Fórum da rede ex aequo

Assuntos Gerais => Geral => Tópico iniciado por: Riu em 04.ago.2008, 00:49:32

Título: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 00:49:32
gostava de saber pk é assim tão importante contar aos pais a nossa orientação sexual?
muitos adolegentes tiveram graves problemas por terem contado aos pais, mais valia estarem calados. Nós devemos proteger-nos para não nos maguar-mos. devemos saber bem o k vamos fazer quando vamos contar isso aos nossos pais.
e já agora não vejo pk eles têm k saber, a nossa vida não vai mudar se eles souberem, por acaso até muda, podemos ser despresados, criticados e muitas coisas mais pelos nossos pais. acredito k á muitos jovens k se arrependeram de ter contado a sua orientação sexual aos pais.
por isso para não haver problemas e viver a vida na boa, o melhor é agir como se fosses um rapaz/rapariga normal ( não me ademira k tenham k chegar a mentir como eu, mas depois abituam-se) e nunca contar aos pais a orientação. Depois quando já tiverem uns 25 anos ou até mais, ai já podem contar na boa, e até com cara podre assim: olha pai e mãe eu sou gay/bi e pronto, queria k vozes soubessem.
pronto, ai como vozes são maiores de idade, ja trabalham e até já podem ter casa, podem contar na boa. Eu por enquanto podia já contar á minha mãe, pk ela não vive comigo. pois pk se ela não gostar k seja bi, eu não tenho medo do k poderá vir dali pk eu não moro com ela xD assim não tenho k tar a atura-la (aos poucos começo a desgostar de toda a gente, até dos meus pais, no entanto só posso desgostar da minha mãe pk meu pai já está morto, e na mesma morto eu quero lá saber dele, sinseramente eu não sinto k tenha tido um pai, nem uma lagrima saiu dos meus olhos quando ele morreu, k pena), mas eu tou a pensar contar a minha mãe quando tiver um namorado. mas na mexma n tou a ver pk a minha mãe tem k saber, ela não me vai opoiar nem vai despoiar, simplesmente n vai ligar e pronto. 

Bem, espero pelas vossas respostas........

Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: FalsoDeus em 04.ago.2008, 00:54:34
 Hmmm

  um pequeno parêntesis, antes da resposta propriamente dita: o "agir como um rapaz/rapariga normal" parece-me escusado. Eu sou gay, ajo sempre da mesma maneira, por assim dizer, e não é por isso que deixo de ser um rapaz dito "normal".

  Quanto à questão, acho que depende de cada um: depende da nossa relação com os nossos pais, mais forte ou não, da forma como a nossa consciência reage a mentiras, ainda que em auto-defesa, daquilo que queremos/achamos poder contar com eles, etc. Muitas vezes será uma procura de apoio ou auto-compreensão, noutras uma tentativa de sermos nós plenamente com eles, etc.

  Por exemplo, eu contei á minha mãe. A ela tanto lhe faz, reagiu mesmo bem e nem sequer quer saber. Fala com naturalidade. Já ao meu pai, de quem estou mais desligado, não conto, até porque dependo dele monetariamente, logo mais uma razão para não o fazer. Quando puder, faço, e se ele reagir mal, poderei sair magoado mas certo de que tentei fazer o que considerei correcto.
Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 01:07:53
pois, talvez seja para pedir apoio aos pais, mas muitos em vez de ter apoio têm é mais problemas.

Eu sei pk sou forte e não preciso k ninguem da minha familia saiba k sou bi, simplesmente pk  já passei por muito e ser bi para mim é mais facil k ter sofrido coisas que me aconteceram no passado.

Agora aqueles filhos k têm paizinhos k gostam muito deles, k mimam muito os filhos, ai esses filhos percisam logo de apoio dos paizinhos para ajudar na orientação diferente k têm. PK nunca sofreram tanto para conseguirem ultrupassar sozinho o problema de ser gay/bi. E quando são resgeitados/ criticados pelos pais por terem orientação diferente, dizem logo k sofrem muito e k a vida deles é muito triste e tal, quando na verdade o k estam a passar é só uma minima dor.

Se fosse pai, eu ia encinar ao meu filho ser forte contra as advertencias da vida, até podia faze-lo sofer um pouco para o fazer crescer. Se ele fosse gay/bi e contasse-me, eu ficaria contra ele, depois mais tarde iria ter com ele e contava k sempre estive no lado dele e k só fiz esto para o fazer crescer, para não ser um mimado.Ha k preparar os filhos para a vida... No entanto nunca iria fazer o k meu padrasto me fez a mim ao meu filho, nunca na vida. E uma coisa eu daria sempre ao meu filho, amor paterno...

Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: FalsoDeus em 04.ago.2008, 01:16:13
  Eu não acredito que filhos que estejam ligados aos pais sejam filhos mimados, pelo menos necessariamente. Até porque muitos desses mais facilmente ficariam calados de forma a garantir o que têm sempre recebido a arriscar tudo pela sua orientação sexual.

  Na minha opinião, filhos ligados aos pais são aqueles que sempre obtiveram as coisas de forma mais ou menos equilibrada. Por exemplo, eu vejo na minha mãe uma pessoa que respeito e por quem muitas vezes temo, que amo e em quem confio plenamente. Já o meu pai, por várias divergências que temos, por coisas que ele me tem vindo a fazer, etc, respeito-o, e a todo o trabalho que ele teve e ainda tem, amo-o, porque, apesar de tudo, estou ligado a ele por mais do que obrigação sanguínea, mas há muita coisa que não lhe posso confiar porque não acredito que ele venha a ter uma reacção tão racional e despida de preconceitos como a minha mãe, e porque, caso as coisas corram mal, mais depressa me chateio com ele.

  A minha mãe não fez de mim um "menino mimado", ou o meu pai. No entanto, eu confiei nela para isto, e sinto-me muito melhor por o ter feito, livre de um peso monstruoso
Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 01:22:48
  Eu não acredito que filhos que estejam ligados aos pais sejam filhos mimados, pelo menos necessariamente. Até porque muitos desses mais facilmente ficariam calados de forma a garantir o que têm sempre recebido a arriscar tudo pela sua orientação sexual.

  Na minha opinião, filhos ligados aos pais são aqueles que sempre obtiveram as coisas de forma mais ou menos equilibrada. Por exemplo, eu vejo na minha mãe uma pessoa que respeito e por quem muitas vezes temo, que amo e em quem confio plenamente. Já o meu pai, por várias divergências que temos, por coisas que ele me tem vindo a fazer, etc, respeito-o, e a todo o trabalho que ele teve e ainda tem, amo-o, porque, apesar de tudo, estou ligado a ele por mais do que obrigação sanguínea, mas há muita coisa que não lhe posso confiar porque não acredito que ele venha a ter uma reacção tão racional e despida de preconceitos como a minha mãe, e porque, caso as coisas corram mal, mais depressa me chateio com ele.

  A minha mãe não fez de mim um "menino mimado", ou o meu pai. No entanto, eu confiei nela para isto, e sinto-me muito melhor por o ter feito, livre de um peso monstruoso

hmmm tou a ver
cada um é como é, e têm diferentes motivos para querer contar aos pais a sua orientação.
Tu tens a tua, eu tenho a minha, e etc.

Acho bem não dizeres nada ao teu pai, pk assim estás a proteger-te a ti e tb ao teu pai se este ficar desilodido por ter um filho assim. Mas por acaso a tua mãe não chegou a contar ao teu pai? Se calhar ele sabe e tu não sabes k ele sabe....
Tou a dizer isto pk a tua mãe de certeza k teve necisidade de desabafar com alguém, e talvez foi com o teu pai...não sei, é só uma especulação

Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: FalsoDeus em 04.ago.2008, 01:29:41
hmmm tou a ver
cada um é como é, e têm diferentes motivos para querer contar aos pais a sua orientação.
Tu tens a tua, eu tenho a minha, e etc.

Acho bem não dizeres nada ao teu pai, pk assim estás a proteger-te a ti e tb ao teu pai se este ficar desilodido por ter um filho assim. Mas por acaso a tua mãe não chegou a contar ao teu pai? Se calhar ele sabe e tu não sabes k ele sabe....

a minha mãe nunca faria isso; aliás, ela, como o meu irmão mais velho (a quem também contei, também aceitou na boa, etc), avisou-me contra contar-lhe, pelo menos por ora. De resto, eu acho que, depois das minhas diversas tentativas de tentar dar-lhe a entender que não sou heterossexual sem o dizer (essencialmente notícias, livros, opiniões, etc.) creio que ele desconfia. Mas prefere fingir que não
Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 01:44:56
Responder

a minha mãe nunca faria isso; aliás, ela, como o meu irmão mais velho (a quem também contei, também aceitou na boa, etc), avisou-me contra contar-lhe, pelo menos por ora. De resto, eu acho que, depois das minhas diversas tentativas de tentar dar-lhe a entender que não sou heterossexual sem o dizer (essencialmente notícias, livros, opiniões, etc.) creio que ele desconfia. Mas prefere fingir que não

Pois é sempre triste para um pai saber k o seu filho gosta de homens.
E muitas vezes os pais não conseguem aceitar k têm um filho assim.
Sabem pk, pk os pais quando têm um filho sonham logo k vão ser avós, vão estar carregados de netinhos,  k vão levar os filhos ao altar, e etc, depois quando sabem k seus filhos são gays/bi, esses sonhos são destruidos, como se uma faca espeta-se-lhes as costas. Ficam triste, profundamente triste por saberem k esses sonhos foram só uma ilução e não será realizado. E compreendo-os pk era o mexmo k eu ficaria se soubesse k não poderia realizar um sonho meu.
Muitos pais não conseguem lidar com essa tristeza e descarregam nos filhos gay/bi, maguando-os, ou até tentam muda-los. É como se fosse as suas ultimas tentativas para realizar esses sonhos, e isso faz sofrer os pais e não só.


Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Adinatha em 04.ago.2008, 02:33:42
Eu sempre fui muito ligada a minha mae, e sou tudo menos mimada. Ate porque ela, apesar de sermos unha com carne, nunca foi de me fazeras vontadinhas todas - isso eh que torna uma crianca mimada. Quanto ao fazer sofrer um filho para que cresca... acho que a vida ja nos faz crescer demasiado, os pais estao la para nos ajudar e apoiar,nao para nos dar ainda mais sofrimento...

Ainda nao lhe disse sobre ser bissexual. Mas ela desconfia, nao sei porque,eh um feeling que tenho! Mas sei que no dia em que eu lhe disser "mae, tenho uma namorada" , vai reagir tao normalmente como reagiu quando lhe disse que namorava um rapaz! Sinto necessidade de lhe contar, por uma unica razao: sempre,SEMPRE contamos tudo uma a outra. Nao ha segredos na minha relacao com a minha mae.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 02:58:30
Eu sempre fui muito ligada a minha mae, e sou tudo menos mimada. Ate porque ela, apesar de sermos unha com carne, nunca foi de me fazeras vontadinhas todas - isso eh que torna uma crianca mimada. Quanto ao fazer sofrer um filho para que cresca... acho que a vida ja nos faz crescer demasiado, os pais estao la para nos ajudar e apoiar,nao para nos dar ainda mais sofrimento...

Ainda nao lhe disse sobre ser bissexual. Mas ela desconfia, nao sei porque,eh um feeling que tenho! Mas sei que no dia em que eu lhe disser "mae, tenho uma namorada" , vai reagir tao normalmente como reagiu quando lhe disse que namorava um rapaz! Sinto necessidade de lhe contar, por uma unica razao: sempre,SEMPRE contamos tudo uma a outra. Nao ha segredos na minha relacao com a minha mae.

Sim, ás vezes é bom k os pais saibem.
A minha mãe deve desconfiar k sou gay(mentira sou bi), pk varias vezes diz coisas a dar a intender, parece  k quer k lhe diga. num dia a minha tia perguntou como iam as namoradas, e a minha mãe disse sem qualquer problemas k eu não gostava de raparigas, a minha tia ficou parva e eu ri-me mas disse k era mentira. mas minha tia ficou a pensar nisso. E tb noutro dia eu disse k ia estar fora uns dias para estar com a minha namorada (mentira) e a minha  mãe disse para dar o numero do tel dela e eu disse k não dava, e a minha mãe perguntou logo: Por acaso é algum raparigO? E eu sorri e disse não( mentira). Por isso acho k se conta-se á minha mãe k sou bi não havia problema, mas n kero dizer isso pk tb não kero k ela diga as outras pessoas k não tenho namoradas mas sim namorados, vai invergolhar-me bem mal e depois nao sei o k dizer. Mas sei k ela não é contra, pk se fosse contra deveria ter vergolha de dizer isso as pessoas.
 
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: FalsoDeus em 04.ago.2008, 03:02:32
 a tua mãe não vai andar a comentar isso às outras pessoas se lho pedires, a priori ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 03:07:17
Sim, talvez tenhas razão.

Mas o k vozes acham, devo ou não devo dizer á minha mãe k sou bisexual?
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: FalsoDeus em 04.ago.2008, 03:12:07
Sim, talvez tenhas razão.

Mas o k vozes acham, devo ou não devo dizer á minha mãe k sou bisexual?

Se tens a certeza que ela sabe/desconfia, acho que sim. As "bocas" são ditas sem maldade? É num tom leve? Se sim, atrevo-me a dizer que o poderias fazer. Claro que também tens que ter em conta se o queres fazer, e se estás preparado para uma possível rejeição

mas a mim, parece-me seguro ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 03:17:35
Ela diz as "bocas" mais k em tom leve, ainda sorri a dizer isso, parece k gosta da ideia de ter um filho gay....
Mas k estranho
Título: Re: Gual a importancia de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Laranja1 em 04.ago.2008, 03:26:18


  Quanto à questão, acho que depende de cada um: depende da nossa relação com os nossos pais, mais forte ou não, da forma como a nossa consciência reage a mentiras, ainda que em auto-defesa, daquilo que queremos/achamos poder contar com eles, etc. Muitas vezes será uma procura de apoio ou auto-compreensão, noutras uma tentativa de sermos nós plenamente com eles, etc.


Concordo com isto. Tá muito bem respondido. :)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 03:32:56
Bom, eu talvez vaia contar a minha mãe....xD mas não é facil chegar a casa dela e dizer: mãe perciso de falar contigo a sós. (a seguir)
eu não sei bem como te vou contar isto, mas espero k não me discrimines e k me aceites como sou. Eu sou bisexual!!

bom, acho k é assim k vou dizer-lhe....
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Laranja1 em 04.ago.2008, 04:03:12
Bom, eu talvez vaia contar a minha mãe....xD mas não é facil chegar a casa dela e dizer: mãe perciso de falar contigo a sós. (a seguir)
eu não sei bem como te vou contar isto, mas espero k não me discrimines e k me aceites como sou. Eu sou bisexual!!

bom, acho k é assim k vou dizer-lhe....


Sim, talvez corra bem, acho que deves considerar seriamente dizer à tua mãe. Bom, tou-te a dizer isto mas eu também ainda não disse nada à minha familia. Mas acho que se algum dia contasse, independentemente da reacção deles, só o facto de não ter de esconder isto sobre mim, já era um alívio muito grande.
Espero que as coisas corram bem, boa sorte :) 
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: android em 04.ago.2008, 11:44:18
Para mim, foi uma simples questão de descarregar a consciência a partir do momento em que sabia que não podia voltar para trás, e que ia viver com isto para sempre.

Não tive das melhores reacções, longe disso, mas ainda hoje não estou arrependido.  :)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 12:52:47
Pois, a mim custa-me imaginar esse momento. pois é o momento em k todos nós passamos ou virimos a passar, acho k é dificil mentir sobre isto aos pais a vida toda.
Eu posso contar-lhe, mas a minha mãe tem um filho bebé, com 7 meses acho, e não tenho a certeza se ela fazia os possiveis para não estar com ele, para não o influenciar para gostar de rapazes. Mas eu nunca iria fazer uma coisa dessas, bom, em parte sou eu k tive esta ideia e não sei se é isto k minha mãe fazia se souber da minha orientação. E acho k é mais facil para os pais aceitarem a bisexualidade do k a homossexual.

Quando for a casa dela, se tiver coragem eu digo, se n tiver provavelmente n direi nada. Mas sei k dizer aos nossos pais a nossa diferente orientação  é um acto de coragem ;)
E espero tb a ter......
 
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Teen_ em 04.ago.2008, 14:08:18
Eu diria que ate hoje a melhor decisão que tomei foi ter contado aos meus pais que sou homossexual.. Passei a sentir-me livre no sentido que não tenho nada a esconder e não vou passar o resto da vida a mentir ou noutros casos mais "leves" dar a entender que sou hetero e nao acontecer nada dentro do ramo amoroso com o sexo feminino.. mas também dei conta de coisas que nunca me tinham passado pela cabeça, há muitos tipos de pais e o que aconteceu com os meus é que a confusão na cabeça deles foi tal que chegaram a pensar que a minha orientação sexual se tinha "alastrado" devido a influências de meios de comunicação de hoje, como a Internet, tiraram-me o computador que era algo que me fazia muita falta para me sentir bem comigo mesmo ao falar com pessoas como eu, e tiraram-me o telemovel por mais de metade da lista de contactos ser de gente homossexual..

Eu sempre fui um rapaz calmo e deixei o tempo andar, porque há coisas que quer algumas pessoas acreditem ou não eles nunca vão entender, mas com o tempo perceberam que isto é algo ue já veio comigo e não de influências..

Isto tudo só para dar o exemplo,  por experiências pessoal, que cada caso é um caso, por vezes a solução está em arranjar realmente a resposta á pergunta: Vai ser bénefico contar-lhes agora? - Depende de cada um e do que cada um sente no momento.. com calma..

[...]. E acho k é mais facil para os pais aceitarem a bisexualidade do k a homossexual.[...]

Isso é uma discussão que daria páginas e páginas de desenvolvimento, eu pessoalmente não acho que seja verdade. Os bissexuais tendem por acabar a sofrer mais com os pais porque estes acabam a pensar que os filhos um dia vão realmente "virar-se" para o lado visto de forma normal na sociedade, a heterossexualidade..chegam a alimentar esperanças que nunca vão acontecer e isso acaba por desgastar tanto os pais como os filhos mais e mais..

Mas isto e uma opiniao pessoal..
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: akinder em 04.ago.2008, 14:19:22
Sim, talvez tenhas razão.

Mas o k vozes acham, devo ou não devo dizer á minha mãe k sou bisexual?

Riu não somos nós que temos de achar nada sobre a tua vida pessoal. Tu melhor que ninguém sabes a relação que tens com a tua mãe... Pelo que li teu no fórum, acho que não estás seguro e a tentar mudar tudo ao mesmo tempo, não faças com que tenhas mais pernas do que vontade de correr. Tudo tem o seu tempo e deves esperar e preparar-te para ele. Tanto quanto me apercebi és de Lisboa, cidade que tem grupo local que te pode esclarecer melhor e de uma maneira mais personalizada do que opiniões on line, sem as desmerecer.

Cada caso é um caso, cada pessoa uma maneira diferente de lidar com os seus próprios valores e questões.

Espero ter-me feito entender da melhor forma.  :-*

Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: τοRoyalSizeΚΞ em 04.ago.2008, 15:02:57
Na presente sociedade acredito que sim, que será importante os nossos pais saberem a nossa orientação sexual. Talvez numa sociedade futura mais despreocupada e menos preconceituosa nem se pense tanto nisso. De qualquer forma não sei até que ponto é necessário que lhes contemos, contra a ideia de simplesmente o constatarem, que é o que deveriam fazer, assim como constatam (ou supõem) a heterossexualidade nos outros casos.

Mas acredito que a revelação aos pais seja uma sensação orgásmica de relaxe, de ver que o dever está feito, de tirar um peso de cima mesmo que a reacção não seja a melhor.

(...)
Isto tudo só para dar o exemplo,  por experiências pessoal, que cada caso é um caso, por vezes a solução está em arranjar realmente a resposta á pergunta: Vai ser bénefico contar-lhes agora? - Depende de cada um e do que cada um sente no momento.. com calma..


Hm, sim, qual será o melhor momento? Eu acho que para mim esta seria a altura ideal \o/ Já não estou em aulas, o que não prejudicaria os meus estudos, e teriam o Verão todo para digerir a ideia, assim como o primeiro semestre para aceitar o facto (eu também já estaria mais habituado) e deixarem-me em paz no segundo.

Neste momento a coisa está a desenrolar-se...prevejo boas novas da parte da minha mãe e o caos da parte do meu pai ;)

[...]. E acho k é mais facil para os pais aceitarem a bisexualidade do k a homossexual.[...]

Isso é uma discussão que daria páginas e páginas de desenvolvimento, eu pessoalmente não acho que seja verdade. Os bissexuais tendem por acabar a sofrer mais com os pais porque estes acabam a pensar que os filhos um dia vão realmente "virar-se" para o lado visto de forma normal na sociedade, a heterossexualidade..chegam a alimentar esperanças que nunca vão acontecer e isso acaba por desgastar tanto os pais como os filhos mais e mais..

Mas isto e uma opiniao pessoal..


Homossexual ou Bissexual o que é mais facil ser aceite pelos pais? (http://www.ex-aequo.web.pt/forum/index.php?topic=10340.0)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Adinatha em 04.ago.2008, 15:05:50
Eu agora nao vejo necessidade de contar a minha mae. Nao tenho peso nenhum na consciencia e quando quero falar sobre isto a alguem de casa, falo com o meu irmao. Mas se algumdia me apaixonar a serio por uma rapariga ou tiver umrelacionamento com uma rapariga, ela sera das primeiras pessoas a saber.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: corema em 04.ago.2008, 15:13:31
Depende de cada um de nós. Eu não descansei enquanto não falei com a minha mãe, já o meu pai tanto me faz como se me deu :) Eu não escondo propriamente a minha vida e desde que vim viver para Braga, precisei de contar à minha mãe porque não queria que ela ficasse a saber por outra pessoa e esta cidade é muito pequenina... Eu sei que ela ficaria muito magoada comigo se isso acontecesse. Já o meu pai, nem sei se sabe ou não, nem me faz diferença nenhuma ser eu ou outra pessoa qualquer a contar-lhe.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Teen_ em 04.ago.2008, 15:28:51
Hm, sim, qual será o melhor momento? [...]

Eu acho que a tua situação, a nivél do que te rodeia, nao estares em aulas, ser verão, existir tempo para os teus pais digerirem a ideia.. não podia ser mais benéfica para o fazeres.. Mas cada situação é uma situação.. como tal todas são diferentes. Eu fi-lo tambem numa situação semelhante, pouco depois de um amigo tambem homossexual me ter ligado, o que me aumentou a pressão para o fazer, no meu interior senti ainda maior vontade.. Foi algo que não foi feito do pé para a mão, foi com calma, previa as reacções dos meus pais a situações do dia a dia que podessem passar ou não por mim..

Sou a favor de falar com os Pais sobre isto numa conversa bem desenvolvida e calma do que ser frontal e dizer á mesa: Mãe, Pai.. Sou homossexual, lamento.

Ainda assim preferia telo feito quando já tivesse alcançado alguma independência, porque pessoalmente não foi uma coisa bem aceite os primeiros tempos..
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 15:51:24
Bom,
Acho k a importancia de contar aos pais, é só para eles abituarem-se no k poderá acontecer á nossa vida, para eles estarem preparados. se contar á minha mãe k sou bi, ela vai ter k estar preparada para o caso de eu ter um namorado.
Mas a minha mãe noutro dia disse k já podia ser avó, pois estava a referir-se a mim, e bom, se contar k sou bi, ai já pode ser dificil ter um filho.
Se minha mãe quizer ter netos, terá de esperar pelos filhos  das minhas irmãs.

Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: 2estrelinha3 em 04.ago.2008, 16:27:22

Se minha mão quizer ter netos, terá de esperar pelos filhos  das minhas irmãs.



Se és bissexual, a menos que não faça parte dos teus planos, poderás vir a ter uma companheira e consequentemente filho (s), uma relação homossexual tambem não invalida a possibilidade de vir a ter filhos...

Sei que as leis ainda têm o seu quê, mas vai mudar..., ou com alguma criatividade se pode contornar a questão!!!   ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: τοRoyalSizeΚΞ em 04.ago.2008, 17:02:45
(...)
Sou a favor de falar com os Pais sobre isto numa conversa bem desenvolvida e calma do que ser frontal e dizer á mesa: Mãe, Pai.. Sou homossexual, lamento.
(...)

A maneira como se "conta" aos pais também é importante, e para mim é importantíssimo que não seja algo frontal vindo do nada, mas algo gradual, ou se tiver de ser momentâneo então que seja uma pergunta por parte deles ou uma afirmação menos preconceituada e escondida da minha parte. Porque também considero importante eles perceberem que é uma coisa banal e que não deveria merecer o "escândalo" inerente ao coming out (que é visto sempre como sendo algo abrupto).
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: 2estrelinha3 em 04.ago.2008, 17:16:38
Na verdade acho que os pais sabem...

Odeio quererem tirar nabos da pucara e depois não estarem muito perparados para ouvir o que vem de dentro...

Achava que quando tivessem prontos perguntava... acho que ainda se aplica, contudo parece que não consegi suportar algumas insistencia e planos acerca do meu futuro como heterossexual  e tive de pôr as cartas na mesa...

E reacção foi a prevista... uma confissão de que já suspeitava, o lamentar dos netos (ao que respondi que no que dependen-se de mim os teria - devo ter-lhe dado um nó na cabeça - mas pronto), o confessar que tambem teve uma experiencia do genero (ao que insisti em afirmar que não era uma experiencia), seguiram-se lagrimas (da minha parte), colinho (do outro lado) e por fim um "tenho muito orgulho de ti! Vou estar sempre do teu lado"!!!

 :D
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 04.ago.2008, 20:37:51
Tive um caso com um rapaz( só de sexo), ele tinha 17 anos. Mas ele contou ao pais k tinha namorado (eu) e os pais fizeram de tudo para o mudar. A mãe estava sempre a dizer-lhe k queria netinhos e deveria arranjar namoradas, o pai como é policia ameaçou o filho k me  metia na cadeira pk eu sou maior de idade e ele podia inventar qualquer cena para me prender. é triste quando á pais assim, mas n podemos fazer nd.
entao, eu e ele, tivemos um caso por dois dias, depois deixamos de falar.....
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Lady L em 04.ago.2008, 22:45:11
Eu sempre fui muito ligada a minha mae, e sou tudo menos mimada. Ate porque ela, apesar de sermos unha com carne, nunca foi de me fazeras vontadinhas todas - isso eh que torna uma crianca mimada. Quanto ao fazer sofrer um filho para que cresca... acho que a vida ja nos faz crescer demasiado, os pais estao la para nos ajudar e apoiar,nao para nos dar ainda mais sofrimento...

Subscrevo [smiley=sim.gif]

Sou filha única, muito acarinhada pela mãe, mas há uma grande diferença entre isso e mimada, como disse o membro anterior.

Por acaso a minha mãe sabe e neste momento temos uma relação excelente. Na altura a reacção não foi das melhores, mas tendo em conta os casos de que já ouvi falar, 'aceitou' com rapidez. A sua única preocupação neste momento, nem é de que este ou aquele amigo saiba, é que algum 'conhecido' me veja com a minha namorada e comece por ai a distorcer completamente a história. Sabem como é, vêm alguém a beijar-se e dizem logo que andam a fazer coisas menos próprias -.-'

Com o meu pai a situação é diferente, não me dou assim tão bem com ele e não sinto necessidade em contar. Mas mais cedo ou mais tarde, o dia chega. Não vou esconder a relação com a minha namorada para sempre.

Só acho que cada caso é um caso. Se se sentem á vontade para tal, contem. Se não se sentem preparados para tal, é que ainda não chegou o momento certo. Não contem porque este ou aquele diz que é o melhor a fazer.

 ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 05.ago.2008, 03:38:07
amanha sou capaz de ir a casa da minha mãe, vou ver se consigo falar com ela, caso não esteja preparado conto-lhe noutro dia.

Acham k é bom adiar esto ou nem por isso?

Sei k sou eu a dar a ultima resposta mas quem já contou aos pais, deve saber gual a melhor altura e pk cantou.

e eu não sei gual será a melhor altura nem pk vou contar.....
isto faz sentido...?
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: diafeliz em 05.ago.2008, 11:31:45

Bem, no meu caso a importância de contar à minha mãe (que vive comigo) que sou homossexual foi poder ser eu mesma, sem máscaras e sem tabus...

Foi poder trazer alguém cá a casa e não ter de dizer que é uma amiga, foi poder falar abertamente sobre o que sinto,...

E foi um alívio enorme por não ter de esconder algo que faz parte de mim...
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: akinder em 05.ago.2008, 14:00:41
amanha sou capaz de ir a casa da minha mãe, vou ver se consigo falar com ela, caso não esteja preparado conto-lhe noutro dia.

Acham k é bom adiar esto ou nem por isso?

Sei k sou eu a dar a ultima resposta mas quem já contou aos pais, deve saber gual a melhor altura e pk cantou.

e eu não sei gual será a melhor altura nem pk vou contar.....
isto faz sentido...?

Ignoras-te o que te disseram?  :-X És tu que tens de saber o momento certo, ninguém o deve fazer por ti! Eu acho que ainda não interiorizas-te que mesmo que as outras pessoas tenham contado aos pais, fizeram isso por elas. Não andaram a escrever na revista "Maria" a marcar hora e dia para dar tal coming out...por exemplo!

Tem paciência contigo, deixa as coisas fluírem, não é obrigatório ser hoje, ou amanha...  ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 05.ago.2008, 18:19:55
Olha, contei há pouco á minha mãe k sou bisexual.
Não estão a ver, ela encara o Gay/Bi como uma doença.
Disse k um homem quando faz sexo anal, fica lá com uns germes k faz com k o homem goste de homens, ela diz k isso chama-se a doença dos p********. Depois perguntou-me se já fiz sexo anal, e eu tive k dizer k nunca tinha feito,(mentira) e ela disse k ainda bem.
Disse-me k homens gostar de homens era "feio", e disse k era nogento beijar um homem, e por isso perguntou se gostava de beijar um homem. E eu tive k dizer k não gostava (mentira).
Eu não kero k a minha mãe tenha nojo de mim, e k não pense k esteja doente.
Disse k se eu gosta-se mesmo de homens, já vinha mesmo de mim, então eu tinha de ir a um psicologo para tentar mudar, pk ela diz k á cura.

Não estão a ver como fiquei, mas no entando a minha mãe falou tranquila para mim, sem qualquer problemas em falar comigo sobre o assunto. Eu bom, tou bem, mas tb tou mal de saber k minha mãe pensa assim do Gay/Bi.
Eu nem tive coragem de lhe dizer  k  tou apaixonado por um rapaz.....
Ela pensa k tou doente e por isso diz k temos de marcar uma consulta para resolver isto.

O k eu fasso?
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Elisha em 05.ago.2008, 18:38:38
Explica-lhe que concordas em marcar a consulta, desde que seja no sentido de tentarem resolver os vossos conflitos e não de te "converter". Escolhe um psicólogo que saiba como ajudar pais e mães homofóbicos a confrontarem-se com os filhos (deve haver alguém aqui na rede que saiba).

Acima de tudo não vás na conversa dela. Não fizeste nada de errado.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Reborn em 05.ago.2008, 18:43:08
Riu, não sei se as tuas aspirações amorosas te dão vontade de desabafar com alguém, e se for esse o caso, aconselho-te a falar com aquela pessoa que achas que está mais à vontade no assunto e em quem depositas a tua total confiança. Não precisam de ser necessariamente os pais.
 Nem sempre as pessoas reagem da melhor maneira quando decides abrir-te do modo como fizeste com a tua mãe. E acho que está visto que ela tem uma visão muito agressiva do assunto. Eu no teu lugar deixava o episódio de hoje cair no esquecimento se achasse que não seria capaz de esclarecer a minha mãe neste aspecto: ser não heterossexual não é uma doença nem existe maneira de mudar a orientação sexual da pessoa a curto ou médio prazo. Eventualmente as pessoas mudam de orientação sexual ao longo da sua vida, mas nem elas nem ninguém tem poder para mudar isso do dia para a noite.

Se tiveres curiosidade e quiseres aproveitar a oportunidade para falar sobre a tua orientação sexual com um psicólogo aproveita a oportunidade. Mas lembra-te, existem ainda alguns psicólogos que vêm a questão de uma maneira semelhante à da tua mãe. (sem a parte da transmissão da doença [que não é doença], que é no mínimo, recambulesca xP) Está preparado para tudo.

Eu contei à minha mãe, e depois ela contou ao meu pai, sem eu saber. Nenhum deles gosta de falar no assunto, e eu devo confessar, que tenho tanta vontade como eles de puxar estas coisas. Mas contei porque gosto de ser honesto para com todos e cansei de esconder o jogo debaixo da mesa. Senti-me melhor, já não tenho de aturar aquela musiquinha do 'Então e raparigas bonitas na tua turma?', e eles apesar de não entenderem muito bem esta minha 'opção' (que tentei em vão dissuadi-los que não era escolha minha), respeitam, e querem acima de tudo que eu seja feliz.

A tua mãe decerto quer o mesmo para ti, só não está esclarecida de todo relativamente à homo/bissexualidade. Eu acho que deves procurar outras pessoas com quem te possas abrir, e vais ver que à medida que fores somando boas reacções de quem te rodeia, vais poder conciliar esta lacuna que tens no seio familiar, e quem sabe um dia, não consegues fazer a tua mãe ver que não há nada de feio ou nojento quando quaisquer duas pessoas se beijam.

Boa sorte ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 05.ago.2008, 19:27:25
Sim, obrigado pelas vossas respostas foram muito explicitas.

No entanto não sei se devo tucar mais neste assunto com a minha mãe. Eu acho k nunca mais lhe falo soubre isto. Vou continuar a mentir k tenho namoradas e pronto. As pessoas k me rodeiam têm facilidade para me detestarem e se a minha mãe já sabe sobre isto e se lhe dizer tudo o k não tive coragem para lhe dizer, como: gostar de homens não é doença, beijar homens não é feio nem nojento e etc. Ela vai sentir nojo de mim e isso eu não kero, por isso vou continuar na mentira.

Por acaso chegai a dizer k a namorada k tinha era mentira, mas eu tenho boe imaginação para inveitar outra cena qualquer.

Eu não keria mentir, mas a verdade é k eu tb tenho vergonha de ser o k sou mas não devia sentir isto.

Se calhar tou é confuso por só ter feito sexo com homens, tenho de fazer sexo com raparigas para saber o k gosto mesmo. 
 
bem, já nem sei o k pensar..... 
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Andre_92 em 06.ago.2008, 22:23:24
gostava de saber pk é assim tão importante contar aos pais a nossa orientação sexual?
muitos adolegentes tiveram graves problemas por terem contado aos pais, mais valia estarem calados. Nós devemos proteger-nos para não nos maguar-mos. devemos saber bem o k vamos fazer quando vamos contar isso aos nossos pais.
e já agora não vejo pk eles têm k saber, a nossa vida não vai mudar se eles souberem, por acaso até muda, podemos ser despresados, criticados e muitas coisas mais pelos nossos pais. acredito k á muitos jovens k se arrependeram de ter contado a sua orientação sexual aos pais.
por isso para não haver problemas e viver a vida na boa, o melhor é agir como se fosses um rapaz/rapariga normal ( não me ademira k tenham k chegar a mentir como eu, mas depois abituam-se) e nunca contar aos pais a orientação. Depois quando já tiverem uns 25 anos ou até mais, ai já podem contar na boa, e até com cara podre assim: olha pai e mãe eu sou gay/bi e pronto, queria k vozes soubessem.
pronto, ai como vozes são maiores de idade, ja trabalham e até já podem ter casa, podem contar na boa. Eu por enquanto podia já contar á minha mãe, pk ela não vive comigo. pois pk se ela não gostar k seja bi, eu não tenho medo do k poderá vir dali pk eu não moro com ela xD assim não tenho k tar a atura-la (aos poucos começo a desgostar de toda a gente, até dos meus pais, no entanto só posso desgostar da minha mãe pk meu pai já está morto, e na mesma morto eu quero lá saber dele, sinseramente eu não sinto k tenha tido um pai, nem uma lagrima saiu dos meus olhos quando ele morreu, k pena), mas eu tou a pensar contar a minha mãe quando tiver um namorado. mas na mexma n tou a ver pk a minha mãe tem k saber, ela não me vai opoiar nem vai despoiar, simplesmente n vai ligar e pronto. 

Bem, espero pelas vossas respostas........



Deve-se contar aos pais.

Quando, de que forma, e a quantos e quais membros da familia e que depende de pessoa para pessoa.

Eu por exemplo ei de contar mas não já. :D

Tou e a espera que os casamentos homossexuais começem a aparecer na tv, para ver o que eles pensam. Porque nunca lhes vi a discutir uma coisa dessas hehe.

Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 07.ago.2008, 02:58:39
Sim, fazes bem.

Mas prepate andre, não é nada facil contar aos nossos pais o k somos. E pensa bem se queres mexmo contar, eu contei e já tou arrependido... :-\
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: miudadoce em 07.ago.2008, 03:26:30
Acho que se conseguisse dizer-lhes teria uma vida mais tranquila.. Pois os meus pais são muito importantes para mim e eu conto-lhes sempre tudo (excluindo o facto de ser homossexual). Acho que se contasse tirava um fardo da minha vida e seria tudo mais fácil. Poderia andar com a minha namorada lá por casa como se fosse um namorado..
Mas ainda não me sinto preparada e não sei se algum dia sentirei.
Veremos o que o futuro nos reserva  ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Catô em 08.ago.2008, 21:02:26
nao li o topico todo porque não me apeteceu, mas para mim não faz sentido contar, principalmente quando sabemos que só nos vai trazer chatices. se os meus pais não tivessem descoberto, ainda hoje não saberiam...



PS - Riu, tenta por favor escrever sem erros. Fica-te mal e torna muito dificil a leitura...
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 08.ago.2008, 21:53:27
nao li o topico todo porque não me apeteceu, mas para mim não faz sentido contar, principalmente quando sabemos que só nos vai trazer chatices. se os meus pais não tivessem descoberto, ainda hoje não saberiam...



PS - Riu, tenta por favor escrever sem erros. Fica-te mal e torna muito dificil a leitura...

Vou tentar
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Livre-Mente em 08.ago.2008, 22:00:45
gostava de saber pk é assim tão importante contar aos pais a nossa orientação sexual?
muitos adolegentes tiveram graves problemas por terem contado aos pais, mais valia estarem calados. Nós devemos proteger-nos para não nos maguar-mos. devemos saber bem o k vamos fazer quando vamos contar isso aos nossos pais.
e já agora não vejo pk eles têm k saber, a nossa vida não vai mudar se eles souberem, por acaso até muda, podemos ser despresados, criticados e muitas coisas mais pelos nossos pais. acredito k á muitos jovens k se arrependeram de ter contado a sua orientação sexual aos pais.
por isso para não haver problemas e viver a vida na boa, o melhor é agir como se fosses um rapaz/rapariga normal ( não me ademira k tenham k chegar a mentir como eu, mas depois abituam-se) e nunca contar aos pais a orientação. Depois quando já tiverem uns 25 anos ou até mais, ai já podem contar na boa, e até com cara podre assim: olha pai e mãe eu sou gay/bi e pronto, queria k vozes soubessem.
pronto, ai como vozes são maiores de idade, ja trabalham e até já podem ter casa, podem contar na boa. Eu por enquanto podia já contar á minha mãe, pk ela não vive comigo. pois pk se ela não gostar k seja bi, eu não tenho medo do k poderá vir dali pk eu não moro com ela xD assim não tenho k tar a atura-la (aos poucos começo a desgostar de toda a gente, até dos meus pais, no entanto só posso desgostar da minha mãe pk meu pai já está morto, e na mesma morto eu quero lá saber dele, sinseramente eu não sinto k tenha tido um pai, nem uma lagrima saiu dos meus olhos quando ele morreu, k pena), mas eu tou a pensar contar a minha mãe quando tiver um namorado. mas na mexma n tou a ver pk a minha mãe tem k saber, ela não me vai opoiar nem vai despoiar, simplesmente n vai ligar e pronto. 

Bem, espero pelas vossas respostas........



Deve-se contar aos pais.

Quando, de que forma, e a quantos e quais membros da familia e que depende de pessoa para pessoa.

Eu por exemplo ei de contar mas não já. :D

Tou e a espera que os casamentos homossexuais começem a aparecer na tv, para ver o que eles pensam. Porque nunca lhes vi a discutir uma coisa dessas hehe.




Esperemos nós que ainda este Seculo isso Aconteça senão caro Amigo não será por ai que contarás aos Teus Pais.. ;) ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 08.ago.2008, 22:08:40

Responder

Esperemos nós que ainda este Seculo isso Aconteça senão caro Amigo não será por ai que contarás aos Teus Pais.. ;) ;)

Acho k estas um pouco atrazado no tempo (sem ofença). É k já contei á minha mãe k sou bissexual, e a conversa foi uma beca po torto mas pronto, até nem correu muito mal.
A minha mãe pensa k gostar de homens é uma doença :-\ maldita doença xD.
Tenho de  explicar á minha mãe o k é gostar de rapazes.
 ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Mr Unchained em 08.ago.2008, 23:38:36
Tás a ver Riu? Aqui está um tópico interessante  :)

Eu acho importante, na medida que agora não tenho que andar a esconder, nem muito menos ouvir 'quando arranjas uma namorada?' isso irritava-me.
Tambem agora trago os meus namorados a casa, o meu 'ex' inclusivé dormia comigo todos os fins de semana aqui, acho que é diferente, não temos que andar a esconder e a mentir, agora sempre que saio com um rapaz digo.

É um sentimento de liberdade e alivio.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 08.ago.2008, 23:45:24
Tás a ver Riu? Aqui está um tópico interessante  :)

Eu acho importante, na medida que agora não tenho que andar a esconder, nem muito menos ouvir 'quando arranjas uma namorada?' isso irritava-me.
Tambem agora trago os meus namorados a casa, o meu 'ex' inclusivé dormia comigo todos os fins de semana aqui, acho que é diferente, não temos que andar a esconder e a mentir, agora sempre que saio com um rapaz digo.

É um sentimento de liberdade e alivio.
Sim, estou a ver.

Tens uma grande sorte por teres essa liberdade em casa. No meu caso mesmo que tivesse essa liberdade eu nunca trazia ninguém a minha casa, simplesmente porque não tenho namorados nem amigos LGBT para traze-los.

Bom, eu tou mais calmo, e aprendi umas coisas.

Ps:
A minha mãe ligou para as minhas irmãs a dizer para eu ir lá a casa, que ela queria conversar comigo. Oh meu deus! De certeza k deve ser por causa de eu ser bi, fg! O melhor é inventar qualquer coisa e dizer k era mentira.
O k eu fasso!!!
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Andre_92 em 09.ago.2008, 19:34:46
Tás a ver Riu? Aqui está um tópico interessante  :)

Eu acho importante, na medida que agora não tenho que andar a esconder, nem muito menos ouvir 'quando arranjas uma namorada?' isso irritava-me.
Tambem agora trago os meus namorados a casa, o meu 'ex' inclusivé dormia comigo todos os fins de semana aqui, acho que é diferente, não temos que andar a esconder e a mentir, agora sempre que saio com um rapaz digo.

É um sentimento de liberdade e alivio.
Sim, estou a ver.

Tens uma grande sorte por teres essa liberdade em casa. No meu caso mesmo que tivesse essa liberdade eu nunca trazia ninguém a minha casa, simplesmente porque não tenho namorados nem amigos LGBT para traze-los.

Bom, eu tou mais calmo, e aprendi umas coisas.

Ps:
A minha mãe ligou para as minhas irmãs a dizer para eu ir lá a casa, que ela queria conversar comigo. Oh meu deus! De certeza k deve ser por causa de eu ser bi, fg! O melhor é inventar qualquer coisa e dizer k era mentira.
O k eu fasso!!!

Hoje?
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Livre-Mente em 11.ago.2008, 17:51:52
È muito importante contar as pessoas que nos rodeiam,é importante que nos aceitem como somos.
No meu caso nunca fui aceite,deixei de morar com a minha mãe já a alguns anos,quando tentei contar que cada um era feliz assim etc etc etc.
Ela reagiu bastante mal aliás ainda reage de maneira quadrada,"é uma doença"é horrivel etc etc etc
No inicio afectou me bastante claro porque não lhe pude contar as minhas alegrias tristezas conquistas,portanto PARTILHAR..
Hoje em dia já "não me aquece nem errefece" tem a opinião dela não posso mudar isso estou com ela raras vezes..Continuei com a minha Vida..
Afinal Mãe que é mãe quer ver os filhos felizes...DIGO EU.. ???
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Amigu em 12.ago.2008, 11:53:34
Olha, contei há pouco á minha mãe k sou bisexual.
Não estão a ver, ela encara o Gay/Bi como uma doença.
Disse k um homem quando faz sexo anal, fica lá com uns germes k faz com k o homem goste de homens, ela diz k isso chama-se a doença dos p********. Depois perguntou-me se já fiz sexo anal, e eu tive k dizer k nunca tinha feito,(mentira) e ela disse k ainda bem.
Disse-me k homens gostar de homens era "feio", e disse k era nogento beijar um homem, e por isso perguntou se gostava de beijar um homem. E eu tive k dizer k não gostava (mentira).
Eu não kero k a minha mãe tenha nojo de mim, e k não pense k esteja doente.
Disse k se eu gosta-se mesmo de homens, já vinha mesmo de mim, então eu tinha de ir a um psicologo para tentar mudar, pk ela diz k á cura.

Não estão a ver como fiquei, mas no entando a minha mãe falou tranquila para mim, sem qualquer problemas em falar comigo sobre o assunto. Eu bom, tou bem, mas tb tou mal de saber k minha mãe pensa assim do Gay/Bi.
Eu nem tive coragem de lhe dizer  k  tou apaixonado por um rapaz.....
Ela pensa k tou doente e por isso diz k temos de marcar uma consulta para resolver isto.

O k eu fasso?


Riu, ao ler este teu testemunho lembrei-me de tudo o k já passei com os meus pais, espero k a minha história te dê alguma força e esperança no futuro...tenho 34 anos, assumi-me aos meus pais aos 23, quando senti k já me aceitava a mim mesmo kis tb sair do armário para a minha família e a reacção não foi a melhor, fui proibido de levar fosse quem fosse a casa e a homossexualidade tornou-se assunto tabú e instalou-se o silêncio até k saí de casa e estive totalmente afastado dos meus pais durante meses...eventualmente, com o tempo (passados uns 7 anos...), voltámos a aproximarmo-nos e felizmente, hoje em dia, a sua visão já n é a mesma, aceitaram-me, aceitaram o meu (ex) namorado em casa, falámos sobre isso, até já falei com o meu pai da separação quando a relação, de vários anos, com esse namorado acabou e falo tb à vontade com a minha mãe, até comentei uma paixoneta k tou a sentir agora...
Portanto nada está perdido, o tempo pode (ou não...) fazer milagres e muda as pessoas...acho k os meus, como eu, tb demoraram o seu tempo a fazer o seu 'coming out'...
Apesar do k já sofri, posso dizer k n me arrependo de ter contado k sou gay aos meus pais, voltaria a fazê-lo sem pestanejar - passei por tempos conturbados mas acabei por ter uma relação mais honesta, carinhosa e íntima com os meus pais, k talvez nunca tivesse se me tivesse escondido toda a vida...mas como cada caso é um caso e cada um sabe de si, n aconselho ninguém a contar ou a esconder , essa é uma decisão muito pessoal k, como todas, tem as suas consequências...n julgo ninguém por isso, n sou melhor nem pior do k ninguém por ser assuimdo!
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 12.ago.2008, 19:30:49
Eu estou mesmo arrependido ter contado á minha mãe :-\.
Tive hoje uma conversa com ela, e vou ter de fazer análises ao meu corpo (por parte é bom, porque também já estava a precisar), bom, até aqui esta tudo bem. Mas agora vem a parte pior, minha mãe quer arranjar um psicólogo para mim, para me ajudar a esquecer os homens. A minha mãe diz que se eu não quiser a ajuda dela, se não fizer o k ela pede, ela vai ser dura, e vai falar com a pessoa que fez sexo comigo (onde fui tão estúpido de ter contado k fiz sexo com meu primo), ela diz k vai falar com o pai do Fábio (primo), e também vai ter k contar ao Armando (meu padrasto). Se eu não fizer o k a minha mãe diz, eu e o Fábio ficamos em maus lençóis.
Eu fui mesmo estúpido em ter contado á minha mãe, digo, sinceramente devia ter ficado calado. Estava tudo tão bem, e eu tive de fazer porcaria.
Digo, se eu não aguentar esta cena da minha mãe, eu deixo de falar com ela. Até porque é simples, basta não ir a casa dela, mas tenho medo k ela venha a minha casa e faça um drama.
Ela diz k é nojento andar na rua com um homem, e diz k os gays só querem é fazer sexo e só apanham doenças como a Sida e o HIV. 
E também perguntou-me uma pergunta k me deixou a pensar, e gostava que também me respondessem a esta pergunta, O que te vai levar a gostar de homens?
A minha mãe respondeu e disse:" Não te vai levar a lada nenhum que seja bom, só te vai levar á desgraça. As pessoas vão ter nojo de ti, não vais conseguir ter emprego, não vais ter família, não vais ser ninguém"
Eu quando ouvi isto.... :-\ ela diz a verdade?
A minha mãe até teve coragem de dizer se eu queria fazer sexo com uma rapariga, porque ela conseguia arranjar uma miúda para eu fazer sexo com ela. Sinceramente,  :-\ já nem sei o que dizer com isto.
 
O que devo fazer?
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Amigu em 12.ago.2008, 21:05:37
Riu, tenho pena k a tua mãe tenha sido capaz de te dizer essas coisas, quem precisa dum psicólogo é ela, a homofoboia tem cura, felizmente, como todas as outras fobias...
Ser gay não tem nada a ver com ser seropositivo ou tarado sexual - o hiv n escolhe sexos nem orientações sexuais, o k interessa é evitarmos comportamentos de risco; quanto à questão do sexo, isso é mais um preconceito que existe, há muitos homens hetero, gays ou bi que têm sexo a 'torto e a direito', outros n e n tem a ver com a sua orientação sexual, o facto de seres gay não será, concerteza, impedimento para k tenhas uma vida plena, com sucesso a nível profissional e amoroso, a felicidade está ao alcance de todos!
Eu já tive a minha quota parte de felicidade, durante 8 anos vivi um relacionamento (gay, claro!) que, apesar de ter acabado, me há de marcar sempre.
As palavras da tua mãe não podem deixar de te magoar, é certo; mas n podes, nem por instantes, acreditar no k ela te disse, tu tens de ser forte e acreditar em ti e em todas as possibilidades de felicidade que o futuro te pode oferecer!
os meus pais de início também reagiram mal quando lhes contei que sou gay (n tanto como a tua mãe...) e, na altura, acho k tomei a melhor atitude ao afastar-me completamente deles durante meses - foi doloroso, as foi a única maneira de eu manter alguma sanidade mental e alguma paz de espírito no meu dia-a-dia...às vezes é preciso tomar medidas drásticas, k nos custam imenso, mas k podem ser a única saída. Pensa em ti, depois em ti e depois em ti e só muito depois nos outros, a tua força tem k vir de dentro de ti, qdo a encontrares nada nem ninguém te pode abalar!
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Boreas em 12.ago.2008, 21:22:50
Acho óptimo que vás com ela a um psicólogo. Ou vários...ela irá ouvir opiniões informadas que lhe vão fazer ver que não és monstro nenhum. O que tu tens que lhe mostrar claramente  é que a tua orientação sexual não é uma orientação moral nem guia os teus objectivos de vida( apesar de ver muitas pessoas a guiarem-se desse modo).
Há milhões de pessoas que só pensam em sexo...há muitas outras que querem o amor da sua vida. Isso não é determinado pela orientação. Experimenta mostrar à tua mãe o fórum... mostra-lhe lhe o casos que andaram a sofrer por amor porque não resultou. Mostra os tantos outros que estão juntos há anos.

Quanto ao HIV é bom que haja o habito de preocupação... basta estares protegido e seres exigente de exames com possíveis namorados futuros.   Mais preocupado fico eu com os heterossexuais que com a despreocupação das pilulas não usam o preservativo.

Quanto à tua pergunta ...eu gosto de homens e nenhum dos meus amigos até agora teve nojo de mim. E eu attenho amigos bastante conservadores. Emprego é discriminação legal e não acho que esteja assim tão mal no geral do pais. Familia apenas se a tua te abandonar mas isso é intolerancia por parte deles. Quanto ao resto..... legal ou nao podes sempre viver com a pessoa que amas por toda a vida...e lutar por ter filhos teus ou adoptivos.  Por isso..........ela tá errada.

Com um esforço de vontade e muita luta.... tudo se consegue.
Um abraço
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 12.ago.2008, 21:26:27
Acho óptimo que vás com ela a um psicólogo. Ou vários...ela irá ouvir opiniões informadas que lhe vão fazer ver que não és monstro nenhum. O que tu tens que lhe mostrar claramente  é que a tua orientação sexual não é uma orientação moral nem guia os teus objectivos de vida( apesar de ver muitas pessoas a guiarem-se desse modo).
Há milhões de pessoas que só pensam em sexo...há muitas outras que querem o amor da sua vida. Isso não é determinado pela orientação. Experimenta mostrar à tua mãe o fórum... mostra-lhe lhe o casos que andaram a sofrer por amor porque não resultou. Mostra os tantos outros que estão juntos há anos.

Quanto ao HIV é bom que haja o habito de preocupação... basta estares protegido e seres exigente de exames com possíveis namorados futuros.   Mais preocupado fico eu com os heterossexuais que com a despreocupação das pilulas não usam o preservativo.

Quanto à tua pergunta ...eu gosto de homens e nenhum dos meus amigos até agora teve nojo de mim. E eu attenho amigos bastante conservadores. Emprego é discriminação legal e não acho que esteja assim tão mal no geral do pais. Familia apenas se a tua te abandonar mas isso é intolerancia por parte deles. Quanto ao resto..... legal ou nao podes sempre viver com a pessoa que amas por toda a vida...e lutar por ter filhos teus ou adoptivos.  Por isso..........ela tá errada.

Com um esforço de vontade e muita luta.... tudo se consegue.
Um abraço


sim, obrigado pela resposta.
Eu vou tentar ver o que posso fazer.....

Olha á uma rapariga que gosta de mim, é como se fosse da minha familia mas no entanto não é. Ela é filha do namorado da minha tia Natália, eu já a vi várias vezes em casa da minha mãe. Ela é bem gira e tal, bom, já estam a ver, a minha mãe quer que namore com ela para esquecer os rapazes. Sei que nunca esquecerei os rapazes, mas no entanto eu tb gosto de raparigas por isso, vou ver se tenho algo com ela. xD
Já tenho o numero do tel e vou mandar-lhe msg. xD
Bom, eu quando chegar a namorar com ela ( o que era optimo para saber o que é namorar com raparigas, pois eu não sei) , eu vou continuar aqui no forum e a ir nas saidas do pessoal xD, mas se namorar mesmo com ela vou ver se não a traio, não sou pessoa desse genero xD.
Mas tenho medo de gostar de um rapaz (gosto de rafael, mas ele agora esta um pouco á parte pk não sei se é hetero), e namorar com a Marta. Será possivel eu acabar por namorar com a Marta e com outro rapaz ao mesmo tempo? Isso assim é porco, né? É melhor eu  esquecer os homens enquanto estou com a Marta?

fico á espera de respostas,
fui
   
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Boreas em 13.ago.2008, 15:48:11
Tenho que te dizer que esse é o tipo de coisas que tens que ser tu a decidir pela tua consciência e não pelos conselhos que te dizem os outros. Primeiro o que é melhor e mais honesto para ti. Segundo alem de honesto contigo não podes magoar os outros, ou pelo menos magoar o mínimo possível mantendo sempre uma linha para que haja respeito por ti.

Vou fazer-te 2 perguntas:

Achas que gostas dessa rapariga? Ou queres ver se gostas para fazer a vontade á tua mãe?
Porque não estar com 1 rapaz?

Como é óbvio não podes trair ninguém... tens como soluções: não namorares se não tens certeza. Acabares se não resultar.


Não é só acabar com os rapazes com a Marta é com as raparigas também. O caso é, se pensares em rapazes enquanto estás com a Marta... então é porque te estás a enganar e não é a Marta que queres.

Recomendo-te apenas que sejas honesto contigo próprio.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: bandersnatch em 13.ago.2008, 16:08:24
Penso que realmente dependendo dos psicólogos talvez seja óptimo a tua mãe ouvir que não é uma doença. Quando fores fazer as análises podes também tentar que o médico lhe explique que fazer sexo anal não contamina os homens com germes que causam a homosexualidade.

Quanto à rapariga, só para fazer a vontade à tua mãe não devias fazer algo que te faz infeliz (e que, certamente, também fará a rapariga infeliz no futuro se essa situação se arrastar). Se a tua mãe quer que arranjes uma namorada tenta dizer-lhe simplesmente que vais tentar mas que a Marta não faz o teu tipo, por exemplo.  ;)

Tenho que te dizer que esse é o tipo de coisas que tens que ser tu a decidir pela tua consciência e não pelos conselhos que te dizem os outros. Primeiro o que é melhor e mais honesto para ti. Segundo alem de honesto contigo não podes magoar os outros, ou pelo menos magoar o mínimo possível mantendo sempre uma linha para que haja respeito por ti.

Exacto. Não serias só tu a ser infeliz mas ela também.

ETA: Quanto a mim os meus pais não sabem. Acho que a minha mãe desconfia porque eu já disse que não seria de todo impossível um dia apaixonar-me por uma rapariga, mas os meus pais (e o meu padrasto) não são muito "fãs"... portanto nem digo nada.  :-X
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: τοRoyalSizeΚΞ em 13.ago.2008, 16:49:51
(...)vou ver se não a traio(...)

Desculpa, mas isto não é frase de quem está apaixonado :(
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 13.ago.2008, 17:13:49
Tenho que te dizer que esse é o tipo de coisas que tens que ser tu a decidir pela tua consciência e não pelos conselhos que te dizem os outros. Primeiro o que é melhor e mais honesto para ti. Segundo alem de honesto contigo não podes magoar os outros, ou pelo menos magoar o mínimo possível mantendo sempre uma linha para que haja respeito por ti.

Vou fazer-te 2 perguntas:

Achas que gostas dessa rapariga? Ou queres ver se gostas para fazer a vontade á tua mãe?
Porque não estar com 1 rapaz?

Como é óbvio não podes trair ninguém... tens como soluções: não namorares se não tens certeza. Acabares se não resultar.


Não é só acabar com os rapazes com a Marta é com as raparigas também. O caso é, se pensares em rapazes enquanto estás com a Marta... então é porque te estás a enganar e não é a Marta que queres.

Recomendo-te apenas que sejas honesto contigo próprio.


 Mas isto é difícil. A minha mãe diz que não aceita a minha orientação. Ela disse que eu tenho de mudar, ela chantageou-me a dizer que contava ao meu padrasto e ia para a rua, para casa dela também não vou  pk ela não quer gays em casa. Concluindo, ficava a viver na rua só porque neste mundo a minha família não aceitam a diferença.
Ela está sempre a dizer k todos os gays ficam contagiados pela sida, está sempre a dizer isso. Diz que todos os gays, por mais fixes k sejam acabam por apanhar a sida. Está a dizer, k se eu andar a fazer sexo com gajos apanho a sida e depois morro. A minha mãe tb diz que é um vicio gostar de homens, diz k é uma cena k os rapazes experimentam e depois ficam viciados, e como eu experimentei, ela diz k tenho de parar com isto para não ficar viciado a rapazes. Diz k quem fica viciado não consegue sair. Depois diz k é um nojo eu fazer sexo, oral e anal com homens.

Umas das conversas”hoje” :

Eu: eu gosto dos dois sexos.
Mãe: então pk não escolhes raparigas? Podes ter filhos sem problemas. Tens logo 3 buracos para fazeres sexo (como se eu só pensa-se nisso). pk escolher homens?
Eu: eu gosto de raparigas, mas eu sinto outra coisa mais forte para com os rapazes. Eles são iguais a mim, quando estou com um rapaz sinto k fosse-mos um só, pk somos sexos iguais, e sendo assim, faz-me sentir mais "amado". E quando é raparigas, elas são de sexo diferente, por isso parece k á uma barreira de desigualdade, não é tão igual a mim como os rapazes o são.
Mãe: vais dizer k eras capaz de namorar com um homem, ama-lo?
Eu: sim, eu sei o k é estar apaixonado por um rapaz.
Mãe: por amor de deus! Tu tinhas coragem de beijar um homem?
Eu: se gosta-se dele sim.
Mãe: lá está, tenho mesmo que te levar a um psicólogo, para resolver este problema.
(uma pausa)
Mãe: Paulo, sinceramente eu não aceito esta tua....há mães k aceitam, essas devem-se estar a borrifar para os filhos, gosta de homens! ok tudo bem!
(outra pausa)
Mãe: agora é assim: Tu queres andar nisso? Tu queres ficar nesta situação?
Eu: isto não tem cura!
Mãe: tem sim! É só tu mentalizares que não gostas de homens.
Eu: eu já fiz isso aos meus 17/18 e estava enganado.
Mãe: não estavas nada.
Eu: eu tenho 19 anos, eu sei o k estou a dizer. Conheço isto á muito tempo. E encontrei aquele fórum k te mostrei e lá tem a explicar muitas coisas, tem ajudando-me muito a ver as coisas.
Mãe: isso do fórum é uma treta, é tudo só gays onde só querem é enganar os jovens a gostar de homens. Esses fóruns k tu andas, só incentiva os jovens a esta m**** de vida. Tudo isso k estas a pensar é tudo da tua cabeça, estas a ficar com problemas mentais.
(pausa, eu já mais k desiludido)
Mãe: Tu tens é k arranjar uma namorada, tu conheces a marta, ela gosta de ti. Epá, faz sexo com ela á vontade, eu até posso ajudar-te a estares sozinho com ela em casa. Mas homem é que não. É que não mesmo!
Eu: esta bem, eu namoro com a marta.
Mãe: acho mesmo bem que queiras namorar com ela. Agora vamos esquecer isto de gays e vamos é seguir em frente, vou tratar da marta, e tu vais esquecer esses teus problemas mentais sobre rapazes.
Eu: eu não estou maluco!
Mãe: estás e vais curar-te!
Eu: já chega! Já disse que não estou maluco, e já chega desta conversa vou para casa! Xau!
Mãe: Paulo, volta aqui!
Eu: cala-te!
( bazei de casa da minha mãe)

bom, depois de isto que tanto me custou escrever e principalmente ter tido esta conversa com a minha...com uma senhora, certamente eu não sei o que fazer. Mas no entanto só vejo uma saída, mentir, continuar a mentir. Vou namorar com a marta, vou arranjar uma namorada nem que seja uma rapariga feia, etc, mas vou continuar a gostar de rapazes pois pk eu sei k não vou conseguir deixar de gostar deles.

Sinto-me cada vez mais só, mas não choro. :-\
Preciso mesmo é de uma saída á noite e dançar na disco, para aliviar este stress.
Digo, que a pior coisa que um gay/bi/lesb devem fazer, é contar aos pais a nossa orientação enquanto somos jovens. Eu cá estou arrependidíssimo.

 
  
                                                    
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: bandersnatch em 13.ago.2008, 17:21:03
Isso é complicado... se calhar devias ver se alguém falava com ela e lhe explicava, ou lhe davas qualquer coisa a ler, ou assim... Acho injusto ela continuar a dizer essas coisas mesmo depois de já lhe teres explicado como sentias.  :-\
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 13.ago.2008, 17:28:54
Garanto-vos que se ficar fartinho disto, eu nunca mais falo com ela. E se ela contar ao armando k sou gay, k diga, vou viver debaixo da ponte. mas não faz mal. Se tiver k viver a rua, vivo!
mas será k vale a pena continuar a ser bi? por enquanto terei de fazer o k ela quer, e prontos!

 :'(
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: bandersnatch em 13.ago.2008, 17:34:33
Se tivesse casa própria até te deixava viver na sala! Mas tu moras com o teu pai ou assim? Será que ele encararia melhor isso?

Acho que se calhar talvez seja melhor em frente dos teus pais não demonstrares muito a tua sexualidade se achas que eles não vêm isso com bons olhos, mas isso não quer dizer que desistas de (tal como já foi dito) seres "honesto contigo próprio".
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 13.ago.2008, 17:40:47
Se tivesse casa própria até te deixava viver na sala! Mas tu moras com o teu pai ou assim? Será que ele encararia melhor isso?

Acho que se calhar talvez seja melhor em frente dos teus pais não demonstrares muito a tua sexualidade se achas que eles não vêm isso com bons olhos, mas isso não quer dizer que desistas de (tal como já foi dito) seres "honesto contigo próprio".

Eu vivo com o meu padrasto, está á espera de uma boa oportunidade para me por fora de casa. :-\
É por isso k kero acabar o 12 ano e ir trabalhar para começar organizar a minha vida rápidamente. Mas parece k a minha mãe deve estar com vontade de me por a viver na rua, mas para isso não acontecer eu terei de fazer o que ela quer.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: bandersnatch em 13.ago.2008, 18:15:52
Consulta este tópico (http://www.ex-aequo.web.pt/forum/index.php?topic=11231.0). Se fores menor teoricamente ela não te pode pôr fora de casa. Quanto a acabares o 12º terá de assegurar que concluis a formação, acho eu (de qualquer maneira, podes sempre tentar estudar à noite). Uma ideia era tentares entrar em contacto com alguém (p.e. um advogado?) que te pudesse aconselhar relativamente à tua situação.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: 12 em 13.ago.2008, 22:17:55
Se tivesse casa própria até te deixava viver na sala! Mas tu moras com o teu pai ou assim? Será que ele encararia melhor isso?

Acho que se calhar talvez seja melhor em frente dos teus pais não demonstrares muito a tua sexualidade se achas que eles não vêm isso com bons olhos, mas isso não quer dizer que desistas de (tal como já foi dito) seres "honesto contigo próprio".

Eu vivo com o meu padrasto, está á espera de uma boa oportunidade para me por fora de casa. :-\
É por isso k kero acabar o 12 ano e ir trabalhar para começar organizar a minha vida rápidamente. Mas parece k a minha mãe deve estar com vontade de me por a viver na rua, mas para isso não acontecer eu terei de fazer o que ela quer.

não há duvida que em relação à tua sexualidade a tua mãe e o teu padastro são uma má influência para ti.
pelo que eu li, a tua mãe tem uma visão completamente distorcida em relação ao assunto.
acho que fazes mt bem em criares planos para o teu futuro de modo a que não possas depender tanto deles.
entretanto, como medida preventiva de modo a não sofreres ainda mais, tenta não explorar o tema da tua orientação sexual com ambos.
acima de tudo tens de ser verdadeiro e honesto contigo próprio e fazeres aquilo que tu sentes que é certo para ti e para os outros. ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 13.ago.2008, 22:27:14
Pois, ás vezes é dificil de ser honesto.
Vou fazer o que quizer fazer e prontos. 
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: girl_89 em 13.ago.2008, 23:03:04
Riu, estás numa situaçao muito complicada mesmo. Por vezes sofremos muito injustamente porque queremos ser honestos com os outros e principalmente connosco mesmos. Em todo o caso sabes que o forum estará sempre aqui para te apoiar  ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Boreas em 14.ago.2008, 08:54:39
Insiste em ir ao psicólogo com ela....agora certifica-te em primeiro lugar que o psicólogo tem as definições e mentalidade actualizadas.
 
Entretanto procura .....pela tua localidade o livrinho maravilha dos psicólogos DSM IV que é actualizado , pelo que vi posterior a 1994 quando homossexualidade deixou de ser encarada uma doença. http://en.wikipedia.org/wiki/Diagnostic_and_Statistical_Manual_of_Mental_Disorders.
Recomendo-te que procures livros adequados sobre o assunto e lhe dês para ler. Não sou a pessoa indicada para te recomendar dado que não conheço muitos.

Quanto a SIDA francamente ocorre-me que vás ao centro de saúde mais próximo e te informes das estatísticas sobre o contagio do HIV quer pela faixa etária quer por grupos populacionais, ou vás a algum tipo de consulta de planeamento familiar primeiro sozinho (para analisar o estado do atendimento lá) e depois com a tua mãe de modo a que a elucidem sobre os reais riscos. è evidente que eu não faço ideia se eles sequer abrangem isso nas consultas dado que nunca fui a nenhuma nem tenho conhecimento. Outros membros poderão certamente ajudar nesse campo. 

Tens que a fazer ver que
1. se alguém quer estar com rapazes é porque se sente atraído por eles e faz parte da sua natureza.
2. Não enveredes por mentiras a ti próprio ou quem vai sofrer as consequências és tu, a nível psicológico... que iras sentir-te frustrado para toda a vida, alem da miúda estar a viver uma mentira completa.
3. Que disparate que todos tem sida.....confronta-a pede-lhe dados. e já agora quantos gays conhece ela para saber que TODOS são assim.
às vezes a melhor maneira de destruir os argumentos desse tipo é pedindo provas e forçar a própria pessoa a demonstrar a si mesma que está errada.

Pelo menos com esse trabalho de casa feito... qualquer que seja a resposta da tua mãe é por casmurrice e falta de vontade dela.

Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 14.ago.2008, 13:56:23
ela não aceita, não quer que eu seja assim e prontos...
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: link_ em 14.ago.2008, 19:48:08
Estás numa situação um pouco dificil, no entanto não te podes deixar ir abaixo. Terás que saber lidar muito bem com a situação e talvez dar mais um tempo á tua mãe, para ela se habituar melhor á ideia, infelizmente nem toda a gente reage da mesma forma ás situações.
Por isso é que por vezes mais vale nem contar-se nada e evitar-se pensar nisso. Também se não contarmos não é por isso que passamos a ser pessoas mentirosas, ou pessoas falsas, nada disso. Pelo menos eu vejo as coisas desta forma, prefiro pensar que tenho um segredo, algo muito importante mas que posso guardar só para mim por exemplo.
Mas Riu , dá-lhe tempo vais ver que tudo irá melhorar  ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Riu em 15.ago.2008, 16:28:28
Estás numa situação um pouco dificil, no entanto não te podes deixar ir abaixo. Terás que saber lidar muito bem com a situação e talvez dar mais um tempo á tua mãe, para ela se habituar melhor á ideia, infelizmente nem toda a gente reage da mesma forma ás situações.
Por isso é que por vezes mais vale nem contar-se nada e evitar-se pensar nisso. Também se não contarmos não é por isso que passamos a ser pessoas mentirosas, ou pessoas falsas, nada disso. Pelo menos eu vejo as coisas desta forma, prefiro pensar que tenho um segredo, algo muito importante mas que posso guardar só para mim por exemplo.
Mas Riu , dá-lhe tempo vais ver que tudo irá melhorar  ;)

Eu vou a um psicologo.....-.- mais um xD
Mas desta vez não vou mentir ao psicologo, vou dizer tudo aquilo que eu nunca tinha contado aos outros psicologos que tive.
E vou ter de fazar da minha bissexualidade e falar-lhe do que a minha mãe pensa sobre isso.
Vou segunda feira falar com a minha médica de familia... vou fazer análices ao meu corpo e assim tb aporveito a consulta para falar do psicologo xD
Bom, espero que desta vez corra tudo bem xD
Se o psicologo não conseguir-me ajudar....olha, não sei  :-\
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Violet* em 13.dez.2008, 00:34:32
Respondendo a pergunta inicial do topico.. ha amigos meus que sabem :-X, e se os meus pais soubessem eu nao tinha de lhes pedir segredo, mas nao quero que os meus pais saibam atraves de outras pessoas. quando ambos souberem sera por mim. e acho que é tambem uma questao de confianca / amizade com os pais. No entanto nao é algo que eu aconselhe vivamente pois os pais nem sempre reagem bem, sobretudo quando somos menores. :-\
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: 2estrelinha3 em 13.dez.2008, 10:50:59
Acho importante que as pessoas que gostam de nós o façam por sermos aquilo que somos...

Os nossos pais normalmente são os primeiro a perceber e os ultimos a admitir!

Além da parte de sermos verdadeiros e sinceros poderá evitar muitos constrangimentos :D
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: maGicGirl em 13.dez.2008, 16:52:08
Acho importante que as pessoas que gostam de nós o façam por sermos aquilo que somos...

Os nossos pais normalmente são os primeiro a perceber e os ultimos a admitir!

Além da parte de sermos verdadeiros e sinceros poderá evitar muitos constrangimentos :D

Yaa.   :)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Filhó em 14.dez.2008, 16:13:32
Importancia de contar ou não depende da importancia que damos ao assunto no meu ver.. ;) não acho que seja significativo no amor deles por mim ou na ausencia de amor falar da orientação sexualo porque n lhes diz respeito  8-)...importante sim é partilhar momentos, sucessos os insucessos ,recordaçoes ,agora ser gay ou hetero só tem a relevância que lhe damos na minha modesta opinião ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: quartocrescente em 15.dez.2008, 12:19:57
...eu tenho ainda algumas duvidas sobre qual sera a melhor altura pra falar no assunto..

..tenho tentado sondar o terreno, perceber o q eles pensam sobre isso...

...ja falei q tenho varios amigos gays e lesbicas mas aind n me inclui n rol!...

...essa situação traz-me algum sofrimento pq sp fui sincera com eles...mas ainda n chegou o momento certo...

...n dependo economicamente deles mas emocionalmente ainda preciso da aceitaçao deles em relaçao a algumas coisas e decisões importantes q tomo na minha vida... por isso só qd eu sentir q chegou o memento certo irei falar com eles...embora saiba de todo o sofrimento e desilusao q irao sentir...azar! façam um esforço pra aceitar aquilo q eu n posso (nem quero) mudar!...

 :)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: 2estrelinha3 em 15.dez.2008, 18:27:43
"O momento certo é aquele em que erradamente acertamos no momento, estando ele errado no momento errado mas passando a estar certo ao acertarmos no momento certo."

Acho que não existe um momento certo,nem a altura ideal... também não julgo que a aceitação dependa da escolha do momento.

Quanto ao apalpar terreno sondar também julgo que não vale de muito... o que é aceitável para os filhos dos outros para os nossos pode ser intolerável... Tal como o que se for com os outros é censurável mas quando é com os nossos muda de figura...

Nos casos que conheço o "sondar" só contribuiu para antecipar à força o "momento certo"... os pais que não preguntavam nada passaram a questionar tod@s @s amig@s! :S
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: blueboy em 15.dez.2008, 19:46:21
Importancia de contar ou não depende da importancia que damos ao assunto no meu ver.. ;) não acho que seja significativo no amor deles por mim ou na ausencia de amor falar da orientação sexualo porque n lhes diz respeito  8-)...importante sim é partilhar momentos, sucessos os insucessos ,recordaçoes ,agora ser gay ou hetero só tem a relevância que lhe damos na minha modesta opinião ;)

A orientação por si pode não ser um pretexto para alguns, mas como tu disseste, "importante sim é partilhar momentos, sucessos os insucessos ,recordaçoes". Hum... "Mãe, lembraste do dia do meu casamento?"; "Pai, a minha relação com o x está a correr mal"; "Mãe, o meu namorado vem cá almoçar". Se isto não são momentos, sucessos e insucessos não sei o que é então. Se a orientação sexual é só mais uma característica então qual é o problema de partilhar isso? Acho esses argumentos um pouco limitados  :P
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Reborn em 15.dez.2008, 22:02:14
A importância de contar aos pais tem muito mais que ver com o laço que temos com eles do que com @ noss@ parceiro. Como o blueboy descreve quando se sente necessidade de ter uma relação de confidencia/partilha com os, ou um dos pais, é muito importante fazer o "coming out". O "coming out" é um tema com pano para mangas, discutido um sem número de vezes nas reuniões dos grupos locais, e acho que nunca é demais.
Somos seres sociais e assumirmo-nos sexualmente diferentes da maioria com quem nos é próximo é uma necessidade que varia de pessoa para pessoa. Eu por exemplo sempre me relacionei bem com os meus pais e a minha família é um pilar na minha vida afectiva, que é o pilar principal da minha vida num sentido mais lato, e por isso contar-lhes fazia parte do plano para garantir que a nossa relação é forte e verdadeira. Felizmente são pessoas compreensivas, e apesar de desconhecerem muito sobre a temática e recearem as pedras no meu caminho, amam-me e apoiam-me incondicionalmente. Com certeza imagino pessoas que numa relação com os pais semelhante à minha não podem ter a mesma abertura para com eles porque são pessoas menos abertas/informadas. Mas não deixam de ser menos bons pais por isso!
No seguimento, acho igualmente importante que quem tem necessidade de contar aos pais deva sempre sondar, porque nem sempre podemos contar-lhes! Seria uma irresponsabilidade fazer um "coming out" para uns pais que sabemos não estar minimamente preparados. Arriscar uma relação sem necessidade alguma e com um déficite de afecto para ambos os lados. Deste ponto de vista o sondar é sempre óptimo porque funciona também ele como um processo de conformação em que alguns de nós constatam que provavelmente o "coming out" nunca será possível.  :-\
Concluindo, contar não é importante, mas considerar a hípótese se acharmos que em determiando momento vale a pena, é sempre saudável!  ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: *Annabelle* em 15.dez.2008, 22:11:40

A orientação por si pode não ser um pretexto para alguns, mas como tu disseste, "importante sim é partilhar momentos, sucessos os insucessos ,recordaçoes". Hum... "Mãe, lembraste do dia do meu casamento?"; "Pai, a minha relação com o x está a correr mal"; "Mãe, o meu namorado vem cá almoçar". Se isto não são momentos, sucessos e insucessos não sei o que é então. Se a orientação sexual é só mais uma característica então qual é o problema de partilhar isso? Acho esses argumentos um pouco limitados  :P

Concordo contigo. Para exemplificar passo a citar um "exemplo" pessoal. A relação com a minha mãe sempre foi uma relação normal, até há três anos, em que a relação começou a piorar. A minha mãe não me dava grande atenção. Consequentemente, foi também há três anos que comecei a namorar com a minha actual namorada. A relação ainda piorou, pois a minha mãe começou a achar que a nossa "amizade" (no entender dela) era doentia e anormal. Chegou ao ponto de me proibir de estar com a minha namorada. No fundo, não sabia a real relação que tinha com a minha namorada. De certa forma, senti durante esses três anos, falta de abrir o meu coração à minha mãe, de lhe contar as minhas alegrias, as minhas tristezas. Hoje, ela já sabe. E, felizmente, a relação com a minha mãe "deu uma volta de 360graus". Damo-nos muito bem, falo abertamente sobre a minha relação, e as proibições já não fazem mais sentido.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: lvsitano em 15.dez.2008, 22:50:32
na minha opinião é importante no sentido de quebrar muitas vezes as espectativas que têm para as nossas vidas (de casarmos com alguém do sexo oposto, ter filhos, etc...) e assim dessa forma poderem ver a realidade tal como ela é.

Não é facil dar este passo, eu próprio ainda não o dei e nem sei quando o vou dar e se vou dá-lo realmente... mas desejo faze-lo um dia, e para tal já vou preparando o terreno, falando sobre o tema, até porque ainda existe a ideia de que se é homossexual ou bissexual por opção, e se se for falando sobre a temática no sentido de fazer entender aos outros que não é uma opção talvez quando falarmos de nós seja mais facil de aceitar... (ESPERO)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: repsol em 26.dez.2008, 18:03:40

Resumidamente e falando pela minha experiência, deu-me um outro tipo de liberdade...
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: maGicGirl em 26.dez.2008, 18:07:51
Não sou assumida, mas mesmo com o rapazes a minha mãe tem uma certa preocupação  lol
Não acho que existiria uma grande diferença. Mas como não sou assumida, não posso dizer nada  :-X
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: elan em 27.dez.2008, 16:09:27
Uma coisa vos posso dizer...se gostam dos vossos pais, a coisa mais dificil que terão de fazer na vossa vida é contar-lhes e sofrer as consequencias disso.
Mas como Jesus Cristo disse "A verdade liberta-vos." Digam sempre a verdade, mas com muito carinho, se não vos compreenderem, não desistam, e se ainda assim passado muito tempo não vos compreenderem...o problema deixa de ser vosso.

Como há aqui muita gente jovem, não posso deixar de referir uma questão muito importante...Cada um é que sabe os pais que tem, e se há partida vocês acham que os vossos pais serão intolerantes relativamente a essa questão, esperem para que sejam independentes financeiramente.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Filhó em 27.dez.2008, 17:09:54
Importancia de contar ou não depende da importancia que damos ao assunto no meu ver.. ;) não acho que seja significativo no amor deles por mim ou na ausencia de amor falar da orientação sexualo porque n lhes diz respeito  8-)...importante sim é partilhar momentos, sucessos os insucessos ,recordaçoes ,agora ser gay ou hetero só tem a relevância que lhe damos na minha modesta opinião ;)

A orientação por si pode não ser um pretexto para alguns, mas como tu disseste, "importante sim é partilhar momentos, sucessos os insucessos ,recordaçoes". Hum... "Mãe, lembraste do dia do meu casamento?"; "Pai, a minha relação com o x está a correr mal"; "Mãe, o meu namorado vem cá almoçar". Se isto não são momentos, sucessos e insucessos não sei o que é então. Se a orientação sexual é só mais uma característica então qual é o problema de partilhar isso? Acho esses argumentos um pouco limitados  :P
Pontos de vista e eu respeito obviamente ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: daemon em 26.mar.2010, 19:37:53
Eu não contei. Eles descobriram e fizeram uma grande cena à minha namorada da altura. Foi um atrasado de um primo em segundo grau que foi bufar. Estupido. Até se deu ao trabalho de descobrir tudo sobre a minha namorada e passar diversa informação aos meus pais. Eu estava ao pé dela quando ela recebe um telefonema da minha mãe a chamar-lhe todos os nomes e a ameaça-la. Quando cheguei a casa confrontou-me e eu confirmei que era lésbica. Mandou-me para o psiquiatra e a minha vida nunca mais foi a mesma. Era preferível ter negado, ter dito que o gajo tinha inventado tudo... a minha vida em casa foi um inferno desde então.
O meu pai não teve uma reacção negativa e discordou veementemente da minha ida para o psiquiatra (ele é psicologo). Agradeço imensamente ao meu pai o facto de lhe ser indiferente eu ser lesbica. Se também ele me fizesse a vida negra acho que me teria suicidado.
Se existe um deus, castigou o bufo pela sua homofobia e mesquinhez. A irmã mais nova dele (1 ano mais nova que eu) assumiu que é lesbica recentemente.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: _Margot_ em 07.abr.2010, 10:19:06
Eu não contei. Eles descobriram e fizeram uma grande cena à minha namorada da altura. Foi um atrasado de um primo em segundo grau que foi bufar. Estupido. Até se deu ao trabalho de descobrir tudo sobre a minha namorada e passar diversa informação aos meus pais. Eu estava ao pé dela quando ela recebe um telefonema da minha mãe a chamar-lhe todos os nomes e a ameaça-la. Quando cheguei a casa confrontou-me e eu confirmei que era lésbica. Mandou-me para o psiquiatra e a minha vida nunca mais foi a mesma. Era preferível ter negado, ter dito que o gajo tinha inventado tudo... a minha vida em casa foi um inferno desde então.
O meu pai não teve uma reacção negativa e discordou veementemente da minha ida para o psiquiatra (ele é psicologo). Agradeço imensamente ao meu pai o facto de lhe ser indiferente eu ser lesbica. Se também ele me fizesse a vida negra acho que me teria suicidado.
Se existe um deus, castigou o bufo pela sua homofobia e mesquinhez. A irmã mais nova dele (1 ano mais nova que eu) assumiu que é lesbica recentemente.


essa situação é muito má mas acho que é daqueles casos em que com o passar dos anos ela vai perceber que por mais recriminações que faça, não vais deixar de ser lésbica porque é assim que és.
ainda vives com os teus pais?
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: daemon em 07.abr.2010, 17:39:29
essa situação é muito má mas acho que é daqueles casos em que com o passar dos anos ela vai perceber que por mais recriminações que faça, não vais deixar de ser lésbica porque é assim que és.
ainda vives com os teus pais?

Lol já se passaram mais de 10 anos e a recriminação continua igual... Não vivo oficialmente fora de casa mas quase nunca estou lá :)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: _Margot_ em 07.abr.2010, 18:11:15
Isso é péssimo!

Na minha família ninguém sabe. Acho que para a minha mãe não haveria problema nenhum, mas o meu pai devia reagir muito mal mesmo (e nós já assim não nos damos muito bem).

Ninguém na minha família sabe porque sou uma pessoa reservada. Não sabem disso como também não sabem de muitas outras coisas que não conto porque não sinto necessidade de contar.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: doorbell em 07.abr.2010, 22:04:36
A meu ver, é importantíssimo, daí o ter feito. Dá a conhecer aos meus pais como sou na totalidade sem ter que esconder a parte amorosa e não dar também falsas esperanças. não foi nada fácil contar, mas fiquei mais 'aliviada'. se bem que a única coisa que pode ter mudado foi o facto de nunca me verem de mão dada com nenhum rapaz, mas de resto continuo a ser como sempre fui e no final de contas adoro os meus pais  :-*
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: mcr4ever em 07.abr.2010, 22:47:18
Axo q devemos contar aos nossos pais, ate pq finalmente podemos apresentar a pessoa como namorada e n amiga  :inq
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: daemon em 12.abr.2010, 06:58:24
Axo q devemos contar aos nossos pais, ate pq finalmente podemos apresentar a pessoa como namorada e n amiga  :inq

Ui! Sim sim... sinceramente, a unica coisa boa de os meus pais saberem é o facto de eu não ter de mentir, nada mais...
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: [Ruka] em 12.abr.2010, 07:35:20
Hmm, "a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual", não reside no facto de eles serem nossos pais ou não. Antes de qualquer grau de parentesco, são simplesmente pessoas como todos nós. E todo e qualquer ser humano erra e faz disparates, segundo quanto sei.
Portanto, na minha opinião, isso de que "Ah e tal, é sangue do meu sangue, blá, blá, blá..." eu digo isto: --------------------> -.-' ...whatever...
Independentemente da pessoa em si, não deviamos estar preocupados com "o que dali pode vir". A quem acreditamos que realmente faça parte das nossas vidas, deverá ter o mérito e a razão de conhecer quem nós realmente somos, porque em última instância, guardar segredo apenas revela insegurança, desconforto e vergonha de nós mesmos...
(e isso, definitivamente não é algo a considerar, certo?!) =)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Hélder em 12.abr.2010, 08:39:59
Muita mesmo, estou farto que eles me perguntem se eu namoro ou não, gostava de saber que lhes podesse contar que sou gay e que eles aceitassem bem, mas tenho medo, muito medo!
Spoiler (clica para mostrar/esconder)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: castlox em 12.abr.2010, 13:08:55
Muita mesmo, estou farto que eles me perguntem se eu namoro ou não, gostava de saber que lhes podesse contar que sou gay e que eles aceitassem bem, mas tenho medo, muito medo!
Spoiler (clica para mostrar/esconder)

Não penses q vai ser um desgosto, a n ser q tenhas certeza absoluta. Eu sei q é normal, nós pensarmos assim. Antes de assumir ao meu api tb achava q lhe ia dar um desgosto enorme.

Vai pg aos teus pais o q achas relativamente as noticias dos gbt q mto recentemente têm saido na tv. A partir dai podes ver a racção deles e se for boa então assume-te (se quiseres e te sentires preparado,lógico).
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Agamemnon em 12.abr.2010, 17:46:47
Se os meus pais tiverem desgosto é um problema que é deles. Este sou eu..... Se não gostam tough luck! Não vou virar pessoa em 2ª mão para agradar ninguém.

Mas conhecendo meus pais acho que lhes era completamente indiferente saber a minha orientação. Pai talvez se zangasse porque pronto é o estereótipo. Mas depois da birra era como se nada tivesse acontecido, decerto.

Boa sorte a todos os que estiverem para se assumir!
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Pulse em 12.abr.2010, 22:18:55
Só penso contar quando tiver realmente uma relação com alguém, de resto não há nada a assumir. Se fosse heterossexual também não tinha de lhes dizer que era, tinha apenas de dizer "Esta é a minha namorada", sendo gay o que vou fazer é exactamente o mesmo mas dizer antes "Este é o meu namorado".
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: castlox em 12.abr.2010, 22:24:43
Só penso contar quando tiver realmente uma relação com alguém, de resto não há nada a assumir. Se fosse heterossexual também não tinha de lhes dizer que era, tinha apenas de dizer "Esta é a minha namorada", sendo gay o que vou fazer é exactamente o mesmo mas dizer antes "Este é o meu namorado".


Eu n concordo mt com isso. Geralmente os pais, tÊm certo tipo de expectativas em relação aos filhos. Por exemplo, o meu perguntava por namoradas. É óbvio q n me sentia bem com isso. O meu pai ia continuar na ilusão, q tinha um filho hetero. E quer queiramos quer não, o apoio dos pais é bastante importante quando nos estamos a assumir. E não ia estar á espera de arranjar alg até lhe contar até pq os pais aceitam mto melhor se não levarem logo com tudo.

Penso q reagem melhor a: " Eu sou gay" do que a : "Eu sou gay e tenho namorado e vou apresentá-lo no próximo almoço de domingo".
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Agamemnon em 12.abr.2010, 22:26:25
Eu acho que os meus pais começam agora a ter expectativas de mim e sinto-me desconfortável... Eles sempre forum hiper mega distantes. Mal sabiam aquilo que eu estudava...  :P e agora de repente parece que se interessaram! Deram conta de que têm um filho homem feito.  (e giro) :P Mas não creio que ainda tenham expectativas quanto à minha vida familiar. Logo o que disse acima é o que se passa.  :-\
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: BabyT em 13.abr.2010, 00:01:23
A importância que vejo é que como eu gosto que eles sejam verdadeiros comigo e me contem as suas coisas que fazem deles aquilo que são e os seus problemas, também eles merecem saber aquilo que sou e que faz de mim o que sou. Se conto outras coisas que me tornam a pessoa que sou sem dúvida esse é um detalhe importante.  ;)
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Pulse em 13.abr.2010, 20:03:13
Só penso contar quando tiver realmente uma relação com alguém, de resto não há nada a assumir. Se fosse heterossexual também não tinha de lhes dizer que era, tinha apenas de dizer "Esta é a minha namorada", sendo gay o que vou fazer é exactamente o mesmo mas dizer antes "Este é o meu namorado".


Eu não concordo muito com isso. Geralmente os pais, têm certo tipo de expectativas em relação aos filhos. Por exemplo, o meu perguntava por namoradas. É óbvio que não me sentia bem com isso. O meu pai ia continuar na ilusão, que tinha um filho hetero. E quer queiramos quer não, o apoio dos pais é bastante importante quando nos estamos a assumir. E não ia estar à espera de arranjar alguém até lhe contar até porque os pais aceitam muito melhor se não levarem logo com tudo.

Penso que reagem melhor a: " Eu sou gay" do que a : "Eu sou gay e tenho namorado e vou apresenta-lo no próximo almoço de domingo".

Tudo isso depende do tipo de relação que tens com a tua família.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: fmchrono em 13.abr.2010, 20:09:58
Só penso contar quando tiver realmente uma relação com alguém, de resto não há nada a assumir. Se fosse heterossexual também não tinha de lhes dizer que era, tinha apenas de dizer "Esta é a minha namorada", sendo gay o que vou fazer é exactamente o mesmo mas dizer antes "Este é o meu namorado".


Eu não concordo muito com isso. Geralmente os pais, têm certo tipo de expectativas em relação aos filhos. Por exemplo, o meu perguntava por namoradas. É óbvio que não me sentia bem com isso. O meu pai ia continuar na ilusão, que tinha um filho hetero. E quer queiramos quer não, o apoio dos pais é bastante importante quando nos estamos a assumir. E não ia estar à espera de arranjar alguém até lhe contar até porque os pais aceitam muito melhor se não levarem logo com tudo.

Penso que reagem melhor a: " Eu sou gay" do que a : "Eu sou gay e tenho namorado e vou apresenta-lo no próximo almoço de domingo".

Tudo isso depende do tipo de relação que tens com a tua família.

Talvez não passasse necessariamente por dizer "sou gay e tenho namorado", mas o facto de ter uma relação estável e com perspectivas de futuro seria A razão para  contar aos pais acerca da orientação sexual... Depois de um tempo de "habituação" talvez se passasse ao passo seguinte.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Pulse em 14.abr.2010, 18:16:35
Só penso contar quando tiver realmente uma relação com alguém, de resto não há nada a assumir. Se fosse heterossexual também não tinha de lhes dizer que era, tinha apenas de dizer "Esta é a minha namorada", sendo gay o que vou fazer é exactamente o mesmo mas dizer antes "Este é o meu namorado".


Eu não concordo muito com isso. Geralmente os pais, têm certo tipo de expectativas em relação aos filhos. Por exemplo, o meu perguntava por namoradas. É óbvio que não me sentia bem com isso. O meu pai ia continuar na ilusão, que tinha um filho hetero. E quer queiramos quer não, o apoio dos pais é bastante importante quando nos estamos a assumir. E não ia estar à espera de arranjar alguém até lhe contar até porque os pais aceitam muito melhor se não levarem logo com tudo.

Penso que reagem melhor a: " Eu sou gay" do que a : "Eu sou gay e tenho namorado e vou apresenta-lo no próximo almoço de domingo".

Tudo isso depende do tipo de relação que tens com a tua família.

Talvez não passasse necessariamente por dizer "sou gay e tenho namorado", mas o facto de ter uma relação estável e com perspectivas de futuro seria A razão para  contar aos pais acerca da orientação sexual... Depois de um tempo de "habituação" talvez se passasse ao passo seguinte.

Hum.. Hum.. Até porque acho que é importante que tenhamos alguém do nosso lado quando chega a altura de contar aos pais.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: _Margot_ em 14.abr.2010, 18:34:25
eu de certa forma concordo com o fmchrono. se eu não tiver um relacionamento sério com uma pessoa do mesmo sexo, qual a necessidade que tenho de contar aos meus pais que me sinto atraída por pessoas do mesmo sexo que eu? cá para mim podem pensar que não tenho namorado ou que não tenho namorada que tanto me faz.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Livingtheday em 14.abr.2010, 19:30:24
pode ser muita.... mas não o quero fazê-lo...
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: 2estrelinha3 em 11.ago.2010, 18:01:44
pode ser muita.... mas não o quero fazê-lo...

Eu julgo que esta importância depende do tipo de relação que cada um tem com os seus pais...

Algumas pessoas nem sabem se os pais sabem ou não, pois nunca contaram mas também nunca esconderam!
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: [ MissSouto ] em 11.ago.2010, 18:29:00
A "minha importância" foi tirar o peso de cima de mim, apesar da reacção deles sentimos sempre um alivio
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: este serve em 11.ago.2010, 18:36:41
É mais simples, a verdade, com tudo o que implica.
Título: Re: Qual a importância de contar aos nossos pais a nossa orientação sexual?
Enviado por: Lio em 07.out.2014, 18:55:05
Eu contei ao meu pai e à minha madrasta, em conjunto com o meu namorado aos 25 anos. Não contei à minha mãe pois ela tinha falecido uns meses antes devido à doença oncológica que lhe apareceu 2 anos antes.
Também queria ter contado a ela mas o facto de ter adoecido fez me mudar de ideias, pois não quis que ela tivesse nenhum possivel sofrimento adicional nos últimos tempos de vida.
O facto de ela ter falecido acelerou  o meu coming out pois vi que a vida é curta e rápida e não quis adiar mais o meu bem estar e felicidade, quis ser eu próprio de uma vez por todas sem mentiras, ou seja, ter uma relação muito mais próxima e verdadeira com a minha família e ter o seu apoio para poder ser uma pessoa mais feliz e forte para enfrentar o dia a dia, que já não é fácil para os LGBT.

A importância para mim, é sentir um alivio por ser verdadeiro, quebrar barreiras, evitar mentiras que desgastam, aproximação sincera à minha família e saber que estavam com, e amavam, o meu verdadeiro EU.
Sentir liberdade de falar sobre o assunto que tem a ver comigo, de levar o meu namorado a casa, estarmos todos juntos como família, ou seja, falar e fazer tudo aquilo que se fosse heterossexual poderia fazer em minha casa. Sentir-me são mentalmente! Ter uma vida comum e perfeitamente normal, mas sendo homossexual. Poder falar sobre a homossexualidade sem tabus e receios com eles, e até possivelmente algum dia, algum assunto relacionado com o meu namorado caso fosse preciso. Falar sobre os receios que tive e tenho por vezes por ser homossexual, etc pra me poderem apoiar caso fosse preciso.
Por tudo isto, penso que é positivo o coming out, no caso de se achar que os pais vão compreender ou pelo menos irão fazer um esforço.  Caso contrário, é melhor esperar até ter a certeza que não nos iremos prejudicar muito caso a reacção seja má pois pode ser muito pior do que antes. De qualquer forma, penso que o ideal para a nossa vida é poder sermos quem somos e tentar lutar por isso o mais rápido possível, mas contando sempre com o pior que pode acontecer e estar primeiramente preparado pra isso.

O meu caso foi o segundo, infelizmente, por isso só consegui aos 25 anos, estando preparado pro caso de as coisas não correrem como desejaria. O meu coming out correu bem e fiquei muito feliz com o apoio dado no momento. Infelizmente, com o decorrer do tempo as coisas foram piorando, penso que devido à má influência da minha tia ao meu Pai quando este lhe contou, e ele começou a regredir na aceitação inicial, ficando cada vez pior. De qualquer forma, não me arrependo e sinto me muito mais equilibrado e feliz que antes. Se dependesse dele seria pior, mas não é o caso.