rede ex aequo

Olá Visitante19.mai.2022, 20:42:19

Autor Tópico: Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático  (Lida 38540 vezes)

 
Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
#0

Offline Joplin

  • ***
  • Membro Total
  • Género: Feminino
  • I'm moving on
Hj assisti a uma conferência sob o título "Fundamentalismo e Ética", conferência essa que me deixou mto pensativa, de tal forma que eu não reisisti a criar um tópico sobre o assunto (acho que este tópico vai englobar outros ja existentes sobre os suicidas ou a religião) no fim da conferência não pude deixar de chegar a conclusão de que neste momento existe uma guerra entre dois fundamentalismos: o fundamentalismo islâmico e o fundamentalismo democrático do Sr. George W. Bush (até me custa escrever) senhor este que é, basicamente, o dono do mundo.. o que ele decide fazer afecta todo o mundo.. não sei se se recordam quando Bush decidiu candidatar-se, falou quase como se fosse um missionário divino pregador da palavra de Deus, disse que Deus lhe tinha incumbida desta árdua tarefa de ser Presidente dos E.U.A. e que por muitos custos que isso lhe trouxesse ele iria fazê-lo.. Bom, este senhor é um fundamentalista (sem falar que a essência da religião é fundamentalista, é dogmática) tão mau ou pior que o Bin Laden e o mundo vive neste momento numa enorme tensão a pensar quem vai ser a próxima vítima dos talibã etc.. tb não esquecer que o próprio Bin Laden é uma "criação" dos E.U.A. Vive-se, acho eu, um período de totalitarismo mundial que só pode acabar com a democratização do pensamento e com a árdua tarefa de dar às pessoas a capacidade e a liberdade de elas escolherem, porque no meu ponto de vista esse deve ser o grande objectivo de toda esta luta e deve ser esse o fim último da democracia, dar ao Homem a capacidade e a liberdade de ele escolher o que quiser independentemente de nós concordarmos ou não porque ele tem o direito de escolher e exerceu esse direito.. no fundamentalismo não há esse direito.. nem no islâmico nem no democrático..
« Última modificação: 10 de Março de 2006 por Joplin »
    A clean house is a sign of a wasted life

    Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
    #1

    EYre

    • Visitante

    Um tópico sobre fundamentalismo islâmico e democrático. :up :up :up :up

    Hoje não tenho muito tempo para comentar, mas podes ter a certeza que voltarei a este tópico! ;)

      Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
      #2

      Offline Joplin

      • ***
      • Membro Total
      • Género: Feminino
      • I'm moving on
      Cá estarei à espera  ;)
        A clean house is a sign of a wasted life

        Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
        #3

        SV

        • Visitante
        Realmente tem havido um crescente choque de ideologias e o problema é que  tanto o fundamentalismo islamico tanto o democratico são bastante maus prejudicais.
        Os paladinos do fundamentalismo democratico ( Bush e companhia...) deviam ter consciencia que não podemos andar aí a impor a democracia, porque a democracia nao se impoe ganha-se, principalmente em paises que não estao preparados para ela, pois quando isso acontece espalha-se o caos ( temos o exemplo do iraque que à tempos estava quase em guerra civil...). Para eliminar o fundamentalismo islamico e religisos em geral é necessario abrir-lhes mentes às pessoas devagar e não lhes tentar incutir tudo a força.

        E este conflito de ideologias extremistas, vai como sempre, acabar mal...

          Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
          #4

          Offline Joplin

          • ***
          • Membro Total
          • Género: Feminino
          • I'm moving on
          pois é, mas como é que isso se faz? Se há coisa difícil de fazer seja em que contexto for é mudar mentalidades..
            A clean house is a sign of a wasted life

            Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
            #5

            Offline Filipa_83

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Feminino
            Fundamentalismo democrático?
             
             Calma aí... O que pode haver é um fundamentalismo americano, que tem a ver com a própria matriz com que os EUA foram fundados e que subsiste até hoje, um messianismo que promove a América como a boa nova e como o modelo a exportar para o resto do mundo. O caso do W. Bush é o de um ignorante de boas famílias que quando foi dubiamente eleito em 2000 tinha saído do seu país apenas duas vezes, e em redor do qual se deu a convergência do cristianismo evangélico (este sim, fundamentalista, que acredita que o povo americano foi escolhido por Deus) e dos neoconservadores, que se ocupam sobretudo da política externa e pensam ser possível concretizar o modelo norte-americano no resto do mundo. Há uma visão apocalíptica do mundo, de inimigos e ameaças a ser eliminadas pelos bons, sobretudo se esses inimigos estiverem sentados em cima do petróleo que a economia americana tanto necessita.

             Mas falar de fundamentalismo democrático parece-me abusado. Nós, ocidentais democratas, somos tão pouco fundamentalistas que andamos sempre a pregar a nós próprios a necessidade de compreender as razões do fundamentalismo islâmico, o que é absolutamente espantoso (quando o inverso, já se sabe, não acontece). Somos tão pouco fundamentalistas que convivemos permanentemente com o complexo do colonialismo europeu. Somos tão pouco fundamentalistas que até concebemos um conceito chamado relativismo cultural.
            « Última modificação: 12 de Março de 2006 por Filipa_83 »
              "Creio que, em qualquer época, eu teria amado a liberdade; mas, na época em que vivemos, sinto-me propenso a idolatrá-la" Alexis de Tocqueville

              Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
              #6

              Offline Joplin

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Feminino
              • I'm moving on
              Pois é, compreendo que até aches abusado, mas é verdade porque quem manda no mundo ocidental é a América e não podemos esquecer que varios países europeus apoiaram a guerra contra o Iraque Portugal incluido, felizmente as tropas já voltaram, mas por exemplo ingleses inda estão lá.. são dois fundamentalismos um contra o outro e chega a tal ponto que se torna um amaeaça mundial, ainda ontem fez 2 anos que centenas de pessoas morreram em Espanha por causa de tudo isto.. o fundamentalismo islâmico é religioso e o democrático usa a religião pra se fazer de bem feitor, mas so quer saber de dinheiro e de petróleo e o resto não interessa nada.. são os dois igualmente maus no meu ponto de vista..
                A clean house is a sign of a wasted life

                Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                #7

                EYre

                • Visitante

                Por acaso não concordo nada contigo, Filipa_83. Porque os mesmos que conceberam o conceito de relativismo cultural também conceberam o politicamente correcto das nossas democracias que se calhar não é senão um instrumento de outro tipo de fundamentalismos.

                Em todo o caso falou-se, aquando do início da crise dos cartoons, se a defesa intransigente da liberdade de imprensa não era também uma forma de fundamentalismo, do chamado fundamentalismo democrático do ocidente. :P

                Outra questão é a forma de fazer política do senhor Bush e aí penso que sim, tem toques fundamentalista. Basta que ele se veja como no comendo do mundo conta o eixo do mal (expressão horrorosamente fundamentalista). Mas não é só o senhor Bush: Tony Blair tb ele disse que era dEUS quem iria julgar a guerra do Iraque. :P

                O puritanismo da sociedade americana é fundamentalismo. Não sei se é democrático (é, pelo menos, interno a uma democracia), religioso ou simplesmente moral.

                Quando ao fundamentalimo islâmico, acho que seria salutar que o islão fizesse uma reflexão interna sobre si próprio. Acho que tem que partir de uma reflexão interna qualquer mudança e não por afrontação.

                  Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                  #8

                  Offline Joplin

                  • ***
                  • Membro Total
                  • Género: Feminino
                  • I'm moving on
                  Como é que achas que o Islão era capaz de fazer uma reflexão sobre si próprio? não me parece nada que isso seja viável.. é a mesma coisa que pedir ao Bush para reflectir sobre o seu fundamentalismo.. achas possível? a religião comanda tudo naqueles países e sendo a religião fundamentalista e dogmática eles nunca a poriam em causa n achas?
                    A clean house is a sign of a wasted life

                    Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                    #9

                    Offline Filipa_83

                    • ***
                    • Membro Total
                    • Género: Feminino

                    Por acaso não concordo nada contigo, Filipa_83. Porque os mesmos que conceberam o conceito de relativismo cultural também conceberam o politicamente correcto das nossas democracias que se calhar não é senão um instrumento de outro tipo de fundamentalismos.


                     
                       EYre, não percebo bem o que queres dizer com isto. Explica-me melhor, por favor :)

                     
                       Acho que estamos a fazer uma certa confusão com os termos.
                       É que "fundamentalismo" tem a ver exclusivamente com a questão religiosa. Fundamentalismo é a defesa dos princípios ortodoxos de uma religião, tidos como verdades absolutas. Portanto, o fundamentalista é aquele interpreta literalmente os textos sagrados, sejam os cristãos ou os islâmicos, o que faz com que renegue por completo os valores e conquistas da modernidade.
                       Não estou a ver, por isso, que sentido faz a expressão "fundamentalismo democrático", visto que, para além de assumirem uma separação Estado / confissões religiosas, as democracias são sociedades modernizadas (liberalismo, individualismo, conforto, lazer, consumismo, materialismo, emancipação feminina, etc).

                      No caso das caricaturas de Maomé, e algumas bem tinham piada, se a defesa intransigente da liberdade de expressão é, não fundamentalista, mas fanática e radical (penso que é isto que querem dizer no título deste tópico), então eu declaro-me uma democrata fanática até à quinta casa. Não sou a favor de uma cruzada contra o mundo islâmico no sentido de lhes impôr a liberdade de expressão nos países deles, mas quero poder fazer uso dela na sociedade em que eu vivo.

                      Quando dizes, EYre, que para resolver o problema do fundamentalismo islâmico que tem levado ao radicalismo fanático (=terrorismo) o Islão deveria uma reflexão sobre si próprio, penso que sabes que isso é uma impossibilidade. O grosso das sociedades islâmicas são dominadas ou manipuladas por grupos fundamentalistas. E os grupos fundamentalistas querem manter a lei corânica, a Sharia, onde ela está implementada (no Irão, na Arábia Saudita, estava no Afeganistão taliban) e impô-la no resto do mundo islâmico (Hamas em Israel, Hezbollah no Líbano, Irmandade Muçulmana no Egipto, Osama Bin Laden com o seu sonho de um califado único). Ora o fundamentalismo não tolera o criticismo e a Sharia não permite a liberdade de pensamento e expressão.
                      "Discussão interna" é o que pode ser feito nas sociedades democráticas (p.e., a propósito de porque é que o jornal dinamarquês publicou os cartoons de Maomé quando se recusou a publicar os cartoons de Cristo), mas porque temos liberdade de expressão. Eles não podem, nós podemos.


                      Diferente da causa da liberdade de expressão nas democracias ocidentais é a especificidade dos EUA no seu papel de "líder do mundo livre". E eu não aceito que juntem as coisas e lhe decidam dar o nome de "fundamentalismo democrático", volta e meia cá estamos nós de novo a condenar-nos a nós próprios, nós ocidentais, oh, somos sempre uns desnaturados com esta coisa da liberdade, em vez de caricaturarmos Maomé devíamos era ajudar o Islão bonzinho e pacífico a sair debaixo da cama. Não obrigada...

                      Há fundamentalismo, sim, nos EUA. Os grupos cristãos evangélicos americanos, opositores de tudo quanto sejam modos de vida não condizentes com a interpretação literal da Bíblia, têm desde há muito tempo grande influência sobretudo na política doméstica americana (a Lei Seca dos anos 20 é só um exemplo), e têm-na certamente na dentro da Administração Bush Jr. No entanto, eu penso que a actuação dos Estados Unidos fora das suas fronteiras vai muito para além da influência desses grupos cristãos. O americanismo tem uma raíz religiosa peculiar (e aqui é que se aplica bem a expressão "judaico-cristianismo"), mas eu não lhe chamaria "fundamentalismo".

                       Agora só por curiosidade, que moda é esta de trocar as letras maiúsculas?
                       dEUS, dEus, que diabo aconteceu ao bom e velho Deus?

                      :)
                    « Última modificação: 14 de Março de 2006 por Filipa_83 »
                      "Creio que, em qualquer época, eu teria amado a liberdade; mas, na época em que vivemos, sinto-me propenso a idolatrá-la" Alexis de Tocqueville

                      Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                      #10

                      Offline Joplin

                      • ***
                      • Membro Total
                      • Género: Feminino
                      • I'm moving on
                      eu percebo o que queres dizer Filipa_83, mas não é assim tao simples e essa tua diferenciação entre fundamentalismo e democracia de momento não me parece real.. é obvio que o mundo ocidental tem a capacidade de se pensar, mas o que pensa é muito diferente daquilo que faz.. É Portugal um país verdadeiramente democrático? Um país que se recusa a discutir seriamente o aborto? que recusa a discutir seriamente o casamento entre homossexuais? Achas que Portugal é verdadeiramente um Estado laico?
                        A clean house is a sign of a wasted life

                        Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                        #11

                        EYre

                        • Visitante
                        Ai Filipa_83, mulher, não me ponhas textos tão extensos para eu comentar que tou sem tempo para estar na net... [smiley=martelo.gif]

                        Ora bem, eu não sei se a palavra fundamentalismo só se aplica a questões religiosas. Confesso que não sei. Mas podemos ao menos extrapolar e fazer o paralelismo do religioso com o político para dizermos, por exemplo, que Hitler era um fundamentalista. Podemos, por exemplo, dizer que certas correntes de esquerda perderam muito teóricamente e na prática por fundamentalismo. Concordas com esta extrapolação?

                        Também confesso que não sei nada sobre o islamismo - e ando com imensa vontade de aprender, como já te disse. Por isso quando dizes que a  Sharia não permite a liberdade de pensamento e expressão, eu vou abster-me de dizer o que quer que seja porque estou por fora.

                        Hoje por acaso li uma notícia no jornal e até a comentei no meu blog. Passo a transcrever o que escrevi no blog:

                        Em Roma, o Rabino da cidade e o líder muçulmano encontraram-se pela primeira vez na mesquita. Seria bom que as comunidades judaica e muçulmana da diáspora, mais distantes do conflioto do Médio Oriente dialogassem mais e chegassem a mais entendimentos de tal modo que o movimento influenciasse positivamente o conflito israelo-palestiniano.

                        Ou seja, na minha opinião o islamismo não torna inviável qualquer reflexão interna, o que a torna inviável são os radicais que, infelizmente, estão em maioria. Talvez os islamistas (ou melhor, os islamistas com origem no Médio Oriente, Paquistão, Afeganistão, Indonésia, etc) na diáspora tenham uma palavra a dizer aos das sociedades islãmicas, tal como as classes médias, os jornais, etc (repara que na crise dos cartoons alguns jornais apelaram ao bom senso do mundo islâmico...). Porque me parece que se deixarmos a questão entregue ás classes alta e baixas de facto o fundamentalismo vai vencer. Por isso eu pergunto-te se não estarás a confundir questões políticas, sociais, económicas, etc com o islamismo em si.

                        Quanto a escrevermos a palavra dEUS desta forma, acho tão giro!! É um sinal que conhecemos as regras da gramática mas que não a reconhecemos neste caso por sermos ateus. ;) :)


                          Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                          #12

                          Offline cacao

                          • *****
                          • Associad@ Honorári@
                          • Membro Vintage
                          • Género: Feminino
                          • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                            • Mais sobre mim...
                          Como é que achas que o Islão era capaz de fazer uma reflexão sobre si próprio? não me parece nada que isso seja viável.. é a mesma coisa que pedir ao Bush para reflectir sobre o seu fundamentalismo.. achas possível? a religião comanda tudo naqueles países e sendo a religião fundamentalista e dogmática eles nunca a poriam em causa n achas?

                          O islão é uma religião moderada, tolerante. Os princíios do Islão são tão nobres quanto os da cristandade. O mundo muçulmano não se expressa apenas "naqueles países", como disseste Joplin, expressa-se por todo o mundo, aliás como quase todas as reigiões hoje em dia.

                          O teu comentário não só me parece intolerante, injusto e desmedido como assente numa grande lacuna de informação. Falar de Bush e do Islão no mesmo saco é o mesmo que falar em azeitonas e detergente para a roupa. Correlação? Nenhuma.

                            Another one will bite the dust...

                            "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                            "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                            Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                            #13

                            Offline cacao

                            • *****
                            • Associad@ Honorári@
                            • Membro Vintage
                            • Género: Feminino
                            • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                              • Mais sobre mim...
                            Quando ao fundamentalimo islâmico, acho que seria salutar que o islão fizesse uma reflexão interna sobre si próprio. Acho que tem que partir de uma reflexão interna qualquer mudança e não por afrontação.

                            Como referi no anterior post, o Islão, é composto por uma comunidade de pessoas que partilham uma mesma fé. Um grupo de fundamentalistas não deve caracterizar um movimento religioso. É mesmo que dizer que todos os vascos simpatizam com os ideias etarras...

                            Não nos podemos esquecer que temos uma comunidade muçulmana em pOrtugal e que a mesma está plenamente inserida na nossa sociedade. Trabalhamos lado a lado, vamos às mesmas escolas, aos mesmos cinemas, etc.

                            :)
                              Another one will bite the dust...

                              "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                              "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                              Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                              #14

                              Offline Filipa_83

                              • ***
                              • Membro Total
                              • Género: Feminino
                              Não percebo, Cacao, onde vês “intolerância” no comentário da Joplin. É um facto que a religião "comanda tudo" nos países islâmicos, ou quase tudo. A Turquia é praticamente o único país onde existe uma separação Estado-religião.
                               
                              Não sei se o Islão é uma religião pacífica ou não. Pacífica de eles para connosco? Entre eles?

                              Sei que nós vivemos naquilo que eles consideram ser o Dar al-Harb, a casa da guerra, os países onde não domina o Islão.

                              E sei que quando eu olho para as cinco obrigações canónicas descritas como os “pilares da religião”, profissão de fé, oração, jejum, esmola e peregrinação, penso na esmola (Zakat) como a marca da solidariedade e do desejo de um bem comum e aproximação entre os membros da comunidade. Mas depois olhamos para o Médio Oriente e o que temos? Sultões, Emires, Ayatollahs, Reis a nadar no dinheiro do petróleo e a viver à grande (e à ocidental, exceptuando o caso dos ayatollahs), o resto dos fiéis na extrema miséria.

                              Já agora, qual é o verdadeiro Islão? “Islão” significa literalmente submissão, e isso significa que o fiel deve reger toda a sua vida de acordo com a religião. Não pode haver separação, a vida religiosa, a social e a política devem ser uma só. Poderemos então dizer que o Islão praticado na Turquia, uma país com uma constituição muito secularizada, é o verdadeiro Islão?
                              Ou o verdadeiro Islão será aquele que impõe a lei corânica, que regulamenta a poligamia, a circuncisão feminina ou o apedrejamento até à morte?

                              Mesmo nos países ditos moderados, como Marrocos e a Jordânia, existe repressão e represálias fortes contra os “blasfemos”. Um editor de um jornal jordano que se atreveu a publicar os cartoons de Maomé foi imediatamente demitido e ameaçado de morte.

                              Eu não sei qual é o verdadeiro Islão. Mas se concordas que o Islão verdadeiro e pacífico (geralmente invocado pelos muçulmanos que vivem em países ocidentais, não sei, haverá ligação?) é aquele que seguir a via da separação face ao poder político, como aconteceu ao Cristianismo no Ocidente, então estás no fundo a dar razão à Joplin.
                              « Última modificação: 15 de Março de 2006 por Filipa_83 »
                                "Creio que, em qualquer época, eu teria amado a liberdade; mas, na época em que vivemos, sinto-me propenso a idolatrá-la" Alexis de Tocqueville

                                Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                                #15

                                EYre

                                • Visitante
                                É um facto que a religião "comanda tudo" nos países islâmicos, ou quase tudo. A Turquia é praticamente o único país onde existe uma separação Estado-religião.
                                 

                                Sabes, Filipa, estava a ler o teu post e não pude deixar de pensar que esses países onde a religião comenda tudo são, na sua maior parte, países que conheceram uma colonização europeia até ao século XX. Ou seja, aquilo que nós tivemos tempo de fazer, a secularização da sociedade, no caso das sociedades islâmicas isso não foi feito. E repara que quando foi feita a descolonização eles tinham duas creferências para regulamentar as suas sociedades emergentes: a justiça ocidental dos colonizadores e a justiça religiosa. Ora, num movimento de descolonização é sempre recusado o sistema de valores  e as referêncais daqueles que são considerados opressores e, talvez por isso, todos os países tivessem escolhido a lei islâmica, o que poderá ter representado um retrocesso. E o únco país em que isso é excepção é justamente a Turquia, quer pelas suas influências europeia, quer pelo facto de ter sido ali o núcleo do Império Otomano.

                                Por isso aquilo que estás a considerar como inerente a uma religião, o islamismo, poderá ser muito bem um reflexo apenas dos movimentos históricos das sociedades que são hoje islâmicas e um reflexo da própria colonização europeia.

                                  Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                                  #16

                                  Offline Joplin

                                  • ***
                                  • Membro Total
                                  • Género: Feminino
                                  • I'm moving on
                                  Como é que achas que o Islão era capaz de fazer uma reflexão sobre si próprio? não me parece nada que isso seja viável.. é a mesma coisa que pedir ao Bush para reflectir sobre o seu fundamentalismo.. achas possível? a religião comanda tudo naqueles países e sendo a religião fundamentalista e dogmática eles nunca a poriam em causa n achas?

                                  O islão é uma religião moderada, tolerante. Os princíios do Islão são tão nobres quanto os da cristandade. O mundo muçulmano não se expressa apenas "naqueles países", como disseste Joplin, expressa-se por todo o mundo, aliás como quase todas as reigiões hoje em dia.

                                  O teu comentário não só me parece intolerante, injusto e desmedido como assente numa grande lacuna de informação. Falar de Bush e do Islão no mesmo saco é o mesmo que falar em azeitonas e detergente para a roupa. Correlação? Nenhuma.



                                  ok, ja percebi que não me fiz entender.. eu não tenha nada contra o islão ou contra qualquer religião, mas  o que eu sei é que a religião é uma questão de fé, é uma crença e é dificil pedir a alguém que ponha essa crença em causa.. o que quis dizer foi que tal como os islâmcios acham que estão certos tb Bush acha que está certo e em muitas coisas estão os dois errados.. os terroristas sao radicais.. o que eu quis dizer, obviamente não generalizando para todas as pessoas, pk nem todos os islâmicos sao fundamentalistas, mas há os que o são e acho que esses não conseguem por em causa aquilo que estão a fazer e de facto são esses que regem muitos países do medio oriente como nós sabemos tal como Bush rege os E.U.A.. foi isso que quis dizer..
                                    A clean house is a sign of a wasted life

                                    Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                                    #17

                                    Offline cacao

                                    • *****
                                    • Associad@ Honorári@
                                    • Membro Vintage
                                    • Género: Feminino
                                    • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                                      • Mais sobre mim...
                                    Joplin, sim, entendo o que me dizes, porém, é bom ter em consideração  - porque o pensamento crítico é sempre uma ferramenta útil - que o Islão não se resume a países muçulmanos ou que nem todos os muçulmanos são assim "terroristas islâmicos". Vocês sabiam que países como o Serra Leoa, Tunísia, Indonésia, Maldivas, Tanzânia, Bangladesh, Argélia, Bósnia Hezergóvina, Senegal, Emirados Árabes Unidos, Etiópia, Moçambique, Guiné Bissau, Malásia, [etc] são países muçulmanos? Poderia colocar aqui também países onde a expressão muçulmana é imensa como, por exemplo, França onde convivem com o resto da sociedade 5 milhões - quase metade de pOrtugal ou EUA, dez milhões.

                                    By the way, Cordoba, cidade espanhola, a 5h de viagem de Lisboa, foi durante muitos tempo capital muçulmana.

                                    Ou até já viram como nos ensinaram a História a chamar os mouros/árabes de infiéis...
                                     





                                     
                                      Another one will bite the dust...

                                      "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                                      "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                                      Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                                      #18

                                      Offline Joplin

                                      • ***
                                      • Membro Total
                                      • Género: Feminino
                                      • I'm moving on
                                      ok então acho que o que se passa é um porblema de terminologia.. eu quando falo em Islão confesso que não sei mto bem do que é que estou a falar (ok n sei se devia ter dito isto lol) eu prentendo falar dos países onde o fundamentalismo e os radicias e eventualmente terroristas existem.. já percebi que percebes muito de história de facto é uma coisa fundamental quando se dbdebatem assuntos como este  ;)
                                        A clean house is a sign of a wasted life

                                        Fundamentalismo Islâmico vs. Fundamentalismo Democrático
                                        #19

                                        EYre

                                        • Visitante
                                        Joplin, sim, entendo o que me dizes, porém, é bom ter em consideração  - porque o pensamento crítico é sempre uma ferramenta útil - que o Islão não se resume a países muçulmanos ou que nem todos os muçulmanos são assim "terroristas islâmicos". Vocês sabiam que países como o Serra Leoa, Tunísia, Indonésia, Maldivas, Tanzânia, Bangladesh, Argélia, Bósnia Hezergóvina, Senegal, Emirados Árabes Unidos, Etiópia, Moçambique, Guiné Bissau, Malásia, [etc] são países muçulmanos? Poderia colocar aqui também países onde a expressão muçulmana é imensa como, por exemplo, França onde convivem com o resto da sociedade 5 milhões - quase metade de pOrtugal ou EUA, dez milhões.

                                        By the way, Cordoba, cidade espanhola, a 5h de viagem de Lisboa, foi durante muitos tempo capital muçulmana.

                                        Ou até já viram como nos ensinaram a História a chamar os mouros/árabes de infiéis...
                                         
                                         

                                        Pois é, é verdade que não é apenas no Médio Oriente que há países muçulmanos, podemos encontrar esta religião também em alguns países africanos. e como é que está a situação nestes países? Ao que julgo saber o fundamentalismo não é tão forte aí pelo que devemos introduzir variáveis geográficas, históricas, políticas, etc, para explicar o que se passa no Médio Oriente. Ao que julgo saber os países islâmicos de África debatem-se com problemas semelhantes aos outros países africanos, isto é, antes de serem islâmicos são africanos.

                                        Questões interessantes a observar nos países islâmicos são, por exemplo, as questões de género e as questões ligadas com a homossexualidade.

                                        Mas ainda no que diz respeito ao fundamentalismo islâmico, eu volto a frisar que todos (julgo que são mesmo todos excepto a Turquia) os países islâmicos conheceram a colonização até bastante tarde e não tiveram atrás de si uma longa história de secularização como a Europa conheceu. Nós temos toda a tradição de Sócrates, Galileu, Voltaire e todos os outros pensadores que se debateram com a liberdade de expressão e que fazem parte das nossas referências, quando é preciso reflectir sobre o tema lá vamos nós buscar estes exemplos.


                                        Sobre os muçulmanos que vivem na Europa e que tem origem em países de maioria muçulmana, eu penso que eles têm de certo modo a responsabilidade de fazer a ponte entre a cultura ocidental e a dos seus países. Da mesma forma que outrora os muçulmenos que se espalharam pela Europa nos ensinaram muito, também eu acho que agora é uma época em que o diálogo de civilizações deveria ser prioritário (sobretudo depois do 11 de Setembro).

                                        Por fim, concordo com a cacao de que o passado mouro da Península Ibérica é quase esquecido. Nos manuias escolares eles ensinam-nos a história da Reconquista e esquecem-se que somos o resultado de uma mescla de civilizações e que os mouros que habitaram a península deixaram as suas marcas. Aquilo que nós aprendemos na escola, por exemplo sobre a época clássica, foi-nos, em grande parte, transmitido pelos muçulmanos que estavam muito mais adiantados no conhecimento que os povos europeus na Idade Média. Isso é esquecido pelos programas de história.