ainda a obriga a procurar "amigos" nas pensões do Intendente, em Lisboa.

A falta de clientes das prostitutas da rua tem sido uma consequência da crise, concorda Ingrid Alvaredo, coordenadora das equipas de rua das Irmãos Oblatas, na capital. Mas dentro de portas a realidade é outra: multiplica-se o número de mulheres a trabalhar em "apartamentos", bares e casas de massagens, alerta Inês Fontinha, a directora da Associação O Ninho.

"É mais complicado viver da prostituição, porque há menos clientes e aparecem menos vezes. Logo, as senhoras passam mais horas na rua para conseguir o dinheiro que precisam para sobreviver. É uma queixa recorrente nos últimos meses", acrescenta Ingrid Alvaredo. Mas a crise nota-se de outras formas: na falta de clientes e na falta de apoios. "Há cada vez menos organizações no terreno a prestar ajuda", conta.

Ingrid não exclui que fora das áreas de actuação das equipas - que cobrem o Intendente, Praça da Figueira, Instituto Superior Técnico e Artilharia 1, em Lisboa - ou noutros horários, haja aumento, mas isso não se vê nos registo diários. "É uma população em que há sempre flutuação. Há umas que desaparecem durante uns meses, quando arranjam um companheiro ou um trabalho." Em 2009, as Irmãs acompanharam cerca de 400 prostitutas de rua em Lisboa.

Segundo a directora da Associação O Ninho, que tem uma área de actuação mais abrangente, há mais mulheres vulneráveis por causa de falta de dinheiro. E isso reflecte-se no aumento da prostituição "em 'apartamentos' (bordéis), bares de espera, bares de alterne, agências, casas de massagens".

Céu, com 26 anos de experiência, já passou por apartamentos e pela rua e acha que agora já não se ganha dinheiro como antigamente. Não tem sequer que ver com a idade - porque há sempre os que preferem as mais velhas, garante, e porque não parece ter 46 anos - mas sim com a crise. "Fico muito tempo planta-da na rua, a olhar para o boneco. Nota-se que não há dinheiro. Andam pela rua toda a perguntar os preços até decidir", conta. Por isso, há três meses, que não põe os pés na rua, com a ajuda da Irmãs Oblatas.

O que leva as prostitutas às ruas, excepto nos casos de tráfico humano, é mesmo a falta de dinheiro e de uma rede de suporte, diz Ingrid Alvaredo. "Muitas, a maioria mesmo, têm uma família, fi-lhos para sustentar." E quando não se consegue o dinheiro necessá-rio arrisca-se mais. "Elas preocupam-se com a segurança, mas quando chega ao final do dia e não ganharam nada aceitam trabalhos mais perigosos, entram em carros em que não entrariam."

Por isso, o trabalho das Irmãs é junto das mulheres na rua - são as que estão mais expostas. A falta de apoios para tirá-las da prostituição é uma realidade com a qual convivem há muito e os anunciados cortes nas prestações sociais agudizam essas preocupações. Para além do rendimento mínimo de inserção, não há apoios específicos para combater a prostituição, que "não é vista como um problema social".

in Diário de Notícias @ 27-Jun
Título: Re: Notícias
Enviado por: Agamemnon em 27.jun.2010, 19:10:58
Oh Johny, será que as mais foleiras, sendo bens inferiores, vêem o seu rendimento aumentar? lol
Título: Re: Notícias
Enviado por: mgeral em 12.ago.2010, 15:25:06
Aviso

Informamos que o tópico 'Notícias' criado em maio de 2010 foi unido a este, mais antigo, uma vez que o seu conteúdo e intuito são semelhantes

Obrigado pela atenção,
A Moderação Geral
Título: TÓPICO NOTÍCIAS
Enviado por: __ma em 28.abr.2011, 13:22:57
Pessoal, tenho visto muitas noticias interessantes espalhadas por ai, então criei esse tópico para que concentremos as informações externas e internas divulgadas pelos meios de comunicação espalhados por Portugal e a fora...

1º notícia:

Viagens low cost para os Açores aguardam resposta da União Europeia

A proposta do Governo Regional dos Açores para baixar as tarifas promocionais das viagens entre o arquipélago e o continente para valores inferiores a 100 euros, foi aprovada pelo Governo da República.

Na próxima semana, a proposta será enviada para a Comissão Europeia para apreciação. Ao ser publicada no Jornal Oficial das Comunidades, poderá entrar em vigor.

O processo de alteração das Obrigações de Serviço Público que regulam o transporte aéreo entre os Açores e o continente, teve início em Abril no discurso de encerramento do Congresso do PS/Açores. A discussão materializou-se em fins de Dezembro pela CCIPD.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Atomic em 12.jan.2018, 21:25:26
Sex robot Harmony has new blonde sister called Solana with hyper-realistic removable face and changeable mood
http://www.mirror.co.uk/news/world-news/sex-robot-harmony-new-blonde-11839172

Estou fascinadíssimo com estas notícias recentes sobre andarem a surgir robôs sexuais. Seria sempre uma questão de tempo, estou a seguir a história a ver até onde isto vai! :P
Título: Re: Notícias
Enviado por: Atomic em 05.mai.2018, 10:11:09
https://www.facebook.com/Publico/videos/10156392957856983/ (https://www.facebook.com/Publico/videos/10156392957856983/)


Vi este vídeo do público sobre o transporte de alimentos em Portugal e adorei, acho que fizeram um óptimo trabalho de ilustrar a questão (isto vindo de alguém que não está muito dentro do assunto).
Título: Re: Notícias
Enviado por: Bc em 05.mai.2018, 22:57:53
As coisas que a gente não sabe. Nossa, que grandes voltas .. :-X :-X :-X
Título: Protestos em Gaza contra mudança da embaixada dos EUA
Enviado por: Atomic em 15.mai.2018, 17:59:19
Exército de Israel abre fogo contra manifestantes palestinos que marcham para a fronteira.

Número de palestinos mortos chega a 54 e marcha já é a mais sangrenta de Gaza

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/14/internacional/1526289755_311465.html (https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/14/internacional/1526289755_311465.html)

Pessoalmente deixa-me tão frustrado que andam pessoas a morrer porque se decidiu por o dedo na ferida e fazer de Jerusalem, a cidade que era suposto pertencer a nenhum dos lados, a capital de um dos países...


Enfim...
Título: Re: Notícias
Enviado por: Kidrauhl em 19.mai.2018, 20:58:19
Exército de Israel abre fogo contra manifestantes palestinos que marcham para a fronteira.

Número de palestinos mortos chega a 54 e marcha já é a mais sangrenta de Gaza

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/14/internacional/1526289755_311465.html (https://brasil.elpais.com/brasil/2018/05/14/internacional/1526289755_311465.html)

Pessoalmente deixa-me tão frustrado que andam pessoas a morrer porque se decidiu por o dedo na ferida e fazer de Jerusalem, a cidade que era suposto pertencer a nenhum dos lados, a capital de um dos países...


Enfim...

Eu tenho alguma dificuldade em compreender toda esta polémica. Se é certo que, defendendo eu o multilaterismo, não posso deixar de valorizar que as resoluções da ONU não são cumpridas e elas prevêem que Jerusalém seja gerida de acordo com o direito internacional, não é menos verdade que a inoperância da ONU não pode ser assacável a Israel. Do ponto de vista diplomático e geopolítico, agora ignorando a questão legal da ONU, ainda menos compreendo qual é a dúvida em defender Israel contra a Palestina e praticamente todos os seus vizinhos. Qualquer ocidental, europeu que se preze tenderá a estabelecer muito melhor contacto com um país democrático, liberal, com imprensa livre, enfim, tudo o que distingue o Ocidente do resto do mundo, do que com um país como os vizinhos de Israel, que se perdem em facções, lutas infindáveis pelo poder, falta de infraestruturas básicas, corrupção, etc. Sem querer caucionar tudo o que o governo israelista pratica, não tenho dúvidas de que os nossos interesses ficam muito mais bem defendidos se Israel assumir uma posição dominante naquela região do globo. Historicamente, aliás, o povo judeu foi sempre perseguido (incluindo em Portugal), pelo que só por anti-semitismo se pode negar que Israel construiu do nada um país decente, ainda para mais em território com condições edafoclimáticas extremamente desfavoráveis à presença humana.

Patéticas são, como sempre, as reacções da esquerda e extrema-esquerda, que apelaram ao boicote a Israel no Festival da Eurovisão e acabaram a falar para as paredes (como sempre que o eleitorado se pronuncia, a extrema-esquerda fica a falar sozinha...), além da selectividade habitual e das cortinas de fumo, que são o modus operandi do PCP e BE - condenam intervenções na Síria, no Iraque, no Afeganistão, caracterizam como tiranos os governantes angolanos ou israelistas, mas nada dizem sobre a ditadura cubana ou a ditadura venezuelana, esta última que afecta muitos compatriotas portugueses. Lamentavelmente, os partidos moderados como deveriam ser o PSD e o CDS-PP não produzem pensamento crítico que contradiga a propaganda e as cortinas de fumo anti-semitas e pró-holocausto propaladas pelo PCP e BE, que monopolizam o debate sobre o conflito israelo-palestiniano. Não basta defender a existência de Israel contra a defesa da sua liquidação para que essa voz moderada seja ouvida, na medida em que quem faz mais barulho, nestes tempos conturbados, consegue levar a água ao seu moinho. E, nisso, a extrema-esquerda é mestre e não se calará enquanto não capitularmos todos perante as suas intenções malévolas e eivadas de ressentimento e vingança.


Reitero apenas, por fim, que não estou a caucionar as acções do governo de Israel, muitas delas contradizem o estipulado pela ONU. Defendo, evidentemente, a coexistência dos dois Estados e Jerusalém como território internacional. O que não posso aceitar é que se exija que Israel baixe ao nível da Palestina, quando, na verdade, mesmo sem cumprir as resoluções da ONU, construiu um país desenvolvido ao passo que a Palestina ficou a marcar passo e nada fez pelo seu desenvolvimento. Não penso que se possa colocar Israel e Palestina como dois pratos iguais da balança sem com isso criar uma disrupção gravíssima para quem vive em Israel. Exija-se que Israel cumpra as decisões da ONU, pois claro. Não se coloque é a culpa toda do lado de Israel, não exigindo, pelo menos, à Palestina que haja um cessar-fogo entre as duas facções em conflito no seu território. É esse conflito no interior da Palestina que justifica algumas - não todas - acções do governo de Israel, que se sente, obviamente, ameaçado por ter um conflito à porta da sua fronteira.
Título: Re: Notícias
Enviado por: Sinvastatina em 19.jul.2019, 18:33:20
 Haja Paciência

Grupo de deputados de direita avança para o Constitucional para travar “ideologia de género” nas escolas
https://expresso.pt/politica/2019-07-19-Grupo-de-deputados-de-direita-avanca-para-o-Constitucional-para-travar-ideologia-de-genero-nas-escolas (https://expresso.pt/politica/2019-07-19-Grupo-de-deputados-de-direita-avanca-para-o-Constitucional-para-travar-ideologia-de-genero-nas-escolas)
Título: Re: Notícias
Enviado por: Fernando Pinheiro em 21.jul.2019, 21:58:45
Haja Paciência

Grupo de deputados de direita avança para o Constitucional para travar “ideologia de género” nas escolas
https://expresso.pt/politica/2019-07-19-Grupo-de-deputados-de-direita-avanca-para-o-Constitucional-para-travar-ideologia-de-genero-nas-escolas (https://expresso.pt/politica/2019-07-19-Grupo-de-deputados-de-direita-avanca-para-o-Constitucional-para-travar-ideologia-de-genero-nas-escolas)


É lamentável essa notícia. :(